Arquivo da tag: Padre

Padre de Diocese paraibana critica recepção com festa de prefeito de Uiraúna: “O povo ainda o recebe como um ídolo”

Após a população receber com festa o prefeito de Uiraúna João Bosco Fernandes, depois dele pagar fiança no valor de R$ 522 mil e ser posto em liberdade, o padre Daniel Leite, da Diocese de Patos, utilizou suas redes sociais para criticar a atitude da população.

Na publicação o padre ocultou palavras mas no contexto dá para entender que ele lamentou o fato dos populares não estarem acolhendo com festa a volta de um cientista mas de um político acusado de corrupção e de roubar o dinheiro do povo

Esse vídeo não é de acolhida de algum cientista que tenha descoberto a cura do Covid 19. Não é de recepção a alguém que concluiu o mestrado ou doutorado. Mas, de pessoas que estão recepcionando um co______pto (depois da era da pós verdade tenho até medo de escrever a palavra verdadeira, por isso deixarei subentendido) que ro___ou o próprio povo sendo flagrado recebendo 500 mil reais do dinheiro que saiu do bolso do próprio povo. E o povo ainda o recebe como um ídolo. O filósofo Francis Bancon tinha razåo quando afirmava que os ídolos ofuscam o avanço da racionalidade.

Escreveu o sacerdote.

O prefeito João Bosco Fernandes que havia sido preso após ser flagrado em um vídeo em que recebia dinheiro e o colocava na cueca.

PB Agora

 

Padre Nilson Nunes testa positivo para covid-19

O Padre paraibano Nilson Nunes testou positivo para a covid-19. De acordo com informações preliminares o sacerdote recebeu o resultado este fim de semana e por apresentar sintomas leves segue em isolamento domiciliar.

Todos os dias, de segunda a sexta, o sacerdote apresenta o programa Momento de Luz, das 9h às 10h na TV Arapuan.

Durante a apresentação do programa, padre Nilson vai além da  propagação da palavra da Bíblia e orientação espiritual, quem assiste é agraciado com os louvores e mensagens, momento de interação direta com o público.

Padre Nilson ainda é conhecido por iluminar o Parque do Povo com o Show “luz do meu viver” durante “O’Maior São João do Mundo”.

Paraíba Todo Dia

 

Morando na Itália, padre da diocese de Guarabira revela: “estou sem sair de casa há 9 dias”

A pandemia do novo coronavírus assusta o planeta e um dos países mais afetados é a Itália, que já contabiliza mais de 2,5 mil mortos em decorrência da doença. Por essa razão, o governa italiano adotou medidas restritivas em todo o país.

Morando na Itália, em Roma, há quase 2 anos, o padre Demétrio Morais, da diocese de Guarabira, participou nesta quarta-feira (18), por telefone, do programa de rádio matutino da Constelação FM de Guarabira, ancorado pelos radialistas Cid Cordeiro e Levy Ramos, e detalhou como está sendo esses dias de convivência com o COVID-19.

O padre fez um apanhado do surgimento da doença na Itália, pontuando em que região começou a surgir os primeiros casos e as medidas restritivas adotadas pelo governo italiano.

“Onde tudo começou foi no Norte da Itália, na região da Lombardia, onde está Milão e outras cidades que têm sofrido terrivelmente com o vírus, como a cidade Bergamo. Quando acolhemos as medidas de segurança que o Estado propõe é visando o bem de todos. Aqui na Itália o primeiro decreto é datado do dia 4 de março, foi quando se decretou o fechamento de escolas e universidades, prevendo o fechamento até o dia 15 de março, que depois foi prorrogado com o segundo decreto, estendendo as medidas restritivas até o dia 3 de abril”, disse.

Segundo Demétrio, somente depois que as autoridades italianas perceberam a complexidade do coronavírus, decidiu decretar estado de quarentena em todo o país.

“O governo, vendo que os casos no Norte da Itália aumentavam de forma assustadora, o primeiro ministro reuniu o conselho dos ministros e tomou a decisão de estender o estado de quarentena para toda a Itália. Depois desse novo decreto, que foi editado há 9 dias, toda a Itália foi decretada em estado de quarentena. Dessa forma, fechando o comércio, exceto os supermercados, correios e bancos”, contou o religioso.

De acordo com Demétrio, os residentes na Itália “são praticamente obrigados a permanecer em casa, mesmo não apresentando sintomas da doença, o que é o meu caso, que estou sem sair de casa há 9 dias. As pessoas que precisam sair de casa devem preencher uma ficha, que é um auto certificado que tem de ser apresentado às autoridades, sabendo que se estiver mentido pode até ser preso”, relatou o padre.

Embora esteja incomodado com a situação vivenciada, padre Demétrio disse que vive numa casa confortável, está com saúde e bem cuidado, mas a sensação de prisão dentro de casa é horrível, pois somente numa situação como essa é que se dá valor à liberdade de ir e vir.

O religioso fez um apelo aos brasileiros para que se cuidem, mas principalmente procurem preservar os idosos, que estão no chamado grupo de risco e são mais vulneráveis à doença.

 

portal25horas

 

 

‘Esse padre pode fazer zuada na campanha’, diz Jackson sobre Luiz Couto disputar PMJP

O presidente estadual do Partido dos Trabalhadores (PT), Jackson Macedo, disse, nesta quarta-feira(11), que o ex-deputado federal Luiz Couto possui um bom perfil para a disputa pela prefeitura de João Pessoa nas eleições deste ano.

Para Jackson, se o PT tiver o mínimo de estrutura o religioso pode surpreender nas eleições. “Se a gente tiver um fôlego, uma ajudazinha, esse padre pode fazer uma zuada na campanha”, avaliou.

Apesar de reconhecer o potencial de Luiz Couto, Jackson Macedo disse que é preciso consultar o ex-deputado sobre a disposição dele em concorrer ao cargo de prefeito. “Ele já disputou o Senado, foi duas vezes candidato a prefeito, foi deputado federal, então temos que saber dele se tem essa disposição para o executivo”, comentou.

paraiba.com.br/

 

 

Deputado Chió inicia peregrinação de 18 dias e 500 km até o Santuário de Padre Cícero no Ceará

O deputado estadual Chió  iniciou desde o dia 9 de janeiro uma peregrinação por diversas cidades da Paraíba e do Ceará até chegar ao seu destino final que é o Santuário de Padre Cícero, em Juazeiro. O parlamentar que é adepto desde jovem as maratonas de rua e já realizou diversas campanhas de corrida nas cidades do interior do estado resolveu mudar o rumo dos treinos e aliar a atividade física com a fé que possui em ‘Padim Ciço’.

Segundo o deputado, o percurso vem sendo feito ao lado de seus velhos amigos e já dura sete dias. Ao todo serão 18 dias de caminhada a pé, cruzando 19 cidades, 2 Estados e mais de 500 km.

Além de celebrar o seu aniversário, no último dia 12 de janeiro andando a pé pelas estradas e ruas dos municípios, a peregrinação, segundo ele, também é uma forma de dialogar com a população desses locais.

O parlamentar ainda reforça que o movimento se concretiza dentro de um anseio espiritual. “Em penitência e ação de graças a todas as bençãos recebidas. Saímos do Santuário de Padre Ibiapina, localizado entre Solânea e Arara. Rogo a Deus que nos abençoe e nos dê forças em todo caminho. Levo comigo as preces e as intercessões de cada um de vocês”, comentou.

Acompanhe a jornada do peregrino no seu perfil no instagram.

 

 

clickpb

 

 

Padre agradece emenda de R$ 1,5 milhão destinada por Tião, Adriano, Camila e Raniery ao Memorial de Frei Damião, em Guarabira

O padre Gaspar Rafael Nunes, que foi o primeiro reitor do santuário Memorial de Frei Damião e atualmente é coordenador da paróquia da cidade de Dona Inês, parabenizou o deputado estadual Tião Gomes (Avante) por integrar o grupo de parlamentares que destinou uma emenda de R$ 1,5 milhão para a recuperação do acesso ao Memorial de Frei Damião, em Guarabira, no Brejo do estado.

Em um vídeo divulgado durante a comemoração dos 58 anos do aniversário do padre, sendo 20 deles como sacerdote, o padre Gaspar agradeceu ao deputado e disse que a emenda é um privilégio para Guarabira.

“Obrigado pela emenda em benefício do santuário Memorial Frei Damião de R$ 1,5 milhão. Isso é um privilégio para a Diocese de Guarabira. Já comuniquei ao bispo e ao reitor e eles querem marcar uma audiência para pessoalmente lhe agradecer”, frisou o padre.

A emenda conjunta foi destinada pelos deputados Tião Gomes, Adriano Galdino, Raniery Paulino e Camila Toscano, e vai possibilitar a recuperação do acesso ao monumento religioso.

Tião Gomes lembrou que o acesso do santuário está intransitável  e precisa de uma recuperação urgente tendo em vista a visitação diária o local.  “Milhares de fiéis visitam o santuário anualmente e a estrada péssima dificulta as pessoas a chegarem até o parque religioso. Essa emenda que destinamos vai possibilitar a recuperação dessa via e melhorar o acesso ao local”, disse.

Memorial Frei Damião

O Santuário Memorial Frei Damião, situado na cidade de Guarabira (Paraíba), é um projeto arquitetônico composto de um museu e uma estátua, em homenagem ao frade capuchinho Frei Damião de Bozzano, um missionário do Nordeste brasileiro. Atualmente é considerada a terceira maior estátua do Brasil.

A inauguração, em dezembro de 2004, contou com a presença de mais de 50 mil fiéis. Foram realizadas parcerias entre a Diocese de Guarabira, a prefeitura de Guarabira e o governo do estado da Paraíba em sua edificação.

 

portaldolitoralpb

 

 

Padre que largou a batina para se casar se separa em menos de 2 meses

O casamento do ex-padre Everson Danilo Vasconcelos não durou sequer dois meses. As especulações de que o casamento já chegou ao fim foram confirmadas à editoria do Portal25horas por pessoas próximas ao casal.

Natural de Alagoa Grande, o religioso, que era vigário da paróquia da Santíssima Trindade, se apaixonou por uma moça de Guarabira e resolveu largar a batina para realizar o sonho de viver um grande amor.

Everson e a jovem Anália trocaram alianças diante do juiz, no fórum da comarca de Guarabira, no começo de julho passado e não chegaram a se casar na igreja.

O bispo da diocese de Guarabira, dom Aldemiro Sena dos Santos, acolheu oficialmente no dia 10 de junho o pedido de demissão definitiva do estado clerical encaminhado livremente pelo padre Everson Danilo Vasconcelos Santos. O padre estava atuando na paróquia da Santíssima Trindade, em Guarabira.

O então padre Everson assim escreveu ao bispo:

“O motivo pelo qual ocorreu minha saída da Paróquia da Santíssima Trindade, foi devido ao cansaço pastoral que já vinha sendo sentido pela comunidade, pois já era do conhecimento de todos da Paróquia esta realidade; além disso, após uma caminhada de quase dois anos me vi na necessidade de reavaliar minha vocação. Feita a devida reflexão, vi que o ministério ordenado não estava compatível comigo. Portanto, pensando no bem da Igreja e buscando ser coerente, estarei me ausentando definitivamente do exercício do ministério ordenado. Espero contar com a compreensão e caridade pastoral de todos. Rezemos uns pelos outros e pela paz. A todos, que o Senhor nos proteja e nos guarde.” (Pe. Everson).

Embora não tenha informado a verdadeira razão do abandono da batina, dias depois a imprensa noticiou que Everson largou a missão de religioso para se casar.

A reportagem tentou ouvir os dois para saber o que levou ao desgaste do relacionamento e consequente desfecho, com o fim do casamento meteórico, mas não obteve êxito.

 

portal25horas

 

 

Padre Moisés é empossado como administrador paroquial em Arara

A Paróquia Nossa Senhora da Piedade, em Arara, já tem novo administrador paroquial. O padre Moisés Rodrigues do Nascimento, da ordem dos Cônegos Regulares Lateranenses, tomou posse canônica na noite desta sexta-feira (19).

O rito aconteceu durante a Celebração Eucarística na Matriz da Piedade, que foi presidida pelo bispo da diocesano de Guarabira, Dom Aldemiro Sena dos Santos, concelebrada pelos padres José Floren (Santuário Memorial Pe. Ibiapina), Ednaldo (Caiçara) e Neto (Solânea), contando com a participação de dezenas de fiéis católicos oriundos de várias comunidades.

A posse canônica teve início com a leitura da Provisão de nomeação seguida do juramento do Pe. Moisés.

Os grupos, movimentos, pastorais e serviços, além das autoridades constituídas, recepcionaram com alegria o novo padre. “Espero corresponder com as expectativas do povo no serviço fraterno em favor do Reino de Deus”, declarou Pe. Moisés.

PASCOM – PASTORAL DA COMUNICAÇÃO
DIOCESE DE GUARABIRA

 

 

Mulher empurra Padre Marcelo Rossi de altar durante missa em Cachoeira Paulista

Uma mulher invadiu o altar e empurrou o padre Marcelo Rossi durante uma missa em Cachoeira Paulista neste domingo (14). A mulher furou a segurança, invadiu o palco durante a celebração que acontecia na Canção Nova e empurrou o padre de cima da estrutura. Apesar da queda, ele não ficou ferido e a mulher foi contida pela Polícia Militar.

O padre estava no local para a missa de encerramento do acampamento ‘Por Hoje Não’ (PHN). Por volta das 14h50 a mulher, que participava do evento, conseguiu furar a segurança, invadiu o palco por trás e empurrou o padre, que caiu da estrutura.

No momento, pelo menos 50 mil pessoas participavam da celebração. Apesar da queda, o padre voltou ao palco minutos depois e continuou a celebração.

De acordo com a Polícia Militar, a mulher está sendo encaminhada para a delegacia de Lorena para o registro do caso. A PM informou que a ocorrência está sendo feita pela Canção Nova porque o Padre Marcelo Rossi decidiu não registrar a agressão.

A polícia informou que a mulher tem 32 anos e que fazia parte de um grupo que veio do Rio de Janeiro para o evento. Os acompanhantes informaram à PM que ela sofre de transtornos mentais.

Em nota a Canção Nova informou que lamenta o incidente ocorrido com o padre Marcelo Rossi durante a missa e informou que ele foi atendido pela equipe médica do evento e, após ser liberado, seguiu com a celebração até o fim.

Vídeo

Em um vídeo divulgado após a agressão, o Padre Marcelo Rossi diz que ‘Maria passou na frente e pisou na cabeça da serpente’. A imagem foi divulgada pela Canção Nova, ao final da celebração.

“Maria passou na frente, pisou na cabeça da serpente, estou ótimo”, disse. “Fiquem tranquilos, só umas dorzinhas, não quebrou nada”, acrescentou.

G1

 

Falso padre é preso em João Pessoa suspeito de estelionato

Um homem foi preso na tarde desta sexta-feira (28) acusado de aplicar golpes em bairros da Zona Sul de João Pessoa. O suspeito se passava por padre para sensibilizar as vítimas.

De acordo com a polícia, mais de dez empresas que atuam no ramo de locações e organizações de eventos teriam sido lesadas pelo suspeito.

Após a prisão do falso padre, a polícia convoca os empresários que teriam sido lesados por ele para comparecem à Central de Polícia, no bairro do Geisel, na Capital.

Confira vídeo do momento da prisão:

PB Agora