Arquivo da tag: Paixão

Espetáculo da Paixão de Cristo será apresentado nesta sexta (14) em Lagoa de Dentro-PB

paixãoPromovido pela Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo de Lagoa de Dentro, o Espetáculo da Paixão de Cristo, acontece nesta sexta-feira, 14 de abril, na Cidade de Lagoa de Dentro-PB, a partir das 19h30.

A Paixão de Cristo, realizada em Lagoa de Dentro, vem no seu segundo ano de realização inovando e acrescentando novas cenas ao seu espetáculo, com mais de 100 participantes entre jovens da cidade, Grupo da Boa Idade e convidados. Umas das grandes inovações desse ano é o local onde será apresentada; no calçadão da Lagoa.

Com 15 cenários e uma estrutura de som e luz impecável, os produtores do evento, Rodrigo Guaraná e Reniely Salvina, estão trazendo para a cidade um espetáculo nunca visto nessa dimensão. O público esperado deve superar o público de 2016, que foi de mais de 500 pessoas. “O Público ficará bem acomodado em cadeiras muito bem localizadas na Rua em frente ao calçadão, em uma vista privilegiada para a Lagoa”. Garante Rodrigo Guaraná.

Cenas como; tempestade acalmada, milagre de Lázaro, dentre outras são umas das novidades desse ano. E os seus idealizadores arriscam dizer que este espetáculo será um marco na região. “É vir assistir para conferir”. Convida Reniely.

O Espetáculo tem Texto Adaptado por Reniely Salvina e Direção Geral de Rodrigo Guaraná.

Assessoria para o Focando a Notícia

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Comércio pode funcionar na Sexta-feira da Paixão em Campina

 

Empresas são obrigadas a cumprir direitos trabalhistas de seus empregados

 

campinaO comércio de Campina poderá funcionar normalmente nesta Sexta-feira da Paixão (25), entretanto, os lojistas têm que respeitar os direitos dos trabalhadores garantidos na Convenção Coletiva da categoria comerciária.

Conforme cláusula vigésima quinta, parágrafo II da referida Convenção, as empresas que pretendem utilizar os trabalhadores para laborarem no feriado desta Sexta-feira poderão fazê-lo, desde que paguem os abonos da seguinte forma: empresa que tenha em seu quadro funcional até dez trabalhadores –  R$ 33,00; empresa com mais de dez trabalhadores – R$ R$ 40,00. O empregado ainda terá direito a uma folga integral a ser tirada até 21 dias, após o dia trabalhado.

O comerciário que se sentir prejudicado quanto aos seus direitos trabalhistas, neste feriado, pode comparecer ao Sindicato para reclamar, e assim a entidade sindical  oficializar  denúncia ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), para adoção de medidas.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Segundo o presidente do Sindicato dos Comerciários, José do Nascimento Coelho, é de grande importância que os patrões garantam também outros direitos assegurados na Convenção Coletiva, a exemplo do cumprimento da jornada de trabalho; fornecimento do vale-transporte referente ao dia feriado, sem ônus para os trabalhadores; registro no livro de ponto da frequência dos trabalhadores escalados, entre outros.

 

 

Texto: Ascom/Sindicato

Vale a pena terminar um casamento por causa de uma grande paixão?

casal

“Sou casada e me envolvi recentemente com um cara. Bom, estou confusa em relação aos meus sentimentos, porque quando estou com ele penso no meu marido e quando estou com meu marido penso nele. Eu estava planejando terminar meu casamento para ficar com ele, mas não consegui”

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Sem exceção, todas as relações amorosas têm seus buracos”

Resposta: Esta é uma situação das mais conflitantes, principalmente quando vivida por parte da mulher.

Parece que seu envolvimento é recente, não?

Precisa viver mais essa relação para avaliar se é o caso de pedir uma separação.

Não é simples separar-se de alguém para logo ficar com outro alguém.

Quando isso ocorre, a relação nova corre o risco de se sobrecarregar com tantas expectativas, por isso tudo tem seu tempo.

Muitas vezes a paixão se desfaz com a possibilidade de se transformar em algo não proibido. No estado que as coisas estão, não é aconselhável que tome qualquer atitude, pois pode colocar em jogo algo sólido (talvez o seu casamento ou a relação de confiança com seu marido) por uma situação que ainda é bastante recente.

Questões envolvidas no surgimento de outra pessoa

Entretanto, independente da decisão que venha tomar, sugiro que busque uma ajuda profissional para refletir de maneira profunda e honesta que questões estão envolvidas no surgimento dessa pessoa na sua vida agora.

– O que busca?

– Que insatisfações estão presentes na sua relação com seu marido?

– Como se vê sendo uma mulher casada?

– Sente-se desejada, amada?

Muitas, e não são poucas, situações de infidelidade podem trazer um enorme crescimento para todos, inclusive para o casamento, mas lembre-se que a infidelidade feminina ainda carrega muitas culpas e castigos. São poucos homens que podem entender, o mais comum é a mulher virar alvo de críticas e julgamentos; muito embora a infidelidade feminina seja mais comum e aceitável hoje que décadas atrás. Ainda assim muitas mulheres sofrem preconceitos.

Como lidar com a infidelidade

1º) Procure o seu crescimento pessoal já que aconteceu esse envolvimento. Busque ter mais tranquilidade para viver algo que diz respeito só a você e não necessariamente exclui estar casada.

2º) As pessoas ingenuamente acreditam que as infidelidades sempre querem dizer que o outro não satisfaz, nem sempre tem relação com a esposa ou o marido. Inúmeras vezes têm mais relação com insatisfações e necessidades pessoais, individuais.

3º) Portanto, cuide de conhecer melhor suas necessidades e procure não depositar na nova pessoa a ideia que com aquela pessoa está sua felicidade.

4º) Sem exceção, todas as relações amorosas têm seus buracos, suas faltas e suas insatisfações. Primeiro cuide de você e esteja atenta para não correr riscos desnecessários.

Receba meu abraço e obrigada pela sua confiança.

 

Uol

“O Cristo da Paixão” atrai centenas de pessoas em Solânea-PB, no Sábado de Aleluia

 

paixãoNo último sábado de março (30) às 22h, o grupo de teatro da 1ª Igreja Batista de Bananeiras-PB, apresentou a peça intitulada “O Cristo da Paixão” em pleno ar livre, ao lado da Praça 26 de Novembro em Solânea-PB, Brejo paraibano. Realizada em forma de musical, a peça foi encenada e cantada pelos próprios integrantes que se revezavam entre cenas e cantos, tornando a peça mais real e emocionante. O objetivo da apresentação foi relembrar a morte e ressureição de Cristo por aqueles que são dele.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O mesmo elenco que se apresentou em Bananeiras no dia 29 arrancou lágrimas da plateia em Solânea no dia 30. O grupo é composto por 60 pessoas que contam toda a trajetória de Jesus Cristo descrita nos 4 evangelhos bíblicos.

paixão1“Foi um momento único e especial e mais ainda por recebermos um público tão relevante. Estou muito feliz e satisfeito. É um trabalho que vem sendo construído. Cada evento que a gente realiza é uma nova satisfação, uma nova emoção”, declara em tom de tarefa cumprida, o coordenador de cultura de Solânea, Tiago Salvador. A coordenação de cultura de Solânea está apresentando a “Semana Santa Cultural”, e além da peça desse sábado, será exibida também no Cine Teatro de Solânea nesse domingo, a participação de Claudemir do Sax, onde ele fará um trabalho voltado à temática cristã, em homenagem à Semana Santa a partir das 20h. “Exibiremos também um filme que fala de ‘Jesus, o maior homem que já viveu’ às 21h. Um filme interessante que foi cautelosamente escolhido. É o primeiro passo para que a gente possa resgatar esse outro projeto que é o ‘Cinema em Solânea’. Pretendemos colocar o projeto às sextas-feiras”, acrescenta Salvador.

Reação do público

paixão2O público ficou muito emocionado e comovido através das cenas do espetáculo.  “Eu me emocionei muito com as cenas. O elenco estava muito perfeito. Souberam escolher as vozes pra cantar e ficou muito parecido com a época de Cristo”, declarou Jullyana Queiroz de 18 anos.

A mídia local esteve presente, como também o prefeito Beto do Brasil e o vice Kayser Rocha, que falou da importância desse evento para a cidade. “Esse evento é importantíssimo para o resgate da cultura de Solânea, e a Semana Santa é uma semana de cultivar o bom senso e o sacrifício que Deus fez, dando o seu filho por nós. Hoje eu ouvi Dom Aldo Pagotto em uma entrevista, dizendo que a Semana Santa está virando um feriadão. Nós não podemos permitir. Temos que tomar muito cuidado com isso”, declara Rocha.  O vice-prefeito aproveita para elogiar o trabalho de Tiago Salvador à frente da cultura de Solânea. “Tiago Salvador foi uma acertada fenomenal. Ele vai em uma ascensão muito boa e com uma ótima equipe. Salvador foi escolhido através de uma eleição entre todos os segmentos culturais da cidade. Hoje, todos vemos como a cultura vem mudando gradativamente. Todo final de semana ou quinzenalmente temos uma atividade cultural de qualidade. A gente tem qualidade. Não é a atividade cultural só pela atividade, mas aquela que desenvolve o município e que envolve os nossos jovens”, afirma confiante o vice-prefeito Kayser Rocha.

 

 

Fotos e texto Eduardo Araújo

 

Musical “O Cristo da Paixão”, emociona e tem público recorde em Bananeiras

paixãoFoi realizado na noite desta sexta-feira (29), pela Primeira Igreja Batista em Bananeiras, em parceria com a Prefeitura Municipal de Bananeiras, através da Secretária de Turismo e Cultura, o musical “O Cristo da Paixão”.

Centenas de pessoas prestigiaram o recital/musical, que permitiu que os organizadores contabilizassem o maior público já registrado. A produção reuniu cerca de 60 pessoas, que usando cenários e figurinos da época, contribuíram para emocionar o público, ávido por sentir-se mais próximo da história daquele que veio para nos salvar.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

As lágrimas foram inevitáveis, pessoas, emocionadamente, aplaudiam cenas que tocavam seus corações e diziam: “Um espetáculo de encher os olhos, simplesmente maravilhoso”. “A cada novo ano, o evento parece emocionar ainda mais aqueles que se dirigem à Praça do antigo Carmelo para relembrar os últimos momentos de Jesus Cristo aqui na terra.”

O Diretor de Cultura do Município, Joilson Custódio, disse: “Parabéns a Igreja Batista pelo belíssimo trabalho, que, na minha opinião, foi o melhor espetáculo de todos os anos. Muitas pessoas que assistiram, saíram encantadas, foi um show!”

“A dedicação de toda a equipe é o que faz a diferença, cada participante contribuiu para que o evento adquirisse ares mais realistas, fazendo com que as pessoas sintam, de fato, o espírito daquele tempo de Jesus”, disse Thiericlison Silva, um dos soldados da peça.

“O Cristo da Paixão” também será apresentado neste sábado (30), em Solânea, na Praça 26 de Novembro, no centro da cidade. O espetáculo terá início às 22 horas.

Apoio: Prefeitura Municipal de Solânea e Secretária de Cultura.

Créditos das fotos: Carlos Amaral, Elisandra Neves, Yris Yanne Ferreira e Diretoria de Eventos Bananeiraspb.

 

Bananeiras Online

Solânea – Encenação do Musical Recital “O CRISTO DA PAIXÃO” da Igreja Batista de Bananeiras

paixãoNeste Sábado 30 de Março as 22 hs na praça 26 de Novembro a Encenação do Musical Recital o Cristo da Paixão o evento será em praça publica para todos prestigiar a cultura regional .

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Dentro da programação da Semana Santa no Domingo
Dia 31 – a partir das 20 hs no Cine Teatro Municipal:
8h – MÚSICA INSTRUMENTAL COM TEMÁTICAS CRISTÃ.
8h30 – EXIBIÇÃO DO LONGA A PAIXÃO DE CRISTO
22h – CLAUDEMIR SAX HARPA CRISTÃ.
22h30 – ENCERRAMENTO.

Venha viver esse momento de fé e muita Cultura!

Tiago Salvador

Diretor Municipal de Cultura
Solânea- PB

Por: Solanea Online

O espetáculo “O Cristo da Paixão” será apresentado nesta sexta-feira em Bananeiras

paixão de cristoNa noite desta sexta-feira (29), a partir das 19h30, o corpo de recitais da Primeira Igreja Batista em Bananeiras apresentará o recital/musical “O Cristo da Paixão”. Este espetáculo é realizado desde 2010, diferentemente da tradicional Paixão de Cristo, a história da vida de Jesus Cristo é relatada em forma de cantoeteatro por 50 integrantes (atores e cantores) da Primeira Igreja Batista local.

“O Cristo da Paixão” também será apresentado neste sábado (30), em Solânea, na Praça 26 de Novembro, no centro da cidade. O espetáculo terá início às 22 horas, com apoio da Prefeitura Municipal de Solânea por meio da Secretária de Cultura.

Sábado, dia 31, a partir das 20hs, no Cine Teatro Municipal de Solânea, música instrumental com temática cristã, as 8h30, exibição do longa a Paixão de Cristo, as. 22hs Claudemir sax harpa cristã e as 22h30, encerramento.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A cidade de Bananeiras vive uma semana de fé e cultura

Local onde será realizado o espetáculo “O Cristo da Paixão”

A Prefeitura Municipal de Bananeiras, através da Secretaria de Turismo e Cultura, deu início às comemorações na última quarta-feira, dia 27, com a apresentação da peça “Romance Bufo”, encenado pelo grupo Jeca sob a direção de Marcos Pinto, na Praça Epitácio Pessoa. Nesta quinta-feira (28) foi a vez do renomado coral Maestro João Eduardo, que apresentou um repertório de músicas líricas, a exemplo de Eres tu, Ave Maria de Gounoud, Happy Day, entre outras, no Teatro “Ivaldo Lucena” do Espaço Cultural Oscar de Castro.

No dia 30, sábado de aleluia, Bananeiras receberá o grupo de teatro “Pe. Matheus” da cidade de Pilões, que a mais de 40 anos encena o espetáculo da Paixão de Cristo naquela cidade. O grupo Pe. Matheus, reviverá a história do Cristo, a partir das 18h30 no pátio da Escola Emília Neves. E no domingo, dia 31 a Cia. de teatro Flor do Cedro remontará o espetáculo Auto do padre Ibiapina, “O Andarilho da caridade”. A peça é uma homenagem ao padre mestre que dedicou a sua vida a Deus e a caridade, e se inicia com um grande cortejo partindo da Praça Epitácio pessoa para o pátio da igreja matriz.

 

Bananeiras Online

Em Cabedelo, vereadora apresenta projeto instituindo encenação da Paixão de Cristo como Patrimônio Cultural e Imaterial do município

 

jacquelineA encenação da Paixão de Cristo na Fortaleza Santa Catarina será oficialmente considerada Patrimônio Cultural e Imaterial do Município de Cabedelo. É o que prevê o Projeto de Lei apresentado pela vereadora Jacqueline (PRP) e aprovado na terça-feira (26) pela Câmara Municipal da cidade.

“Esse espetáculo é realizado há 36 anos e tornou-se referência cultural-religiosa em nosso município, abordando a grandiosidade dos ensinamentos de Cristo, que estão acima de qualquer religião. É um evento promovido por artistas da nossa terra, que nos presenteiam com a beleza do seu trabalho, sua competência e determinação”, ressaltou a vereadora Jacqueline.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A autora do Projeto de Lei comentou ainda que a inclusão definitiva da Paixão de Cristo no Calendário Cultural do Município de Cabedelo está sendo apenas o primeiro passo, pois a vereadora também solicitará a regulamentação do apoio da Prefeitura de Cabedelo ao espetáculo.

 

 

 

Assessoria de Imprensa para o Focando a Notícia

Tradicional Paixão de Cristo da cidade de Pilões/PB completará 40 anos de encenação

Paixão-de-Cristo_PilõesO tradicional espetáculo da Paixão de Cristo encenado pelo Teatro Pe. Matheus da cidade de Pilões estará completando em 2013, 40 anos de exibição.

A apresentação acontece todos os anos no largo da Matriz do Sagrado Coração Jesus sempre na sexta-feira santa, logo ao cair da tarde e reuni um público impressionante. São pessoas que vem de várias cidades da região e de outros estados para assisterem o espetáculo.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Esse ano o organizador do evento, o agitador cultural Herminho de Castro , promete fazer uma grande apresentação com o apoio da Prefeitura Municipal.

Da Redação
Do Expresso PB

Tão amados, tão odiados: Timão e Fla mexem com paixão dos atletas

Eles são os clubes que mais abalam a paz de espírito de torcedores Brasil afora. Para o bem e para o mal. E quando se fala em torcedor, se fala inclusive daquele sujeito que hoje é torcedor e amanhã, bom das pernas, vira jogador. Flamengo e Corinthians, os clubes mais populares do Brasil, também são aqueles para os quais a maioria dos atletas torcia quando criança. É o que revela pesquisa realizada pelo GLOBOESPORTE.COM e pela revista “Monet” com mais de 300 atletas que disputarão o Brasileirão das séries A e B.

É um caso de amor. E de ódio. Acontece que a mesma pesquisa revela antipatia de parte dos atletas por Flamengo e Corinthians. Eles lideram a lista de times para os quais os jogadores não suportam perder. E só são superados pelo Íbis, ainda hoje ironizado pelo título de pior time do mundo, quando questionados sobre a equipe onde jamais jogariam.

grafico amor e odio - 2 (Foto: Infoesporte)

Amor

Quem fez parte da pesquisa Quem não fez parte
América-RN, Atlético-GO, Atlético-MG, Atlético-PR, Barueri, Boa Esporte, Botafogo, Bragatino, Ceará, Corinthians, Criciúma, Flamengo, Fluminense, Goiás, Guarani, Guaratinguetá, Náutico, Ponte Preta, Portuguesa, Santos, São Caetano, São Paulo e Sport. ABC, América-MG, Bahia, CRB, Cruzeiro, Figueirense, Grêmio, Internacional, Ipatinga, Palmeiras, Vasco e Vitória. Os questionários dos jogadores de ASA, Avaí, Coritiba, Joinville e Paraná não chegaram em tempo de entrar na pesquisa.

Na prática, a paixão de infância dos jogadores comprova as pesquisas que indicam Flamengo e Corinthians como maiores torcidas do Brasil. Em janeiro, a Pluri Pesquisas Esportivas apontou que 15% dos brasileiros torcem pelo Flamengo e 13% pelo Corinthians. São números parecidos com o da pesquisa entre os atletas: 15,6% e 14,4%, respectivamente. O que surpreende, entre os jogadores, é o aumento no percentual de são-paulinos.

Para a Pluri, 8% dos brasileiros torcem pelo clube do Morumbi. Entre os jogadores do Brasileirão, o percentual de simpatia ao São Paulo é bem maior: 14,1%. Ou seja: a fatia de jogadores que torcem pelo Tricolor é maior, proporcionalmente, do que a fatia de brasileiros. Já com o Palmeiras, quarto colocado, a diferença é pequena. O Verdão tinha a torcida de 6,9% dos jogadores. A pesquisa da Pluri indica simpatia de 6% da população pelo clube.

Entre os atletas, o quinto mais citado é o Santos, que aparece apenas em nono no levantamento da Pluri – no qual o quinto posto é do Vasco, com 8,8%. Mas a predominância dos paulistas entre os cinco primeiros se justifica. A maioria disparada dos jogadores entrevistados (43,7%) nasceu em São Paulo. Apenas 15,5% vieram à luz no Rio de Janeiro.

Ódio

Mas existe o outro lado da moeda. O lado do ódio. Muitos jogadores manifestam clara antipatia aos clubes. Alguns dizem que jamais vestiriam a camisa de um deles e, especialmente, afirmam que são equipes para as quais não suportam perder.

Paulo Nunes, ex-jogador de Flamengo e Corinthians, entende a rejeição. Ele sentiu na pele isso. Quando atuava pelo Palmeiras, queria vencer o adversário de qualquer jeito – como demonstrou ao ser um dos protagonistas de pancadaria em 1999 (veja no vídeo ao lado). Até que acabou vestindo justamente a camisa alvinegra.

– Eu era flamenguista desde menininho. O flamenguista acompanha, vive essa paixão, não quer nem saber dos outros clubes. Aí todo mundo quer ganhar dele. O Corinthians é parecido. Quando eu jogava no Palmeiras, queria ganhar de qualquer jeito. Mas eu via aquela torcida e ficava arrepiado. Quem não é corintiano, não aguenta ver aquilo. Eles são malucos. São muito chatos. Eu coloquei na cabeça que um dia ia jogar lá – disse o ex-atacante.

Paulo Nunes no Flamenfo (Foto: Reprodução)Paulo Nunes nos tempos de Flamengo: ‘Todo
mundo quer ganhar dele’ (Foto: Reprodução)

É importante ressalvar que os jogadores receberam com desconfiança a pergunta sobre o clube onde não jogariam. Mais de metade deles, 56%, deixou a resposta em branco. Outros 15,6% disseram que não existe uma equipe que jamais defenderiam. Entre aqueles que apontaram algum time, venceu a chacota: o Íbis, conhecido no passado como pior time do mundo, teve 4,5% do total de votos, seguido pelo Corinthians, com 4,2%. O Flamengo teve 1,8%.

Os dados são mais expressivos quando se trata do time para o qual os jogadores não suportam perder. O universo de respostas é maior. E o Corinthians volta a ser mais lembrado do que o Flamengo. Tem 9% dos votos, contra 5,4% do Rubro-Negro. Na seqüência, aparece o Vasco (4,5%).

Os dados indicam, embora estejam longe de comprovar, que os jogadores entram com mais sede contra Corinthians e Flamengo. Será? Que o volante Marcos Assunção, do Palmeiras, responda:

– São times para os quais não gosto de perder. A verdade é essa – resumiu o jogador.

É uma questão de respeito. Mas Marcos Assunção concorda com Paulo Nunes em um tópico: são times que incomodam a ponto de o atleta cogitar jogar neles.

marcos assunção palmeiras x mogi mirim (Foto: Roberto Vazquez/ Futura Press)Assunção: elogios para o Corinthians, mas vontade
de ganhar (Foto: Roberto Vazquez/ Futura Press)

– Tenho muito respeito pelo Flamengo, onde joguei. No Corinthians, não joguei, mas também respeito, pela torcida, pelos títulos. Todos jogadores gostariam de jogar em times grandes. Estou no Palmeiras, um time grande, e estou muito feliz. Não digo que não jogaria nesses times. Não tenho idade para trocar de time. Tenho quase 36 anos, então pretendo encerrar minha carreira no Palmeiras. Mas acho que em grandes times como Flamengo e Corinthians, todos jogadores gostariam de jogar. (…) Joguei no Flamengo e gostaria de ter jogado em um time como o Corinthians, com a torcida que tem. Mas estou feliz no Palmeiras – comentou o volante alviverde.

Há, porém, quem não veja sentido na diferenciação feita pelos atletas. É o caso do treinador do Flamengo, Joel Santana.

– Não interessa se você vai jogar com Sport ou com Santos; com Bahia ou com Corinthians. Tudo vale a mesma coisa. Claro que cada um tem um peso na competição, mas a responsabilidade é a mesma. Não podemos achar que com o Sport será um jogo fácil e com o Corinthians um jogo difícil. Às vezes o jogo que a gente acha que é mais fácil se torna mais difícil – opinou o treinador.

A pesquisa mostra que os jogadores levam mais em consideração o time de infância do que a equipe atual ao designar um clube onde jamais jogariam. De todos os votos para o Corinthians, apenas dois não foram de boleiros que torciam para equipes paulistas quando eram crianças.

* Colaboraram Janir Júnior e Marcelo Hazan.

Globoesporte.com