Arquivo da tag: paraibanos

Covid-19: dos 223 municípios paraibanos, 218 têm registros da doença

A Paraíba possui 223 municípios, destes, apenas cinco não registraram contaminação pelo novo coronavírus (covid-19) mesmo com o avanço da doença no interior. Nas últimas 24h, o estado contabilizou 1.270 novos casos e 25 mortes em decorrência da doença.

De acordo com o mais recente boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), 57.614 pessoas que já contraíram a doença, 20.604 que já se recuperaram e 1.196 faleceram.

A Paraíba, segundo o Ministério da Saúde, é o estado que mais testa para covid-19 na Região Nordeste. Até o momento, 170.080 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados.

Os casos confirmados estão distribuídos por 218 dos 223 municípios paraibanos:

Água Branca (35); Aguiar (19); Alagoa Grande (514); Alagoa Nova (195); Alagoinha (559); Alcantil (22); Algodão de Jandaíra (4); Alhandra (387); Amparo (12); Aparecida (36); Araçagi (328); Arara (116); Araruna (140); Areia (192); Areia de Baraúnas (2); Areial (33); Aroeiras (103); Assunção (27); Baia da Traição (278); Bananeiras (96); Baraúna (119); Barra de Santa Rosa (23); Barra de Santana (67); Barra de São Miguel (9); Bayeux (1028); Belém (445); Belém do Brejo do Cruz (13); Bernardino Batista (3); Boa Ventura (3); Boa Vista (58); Bom Jesus (6); Bom Sucesso (7); Bonito de Santa Fé (6); Boqueirão (161); Borborema (7); Brejo do Cruz (146); Brejo dos Santos (8); Caaporã (799); Cabaceiras (16); Cabedelo (1969); Cachoeira dos Índios (45); Cacimba de Areia (7); Cacimba de Dentro (61); Cacimbas (39); Caiçara (283); Cajazeiras (747); Cajazeirinhas (1); Caldas Brandão (103); Camalaú (2); Campina Grande (7775); Capim (127); Caraúbas (26); Carrapateira (26); Casserengue (145); Catingueira (15), Catolé do Rocha (174); Caturité (62); Conceição (113); Condado (87); Conde (470); Congo (40); Coremas (40); Coxixola (12); Cruz do Espírito Santo (227); Cubati (55); Cuité (121); Cuité de Mamanguape (64); Cuitegí (175); Curral de Cima (15); Curral Velho (1), Damião (3); Desterro (37); Diamante (3); Dona Inês (33); Duas Estradas (44); Emas (4); Esperança (303); Fagundes (56); Frei Martinho (3); Gado Bravo (76); Guarabira (2581); Gurinhém (226); Gurjão (19); Ibiara (13); Igaracy (4); Imaculada (24); Ingá (410); Itabaiana (774); Itaporanga (49); Itapororoca (298); Itatuba (174); Jacaraú (150); Jericó (5); João Pessoa (15817); Joca Claudino (2); Juarez Távora (198); Juazeirinho (125); Junco do Seridó (28); Juripiranga (335); Juru (13); Lagoa (4); Lagoa de Dentro (50); Lagoa Seca (480); Lastro (15); Livramento (45); Logradouro (77); Lucena (215); Mãe d’Água (14); Malta (25); Mamanguape (1531); Manaíra (7); Marcação (89); Mari (562); Marizópolis (8); Massaranduba (203); Mataraca (120); Matinhas (50); Mato Grosso (7); Matureia (25); Mogeiro (86); Montadas (34); Monteiro (131); Mulungu (214); Natuba (45); Nazarezinho (8); Nova Floresta (24), Nova Olinda (7); Nova Palmeira (39); Olho D´Água (35); Olivedos (44); Parari (4); Passagem (30); Patos (1952); Paulista (66); Pedra Lavrada (23); Pedras de Fogo (1044); Pedro Régis (29); Piancó (84); Picuí (112); Pilar (188); Pilões (39); Pilõezinhos (173); Pirpirituba (127); Pitimbu (530); Pocinhos (66); Poço Dantas (3); Pombal (173); Prata (2); Princesa Isabel (45); Puxinanã (201); Queimadas (646); Quixaba (26); Remígio (179); Riachão (31); Riachão do Bacamarte (192); Riachão do Poço (40); Riacho de Santo Antônio (18); Riacho dos Cavalos (5); Rio Tinto (593); Salgadinho (11); Salgado de São Felix (126); Santa Cecília (21); Santa Cruz (14); Santa Helena (10); Santa Inês (21); Santa Luzia (178); Santa Rita (1441); Santa Terezinha (38); Santana de Mangueira (4); Santana dos Garrotes (6); Santo André (5); São Bentinho (24); São Bento (677); São Domingos do Cariri (26); São Francisco (11); São João do Cariri (37); São João do Rio do Peixe (90); São João do Tigre (4); São José da Lagoa Tapada (18); São José de Caiana (32); São José de Espinharas (10); São José de Piranhas (75); São José de Princesa (1); São José do Bonfim (51); São José do Brejo do Cruz (5); São José do Sabugi (164); São José dos Cordeiros (4); São José dos Ramos (116); São Mamede (33); São Miguel de Taipu (77); São Sebastião de Lagoa de Roça (127); São Sebastião do Umbuzeiro (4); São Vicente do Seridó (26); Sapé (626); Serra Branca (85); Serra da Raíz (14); Serra Grande (8); Serra Redonda (153); Serraria (36); Sertãozinho (50); Sobrado (97); Solânea (193); Soledade (99); Sossego (7), Sousa (631); Sumé (90); Tacima (81); Taperoá (51); Tavares (32); Teixeira (86); Tenório (11); Triunfo (13); Uiraúna (28); Umbuzeiro (45); Várzea (8); Vieirópolis (4); Vista Serrana (2), Zabelê (6).

Nesta quinta-feira, os óbitos registrados ocorreram nas seguintes cidades:

Arara (1), Belém (2), Boa Vista (1), Campina Grande (2), Conde (1), Coremas (1), Guarabira (1), Itabaiana (1), João Pessoa (9), Pedras de Fogo (1), Pitimbu (1), Santa Rita (1), São Bento (1) e Sapé (2).

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 57%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 64%. Em Campina Grande, estão ocupados 55% dos leitos de UTI adulto e no sertão, 52% dos leitos de UTI para adultos.

O índice de Isolamento Social foi de apenas 40 %, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%.

 

PB Agora

 

Assembleia aprova projetos para proteger servidores paraibanos do covid-19

Testagem mensal de servidores da saúde e da segurança pública, de funcionários do Estado que trabalham em repartições com casos confirmados de covid-19 e a implantação de barreira física para proteção de auxiliares administrativos em unidades públicas de saúde. Estes foram três projetos de lei aprovados pela Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), nesta quarta-feira (8), durante sessão extraordinária realizada de forma remota.

O projeto de lei 1736/2020, de autoria do deputado Wallber Virgolino, dispõe sobre a realização pela Administração Pública do Estado da Paraíba, mediante requerimento do interessado, de exames laboratoriais para detecção do novo Coronavirus Sars-Cov-2, em servidores dos órgãos públicos onde houver pessoas já diagnosticadas com a doença.

Já o projeto de Lei 1806/2020, de autoria do deputado estadual Buba Germano, determina a testagem para Covid-19 em todos os profissionais que atuam na área de Saúde e Segurança Pública, a cada 30 dias, independente de apresentar ou não sintomas da doença.

A adoção de barreira física transparente para proteção e diminuição do contágio dos auxiliares administrativos que atuam na portaria, recepção, cadastro, bem como triagem de pacientes em Unidades Públicas de Saúde, também foi aprovada, através do projeto de lei 1808/2020, de autoria da deputada estadual Estela Bezerra.

Todas as matérias aprovadas agora seguem para sanção do governador João Azevêdo.

 

agenciaalpb

 

 

Lista com nomes de 30 mil paraibanos que receberam auxílio emergencial indevidamente será enviada à Polícia Federal e ao Ministério Público Federal

A Controladoria Geral da União (CGU), regional Paraíba, encaminha na tarde desta segunda-feira (06), à Polícia Federal e ao Ministério Público Federal (MPF), uma lista com nomes de 30 mil paraibanos que receberam o auxílio emergencial indevidamente. No documento estão nomes de servidores públicos e de pessoas da classe média alta, na Paraíba.

“Estamos encaminhando ao Ministério Publico Federal e a Polícia Federal a lista contendo o nome dessas pessoas para que, em atuação conjunta com esses órgãos, de enfrentamento a corrupção possamos unir esforços, no sentido de fazer com que essas pessoas que receberam o auxílio emergencial indevidamente regularizem suas situações e assim não venham necessitar responder pelo crime de falsidade ideológica, cuja pena prevista é de 1 a 5 anos, de reclusão e multa”, comentou o superintendente da CGU-PB, Severino Queiroz.

Além dos servidores públicos já identificados, a CGU ainda encontrou entre os nomes: 539 sócios de empresas, 107 proprietários de embarcações, 1.095 donos de veículos de luxo e 170 residentes no exterior. Apesar de estarem dentro da ‘high society’, o grupo solicitou o benefício destinado a trabalhadores informais, de baixa renda e/ou desempregados.

A CGU-PB também já encaminhou os ofícios às prefeituras e ao Governo do Estado para que notifique os servidores públicos que receberam o auxílio emergencial. “Para os maiores municípios já enviamos, para o Governo do Estado. Boa parte já encaminhamos. Faltam algumas prefeituras porque o site está desatualizado”, frisou. Severino Queiroz destacou que a medida é para que um maior número de pessoas devolva o dinheiro que recebeu e evitem uma ação da Polícia Federal.

A lista com o nome dessas pessoas será encaminhada ao Ministério Público Federal (MPF) e a Polícia Federal (PF) para que iniciem os procedimentos de investigação. Essas pessoas podem devolver o dinheiro através do site do Ministério da Cidadania. Lá está o passo a passo que deverá ser seguido e evitar o nome esteja sob investigação dos órgãos federais.

 

clickpb

 

 

Pesquisa da Consult constata que 63,5% dos paraibanos querem o retorno do comércio

Uma pesquisa realizada pelo Instituo Consult, em parceria com o Sistema Arapuan de Comunicação, mostra que 63,5% das pessoas entrevistas na Paraíba querem que o Governo do Estado libere a retomada do comércio em algumas atividades não essenciais.

Na mesma pesquisa 31,5% dos entrevistados não concordam com a flexibilização das atividades comerciais no Estado e 1% não tem opinião formada sobre o assunto.

A pesquisa foi realizada com 2000 entrevistados entre o dia 18/06 e 22/06 em sete regiões da Paraíba. O resultado está sujeito a uma margem de erro máximo permissível de 2,0%, com confiabilidade de 95%.

 

paraiba.com.br

 

 

Covid-19 está presente em quase 92% dos municípios paraibanos

Dados do último boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde apontam que a Covid-19 está presente em 91,92% dos municípios paraibanos. Dos 223 municípios da Paraíba, 205 já registram um ou mais casos da doença, enquanto outras 18 localidades permanecem sem nenhum registro de dados oficiais.

Ainda segundo o boletim, o Estado aumentou em 27,32% o número de municípios na comparação com o relatório do dia 21 de maio, subindo 44 localidades nos últimos 15 dias.

João Pessoa lidera o número de casos com 5.552 notificações, seguida de Campina Grande com 2.171, Cabedelo na terceira posição com 1.021 e Guarabira na quarta posição do estado com 825 registros. Patos aparece na estatística da Secretaria de Estado da Saúde com 717 casos, ocupando a quinta colocação, embora os números reais seriam 798, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde.

Com população de 4.018.125 habitantes, o estado registra a média de 1 caso do novo coronavírus a cada 216 habitantes. Confira a situação do seu município;

Água Branca (4); Aguiar (1); Alagoa Grande (109); Alagoa Nova (49); Alagoinha (153); Alcantil (4) Alhandra (177); Amparo (12); Aparecida (8); Araçagi (60); Arara (21); Araruna (5); Areia (69); Areia de Baraúnas (1); Areial (13); Aroeiras (39); Assunção (18); Baia da Traição (64); Bananeiras (38); Baraúna (49); Barra de Santa Rosa (11); Barra de Santana (19); Barra de São Miguel (3); Bayeux (435); Belém (64); Belém do Brejo do Cruz (3); Bernardino Batista (1); Boa Ventura (1); Boa Vista (37); Bom Jesus (1); Bom Sucesso (2); Bonito de Santa Fé (1); Boqueirão (36); Borborema (2); Brejo do Cruz (10); Brejo dos Santos (1); Caaporã (452); Cabaceiras (1); Cabedelo (1021); Cachoeira dos Índios (11); Cacimba de Areia (5); Cacimba de Dentro (30); Cacimbas (5); Caiçara (28); Cajazeiras (132); Cajazeirinhas (1); Caldas Brandão (20); Campina Grande (2171); Capim (44); Caraúbas (1); Carrapateira (1); Casserengue (20); Catingueira (5), Catolé do Rocha (60); Caturité (16); Conceição (7); Condado (44); Conde (125); Congo (11); Coremas (17); Coxixola (7); Cruz do Espírito Santo (129); Cubati (3); Cuité (10); Cuité de Mamanguape (10); Cuitegi (55); Curral de Cima (10); Curral Velho (1), Damião (2); Desterro (11); Diamante (1); Dona Inês (3); Duas Estradas (29); Emas (1); Esperança (92); Fagundes (9); Gado Bravo (42); Guarabira (825); Gurinhém (60); Gurjão (15); Ibiara (5); Igaracy (2); Imaculada (8); Ingá (92); Itabaiana (260); Itaporanga (3); Itapororoca (40); Itatuba (62); Jacaraú (19); Jericó (2); João Pessoa (5552); Joca Claudino (1); Juarez Távora (41); Juazeirinho (59); Junco do Seridó (12); Juripiranga (148); Juru (5); Lagoa (3); Lagoa de Dentro (9); Lagoa Seca (133); Lastro (1); Logradouro (11); Lucena (94); Mãe d’Água (4); Malta (18); Mamanguape (238); Manaíra (2); Marcação (8); Mari (148); Marizópolis (4); Massaranduba (44); Mataraca (31); Matinhas (18); Mato Grosso (7); Matureia (11); Mogeiro (9); Montadas (12); Monteiro (32); Mulungu (39); Natuba (10); Nazarezinho (1); Nova Floresta (4), Nova Olinda (3); Nova Palmeira (6); Olho D´Água (18); Olivedos (6); Ouro Velho (1); Passagem (13); Patos (717); Paulista (24); Pedra Lavrada (9); Pedras de Fogo (342); Pedro Régis (1); Piancó (22); Picuí (29); Pilar (49); Pilões (13); Pilõezinhos (68); Pirpirituba (26); Pitimbu (138); Pocinhos (10); Pombal (77); Prata (1); Princesa Isabel (14); Puxinanã (51); Queimadas (133); Quixaba (6); Remígio (53); Riachão (1); Riachão do Bacamarte (118); Riachão do Poço (7); Riacho de Santo Antônio (5); Riacho dos Cavalos (2); Rio Tinto (93); Salgadinho (6); Salgado de São Felix (36); Santa Cecília (7); Santa Helena (2); Santa Inês (2); Santa Luzia (75); Santa Rita (707); Santa Terezinha (17); Santana dos Garrotes (2); Santo André (1); São Bentinho (11); São Bento (187); São Francisco (5); São João do Cariri (10); São João do Rio do Peixe (13); São João do Tigre (1); São José da Lagoa Tapada (15); São José de Caiana (15); São José de Espinharas (3); São José de Piranhas (8); São José do Bonfim (16); São José do Sabugi (71); São José dos Cordeiros (3); São José dos Ramos (19); São Mamede (17); São Miguel de Taipu (32); São Sebastião de Lagoa de Roça (35); São Sebastião do Umbuzeiro (4); São Vicente do Seridó (17); Sapé (275); Serra Branca (3); Serra da Raiz (11); Serra Grande (1); Serra Redonda (57); Serraria (14); Sertãozinho (18); Sobrado (28); Solânea (87); Soledade (16); Sousa (252); Sumé (36); Tacima (28); Taperoá (35); Tavares (8); Teixeira (25); Tenório (1); Uiraúna (4); Umbuzeiro (16); Várzea (1); Vieirópolis (3); Vista Serrana (1).

paraiba.com.br

 

 

Covid-19: câmeras irão medir temperatura dos paraibanos em 22 cidades

Para o enfrentamento e a prevenção da Covid-19, o Governo da Paraíba já está usando a tecnologia de alta precisão para medir a temperatura corpórea das pessoas em 22 municípios do Estado, incluindo todas as regiões. O objetivo é medir a temperatura das pessoas, visando oferecer um ambiente de circulação mais seguro no combate também preventivo ao novo coronavírus como mais uma das ações estratégicas do Governo.

As 12 câmeras termográficas fixas já foram instaladas e estão em pleno funcionamento nas repartições públicas enquanto as outras 10 câmeras móveis entregues aos municípios. As repartições já estão fazendo uso desses equipamentos para a leitura da temperatura de pele de 30 pessoas simultaneamente. As fixas foram instaladas em repartições como hospitais, policlínicas, centro de distribuição de medicamentos e em cadeias públicas. O equipamento tem tecnologia para emitir alertas em caso de pessoas com temperatura febril onde as câmeras foram instaladas.

Novo sistema traz modernização e amplitude – A instalação das câmeras termográficas em locais públicos faz parte de um novo sistema de modernização do Governo da Paraíba nas áreas de segurança e fiscalização, por monitoramento de áreas públicas de todo o Estado, via câmeras filmadoras (videomonitoramento), iniciado em abril deste ano. O projeto de modernização é composto por 1.600 câmeras em 1.200 pontos pré-definidos por critério da segurança pública. É um projeto completo de modernização previsto para conclusão em até 36 meses, mas diante da urgência e do contexto de pandemia da Covid-19 no Estado, houve a inclusão de 22 câmeras fixas e móveis termográficas, de forma imediata.

O Governo da Paraíba já capacitou os servidores públicos para o uso e monitoramento das câmeras de calor e das telas das 12 fixas, como também das 10 móveis. Todos os equipamentos já foram entregues e instalados aos municípios e estão disponíveis para o pleno funcionamento.

As câmeras fixas estão instaladas em 12 municípios: João Pessoa, Santa Rita, Bayeux, Cabedelo; Campina Grande, Santa Luzia, Patos, Sousa, Catolé do Rocha, Pombal, Uiraúna e Cajazeiras. E câmeras móveis entregues em outras 10 cidades. (Veja o quadro abaixo com a lista completa dos 22 municípios que receberam as câmeras termográficas fixas e móveis).

Além de câmeras termográficas em pontos fixos públicos do Estado, outras 10 câmeras móveis portáteis completam esse projeto inicial do novo sistema de modernização de segurança do Estado. O modelo das câmeras portáteis é a Handheld. Esse modelo é projetado para detectar temperatura elevada com alta precisão em tempo real de locais públicos, mas também esses modelos emitem alertas em casos de suspeita de alta temperatura. A bateria é capaz de suportar até 8 horas de funcionamento contínuo. Já as câmeras fixas estão distribuídas nas principais cidades da Paraíba e interligadas ao CIOP na Capital João Pessoa, via fibra óptica, para armazenamento e monitoramento das imagens. A tecnologia termográfica é da empresa Hikvision.

Uma tecnologia de ponta para isolar pessoas – As câmeras termográficas medem com precisão as temperaturas que estejam na faixa deixa de 30°C a 45°C (graus Celsius). Graças à alta precisão de medição, a câmara pode ser usada para detectar pessoas em estado febril com elevada temperatura corporal ou de outras infecções que causam um aumento de temperatura. Um dos principais sintomas ou um dos mais comuns da Covid-19 é o aumento da temperatura ou o estado febril. Esse tipo de solução será ideal para isolar essas pessoas com alta temperatura e que estejam se deslocando nesses espaços públicos e, assim, evitar a possível disseminação do novo coronavírus.

Até 30 pessoas simultaneamente – Uma das medidas preventivas recomendadas por protocolos seguidos pelo Estado é medir a temperatura de um grande número de pessoas num curto período de tempo e em espaços de aglomeração, como, por exemplo, repartições públicas, aeroportos, escolas, hospitais, empresas, lojas, prisões, shoppings, etc.. Assim que as pessoas passam pelo raio das câmeras, elas fazem uma procura automaticamente por várias áreas do corpo das pessoas e medem a temperatura em fração de segundos de até 30 pessoas simultaneamente.

Avaliando por vídeos de dia e noite – Enfim, as câmeras de imagem térmica ou de calor serão mais um complemento tecnológico ideal na prevenção da Covid-19 no Estado da Paraíba tanto para a monitorização visual na luz visível, que é refletida e na radiação infravermelha próxima, mas, sobretudo, no isolamento instantâneo de pessoas suspeitas. Os avaliadores farão monitoramento por telas analógicas ou IP para saber identificar o reconhecimento correto das pessoas febris, tanto durante o dia como a noite, com o uso de iluminadores infravermelhos. A temperatura é identificada nas telas do monitor de forma individual.

Para celebrar o novo sistema de modernização por vídeomonitoramento, o Governo do Estado da Paraíba celebrou um “Termo de acordo de benefício fiscal” com base em convênio autorizado pelo Confaz.

VEJA A LISTA COMPLETA DAS CIDADES E LOCAIS DE INSTALAÇÃO DAS CÂMERAS

CIDADES COM
TERMOGRÁFICAS
LOCAIS INSTALADOS
JOÃO PESSOA (fixa) CEDMEX
SANTA RITA CEDMEX
BAYEUX (fixa) CADEIA PÚBLICA DE BAYEUX
CABEDELO (fixa) HOSPITAL E MATERNIDADE MUNICIPAL PE ALFREDO BARBOSA
CATOLÉ DO ROCHA (fixa) CEDMEX
POMBAL (fixa) CEDMEX/HOSPITAL REGIONAL SEN.RUY CARNEIRO
CAMPINA GRANDE (fixa) CEDMEX
SANTA LUZIA (fixa) HOSPITAL E MATERNIDADE DE SANTA LUZIA
UIRAÚNA (fixa)  HOSPITAL MENINO JESUS
PATOS (fixa) CEDMEX
SOUSA (fixa) CEDMEX
CAJAZEIRAS (fixa) CEDMEX
BAÍA DA TRAIÇÃO (móvel) UBS DR ANTÔNIO PALITOT
MAMANGUAPE  (móvel) HOSPITAL GERAL DE MAMANGUAPE ( HGM)
CAAPORà (móvel) HOSPITAL MUNICIPAL ANA VIRGÍNIA
ALHANDRA (móvel) HOSPITAL MUNICIPAL ALFREDO DE ALMEIDA FERREIRA.
PITIMBU  (móvel) POLICLÍNICA DALVINA SOARES
ITABAIANA  (móvel) CEDMEX
GUARABIRA  (móvel) CEDMEX
BAÍA DA TRAIÇÃO  (móvel) CEDMEX
CONGO (móvel) CENTRO DE SAÚDE (ANTIGO HOSPITAL)
PIANCÓ (móvel) CEDMEX

Secom

 

 

Prefeitos paraibanos defendem eleições unificadas em 2022

Nesta terça-feira (26), a Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup), a Confederação Nacional de Municípios (CNM), o Movimento Mulheres Municipalistas (MMM), as associações microrregionais de municípios, prefeitos e prefeitas paraibanos, divulgaram uma Carta em que defendem a não realização das eleições municipais este ano por conta da pandemia causada pelo coronavírus e que em decorrência disso, seja considerada a posição histórica do Movimento Municipalista Brasileiro no sentido da unificação dos mandatos com a realização de uma eleição geral em 2022.

A carta foi elaborada durante reunião do Conselho Político da CNM realizada na segunda-feira (25).

Os gestores defendem diversos pontos e entre eles o fato de que há prazos a serem cumpridos, em atendimento à legislação eleitoral, que obrigam o afastamento dos servidores, em especial daqueles que atuam nas áreas da saúde e assistência social, fundamentais nesse momento de crise sanitária e que tenham a expectativa de concorrer.

Também foram colocadas em pauta às pré-convenções partidárias e às convenções partidárias, previstas no calendário eleitoral para se realizarem de 20 de julho a 5 de agosto, mas que por conta do isolamento social não poderão contar com o debate entre pré-candidatos e convencionais.

Também ficariam impossibilitados de concorrer milhares de candidatos com mais de 60 anos.

“O direito à reeleição é constitucional e a Democracia assegura a todos os cidadãos o direito de votar e de ser votado” diz trecho.

Os gestores dizem entender que o exercício do voto, por si, também é um risco, pois – mesmo que mantido o distanciamento social, o uso obrigatório da máscara e a distribuição de álcool – o local de votação, o leitor biométrico e a urna eletrônica são meios de disseminação do vírus, podendo infectar a população com a Covid-19.

Ainda na reunião do Conselho Político da CNM, foi debatido sobre a necessidade de o Congresso Nacional iniciar o debate com os prefeitos, tendo em vista, que esses são os principais interessados nas eleições de 2020. “Nós estaremos convocando a bancada paraibana para uma reunião no intuito de discutir esta pauta com os parlamentares com o objetivo de unir forças para que essas eleições não ocorram este ano”, frisou o presidente da Famup, George Coelho.

Confira na íntegra clicando no link abaixo:

Carta aberta prefeitos

PB Agora

 

 

Justiça aprecia processos contra cinco prefeitos paraibanos

O Pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba volta a se reunir nesta quarta-feira (20), a partir das 9h para apreciar 37 recursos, dois quais 29 são processos judiciais eletrônicos e sete ações físicas. Dentre os feitos, os magistrados vão apreciar procedimentos investigatórios criminais contra cinco prefeitos paraibanos.

Ainda constam 13 Ações Diretas de Inconstitucionalidade (ADIs), onde figuram como requeridos representantes municipais, de Câmaras de Vereadores e da Assembleia Legislativa.

O procedimento, que têm como noticiados o prefeito de Bayeux, Gutemberg de Lima Davi, e mais 20 pessoas. Também estão na pauta do Colegiado os procedimentos investigatórios criminais contra os prefeitos dos municípios de Curral Velho, Joaquim Alves Barbosa Filho; Sobrado, George José Porciúncula Pereira Coelho; Bom Jesus, Roberto Bandeira de Melo Barbosa; e Pitimbu, Leonardo José Barbalho Carneiro.

Ainda na sessão desta quarta-feira, a pauta do Pleno do TJPB traz as Ações Diretas de Inconstitucionalidade ajuizadas contra os representantes dos municípios de Guarabira, Quixaba, Catolé do Rocha, Emas, Gurjão, Coxixola, Santa Rita e Puxinanã. Como também, contra as Câmara Municipais de João Pessoa, Patos, Catingueira, Nova Olinda e uma ADI que a requerida é a Assembleia Legislativa do Estado da Paraíba.

assessoria

 

 

Mais três municípios paraibanos registram primeiros casos de Covid-19

Passou para 128 o número de municípios paraibanos com casos confirmados do novo coronavírus.

De acordo com informações divulgadas no boletim diário, pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) nessa sexta-feira (15), Amparo, Arara e São Vicente do Seridó registraram os primeiros casos da covid-19.

Confira boletim na íntegra

Governo da Paraíba
Secretaria de Estado da Saúde
Atualização Covid-19 | 15/05

Paraíba confirma 378 novos casos de Covid-19 em 24h

Casos Confirmados: 3.739
Casos Descartados: 4.480
Óbitos confirmados: 170
Casos recuperados: 1.069

Nesta Sexta, 15 de maio, a Paraíba registra mais uma vez, o maior número de casos e em um único dia, são 378 novos casos de Covid-19 e 10 óbitos confirmados causados pela doença. Assim, a Paraíba atinge 3.739 casos de Covid -19. Destes, 170, infelizmente, faleceram e 1.069 já se recuperaram, segundo informações das Secretarias Municipais de Saúde. Outros 4.480 casos investigados já foram descartados para Covid-19. Dos leitos de UTI para adultos ativados em todo o Estado, 62% estão ocupados. Na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação de UTI para adultos é de 78%. O Índice de Isolamento social registrado pela Inloco no dia anterior é de 43%.

Os casos confirmados estão em 128 municípios paraibanos:

Alagoa Grande (19); Alagoa Nova (2); Alagoinha (14); Alhandra (50); Amparo (1); Araçagi (6); Arara (1); Areia (13); Areial (1); Aroeiras (5); Baia da Traição (8); Bananeiras (8); Barra de Santana (4); Barra de São Miguel (1); Bayeux (83); Belém (7); Bom Jesus (1); Boqueirão (2); Borborema (1); Brejo do Cruz (1); Caaporã (104); Cabedelo (189); Caiçara (8); Cajazeiras (29); Cajazeirinhas (1) Campina Grande (261); Capim (7); Casserengue (1); Catingueira (1); Conceição (1); Condado (20); Conde (32); Congo (10); Coremas (8); Coxixola (3); Cruz do Espírito Santo (34); Cuité (1); Cuité de Mamanguape (1); Cuitegí (5); Curral de Cima (1); Duas Estradas (1); Esperança (9); Gado Bravo (2); Guarabira (131); Gurinhém (7); Igaracy (1); Imaculada (4); Ingá (1); Itabaiana (22); Itaporanga (2); Itapororoca (18); Itatuba (4); Jacaraú (2); João Pessoa (1478); Joca Claudino (1); Juarez Távora (1); Juazeirinho (15); Junco do Seridó (3); Juripiranga (17); Lagoa de Dentro (2); Lagoa Seca (8); Lucena (24); Malta (4); Mamanguape (15); Mari (42); Marizópolis (4); Massaranduba (4); Mataraca (1); Matinhas (1); Matureia (1); Mogeiro (1); Monteiro (11); Mulungu (3); Natuba (1); Nova Floresta (1), Nova Olinda (1); Olho D´Água (1); Patos (219); Pedras de Fogo (38); Piancó (5); Picuí (1); Pilar (15); Pilões (1); Pilõezinhos (9); Pirpirituba (6); Pitimbu (19); Pocinhos (1); Pombal (6); Princesa Isabel (3); Puxinanã (1); Queimadas (17); Quixaba (1); Remígio (15); Riachão do Bacamarte (5); Riachão do Poço (1); Riacho dos Cavalos (2); Rio Tinto (15); Salgado de São Felix (4); Santa Helena (1); Santa Luzia (4); Santa Rita (288); Santa Terezinha (1); São Bento (11); São João do Rio do Peixe (6); São José de Espinharas (2); São José de Piranhas (3); São José do Bonfim (2); São José do Sabugi (4); São José dos Ramos (4); São Miguel de Taipu (7); São Sebastião de Lagoa de Roça (7); São Vicente do Seridó (1); Sapé (105); Serra Branca (2); Serra da Raíz (4); Serra Redonda (2); Serraria (1); Sertãozinho (2); Sobrado (4); Solânea (10); Soledade (2); Sousa (63); Tacima (2); Taperoá (19); Teixeira (1); Uiraúna (2); Umbuzeiro (7); Vista Serrana (1).

10 óbitos foram confirmados nesta sexta:

Mulher, idosa, 67 anos, portadora de diabetes, doença cardiovascular, doença renal crônica, residente em João Pessoa. Inicio dos sintomas 23/04, interna em hospital público, veio a óbito no dia 14/05.

Homem, idoso, 69 anos, sem informação de comorbidade, residente em João pessoa. Profissional da saúde, Inicio dos sintomas 28/04, interno em hospital privado, veio a óbito no dia 14/05.

Homem, 42 anos, sem comorbidade, residente em Itatuba. Início dos sintomas 04/05, interno em hospital público, veio a óbito no dia 14/05.

Homem, 48 anos, diabético, residente em João Pessoa. Início dos sintomas 29/04, interno em hospital público, veio a óbito no dia 14/05.

Mulher, idosa, 88 anos, Hipertensa, residente em Pedra de Fogo. Início dos sintomas 30/04, interno em hospital público, veio a óbito no dia 14/05.

Homem, 37 anos, diabético, obeso, residente em João Pessoa. Início dos sintomas 02/05, interno em hospital público, veio a óbito no dia 15/05.

Lactente, 04 meses, com comorbidade, cardiopata, residente em Cuitegi. Início dos sintomas 25/04, interno em hospital público, veio a óbito no dia 14/05.

Homem, idoso, 80 anos, hipertenso, residente em Santa Rita. Início dos sintomas 09/05, interno em hospital público, veio a óbito no dia 13/05.

Mulher, 45 anos, com comorbidade, insuficiência renal, residente em Cruz do Espírito Santo. Início dos sintomas 26/04, interno em hospital público, veio a óbito no dia 12/05.

Mulher, 40 anos, portadora de Lúpus, residente em São Sebastião de Lagoa da Roça. Início dos sintomas 28/04, interno em hospital público, veio a óbito no dia 14/05.

PB Agora

 

 

Governo distribui mais 45 mil testes para todos os municípios paraibanos

O Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), começa a distribuir a terceira remessa de testes rápidos a serem aplicados na população dos 223 municípios. As entregas das 45,285 mil unidades serão feitas nesta segunda (11) e na terça-feira (12). Para esta semana, a Secretaria aguarda a chegada de mais 110 mil novos testes. Esse novo lote faz parte das 210 mil unidades de testes rápidos que o Governo do Estado adquiriu, sendo 30% pagos com recursos encaminhados pelo Ministério da Saúde para o combate à Covid-19.

De acordo com a secretaria executiva de Saúde da Paraíba, Renata Nóbrega, são dois tipos de testes rápidos que são encaminhados para os municípios: o SARS-CoV-2 Antibodytest direcionados para os profissionais da saúde, segurança pública, familiares sintomáticos, população idosa com diagnóstico de síndrome gripal; e o Kit MedTestCoronavirus ( Covid-19) IgG/IgM, direcionado para o restante da população. Renata explica que, junto com os kits, a SES está enviando uma Nota Técnica com recomendações de uso e sugestão de estratégia de testagem.

Seguindo orientações do Guia da Vigilância Epidemiológica, os testes devem ser usados como uma ferramenta para auxílio do diagnóstico da Covid-19. São testes qualitativos para triagem e auxílio diagnóstico, porém apresentam limitações e a principal delas é que precisa ser realizado, de forma geral, a partir do 10º (décimo) dia do início dos sintomas para testes SARS-CoV-2 Antibodytest e a partir do 8º (oitavo) dia do início dos sintomas para os testes Kit MedTestCoronavirus ( Covid-19) IgG/IgM. É necessário que o caso suspeito ou contato de caso confirmado de Covid-19 espere esse tempo para que o sistema imunológico possa produzir anticorpos em quantidade suficiente para ser detectado pelo teste.

“Essa ação é direcionada para quem realmente teve a gripe e tem por objetivo alcançar a metodologia que o teste rápido propõe que é testar quem apresentou sintomatologia, para que a resposta de positividade tenha um melhor alcance nessa população”, explica Renata Nóbrega. Ela alerta aos municípios que todo usuário testado deve ter registro de sua notificação com resultado do exame preenchido e digitado no sistema e-SUSVE.

Para a distribuição das unidades com os municípios, a SES seguiu alguns critérios como o número de fichas e-SUS VE abertas no sistema por município de residência, o número de idosos positivos para Covid-19 nos territórios onde se concentram o maior número de casos positivos e os municípios que ainda não estavam com testes disponíveis em seu território para os profissionais de saúde e segurança.

A secretária executiva afirma ainda que a SES recomendou aos municípios a seguir as notas técnicas já divulgadas para execução de cada teste, respeitando a data do início dos sintomas e de utilizar de estratégias para testar, prioritariamente, aqueles casos que já estão no sistema e-SUSVE sem exames. A ampliação da testagem na população é fundamental para traçar o perfil epidemiológico do Estado e auxiliar na tomada de decisão voltada ao enfrentamento da pandemia.

Secom-PB