Arquivo da tag: palco

‘Fiquei bem abalado’, diz Ranniery Gomes sobre homem que morreu eletrocutado após escalar palco na PB

(Foto: Reprodução/Facebook/Prefeitura Municipal de Natuba – PB)

“Eu fiquei bem abalado, toda hora fico lembrando”, disse o cantor Ranniery Gomes, por meio de uma nota em suas redes sociais, sobre a morte de um homem que sofreu uma descarga elétrica enquanto caminhava no teto do palco em que o cantor se apresentava na cidade de Natuba, na Mata paraibana, na madrugada deste domingo (29).

O cantor começou o show, o primeiro da última noite da 5ª Festa da Uva, no fim da noite do sábado (28). De acordo com a Polícia Militar, cerca de meia hora depois do início do show, um homem escalou a lateral do palco e subiu no teto da estrutura. O público percebeu a presença da vítima em cima do palco e o cantor interrompeu o show.

Cantor Ranniery Gomes, em apresentação no Fest Verão Paraíba 2018, em janeiro (Foto: Dani Fechine/G1/Arquivo)

Cantor Ranniery Gomes, em apresentação no Fest Verão Paraíba 2018, em janeiro (Foto: Dani Fechine/G1/Arquivo)

“Parou, parou, parou. O que foi que houve aí, gente? Sai daí, macho. Meu irmão, tem cuidado aí. Ó, galera, tem um rapaz aqui em cima e todo mundo tá doido aqui porque ele tá lá em cima do palco. Chama alguém pra ajudar a tirar ele daqui”, disse Ranniery Gomes ao microfone.

Em seguida, houve um clarão, quando a vítima sofreu a descarga elétrica e o show foi encerrado.

“Foi uma tragedia! As pessoas ficaram chocadas, tudo aconteceu muito rápido. Estou realmente sentido com o acontecido”, lamentou o cantor.

A Festa da Uva é organizada pela prefeitura de Natuba. O G1 tentou entrar em contato com o órgão, mas até as 14h50 as ligações não foram atendidas.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Homem atira pedras em palco durante show na BA, atinge bailarina no rosto e cantor se irrita: ‘Ignorante’

(Foto: Reprodução/Prefeitura de Irecê)

Um homem bêbado foi detido após atirar pedras no palco em que se apresentava o cantor de forró Alcymar Monteiro, durante a festa de São Pedro da Boa Vista, na cidade de Irecê, no norte da Bahia. Uma bailarina foi atingida no rosto, e o cantor ficou irritado e interrompeu a apresentação. Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra o momento em que o forrozeiro dá uma “dura” no rapaz.

“Eu queria que um policial viesse aqui, porque esse rapaz está jogando pedra no palco, aqui na gente. Desculpem eu interromper, mas isso não é coisa que se faça. Um policial aqui, por favor. Você vem para bagunçar o show dos outros, rapaz? Todo mundo em paz e você faz isso, rapaz? Jogando pedras nas pessoas, por quê? Larga de ser ignorante, rapaz. Faça isso não, meu amigo. Vocês, seguranças, deem um jeito nisso aí”, disse Alcymar, que é natural da cidade de Aurora, no Ceará.

O show, que ocorreu na noite de sábado (1º), foi interrompido por cerca de cinco minutos, enquanto a segurança do evento localizava o suspeito. O cantor também exigiu a presença da polícia. “Eu não costumo parar meu show por causa de violência de ninguém, mas não é possível isso. Como é que pode uma coisa dessas, hein? Interromper o trabalho de milhares de pessoas por causa de um cara desse. Não pode, não pode”, esbravejou o cantor.

De acordo com a produção de Alcymar Monteiro, a bailarina foi atingida no olho, mas sem gravidade. Ela foi atendida por médicos que estavam no local. A assessoria de comunicação da prefeitura confirmou o ocorrido e disse que o que foi atirado pelo homem no palco foram britas que estavam espalhadas pelo chão onde a festa era realizada. Confira abaixo íntegra de nota enviada pela prefeitura.

Em meio à beleza do show de Alcymar Monteiro, um acontecimento inesperado ocorreu: um homem embriagado jogou britas no palco, o que fez com que o cantor parasse a apresentação para chamar atenção do mesmo e solicitasse a presença da Polícia. Diante do ocorrido, a Prefeitura de Irecê informa que o rapaz foi encaminhado ao posto de polícia montado atrás do palco, no Colégio Marcionílio Rosa e foi constatado seu estado de embriaguez. Felizmente, não houve feridos. Desta forma, lamentamos o inconveniente e informamos que incidentes assim podem acontecer em eventos abertos, em meio a um público grande e diverso como o que foi registrado na noite de ontem, no bairro da Boa Vista. Reafirmamos o nosso compromisso com a segurança da população, através da convocação da Polícia Civil e especializada de Tóxicos e Entorpecentes, Polícia Militar, Caesa, Cavalaria, Esquadrão Asa Branca, Bombeiros Civis e Segurança Patrimonial. Além disso, oito câmeras permitem total controle do local e ruas de acesso ao circuito da festa.

Forrozeiro Alcymar Monteiro ficou irritado após homem jogar pedras em palco na BA (Foto: Reprodução/Prefeitura de Irecê)

Forrozeiro Alcymar Monteiro ficou irritado após homem jogar pedras em palco na BA (Foto: Reprodução/Prefeitura de Irecê)

Festa

O tradicional São Pedro da Boa Vista teve início no sábado e termina nesse domingo. No primeiro dia, além de Alcymar, se apresentaram Raquel Rodrigues, Marquinhos Matos, Zezé e Cia, Milton Lima, Banda Reluz, Página Virada e Cássio ANdré.

Neste domingo, as apresentações começam a partir das 16h30.O público vai poder conferir os shows de Pepe do Cavaco, Emanuela Rios, Diamante Negro, Forrozão Tropicana, Licor com Mel, Gil Baianinho, Menina Faceira, João Vitor e Forró Piá.

Assim como no sábado, também tem programação especial para crianças.Entre as atrações estão Trenzinho da Alegria do Palhaço Cuscuz, Seu Dukinho e sua turma, além de bricandeiras e prêmios.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Fã invade palco, derruba Simaria e leva soco de Simone; assista

(Thiago Duran/AgNews)

Neste domingo (25), Simone e Simaria se apresentaram no São João de Amargosa, evento que ocorre anualmente em Amargosa, na Bahia, e viveram uma situação tensa na atração.

Enquanto a dupla cantava a música Regime Fechado, um fã invadiu o palco, agarrou Simaria e derrubou a cantora no chão. Ao ver a cena, instintivamente Simone deu um soco no rapaz.

“Vocês vão me perdoar, mas na hora que eu vi o cara derrubar a minha irmã no chão, eu meti a porrada mesmo. Eu dou a minha vida pela a minha irmã, e numa situação dessa, o meu instinto de irmã falou mais alto. Que coisa absurda”, afirmou a Simone.

Após o desabafo, a estrela ironizou a situação. “Quer beijar? Beija com carinho, cheira, miséria, porque eu tô cheirosa. Tá bem, filha? O cabelo tá enorme, pode abaixar aí pra dar uma melhorada. E ele ainda pegou no meu braço e deu uma unhada, aquele filho de rapariga”, disse Simone, aos risos.

Assista:

observatoriodatelevisao

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Homem bate em palco e morre em frente a Igreja Matriz de Solânea

ivanUma fatalidade aconteceu na noite dessa sexta-feira (25), no centro de Solânea. Um Homem, de nome Ivan, chocou-se com um palco instalado na frente da Igreja Matriz para as comemorações das festividades de emancipação política da cidade e morreu.

Segundo informações de populares, Ivan estaria embriagado conduzindo uma motocicleta quando não percebeu a presença do palco na avenida principal, chocando-se com o mesmo. Ivan não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

O corpo foi removido no início da manhã e encaminhado para o Gemol da cidade de Guarabira.

Focando a Notícia

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

‘Iluminados’: com Danny de volta ao palco, Globo divulga os candidatos da sexta semana

(Foto: Carol Caminha/Gshow)
(Foto: Carol Caminha/Gshow)

A sexta semana do Iluminados vai emocionar com vozes de peso! Após a vitória de Aline Souza, Karielle Gontijo, Filipe Labre, Guga Camafeu e Évila Queiroz, que ganharam R$ 50 mil cada e garantiram suas vagas na final, quatro participantes seguem na disputa: Angelica Sansone, Chandy Dias, Cibelle Hespanhol e Danny Xavier. Além deles, o quadro ganha mais três novos cantores: Alex Rodrigues, Douglas Cezar e Nathália Santana. Quer saber mais sobre eles? Confira a seguir!

Alex Rodrigues

Alex Bimba tem 42 anos e é formado em engenharia  (Foto: Carol Caminha/Gshow)Alex Rodrigues  (Foto: Carol Caminha/Gshow)

Idade: 42 anos
Cidade: São Paulo
Estilo: rock
Formado em engenharia e fera em matemática, Alex descobriu a música em 1998, quando começou a cantar em festas de casamento e formaturas. Apaixonado pelo ritmo do rock e admirador do Barão Vermelho, sonha em um dia viver de música e alcançar públicos de todo o país. E se possível, é claro, cantar junto com o ídolo Frejat. Alex também é integrante da banda Biosfera Old School, que toca de tudo um pouco e é especialista em hits dos anos 70 e 80. “A banda abriu muito a minha cabeça para outros gêneros musicais.”

Douglas Cezar

Douglas (Foto: Carol Caminha/Gshow)Douglas Cezar (Foto: Carol Caminha/Gshow)

Idade: 24 anos
Cidade: Bonito, Mato Grosso do Sul
Estilo: sertanejo
A paixão de Douglas pela música começou aos 6 anos, quando o irmão dele ganhou um violão. Sempre que o instrumento estava parado, ele pegava para brincar e arriscar algumas notas, e foi assim que aprendeu a tocar sozinho. Aos 12 anos, também por diversão, começou a compor algumas canções. Hoje, ele transformou a brincadeira em profissão e é compositor de alguns grandes hits do sertanejo, como “Cê Topa”, “Escreve Aí” e “Eu, Você, o Mar e Ela”, de Luan Santana. Mesmo assim, Douglas ainda tem alguns planos a serem tirados do papel quando o assunto é música: “Sempre tive o sonho de gravar um DVD, tocar na rádio e cortar o Brasilzão mostrando minha arte”.

Nathália Santana

Nathália Santana tem 21 aninhos e é formada em direito (Foto: Carol Caminha/Gshow )Nathália Santana (Foto: Carol Caminha/Gshow )

Idade: 21 anos
Cidade: São Paulo
Estilo: indie, rock e MPB
Aos 4 anos, Nathália Santana já dava os seus primeiros shows para a sua família, em São Paulo. Ela nem imaginava, mas a essência de cantora já estava nela. Na correria do dia a dia, ingressou nas aulas de canto, mas optou também pelo curso de direito. Hoje, porém, sonha em se dedicar à música e, quem sabe, ficar frente a frente com seus ídolos do coração: Florence e Lana Del Rey. Fã do estilo indie, Nathália gosta de escutar de tudo um pouco, até para ganhar referências musicais.

Confira quem são os participantes que seguem na disputa:

Angelica Sansone

Angelica Sansone (Foto: Carol Caminha/Gshow)Angelica Sansone (Foto: Carol Caminha/Gshow)

Idade: 39 anos
Cidade: São Paulo
Estilo: jazz, funk e soul
Com uma família cheia de cantores, Angelica começou a soltar a voz ainda criança, por incentivo da mãe. Apaixonada por MPB, jazz e soul, a paulistana vive de música e é uma das integrantes da banda Black Rio. Durante sua carreira, já se apresentou para um público de 20 mil pessoas, morou em Portugal para cantar profissionalmente, dividiu o palco com Ed Motta e agora se prepara mostrar seu talento no Domingão. Para ela, ser famosa não é o mais importante: “Acho que o que um artista mais quer é reconhecimento”.

Chandy Dias

Chandy vai entrar na disputa do 'Iluminados' (Foto: Carol Caminha/Gshow)Chandy Dias (Foto: Carol Caminha/Gshow)

Idade: 30 anos
Cidade: Salvador, Bahia
Estilo: pop rock
Cantor desde os 15 anos, Chandy ficou todo arrepiado ao receber a notícia de que estaria no Iluminados, do Domingão. Apaixonado por Djavan e Jairzinho, ele diz contar com uma ‘conexão’ especial com Elis Regina, outra figura que admira na música. Não por acaso, em suas apresentações pelo país o hit “Como Nossos Pais” nunca fica de fora. Ex-backing vocal do cantor Netinho, ele confessa também ter aprendido muito de música com o baiano. Nas horas vagas, além de cantar, também faz bonito no esporte, principalmente quando o assunto é o judô, que praticou durante dez anos.

Cibelle Hespanhol

Ciebelle (Foto: Carol Caminha/Gshow)Ciebelle Hespanhol (Foto: Carol Caminha/Gshow)

Idade: 25 anos
Cidade: Toledo, Paraná
Estilo: pop romântico
Cibelle descobriu cedo seu talento para a música. Começou a cantar aos 9 anos, quando passou a fazer aulas no conservatório de música de sua cidade e a se apresentar em festivais regionais. Em uma dessas apresentações, foi vista por Oswaldo Montenegro e convidada para a montagem de um espetáculo musical no Rio de Janeiro. De lá para cá, não parou mais. Mudou-se para São Paulo, onde dá aulas de canto e violão, além de se apresentar em diversos locais. Também compositora, gravou um álbum em 2012. Gosta das músicas de Ana Carolina, Marisa Monte e Adriana Calcanhotto, entre outros.

Danny Xavier

Danny Xavier (Foto: Carol Caminha/Gshow)Danny Xavier (Foto: Carol Caminha/Gshow)

Idade: 35 anos
Cidade: Solânea, Paraíba
Estilo: MPB e forró
Paraibana de coração e fã de Marisa Monte, Danny Xavier é apaixonada por música desde criança, mas se deu conta de que tinha uma boa voz após cantar na igreja e receber elogios. Em sua carreira, já fez serenata com os amigos, foi integrante de um grupo de pagode, cantou em casamentos e até já abriu a um show de Lucy Alves. Hoje, trabalha em um escritório de advocacia, mas não pensaria duas vezes antes de largar tudo pela música. “Meu maior sonho como cantora e como pessoa é deixar uma história bacana. Quero deixar uma marca”, conta.

Focando a Notícia com Gshow

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

‘Iluminados’: Danny volta ao palco neste domingo; veja os participantes da quinta semana

Participantes da quinta semana do 'Iluminados' (Foto: Carol Caminha/Gshow)
Participantes da quinta semana do ‘Iluminados’ (Foto: Carol Caminha/Gshow)

O Iluminados chega na quinta semana! Após a vitória de Aline Souza, Karielle Gontijo, Filipe Labre eGuga Camafeu, que ganharam R$ 50 mil cada e garantiram suas vagas na final, quatro participantes seguem na disputa: Chandy Dias, Cibelle Hespanhol, Danny Xavier e Évila Queiroz. Além deles, o quadro ganha mais três novos cantores: Angelica Sansone, Emmy Wagner e William Possato. Quer saber mais sobre eles? Confira a seguir!

Angelica Sansone

Angelica Sansone (Foto: Carol Caminha/Gshow)Angelica Sansone (Foto: Carol Caminha/Gshow)

Idade: 39 anos
Cidade: São Paulo
Estilo: jazz, funk e soul
Com uma família cheia de cantores, Angelica começou a soltar a voz ainda criança, por incentivo da mãe. Apaixonada por MPB, jazz e soul, a paulistana vive de música e é uma das integrantes da banda Black Rio. Durante sua carreira, já se apresentou para um público de 20 mil pessoas, morou em Portugal para cantar profissionalmente, dividiu o palco com Ed Motta e agora se prepara mostrar seu talento no Domingão. Para ela, ser famosa não é o mais importante: “Acho que o que um artista mais quer é reconhecimento”.

Emmy Wagner

Emmy (Foto: Carol Caminha/Gshow)Emmy Wagner (Foto: Carol Caminha/Gshow)

Idade: 43 anos
Cidade: São Paulo
Estilo: R&B, jazz, rock e pop
Formado em psicologia, Emmy Wagner já se virou nos 30 para deixar a conta bancária no azul no fim do mês. Mas o que aquece o coração do paulistano, de fato, é a música. Cantor desde os 6 anos, quando começou a soltar a voz na igreja, ele encontrou nas letras e melodias a sua maior satisfação pessoal. “Tenho outras formações também, mas desde que cantei na igreja entendi que não haveria maneira melhor para eu me sentir em casa. Cantar, desde então, é meu instrumento maior de comunicação”, conta ele, que sonha dividir o palco com estrelas como Stevie Wonder, Tina Turner, Alicia Keys e Mariah Carey.

Will Possato

Will Possato (Foto: Carol Caminha/Gshow)Will Possato (Foto: Carol Caminha/Gshow)

Idade: 32
Cidade: São Paulo
Estilo: rock e pop
Will ganhou sua primeira guitarra aos 11 anos, mas ela ficou encostada até que ele completou 15 anos e começou a realmente se interessar por música. Após montar a primeira banda com os amigos, ele começou a tocar e cantar profissionalmente aos 17 e está na estrada até hoje. Também publicitário, ele une as duas atividades soltando a voz em jingles e locuções, além de se apresentar com as bandas MP3 e Rock Machine. Mas o que ele mais quer é gravar um álbum só com as próprias composições.

Confira quem são os participantes que seguem na disputa:

Chandy Dias

Chandy vai entrar na disputa do 'Iluminados' (Foto: Carol Caminha/Gshow)Chandy Dias (Foto: Carol Caminha/Gshow)

Idade: 30 anos
Cidade: Salvador, Bahia
Estilo: pop rock
Cantor desde os 15 anos, Chandy ficou todo arrepiado ao receber a notícia de que estaria no Iluminados, do Domingão. Apaixonado por Djavan e Jairzinho, ele diz contar com uma ‘conexão’ especial com Elis Regina, outra figura que admira na música. Não por acaso, em suas apresentações pelo país o hit “Como Nossos Pais” nunca fica de fora. Ex-backing vocal do cantor Netinho, ele confessa também ter aprendido muito de música com o baiano. Nas horas vagas, além de cantar, também faz bonito no esporte, principalmente quando o assunto é o judô, que praticou durante dez anos.

Cibelle Hespanhol

Ciebelle (Foto: Carol Caminha/Gshow)Ciebelle Hespanhol (Foto: Carol Caminha/Gshow)

Idade: 25 anos
Cidade: Toledo, Paraná
Estilo: pop romântico
Cibelle descobriu cedo seu talento para a música. Começou a cantar aos 9 anos, quando passou a fazer aulas no conservatório de música de sua cidade e a se apresentar em festivais regionais. Em uma dessas apresentações, foi vista por Oswaldo Montenegro e convidada para a montagem de um espetáculo musical no Rio de Janeiro. De lá para cá, não parou mais. Mudou-se para São Paulo, onde dá aulas de canto e violão, além de se apresentar em diversos locais. Também compositora, gravou um álbum em 2012. Gosta das músicas de Ana Carolina, Marisa Monte e Adriana Calcanhotto, entre outros.

Danny Xavier

Danny Xavier (Foto: Carol Caminha/Gshow)Danny Xavier (Foto: Carol Caminha/Gshow)

Idade: 35 anos
Cidade: Solânea, Paraíba
Estilo: MPB e forró
Paraibana de coração e fã de Marisa Monte, Danny Xavier é apaixonada por música desde criança, mas se deu conta de que tinha uma boa voz após cantar na igreja e receber elogios. Em sua carreira, já fez serenata com os amigos, foi integrante de um grupo de pagode, cantou em casamentos e até já abriu a um show de Lucy Alves. Hoje, trabalha em um escritório de advocacia, mas não pensaria duas vezes antes de largar tudo pela música. “Meu maior sonho como cantora e como pessoa é deixar uma história bacana. Quero deixar uma marca”, conta.

Évila Queiroz

Évila Queiroz (Foto: Carol Caminha/Gshow)Évila Queiroz (Foto: Carol Caminha/Gshow)

Idade: 28 anos
Cidade:Goiânia
Estilo: jazz, blues e MPB
Nascida em Marabá, no Pará, Évila se mudou para Goiânia ainda criança, onde descobriu sua cidade do coração e também o dom para cantar. Aos 10 anos, ela soltava a voz no coral da igreja, mas tinha tanta vergonha do público que nem imaginava se apresentar sozinha. Aos 14 anos, quando teve coragem e fez isso pela primeira vez, deixou todo mundo boquiaberto, inclusive sua mãe, que não fazia ideia do talento da filha. Évila já trabalhou com moda, já foi babá, garçonete e hoje vende pipoca gourmet. Ainda assim, ela conta que largaria tudo para encarar seu grande sonho: viver de música. “Ainda não descobri meu estilo musical porque eu amo cantar jazz, blues e MPB, mas preciso encontrar a essência das minhas composições”.

gshow

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Mara Pavanelly interrompe show em Teresina ao ser ameaçada no palco

maraEra para ser mais um domingo de diversão em Teresina, mas quase termina em confusão. A cantora Mara Pavanelly se apresentava na casa de shows Tulipe, na Zona Leste da capital, e teve que interromper a apresentação para repreender uma jovem que estaria proferindo ameaças na frente do palco.

O caso aconteceu no último domingo (27/09) e um vídeo que se espalhou pelas redes sociais mostra Mara Pavanelly no palco tocando seu violão e cantando. É possível perceber que uma jovem fala algo inaudível na frente do palco, mas que pela cara da cantora, não era nada muito bom.

Mara interrompeu a música e não segurou. “Para ai, para ai, para ai, para ai. Você vai dar porrada em quem ai? Pode vir se você for mulher, agora suba, se você for mulher pode vir dar porrada em mim. Quer se ‘amostrar’ aqui não é lugar não, vá para o circo, está mais com cara de palhaça”, soltou. O público foi ao delírio com a reação da ‘baixinha’, como é carinhosamente conhecida.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A cantora continuou a tocar seu violão personalizado e cantar, mas a loira continuava a falar alguma coisa a apontar para Mara, que olhou com uma cara muito ruim para a moça. O público começa a gritar “Ih fora” para a jovem insistente.

Os seguranças se aproximam da moça, mas Mara Pavanelly novamente desabafa. “Segurança amor, pode deixar ela ai, ela não é doida de bater em ninguém não, eu me garanto, preciso de segurança nenhum não, pode deixar”, e volta a cantar.

As cenas do vídeo a seguir mostram apenas a cabeça que seria da jovem loira. Ela diz que é espanhola e estava em Teresina para ver o show. “Ela falou para mim ‘não curto espanhola’, então que se f#%@, se quiser. Eu vim da Espanha, para curtir um show aqui no Brasil”, é umas das poucas palavras entendíveis do áudio.

A jovem continua, dessa vez com intensidade. “Eu falei que ia meter porrada em você [Mara] agora, sua anão, nem tamanho de gente você tem. Uma brasileira que nem tamanho tem, só tem voz e quer se achar, conclui a voz feminina.

Não há informações que o bate-boca tenha passado disso. A cantora também não se pronunciou sobre o caso.

VEJA O VÍDEO COMPLETO

Repórter: Jhone Sousa

 

180graus

Incra-PB recebe posse do imóvel Usina Tanques, palco de luta da sindicalista Margarida Alves

Incra-PB
Incra-PB

O Incra foi imitido, na manhã desta quinta-feira (11), na posse de uma das mais emblemáticas áreas para a reforma agrária no Brasil, o imóvel Usina Tanques, localizado no município de Alagoa Grande, no brejo paraibano, a cerca de 100 km de João Pessoa. Esta imissão é tão importante para a reforma agrária na Paraíba que o próprio presidente do Incra, Carlos Guedes, recebeu o documento de posse das mãos do oficial de justiça Antonio Wanderlei, da 4ª Vara da Justiça Federal.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A área é emblemática porque foi na Usina Tanques onde a líder camponesa Margarida Maria Alves, assassinada em 12 de agosto de 1983, destacou-se na luta por melhores condições de trabalho para os operários e operárias, que não tinham sequer carteira assinada.

A desapropriação das terras da Usina Tanques se tornou, desde a época de Margarida Maria Alves, uma das maiores bandeiras de lutas dos trabalhadores que defendem a democratização de acesso à terra no Brasil.

Os imóveis rurais denominados Usina Tanques/Capoeira foram declarados de interesse social para fins de reforma agrária através de Decreto Presidencial publicado no Diário Oficial da União no dia 21 de agosto de 2012. O novo projeto de assentamento terá aproximadamente 860 hectares e capacidade para assentar 60 famílias de trabalhadores rurais, muitas delas, antigos posseiros que moram nas terras há muitos anos.

“A luta pelo direito a essa terra durou vários anos. Agora é hora de conquistar o direito de produzir, gerar renda e criar seus filhos com dignidade”, disse Guedes às famílias presentes. Ele ressaltou que a criação do assentamento é a porta de entrada para as demais políticas públicas, como a garantia de que todos terão assistência técnica desde o início, a moradia pelo Minha Casa, Minha Vida, a melhoria da infraestrutura, dentre outras.

Para isso, as famílias serão inscritas no CadÚnico, um dos critérios para ser assentada e para que possa, receber imediatamente benefícios sociais como o Bolsa Família e o Brasil Sorridente.

O prefeito de Alagoa Grande, Hildon Regis Navarro Filho, reafirmou o compromisso de apoiar o futuro assentamento, a exemplo de outras 13 áreas da reforma agrária que existem no município, onde a Prefeitura investiu, por exemplo, na implantação de açudes e na construção de casas de farinha e poços artesianos. “Estamos prontos para trabalhar em parceria, dar as mãos para ajudar essas famílias”. O município foi contemplado com máquinas do PAC 2, do Ministério do Desenvolvimento Agrário.

História

A desapropriação das terras tem um grande significado na história da reforma agrária na Paraíba. As fazendas, na década de 1970, eram usadas para a produção de cana-de-açúcar destinada à Usina Tanques, hoje em ruínas, instalada dentro da área. A líder camponesa Margarida Maria Alves foi assassinada no dia 12 de agosto de 1983, na porta da sua casa em Alagoa Grande.

Margarida foi uma das mulheres pioneiras das lutas pelos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras rurais no Brasil. Após sua morte, tornou-se um símbolo político, representativo das mulheres trabalhadoras rurais, que deram seu nome ao evento mais emblemático que realizam: a Marcha das Margaridas, uma mobilização nacional que reúne, em Brasília, milhares de mulheres trabalhadoras rurais no dia de aniversário de sua morte.

A área tem potencial para produzir batata-doce, banana, mandioca e cana-de-açúcar. Para Carlos Guedes o assentamento será um polo de produção de alimentos vai atender programas como o da merenda escolar, e dessa forma orgulhar a memória de Margarida Alves e de Maria da Penha.

Zumbi dos Palmares

Ainda na manhã desta quinta-feira (11) o presidente do Incra, Carlos Guedes, fez uma visita de campo ao Assentamento Zumbi dos Palmares, no município de Mari (PB). Ele percorreu parte da grande produção agroecológica irrigada de macaxeira do assentamento e foi recebido com um almoço, na escola do assentamento, feito com alimentos produzidos pelas famílias assentadas.

Guedes conheceu o trabalho que vem sendo desenvolvido pela Assessoria Técnica, Social e Ambiental (Ates) no assentamento e os detalhes do projeto da Cooperativa de Produção Agropecuária do Assentamento Zumbi dos Palmares (Coopaz), que foi selecionado para compor a Carteira de Projetos do programa Terra Forte, um programa de fomento à agroindustrialização e à comercialização da produção em assentamentos da reforma agrária.

 

portalcorreio

Cantor Leonardo diz a jornal que até hoje procura Leandro no palco

leandro e leonardoMesmo após 15 anos da morte do irmão Leandro, o cantor Leonardo ainda sente muita falta do também parceiro de dupla.

Em entrevista ao colunista Leo Dias, do jornal O Dia, o sertanejo contou como foi a experiência de reviver os 63 dias da doença do irmão e morte de Leandro, em 1998, em depoimentos dados a um jornalista para a biografia Não Aprendi Dizer Adeus  (Casa da Palavra, 240 págs., R$ 29,90).

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

— Por várias vezes minha voz ficou embargada e eu não conseguia falar. Foram muitas lembranças de dor e muitas saudades, também.

À publicação, o cantor relembra alguns momentos divertidos ao lado do irmão e diz que ainda sente um vazio.

— Até hoje, quando entro no palco, olho pro lado procurando Leandro. No hotel, dá um vazio danado. Vivi a maior parte da minha vida com ele.

Ao R7, no lançamento da obra, o sertanejo também brincou com o fato das pessoas até hoje confundirem o nome dos dois e, assim, manterem viva a fixação de Leonardo com Leandro.

Leonardo confirmou ao jornal carioca que Bruno Gagliasso vai interpretá-lo no filme que contará a história da vida dele e de Leandro, ainda em fase de negociação. O ator que será Leandro ainda não foi definido.

 

R7

Jennifer Lawrence cai ao subir no palco do Oscar 2013

Jennifer Lawrence cai ao subir no palco do Oscar 2013 (Foto: Chris Pizzello/Invision/AP)
Jennifer Lawrence cai ao subir no palco do Oscar 2013 (Foto: Chris Pizzello/Invision/AP)

Ao vencer o primeiro Oscar de Melhor Atriz de sua carreira, pelo filme “O lado bom da vida”, Jennifer Lawrence tropeçou em seu vestido e caiu ao subir no palco da cerimônia.

Aos 22 anos, ela era a favorita ao prêmio, que foi entregue na noite deste domingo (24), em Los Angeles. Por conta do incidente, a atriz fez uma piada. “Vocês estão de pé aplaudindo só porque eu caí”, brincou durante o discurso, no palco. Com bom humor, ela também fez um sinal obsceno para os fotógrafos, ao posar com a estatueta, porque eles caçoaram da queda.

Com o papel de uma jovem viúva, que transa com todos os colegas de trabalho para aliviar a depressão e se sente atraída pelo vizinho bipolar, Jennifer Lawrence venceu uma disputa que envolvia a veterana Emmanuelle Riva (“Amor”), a caçula Quvenzhané Wallis (“Indomável Sonhadora”), e as mais maduras Jessica Chastain (“A hora mais escura”) e Naomi Watts (“O impossível”).

Aos 22 anos, Jennifer já tem em seu currículo filmes como “Inverno da alma” (2010), pelo qual disputou com Natalie Portman o Oscar em 2011; os blockbusters “X-Men: Primeira classe” (2011) e “Jogos vorazes” (2012); e romântica “O lado bom da vida”, que também lhe garantiu o Globo de Ouro e o SAG Awards, premiação concedida pelo Sindicato de Atores norte-americano, neste ano.

Após levar a estatueta de Melhor Atriz e tomar um tombo ao subir no palco, Jennifer Lawrence reage às piadas de fotógrafos alertando-a para ter atenção com os degraus quando ela foi posar para fotos no backstage (Foto: Mike Blake/Reuters)Após levar a estatueta de Melhor Atriz e tomar um tombo ao subir no palco, Jennifer Lawrence reage às piadas de fotógrafos alertando-a para ter atenção com os degraus quando ela foi posar para fotos no backstage (Foto: Mike Blake/Reuters)

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Jennifer Lawrence (Foto: Divulgação)Jennifer Lawrence em ‘Inverno da alma’
(Foto: Divulgação)

Conheça a atriz
Sua primeira aparição no cinema foi no drama “Vidas que cruzam” (2008), em que interpretou uma versão mais nova de Charlize Theron e contracenou com Kim Basinger. Já o filme independente “Inverno da alma” (2010) lhe deu sua primeira protagonista, diversos prêmios da crítica, como o National Board of Review, e reconhecimento em Hollywood.

No ano seguinte, estrelou “Um novo despertar”, dirigido por Jodie Foster, e “X-Men: Primeira Classe”, como a mutante azul Mystique. Foi durante as filmagens que ela conheceu seu ex-namorado Nicholas Hoult, com quem ficou por dois anos.

Rumores dizem que ela estaria tendo um caso com Bradley Cooper, seu parceiro em “O lado bom da vida”, porém, o próprio ator de 38 anos já desmentiu o boato para a imprensa, afirmando que ele poderia ser pai dela. A química com Cooper deu tão certo que os dois voltarão como um par romântico no filme “Serena”, com estreia prevista para setembro de 2013.

A atriz Jennifer Lawrence, protagonista de "Jogos Vorazes", posa para foto na première mundial do filme nesta segunda-feira (12), em Los Angeles, nos Estados Unidos. Com estreia marcada para o dia 23 deste mês, o longa é considerado por analistas como um  (Foto: Matt Sayles/AP)A atriz Jennifer Lawrence, protagonista de “Jogos Vorazes”, posa para foto na première mundial do filme em Los Angeles, nos Estados Unidos (Foto: Matt Sayles/AP)

Em 2012, protagonizou o filme de terror “A última casa da rua”, em que recebeu péssimas críticas que foram logo esquecidas com o sucesso de “Jogos vorazes”. Adaptação para o cinema da primeira parte da trilogia escrita por Suzanne Collins trouxe a atriz no papel da heroína Katniss Everdeen. O segundo filme da série, “Em chamas”, tem estreia prevista para novembro deste ano.

Para 2014, J-Law deve repetir a parceria com o diretor David O. Russell, de “O lado bom da vida”, em um drama chamado “The ends of the Earth”, sobre um magnata do petróleo que perde tudo após ser pego com a amante, além de voltar como Mystique em “X-Men: Dias de um futuro esquecido”.

Bradley Cooper e Jennifer Lawrence em 'O lado bom da vida' (Foto: Divulgação)Bradley Cooper e Jennifer Lawrence em ‘O lado bom da vida’ (Foto: Divulgação)
G1