Arquivo da tag: pelo

Extrato de tomate com pelo de rato é interditado pela Anvisa

extratoUm lote do extrato de tomate Bonare, fabricado pela empresa Goiás Verde Alimentos Ltda, foi interditado por 90 dias pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) por ter pelo de rato acima do limite tolerado. Segundo a agência reguladora, pesquisas no lote 29 H1 mostraram resultado insatisfatório na análise de matéria estranha macroscópica e microscópica, “devido à presença de fragmentos de pelo de roedor, matéria estranha indicativa de risco à saúde, acima do limite de tolerância estabelecido, que é 1 em 100g”.

A Anvisa também suspendeu a distribuição, venda e uso da Máscara Care Repair Portier Fine Professional Hair, fabricado por Di Fiorena Indústria Cosmética Ltda EPP. O lote 0940713020 tem validade até julho de 2016. O lote apresentou resultado insatisfatório no ensaio de identificação de formaldeído. O fabricante protocolou o cancelamento a pedido de produto notificado, por suspeita de falsificação, disse a agência.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Acompanhe o noticiário de Economia pelo Twitter @AnoteePoupe

Extra

 

Anvisa proíbe venda de lote de açúcar com excremento e pelo de roedor ‘acima do tolerado’

acucarA Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a venda de um lote de açúcar cristal da marca Nevada porque testes encontraram excremento e pelo de roedor “acima do limite de tolerância estabelecido”. A medida foi publicada por meio de resolução no “Diário Oficial” da União desta quarta-feira (22).

Fica proibida a distribuição e venda do lote MO5-LOT 0307 do açúcar cristal Nevada, com validade até 7 de março de 2016. O produto é fabricado pela Mercavalle Mercantil Vale do Sol, da cidade de Contagem, em Minas Gerais.

De acordo com a Anvisa, essas “matérias estranhas” indicam risco à saúde humana, além de falhas das boas práticas.

G1

 

Movimentos sociais saem às ruas em luta pelo Plebiscito Constituinte

Reprodução/Página 13
Reprodução/Página 13

Nesta segunda-feira (7), diversos movimentos sociais realizaram atos e intervenções artísticas pelo país no Dia Nacional de Luta pela Constituinte. Entre eles, o MST, Levante Popular da Juventude, a Consulta Popular, o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) e a Marcha Mundial das Mulheres (MMM).

As ações, que aconteceram em 14 estados, tiveram como objetivo chamar a atenção da sociedade para o Plebiscito Popular pela Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político, cujas coletas de votos acontecem daqui a dois meses, entre os dias 1 a 7 de setembro.

Panfletagens, colagem de cartazes, pinturas, baterias de rua, aulas públicas e pequenas ocupações culturais foram algumas das formas usadas pelas organizações para debater o tema com a sociedade.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Com pinturas em murais, colagem de cartazes e agitação com bandeiras e baterias buscamos conscientizar a população sobre a importância da revisão dos atuais processos dentro do poder”, disse Laryssa Sampaio, do Levante Popular da Juventude.

Desde agosto de 2013, mais de 250 organizações, movimentos sociais, centrais sindicais, partidos políticos constroem a ferramenta do Plebiscito Popular para promover mudanças no sistema político brasileiro. Atualmente, já foram criados mais de 600 comitês populares em todo o país.

Jaime Amorim, da coordenação nacional do MST, acredita “o nosso sistema representativo está falido. Uma reforma política é necessária para que a sociedade civil tenha cada vez mais espaço nas decisões tomadas pelos nossos poderes”.

A votação, prevista para acontecer na semana da pátria e que pretende coletar 10 milhões de votos em todo o Brasil, trará apenas uma única pergunta: “Você é a favor de uma constituinte exclusiva e soberana sobre o sistema político?”

Para Diva Braga, da Consulta Popular, a luta pelo plebiscito é o há de mais relevante em termos constituintes desde As Diretas Já! “Essa é a nossa prioridade de lutas atualmente, pois congrega a participação da sociedade civil nas mudanças estruturais do país”, coloca.

As ações aconteceram em São Paulo, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Pernambuco, Brasília, Bahia, Ceará, Paraná, Minas Gerais, Sergipe, Rio Grande do Norte, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso.

por Maura Silva da Página do MST

 

Para ser salva pelo ex, mulher põe fogo em casa ele não apareçeu e ela morreu

 

mulheKatrina-Rose Black, de 21 anos, ligou para o ex-namorado, Anthony Ashworth, dizendo que estava sozinha em casa e que queria que ele fosse vê-la na residência em Burnley(Inglaterra).

Após desligar o telefone, ela pôs fogo em roupas e esperou que Anthony aparecesse a salvasse. Ele não apareceu e Katrina-Rose acabou morrendo no incêndio.

Quando o ex foi ao local, juntamente com os bombeiros, já era tarde demais. O fogo já tinha consumido a maior parte do interior do imóvel.

Investigadores descobriram que a jovem, que tinha dois filhos, apresentava um histórico de mentiras para chamar atenção, incluindo o falso drama de estar sofrendo de câncer no cérebro, de acordo com reportagem do “Daily Mail”.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Em fevereiro de 2010, Katrina-Rose já havia sido resgatada de um incêndio em casa. Desconfia-se de que o incidente tenha sido provocado por ela.

por Fernando Moreira

Secretaria de Assistência Social de Mari realiza caminhada pelo enfrentamento ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes

A Secretaria de Assistência Social de Mari, através do CREAS (Centro de Referência de Assistência Social) realizou, no último dia 29 de maio, uma caminhada em homenagem ao dia 18, dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. O evento aconteceu com a participação em massa de todas as escolas da rede municipal, estadual e várias da rede particular. “O objetivo principal desta caminhada foi mostrar que não aceitamos maltrato, violência e exploração de nossas crianças e adolescentes, já que casos e mais casos de exploração sexual e violência temos visto acontecer em nossa cidade e nesse Brasil. Estaremos sempre em defesa de nossas crianças e adolescentes”, disse Andressa Martins, secretária de assistência social de Mari. A caminhada saiu das rodoviária da cidade e se dirigiu ao centro da cidade, onde aconteceram várias apresentações realizadas por crianças e adolescentes das várias escolas que participaram. O conselho tutelar do município também participou do evento, já que tem acompanhado de perto os casos de abuso, violência e exploração sexual de crianças e adolescentes na cidade. O prefeito Marcos Martins esteve presente. “Não poderíamos de aqui está para ficar ao lado de nossas crianças e adolescentes, dando total apoio ao trabalho da assistência social, através do CREAS e Conselho Tutelar de Mari. Nossa crianças e adolescentes serão o futuro de nossa terra e não podemos abandoná-las. Como gestor estarei sempre dando apoio a essa luta digna em favor de nosso povo”, disse o prefeito de Mari.

 

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

 

 

 

 

 

 

  Codecom – prefeitura de Mari

Depois de ter pré-candidatura ao governo ‘rifada’ pelo PT, Nadja se inscreve para concorrer à Câmara Federal

nadja-palitotDepois de ter tido sua pré-candidatura ao governo do estado ‘rifada’ pelo PT, a ex-deputada estadual Nadja Palitot realizou no final da manhã desta sexta-feira (30), a sua pré-inscrição para disputar uma vaga na Câmara Federal. Nadja atende um pedido do partido, do prefeito Luciano Cartaxo, e da presidenta Dilma Rousseff, colocando o seu nome à disposição para compor o quadro de deputados federais da Paraíba.

“Sempre confiei nas determinações do meu partido, e também estarei atendendo um chamado das pessoas que, diversas vezes, manifestaram o desejo que eu participasse das eleições deste ano”, explicou.

A petista ressaltou que entra mais uma vez para somar o projeto do Partido dos Trabalhadores e caminhará junto para que a legenda eleja o seu primeiro senador, o companheiro Lucélio Cartaxo, que possui uma história na militância partidária e social na Paraíba.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Quero que João Pessoa continue crescendo, uma Paraíba melhor, sem perseguição, com menos violência, e com mais humanidade, e que o Brasil permaneça no caminho certo”, destacou a petistas, que finalizou dizendo que, assim como os seus companheiros, estará apoiando a aliança entre o PT e o PMDB.

Blog do Gordinho com assessoria

STF faz audiência pública sobre internação pelo SUS

stfO Supremo Tribunal Federal (STF) promove hoje (26), às 14h, audiência pública sobre internações hospitalares pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A discussão vai tratar da possibilidade de, em uma internação pelo SUS, haver melhoria no tipo de acomodação do paciente e a contratação de profissional de sua preferência mediante o pagamento da respectiva diferença.

De acordo com declaração do ministro Dias Toffoli, do STF, ao site do tribunal, esse tipo de internação, se permitida, faria com que “pessoas com menos posses fossem para um sistema mais precário e pessoas com mais posses, mesmo se utilizando do SUS, tivessem acesso  a um serviço melhor de saúde”. A questão levantada é se esse tipo de internação fere algum princípio constitucional que confere ao SUS oportunidade de acesso igual a todos.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A discussão foi motivada por um recurso do Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul contra a Justiça Federal da 4ª Região, que negou à entidade a possibilidade de estabelecer essa prática. Toffoli é o relator do processo. Durante a audiência, serão ouvidos 14 expositores, entre eles o ministro da Saúde, Arthur Chioro, falando em nome da União.

Entidades representativas de usuários, entidades hospitalares e conselhos de Estado também vão se manifestar na audiência, entre elas a Procuradoria-Geral da República, o Conselho Nacional de Secretários de Saúde e a Agência Nacional de Saúde Suplementar. Ao site do STF, Toffoli destacou ainda que a audiência pública é importante porque “para a deliberação jurídica, é necessário ter a compreensão da realidade fática que está ocorrendo no mundo real e não só no mundo das normas ou da Constituição Federal”.

 

por Davi Lambertine

Cássio comemora apoio do SD na disputa pelo Governo da PB e confirma presença na coletiva desta terça-feira

confirmado-benjamin-e-cassio-mantem-encontro-hoje-em-brasilia“É extremamente gratificante e honroso ter o apoio do SD neste momento de preparativos para o pleito que se aproxima”. Foi assim que o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), comemorou a adesão do partido comandado pelo deputado federal Benjamim Maranhão à candidatura do PSDB ao Governo da Paraíba nas eleições 2014.

Cássio confirmou ainda a presença na coletiva de imprensa, agendada para esta terça-feira (27), às 11h, na sede da Associação Paraibana de Imprensa, em João Pessoa, que vai oficializar o apoio do SD ao PSDB, ocasião em que o deputado federal Benjamim Maranhão irá explicar as motivações da decisão dessa união.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Cássio destaca ainda o inegável conhecimento do Estado, dos seus problemas e suas potencialidades que tem o deputado federal Benjamim Maranhão.

Para o senador, é importante que o Estado se reconcilie, pois conforme seu entendimento, a Paraíba vem perdendo muito com brigas desnecessárias e que é preciso estabelecer um novo momento com a sua classe política, principalmente no que diz respeito ao contraditório.

“A bancada federal paraibana, é um exemplo positivo, pois dá provas constantes de maturidade política, atuando sempre em acordo com o interesse maior do Estado. E esta afirmação é extensiva a todos os parlamentares federais da Paraíba, indistintamente”, registrou.

Segundo Cássio, a questão nacional também foi um fator importante na construção desta aliança, pois no âmbito nacional, o SD apoia a candidatura do senador Aécio Neves à presidência da República e o presidente Nacional do Solidariedade, Paulinho da Força, foi extremamente importante na construção desta aliança política que tem como objetivo estabelecer um momento de harmonia política no Estado.

 

pbagora

Mais de 200 gestores da Paraíba estão na lista dos ‘inelegíveis’ apontados pelo TCU

Edição paraibana do Diálogo Público
Edição paraibana do Diálogo Público

O Tribunal de Contas da União (TCU) enviará ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a lista com mais de 6 mil gestores de todo o país que tiveram contas rejeitadas. Quem constar dessa lista será enquadrado na Lei da Ficha Limpa e não poderá disputar mandatos eletivos deste ano. Segundo o presidente do TCU, ministro Augusto Nardes, da Paraíba são mais de 200 gestores que terão os nomes encaminhados à Justiça Eleitoral.

Nessa segunda-feira (19), em Campina Grande, o presidente do TCE, conselheiro Fábio Nogueira, já tinha revelado que estará encaminhando ao Tribunal Regional Eleitoral, também nos próximos dias, uma lista com mais de 540 nomes de gestores públicos que tiveram as contas reprovadas e que, portanto, estariam impedidos de se candidatar este ano.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Augusto Nardes defendeu que as cortes de contas trabalhem mais na prevenção, para que evitar desvios de recursos públicos e orientar, uma nova forma de trabalhar, junto com o Tribunal de Contas do Estado, e junto com todos os tribunais do Brasil. “Vamos fazer as chamadas ‘auditorias coordenadas’, que é mostrar como é que está a educação, como está a entrega da educação, mostrar como está a saúde, como é que está a segurança”, disse.

João Augusto Ribeiro Nardes participou, nesta terça-feira (20), em João Pessoa, da sétima edição estadual do Diálogo Público, realizado no Hotel Tambaú. Esse encontro é promovido pelo TCU e pelo Tribunal de Contas do Estado e foi aberto com a presença do governador Ricardo Coutinho e do prefeito Luciano Cartaxo. Também participaram o presidente da Assembleia legislativa, deputado Ricardo Marcelo (PEN), e o presidente da Câmara de Vereadores de João Pessoa, vereador Durval Ferreira (PP).

Para o presidente do TCU, é inaceitável que no Brasil não tenha um trabalho integrado de segurança no país. “O controle se antecipa, faz um trabalho preventivo que, desta forma, a gente pode racionalizar e entregar com mais eficiência, com mais qualidade os produtos. As pessoas morrerem sem dignidade nos hospitais, nos corredores. Isso está acontecendo em todo o Brasil e é inaceitável”, comentou.

A edição paraibana do Diálogo Público é uma parceria do TCU com o TCE-PB, a Controladoria-Geral da União, a Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup), Focco-PB (Fórum Paraibano de Combate à Corrupção) e o Conselho Regional de Contabilidade da Paraíba (CRCPB).

Durante o evento foram ministradas palestras com o procurador geral do Ministério Público junto ao TCU, Sérgio Ricardo Costa Caribe (O Papel do Controle Externo na Promoção da Acessibilidade), o auditor do TCU Luiz Geraldo Santos Wolner (Controles Internos: Gestão de Risco) e o coordenador do Núcleo de Ação de Prevenção da Controladoria Geral da União na Paraíba, Gabriel Aragão Wright (Acesso à Informação e Transparência).

Por Hermes de Luna

Lei federal muda e obriga instituições a conceder bolsas filantrópicas só pelo Prouni

Reitora explicou as ações que o Unipê adotará
Reitora explicou as ações que o Unipê adotará

Uma alteração na lei federal nº 12.868 de 2013, obrigou todas as instituições de ensino do país que, na sua personalidade jurídica, também se enquadram em ações de filantropia, a alterarem os critérios para distribuição de bolsas de estudos. No Estado, o Centro Universitário de João Pessoa (Unipê) já fez um levantamento sobre essa situação que afetará diretamente os alunos, a partir do segundo semestre deste ano.

Com essa mudança na legislação federal, todas as instituições de ensino que se encaixam nesses padrões têm que conceder uma bolsa integral para cada cinco alunos pagantes. No caso de bolsas parciais, será uma para cada nove alunos pagantes. “Somos agora obrigados a fazer a distribuição das bolsas, sejam integrais ou parciais, somente a quem aderir e preencher todos os critérios do Prouni”, mostrou o assessor jurídico do Unipê, Marcelo Weick.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O Unipê tem 9.627 alunos de graduação. Para esse contingente, são 1.016 bolsas dentro dos critérios do Prouni (o que equivale a R$ 9 milhões, 472 mil e 26, ao ano); e 1.260 bolsas filantrópicas (o equivalente a R$ 7 milhões, 44 mil e 861, por ano). No total, os gastos do Unipê com as bolsas chegam a R$ 16 milhões.

Do total de alunos do Unipê, 1.061 têm bolsas integrais, 8.566 são pagantes. Com os novos critérios, o Unipê terá que conceder mais 895 bolsas integrais, dentro dos critérios para seleção do Prouni.

A reitora Ana Flávia Pereira da Fonseca enfatiza que as 1.200 bolsas de filantropia já existentes (que equivalem a um custo de R$ 12 milhões, 736 mil e 203) serão bancadas pela instituição até o seu término. “Nenhum aluno será prejudicado”, garantiu.

Além das bolsas, o Unipê mantém gastos de R$ 2 milhões e 273 mil com ‘incentivos estudantis’, que atendem alunos selecionados por mérito. “O aluno recebe uma bolsa de R$ 450,00 por mês para monitoria, pesquisa e extensão. Não é bolsa filantropia. Segue também um edital rigoroso para seleção dos beneficiados. É investimento com dinheiro da instituição”, explicou a reitora.

A reitora lembrou que o Governo sabe que mesmo oferecendo 100% de bolsas integrais as instituições particulares não preenchem essas metas.

Marcelo Weick destacou que o Unipê não é uma associação beneficente. “Apenas somos detentora de personalidade jurídica para filantropia. Nós somos uma entidade educacional”, salientou.

Por Hermes de Luna