Arquivo da tag: pacotes

Pacotes misteriosos são encontrados em praias da Paraíba

Pelo menos 9 pacotes sem identificação foram localizados em praias do litoral nordestino, incluindo a Paraíba. Os materiais trazidos pelo mar foram avaliados, inicialmente, como compostos por material sintético. Do total encontrado nas prais, pelo menos dois pacotes foram localizados no estado. Em entrevista, o Chefe da Divisão de Fiscalização do Ibama Geandro Guerreiro deu detalhes do encaminhamento dado aos objetos encontrados:

Esse material aparenta ser de látex e outro tipo de material sintético. A partir do trabalho em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente de Cabedelo, a Guarda Municipal, foi feito o recolhimento, e, em conversa com a Polícia Federal chegamos ao entendimento da necessidade desse material ser periciado para se afastar qualquer possibilidade de contaminação”, afirmou.

Muitas vezes esse tipo de material pode ser utilizado por traficantes para alimentar o tráfico de drogas podendo esconder material ilícito, e, por conta disso, foi solicitado à Polícia Federal uma perícia”, completou. As declarações repercutiram na TV Tambaú.

 

pbagora

Polícia encontra pacotes com sete celulares em presídio de Guarabira, PB

(Foto: Divulgação/ Polícia Militar)

Dois pacotes contendo sete celulares e sete carregadores foram encontrados na madrugada desta sexta-feira (6), no interior da Penitenciária João Bosco Carneiro, no município de Guarabira, Agreste da Paraíba.

De acordo com informações da Polícia Militar de Guarabira, os pacotes foram arremessados do lado de fora por cima da murada da unidade prisional. Uma equipe de vigilância do presídio percebeu a movimentação e consegiu pegar o material.

Apesar de realizar rondas na área, até as 16h30 desta sexta-feira nenhum suspeito foi localizado pela polícia.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Sky tem de substituir canais Fox ou baixar valor dos pacotes, diz Anatel

skyCom o fim do contrato entre o Grupo Fox e a Sky, sete canais saíram dos pacotes dos assinantes da operadora na semana passada.

Segundo a Anatel, a saída dos canais Fox, FX, Fox Life, Nat Geo, Nat Geo Wild, Fox Sports e Fox Sports 2 deixa as seguintes alternativas para a Sky:

1) Ela  cumpre o artigo 28 da Resolução 488/2007, e passa a oferecer sete canais similares aos que cancelou; o assinante decide se aceita ou não;

2) Ela reduz o valor dos pacotes de forma proporcional à perda dos assinantes;

3) Ela aceita o cancelamento dos pacotes totais dos assinantes sem qualquer tipo de multa

Fontes do mercado ouvidas pela coluna nesta quarta-feira dizem que a primeira hipótese teria menos  condições de ser implementada porque não há, em tese, sete canais similares a estes que foram cancelados.

A coluna apurou que o impasse ocorreu porque o Grupo Fox exigiu, para a renovação do contato em 31 de janeiro, que a Sky passasse a remunerar seus canais pelo mesmo valor com que é remunerada por outras operadoras como Net e Oi. Ou seja, o Grupo Fox queria “isonomia” de remuneração.

A Sky recusou.

Segundo a Anatel, em caso de descumprimento da resolução, a operadora está sujeita a um processo administrativo, no qual terá amplo direito de defesa.

Caso o descumprimento de obrigação seja comprovado, a operadora pode ser multada. O teto da multa é de R$ 50 milhões.

OUTRO LADO

Procurada, a Sky informou, por meio de sua assessoria, que ainda não tem um posicionamento oficial a respeito das medidas que serão tomadas com os assinantes. Se e quando o fizer, sua versão será incluída neste texto.

@feltrinoficial

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Mais de 32 mil pacotes de cigarros do Paraguai são apreendidos em Araçagi

Divulgação/PRF-PB
Divulgação/PRF-PB

Cerca de 32.500 pacotes de cigarros contrabandeados do Paraguai foram apreendidos entre a tarde e a noite dessa segunda-feira (23) num galpão de uma fazenda em Araçagi (Agreste paraibano, a 64 km de João Pessoa). Duas pessoas foram detidas no local e uma delas estava armada.

A apreensão, realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), em conjunto com a Receita Estadual, foi a maior já registrada na Paraíba. Ao todo, cerca de 6,5 milhões de unidades de cigarros contrabandeados foram tirados de circulação. Os pacotes da droga estavam armazenados em cerca de 650 caixas.

O dono da fazenda onde os cigarros foram apreendidos estava na propriedade no momento da abordagem policial e disse que alugava o galpão para um conhecido. Ainda durante os trabalhos da operação, um homem esteve na fazenda para pagar o aluguel. Ele foi abordado pelos policiais, que acabaram encontrando com o suspeito uma pistola calibre 380. O homem não possui porte de arma de fogo e acabou preso. O dono da fazenda também foi detido.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Os suspeitos e o carregamento de cigarro foram levados para a Superintendência da Polícia Federal.

 

 

portalcorreio

Idosos terão pacotes de viagem com desconto e vantagens exclusivas

Entre as opções estão os festejos natalinos em Gramado, cruzeiro pelos rios do Amazonas e férias em Fortaleza

 

Divulgação/Viaja MaisPacote para o natal mais tradicional do país: Gramado, na pousada Vovó Carolina, que inclui passeios pelas cidades de Gramado e Canela

  • Pacote para o natal mais tradicional do país: Gramado, na pousada Vovó Carolina, que inclui passeios pelas cidades de Gramado e Canela

As ofertas especiais de lançamento da segunda edição do Viaja Mais Melhor Idade já podem ser consultadas pelo site do programa, com validade até 14 de setembro. O programa foi estendido e, nesta edição, traz ofertas de 54 destinos turísticos e saídas de 39 cidades de 12 estados brasileiros. Na primeira edição do Viaja Mais (2007-2010) os pacotes levavam a 40 destinos turísticos e saíam de 28 cidades brasileiras.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Há pacotes que incluem passagem aérea, refeições e hospedagens. Outros oferecem apenas a hospedagem e passeios avulsos. Os destinos variam de acordo com a vocação da cidade escolhida. Há cruzeiros pelos rios da Floresta Amazônica, incluindo safári fotográfico, um passeio de contemplação de botos e visita a um povoado indígena, com desconto de 20% para o público da terceira idade.

Divulgação/Viaja MaisPacotes para 5 noites em Fortaleza com 40% de desconto para público da terceira idade.

  • Pacotes para 5 noites em Fortaleza com 40% de desconto para público da terceira idade.

Se a ideia for passar as férias na praia com sol garantido, o Viaja Mais oferece pacotes para Fortaleza, com hospedagem, city tour e passeio a praia de Cumbuco, próximas à capital cearense. O desconto é de 40% para o pacote com 5 noites de hospedagem.

Por meio de parceria com os bancos do Brasil e Caixa Econômica Federal, os pacotes poderão ser parcelados pelo público em até 48 vezes com juros reduzidos. Para participar do programa, as operadoras precisam estar inscritas regularmente no Cadastur (cadastur.turismo.gov.br) e oferecer benefícios ou vantagens exclusivas para o público da terceira idade.

O objetivo do programa é movimentar o mercado brasileiro de turismo especialmente nos períodos de baixa temporada. De acordo com o IBGE, o Brasil tem 23,5 milhões de pessoas acima de 60 anos, o que corresponde a 12,1% da população brasileira.

Nesta primeira fase do programa, os pacotes serão oferecidos por operadoras de turismo. Em uma segunda etapa, o MTur amplia seus parceiros e passa a incluir agências de viagem, receptivos locais, parques temáticos, companhias aéreas, meios de hospedagem e locadoras de veículos.

 

Viaja Mais Melhor Idade

O Viaja Mais Melhor Idade é uma iniciativa do Ministério do Turismo cujo objetivo é facilitar e estimular os brasileiros com 60 anos ou mais a viajar pelo País. O programa oferece pacotes para viagens em grupos com origens e destinos específicos e serviços diferenciados, além de ofertas de meios de hospedagem em todo o Brasil. Além de promover a inclusão social dos idosos, o Viaja Mais Melhor Idade fortalece o turismo interno e gera benefícios por todo o País.

 

Fonte:

Ministério do Turismo

Viaja Mais Melhor Idade

Anatel quer mudar cobrança dos pacotes com telefone, TV e internet

tv-internet-telefoneA Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) quer simplificar as regras de atendimento e cobrança dos chamados “combos” vendidos pelas empresas que ofertam serviços de telefonia fixa e móvel, internet e TV por assinatura. Uma das principais reclamações dos usuários ao órgão regulador é a dificuldade em resolver problemas nesse tipo de serviço.

Entre os itens que fazem parte da proposta da Anatel está a consolidação das centrais de atendimento. Os locais deverão ter pessoal qualificado para atender qualquer demanda de prestadoras pertencentes a um mesmo grupo econômico, independente do tipo de serviço.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Segundo o conselheiro Marcelo Bechara, a ideia é que o atendimento ao consumidor seja “convergente”, a exemplo do que é feito na venda do pacote. Ao rescindir o contrato, a cobrança dos serviços também terá de ser unificada – a operadora responsável será aquela que emite a fatura.

— Se na hora de comprar o combo o consumidor fala com uma só central, na hora de resolver os problemas também deve ser. Ele não pode ser jogado de uma central para outra.

Cobrança

A Anatel vai fiscalizar as ofertas das prestadoras para impedir que o preço isolado de um serviço seja mais alto que dentro de um pacote – a chamada venda casada.

— As ofertas convergentes são bem-vindas, o usuário quer isso, faz parte da dinâmica do setor, mas a Anatel quer criar garantias para o usuário.

A agência também quer criar um canal que permita aos clientes comparar os pacotes das diferentes companhias conforme seu perfil de consumo – a exemplo dos sites que fazem cotações de preços de hotéis e passagens aéreas. O usuário também poderá avaliar a qualidade dos serviços.

— Isso faz diferença, porque as empresas querem ficar bem avaliadas nesse sites, e queremos isso também no setor de telecomunicações.

O órgão regulador quer ainda que as companhias ofereçam atendimento ao consumidor pela internet e em lojas físicas. As operadoras terão de cumprir normas como prazos máximos de atendimento, gravação de chamadas e cancelamento de serviços. A agência passará a emitir um certificado de qualidade que vai ranquear as empresas que mais atendem os direitos do usuário.

— Isso fomenta competição saudável das empresas.

A proposta já foi aprovada pela Anatel e ficará aberta a contribuições durante consulta pública, a partir de segunda-feira (18), por 30 dias, antes de entrar em vigor.

 

R7

Ministério da Justiça notifica seis maiores bancos do país por falta de informações em pacotes de serviços

Os seis maiores bancos do país terão de prestar esclarecimentos ao Ministério da Justiça sobre os pacotes de serviços que oferecem. O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC) do ministério deu dez dias de prazo para as instituições financeiras apresentarem asrespostas.[bb]

De acordo com o Ministério da Justiça, existem indícios de falta de transparência na oferta de pacotes bancários com base em levantamento nas páginas das instituições na internet. Além disso, os bancos estariam inserindo, nos pacotes, serviços gratuitos e obrigatórios. Para o DPDC, o procedimento pode levar à tarifação indireta, fazendo o cliente pagar por serviços aos quais tem direito garantido pela legislação.

A notificação atingiu os seguintes bancos: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, HSBC, Itaú e Santander. O DPDC pede informações sobre os preços, a quantidade e a composição dos pacotes oferecidos. Pela legislação, os bancos teriam de informar aos clientes a tarifa de cada serviço, especificando quais são gratuitos e quais devem ser pagos.

O material enviado pelas instituições financeiras será avaliado em conjunto por técnicos do DPDC e do Banco Central. Em nota, o Ministério da Justiça informou que a falta de informações e a inserção de serviços essenciais e gratuitos dificultam a liberdade de escolha pelo consumidor.

Agência Brasil