Arquivo da tag: placa

Prazo para pagar IPVA de placa com final 9 segue até esta segunda

Os proprietários de veículos com final de placa 9, no estado da Paraíba, devem efetuar o pagamento do Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) até esta segunda-feira (30), como forma de evitar acréscimos de juros e multa. Essa é a data limite também daqueles que pediram a isenção do tributo, no ano passado, da placa com final 9, para realizar a comprovação dos documentos em qualquer repartição fiscal da Secretaria de Estado da Fazenda (SEFAZ-PB) mais próxima de seu domicílio.

Para quem vai pagar o IPVA com placa com final 9, há três opções de pagamento do tributo. A primeira é a cota única, com desconto de 10% à vista. A segunda opção é o pagamento em três parcelas, mas sem desconto, sendo a primeira com vencimento até o dia 30 deste mês. A terceira opção é o pagamento total do IPVA no dia 29 de novembro, também sem o desconto de 10%. A SEFAZ-PB contabiliza, em seus lançamentos, 82.292 veículos com final de placa 9.

Impressão dos boletos via Portais

Os boletos do IPVA deverão ser impressos por meio da internet. A emissão está disponibilizada no portal da SEFAZ-PB e também no do Detran-PB. O boleto poderá também ser impresso, preferencialmente, em uma repartição fiscal ou nas unidades do Detran-PB.

Pagamento das parcelas anteriores

Para quem optou pelo parcelamento do IPVA dos veículos com finais das placas 7 e 8, os proprietários precisam efetuar o pagamento das parcelas até o dia 30 de setembro. Quem dividiu em três vezes a placa com final 7 deverá pagar a terceira e última parcela, enquanto a placa com final 8 terá de pagar a segunda parcela. Também vence no dia 30 de outubro o pagamento daqueles que optaram pelo pagamento total sem desconto da placa com final 7.

Comprovação da isenção da placa final 9

As categorias como taxistas, portadores de deficiência (física, visual, mental ou autista), veículos cadastrados no Ministério do Turismo na qualidade de transporte turístico, motofretistas e de motoboys até 150 cc (cilindradas), de placa com final 9, que requereram no ano passado a isenção do IPVA, precisam, agora, comprovar com documentação até o dia 30 de setembro na repartição fiscal mais próxima do domicílio para gozar do direito em 2019. Neste mesmo dia, essas categorias já podem requerer a isenção de 2020.

É importante lembrar que esses veículos isentos deverão pagar as demais taxas que envolvem o emplacamento, como seguro obrigatório (Dpvat), licenciamento do Detran-PB e a Taxa de Bombeiro.

Pagamento por Ficha de Compensação

A SEFAZ-PB ampliou os locais para pagamento do IPVA, caso o contribuinte escolha, no ato da impressão, a opção ‘Ficha de Compensação’. Com ela, o contribuinte poderá pagar o tributo em casas lotéricas, correspondentes bancários e em toda a rede bancária. Se a opção permanecer no DAR (Documento de Arrecadação), o pagamento fica restrito ao Banco do Brasil.

Regras para Ficha de Compensação

O contribuinte precisa ficar atento também às regras da impressão para pagamento por Ficha de Compensação. A primeira delas é o tempo de espera para pagar. O boleto emitido por Ficha de Compensação necessita de até 60 minutos para ser registrado no sistema de pagamentos da rede bancária. Ou seja, se o pagamento for realizado na mesma data de impressão, em virtude das normas recentes da FEBRABAN (Federação Brasileira de Bancos), os contribuintes vão precisar esperar até 60 minutos antes de efetuar o pagamento diretamente na rede bancária ou nas lotéricas.

 

 

portalcorreio

 

 

Policiais militares e civis apreendem mais um veículo roubado e com placa clonada em Guarabira

Policiais militares e civis apreenderam nesta segunda-feira (29), em Guarabira, mais um veículo roubado, um Toyota Etios, de cor vermelha e placa de Pernambuco clonada. Com mais esta apreensão, aumentou para seis o número de veículos roubados em outros Estados, com adulterações de placas e chassis e que tinham sido comercializados na cidade a preços abaixo dos valores de mercado. Outros dois veículos foram apreendidos, mas os policiais ainda aguardam o resultado da perícia que comprove as adulterações. As apreensões são resultado de ações integradas entre policiais da guarnição do Comando do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) e do GTE (Grupo Tático Especial) da 8ª Delegacia Seccional de Polícia Civil.

O Toyota Etios foi localizado na garagem de uma residência após denúncias de que o proprietário do imóvel teria adquirido um veículo possivelmente adulterado. Ao consultarem a placa, os policiais não encontraram nenhuma restrição, uma vez que o veículo com a placa original está circulando normalmente em Pernambuco, mas ao verificarem a numeração do motor que estava na garagem, constataram a verdadeira placa e que ele possuía restrição de roubo ou furto. O dono da residência informou aos policiais que teria adquirido o veículo por R$ 30 mil a um comerciante de Guarabira. Ele foi conduzido à delegacia e liberado após prestar esclarecimentos.

Na semana passada, outros cinco veículos foram apreendidos: um Cobalt, um Hyundai HB20, um Renegade, uma Duster e uma Ecosport, roubados nos Estados de Pernambuco, Rio Grande do Norte e Minas Gerais. As pessoas que adquiriram os veículos foram conduzidas à delegacia para prestarem esclarecimentos e foram liberadas. Em todos eles, foram encontradas adulterações em chassi e/ou placas para que fossem adquiridos pelos interessados como se não possuíssem qualquer restrição.

 

Assessoria 4º BPM

 

 

Prazo para pagamento do IPVA de veículos placa final 7 termina dia 31

Os proprietários de veículos com final de placa 7 no Estado da Paraíba devem efetuar o pagamento do IPVA (Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores) até o dia 31 de julho, como forma de evitar acréscimos de juros e multa. Essa é a data limite também para aqueles que requereram a isenção do tributo no ano passado da placa final 7 realizar a comprovação dos documentos em qualquer repartição fiscal da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz-PB) mais próxima de seu domicílio.

Opções de pagamento

Para quem vai pagar o IPVA com placa final 7, existem três opções de pagamento do tributo. A primeira é a cota única com desconto de 10% à vista. A segunda opção é o pagamento em três parcelas, mas sem desconto, sendo a primeira com vencimento até o dia 31 deste mês. A terceira opção é o pagamento total do IPVA no dia 30 de setembro, também sem o desconto de 10%.

Impressão dos boletos via portais

A Sefaz-PB contabiliza em seus lançamentos 101,9 mil veículos com placa final 7. Os boletos do IPVA deverão ser impressos por meio da internet. A emissão está disponibilizada no portal da Sefaz-PB, mas também no do Detran-PB. O boleto poderá também ser impresso, preferencialmente, em uma repartição fiscal ou então nas unidades do Detran-PB.

Pagamento das parcelas anteriores

Para quem optou pelo parcelamento do IPVA dos veículos com finais das placas 5 e 6, o pagamento das parcelas deve ser efetuado até o dia 31 de julho. Quem parcelou em três vezes a placa final 5 deverá pagar a terceira e última parcela, enquanto a placa final 6 terá de pagar a segunda parcela. Também vence no dia 31 de junho o pagamento daqueles que optaram pelo pagamento total sem desconto da placa final 5.

Comprovação da isenção da placa final 7

As categorias como taxistas, portadores de deficiência (física, visual, mental ou autista), veículos cadastrados no Ministério do Turismo na qualidade de transporte turístico; motofrentistas e de motoboys até 150 cc (cilindradas), de placa final 7, que requereram no ano passado a isenção do IPVA, precisam, agora, comprovar com documentação até o dia 31 de julho na repartição fiscal mais próxima do domicílio para gozar do direito em 2019. Neste mesmo dia, essas categorias já podem requerer a isenção de 2020.

É importante lembrar que esses veículos isentos deverão pagar as demais taxas que envolvem o emplacamento, como seguro obrigatório (Dpvat), licenciamento do Detran-PB e a Taxa de Bombeiro.

Pagamento por Ficha de Compensação

A Sefaz-PB ampliou os locais para pagamento do IPVA, caso o contribuinte escolha, no ato da impressão, a opção ‘Ficha de Compensação’. Com ela, o contribuinte poderá pagar o tributo em casas lotéricas, correspondentes bancários e em toda a rede bancária. Se a opção permanecer no DAR (Documento de Arrecadação), o pagamento fica restrito ao Banco do Brasil.

O contribuinte precisa ficar atento também às regras da impressão para pagamento por Ficha de Compensação. A primeira delas é o tempo de espera para pagar. O boleto emitido por Ficha de Compensação necessita de até 60 minutos para ser registrado no sistema de pagamentos da rede bancária. Ou seja, se o pagamento for realizado na mesma data de impressão, em virtude das normas recentes da Febraban (Federação Brasileira de Bancos), os contribuintes vão precisar esperar até 60 minutos antes de efetuar o pagamento diretamente na rede bancária ou nas lotéricas.

 

portalcorreio

 

 

Em Belém, policiais prendem mulher procurada pela Justiça e homem com moto com placa adulterada

Policiais da 3ª Companhia do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) realizaram, nesta terça-feira (3), na cidade de Belém, duas prisões e apreenderam uma moto com a placa adulterada. A primeira prisão foi de uma mulher, feita pelas guarnições do Núcleo de Inteligência da 7ª Companhia de Araruna e do comandante da 3ª Companhia, capitão Leite Ela tinha um mandado de prisão expedido pela Comarca de Cacimba de Dentro, acusada de tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo. A mulher foi localizada pelos policiais militares em um bar, às margens da PB 073, e depois de presa, foi conduzida à delegacia.

No Sítio Gambá, um homem foi detido em flagrante após ser flagrado com uma moto com a placa divergente do chassi. Os policiais chegaram até ele após uma denúncia de que uma moto com placa do Rio Grande do Norte estaria abandonada às margens da rodovia. De imediato, a guarnição foi até o local e encontrou a moto, que após consulta, constatou que a placa pertencia a outro veículo. De acordo com o chassi, foi verificada a placa original da moto e, como nenhum das duas possuía restrição de roubo ou furto, o proprietário foi detido e conduzido à delegacia pela adulteração veicular e por não possuir a documentação.

 

Assessoria 4º BPM

 

 

Polícia recupera moto roubada e prende dois suspeitos com moto com placa clonada em Guarabira

Policiais do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar), com a colaboração do sargento Batista que estava de folga, acabaram recuperando, na manhã deste sábado (29), uma moto que tinha sido roubada pouco tempo antes, no Distrito de Tananduba, em Guarabira. Logo após tomarem conhecimento do roubo, guarnições da Rotam, Força Tática, Rádio Patrulha e do CPU (Coordenador de Policiamento da Unidade), tenente Diniz, deram início às diligências, com a ajuda do policial que estava de folga que recebeu informações de que a moto roubada poderia estar escondida no Sítio Torrões.

Após vasculharem a área e percorrerem 500 metros a pé, em uma mata fechada, os policiais acabaram encontrando a carcaça de uma moto e, cem metros à frente, localizaram a moto que tinha sido roubada. Quando levavam a moto para a delegacia, dois homens passaram pela viatura em uma moto em alta velocidade.

Os policiais da Rotam fizeram a perseguição e abordaram os dois, que perderam o controle do veículo e ainda tentaram fugir a pé, mas foram alcançados. A moto, uma Honda Bros, estava com a placa clonada de outra moto da mesma cor e marca, mas ao consultarem o chassi através do Copom, os militares constataram a placa original e que ela possuía restrição de roubo, registrado no dia 25 deste mês em Santa Rita.

As motos e os suspeitos, que residem em Mamanguape e João Pessoa, foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil.

 

portal25horas

 

 

Prazos para pagamento do IPVA e comprovação de isenção de placa com final 6 terminam no dia 28 de junho

Os proprietários de veículos, com final de placa 6 no Estado da Paraíba, devem antecipar o pagamento do IPVA (Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores) até o dia 28 de junho, como forma de evitar acréscimos de juros e multa. Essa é a data limite também para aqueles que solicitaram a isenção do tributo no ano passado da placa final 6. Agora, eles deverão realizar a comprovação dos documentos em qualquer repartição fiscal da Secretaria de Estado da Fazenda (SEFAZ-PB) mais próxima de seu domicílio.

Para quem vai pagar o IPVA com placa final 6, os contribuintes terão três opções de pagamento do tributo. A primeira é a cota única com desconto de 10% à vista. A segunda opção é o pagamento em três parcelas, mas sem desconto, sendo a primeira com vencimento até o dia 28 deste mês. A terceira opção é o pagamento total do IPVA no dia 30 de agosto, também sem o desconto de 10%.

Pagamento por ficha de compensação – A SEFAZ-PB ampliou os locais para pagamento do IPVA, caso o contribuinte escolha, no ato da impressão, a opção ‘Ficha de Compensação’. Com ela, o contribuinte poderá pagar o tributo em casas lotéricas, correspondentes bancários e em toda a rede bancária. Se a opção permanecer no Documento de Arrecadação (DAR), o pagamento fica restrito ao Banco do Brasil.

Regras para Ficha de Compensação – O contribuinte precisa ficar atento também às regras da impressão para pagamento por Ficha de Compensação. A primeira delas é o tempo de espera para pagar. O boleto emitido por Ficha de Compensação necessita de até 60 minutos para ser registrado no sistema de pagamentos da rede bancária. Ou seja, se o pagamento for realizado na mesma data de impressão, em virtude das normas recentes da Federação Brasileira de Bancos, os contribuintes vão precisar esperar até 60 minutos antes de efetuar o pagamento diretamente na rede bancária ou nas lotéricas.

Impressão dos boletos via Portais – A SEFAZ-PB contabiliza em seus lançamentos 103 mil veículos com placa final 6. Os boletos do IPVA deverão ser impressos por meio da internet. A emissão está disponibilizada no portal da SEFAZ-PB www.receita.pb.gov.br, mas também no do Detran-PB: http://www.detran.pb.gov.br/. O boleto poderá também ser impresso, preferencialmente, em uma repartição fiscal ou então nas unidades do Detran-PB.

Pagamento das parcelas anteriores – Pagamento das parcelas anteriores – Para quem optou pelo parcelamento do IPVA dos veículos com finais das placas 4 e 5, os proprietários precisam também antecipar o pagamento das parcelas até o dia 28 de junho. Quem parcelou em três vezes a placa final 4, deverá pagar a terceira e última parcela, enquanto a placa final 5 tem vencimento o segundo pagamento da parcela. Também vence no dia 28 de junho o pagamento daqueles que optaram pelo pagamento total sem desconto da placa final 4.

Comprovação da isenção da placa final 6 – As categorias como taxistas, portadores de deficiência (física, visual, mental ou autista), veículos cadastrados no Ministério do Turismo na qualidade de transporte turístico; motofretistas e de motoboys até 150 cilindradas, de placa final 6, que requisitaram no ano passado a isenção do IPVA, precisam, agora, comprovar com documentação até o dia 28 de junho na repartição fiscal mais próxima do domicílio para gozar do direito em 2019. Neste mesmo dia, essas categorias já podem requerer a isenção de 2020.

É importante lembrar que esses veículos isentos deverão pagar as demais taxas que envolvem o emplacamento, como seguro obrigatório (DPVAT), licenciamento do Detran-PB e a Taxa de Bombeiro.

Secom\PB

 

 

 

Pagamento do IPVA com desconto de 10% para veículos com placa final 5 termina nesta sexta (31)

Os proprietários de veículos com final de placa 5 têm até esta sexta-feira (31) para fazer o pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), com o desconto de 10% na opção da cota única à vista, sem acréscimos de juros ou multa.

Além desta, os contribuintes têm outras duas opções de pagamento do imposto. Sendo o parcelamento em três vezes, com a primeira parcela vencendo também nesta sexta (31) e também o pagamento total do IPVA apenas no dia 31 de julho. Nestas duas opções, não há desconto.

Para efetuar o pagamento, é necessário a emissão do boleto por meio do site da Receita ou Detran, podendo ser impresso, preferencialmente, em uma repartição fiscal ou então nas unidades do Detran-PB. Para poder pagar o tributo em casas lotéricas, correspondentes bancários e em toda rede bancária, o contribuinte deve escolher, no ato da impressão, a opção ‘Ficha de Compensação’, sendo necessário esperar 60 minutos para que o boleto seja registrado no sistema de pagamentos da rede bancária.

As categorias (taxistas, portadores de deficiência, transporte turístico, motofretistas e motoboys) que requisitaram, ano passado, a isenção do IPVA precisam comprovar com documentação até o dia 31 de maio em alguma repartição fiscal para ter o direito em 2019. Neste mesmo dia, essas categorias já podem pedir a isenção de 2020.

Também nesta sexta (31), vence a última parcela, de quem optou parcelar em três vezes, dos veículos com final de placa 3 e também a opção de pagamento total, sem desconto, da mesma placa. A segunda parcela de quem escolheu pagar em três vezes também vence nesta sexta (31), dos veículos com final de placa 4.

G1

 

Prazos para pagamento do IPVA de placa com final 5 terminam dia 31

O prazo para os proprietários de veículos, com final de placa 5 no Estado da Paraíba, efetuarem o pagamento do IPVA (Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores) termina dia 31 de maio. Essa é a data limite também para aqueles que requereram a isenção do tributo no ano passado da placa final 5. Agora, eles deverão realizar a comprovação dos documentos em qualquer repartição fiscal da Secretaria de Estado da Fazenda (SEFAZ-PB) mais próxima de seu domicílio.

Para quem vai pagar o IPVA com placa final 5, os contribuintes terão três opções de pagamento do tributo. A primeira é a cota única com desconto de 10% à vista. A segunda opção é o pagamento em três parcelas, mas sem desconto, sendo a primeira com vencimento no dia 31 deste mês. A terceira opção é o pagamento total do IPVA apenas no dia 31 de julho, também sem o desconto de 10%.

Pagamento por Ficha de Compensação – A SEFAZ-PB ampliou os locais para pagamento do IPVA, caso o contribuinte escolha, no ato da impressão, a opção ‘Ficha de Compensação’. Com ela, o contribuinte poderá pagar o tributo em casas lotéricas, correspondentes bancários e em toda a rede bancária. Se a opção permanecer no DAR (Documento de Arrecadação), o pagamento fica restrito ao Banco do Brasil.

Regras para Ficha de Compensação – O contribuinte precisa ficar atento também às regras da impressão para pagamento por Ficha de Compensação. A primeira delas é o tempo de espera para pagar. O boleto emitido por Ficha de Compensação necessita de até 60 minutos para ser registrado no sistema de pagamentos da rede bancária. Ou seja, se o pagamento for realizado na mesma data de impressão, em virtude das normas recentes da FEBRABAN (Federação Brasileira de Bancos), os contribuintes vão precisar esperar até 60 minutos antes de efetuar o pagamento diretamente na rede bancária ou nas lotéricas.

Impressão dos boletos via Portais – A SEFAZ-PB contabiliza em seus lançamentos 103,854 mil veículos com placa final 5. Os boletos do IPVA deverão ser impressos por meio da internet. A emissão está disponibilizada no portal da SEFAZ-PB www.receita.pb.gov.br, mas também no do Detran-PB: http://www.detran.pb.gov.br/. O boleto poderá ser impresso, preferencialmente, em uma repartição fiscal ou então nas unidades do Detran-PB.

Pagamento das parcelas anteriores – Para quem optou pelo parcelamento do IPVA dos veículos com finais das placas 3 e 4, os proprietários precisam também lembrar do pagamento da parcela até o dia 31 de maio. Quem parcelou em três vezes a placa final 3, deverá pagar a terceira e última parcela, enquanto a placa final 4 tem vencimento o segundo pagamento da parcela. Também vence no dia 31 de maio o pagamento daqueles que optaram pelo pagamento total sem desconto da placa final 3.

Comprovação da isenção da placa final 5 – As categorias como taxistas, portadores de deficiência (física, visual, mental ou autista), veículos cadastrados no Ministério do Turismo na qualidade de transporte turístico; motofrentistas e de motoboys até 150 cc (cilindradas), de placa final 5, que requereram no ano passado a isenção do IPVA, precisam, agora, comprovar com documentação até o dia 31 de maio na repartição fiscal mais próxima do domicílio para gozar do direito em 2019. Neste mesmo dia, essas categorias já podem requerer a isenção de 2020.

É importante lembrar que esses veículos isentos deverão pagar as demais taxas que envolvem o emplacamento, como seguro obrigatório (Dpvat), licenciamento do Detran-PB e a Taxa de Bombeiro.

 

clickpb

 

 

Prazo para pagamento do IPVA placa 4 termina no dia 30

Termina no dia 30 deste mês o prazo de pagamento do Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de proprietários de veículos com final de placa 4 que queiram evitar a cobrança de juros e multa.

A data limite será também para aqueles que requereram a isenção do tributo no ano passado da placa final 4. Agora, eles deverão realizar a comprovação dos documentos na repartição fiscal mais próxima de sua casa.

Para quem vai pagar o IPVA com placa final 4 existem três opções de pagamento do tributo. A primeira é a cota única com desconto de 10% à vista. A segunda opção é o pagamento em três parcelas, mas sem desconto, sendo a primeira com vencimento no dia 30 deste mês. A terceira opção é o pagamento total do IPVA apenas no dia 28 de junho, também sem o desconto de 10%.

Novidade

A novidade neste mês de abril do IPVA é o número ampliado de locais para pagamento, caso o contribuinte escolha, no ato da impressão, a opção ‘Ficha de Compensação’. Com ela, o contribuinte poderá pagar o tributo em casas lotéricas, correspondentes bancários e em toda rede bancária. Até o mês passado, o pagamento estava restrito ao Banco do Brasil.

O contribuinte precisa ficar atento também às regras da impressão para pagamento por Ficha de Compensação. A primeira delas é o tempo de espera para pagar. O boleto emitido por Ficha de Compensação necessita de até 60 minutos para ser registrado no sistema de pagamentos da rede bancária.

Ou seja, se o pagamento for realizado na mesma data de impressão, em virtude das normas recentes da Febraban (Federação Brasileira de Bancos), os contribuintes vão precisar esperar até 60 minutos antes de efetuar o pagamento diretamente na rede bancária ou nas lotéricas.

Além  disso, a impressão por Ficha de Compensação é somente válida para um único pagamento. Caso o proprietário não respeite a data de pagamento impressa no boleto não poderá mais pagar por Ficha de Compensação, mas apenas mediante emissão do DAR (Documento de Arrecadação), que é pago, exclusivamente, no Banco do Brasil.

Para evitar o risco de perder essa ampliação de locais, o contribuinte poderá inserir a data limite de pagamento do IPVA na Ficha de Compensação, que é sempre o último dia útil de cada mês.  Neste caso de abril, dia 30. Isso garante o pagamento por Ficha de Compensação até essa data sem acréscimos de juros e multa.

Os boletos do IPVA devem ser impressos por meio da internet. A emissão está disponibilizada no portal da Secretaria de Estado da Receita ou do Departamento Estadual de Trânsito da Paraíba (Detran-PB).

O boleto poderá ser impresso, preferencialmente, em uma repartição fiscal ou então nas unidades do Detran-PB.

Pagamento das parcelas

Para quem optou pelo parcelamento do IPVA dos veículos com final das placas 2 e 3, os proprietários precisam também lembrar do pagamento da parcela até o dia 30 de abril. Quem parcelou em três vezes a placa final 2, deverá pagar a terceira e última parcela, enquanto a placa final 3 tem vencimento o segundo pagamento da parcela. Também vence no dia 30 de abril o pagamento daqueles que optaram pelo pagamento total sem desconto da placa final 2.

 

 

portalcorreio

 

 

Homem é preso suspeito de adulterar placa de veículo

Um homem de 31 anos foi preso no fim da manhã desta segunda-feira (18) após ser flagrado dirigindo um veículo que possuía placas dianteiras e traseiras diferentes. O flagrante aconteceu no km 147 da rodovia BR-104, no município de Queimadas, Agreste paraibano, a 146 quilômetros de João Pessoa.

Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), policiais abordaram o veículo para fiscalização e notaram a diferença em uma das letras das placas. Em sistema, foi confirmado que a placa da frente do veículo era clonada e na verdade pertencia a outro veículo.

Por conta dessa alteração, o veículo não era flagrado em radares medidores de velocidade. O motorista vai responder por adulterar ou remarcar sinal identificador de veículo automotor, com pena de reclusão de três a seis anos, além de multa. O veículo e o condutor foram encaminhados à Polícia Civil de Queimadas.

 

portalcorreio