Arquivo da tag: perigo

Paraíba tem mais de 80 municípios sob alerta de perigo de baixa umidade, diz Inmet

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta de perigo por baixa umidade para para 89 municípios da Paraíba. O alerta teve início às 12h e termina às 18h desta quarta-feira (21).

O aviso é válido para cidades das regiões do Cariri, Seridó e Sertão paraibano. Conforme o alerta do Inmet, a umidade relativa do ar deve variar entre 20% e 12%, podendo haver riscos de incêndios florestais. Para a população, há risco à saúde, podendo haver ressecamento da pele, desconforto nos olhos, boca e nariz.

Segundo o instituto, é recomendado a não realização de atividades físicas, beber bastante líquido, evitar exposição ao sol nas horas mais quentes do dia, usar hidratante para pele e umidificar os ambientes.

Para mais informações, o Instituto recomenda o 199 para contato com a Defesa Civil ou o 193 para o Corpo de Bombeiros.

Lista de municípios sob alerta de baixa umidade

  1. Aguiar
  2. Aparecida
  3. Areia De Baraúnas
  4. Belém Do Brejo Do Cruz
  5. Bernardino Batista
  6. Boa Ventura
  7. Bom Jesus
  8. Bom Sucesso
  9. Bonito De Santa Fé
  10. Brejo Do Cruz
  11. Brejo Dos Santos
  12. Cachoeira Dos Índios
  13. Cacimba De Areia
  14. Cacimbas
  15. Cajazeiras
  16. Cajazeirinhas
  17. Carrapateira
  18. Catingueira
  19. Catolé Do Rocha
  20. Conceição
  21. Condado
  22. Coremas
  23. Curral Velho
  24. Desterro
  25. Diamante
  26. Emas
  27. Ibiara
  28. Igaracy
  29. Imaculada
  30. Itaporanga
  31. Jericó
  32. Joca Claudino
  33. Juru
  34. Lagoa
  35. Lastro
  36. Livramento
  37. Malta
  38. Manaíra
  39. Marizópolis
  40. Mato Grosso
  41. Maturéia
  42. Monte Horebe
  43. Mãe D’Água
  44. Nazarezinho
  45. Nova Olinda
  46. Olho D’Água
  47. Passagem
  48. Patos
  49. Paulista
  50. Pedra Branca
  51. Piancó
  52. Pombal
  53. Poço Dantas
  54. Poço De José De Moura
  55. Princesa Isabel
  56. Quixabá
  57. Riacho Dos Cavalos
  58. Santa Cruz
  59. Santa Helena
  60. Santa Inês
  61. Santa Luzia
  62. Santa Teresinha
  63. Santana De Mangueira
  64. Santana Dos Garrotes
  65. Serra Grande
  66. Sousa
  67. São Bentinho
  68. São Bento
  69. São Domingos
  70. São Francisco
  71. São José Da Lagoa Tapada
  72. São José De Caiana
  73. São José De Espinharas
  74. São José De Piranhas
  75. São José De Princesa
  76. São José Do Bonfim
  77. São José Do Brejo Do Cruz
  78. São José Do Sabugi
  79. São João Do Rio Do Peixe
  80. São Mamede
  81. Taperoá
  82. Tavares
  83. Teixeira
  84. Triunfo
  85. Uiraúna
  86. Vieirópolis
  87. Vista Serrana
  88. Várzea
  89. Água Branca

 

 

G1

 

 

Inmet renova alerta de perigo potencial para chuvas e ventos fortes em 64 cidades

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) renovou o alerta de perigo para chuvas em potencial e vento costeiro em 64 cidades da Paraíba. O alerta que inicia a partir das 09h desta terça-feira (23) e se estende até as 9h desta quarta-feira (24).

Existe possibilidade de chuvas de até 50mm/dia e baixo risco de alagamento e pequenos deslizamentos em cidades com tais zonas de risco. Agreste, Brejo, Litoral e Mata Paraibana.

As instruções são:
evite enfrentar o mau tempo.
Observe alteração nas encostas.
Evite usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada.
Obtenha mais informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).

A respeito dos ventos, o Inmet orienta a procurar a Marinha do Brasil.

Veja as cidades atingidas:

Município UF
Alagoa Grande PB
Alagoinha PB
Alhandra PB
Araçagi PB
Areia PB
Aroeiras PB
Bananeiras PB
Bayeux PB
Baía Da Traição PB
Belém PB
Borborema PB
Caaporã PB
Cabedelo PB
Caiçara PB
Caldas Brandão PB
Capim PB
Conde PB
Cruz Do Espírito Santo PB
Cuitegi PB
Cuité De Mamanguape PB
Curral De Cima PB
Dona Inês PB
Duas Estradas PB
Guarabira PB
Gurinhém PB
Ingá PB
Itabaiana PB
Itapororoca PB
Itatuba PB
Jacaraú PB
João Pessoa PB
Juarez Távora PB
Juripiranga PB
Lagoa De Dentro PB
Logradouro PB
Lucena PB
Mamanguape PB
Marcação PB
Mari PB
Mataraca PB
Mogeiro PB
Mulungu PB
Natuba PB
Pedras De Fogo PB
Pedro Régis PB
Pilar PB
Pilões PB
Pilõezinhos PB
Pirpirituba PB
Pitimbu PB
Riachão Do Poço PB
Rio Tinto PB
Salgado De São Félix PB
Santa Rita PB
Sapé PB
Serra Da Raiz PB
Serra Redonda PB
Serraria PB
Sertãozinho PB
Sobrado PB
São José Dos Ramos PB
São Miguel De Taipu PB
Tacima PB
Umbuzeiro PB

http://paraiba.com.br

 

 

Inmet emite alerta de perigo potencial para 62 cidades na Paraíba por causa de chuvas

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta de risco por causa das chuvas na Paraíba. Nesta segunda-feira (22), 62 cidades paraibanas estavam elencadas no alerta.

O alerta deverá vigorar pelo menos até às 9h de terça-feira (21), podendo ser prorrogado caso haja necessidade.

Confira as cidades:

  • Alagoa Grande
  • Alagoinha
  • Alhandra
  • Araçagi
  • Areia
  • Bananeiras
  • Bayeux
  • Baía da Traição
  • Belém
  • Borborema
  • Caaporã
  • Cabedelo
  • Caiçara
  • Caldas Brandão
  • Capim
  • Conde
  • Cruz do Espírito Santo
  • Cuitegi
  • Cuité de Mamanguape
  • Curral de cima
  • Dona Inês
  • Duas Estradas
  • Guarabira
  • Gurinhém
  • Ingá
  • Itabaiana
  • Itapororoca
  • Itatuba
  • Jacaraú
  • João Pessoa
  • Juarez Távora
  • Juripiranga
  • Lagoa de Dentro
  • Logradouro
  • Lucena
  • Mamanguape
  • Marcação
  • Mari
  • Mataraca
  • Mogeiro
  • Mulungu
  • Natuba
  • Pedras de Fogo
  • Pedro Régis
  • Pilar
  • Pilões
  • Pilõezinhos
  • Pirpirituba
  • Pitimbu
  • Riachão
  • Riachão do Poço
  • Rio Tinto
  • Salgado de São Félix
  • Santa Rita
  • Sapé
  • Serra da Raiz
  • Serraria
  • Sertãozinho
  • Sobrado
  • São José dos Ramos
  • São Miguel de Taipú
  • Tacima

 

clickpb

 

 

Inmet renova alerta de perigo por chuvas para 87 cidades da Paraíba

Um novo alerta de risco potencial por conta do grande volume de chuvas foi emitido pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) na manhã desta segunda-feira (17) para 87 cidades da Paraíba, incluindo João Pessoa e Campina Grande. Segundo dados da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil de João Pessoa nas últimas 24 horas, a contar de domingo (16) até a manhã desta segunda, choveu cerca de 84 milímetros.

Somente nos últimos quatro dias, até a manhã de domingo, a Defesa Civil da capital paraibana havia registrado um volume de 495,5 mm, aproximadamente 83% do total registrado de chuvas em todo o mês de junho. De acordo com a coordenadoria da Defesa Civil, de 1º a 16 de junho foram registrados 595 mm de chuva em João Pessoa.

Considerando o volume de quinta-feira (13) até a manhã de domingo, cerca 460 mm, a Defesa Civil de João Pessoa considerou a maior quantidade de chuva na cidade dos últimos 30 anos em um período de 96 horas.

Famílias desabrigadas

O grande volume de chuvas afetou diretamente as famílias que moram em áreas ribeirinhas de João Pessoa. De acordo com a Prefeitura de João Pessoa, pelo menos 76 famílias estão recebendo assistência por conta das chuvas, abrigadas em equipamentos da Prefeitura Municipal de João Pessoa, sendo a maioria oriundas dos bairros São José, além das comunidades São Rafael, Tito Silva, Padre Hildon Bandeira e Engenho Velho.

Famílias desabrigadas pela chuva estão em ginásios de quatro escolas de João Pessoa — Foto: Hebert Araújo/TV Cabo Branco

Famílias desabrigadas pela chuva estão em ginásios de quatro escolas de João Pessoa — Foto: Hebert Araújo/TV Cabo Branco

Foram disponibilizados colchões, alimentação, atendimento médico e equipes estão cadastrando as famílias nos serviços disponibilizados pela pasta. As famílias foram realocadas temporariamente para quatro locais de abrigo.

As famílias que precisem sair de suas casas devido aos problemas acarretados pelas chuvas podem se deslocar às Escola Municipal Seráfico da Nóbrega, em Manaíra; Ginásio da Praça Gervásio Maia, no Colinas do Sul; CRC Jardim Veneza e Escola Municipal Leonel Brizola, em Tambauzinho.

Transtornos da chuva

  • Barreira do Castelo Branco deslizou e interditou uma faixa da BR-230, no sentido João Pessoa – Cabedelo
  • Deslizamento na encosta da Rua Desportista José Eduardo de Holanda, no Cabo Branco
  • Uma árvore caiu na Rua Bancário Wagner Alexandrino Bezerra Japyassu, nos Bancários
  • Buraco aberto no trecho entre as avenidas Maranhão e Pará, trânsito interditado no local.
  • Deslizamento de terra na ladeira do Cabo Branco, em frente ao Paço dos Leões, interditou completamente o trânsito.
  • Cratera se abriu em cruzamento da avenida Rui Carneiro, sentido praia-Centro, ponto oposto à Subestação de Energia. Uma das faixas da avenida está interditada.
  • Cratera engoliu uma das faixas da BR-230, em Bayeux, no km 39, na localidade conhecida como “barriga cheia”.
Barreira do Castelo Branco interditou uma das faixas da BR-230 em João Pessoa — Foto: Antônio Vieira/TV Cabo Branco

Barreira do Castelo Branco interditou uma das faixas da BR-230 em João Pessoa — Foto: Antônio Vieira/TV Cabo Branco

 

G1

 

 

Perigo por acumulado de chuvas faz Inmet emitir alerta para João Pessoa e mais 12 cidades

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta laranja sinalizado perigo por acumulado de chuvas para João Pessoa e mais 12 cidades paraibanas no litoral. O alerta vigora desta segunda-feira (10) até as 10h desta terça-feira (11).

De acordo com o alerta, existem riscos potenciais de chuva entre 30 mm/h a 60 mm/h, ou de 50 mm/dia a 100 mm/dia. Além disso, também existe o risco de alagamentos, deslizamentos de encostas ou transbordamento de rios em cidades com estas áreas de risco.

As orientações feitas pelo órgão é de que a população evite enfrentar o mau tempo e observe alterações nas encostas. Também é recomendado que, se possível, os aparelhos elétricos e quadro geral de energia sejam desligados. Em caso de situação de inundação, a população deverá proteger seus pertences da água envolvendo-os em sacos plásticos, por exemplo.

Em casos de emergências, os atingidos poderão acionar a Defesa Civil através do telefone 199 e o Corpo de Bombeiros através do número 193.

Além das regiões do Litoral e Mata paraibanos, também são afetados pelo alerta algumas regiões do litoral do Rio Grande do Norte.

Confira as cidades paraibanas que foram citadas no alerta do Inmet:

  • Bayeux
  • Baía Da Traição
  • Cabedelo
  • Capim
  • Cruz Do Espírito Santo
  • Jacaraú
  • João Pessoa
  • Lucena
  • Mamanguape
  • Marcação
  • Mataraca
  • Rio Tinto
  • Santa Rita

 

 

clickpb

 

 

Paraíba recebe alerta de chuvas com perigo potencial para as 223 cidades

Um alerta de chuvas, com perigo potencial, foi emitido pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) para as 223 cidades da Paraíba, da manhã desta segunda-feira (18) até a noite desta terça-feira (19). As áreas afetadas são, principalmente, Agreste, Sertão e Brejo paraibano.

De acordo com o Inmet, a previsão é de que as chuvas atinjam 20 a 30 milímetros por hora ou até 50 milímetros por dia. Ainda conforme o instituto, a ocorrência de chuvas em 100% das cidades paraibanos apresenta baixo risco de alagamentos e pequenos deslizamentos, em locais com áreas de risco.

Nos municípios onde está prevista a ocorrência de chuva, o Inmet orienta que a população evite enfrentar o mau tempo, observe alteração nas encostas e evite usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada.

Outras informações podem ser obtidas com a Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).

Chuvas em João Pessoa

Em João Pessoa, nas últimas 24h, já choveu 49 milímetros, de acordo com a Defesa Civil do município. O bairro com maior precipitação foi o Altiplano, seguido de Tambauzinho, com 45 milímetros. No entanto, não houve registro de ocorrências provocadas pelas chuvas.

Foto: Walter Paparazzo/G1

G1

 

Com gol de novo xodó, São Paulo bate Ponte e se afasta da zona de perigo

sao-pauloCom o primeiro gol de David Neres como profissional, o São Paulo venceu a Ponte Preta por 2 a 0 na tarde deste sábado (22) e se afastou de vez da zona do rebaixamento. A partida realizada no estádio do Morumbi foi válida pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Tricolor pulou para a 11ª posição da tabela de classificação, com 42 pontos somados. Por outro lado, a Macaca segue com os mesmos 45 pontos e ficou com o 10º posto.

Na próxima rodada da competição nacional, o time comandado pelo técnico Ricardo Gomes visita o América-MG na segunda-feira (31), às 20 horas (de Brasília). Enquanto isso, a equipe do interior paulista enfrenta o Sport na quinta-feira (27), às 20h30 (de Brasília), na Ilha do Retiro.

Quem foi bem: Autor de gol é o destaque

Além de marcar um gol em cobrança de pênalti, Cueva também foi responsável por construir as melhores jogadas do São Paulo.

Quem foi mal: Sorte abafa lambança na área do São Paulo

A sorte ajudou os anfitriões depois de uma sequência de vacilos no final do primeiro tempo. Após cobrança de escanteio, Dênis não conseguiu afastar e socou para trás. Na sequência, Rodrigo Caio cabeceou na trave, a bola pingou quase na linha do gol e o arqueiro tricolor agarrou a bola.

Cueva inaugura o placar

Aos 10 minutos do primeiro tempo, Fábio Ferreira tocou a mão na bola dentro da área e o árbitro assinalou a penalidade máxima. Cueva cobrou no canto direito, Aranha foi bem, chegou a tocar na bola, mas não evitou o gol são-paulino.

Sinalizadores atrasam volta para o segundo tempo

A etapa complementar da partida entre São Paulo e Ponte Preta começou com atrasos por causa do uso do sinalizador por torcedores do tricolor. Foram 3min30s a mais de intervalo.

Torcida pede e Chavez entra em campo

Com boas jogadas, mas pecando nas finalizações, o São Paulo teve que sofrer alterações. A torcida pediu e o técnico Ricardo Gomes colocou Chavez no lugar no jovem Pedro aos 15 minutos do segundo tempo.

Xodó marca e sela vitória do São Paulo

O novo xodó da torcida tricolor, David Neres, marcou seu primeiro gol como profissional e selou a vitória da equipe anfitriã aos 36 minutos da etapa complementar.

Aposta na base

O São Paulo entrou em campo com novidades na equipe titular. O técnico Ricardo Gomes escalou cinco jogadores que vieram da base: Lyanco e Rodrigo Caio formando a zaga, João Schmidt no meio e David Neres e Pedro na linha de frente. No final do segundo tempo, Luis Araújo e Wellington, também da base, complementaram.

“Acredito na formação do São Paulo”, disse o treinador são-paulino antes do início do confronto.

Morumbi cheio

Rivaldo Gomes/Folhapress

A equipe tricolor teve grande apoio da torcida na tarde deste sábado. Com a promoção de ingressos feita pela diretoria do time, o Morumbi recebeu 49.673 torcedores nas suas arquibancadas.

Homenagem

Antes do apito inicial, um minuto de silêncio foi realizado no Morumbi em homenagem a Lucas Jesus dos Santos, jogador da base da Portuguesa que morreu na manhã de quinta-feira.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 2 X 0 PONTE PRETA

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo
Data: 22 de outubro, sábado
Hora: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (PE)
Auxiliares: Clovis Amaral da Silva e Cleberson Nascimento Leite (ambos de PE)
Cartões Amarelos: Roger (Ponte Preta)
Público e renda: 49.673 pessoas e R$ 600.541,00
Gols: São Paulo – Cueva, aos 11 minutos do primeiro tempo e David Neres aos 36 do segundo tempo

SÃO PAULO: Denis; Wesley, Lyanco, Rodrigo Caio e Mena; João Schmidt, Thiago Mendes e Cueva; David Neres, Kelvin (Luís Araújo) e Pedro (Chavez).
Técnico: Ricardo Gomes

PONTE PRETA: Aranha; Nino Paraíba, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Reinaldo; Wendel (Thiago Galhardo), João Vitor e Maycon; Clayson, Roger (William Potker) e Rhayner.
Técnico: Eduardo Baptista

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Poluição eletrônica traz grande perigo à saúde humana

 

celularAs ondas eletromagnéticas chegaram para ficar. Elas alimentam os 3 ou 4 bilhões de telefones celulares que estão por aí. São a alma da internet banda larga que faz a alegria dos viciados em downloads. De tão atraentes, muitas cidades decidiram universalizar o acesso gratuito e sem fios à web, no esforço de democratizar essa tecnologia. Mas quão arriscado é viver em um mundo em que, graças ao bombardeio eletromagnético, o celular é onipresente e pode-se mandar e receber mensagens ou pode-se consultar o Google à beira de um rio ou no meio de uma floresta? Cresce o número de pessoas que se sentem acuadas e dizem sofrer as consequências de uma atmosfera tão carregada de radiações artificiais.

Veredicto nebuloso

A suspeita de que as ondas eletromagnéticas podem ser nocivas à saúde não é novidade. Já foi inclusive cunhado o termo “eletrosmog” – combinação dos termos ingleses electric (elétrico) e smog (nevoeiro) – para designar o problema. A Organização Mundial da Saúde lançou em 1996 um programa destinado a investigar a possibilidade Dops efeitos nocivos do eletrosmog.

Jacqueline McGlade, diretora-executiva da Agência Ambiental Europeia, declarou que “pesquisas recentes sugerem que seria prudente que as autoridades sanitárias recomendassem ações que reduzissem a exposição, especialmente de grupos vulneráveis, como as crianças”. Ela lembrou os casos do amianto, do chumbo na gasolina e do tabaco – substâncias de uso difundido que só com o passar do tempo tiveram seus riscos comprovados. No futuro, os campos eletromagnéticos poderiam integrar essa lista.

Mas afinal, o que é o eletrosmog? Os especialistas o definem como uma “forma de poluição eletromagnética não ionizante”. Em outras palavras, aquela produzida pelas emissões radiofônicas, pelos fios elétricos percorridos pela corrente elétrica de grande intensidade, pelas radio-ondas dos telefones celulares e do wi-fi (wireless fidelity), ou seja, os dispositivos que podem ser coligados a redes locais (telefonia, Internet, etc.), por meio de ondas de rádio.

Eletrosmog e ondas eletromagnéticas são, portanto, perturbações causadas por fontes artificiais produzidas pelo homem, que se propagam no espaço, invadindo inclusive o habitat onde vivemos.

O corpo humano e todos os seres vivos são formados de células que nascem, vivem e se reproduzem graças a um perfeito equilíbrio eletromagnético natural. As interferências externas influem no sistema vital das células e, consequentemente, na saúde física do ser vivente. Seu efeito se relaciona à modalidade de exposição (intensidade das radiações, duração das exposições, partes do corpo expostas, etc). As radiações são capazes de modificar a estrutura química das substâncias sobre as quais incidem e podem produzir efeitos biológicos a longo prazo sobre os seres vivos, interagindo com o DNA das células.

Acredita-se que as radiações possam ter efeitos sobre os seres vivos não apenas devido à sua ação térmica, mas também por causa do seu potencial cancerígeno. Nesse sentido, os sintomas das moléstias causadas pelo eletrosmog costumam aparecer súbita e inexplicavelmente. Tratam-se em geral de insônia, dor de cabeça, inquietude, cansaço, falta de iniciativa, problemas de concentração, perda de memórias, tensão nervosa sem motivo definido. Nos casos mais graves: hipertensão, taquicardia, distúrbios da visão e da audição, estado de espírito que local onde a pessoa permanece.

As pessoas que manifestam distúrbios por causa da influência do eletrosmog são chamadas de pessoas eletrossensíveis, e seu número se encontra em constante aumento.

Como se defender? O uso de roupas feitas com tecidos capazes de bloquear, pelo menos em parte, as radiações eletromagnéticas, é um dos paliativos que estão sendo estudados. Na Itália, o Grupo Creamoda, fundado em 1993, surgiu exatamente com essa finalidade. A instituição conta já com vários tecidos feitos com um fio extremamente fino, feito de ligas metálicas capazes de bloquear boa parte das ondas eletromagnéticas. Esse fio é inserido nos tecidos através de processos de alta tecnologia, respeitando o princípio da gaiola de Faraday.

Vários outros estudos estão sendo feitos a respeito, mas a verdade é que encontrar-se uma solução definitiva parece, por enquanto, coisa impossível. Criamos e estamos desenvolvendo uma inteira civilização baseada no uso de equipamentos e tecnologias que se sustentam a partir dos princípios da eletrônica. As consequências disso ainda são imprevisíveis, não apenas em relação ao nosso corpo físico – e o de todos os demais seres vivos -, mas também quanto à nossa saúde e comportamentos psíquicos e mentais.

Por Correio Braziliense

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

PERIGO! Dormir com ventilador ligado pode trazer riscos à saúde

ventiladorO ventilador é o melhor amigo de muitas pessoas durante o dia e na hora de dormir. Apesar de parecer inofensivo, este aparelho pode trazer alguns problemas para a saúde.

Primeiro, como explica o site She Finds, o ventilador ‘seca’ o ar, fazendo com que a sua boca e a sua traqueia também sequem, dificultando ainda mais a sua noite de sono. E ainda se arrisca a ficar constipado.

Em segundo lugar, os ventiladores que não são usados com frequência durante o dia acumulam pó, portanto quando liga o aparelho, pode encher o ar (e a si mesmo) de pó. Além de desagradável, isso pode aumentar o risco de sinusite, infecções respiratórias, resfriados, etc. Para evitar estas questões, o melhor é limpar o seu ventilador com alguma frequência.

Passar a noite toda recebendo vento do ventilador também pode debilitar o seu sistema imunológico, deixando-o menos capaz de combater bactérias e vírus.

Notícias ao Minuto

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Perigo na estrada entre Mari e Guarabira

rodoviaOs bandidos estão a cada dia mais audaciosos. Em Mulungu, mais precisamente na Lealândia, entre Mari e Guarabira, os criminosos agora fazem barreiras com sacos cheios de metralha, a fim de atacar os motoristas. A localidade fica na PB 073, uma das principais rodovias do Estado, pois liga a BR 230 a BR 225, em Tangará, no Rio Grande do Norte.

Por volta das 22h dessa quarta, um grupo formado por três criminosos fizeram uma verdadeira ‘barreira’ para interceptar e roubar os moradores das proximidades da estátua de Frei Damião, existente naquele Distrito. Armados, possivelmente com revólveres, eles colocaram sacos cheios de metralha. Não podendo passar, o motoristas têm que parra e ai, eventualmente, ser assaltados.

Um casal e dois filhos, os quais não quiseram ser identificados, temendo represálias, foi surpreendido pelos bandidos quando retornava de João Pessoa para Guarabira. “Era três homens, todos vestidos de preto. Acreditamos que o plano dos ladrões era nos assaltar. Graças  a Deus uma carro maior passou por cima dos sacos de metralha, o que nos permitiu avançar a viagem. Ainda vimos os três correndo para dentro do mato”, afirmou o chefe de família.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

O casal disse que ficou estranhando quando os motoristas que vinham em sentido contrário começaram a dar sina de luz. A princípio imaginamos que se tratasse de animais soltos na rua. Entretanto se tratava de uma tentativa de assalto.

O fato, denunciado por Greice Targino e Eraldo Luis, no Grande Jornal 850, da Rádio Rural de Guarabira, foi comunicado ao Comandante do IV BPM, Ten-Cel Coronel Arilson Valério, o qual disse que adotará as providências, no sentido de investigar e tentar identificar os bandidos.

 

nordeste1