Arquivo da tag: posição

Botafogo-PB perde para o Remo e cai uma posição na Série C

Raniery Soares/Jornal Correio da Paraíba

O Botafogo-PB voltou a perder no Campeonato Brasileiro da Série C. Jogando no Mangueirão, em Belém do Pará, o time paraibano perdeu por 2 a 1 para o Remo-PA. Eduardo Ramos marcou duas vezes para a equipe paraense, enquanto Dico diminuiu para o alvinegro da estrela vermelha.

Na primeira etapa o Belo não jogou bem. E o Remo-PA aproveitou para impor seu ritmo de jogo. Aos 27 minutos Pimentinha fez boa jogada individual e cruzou para Eduardo Ramos que abriu o placar.

Na segunda etapa, o Botafogo-PB voltou mais ligado. Tanto que aos seis minutos, a equipe bateu falta rápida, Djavan enfiou a bola para Dico que invadiu a área e empatou o jogo.

Mas Eduardo Ramos estava mesmo disposto a ser o carrasco do Belo na partida. Aos 41, o meia aproveitou bom cruzamento pela direita e desempatou a partida, dando números finais ao duelo.

Com a derrota, o Botafogo-PB permanece com 17 pontos e perde uma posição, ficando agora em sétimo lugar. Na próxima rodada, o time paraibano encara o Confiança-SE no próximo domingo (27) no Almeidão.

portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Sobrevivente revela que escapou da tragédia ao ficar em posição fetal

Um dos sobreviventes da tragédia com o voo da Chapecoense, o boliviano Erwin Tumiri revelou que escapou da morte ao seguir um protocolo de segurança recomendado para acidentes aéreos. Segundo Erwin, que era um dos tripulantes da aeronave, ele permaneceu em posição fetal com uma mala entre as pernas, o que amenizou o impacto da queda.

Erwin Tumiri sobrevivente acidente Chapecoense (Foto: Arquivo pessoal)Erwin Tumiri é um dos cinco sobreviventes do acidente no voo da Chapecoense (Foto: Arquivo pessoal)

– Sobrevivi porque segui todos os protocolos de segurança – disse o comissário de bordo. – Com a situação de pânico, muitos se levantaram dos assentos e começaram a gritar. Coloquei umas malas entre as pernas e fiquei na posição fetal, recomendada para acidentes – completou Erwin, em entrevista ao jornal boliviano La Razón.

O comissário era um dos nove bolivianos presentes no voo. Dois sobreviveram. A outra sobrevivente foi a assistente de bordo Ximena Suárez. O restante do voo, os pilotos Miguel Quiroga, Ovar Goitia e Sisy Arias, além dos tripulantes Rommel Vacaflores, Alex Quispe, Gustavo Encinas e Angel Lugo morreram no acidente.

Até o momento 71 pessoas morreram no voo que transportava a Chapecoense e dezenas de jornalistas para a Colômbia. O time catarinense faria o primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana nesta quarta-feira, contra o Atlético Nacional.

Globoesporte.com

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Esperança ocupa a 20ª posição entre os municípios mais eficientes da Paraíba

esperançaO município de Esperança foi destaque entre os mais eficientes da Paraíba com uma média de 0,531, conforme Ranking de Eficiência dos Municípios (REM) realizado pela Folha/DataFolha. A boa administração do prefeito Anderson Monteiro (PSC) conseguiu colocar a cidade em 20º lugar entre os 223 municípios paraibanos na aplicação de recursos nas áreas de saúde, educação e saneamento.

“Aqui em Esperança priorizamos o serviço à população e temos muito cuidado e zelo na aplicação dos recursos públicos. Fico feliz ao ter o nosso trabalho reconhecido pelo Ranking de Eficiência dos Municípios. Isso só nos dá forças para continuar a nossa caminhada por uma Esperança cada vez mais forte”, comentou.

Na área de saúde, o município de Esperança aplicou 5% a mais que a média nacional que foi de 24%. Na educação, foram investidos 27% dos recursos garantindo a presença de 11% de crianças de 0 a 3 anos e de 86% de alunos entre 4 e 5 anos na escola.

O levantamento do Ranking de Eficiência dos Municípios mostra ainda que a administração municipal também realizou um bom trabalho de aplicação de recursos na área de saneamento. A média do município foi de 0,684, superior a nacional que é de 0,567.

As aplicações foram feitas pela gestão municipal com uma receita total de R$ 54,9 milhões, sendo R$ 1.702 por habitante. As transferências públicas em percentual da receita foi de 87%, comprovando o grau de eficiência do município.

Assessoria 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

PSOL afirma sua posição e presença na disputa a Prefeito e vice em Solânea

 

psolNesta última segunda, dia 01 de Agosto, o PSOL (Partido Socialismo e Liberdade), reunido em seu diretório realizou a reunião de convenção para decidir a posição do partido neste ano eleitoral em Solânea.

O PSOL reafirma as cores vermelho e amarelo. Já tendo iniciado sua construção do Plano de governo dialogando com vários setores da população (Jovens, idosos, agricultores, trabalhadores, educadores, ONG’s e etc.) e que contribua com sua agenda de campanha. Reafirma também as pré-candidaturas para concorrerem ao pleito deste ano.

REAFIRMANDO UMA CANDIDATURA DE MULHER, DE ESQUERDA E DE LUTA

O Partido que já apresentava as pré-candidaturas de Rosangela Vital a prefeita, e Sedru Cavalcanti a vice-prefeito, após debates da atual conjuntura, pela necessidade de manter sua posição de esquerda e de opção por outro jeito de fazer política para Solânea, deliberou e reafirmou que “haverá sim, uma nova voz a apontar caminhos para o real desenvolvimento de nosso município!” é o que afirma o secretário do partido Luís Carlos.

Dos nomes apresentados, o de Rosa (Rosangela Vital) foi reafirmado para concorrer ao cargo de prefeita do município. Afirma que coloca o nome a disposição do partido e do povo de Solânea para a disputa, fazendo uma campanha limpa, sem corrupção e na defesa dos interesses do povo de Solânea.

FAZER DIFERENTE EXIGE OUSADIA E ALEGRIA

“Há muito que desejava tornar a eleição em Solânea um espaço de disputa de ideias, de projetos, e não de interesses de grupos A ou B. Seremos os pioneiros nesse processo de democratizar a política em Solânea, que anda tão desacreditada. Fazer a crítica é necessário. Sei que é uma ousadia, mas vamos por a cara a tapa e enfrentar mais essa batalha e dizer: SIM! Solânea tem opção, tem PSOL!”, declarou Rosângela Vital.

“Os desafios que se apresentam para o PSOL são inúmeros. A possibilidade de sermos uma alternativa real para Solânea tem incomodado os poderosos, pois estamos representando aos olhos de Solânea a opção que vem verdadeiramente do povo, e que não cede, nem cederá, a nenhum dos grupos e famílias que já vem historicamente comandado Solânea.”, declarou Sedru Cavalcanti.

A participação ativa, e não apenas meramente figurativa de mulheres e homens do povo, jovens, negros, LGBT, trabalhadores e trabalhadoras municipais na construção do partido, terá reflexo n construção do programa o partido para o município, e na representatividade durante a convenção.

A alegria de consolidar nossa oposição a esses grupos familiares que tem conduzido Solânea sem pensar no povo, com uma candidatura própria, trazendo uma ACS e um dentista de PSF para representarem essa oposição diz muito das possibilidades que o povo tem de se reconhecer de forma ativa na condução de sua política. Vamos mostrar que o povo não precisa votar em patrão, não precisa votar em coronéis. O servidor pode sim votar em servidor. A mulher pode sim votar em mulher. O jovem pode votar em jovem.

CAMPANHA LIMITADA

Respeitando as limitações e impossibilidade impostas pelo seu atual estado de saúde, a candidata escolhida na convenção do PSOL contará com o apoio dos companheiros e companheiras partidários e simpatizantes para cumprir toda a agenda de campanha, quando se iniciar o período apropriado no calendário eleitoral.

Todo apoio à companheira foi confirmado durante a convenção, por parte dos presentes, se dispondo a fazer o máximo que possam para divulgar a campanha nos dias e lugares que a mesma não possa estar.
Outra limitação do Partido em Solânea é que com pouco mais de um ano de existência no município, mas com certeza de que se misturar com antigas praticas seria impedir o nascimento de novas práticas, não fez coligação e sairá com a chamada Chapa “Puro-Sangue”.

Ainda sem o fundo partidário, a limitação financeira colocará para o partido o desafio de fazer uma campanha mais criativa e alternativa,
“A posição do PSOL é de uma reeducação politica”, como afirmou o secretário municipal do Partido, Luís Carlos, e com essa concepção o partido conta com a atuação militante dos filiados e simpatizantes, criando uma nova consciência política.

A CÂMARA MUNICIPAL

A câmara municipal precisa de uma voz de esquerda lá dentro, pois o atual quadro de vereadores não representa os interesses das populações, principalmente as mais carentes, e sim a de grupos familiares que se revezam no poder, e nos deixam a mercear de um assistencialismo.

Nas eleições desse ano o PSOL concentrará suas forças na disputa pela prefeitura.

O trabalho de base do partido juto às comunidades será nossa arma para controle da atuação da câmara municipal, continuaremos provocando as mudanças e a discussão das pautas que são de interesse público.

Assessoria

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Ocupação continua na sede do IPHAN PB; órgão deve decidir posição na segunda

Créditos: Fabrícia Oliveira / WSCOM
Créditos: Fabrícia Oliveira / WSCOM

No início da tarde desta quinta-feira (19), vários artistas e produtores culturais paraibanos ocuparam a sede do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), localizado na Praça Antenor Navarro, Centro Histórico de João Pessoa. As atividades no órgão estão paradas, inclusive o protocolo, devido à mobilização em protesto à decisão do Governo interino de Michel Temer de acabar com o Ministério de Cultura.

O IPHAN é um órgão do extinto Ministério da Cultura, que tem a missão de preservar o patrimônio cultural brasileiro. Com base neste objetivo, os artistas devem tratar pautas relacionadas não só ao patrimônio histórico, mas reivindicar a posição do órgão, com intenção de agregar todos os funcionários à causa.

Durante a ocupação, foi aberto o momento para falas dos participantes, que defendiam que era necessário desinstitucionalizar para humanizar. “De acordo como as coisas estão andando ou pára tudo agora com a ocupação ou depois não vai mais ser possível. O Estado da Paraíba já recebe verbas menores que outros estados menores que ela. É preciso atender às nossas demandas porque também somos população”, ressaltaram.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Eles discutiram ainda sobre como podem usar o espaço do IPHAN para levar informação à população que ainda desconhece a luta de protesto pelo fim do Ministério da Cultura. “Estamos sendo taxados de vagabundos, de que queremos ‘mamar nas tetas’ do Governo e essa não é a realidade, poucos conhecem nossos trabalhos. Isso precisa ser urgentemente esclarecido”, afirmaram.

Outra questão levantada pelos artistas, foi de que a reivindicação parte do pessoal da Cultura porém não se restringe somente a ela, mas sim aos demais Ministérios que também foram extintos e estão entrelaçados de alguma forma.

Em votação conjunta com os artistas e funcionários do IPHAN, ficou decidido que na próxima segunda-feira (23), às 14h, haverá uma audiência especifica sobre o Patrimônio Histórico, na qual os servidores devem tomar uma posição mais clara se apoia ou não a mobilização. 

Por Fabrícia Oliveira – WSCOM

Homens, cuidado! Estudo revela a posição sexual mais perigosa

sexoHomens, cuidado! Apesar de comum, é bom ficar atento quando sua parceira — principalmente se ela for brasileira — sugerir que ela fique por cima durante a relação sexual. Segundo o periódico britânico “The Independent”, essa posição é a culpada pela metade das fraturas penianas. Os autores da pesquisa, publicada originalmente no jornal “Advances in Urology”, analisaram o caso de 44 pessoas em três hospitais de Campinas, São Paulo, num período de 13 anos.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Uma das justificativas é justamente o fato de a mulher estar controlando o pênis com todo o peso de seu corpo — o que torna complicada a tarefa de interromper a penetração se algo sair fora do planejado. Ela, geralmente, sai do incidente sem sequelas. Mas ele… De acordo com a pesquisa, 50% dos pacientes ouviram um estalo e sentiram dor após a “colisão”. A maioria consultou um médico nas próximas cinco ou seis horas seguintes.

O estudo ainda informou que a posição mais segura para o homem seria a do “missionário”. Ou seja: quando ele está por cima. Os cientistas deixaram claro que esse tipo de lesão não é comum, mas causa um certo constrangimento.
O Globo

Secretário de Planejamento garante aumento no repasse da UEPB para 2015 e vê ato político em posição do Consuni

thompsomO secretário de Estado do Planejamento e Gestão, Thompson Mariz, estranhou as declarações acerca do orçamento da LOA de 2014 para a Universidade Estadual da Paraíba. O secretario explicou que, inicialmente, a Lei Orçamentária Anual previa repasses na ordem de R$ 248 milhões, mas o governador Ricardo Coutinho, reconhecendo as necessidades da UEPB, suplementou mais R$ 10 milhões para a instituição, o que corresponde a investimentos na ordem de R$ 258 milhões.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Eles pediram um valor acima do que o Estado pode atender, bem acima de todas as inflações de países desorganizados. O que está acontecendo é um ato político. Estão politizando a UEPB”, afirmou o secretário.

Thompson Mariz informou ainda que, para a LOA de 2015, estão revistos R$ 288 milhões, ou seja, R$ 30 milhões a mais que a de 2014. “O Governo tem reconhecido as necessidades da UEPB, mas não possui condições financeiras para atender à proposta orçamentária solicitada. Para se ter uma ideia, foi pedido R$ 32 milhões para pagamento de pessoal temporário, despesa que não pode ser incorporada ao orçamento”, explicou o secretario do Planejamento e Gestão.

Ainda de acordo com o secretário, até o final de 2014 o Governo da Paraíba terá investido recursos na ordem de R$ 918 milhões na Universidade Estadual da Paraíba. “Portanto, falar em fechamento de cursos ou vagas é um terrorismo e que só tem razão de ser se foi por má gestão dos recursos repassados”, finalizou Thompson Mariz.

 

por Michele Marques

Em coletiva, Lula critica posição da imprensa sobre o julgamento do mensalão

Na última terça-feira (24/9), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva alfinetou o posicionamento dos meios de comunicação acerca do julgamento do escândalo do mensalão. Ele declarou que tem “muita vontade de falar” sobre o caso, mas aguardará o final do processo para expor suas opiniões.
Crédito:Ricardo Stuckert/Instituto Lula
Ex-presidente disse que vai falar sobre mensalão só no fim do julgamento
Em uma entrevista exclusiva concedida aos veículos sindicais Rede Brasil Atual, TVT, jornal ABCD Maior e Tribuna Metalúrgica, o petista adiantou que “quando o julgamento terminar, seja qual for o resultado”, vai ter “muita coisa para dizer a respeito”.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Lula, no entanto, comentou as supostas tentativas da imprensa de influenciar o Supremo Tribunal Federal, condenando antecipadamente os acusados. “Se depender do comportamento de um ou de outro na imprensa, não precisaria nem de julgamento”, disparou.
“O próprio diretor de jornalismo já condenaria as pessoas. O que deve ser garantido pelo Estado de direito, algo pelo que a gente brigou tanto, para alguns editorialistas parece ser crime contra a humanidade: o direito de defesa.”
Segundo o ex-presidente, o debate sobre a democratização das comunicações e a adoção de um novo marco regulatório estão prejudicados pelo ambiente de disputa eleitoral. “Não é uma tarefa fácil, basta vermos quantas pessoas dentro Congresso têm concessão de rádio e TV, e é claro que não querem fazer nenhuma mudança.”
Apesar de ter cobrado o ministro Paulo Bernardo e ouvido dele que o tema seria levado a debates públicos, Lula lamentou que o tópico não tenha andado.
Redação Portal IMPRENSA

Mídia Ninja: “tomar posição sem vestir o manto da falsa imparcialidade da grande mídia”

midiaA simultânea crise e consolidação dos veículos tradicionais também recebe no seu seio mídias agora reconhecidas como alternativas. Com modo de expor particular: o fato tal como ele se dá e “se dando”. O “ao vivo” sem pós-produção. O debate, então, é aberto obrigatoriamente sem aval da mesma grande mídia que está, hoje, enxugando suas redações e precarizando seus funcionários.

Desponta um grupo dentre estes que são conhecidos como meios alternativos de informação: o Ninja (Narrativas Independentes, Jornalismo e Ação). O grupo cedeu entrevista por e-mail à Carta Maior e nos contou sobre sua configuração e posição políticas.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A iniciativa fala de dar poder aos novos protagonistas da realidade brasileira, mas também o posicionamento do mercado e Estado traz questionamentos que deverão seguir no horizonte dessa mídia que mesmo incipiente tem seu importante papel. Aprofundar e efetivar a liberdade de expressão para além do capital passa a ser hoje uma das principais pautas da expansão da democracia.

Carta Maior: Quando se iniciaram as atividades do grupo? Quantas pessoas participam do grupo e como são coordenadas suas atividades?

Mídia Ninja: O Ninja surge a partir de um acúmulo de mais de 15 anos de produção midialivrista no Brasil, de experiências que vão desde os fanzines e da blogosfera ao Fora do Eixo, rede que está em mais de 200 cidade no país e vem desenvolvendo tecnologias de comunicação e produção de conteúdo há 7 anos. Nesse processo aproximou de si outras redes, coletivos, jornalistas e midialivristas que, juntos, deram início a um projeto que ao mesmo tempo conseguiu que se fortalecesse um veiculo independente, como também catalisar uma rede de comunicação autônoma que usufrui dos frutos e ferramentas desenvolvidas durante esse histórico.

Hoje ele é uma rede descentralizada de comunicadores que buscam novas possibilidades de produção e distribuição de informação. São milhares de pessoas usando a lógica colaborativa de compartilhamento que emerge da sociedade em rede como premissa e ferramenta. A iniciativa veio à tona há meses atrás, durante a cobertura do Fórum Mundial de Mídia Livre na Tunísia. Desde então, o Ninja vem realizando coberturas por todo Brasil, apresentando pautas e abordagens omitidas na mídia tradicional.

CM: Qual, na opinião de vocês, é a função das narrativas independentes? De que maneira vocês quiseram retratar os atos e protestos dos últimos dois meses?

MN: A função das narrativas independentes é dar poder a cada vez mais gente para contar histórias a partir do ponto de vista do que estão vivendo. Mais do que uma ferramenta, é uma noção que ajuda a dimensionar a comunicação como serviço de utilidade pública.

Além de comunicadores, somos ativistas também. Quando fomos fazer a cobertura da vinda do Papa ao Brasil por exemplo, direcionamos o nosso olhar para entender quem era contra a visita de Francisco, não contra a religião, mas que protestava pela ausência de um Estado laico.

Logo, as nossas coberturas sempre explicitarão aquilo que de fato estamos vendo e vivendo. Nós também tomamos bombas em protesto, dois de nós já foram presos apenas por estar exercendo o direito à comunicação. Quando fazemos a cobertura de um protesto indígena ou quilombola, estamos de fato envolvido com aquela pauta, não se ganha legitimidade com quem está nas ruas apenas com discurso, a nossa prática de mídia precisa estar com a frequência modulada com o espaço-tempo da nossa geração.

CM: O que pensam do Marco Regulatório da Mídia? Como vocês veem o problema da mídia no Brasil?

MN: A ausência de regulação dificulta o exercício da liberdade de expressão da população, e favorece a existência de oligopólios que tanto comprometem a pluralidade nos conteúdos que são veiculados quanto a independência nas pautas.

Outro ponto: a falta de um marco regulatório não condiz com o contexto político, que apresenta o empoderamento de uma nova geração de protagonistas. As possibilidades que temos com a tecnologia disponível hoje em dia e as possibilidades de democratização da produção de conteúdo também não são contempladas.

É dever do estado também promover a diversidade de opiniões. Uma lei contribuiria necessariamente para a não criminalização dos movimentos sociais, por exemplo. Além de garantir a diversidade e o direito de manifestação e liberdade de expressão, distribuindo de forma mais equânime e democrática o recurso público ou o espectro eletromagnético.

Da forma que está hoje, a Globo recebe uma porcentagem gigantesca das verbas de publicidade do governo e uma emissora como a Jovem Pan ocupa uma faixa de espectro equivalente a de centenas de rádios comunitárias.

CM: De que maneira vocês se colocam no debate político hoje?

MN: A mídia livre é um ato político, e todo ato precede necessariamente de um debate. Tomar uma posição diante do que estamos cobrindo sem vestir o manto da falsa imparcialidade da grande mídia já é uma forma de se colocar.

 

cartamaior

Coreia do Norte põe tropas em posição de combate e mira EUA

A Coreia do Norte colocou nesta terça-feira (26) suas tropas em posição de combate, com armas apontadas para alvos americanos em Guam (na Oceania), no Havaí, e também no continente dos Estados Unidos.

O governo norte-coreano ordenou que suas unidades de mísseis estratégicos estejam prontas para disparos.

“O comando superior do Exército Popular da Coreia declara que todas as tropas de artilharia, incluindo as unidades de mísseis estratégicos e as unidades de artilharia de longo alcance devem estar em preparadas para combate de classe ‘A’”, informa comunicado da Agência Central de Noticias Coreana, a “KCNA”.

Líder norte-coreano Kim Jong-un supervisiona exercício militar de suas tropas. (Foto: KCNA / Via Reuters)Líder norte-coreano Kim Jong-un supervisiona exercício militar de suas tropas. (Foto: KCNA / Via Reuters)

A nova ameaça é represália aos novos sobrevoos de caças americanos sobre a península coreana, durante exercícios conjuntos com a Coreia do Sul.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A KCNA informou que as unidades de artilharia da Coreia do Norte também têm na mira alvos da Coreia do Sul.

“Mostraremos a dura reação de nossa Exército e povo”, diz a nota norte-coreana. “Para salvaguardar através de ações militares nossa soberania e dignidade”, acrescenta o comunicado.

Horas antes, a agência destacou que o líder norte-coreano Kim Jong-un dirigiu pessoalmente exercícios de defesa com fogo real na costa leste do país.

Tropas norte-coreanas fazem treinamento de chegada e defesa de costa em praia não identificada do país. Em meio ao momento de tensão internacional, o país colocou suas tropas em posição de combate, com armas apontadas para alvos americanos. (Foto: AFP/KCNA)Tropas norte-coreanas fazem treinamento de chegada e defesa de costa em praia não identificada do país. Em meio ao momento de tensão internacional, o país colocou suas tropas em posição de combate, com armas apontadas para alvos americanos. (Foto: AFP/KCNA)

Pyongyang já havia ameaçado na quinta-feira passada atacar as bases militares americanas no Japão e Guam, como resposta aos voos de treinamento dos caças americanos B-52 na Coreia do Sul.

O ministro sul-coreano da Defesa, Kim Kwan-jin, ordenou as tropas a responder com dureza a qualquer agressão.

Segundo um porta-voz do ministério da Defesa da Coreia do Sul, “até o momento não houve nenhum movimento de tropas excepcional”.

A presidente sul-coreana, Park Geun-hye, advertiu a Coreia do Norte que o “caminho para sobreviver” inclui o abandono dos programas nucleares e de mísseis, em uma cerimônia em memória aos marinheiros da corveta ‘Cheonan’.

Em março de 2010, 46 marinheiros sul-coreanos morreram em um ataque contra a corveta “Cheonan”, atribuído por uma investigação internacional a Pyongyang, que nega.

A China, principal aliada da Coreia do Norte, afirmou “esperar que as partes atuem com moderação para atenuar a tensão.

Apesar do lançamento com êxito de um foguete de longo alcance em dezembro – que a Coreia do Sul e seus aliados consideraram um teste de míssil balístico -, analista acreditam que Pyongyang ainda precisa de muitos anos para desenvolver um verdadeiro míssil intercontinental que possa atingir o território dos Estados Unidos.

Havaí e Guam também estariam fora do alcance de seus mísseis de médio alcance, que no entanto seriam capazes de atacar as bases militares americanas na Coreia do Sul e Japão

O líder norte-coreano Kim Jong-Un realizou nas últimas semanas visitas de inspeção a unidades de forças que estão posicionadas perto da linha divisória com a Coreia do Sul.

A linha divisória de fato (a chamada Linha Limítrofe Norte) entre os dois países não é reconhecida por Pyongyang, sob a alegação de que foi unilateralmente determinada pelas forças da ONU depois da guerra da Coreia, entre 1950 e 1953.

No sábado, a agência oficial KCNA informou que Kim, que fez uma visita de inspeção a uma unidade das forças especiais, ordenou uma ação “na velocidade da luz” no caso do início de uma guerra.

Mísseis são disparados em treinamento do Exército da Coreia do Norte, sob vistoria de Kim Jong-un. (Foto: AFP/KCNA)Mísseis são disparados em treinamento do Exército da Coreia do Norte, sob vistoria de Kim Jong-un. (Foto: AFP/KCNA)
G1