Arquivo da tag: pai

Pai que matou filha de 1 ano é agredido por vizinhos e morre em delegacia

A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar a causa da morte de um homem, de 35 anos, ocorrida na madrugada desta segunda-feira, dentro da 126ª DP (Cabo Frio), no município de Cabo Frio, na Região dos Lagos. Portador de problemas psicológicos, segundo relato de seus familiares, ele havia sido preso horas antes por policiais militares, após sofrer um suposto surto e esfaquear a própria filha de um ano e a mãe de criança, de 33.

A agressão ocorreu em uma casa do Bairro Unamar. O bebê não resistiu aos ferimentos e morreu. A mulher foi ferida na mão. Depois de ouvir gritos das vítimas, um grupo de pessoas ainda não identificadas, invadiu a residência e agrediu o homem a socos, pauladas e golpes de uma pá.

Socorrido por policiais militares e por bombeiros, ele foi levado para o Hospital Tamoios e de lá, foi transferido para 126ª DP, onde acabou sendo autuado em flagrante por homicídio e tentativa de homicídio.

Segundo a polícia, por volta das 5h desta segunda-feira, presos que estavam em uma cela chamaram os policiais alertando que homem estava passando mal.

Retirado do xadrez, ele ainda foi socorrido por uma equipe do Corpo de Bombeiros, mas não resistiu e morreu. Os investigadores da 126ªDP aguardam o resultado de um exame cadavérico para saber qual a causa exata da morte do homem.

Caso fique confirmado que a morte ocorreu por espancamento, o fato passará a ser investigado como homicídio.

 

Extra

 

 

Pai desabafa após estudante ser baleado dentro de escola, na PB: ‘se fosse na rua, era outra coisa’

“Se fosse na rua era outra coisa, mas dentro da escola ele tomou um tiro?”, desabafou o pai do adolescente de 14 anos baleado dentro de uma escola em João Pessoa, nesta segunda-feira (18). O homem, que preferiu não ser identificado, acredita que a bala que atingiu o filho não partiu de fora da unidade escolar. “Quem atirou no meu menino tava lá dentro da escola mesmo”, acrescentou.

O adolescente foi atingido por um tiro no rosto quando estava dentro do banheiro de uma escola municipal, que fica localizada no bairro do Cristo. O estudante foi atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), encaminhado para o Hospital de Emergência e Trauma e recebeu alta ainda no final da tarde desta segunda-feira (18).

Conforme informou a Secretaria de Educação Municipal, a hipótese é que a bala tenha partido de uma casa que fica ao lado da escola e que está desocupada no momento. O diretor de Gestão Curricular da Secretaria, Gilberto Cruz, explicou que no banheiro onde estava o estudante tem um “cobogó que dá acesso à casa”.

Estudante de 14 anos é baleado dentro de escola recebe alta, em João Pessoa

Estudante de 14 anos é baleado dentro de escola recebe alta, em João Pessoa

O diretor também acrescentou que o adolescente é um “bom aluno, tem um bom histórico, dentro e fora da escola, boas notas”, e acredita que ninguém atirou nele de forma intencional.

De acordo com o delegado da Polícia Civil, Carlos Othon, o caso está sob investigação e só será possível afirmar de onde partiu o disparo após conclusão da perícia criminal.

Pai desabafa após filho ser baleado dentro de escola, em João Pessoa: ‘se fosse na rua era outra coisa’. — Foto: Reprodução/TV Cabo Branco

Pai desabafa após filho ser baleado dentro de escola, em João Pessoa: ‘se fosse na rua era outra coisa’. — Foto: Reprodução/TV Cabo Branco

 

G1

 

 

Presos suspeitos de matar pai de cacique na Baía da Traição

Foram presos, nesta quinta-feira (17), dois homens suspeitos do latrocínio que vitimou o pai do cacique da Aldeia Caieira, Baía da Traição, ocorrido no dia 5 de junho deste ano. Existe suspeita de que a dupla esteja envolvida em outros dois casos de roubo seguido de morte. A prisão foi realizada pelas polícias Civil e Militar.

Segundo o delegado Walter Brandão, da Seccional de Polícia Civil de Mamanguape, os presos seriam responsáveis por assaltos que vinham sendo praticados em várias aldeias e aterrorizavam a população da Baía da Traição. Os investigados ficaram detidos e serão apresentados em audiência de Custódia, ficando à disposição da Justiça.

 

portalcorreio

 

 

Pai e filha ficam feridos em acidente de carro na PB-075

Um homem de 50 anos, e a filha de 18 anos, ficaram feridos após um acidente de carro na PB-075, entre Guarabira e Cuitegi, na Paraíba, nesta quinta-feira (3). O fato aconteceu de 12h, próximo ao Motel Passione.

José Fernandes Miranda e Ednajad Virgínio Miranda trafegavam pela rodovia em um veículo Celta quando sofreram o acidente. Segundo informações, eles fazem esse mesmo percurso de motocicleta porém, hoje o fizeram de carro.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, os ocupantes estavam usando sinto de segurança no momento do ocorrido. O motorista ficou preso nas ferragens. Ele relatou que teria cochilado vindo a perder o controle do automóvel.

O carro saiu da pista e atingiu uma árvore. Há relatos de populares que o homem tentou realizar uma ultrapassagem. “As causas do acidente serão investigadas para termos a certeza do acontecido”, relatou a Polícia Militar.

As vítimas que são de Cuitegi (PB) receberam os primeiros atendimentos da equipe do Corpo de Bombeiros e foram encaminhadas para o hospital regional de Guarabira. “Apesar do susto, as vítimas não correm risco de morte”, relatou o Bombeiro Militar.

Blog do Pedro Júnior

Colaborou: Repórter Rodrigo Souza

 

 

Homem atira no próprio pai durante discussão em Conceição, no Sertão paraibano

Um homem atirou contra o próprio pai, no sítio Alto Quente, no município de Conceição, no Sertão paraibano, por volta das 16h30 desse domingo (29).

De acordo com informações da Polícia Militar, Francisco Carlos, de 73 anos bebia
em casa com o filho, Damião Carlos Dias, de 38 anos, quando os dois começaram a discutir. O filho pegou uma espingarda e disparou contra o pai.

Ele não conseguiu acertar em cheio, mas um dos estilhaços ficou alojado no braço da
vítima, que foi socorrida por populares para o Hospital e Maternidade Caçula Leite, onde ficou sob observação médica.

O filho fugiu e até a publicação desta matéria ainda não havia sido encontrado pela
polícia.

 

clickpb

 

 

Bolsonaro rebate Bachelet com ataque a pai torturado

O presidente Jair Bolsonaro respondeu a críticas da ex-presidente do Chile Michelle Bachelet atacando seu pai, Alberto Bachelet, torturado e morto pela ditadura de Augusto Pinochet no país. Alta Comissária para Direitos Humanos da ONU, ela disse em entrevista que o “espaço democrático” no Brasil estava encolhendo.

Em redes sociais, Bolsonaro, que estará na Assembleia Geral da ONU neste ano, publicou uma foto em que a ex-presidente chilena aparece ao lado de Dilma Rousseff e Cristina Kirchner, ex-presidentes de Brasil e Argentina.

“Seguindo a linha do (Emmanuel) Macron (presidente da França) em se intrometer nos assuntos internos e na soberania brasileira, (Michelle Bachelet)investe contra o Brasil na agenda de direitos humanos (de bandidos), atacando nossos valorosos policiais civis e militares”, escreveu Bolsonaro. “Diz ainda que o Brasil perde espaço democrático, mas se esquece que seu país só não é uma Cuba graças aos que tiveram a coragem de dar um basta à esquerda em 1973, entre esses comunistas o seu pai brigadeiro à epoca”, concluiu, no Facebook.

Aos jornalistas em Brasília, na manhã desta quarta, ele reiterou as críticas. “Parece que quando tem gente que não tem o que fazer, como a senhora Michelle Bachelet, vai lá para cadeira de direitos humanos da ONU. Passar bem, dona Michelle”. Bolsonaro ainda desejou “pêsames” para Bachelet. “A única coisa que tenho em comum com ela é a esposa que tem o mesmo nome. Fora isso, fora isso, meus pêsames a Michelle Bachelet”, disse o presidente.

 

Foto: Reuters
Terra

 

 

Pai de criança atropelada por caminhão na PB vai responder por homicídio culposo, diz delegada

O pai que atropelou o filho acidentalmente na manhã desta quinta-feira (29), em Monte Horebe, no Sertão da Paraíba, vai responder por homicídio culposo, quando não há intenção de matar, conforme a delegada de homicídios de Cajazeiras, Yvina, responsável pelo caso. O menino, de 1 ano e dois meses, morreu após ser atropelado por um caminhão caçamba conduzido pelo pai, quando corria para abraçá-lo.

“O pai vai responder por homicídio culposo, quando não há intenção de matar, o que a gente trata também como negligência, imprudência e imperícia. Mas é preciso salientar que, em casos como esse, em análise judicial, o juiz pode aplicar um perdão judicial se o sofrimento do pai for muito mais intenso do qualquer penalidade que ele possa ter”, explicou a delegada.

Menino foi atingido por pneu traseiro de caminhão

De acordo com a delegada, a vítima, Márcio Ryan, foi atingida na cabeça por um dos pneus traseiros do caminhão caçamba conduzido pelo pai, de 54 anos. “Antes de entrar no caminhão, o pai estava brincando com o filho dentro de casa, se despedindo para ir trabalhar. Quando ele entrou no caminhão, a criança correu ao encontro dele novamente, mas ele não percebeu”.

Conforme Yvina, o pai precisou dar marcha à ré no caminhão caçamba para sair de casa. Foi nesse momento que o menino estava atrás do veículo e o pai acabou não percebendo que o filho estava no local.

“Infelizmente, na hora que ele saiu com o caminhão de ré, o menino estava atrás do veículo e acabou sendo atingido na cabeça por um dos pneus traseiros do veículo. O pai ainda pegou o menino nos braços e acionou o Samu ao local, mas a criança já estava morta”, contou a delegada.

Mãe pediu para verificar corpo do filho

Ainda conforme relato da delegada ao G1, a mãe da criança, que está em choque, fez um único pedido à polícia. “Todos estão em choque com o que aconteceu. A mãe da criança, que não acredita no que aconteceu, pediu pra que a gente verificasse o corpo do filho, pra saber se o menino havia sofrido muito na hora da morte”, disse Yvna.

De acordo com a delegada, a perícia analisou o caminhão caçamba e no veículo não há nenhuma marca do acidente. “Pelo que a gente analisou no local, a criança pode ter ido à óbito com a pancada que sofreu na cabeça. No local não há nenhum sinal do acidente, não há marcas ou restos encefálicos da criança no pneu do caminhão”, salientou.

Caso é investigado na Delegacia de Homicídios de Cajazeiras — Foto: Beto Silva/TV Paraíba

Caso é investigado na Delegacia de Homicídios de Cajazeiras — Foto: Beto Silva/TV Paraíba

Testemunhas serão ouvidas na terça-feira (3)

A delegada informou que a família da criança e testemunhas serão ouvidas no dia 3 de setembro. “As oitivas estão marcadas pra próxima terça-feira. Todos da família e testemunhas que estavam no local vão prestar esclarecimentos do caso na delegacia”, pontuou.

G1

 

Criança morre após ser atropelada por caminhão conduzido pelo pai, na PB

Uma criança de 1 ano e dois meses morreu na manhã desta quinta-feira (29) após ser atropelada acidentalmente pelo pai, em Monte Horebe, no Sertão da Paraíba. De acordo com as primeiras informações da Polícia Militar, o homem estaria tirando um caminhão caçamba da garagem de casa quando, sem perceber, atropelou o filho.

O caso aconteceu no bairro São José. Segundo relato de testemunhas à PM, o pai de Márcio Ryan estaria tirando o caminhão caçamba da garagem de casa para ir trabalhar, quando o menino correu para abraçar o pai. Sem perceber que a criança estava no local, o homem acabou atropelando o filho.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada ao local, mas constatou que o menino já estava morto. Ainda segundo a PM, ao perceber que tinha atropelado o filho, o pai da criança passou mal e precisou ser atendido por uma equipe médica do Samu.

G1

 

Filho mandou matar pai por R$ 4 mil e irmã seria a próxima, diz polícia

Paula Carvalho seria a próxima vítima do irmão adotivo Paulo Rodrigo Ribeiro Teixeira de Carvalho, preso nesta segunda-feira (26), suspeito de mandar matar o pai adotivo, o auditor fiscal Paulo Germano Teixeira de Carvalho, de 67 anos. Ele morreu no dia 7 de julho em um falso assalto numa granja em Paratibe, na Zona Sul de João Pessoa.

Durante entrevista coletiva na tarde desta segunda (26), o delegado Hugo Helder disse que o crime foi planejado por Paulo Rodrigo e que ele pagaria R$ 4 mil ao homem que seria executor do assassinato, Diego da Silva Cavalcanti.

O plano

O plano inicial de Rodrigo era que Diego matasse o auditor fiscal quando ele saísse de uma missa, no dia 7 de julho, mas o pneu da moto utilizada no crime furou e a ideia acabou sendo adiada. Conforme o delegado, Rodrigo levou os parentes que estavam na granja para outro local e deixou o portão destrancado, o que facilitou o acesso de Diego à granja.

De acordo com a polícia, Diego matou o auditor fiscal depois que ele chegou à granja, após a missa, com três tiros e roubou celulares e uma quantia de R$ 1.800 em dinheiro, para simular o assalto. O acordo era que esse dinheiro ficaria com Diego, que receberia depois mais R$ 4 mil pelo assassinato.

Mais envolvidos

Segundo a polícia, o irmão de Diego, Carlos Roberto Ferreira Pontes, também estaria envolvido no caso e seria o responsável por mediar a comunicação entre Diego e Rodrigo após o assassinato.

Mais vítimas

Depois do crime, o plano do trio era executar mais duas pessoas, sendo a irmã de Rodrigo, Paula Carvalho, e uma pessoa que estaria cometendo pequenos furtos nas imediações da casa do suspeito. Paula acusa o irmão adotivo de mandar matar o pai deles por causa de herança.

Prisão

Rodrigo, Diego e Carlos foram presos na Operação Édipo, que leva o nome do personagem da mitologia grega que matou o pai. Os três foram levados para a Central de Polícia no Geisel, em João Pessoa, onde estão à disposição da Justiça.

Conforme o delegado Hugo Helder, outras pessoas são investigadas como suspeitas de participação no crime, como o caseiro que estava na granja no dia do assassinato e também é a principal testemunha.

 

portalcorreio

 

 

Pai e filho morrem afogados em barreiro entre Puxinanã e Montadas, no Agreste da PB

Pai e filho morreram afogados na tarde desta quinta-feira (22), em um barreiro que fica entre as cidades de Puxinanã e Montadas, no Agreste paraibano. Segundo as informações do Corpo de Bombeiros, o filho havia caído no barreiro e o pai pulou na água para tentar salvá-lo, mas os dois acabaram morrendo.

O afogamento foi confirmado pelo Corpo de Bombeiros de Campina Grande, por volta das 16h30. O barreiro onde o caso ocorreu fica às margens da rodovia estadual PB-115.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi ao local para retirar os corpos. O pai era um agricultor de 48 anos de idade e filho era um adolescente de 13 anos de idade.

G1