Arquivo da tag: padrão

Paraíba implanta placas no padrão Mercosul a partir desta segunda-feira

A partir desta segunda-feira (11), a Paraíba inicia a implantação das placas no padrão Mercosul. O superintendente Agamenon Vieira esclarece, no entanto, que a substituição do antigo modelo não precisa ser imediata. Ela só será obrigatória para os casos de primeiro emplacamento; de substituição de qualquer das placas em decorrência de mudança de categoria do veículo ou furto, extravio, roubo ou dano; de mudança de município ou de unidade federativa; de expedição de segunda via do documento do veículo, e quando houver necessidade de instalação da segunda placa traseira.

A nova placa vem com fundo branco e uma faixa azul na parte superior, com o nome Brasil ao centro e a bandeira do país à direita. A identificação do Mercosul aparece na ponta esquerda da mesma faixa. Logo abaixo, na área de fundo branco, a sequência de identificação aparece com um novo padrão: sai o esquema com três letras e quatro números e entra um formato com quatro letras e três algarismos, sendo que o último caractere será um número, para não prejudicar programas de rodízio municipal.

Quanto às cores das molduras e caracteres, elas mudam conforme o tipo de veículo. Para os particulares serão pretos. Já aqueles destinados a fins comerciais — como táxis e ônibus — terão moldura e caracteres em vermelho. Veículos diplomáticos seguirão a cor laranja; carros oficiais receberão a cor azul; veículos especiais, a verde, e os carros de colecionadores terão cor prata.

Secom-PB

 

 

Em Campina Grande, detento é morto dentro da penitenciária Padrão

sireneUm detento foi morto dentro da penitenciária Padrão, em Campina Grande, no Agreste paraibano, na manhã desta segunda-feira (10). A informação foi confirmada pela direção do presídio, mas outros detalhes só vão ser divulgados durante uma coletiva de imprensa ainda nesta tarde. As informações divulgadas inicialmente são de que o detento tenha sido agredido até a morte.

A morte do presidiário foi registrada por volta das 9h30. Até 13h50 desta segunda-feira a Polícia Civil e Instituto de Polícia Científica seguia dentro do presídio, realizando procedimentos. O Centro Integrado de Operações da Polícia Militar (Ciop) não confirmou ter recebido solicitação de apoio para a ocorrência no presídio.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Denatran apresenta novos modelos de placas de veículos no padrão do Mercosul

placa1O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) apresentou nesta quinta feira (4)  o novo modelo de placas de veículos que será usado no Brasil e demais países do Mercosul, Argentina, Uruguai, Paraguai e Venezuela. (Veja na imagem ao lado). No Brasil, a placa será obrigatória para  veículos novos a partir de janeiro de 2016.Para os veículos que atualmente já estão emplacados, a mudança será opcional.

O novo modelo adotará quatro letras e três números, diferente da placa atual, que apresenta três letras e quatro números. A distribuição entre letras e números na nova placa será aleatória. Com isso, segundo o Denatran, serão possíveis mais de 450 milhões de combinações diferentes, contra as pouco mais de 175 milhões de possibilidades do atual modelo brasileiro.

A placa terá as mesmas medidas das já utilizadas no Brasil, 40 cm de comprimento por 13 cm de largura. O fundo será branco com letras pretas. Sobre uma faixa horizontal na parte superior, haverá o emblema do Mercosul e a bandeira do país do veículo.

Para Rone Barbosa, coordenador do Denatran, o novo sistema de placa  trará facilidade em reconhecer criminosos que praticam a clonagem de veículos.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“A nova placa no padrão do Mercosul já incorpora alguns elementos de segurança que são adotados no mundo inteiro. Esses dispositivos de segurança visam coibir as possíveis clonagens de veículos que hoje não têm um controle muito rigoroso desse processo”, disse Rone Barbosa,  coordenador do Denatran.

No Brasil, a placa  terá uma tira holográfica do lado esquerdo e um código bidimensional que conterá a identificação do fabricante, a data de fabricação e o serial da placa. Do lado direito, a placa vai ter a bandeira da unidade da Federação e o brasão de registro do veículo.

Autoesporte

Desvio de energia por casas de alto padrão dão prejuízo de mais de R$ 2 mi no Sertão da PB

energisaEquipes do Departamento de Medição e Combate a Perdas (DMCP) da Energisa vão iniciar, nesta quinta-feira (20), uma operação de combate às ligações clandestinas ou irregulares de energia na Zona Urbana da cidade de Sousa, na região do Alto Sertão paraibano. O desvios geram perda de mais de R$ 2 milhões.

Com o desvio de energia, a empresa diz que deixou de recolher R$ 2.232.836,10 aos cofres públicos, dinheiro este, que poderia ser utilizado em melhorias para a comunidade. Esta quantidade de energia desviada daria para suprir 4.000 residências no período de um ano.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A operação deu ênfase às áreas comerciais e unidades residenciais de alto porte. Segundo dados do Centro de Inteligência de Combate a Perdas (CICOP) da concessionária, considerando os alimentadores L1 e L4 que alimentam a cidade de Sousa, onde será realizada a ação, as perdas chegam a 6.240.11 MWh.

A operação vai contar com 15 equipes da empresa, além do apoio da polícia civil e IPC (Instituto de Polícia Científica), sob o comando do delegado Sílvio Rabelo.

Além dos prejuízos financeiros, o furto de energia representa risco de morte, tanto para os que interferem no sistema elétrico à revelia da distribuidora, quanto para os usuários (consumidores) das unidades nas quais se identifica o furto. Além da cobrança dos valores desviados, os responsáveis pela irregularidade respondem a processo por crime contra o patrimônio e podem pegar até 8 anos de prisão.

 

portalcorreio

Coletivo cria página com fotos que para criticar padrão ‘sem pelos’

seiosEnquanto muitos investem dinheiro e tempo em centros de depilação, outros simplesmente optam por aposentar lâminas, pinças e a tão usada cera quente. O coletivo Além criou um Tumblr chamado Pelos Pelos com o objetivo de divulgar um ensaio de fotos com valor político e artístico para questionar o padrão estético “sem pelos” e o que se pode entender como uma ditadura da depilação.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Para o grupo, a ideia é propor uma reflexão sobre o corpo e a naturalidade dos pelos, que para muitos acabam gerando até uma reação de repulsa atualmente. O Além acredita que a prática hoje bem difundida consiste numa mutilação, em um padrão resultante do machismo e da opressão.

Criada pela catarinense Núbia Abe, de 27 anos, e pelo mineiro Mateus Lima, de 26 anos, moradores de São Paulo, a página se compromete a produzir arte irreverente que estimule a reflexão e a desconstrução de padrões.

Outro projeto com esse tom é o Hairy Legs Club (Clube das Pernas Peludas, em português), Tumblr que também pretende ir no sentido contrário das expectativas de beleza impostas pela sociedade, encorajando mulheres a postarem fotos da perna nada depilada. Assim, querem mostrar que têm autonomia absoluta sobre o próprio corpo.

Não só imagens fazem parte da iniciativa. As participantes costumam, ainda, postar mensagens de apoio, dando força umas às outras. “Tenho muito orgulho dos meus pelos na perna, mas boa parte da minha família reclama da minha feminilidade e do meu higiene. Meu irmão até puxa os pelos, dizendo que são para meninos e homens. Meu avô sempre me defende, me assegurando que há homens que gostam de pelos”, colocou uma internauta.

Outra conta: “Costumava me depilar todos os dias. Costumava associar o meu pelo com ser imunda. Costumava acreditar que o meu corpo era inaceitável em seu estado natural.(…) Percebi que somos uma cultura patriarcal obcecada com jovens corpos femininos (…). Então, parei de raspar completamente.”

O Globo