Arquivo da tag: possibilidade

Trabalhadores dos Correios assinam acordo e suspendem possibilidade de greve

greve-nos-correiosO acordo coletivo de trabalho 2016/2017 foi assinado entre os Correios e as federações representantes dos trabalhadores nesta terça-feira (20). O acordo prevê reajuste de 9% a ser concedido nos percentuais de 6% em agosto de 2016 e 3% em fevereiro de 2017.
Também foi concedido reajuste nos benefícios em 8,74% e a manutenção das demais cláusulas dos acordos anteriores, inclusive a que trata do plano de saúde.
A assinatura do acordo suspende a possibilidade de greve que havia sido levantada pela categoria na última semana. Houve paralisação parcial da prestação de serviços dos trabalhadores na última semana em algumas regiões do país devido à falta de acordo quanto às reivindicações dos trabalhadores.
O presidente dos Correios, Guilherme Campos, ressaltou que o acordo firmado foi fruto do esforço coletivo das representações da empresa e dos trabalhadores. “Mantivemos toda a disposição para uma negociação que beneficiasse a todos, sem a necessidade de recorrer a qualquer mediação externa. Agora, precisamos continuar dialogando para tirar a empresa do vermelho”, afirmou o dirigente.
paraiba.com.br

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Presidente da Turquia admite possibilidade de novo golpe no país

O presidente da Turquia Tayyip Erdogan admitiu a possibilidade de que um novo golpe, como o da última sexta-feira (15), ocorra nos próximos dias. Segundo ele, porém, as autoridades estarão mais bem preparadas, informaram agências de notícias internacionais.

Presidente turco Tayyip Erdogan admitiu existir a possibilidade de nova tentativa de golpe no país
Adem Altan / AFP

Presidente turco Tayyip Erdogan admitiu existir a possibilidade de nova tentativa de golpe no país

Segundo o chefe de Estado turco, futuros golpistas terão dificuldades em tentar atingir seus objetivos já que as autoridades “estão mais vigilantes”.

Apesar de comemorar a vitória, Erdogan admitiu o fracasso em prever uma revolta ocorrida dentro do próprio exército. Ele afirmou que os serviços secretos do país cometeram erros na véspera do golpe.

“É evidente que nossa inteligência teve lacunas e falhas, não faz sentido escondê-las ou negar”, completou o turco.

Tentativa de golpe

Na noite da sexta-feira passada (15) um grupo de insurgentes turcos realizaram uma tentativa de golpe de Estado militar no país.

Os principais confrontos aconteceram em Ancara e em Istambul. O governo da Turquia declarou que 190 civis morreram, além de 100 militares revoltosos. Segundo dados oficiais, 1,5 mil pessoas ficaram feridas.

Na noite desta quinta-feira (20), o governo turco anunciou estado de emergência por três próximos meses.

*Com informações da Agência Brasil

 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Presidente do PT fala na possibilidade de lançar pré-candidatura de Luiz Couto a prefeito da Capital

luiz coutoO deputado Luiz Couto (PT) teve o nome lembrado nesta segunda-feira (19) como possível candidato a Prefeitura de João Pessoa em 2016, cargo que ele concorreu em outras campanhas no município. O presidente estadual da sigla, Charlinton Machado, admitiu a possibilidade durante entrevista a TV Arapuan.

“É uma hipótese a ser estimulada pelo partido, uma alternativa a ser analisada na instância municipal e estadual”, destacou o presidente do Partido dos Trabalhadores.

Porém, ele não descartou uma aliança com o PSB, que acaba de lançar o secretário João Azevedo pré-candidato dos socialistas a prefeito de João Pessoa. “É um nome importante, que também poderá ser avaliado em meio a discussão de nossa política de aliança”, adiantou Charlinton.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Ele só descarta a aliança com o prefeito Luciano Cartaxo (PSD), virtual candidato à reeleição. “Não existe a menor chance de união, de estarmos no mesmo palanque”.

– Mesmo sendo o prefeito filiado a um partido da base aliada do governo do PT, em nível federal?

A resposta veio num tom de rejeição total do presidente do Partido dos Trabalhadores da Paraíba. “Não porque saiu criticando o PT e o governo, não reconhecendo que as obras que está sendo realizadas em João Pessoa são todas com recursos da gestão de nossa legenda”, concluiu.

Marcone Ferreira

Deputado da oposição não aguenta críticas e estuda possibilidade de desistir da vida pública

RANIERYConsiderado pelos jornalistas que cobrem a Assembleia Legislativa da Paraíba como um dos parlamentares mais atuantes, o deputado estadual Raniery Paulino (PMDB) vive um momento político bastante delicado: está envolto a um verdadeiro dilema familiar e sofre um sério processo de desgaste junto à imprensa em Guarabira, sua principal base política.

Tido como um nome certo para migrar da bancada oposicionista para os braços do governador Ricardo Coutinho (PSB), Paulino que decidiu permanecer na oposição, encontra fortes resistências dentro de casa por conta do posicionamento político dos seus pais, Roberto e Fátima, que abraçaram o projeto socialista e esperavam uma sinalização de apoio do filho à bancada governista. É válido destacar que hoje, o líder do Clã Paulino, o ex-governador Roberto Paulino tem dado declarações de insatisfações com o tratamento dispensado por Ricardo Coutinho, situação que pode ser revertida com uma boa conversa, assim como aconteceu no segundo turno das últimas eleições.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Se não bastassem os problemas partidários, pois é figura isolada do PMDB na Casa de Epitácio Pessoa, Raniery que é tido como uma pessoa transparente e de caráter enfrenta um inimigo silencioso: o secretário executivo da Comunicação Célio Alves que tem pretensões políticas na Rainha do Brejo paraibano.

Informações de bastidores obtidas pelo PB Agora, dão conta que Raniery não tem aguentado as críticas diárias desferidas pelos radialistas ligados ao esquema
governistas e já estuda a possibilidade de abandonar a política ao término do mandato.

O PB Agora também tomou conhecimento que o deputado, que exerce o seu terceiro mandato na Casa de Epitácio Pessoa, não aguentou as calúnias e a boataria lançada no seu principal reduto político, fazendo com que estude a possibilidade de lançar um parente nas próximas disputas representando o grupo Paulino.

“São diminutas as chances dele disputar a Prefeitura de Guarabira”, contou uma pessoa próxima ao parlamentar pedindo anonimato.

“Raniery anda muito triste, tudo por conta da baixaria na política!”, desabafou o interlocutor. O PB Agora entrou em contato com o deputado Raniery Paulino e o seu celular estava desligado,

Henrique Lima

PB Agora

Raniery não descarta possibilidade de integrar base de RC e desconversa sobre cargos para o PMDB em Guarabira

ranieryO deputado estadual, Raniery Paulino (PMDB) não descartou a possibilidade de integrar a base do governador Ricardo Coutinho (PSB) e afirmou que não pode opinar a respeito de cargos na região de Guarabira, pois não pode falar por Ricardo, nem pelo seu pai Roberto Paulino (PMDB), aliado do socialista.

Raniery explicou que não pode opinar a respeito de cargos na região de Guarabira e defendeu o pai, o ex-governador Roberto Paulino, afirmando que o peemedebista reivindicou a criação de uma anel viário na cidade e acrescentou: “Se o governador vai dialogar sobre cargos com Roberto Paulino, não sei, não posso falar por ele, se Paulino vai indicar nomes não sou eu quem pode falar”, diz.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O deputado também afirmou que não vai indicar nomes, pois ele não é ‘desse governo’, porém, não descarta a possibilidade de vir a integrar a base do socialista, mesmo que por exclusão. Raniery explicou que a oposoição vai ser liderada por Cássio Cunha Lima (PSDB) e ‘não quero ser liderado por Cássio’, além disso o peemdebista ratificou: ‘Entre Ricardo e o PMDB sou PMDB’, explica.

Marília Domingues

Zico agradece apoio da torcida, mas descarta possibilidade de treinar a Seleção Brasileira

zico-selecaoO eterno ídolo do Flamengo e um dos maiores jogadores do Brasil, Zico, manifestou-se na noite de ontem no Facebook para dizer que não aceitaria treinar a Seleção Brasileira.

O ‘Galinho’ justificou que não treina equipes brasileiras e por isso não seria qualificado para o cargo de técnico da CBF.

“Tomei conhecimento há pouco de uma pesquisa nacional que me coloca como o segundo na preferência do torcedor para assumir a Seleção. Agradeço a confiança e o carinho de todas essas pessoas que acreditam em mim, mas mantenho minha posição de que, por não treinar equipes brasileiras, não me candidataria ao cargo de treinador da Seleção”

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

 

 

 

 

 

 

Pedro Callado

 

Ministério do Planejamento: Possibilidade de concurso para 3.200 vagas com salários de até R$ 10 mil

previdencia1O deputado federal Amauri Teixeira (PT-BA), presidente da Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados, irá se reunir mais uma vez com a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, para reivindicar a realização de um concurso para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) – ele pedirá 3.200 vagas, sendo 2 mil para técnico e 1.200 para perito médico, mais cadastro de reserva. A audiência deverá acontecer na próxima semana, mas ainda não há data definida.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Na manhã desta quinta-feira, 22 de maio, Teixeira promoveu na Câmara um encontro para discutir a carência de pessoal do INSS, com a participação do diretor de Gestão de Pessoas do Instituto, José Nunes Filho, e dos diretores da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social (CNTSS), Raimundo Cintra, e da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef), Rogério Expedito. O MPOG não enviou representante, embora tivesse sido convidado para o debate.
Na reunião anterior com a ministra Miriam, que ocorreu em 1º de abril, Amauri Teixeira saiu da audiência com a promessa de serem autorizadas em junho 1.500 oportunidades para técnico do seguro social. Na ocasião, também estiveram presentes os deputados Roberto Santiago (PSD/SP) e André Figueiredo (PDT/CE). O INSS tem pedido para 3.080 vagas, sendo 2 mil para técnico e 1.080 para perito.
Reconhecendo o déficit de servidores e a necessidade de recomposição da força de trabalho, o INSS tem buscado a realização de concursos periódicos para a autarquia. No entanto, há divergências entre o número da carência de pessoal aferido pelo instituto e o apresentado pelos sindicalistas. Segundo José Nunes Filho faltam 1.800 técnicos, enquanto Raimundo Cintra e Rogério Expedito alegam que a demanda supere 18 mil profissionais, uma vez que é preciso levar em consideração os cerca de 10.500 servidores que já podem se aposentar e os profissionais que estão sob licença médica, provocada pela sobrecarga de trabalho – 30% dos 29 mil técnicos.
O cargo de técnico requer o nível médio e tem remuneração de R$4.400,87 (incluindo a gratificação de atividade Executiva e de desempenho de atividades do Seguro Social). A função de perito exige graduação em Medicina e inscrição no conselho regional da categoria. Os ganhos são R$10.056,80 (também com a gratificação de desempenho de atividade de perícia médica previdenciária).

Analista – Na audiência com a ministra Miriam Belchior, Amauri também irá pedir a convocação de mais analistas além do número inicial de vagas. O concurso, recentemente encerrado, teve oferta de apenas 300 oportunidades. O prazo de validade é de um ano, prorrogável por igual período.

Folha Dirigida

Veja divulga matéria excluindo Lucy da possibilidade de vencer o The Voice Brasil

lucyA revista Veja divulgou uma reportagem falando sobre a final do programa The Voice Brasil. A matéria não teria nada de estranho não fosse a forma desrespeitosa com que a paraibana Lucy Alves e um de seus concorrentes, Rubens Daniel, são tratados nela.

CONFIRA AQUI A MATÉRIA DA VEJA NA ÍNTEGRA

Na reportagem, os dois cantores são citados como concorrentes sem a menor possibilidade de vitória. “Lucy Alves e Rubens Daniel conquistaram as duas vagas restantes, pelos times de Carlinhos Brown e Daniel, respectivamente, mas têm poucas chances de vencer diante das vozes das equipes de Lulu Santos e Claudia Leitte”, diz a matéria.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Em uma das páginas do facebook de Lucy Alves está exposta a revolta que toma conta de todos os paraibanos que torcem e votam na expectativa de ver a cantora sair vitoriosa do programa.

“Nós que sabemos e vivenciamos, dia-a-dia, todas as formas de carinho e de esforço que inúmeros amigos estão fazendo, de forma intensa, para votarem diversas vezes em nossa Lucy, só pedimos que continuem assim, firmes, crentes e votando de forma triplicada, para que esse tipo de jornalismo seja banido e excluído do mercado. Nossa resposta será em números, mas fica claro nossa indignação com esse tipo de matéria. Indignados sim, mas focados ainda mais”, afirmam na página de Lucy.

 

 

blogdogordinho

Magoada, vereadora da oposição desabafa e não descarta possibilidade de se aliar a Douglas em Bananeiras

 

CristinaA vereadora de Bananeiras, Cristina de Chagas (PP), está magoada com algumas críticas que tem recebido de colegas da sua bancada, a oposição, e isso ficou claramente demonstrado durante a sessão dessa terça-feira (02) quando ela ocupou a Tribuna da Casa para fazer um desabafo. Durante seu discurso, ao mesmo tempo calmo e firme, Cristina rebateu as acusações de que ela teria se “vendido” para o prefeito Douglas Lucena (PPS).

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Durante quatro meses eu me calei, mas hoje eu tenho que falar, porque muitos eleitores meus, ou me ligam, ou estão me procurando da seguinte forma: ‘vereadora você se vendeu?’ Eu não sou objeto para me vender. Quando eu procuro o prefeito Douglas, procuro para resolver as coisas do povo que precisa. E todas as vezes que eu procuro sou bem recebida. Em nenhum momento, por não estar com o prefeito, eu deixo de atender meus eleitores”, explicou Cristina.

 

Ainda na Tribuna, a parlamentar reafirmou que permanece na base oposicionista, mas não descartou a possibilidade de vir a se aliar ao prefeito Douglas no futuro. “Não estou com o prefeito Douglas, mas quem sabe amanhã? O dia de amanhã pertence a Deus e se eu vier a apoiar o prefeito eu não preciso que ninguém vá a eleitor meu para falar, não, porque eu sou muito mulher para chegar nessa Tribuna e dizer: hoje eu apoio o prefeito Douglas. Porque eu não tenho papas na língua e nem preciso de guarda-costas para andar comigo. Eu sempre fiz minha política andando sozinha, só tem uma pessoa que anda comigo que é Deus”, desabafou a vereadora.

 

Caso Cristina venha a se aliar ao prefeito Douglas, ela estará retornando às suas bases, já que o seu pai, o ex-vereador Chagas era da bancada da ex-prefeita Marta Ramalho, antecessora do atual gestor. Chagas rompeu com Marta pouco tempo antes das eleições quando decidiu apoiar a candidatura de Edgar Santa Cruz.

Ouça o pronunciamento da vereadora na tribuna

Redação/Focando a Notícia

Possibilidade da Paraíba perder oito cadeiras acende sinal de alerta nas legendas e pode provocar ‘triagem’

assembleiaOs presidentes dos partidos políticos da Paraíba pensam em realizar uma ‘triagem’ entre os pretensos candidatos a deputado estadual e federal. É que tramita no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) um pedido de redistribuição de vagas na Câmara Federal e nas Assembleias Legislativas do País. Caso a proposta entre em vigor, a Paraíba perderá seis parlamentares estaduais e dois federais.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A mudança também pode afetar a composição das coligações, pois exigirá mais votos para conquistar uma vaga nas Casas Legislativas, por causa do aumento do quociente eleitoral. “Se houver a redistribuição, teremos que fazer uma seleção, por conta do número de candidatos que o partido pode ter”, disse o presidente do PRB, o deputado estadual, Jutay Menezes. Ele é um dos que acreditam que pode haver mudanças nas composições das coligações. “As legendas vão preferir fazer alianças com os partidos que compõem a majoritária para eleger o maior número de deputados”, afirmou.

 

O vice-governador Rômulo Gouveia, que preside o PSD estadual, compactua do mesmo pensamento de Jutay Menezes, mas prefere aguardar o julgamento do processo antes de tomar um posicionamento. “Precisamos pensar na triagem somente quando a redistribuição se concretizar, para não considerar o fato como consumado”.

 

Rômulo Gouveia embrou que há quatro anos, havia esse mesmo movimento em defesa da redistribuição das vagas, e isso não se concretizou. “Temos que lutar para que isso não aconteça. Porque seria um prejuízo grande tanto por causa das verbas das emendas parlamentares como pela representatividade eleitoral do Estado no cenário nacional”, ressaltou.

 

 

Fonte: Com Jornal Correio