Arquivo da tag: pai

‘Gabriel é para mim a maior representatividade de alegria’, diz pai do cantor morto em acidente aéreo

O pai do cantor Gabriel Diniz, morto na segunda-feira (27) em um acidente aéreo em Sergipe, afirmou nesta terça que o filho “é a maior representatividade da alegria”. Francisco Cizinato Lacerda Diniz falou com a imprensa durante o velório do filho, em João Pessoa.

“Este momento que a gente tá passando é difícil, é muito difícil realmente. Às vezes você pensa que está sonhando, mas não está. Neste momento, eu falo para os fãs que não se sintam tristes, porque o Gabriel é pra mim a maior representatividade da alegria. Eu não me incomodo se as pessoas se manifestarem com alegria neste momento, de maneira alguma. A gente tem que guardar as coisas boas que ele deixou pra gente”, disse o pai do cantor.

GD, como Gabriel Diniz era chamado, nasceu em Campo Grande (MS), mas foi criado em João Pessoa (PB), onde morava e construiu sua carreira, marcada pela irreverência nas letras, nas roupas e na presença de palco.

Gabriel Diniz — Foto: Reprodução/Instagram

Gabriel Diniz — Foto: Reprodução/Instagram

O estouro veio no segundo semestre do ano passado, com “Jenifer”, o grande hit do último verão. A música divertida sobre uma mulher encontrada no Tinder foi a primeira de Diniz a chegar ao topo das paradas de todo o Brasil.

Os maiores sucessos anteriores dele eram “Paraquedas”, com Jorge e Mateus (18 milhões de visualizações no YouTube) e “Acabou, acabou”, com Wesley Safadão (62 milhões). GD tinha empresários em comum com Safadão.

Gabriel Diniz canta em gravação do programa 'Só Toca Top', da TV Globo, no Rio de Janeiro, em julho de 2018 — Foto: Fábio Rocha/TV Globo

Gabriel Diniz canta em gravação do programa ‘Só Toca Top’, da TV Globo, no Rio de Janeiro, em julho de 2018 — Foto: Fábio Rocha/TV Globo

A queda da aeronave foi na tarde de segunda no povoado Porto do Mato, em Estância, sul de Sergipe. O corpo foi liberado às 21h do Instituto Médico Legal de Sergipe (IML), em Aracaju, e chegou por volta de 3h30 ao aeroporto Castro Pinto, na região da Grande João Pessoa.

O corpo de Gabriel Diniz chegou por volta de 5h desta terça-feira no ginásio onde acontece o velório, no bairro do Cristo Redentor.

Fãs chegaram de madrugada para velório

Durante toda a madrugada, fãs começaram a ocupar a entrada do ginásio Ronaldão para acompanhar o velório. A primeira parte da cerimônia, das 5h às 8h, ficou restrita à pedido da família. Após entrar no ginásio, fãs passavam por uma espécie de corredor para se aproximar do caixão de Gabriel.

O cantor Matheus, da dupla Matheus e Kauan, a youtuber e humorista Gkay e Renan da Resenha, também humorista, estavam entre os presentes.

Uma missa, também aberta ao público, será celebrada pelo Padre Luiz Carlos por volta de 15h. Uma hora depois, às 16h, o corpo do cantor seguirá em cortejo em carro aberto do Corpo de Bombeiros para o Cemitério Parque das Acácias, no bairro José Américo. O sepultamento será restrito a parentes de Gabriel.

Fãs de Gabriel Diniz fazem fila para ver caixão com o corpo do cantor em velório, em ginásio de João Pessoa  — Foto: Reprodução/TV Globo

Fãs de Gabriel Diniz fazem fila para ver caixão com o corpo do cantor em velório, em ginásio de João Pessoa — Foto: Reprodução/TV Globo

Mapa mostra local da queda de avião em que estava Gabriel Diniz — Foto: Arte G1/ Rodrigo Sanches

Mapa mostra local da queda de avião em que estava Gabriel Diniz — Foto: Arte G1/ Rodrigo Sanches

 

 

G1

 

 

Em Araçagi, homem é preso em flagrante depois de agredir o pai de 72 anos

Policiais do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) prenderam em flagrante, na noite dessa quinta-feira (28), na zona rural do município de Araçagi, um homem suspeito de agredir o próprio pai, um idoso de 72 anos de idade.

Os militares foram informados, através de familiares da vítima que ligaram para o 190, de que o homem teria chegado na casa do pai, localizada no Sítio Gravatá de Piabas, com sinais visíveis de embriaguez, passando a agredi-lo fisicamente.

Quando a guarnição chegou ao local, o suspeito tinha evadido, mas de forma rápida os policiais conseguiram localizá-lo e prendê-lo. Ele foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil e autuado em flagrante pelo crime de lesão corporal.

 

4º BPM

 

 

Pai e filho morrem baleados na chegada à igreja em Mangabeira, na Capital

Pai e filho foram assassinados no bairro de Mangabeira, em João Pessoa, após estacionarem o veículo no qual estavam. O fato aconteceu na noite deste domingo (30) enquanto as vítimas chegavam à igreja onde assistiriam a um culto.

O pai identificado como Gouveia morreu na hora, com o corpo estirado no chão. O filho identificado como Cristiano foi levado até a ambulância do Samu, onde morreu após os primeiros socorros.

O caso foi registrado perto de um PSF em Mangabeira. Os autores que chegaram em um carro de cor branca e o motivo do crime não foram identificados. Nenhum suspeito do atentado foi detido durante as buscas feitas pela Polícia Militar.

O Samu confirmou ao ClickPB que enviou duas ambulâncias, sendo uma de suporte básico e outra de suporte avançado, para casos mais graves.

ClickPB

Foto: Reprodução/WhatsApp

Adolescente de 15 anos é apreendido suspeito de planejar morte do próprio pai na Capital

Armas que seriam utilizadas pelo adolescente para assassinar o pai foram apreendidas (Foto: Reprodução/Assessoria)

A Polícia Militar apreendeu no início da noite dessa terça-feira (20), um adolescente de 15 anos, suspeito de planejar a morte do seu próprio pai. Com ele apreendeu  dois revólveres que seriam usados para tirar a vida do pai, na comunidade do Aratu, em Mangabeira VIII, na zona sul da Capital. O jovem contou que pretendia cometer o homicídio por vingança.

Ao ser flagrado, ele revelou que estava procurando pelo pai para matá-lo, já que, segundo ele, há um ano o pai havia tentado matar a mãe dele, que se separou depois do fato. O adolescente foi levado para a Delegacia da Infância e Juventude, no Geisel.

Ele foi abordado ao passar de bicicleta por uma das viaturas do 5º Batalhão, que fazia rondas na comunidade. Os revólveres apreendidos com ele eram de calibres 38 e 32 e estavam todos com munições intactas.

ClickPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

MPF pede prisão de pai e filho por trabalho escravo em Campina Grande

O Ministério Público Federal (MPF) em Campina Grande (PB) pediu, nesta quarta-feira (21), que a Justiça Federal expeça mandados de prisão em face de Marcelo Renato Arruda e seu filho George Luis Arruda, proprietários da João Arruda Construções e Mineração LTDA, empresa localizada no município de Boa Vista, no Cariri do estado, e da companhia de mineração Dolomil, situada em Campina Grande. Ambos foram condenados pela prática do crime de redução à condição análoga à de escravo, tendo como vítimas 30 trabalhadores.

Pai e filho foram condenados em segunda instância, tendo penas majoradas pelo Tribunal Regional Federal (TRF) da 5ª Região, em Recife, a pedido do MPF. Marcelo foi condenado a pena privativa de liberdade de 4 anos, 4 meses e 15 dias de reclusão, em regime inicial semiaberto, além de R$ 239.700,00 de multa; e George a pena privativa de liberdade de 5 anos e 3 meses de reclusão, em regime inicial semiaberto, além de R$ 57.120,00 de multa.

O aumento das penas pelo TRF, com parcial provimento à apelação do MPF, inviabilizou a substituição das penas privativas de liberdade por restritivas de direito. Na apelação, o MPF argumentou que as penas deveriam ser maiores porque, mesmo os réus sendo donos de uma empresa de equipamentos de proteção individual, os trabalhadores da mineração não tinham acesso aos equipamentos adequados.

Trabalho escravo – Segundo relatório de fiscalização de auditores do Ministério do Trabalho e Emprego, as irregularidades que indicaram a situação degradante a que os trabalhadores estavam submetidos foram agrupadas em cinco conjuntos principais: água para consumo pessoal, alojamento, condições sanitárias e de higiene, alimentação e condições de trabalho. Os direitos trabalhistas também não eram respeitados.

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Pai encontra drogas e denuncia filho à Polícia

Um jovem foi encaminhado à Delegacia na noite de quinta-feira (8) na cidade de Cajazeiras após seu próprio pai denunciá-lo à Polícia ao encontrar drogas nos pertences do filho. A todo, a Polícia Militar (PM) apreendeu cerca de 8kg de materiais ilícitos.

De acordo com informações do delegado Glauber Fontes, assim que a denúncia foi feita, a PM foi até o local e encontrou os produtos. Na casa, havia cocaína e maconha.

Apesar das drogas terem sido encontradas com o jovem, ele afirma que pertence a um amigo e que ele estaria apenas armazenando. O material foi apreendido e o homem encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil, para que sejam tomadas as medidas necessárias.

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Pai e filho são suspeitos de chefiar 21 pessoas para crimes na PB e no RN

(Foto: Alexandre Freire/Portal Correio)

Uma operação integrada entre Polícias Civil e Militar através do Núcleo de Homicídios da 6ª Delegacia Seccional de Alhandra desarticulou uma quadrilha de 23 pessoas, comandada por pai e filho. Eles são suspeitos de chefiar o tráfico de drogas e a prática de homicídios no Litoral Sul da Paraíba. Dezenove pessoas foram presas em flagrante e quatro adolescentes apreendidos na ação que foi chamada de ‘Operação Arataguis’.

Entre os presos está Marcos Honório Júnior, de 31 anos, que é apontado como autor de vários homicídios motivados pelo controle do tráfico de drogas na região. Segundo a polícia, enquanto Marcos Honório Júnior comandava as ações na região do Rio Grande do Norte, o pai, Marcos Honório, gerenciava o tráfico no Litoral Sul paraibano. Além do pai e do filho, a esposa de Marcos Honório Júnior, também foi presa.

De acordo com o delegado responsável pela ação, Aneílton de Castro, a família também é responsável por assassinatos. “Nós estamos nas investigações de forma mais intensa há cerca de dois meses, mas sabemos da existência do grupo desde 2016. Tanto Marcos Honório como Marcos Honório Júnior pertencem a facção Okaida e são responsáveis diretamente por dez homicídios, entre duplos e triplos homicídios”, garantiu o delegado.

Além das pessoas presas, a operação ainda apreendeu nove armas de fogo, 54 munições, 402 gramas de cocaína e seis quilos de maconha.

Detalhe sórdido

O delegado Aneílton de Castro ainda revelou um detalhe sórdido sobre a crueldade dos suspeitos presos. De acordo com Aneílton, em uma das ações do grupo, uma criança de apenas 1 ano foi baleada nas costas e ficou paraplégica. Ainda segundo o delegado, o grupo era conhecido pela violência em suas ações, matando inclusive membros da própria facção, a fim de liderar o tráfico na região.

‘Arataguis’

A operação foi batizada com o nome ‘Arataguis’ em referência ao primeiro nome da cidade de Alhandra, visto que os acusados tentavam sitiar a cidade e região.

portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Crianças são intoxicadas por veneno e mãe aponta pai delas como suspeito, na PB

(Foto: Maurício Melo/G1)

Três crianças foram internadas no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, na noite desse domingo (22), vítimas de intoxicação por veneno de lagarta. Elas são da cidade de Livramento, Cariri paraibano, a 243 km de João Pessoa.

Segundo a assessoria de comunicação do hospital, com base no relato da mãe, o pai das crianças seria o responsável pela intoxicação. Ela contou que o homem teria espalhado veneno em um pano e, em seguida, colocado o tecido na cabeça das crianças – duas meninas e um menino, que têm três, seis e sete anos de idade.

A mãe das crianças também informou que o homem tentou agredir funcionários do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que atuaram no socorro às vítimas.

Ainda conforme a assessoria do hospital, as crianças estão internadas na ala de observação infantil, com quadro clínico estável.

Em contato com o Portal Correio, o delegado de Livramento, Ariosvaldo Adelino, disse que a Polícia Civil ainda não foi acionada sobre o caso. “Estamos aguardando o comunicado para iniciar o processo de investigação e procura por esse homem que está sendo apontado como suspeito”, informou.

Portal Correio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Pai confessa estupro da própria filha de dez anos e diz que dopava menina, diz polícia

Foto: diariodobrejo.com

O homem de 32 anos confessou que estuprava a filha de 10 anos em Araruna, no Brejo da Paraíba. Em depoimento, o homem informou que em algumas ocasiões chegou a dopar a menina para cometer os abusos. Como os dois moravam sozinhos, ele trancava as portas de casa para que ninguém chegasse de surpresa e flagrasse o crime.

O pai da criança foi preso no domingo (6) horas depois de ser denunciado pela madrinha da menina sob suspeita de praticar atos sexuais com a própria filha. De acordo com a Polícia Militar, o crime foi descoberto após a menina contar os episódios de abuso à madrinha. A mulher, que já estava desconfiando do comportamento da afilhada, resolveu prestar queixa na delegacia.

A confissão foi feita durante depoimento ao delegado da Polícia Civil de Solânea, Diógenes Fernandes ainda no domingo. Segundo o escrivão que acompanhou o depoimento, o homem revelou que praticava sexo anal e oral com a filha. Os exames feitos pela criança na unidade de pronto atendimento em Araruna confirmaram a versão do homem, uma vez que apontaram que a vagina da menina estava intacta.

Após ser ouvido pelo delegado, o pai da criança foi autuado pelo crime de estupro de vulnerável e, se condenado, pode pegar uma pena de até 15 anos de prisão. Ele segue detido na manhã desta segunda-feira (7) na cadeia pública de Araruna.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Homem é preso suspeito de estuprar a própria filha em Araruna

Foto: diariodobrejo.com

Um homem de 32 anos foi preso na tarde de domingo (6) suspeito de estuprar a própria filha, de 10 anos, em Araruna, no Brejo paraibano. A prisão aconteceu em flagrante e a menina contou que o pai abusava dela todos os dias.

De acordo com a Polícia Militar, o crime foi descoberto após a menina contar os episódios de abuso sexual para uma madrinha. A mulher, que já vinha desconfiando do comportamento da afilhada, resolveu prestar queixa na delegacia.

Após conversar com o delegado de plantão, a menina foi encaminhada para uma unidade de pronto atendimento, onde os exames confirmaram os abusos. Após rondas na cidade, a polícia conseguiu encontrar o pai da menina, que foi preso e autuado pelo crime de estupro de vulnerável.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br