Arquivo da tag: pernas

Artérias entupidas das pernas aumentam com o envelhecimento e ocorre com mais frequência em homens

A doença arterial periférica dos membros inferiores, pode ser entendida como obstrução das artérias dos membros inferiores, atinge 10 a 25% da população, preferencialmente masculina, fumantes, com distúrbios do colesterol, vida sedentária, hipertensos ou diabéticos, e especialmente a partir dos 55 anos. Ocorre principalmente quando placas de gordura se acumulam na parede das artérias que levam sangue para as pernas, causando o estreitamento da passagem do sangue ou obstrução completa.

Os sintomas mais comuns incluem dor muscular de perna, coxa ou quadril, com prejuízo da caminhada (perna que trava) que é aliviado com o repouso. Em quadros mais graves, com pior circulação, a dor torna-se continua e podem surgir feridas. Nestes casos, pode haver necessidade de amputação.

“O diagnóstico se baseia na história, avaliação do membro isquêmico e exames como o ultrassom Doppler, tomografia, ressonância ou arteriografia digital, explica o Dr. Airton Mota Moreira, médico do CRIEP – Carnevale Radiologia Intervencionista Ensino e Pesquisa.

O tratamento será instituído conforme o grau de isquemia, por meio do uso de medicamentos e exercícios, para casos leves. E noutros, haverá necessidade de Angioplastia percutânea ou cirurgia para reconstituir a chegada de sangue. A angioplastia é tratamento minimamente invasivo realizado por meio da dilatação dos estreitamentos arteriais utilizando cateteres-balões ou implante de stents. O acesso poderá ser feito a partir de uma artéria periférica, com auxílio de Raios X.

“Normalmente utilizamos anestesia local, e o paciente fica na unidade hospitalar por pelo menos 24 horas para controle clinico. Utilizando técnicas modernas como estas, se diagnosticada a tempo, podemos evitar e tratar a isquemia descompensada dos membros, com mínimo risco de complicações, se comparado à cirurgia convencional, assim como evitar amputações desnecessárias, ” finaliza o Radiologista Intervencionista

Dr. Airton Mota Moreira, médico do CRIEP – Carnevale Radiologia Intervencionista Ensino e Pesquisa  especialista em Angiorradiologia e Radiologista Intervencionistainiciou sua formação no estado do Piauí, onde completou graduação em Medicina no ano de 1990 pela Universidade Federal (UFPI). Tem residência médica credenciada pelo MEC em Cirurgia Geral e Cirurgia Vascular Periférica. Obteve o título de especialista em Radiologia Intervencionista e Angiorradiologia pela Sociedade Brasileira de Radiologia Intervencionista e Cirurgia Endovascular (Sobrice).

CRIEP – Carnevale Radiologia Intervencionista Ensino e Pesquisa – centro médico e de pesquisas que é referência nacional e internacional nas áreas de Radiologia Intervencionista e Cirurgia Endovascular, especialidades voltadas ao tratamento minimamente invasivo de doenças com o auxílio de métodos de imagem. Desde 1997, por meio de uma equipe de médicos da Universidade de São Paulo (USP) formada pelo Prof. Dr. Francisco Cesar Carnevale, Dr. Airton Mota Moreira e Dr. André Moreira de Assis, o CRIEP oferece, aos pacientes, uma série de tratamentos por meio de técnicas e equipamentos tecnológicos mais avançados. Site: http://www.criep.com.br

Redes Sociais:

Instagram: @clinicacriep

https://www.instagram.com/clinicacriep/

Facebook: @criep.com.br

https://www.facebook.com/criep.com.br/?ref=br_rs

 

 

Assessoria de Comunicação 

 

 

 

Cruzar as pernas ao sentar causa problemas sérios a saúde

cruzar-as-pernasSe você tem o hábito de cruzar as pernas, saiba que isso não é nada bom para sua saúde. Alguns especialistas pedem que as pessoas parem de cruzar as pernas ao sentar.

Uma série de problemas relacionados à coluna, aos ossos das pernas e, claro, à sua circulação, podem aparecer se você continuar cruzando as pernas ao sentar.

A paralisia peroneal, por exemplo, é um desses problemas. Localizado na batata da perna, o nervo peroneal ou fibular pode paralisar se você mantiver a mesma postura por muito tempo, especialmente no caso de se sentar com as pernas cruzadas. Quando paralisada essa região, os movimentos das pernas ficam comprometidos, assim como a sensibilidade no lugar.

A pressão sanguínea também pode aumentar. Isso acontece porque a posição impede que o sangue flua corretamente a partir dos joelhos, já que eles ficam posicionados um sobre o outro. Logo, você impede que o sangue percorra com naturalidade todo o caminho que lhe é devido é envia sangue das pernas até o tórax. Como resultado disso ocorre uma espécie de esforço, o coração acaba bombeando mais sangue e, assim, a pressão pode aumentar.

A alteração do eixo da articulação do quadril, pode aparecer quando você tem o hábito de se sentar assim diariamente e por muito tempo, ao longo dos anos. Isso faz com que sua coxa saia da posição original, mesmo que levemente. Com isso, é possível ainda que a ponta do fêmur não se encaixe mais como antes na cavidade do osso ilíaco.

Segundo os médicos, cruzar as pernas não faz com que as varizes apareçam, mas quem tem predisposição genética a esse tipo de problema deve se resguardar desse tipo de sentado. Isso porque, se você já tem problemas de circulação, as pernas cruzadas vão dificultar ainda mais que o sangue circule por suas veias e vasos, levando a inchaços e, no mínimo, aos indesejados vasinhos nas pernas.

Fonte: Segredos do Mundo

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Homem explode caixa eletrônico e tem braços e pernas dilacerados

Um homem de 27 anos acusado de participar de uma quadrilha que explodiu um caixa eletrônico em Bom Sucesso – PR (450 km de Curitiba) perdeu parte de uma das pernas e de um dos braços durante a explosão dos caixas.

Image title

De acordo com informações, cinco indivíduos explodiram vários caixas eletrônicos em uma agência localizada no centro da cidade. Durante a explosão, um dos autores acabou perdendo partes da perna e do braço, e foi abandonado pelos comparsas na saída da cidade.

O suspeito, identificado como Maicon William, foi encaminhado com escolta policial para o Hospital da Providencia em Apucarana-PR região metropolitana de Londrina, onde segue internado em estado grave.

Image title

Até o momento, nenhum dos outros envolvidos foram localizados, mas segundo informações da policia, todos os autores já foram identificados e estão sendo procurados por agentes da Polícia Civil e Policiais Militares. No hospital, Maicon ainda contou para um dos enfermeiros que quando os comparsas o viram naquele estado disseram assim: “Foi mau parceiro, você tá fudido, fica na fé e não entrega nóis. Valeu… Fui!”.

FONTE:

  • Plantão Policial

Carro bate em viaduto, motorista quebra pernas e fica inconsciente, na Grande JP

Imagem compartilhada por WhatsApp
Imagem compartilhada por WhatsApp

O condutor de um carro Volkswagen Fox de cor vermelha ficou ferido após bater o veículo na mureta lateral do viaduto Major Ciraulo, nas proximidades do acesso ao aeroporto Castro Pinto, em Bayeux, na Grande João Pessoa. O acidente ocorreu na noite desta segunda-feira (29). O motorista, de 26 anos, teve as duas pernas fraturadas e ficou inconsciente.

De acordo com a Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, o jovem também sofreu uma pancada forte no tórax. Ele foi retirado das ferragens por agentes do Corpo de Bombeiros e conduzido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência ao Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena. A instituição de saúde ainda não havia divulgado informações sobre o quadro clínico dele.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

O condutor seguia sozinho e não atingiu nenhum outro veículo. A estrutura do viaduto não foi danificada. A PM interpretou que o jovem provavelmente perdeu o controle do automóvel, que chegou a raspar a mureta por alguns metros após colidir. Os oficiais classificaram o estado do veículo como “perda total”.

 

portalcorreio

Conheça as causas do inchaço nas pernas

inchaçoQuando as pernas incham é sinal de que algo não está bem. A causa pode ser simples e inofensiva – como o verão, que faz com que o rim não dê conta de eliminar o líquido que consumimos em excesso – mas também pode sinalizar algo muito grava, como a trombose, doença que pode causar danos irreparáveis e exige que a pessoa vá ao pronto-socorro imediatamente.

Segundo Paulo Camiz, clínico geral e geriatra do Hospital das Clínicas de São Paulo, o inchaço acontece por conta de um desequilíbrio da quantidade de sangue que desce para a perna com aquele sangue que volta. “Se a pessoa toma algum remédio que abre muito a circulação, como os vasodilatadores, por exemplo, desce mais sangue para a perna do que sobe, então a tendência é inchar”, explica.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“O plasma do sangue acaba extravasando os vasos sanguíneos e causa o inchaço”. Segundo ele, exercícios físicos e movimentação das pernas são ótimas táticas para evitar o inchaço e também ajudar a desinchar.

Conheça algumas causas do inchaço nas pernas:

Varizes –  Elas são uma das causas do inchaço nos membros inferiores. “São veias que estão incompetentes, que não permitem que o sangue retorne da perna. A pessoa vai acumular líquidos, porque o sangue não está voltando adequadamente”, explica Camiz, que também é geriatra.

Viagens longas –  Sejam elas feitas de ônibus ou avião: ficar com as pernas paradas durante muito tempo faz com que elas inchem. “Para o sangue descer até o pé, todo santo ajuda, mas para que ele volte é preciso movimentar as pernas. É a musculatura da panturrilha que vai massagear as veias para fazer o sangue circular, é como se fosse a panturrilha fosse o ‘coração’ da perna”, explica Camiz.

Segundo ele, nada no corpo foi feito para ficar parado. “Quando fica parado, coagula. Se a pessoa fica com a perna parada, o sangue fica parado e coagulado lá. Quando se solta, faz o caminho por dentro dos vasos até o pulmão, e se esse coágulo for muito grande, pode causar um problema respiratório grave e levar até à morte. Esse é o principal medo de quem viaja de avião”, explica.

Trombose –  Inchaço nas pernas também pode ser indicativo de trombose. “A queixa é de uma hora para outra, que houve um inchaço e dor na perna que apareceu rápido. O ideal é ir para o pronto-socorro fazer um exame, pois pode ser que seja um coágulo”, explica o especialista do Hospital das Clínicas.

Doenças cardíacas, como a insuficiência –  Camiz explica que, se o coração não bombeia o sangue de forma adequada, ele vai acumular. “É como se o sangue ficasse represado, então incha o corpo de uma forma geral. Aparece mais nas pernas apenas por uma questão gravitacional”.

Mau funcionamento da tireoide –  O hipotireoidismo, quando a tireoide não funciona bem, causa inchaço no corpo todo, mais visivelmente nas pernas. “Mas esse inchaço não é exatamente por extravazamento de líquido, mas por depósito de uma proteína na região do subcutâneo. É um inchaço duro, diferente daquele que fica com a marca da meia no final do dia”, explica o clínico geral.

Anticoncepcionais –  Segundo Camiz, anticoncepcionais a base de estrógeno costumam causar um pouco de inchaço, mas ele não é grande e é generalizado, sendo visualizado mais nas pernas por conta do efeito da gravidade.

Verão –  Segundo o clínico geral, o tempo quente propicia o inchaço das pernas por dois motivos. “Normalmente as pessoas tomam muita água, até mais do que o necessário, então acumula-se líquido no corpo. Em segundo lugar, o calor faz com que as artérias que levam o sangue para a periferia fiquem mais cheias de sangue”, diz ele, acrescentando que movimentar as pernas ajuda a desinchar. “As pessoas ficam mais indispostas por conta do calor, então mexem menos a perna também”, explica.

 

 

iG

Brasileiras depilam mais axilas do que pernas e virilhas

axiladepilacaoOs cuidados com a beleza são uma prioridade na vida de muitas brasileiras, é o que comprova um estudo que identificou os principais hábitos das consumidoras do País nesta época do ano. Entre os principais dados, estão informações sobre a relação delas com a depilação. A maioria (54%) afirma que sente mais necessidade em se depilar no verão. A axila se mostrou a região mais priorizada pelas mulheres, sendo que 79% delas depilam a área em até sete dias e 16% apostam no hábito diariamente.

Além disso 60% depilam as pernas e 58% as virilhas no mesmo período. O hábito também acaba refletindo no comportamento das mulheres: 27% delas acreditam que o ato de se depilar as deixa mais felizes. A lâmina foi apontada como o método mais utilizado por 62% das entrevistadas, que elencaram a praticidade, a agilidade e o fato de ser indolor como principais motivos para esta preferênica.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A frequência semanal da depilação também é alta durante o verão, sendo que 52% das entrevistadas afirmaram se depilar uma vez a mais por semana e 37% de duas a três vezes ou mais no mesmo período. O estudo, realizado pela P&G em parceria com o Instituto Ilumeo, teve uma amostra de 1.179 mulheres das classes C (50%), B (44%) e A (6%), de 25 a 32 anos de idade e das principais praças do Brasil (São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro).

A conta da beleza

O levantamento mostrou quanto as brasileiras gastam com a beleza mensalmente e o total é bastante semelhante, tanto no verão quanto no inverno: até R$ 30 para 12%, R$ 50 para 20% das entrevistadas, R$ 100 para 32%, R$ 200 para 23% e mais de R$ 300 para 14% das mulheres. Os finais de semana são os dias preferidos para os cuidados com os cabelos, sendo que 53% delas reservam o sábado para isso, 20% o domingo e 16% a sexta-feira.

Cuidados com os cabelos

Entre as mulheres entrevistadas, 38% delas dedicam de 30 minutos a uma hora por semana nos cuidados com os fios no verão. Entre os produtos mais usados neste período estão xampu (82%),  condicionador (74%), máscara de cabelo (42%), creme de pentear (41%), reparador/selador de pontas duplas (38%). As mulheres também falaram sobre o que mais temem no verão quando o assunto são os fios: para 42%, é ter fios quebradiços, 13% ficar com caspa e 11% ficar com os fios ressecados.

Colorir e lavar o cabelo com mais frequência nos dias quentes foram hábitos citados por 49% das entrevistadas, sendo que 26% lavam o cabelo todos os dias, 26% usam cremes hidratantes mais de uma vez por semana, 15% usam o secador sempre e 11% fazem chapinha. Quando questionada sobre as tendências de verão, a maioria das entrevistadas (47%) considera os cabelos com luzes (loiras ou mel) a cara da estação. O cabelo preto vem em segundo lugar, com 22%, seguido do cabelo totalmente loiro com, 14%. Mais da metade das entrevistadas (66%) afirmaram ter colorido os fios no último ano.

Baixa autoestima

Apesar de todos estes cuidados, o estudo mostrou que a autoestima das brasileiras, no verão, não é das mais elevadas. Do total da amostra, 62% delas afirmaram se sentirem feias na estação, 34% se sentem cansadas e 42% indispostas. As exigências das próprias para conseguir “arrasar no verão” também são muitas: 33% querem pernas poderosas, 24% buscam cabelos saudáveis, 17% querem bumbum sem celulite e 14% barriga sarada.

 

Terra

Vítima que perdeu pernas ajudou FBI a identificar suspeitos em Boston

Foto: AP
Foto: AP

Minutos antes da explosão das bombas em Boston, nos EUA, Jeff Bauman, 27 anos, o homem que perdeu as pernas abaixo do joelho no atentado, olhou nos olhos do homem que tentou matá-lo, de acordo com informações da Bloomberg publicadas neste sábado.

 

Pouco antes das 15h, enquanto estava esperando sua namorada cruzar a linha de chegada na maratona, um homem usando um boné, óculos escuros e uma jaqueta preta sobre um moletom com capuz teria olhado para Bauman e deixado cair um saco a seus pés, disse seu irmão Chris Bauman em uma entrevista.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Dois minutos e meio depois, o saco explodiu, destruindo os pés dele. Sua foto em uma cadeira de rodas, sangrando e pálido, antes de ser transferido ao hospital da cidade foi transmitida para todo o mundo. Ele teria dito ao irmão logo após acordar que olhou diretamente para o criminoso antes do atentado.

 

Segundo a Bloomberg, as palavras de Bauman podem ter ajudado a desvendar o ato de terror em Boston, que matou três pessoas e foi o pior nos EUA desde 11 de setembro de 2001, com o ataque às Torres Gêmeas em Nova York e ao Pentágono, na área de Washington.

 

Enquanto ainda estava recebendo cuidados médicos intensivos, Bauman deu à polícia americana a descrição do homem que viu, segundo seu irmão. Essas informações teriam ajudou os investigadores a analisar com mais rapidez as horas de vídeo do lugar do ataque. O irmão afirmou ainda que esteve muitas vezes com a vítima após a maratona e que ele teria lhe passado todos os detalhes. Paul Bresson, porta-voz do FBI se recusou a comentar a investigação.

 

 

Terra

Grande sabotadora das pernas femininas, confira mitos e verdades sobre a celulite

celuliteÉ na adolescência que ela costuma dar as caras. Daí para a frente, a celulite se torna a grande sabotadora das pernas femininas lisinhas. A procura por uma fórmula para combater o aspecto de casca de laranja leva a um troca-troca de informações, dando vazão a várias dicas. Mas como separar o que é fato do que é balela nesse assunto? A resposta está na ciência, interpretada por especialistas. A má notícia é que não há um jeito 100% eficaz de dar um fim à chateação. Mas existem maneiras de amenizá-la, principalmente se o tratamento começar logo depois dos primeiros sinais – e envolver mudança de hábitos.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A tecnologia em favor da pele lisa

 

É comum associar diferentes métodos para melhorar a eficácia do tratamento. Conheça os mais usados

Ultrassom A carga de energia da máquina penetra até a hipoderme, a camada onde se concentram as células adiposas, e provoca a sua ruptura sem danificar as demais estruturas, como os vasos e os outros tecidos. Por isso a paciente não sente nenhum tipo de desconforto e pode voltar à vida normal em seguida. A gordura cai na circulação e é eliminada pela urina. É possível reduzir alguns centímetros em cada aplicação, mas somente depois de um mês dá para notar o efeito final.

Radiofrequência Ao chegar à parte mais profunda da pele, ela age em duas frentes: ataca as células de gordura e aquece o colágeno, fazendo com que ele se remodele automaticamente. Assim, melhora a flacidez e a textura do tecido e ajuda a redefinir o contorno corporal. Como a radiofrequência estimula a fabricação de novas fibras de sustentação, notam-se resultados até seis meses depois da aplicação. O tratamento não provoca dor, apenas pode deixar a região tratada levemente avermelhada.

Infravermelho + Radiofrequência + Massagem A máquina reúne três mecanismos de ação e, assim, garante melhores resultados. A massagem, feita por sucção e rolamento, age como uma drenagem linfática, combatendo a retenção de líquido soltando as traves fibrosas que repuxam a pele. Os raios infravermelhos contraem as fibras de colágeno, deixando a pele mais firme. A radiofrequência, por sua vez, penetra mais fundo e, além de agir contra a flacidez, acelera o metabolismo das células de gordura, fazendo com que elas fiquem menores.

Carboxiterapia e subcisão Essas são terapias mais invasivas. A carboxiterapia consiste em injeções de dióxido de carbono, um gás que auxilia a circulação e a oxigenação dos tecidos. Já a subcisão é uma pequena cirurgia feita com anestesia local indicada para os quadros mais graves. Nesse caso, o médico corta as traves fibrosas, corrigindo as imperfeições. Esse procedimento rasga vasos sanguíneos, gerando um hematoma que dará origem a um novo tecido que ocupará o espaço onde estavam os buracos.

MDMulher

Prefeito diz que encontrou a cidade de Jacaraú de pernas pro ar

“Encontrei Jacaraú de pernas pro ar!’’

Prefeito João Ribeiro e esposa

Foi assim, exatamente assim que o prefeito de Jacaraú, João Ribeiro, disse sobre a administração passada.

Documentação das secretarias em depósitos, computadores sem dados e falta de acesso à folha de pagamento dos servidores, frota danificada, falta de baterias nos tratores.

O prefeito iniciou a entrevista dizendo que encontrou Jacaraú de “pernas pro ar” e que a administração anterior colocou todos os documentos das secretarias em um depósito, fez backup nos computadores das secretarias e levaram os computadores da prefeitura, fazendo com que a atual gestão não tivesse acesso sequer à folha de pagamento dos servidores do município.

O prefeito também revelou que deu contraordem em vários cheques por falta de dinheiro para quitá-los. Também foram verificados atrasos no pagamento do SAMU e a reclamação de servidores que não receberam o pagamento completo de dezembro.

João Ribeiro está priorizando a saúde, a coleta de lixo e a reabertura do hospital.

Na próxima segunda (14), começa o recadastramento dos servidores, principalmente para evitar a ausência de funcionários em seus respectivos setores de trabalho. Ele citou o caso da falta de uma servidora que deveria estar na função de coveira e não estava no local de trabalho o que constrangeu familiares na demora do sepultamento de um ente querido.

Fonte: Juka Martins

Com rara condição genética, bebê nasce com 6 pernas

Médicos paquistaneses lutam para salvar a vida de um menino que nasceu com seis pernas devido a uma rara condição genética. Jamal Raza, diretor do Instituto Nacional de Saúde Infantil, em Karachi, afirma que o bebê nasceu há uma semana e está na unidade de tratamento intensivo (UTI). As informações são do site do jornal inglês The Daily Telegraph e da agência AFP.

Segundo o jornal, um médico do hospital que não quis se identificar afirma que o menino sofre de uma desordem genética que afeta um recém-nascido a cada 1 milhão ou mais. “Os médicos estão examinando a criança para planejar o tratamento necessário para salvar a vida do bebê e garantir que ele tenha uma vida normal”, diz nota oficial do governo.

Imran Shaikh, pai da criança, vive em Sukkur, 450 km ao norte de Karachi. “Somos uma família pobre. Estou grato pelo governo ajudar a tratar meu bebê”, diz à imprensa.

Terra