Arquivo da tag: preocupação

João lamenta cortes de recursos federais e mostra preocupação com possível retaliação à Paraíba

O governador João Azevêdo (PSB) voltou a cobrar uma melhor relação institucional por parte do Governo Federal com o Estado. Em duas ocasiões essa semana, o Chefe do Executivo Estadual expôs a sua preocupação com o corte de recursos da união para ações importantes na área de infraestrutura, a exemplo da dragagem do Porto de Cabedelo e das obras de construção da barragem de Cupissura, que, após concluída, deve garantir a segurança hídrica da região litorânea por mais algumas décadas.

Segundo João Azevêdo, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, já informou os cortes de alguns recursos esperados para obras no Estado. “Isso é preocupante, o ministro informou que os recursos destinados a dragagem do Porto, e que os recursos destinados a construção da barragem de Cupissura, que garante água por mais 30 anos para a Região Metropolitana, não estariam mais disponíveis”, comentou.

Mesmo diante dos cortes, e após a polêmica criada após o vazamento de áudio do presidente Jair Bolsonaro (PSL) tratando os governadores do Nordeste de “Paraíba”, João Azevêdo diz que prefere não acreditar ainda em retaliação ao Estado.  “Eu quero crer que não! Mas, é importante entender e saber o motivo pelo qual isso está acontecendo”, disse.

LIBERAÇÃO DE EMPRÉSTIMOS

João Azevêdo disse também que espera do Governo Federal a liberação de pedidos de empréstimos do Estado, essenciais para realização de ações e obras em toda a Paraíba.

“Temos que ter uma relação com o Governo Federal dentro daquilo que é natural, que é exigir uma relação republicana. Existem alguns pleitos de empréstimos, e aprová-los não é favor do Governo Federal, é uma obrigação considerando que o Estado fez o seu papel e o seu dever de casa. Esperamos que não haja nenhum tipo de retaliação, não trabalho pensando nisso, espero que o Governo do Estado receba os recursos e que não sejam cortados, nem bloqueados”, comentou em entrevista à imprensa na última sexta-feira (2) (Confira abaixo).

MAIS RESPEITO

Na quinta-feira (1), João Azevêdo já tinha cobrado mais respeito por parte do governo Jair Bolsonaro com a Paraíba. “(…) não tem favor nessa relação, tem relação de respeito. O Estado da Paraíba tem feito um esforço gigantesco para ser um Estado que tem a menor taxa de desemprego, que paga os seus fornecedores em dia pelo seu 107° mês pagando servidores em dia, pagando metade do 13° desse ano, fazendo concurso para 1000 professores, implantando PCCR para agentes penitenciários, ou seja, é um Estado que está redondo e cumpre com suas obrigações, é um Estado que está redondo e faz a sua obrigação e quando pleiteia um empréstimo, com o aval do Governo Federal, não é um favor que ele [Bolsonaro] dá ao Estado, é uma obrigação”, disse.

Assista abaixo:

 

Por Ângelo Medeiros /Portal WSCOM

 

 

Vereador Marcelo Bezerra destaca preocupação com relação ao início das aulas na Escola Estadual “José Rocha Sobrinho”

O vereador Marcelo Bezerra (PSB), fez uso da tribuna na última Sessão Ordinária para expor sua preocupação como pai e representante do povo bananeirense, ao relatar a falta de informação por parte dos responsáveis administrativos da escola Estadual “José Rocha Sobrinho”, que segundo o mesmo, até o momento nenhuma nota de esclarecimento foi expedida por parte da gestão da referida escola, a fim de respeitar os adolescentes assistidos pela unidade, que precisam e tem o direito a uma educação de qualidade e no cumprimento dos dias letivos proposto. Colocou para todos os presentes, alguns pontos de suma importância no processo educativo dos estudantes, que encontram-se em dano ao comparar como os demais estudantes do ensino regular.

Ainda sobre o tema colocado, o parlamentar acrescentou que a unidade passa por processo de reforma inacabável há meses e segundo informação esse seria o motivo apresentado para justificar o atraso ao início das aulas. Uma obra que tem prejudicado não apenas alunos locais como também das cidades circunvizinhas que enviam seus filhos para a citada escola, por ter o município uma educação de qualidade.

O vereador ainda complementa afirmando que apenas os alunos serão prejudicados, pois terão pouco tempo para adquirir os conteúdos em atraso, enquanto os professores estão em sua zona de conforto.

Ascom-CMB

 

Os riscos da preocupação exagerada com o corpo

Selfie perfeita, corpo perfeito, a busca por likes nas redes sociais. A insatisfação com o corpo, por exemplo, é algo comum entre os jovens e a obsessão pela beleza faz com que a pessoa dê a sua imagem uma importância maior do que ela realmente deve ter.

A imagem torna-se algo mais importante que a própria saúde. Mas quais os limites seguros da vaidade?

Muitas pessoas buscam aceitação nos grupos. As redes sociais cobram que a pessoa seja aceita. Os ‘likes’ são alavancas para o ego e isso significa mudar o seu padrão de beleza ao ponto de ser contrário aos estereótipos da sua região ou país.

A busca pelo corpo perfeito envolve dietas super restritivas ou hiper proteicas. A nutricionista Marcela Kotait mostrou quando a preocupação com o corpo e com a alimentação vira exagero a ponto de colocar a saúde em risco.

Ortorexia
É a busca por comer de maneira saudável obsessivamente, buscando a pureza na alimentação. Entretanto, essa busca pode restringir e muito a alimentação. Os especialistas lembram que não há uma fórmula mágica para se comer com saúde. Comer de maneira mais saudável é diferente de comer única e exclusivamente alimentos saudáveis.

TESTE: Se você é um entusiasta da dieta saudável e você responde sim a qualquer uma das seguintes questões, você pode estar desenvolvendo a ortorexia nervosa:

– Passo muito da minha vida pensando, escolhendo e preparando alimentos saudáveis que interfere com outras dimensões da minha vida, como amor, criatividade, família, amizade, trabalho e escola.

– Quando eu como um alimento que eu considero insalubre, sinto-me ansioso, culpado, impuro, impuro e / ou contaminado; mesmo estar perto de tais alimentos me perturba, e sinto julgamento de outros que comem esses alimentos.

– Meu senso pessoal de paz, felicidade, alegria, segurança e autoestima é excessivamente dependente da pureza e da correção do que eu como.

– Às vezes eu gostaria de relaxar minhas regras de “boa comida” auto impostas para uma ocasião especial, como um casamento ou uma refeição com familiares ou amigos, mas acho que não posso. (Nota: Se você tem uma condição médica em que não é seguro para você fazer QUALQUER exceção à sua dieta, esse item não se aplica).

– Ao longo do tempo, eliminei cada vez mais alimentos e expandi minha lista de regras de alimentos na tentativa de manter ou melhorar os benefícios para a saúde; às vezes, eu posso tomar uma teoria alimentar existente e adicionar a ela com minhas próprias crenças.

– Seguir a minha teoria da alimentação saudável me fez perder mais peso do que a maioria das pessoas diria que é bom para mim ou causou outros sinais de desnutrição, como perda de cabelo, perda de menstruação ou problemas de pele.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Em discurso de Páscoa, Papa expressa preocupação com conflitos no Iêmen e Síria e diz que reza pela paz na África

papaDurante a bênção de Páscoa, o papa Francisco elogiou neste domingo (5) o acordo nuclear com o Irã e expressou sua profunda preocupação com os conflitos no Iêmen, Síria, Iraque, Nigéria e em outras localidades da África.

Em discurso da Praça de São Pedro, logo após a realização de uma missa, o líder da Igreja Católica fez seu primeiro comentário sobre o recente acordo firmado na Suíça, que visa garantir que o Irã não produzirá armas nucleares.

Segundo ele, esse pode ter sido um passo definitivo para um mundo mais seguro e fraternal.

O pontífice falou ainda no “derramamento de sangue absurdo” e de todos os atos bárbaros de violência na Líbia e desejou a paz no Iêmen, assolado pela guerra civil.

O papa Francisco disse que reza pelo fim dos conflitos na Síria e Iraque e para que a paz tome conta da África — Nigéria, Sudão do Sul e Congo.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Na missa de vigília pascal, ele administrou o sacramento a uma menina cambojana de 13 anos de idade e a nove adultos, incluindo uma mulher de 66 anos do Quênia, país onde os militantes islâmicos do al Shabaab mataram 148 pessoas em uma universidade, aparentemente destacando cristãos e deixando alguns muçulmanos escaparem.

O significado Páscoa

Em sua homilia, Francisco orientou os católicos a aprender a “entrar no mistério” da Páscoa, a comemoração da crença cristã de que Jesus ressuscitou dos mortos três dias depois de sua crucificação.

“Entrar no mistério significa ir além de nossa zona de conforto, para além da preguiça e indiferença que nos seguram, e sair em busca da verdade, da beleza e do amor”, disse o papa.

“É a busca por um significado mais profundo, uma resposta — que não é fácil — para as questões que desafiam a nossa fé, a nossa fidelidade e nossa própria existência”, completou.

(Com informações da Reuters e da Associated Press)

Brasil Post

Pastoral Carcerária Nacional manifesta preocupação com condições do sistema prisional brasileiro

avatar_grandeA Pastoral Carcerária Nacional, reunida em Brasília, com as coordenações dos estados do Brasil, entre os dias 20 e 23 de março de 2014, vem, pela presente nota, externar à sociedade brasileira as suas urgentes preocupações com a atual situação do sistema prisional, a exemplo do que se tem enfrentado no estado do Maranhão:

 

  1. Existe uma clara política de encarceramento em massa em todos os estados do país, da qual deriva o cenário geral da superpopulação carcerária e de condições degradantes e atentatórias à vida. Estar numa prisão significa descer ao inferno, ser tratado da forma mais desumana possível e, no limite, perder a vida. A prática violenta e criminosa adotada pelo Estado brasileiro, por meio do encarceramento em massa, sobretudo da população mais pobre, faz do nosso sistema prisional, a pior forma de escravidão dos tempos atuais.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

  1. Nas unidades prisionais de todo país, quase a metade da população encarcerada está presa provisoriamente, por meses, anos, o que constitui uma grave violação do direito à presunção de inocência e de acesso célebre à justiça. De fato, há, por um lado, conhecido déficit de acesso à defesa, e, por outro lado, a consciência do Judiciário e do Ministério Público, que, salvo raríssimas exceções, abdicam do papel constitucional de fiscalizar presídios e de garantir os direitos fundamentais da população carcerária.

 

  1. Também familiares de pessoas presas são duramente apenados, em desprezo ao que dispõe a Constituição da República. A revista vexatória segue como objeta prática de violação sexual a visitantes de pessoas presas. A cada dia de visita, centenas e milhares de mulheres são submetidas ao que de mais desumano existe ao serem submetidas aos piores constrangimentos: despidas, são obrigadas a se agacharem por várias vezes, abrirem suas partes íntimas, que por vezes até sangra. Quando menstruadas, são impedidas de realizar a visita. Toda essa barbárie ocorre em nome de uma segurança que não existe, uma vez que os objetos ilícitos estão sempre presentes nas unidades prisionais.

 

  1. Pela própria forma como se organiza e se estrutura o sistema prisional, o mesmo inviabiliza qualquer processo de inclusão da pessoa na sociedade depois do cumprimento da pena. Por esse motivo, não acreditamos nos chamados programas de ressocialização, uma vez que não passam de retórica para angariar recursos ao sistema prisional, sem qualquer tipo de acréscimo nas condições materiais de sobrevivência das pessoas presas.

 

 

 

 

 

  1. Não compactuamos com a construção de mais cárceres e com a repetida aposta no sistema penal para a resolução de problemas sociais. Em verdade, a proliferação de prisões tem sido elemento determinante no aumento da violência dentro e fora das grades.

 

  1. Por essas razões, reiteramos nossa reivindicação por uma política de desencarceramento massivo e de abertura do cárcere à sociedade, denunciando o papel central do estado nas violações dos direitos das pessoas presas e nas diversas formas de violência delas decorrentes.

 

 

 

 Pastoral Carcerária Nacional

Chuvas causam preocupação com deslizamentos na Capital

A Defesa Civil de João Pessoa visitará o bairro de São José em decorrência do risco de inundações por conta das chuvas que caem desde o início da madrugada desta segunda-feira. O medo é que o Rio Jaguaribe inunde a região. “A situação no bairro é bastante complicada. Grande parte das casas fica próxima a desembocadura do rio. Além disso, muitas casas invadiram as margens”, revelou o coordenador da Defesa Civil da Capital, Noé Estrela.

Além da comunidade do bairro de São José, as comunidades Saturnino de Brito, em Jaguaribe e a do Timbó, no bairro dos Bancários também merecem atenção especial. “O risco de deslizamento de barreiras nestas comunidades é alto. Pedimos à população que, mediante qualquer necessidade, ligue para 0800-285-9020, ou para o Corpo de Bombeiros (193). Vamos oferecer todo apoio necessário, além de orientação quando houver situações de risco”, explicou.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A Defesa Civil está monitorando os locais em que existe risco de deslizamento de terras e de enchentes. “Nossa maior preocupação são as 10.500 famílias que vivem nas 31 áreas de risco de João Pessoa. O problema que constatamos de forma mais evidente é o de inundações. Existe também a questão do deslizamento de barreiras, que pode acontecer, e estamos monitorando”, revelou o coordenador da Defesa Civil de João Pessoa, Noé Estrela.

Trânsito lento

Depois de um longo período de estio, as chuvas começaram a atingir o litoral paraibano nas primeiras horas desta segunda-feira. Segundo a Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa), ainda são chuvas fracas e moderadas. Mesmo assim foram o bastante para transformar o trânsito em João Pessoa em um caos.

Em avenidas movimentadas como a Dom Pedro II, que liga o Centro à Universidade Federal da Paraíba (UFPB), tiveram pontos de alagamento e registraram lentidão. Nas proximidades do Jardim Botânico Benjamim Maranhão os motoristas precisavam ter paciência, pois o trânsito estava lento.

Na avenida João Machado, em Jaguaribe, pontos de alagamento atrasaram o trânsito, e quem tinha que passar por ali para ir trabalhar teve que encontrar outro caminho para chegar a tempo.

Chuvas constantes

Segundo a meteorologista da Aesa, Carmem Becker, o período chuvoso de 2013 começou, e atingiu todas as regiões do estado, sobretudo o sertão e o litoral. “Sabemos que o período chuvoso no litoral começa em abril, porém, devido a um fenômeno de convergência intertropical, com nuvens que circulam a terra e que, neste período, se aproximam do Nordeste, as chuvas serão cada vez mais constantes”, disse.

A tendência é que as chuvas sejam moderadas e fortes. “Evidentemente que teremos chuvas fracas, mas o fato é que chuvas fortes também poderão ocorrer, sobretudo no litoral paraibano”, destacou.

 

Paraíba Já

Couto revela preocupação com aumento da exploração sexual e do tráfico de pessoas

 

luiz-coutoO deputado federal Luiz Couto (PT-PB) revela estar preocupado com o impacto que o crescimento do turismo no Brasil, por ocasião de megaeventos como a Copa de 2014, possa causar com relação ao aumento da exploração sexual infanto-juvenil e ao tráfico de pessoas.

 

Couto ressalta que o turismo sexual se beneficia das facilidades oferecidas pela indústria do turismo para servir a brasileiros e estrangeiros por meio da oferta de pacotes turísticos. “É neste momento que alguns aproveitam para incluir promoções de exploração sexual comercial de mulheres, crianças e adolescentes, frequentemente vítimas do tráfico de pessoas, a maioria – 75% – do sexo feminino com idade entre 13 e 25 anos”.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Luiz Couto recorda que a fundação francesa Scelles apresentou, em 2012, um estudo comprovando que essas grandes competições internacionais permitem que as redes criminosas atuem com mais facilidade.

 

“O estudo analisou o fenômeno em 24 países e mostra que o número de pessoas que se prostituem ou são exploradas sexualmente pode chegar a 42 milhões no mundo, sendo que 90% estão ligadas a cafetões. O documento analisou, ainda, a questão da exploração sexual por redes de tráficos de seres humanos. De acordo com o relatório, o maior número de vitimas esta concentrado na Ásia, que representa 56% dos casos”, complementa.

 

O parlamentar relata que no Brasil, em março de 2012, foi descoberta uma ação desses criminosos, onde a Procuradoria Especializada em Defesa da Criança e do Adolescente de Mato Grosso denunciou um site na Internet, denominado Garota Copa Pantanal 2014, que divulgava vídeos de menores de 18 anos em posições sensuais. “A informação que nós recebemos é que o site saiu do ar, mas as fotografias continuam lá como propagandas”.

 

Segundo Luiz Couto, o trabalho da polícia mostra que a maioria da clientela é brasileira de classe média alta e rica; empresários bem-sucedidos, aparentemente bem-casados e, algumas vezes, com filhos adultos ou crianças; motoristas de caminhão e de táxis; gerentes de hotéis e até maus policiais.

 

“Como parlamentar, membro da CPI da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes e vice-presidente da CPI do Tráfico de Pessoas no Brasil, expresso minha preocupação e compromisso com a sociedade, na qual quero salientar que devemos nos prevenir e nos unir para que todos os tipos de abusos e explorações sexuais tenham fim”, enfatiza.

 

 

 

Ascom Dep. Luiz Couto

‘O Globo’ revela ‘preocupação’ tucana com possível 2º turno entre Estela e Cartaxo

As viradas na corrida eleitoral na cidade de João Pessoa, foi destaque nesta quinta-feira (27) da coluna ‘Panorama Política’, assinada pelo jornalista, Ilimar Franco, do jornal ‘O Globo’.

De acordo com o jornalista, o tucanato paraibano está “preocupado” com a curva ascendente nas pesquisas da socialista Estela Bezerra (PSB) que pode deixar o senador Cícero Lucena fora do segundo turno das eleições na Capital do Estado.

O colunista lembra que o candidato do PSDB já perdeu a primeira colocação para o petista Luciano Cartaxo e agora ver em Estela obstáculo a candidatura tucana na cidade mais importante da Paraíba porque o mesmo “não sai do lugar”

Leia nota na íntegra

As viradas no pleito de João Pessoa

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) está exultante. Seu candidato em Campina Grande, o tucano Romero Rodrigues, caminha para vencer no primeiro turno. Mas os tucanos estão preocupados com a situação de João Pessoa. Cícero Lucena perdeu a liderança para o petista Luciano Cartaxo e agora está ameaçado pela socialista Estela Bezerra de ficar de fora do segundo turno. Os tucanos reconhecem que Estela, que tem o apoio do governador Ricardo Coutinho (PSB), está numa curva ascendente nas pesquisas. Enquanto isso, Cícero não sai do lugar. Os adversários o bombardeiam com sua prisão pela Polícia Federal, na Operação Confraria.

MaisPB

com O Globo

Hervázio admite preocupação com debandada de deputados para o PEN, mas garante: ‘a base não perde’

O deputado estadual Hervázio Bezerra (PSDB), líder do Governo dentro da Assembléia Legislativa da Paraíba, comentou sobre a debandada de deputados que pediram desfiliação de seus partidos e vão entrar no novo partido, o PEN, Partido Ecológico Nacional. O tucano admite que é preocupante a situação mas confia que a base governista vai se manter.

Hervázio afirma que o novo partido mostra um quadro misto, com parlamentares governistas e oposicionistas. “Eu conversei com Branco Mendes (DEM), Edmilson Soares (PSB) e Zé Ademir (DEM) e eles me garantiram que continuam na base. Então não teremos prejuízos”, colocou.

A criação do novo partido, o Partido Ecológico Nacional (PEN), que já conta com a adesão de oito deputados da Assembléia Legislativa paraibana, se tornando a maior bancada da Casa de Epitácio Pessoa, foi anunciada hoje.

Pedro Callado / Fernando Braz