Arquivo da tag: presa

Mulher é presa suspeita de matar idosa para não pagar dívida, em Campina Grande

Uma mulher de 57 anos foi presa na tarde desta quinta-feira (12), suspeita de matar uma idosa de 83 anos com cerca de 13 facadas na quarta-feira (11), no bairro Rocha Cavalcante, em Campina Grande. Segundo informações da Polícia Civil, a mulher confessou o crime e disse que matou a vítima para não pagar uma dívida de R$ 300.

A polícia chegou até a suspeita por meio de imagens de câmeras de segurança de residências da região que possibilitaram a reconstituição do trajeto que ela fez até a casa da idosa.

Ainda conforme a polícia, a suspeita trabalha na Feira Central de Campina Grande. Por volta das 5h da quarta ela também teria esfaqueado uma feirante com quem se desentendeu e usado a mesma faca nos dois crimes.

A mulher foi autuada pelos crimes de homicídio e tentativa de homicídio. Ela está detida na Central de Polícia Civil de Campina Grande e passará por uma audiência de custódia na sexta-feira (13).

Foto: Artur Lira/TV Paraíba

G1

 

Carreta tomba e mulher fica presa às ferragens próximo a Campina Grande

Na manhã desta segunda-feira (03), uma mulher ficou presa às ferragens após o tombamento de uma carreta carregada de algodão no quilômetro 187 da BR-104 na altura do município de Alcantil, grande Campina Grande.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal, a mulher ficou gravemente ferida e foi necessário o suporte de equipes do resgate para retirá-la do local.

O motorista permaneceu no local e uma faixa da rodovia foi interditada pela PRF.

Os motivos para o tombamento serão investigados.

PB Agora

 

 

Mulher é presa suspeita de praticar maus tratos contra mãe de 91 anos, em João Pessoa

Uma mulher de 50 anos foi presa em flagrante suspeita de praticar maus tratos com a mãe, uma idosa de 91 anos, em João Pessoa. De acordo com a Polícia Civil, a vítima foi encontrada amarrada em uma cadeira.

Segundo a polícia, o caso foi denunciado por vizinhos mulher, que mora com a mãe em Cruz das Armas. De acordo com a delegada Vera Lúcia Soares, a vítima foi encontrada em casa, amarrada em uma cadeira e com o braço ferido. A mulher e a vítima foram levadas a Delegacia do Idoso.

Na delegacia, a suspeita alegou que a vítima estava amarrada para não fugir, pois teria Alzheimer. A delegada contou que não foi entregue nenhum laudo que confirmasse a doença, e que a idosa estaria lúcida quando prestou depoimento.

A mulher foi presa em flagrante por violência doméstica, enquadrada na Lei Maria da Penha. A Polícia Civil vai investigar também suspeitas de cárcere privado.

G1

 

Mulher é presa após tentar matar homem com golpes de canivete em Patos, no Sertão da Paraíba

Uma mulher de 21 anos foi presa suspeita de tentar matar um homem com golpes de canivete, na noite de quarta-feira (29), em Patos, no Sertão, na Paraíba. De acordo com a Polícia Civil, o crime aconteceu após uma discussão entre a suspeita e a vítima sobre uma dívida.

Segundo a polícia, o crime aconteceu por volta das 20h30, no conjunto Itatiunga, enquanto a suspeita, seu ex-companheiro e a vítima bebiam. Após a discussão, a mulher e seu ex-companheiro teriam chutado o homem e, depois, ela teria atingido a vítima com golpes de canivete.

Conforme a polícia, o ex-companheiro da mulher e suspeito de participar do crime está foragido. A vítima foi encaminhada para o Hospital Regional de Patos e está em estado grave.

A suspeita passou por audiência de custódia e foi encaminhada para o Presídio Regional Feminino de Patos.

G1

 

Mulher é presa suspeita de deixar filho de 3 anos sozinho em casa por 2 horas

Uma mulher de 22 anos foi presa em flagrante suspeita de deixar o filho de três anos sozinho em casa por mais de duas horas, na noite de quarta-feira (22), no Conjunto João Paulo II, em Campina Grande. De acordo com informações da Polícia Civil, os vizinhos ouviram o choro da criança e acionaram a polícia.

Segundo a polícia, quando chegaram ao local, a criança chorava e dizia ter sido abandonada pela mãe. Laís Fernanda Araújo de Souza chegou na residência por volta de 1h da manhã e foi presa em flagrante pelo crime de abandono de incapaz.

A suspeita informou a polícia que estava na casa do namorado para pegar um crachá.

De acordo com o Conselho Tutelar de Campina Grande, a criança está sob os cuidados do avô materno. A suspeita está detida na Central de Polícia de Campina Grande onde aguarda a audiência de custódia.

G1

 

Mulher é presa tentando entrar com pimentões recheados com drogas em Guarabira

Uma mulher foi presa, na manhã deste domingo (12), ao tentar entrar na Penitenciária João Bosco Carneiro com maconha e cocaína escondidas em pimentões, em Guarabira, no Brejo paraibano.

As drogas foram encontradas após os pimentões serem submetidos ao aparelho de raios-X quando estavam sendo levados por visitantes aos detentos.

A mulher e o material apreendido foram levados para a delegacia da cidade para prestar esclarecimentos. Ela deverá  passar por audiência de custódia nesta segunda-feira (13).

MaisPB

 

 

Livânia ia se matar antes de ser presa na operação Calvário, revela colunista do UOL

A ex-secretária estadual de Administração Livânia Farias pensou em suicídio antes de ser presa pela Operação Calvário. A revelação está publicada neste domingo (12) no portal Folha Uol pela jornalista Mariana Carneiro.

De acordo com a coluna, antes de se tornar delatora na Operação Calvário, que mira o ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB), a ex-secretária estadual Livânia Farias mandou cartas a familiares e amigos em que relata angústia após se tornar alvo do Ministério Público.

Os textos foram escritos pouco antes de ela ser presa, em 16 de fevereiro de 2019. Nas cartas, ela reclama do que considerou perseguição e espetacularização do caso pelos procuradores do estado e faz planos para o próprio funeral. Farias diz que a pressão sobre a família é tanta que os filhos não podem sair de casa.

Ainda segundo a publicação, uma das cartas foi para Ricardo Coutinho. Ela agradece ao ex-governador pela confiança e diz que o tinha como espelho no trabalho no governo. Mas alega que o fardo da ofensiva do MP é pesado. Meses depois, a ex-secretária delatou o antigo chefe. Farias revelou suposto pagamento de R$ 4 milhões em propina ao político.

Ré sob a acusação de ter recebido suborno, ela saiu da prisão dias após assinar o acordo de colaboração e aguarda em liberdade o seu julgamento. A Calvário investiga desvio de R$ 134,2 milhões da área de saúde estadual.

 

clickpb

 

 

Mulher suspeita de atear fogo no companheiro com acetona e isqueiro é presa na Paraíba

Uma mulher foi presa na manhã desta quinta-feira (26) suspeita de jogar acetona e acender um isqueiro para incendiar o marido, em Campina Grande. A Polícia Civil da Paraíba, por meio da Delegacia de Homicídios de Campina Grande, cumpriu o mandado de prisão preventiva de Thaisy de Assis Montenegro, de 24 anos, suspeita de atear fogo no companheiro, Tercio Andrade Ferreira, de 26 anos. A mulher confessou o crime.

Segundo a delegada Nercília Dantas, que acompanha o caso, a mulher estava embriagada quando esperou o companheiro dormir para incendiá-lo. Tercio teve queimaduras de 2º grau e ficou internado por 12 dias, mas morreu no hospital.

“A embriaguez neste caso não é um atenuante do crime, pelo contrário. O fato da pessoa estar embriada revela que ela pode ter feito uso da bebida para encorajar o crime”, afirmou a delegada.

Segundo depoimento da mulher à polícia, a motivação do crime seria uma traição. Ela confessou o crime e disse estar disposta a ser responsabilizada pelos seus atos.

Thaisy está recolhida na Central de Polícia de Campina Grande e deve passar por audiência de custódia ainda nesta quinta-feira.

G1

 

Criança fica presa dentro de panela de pressão e é resgatada por bombeiros no Grande Recife

Uma criança de 1 ano e 9 meses de idade ficou presa dentro de uma panela de pressão e foi resgatada pelo Corpo de Bombeiros. O caso aconteceu em Goiana, na Região Metropolitana do Recife, na noite da sexta-feira (6) e foi divulgado pela corporação na manhã deste sábado (7).

A menina estava brincando com a panela quando entrou nela, ficou presa pela cintura e não conseguiu mais sair, segundo o Corpo de Bombeiros, que foi acionado pela mãe da criança. O resgate teve início às 18h19, na Rua Nova Goiana, e durou aproximadamente uma hora.

Bombeiros resgataram criança que ficou presa em panela de pressão — Foto: Reprodução/WhatsApp

Bombeiros resgataram criança que ficou presa em panela de pressão — Foto: Reprodução/WhatsApp

Após tentarem retirar a criança de dentro da panela normalmente, mas sem êxito, os bombeiros utilizaram ferramentas de corte para resgatar a menina, que não ficou ferida na ocorrência.

“Apesar do susto, mãe e filha passam bem. A genitora prometeu que brincaria de outra coisa”, informou o Corpo de Bombeiros por meio de nota.

Panela de pressão em que criança ficou presa foi cortada por bombeiros durante o resgate — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Panela de pressão em que criança ficou presa foi cortada por bombeiros durante o resgate — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

 

G1

 

 

Advogada é presa suspeita de falsificar alvarás para sacar R$ 28 mil, em Campina Grande

Uma advogada foi presa, na tarde desta terça-feira (19), suspeita de usar documentos falsos para tentar sacar dinheiro em uma agência bancária, localizada em Campina Grande. Segundo informações da Polícia Civil, ela faria um saque de mais de R$ 28 mil, com dois alvarás judiciais falsificados.

Ao G1, o delegado Gerônimo Barreto, responsável pelo caso, funcionários da instituição bancária desconfiaram dos documentos e acionaram a polícia. Ainda de acordo com ele, a suspeita falsificou a assinatura de um juiz e de outros dois servidores da Justiça.

A polícia foi até o Fórum Afonso Campos investigar se os documentos eram verdadeiros. No local, foi constatada a falsificação das assinaturas.

Em depoimento, ela contou que os alvarás eram legítimos. Mas após a checagem feita no fórum, confessou que havia falsificado os documentos.

À polícia, ela disse que agiu sozinha. Já o delegado informou que no momento da abordagem a advogada estava acompanhada por duas pessoas, mas que não foi possível comprovar o envolvimento delas no crime.

A suspeita foi autuada pelo crime de estelionato. Ela está detida na Central de Polícia de Campina Grande, onde aguarda por uma audiência de custódia, que deve acontecer na quarta-feira (20).

Foto: Polícia Civil/Divulgação

G1