Arquivo da tag: organizada

Organizada do São Paulo invade CT, acaba com treino e agride jogadores

A manhã deste sábado foi agitada no CT da Barra Funda. A principal torcida organizada do São Paulo fez um protesto para reclamar da má fase da equipe, que só conquistou uma vitória nas últimas nove partidas disputadas e está somente quatro pontos à frente da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

wesley são paulo protesto ct torcida (Foto: RAFAEL ARBEX / Agência Estado)Wesley sai escoltado por seguranças. Antes, foi agredido (Foto: RAFAEL ARBEX / Agência Estado)

Centenas de torcedores começaram a se reunir em frente ao CT por volta das 9h e invadiram o local às 11h, acabando com o treinamento (que foi reagendado para o período da tarde). Eles só foram expulsos depois de quase meia hora e então continuaram protestando do lado de fora do CT.

Carta São Paulo PM (Foto: Marcelo Hazan)E-mail enviado pelo São Paulo à Polícia Militar
(Foto: Marcelo Hazan)

Michel Bastos, Carlinhos e Wesley foram agredidos. Material esportivo do clube foi roubado (10 camisas de treino, 14 bolas, cinco garrafas e um galão de água). Houve tentativa de invasão ao vestiário, mas seguranças conseguiram evitar o pior. O clube deve soltar nota oficial ainda neste sábado.

A Drade, delegacia especializada em crimes relacionados ao futebol, ainda não foi acionada para investigar a invasão ao CT. Um investigador, porém, monitora o caso. Ele conseguiu identificar pelo menos um dos invasores. É fato que líderes da principal organizada do clube participaram do protesto.

A diretoria do São Paulo, aliás, divulgou um e-mail que foi enviado à Polícia Militar com pedido de reforço na segurança do CT. O clube achou pouco o efetivo enviado para a Barra Funda e tem passado adiante a carta para mostrar que ela foi recebida pela PM. Veja na imagem acima.

Os principais alvos do protesto foram o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, e o diretor executivo, Gustavo Vieira de Oliveira. Segundo os torcedores, eles foram responsáveis pelo fraco planejamento do segundo semestre. Os principais jogadores da equipe foram vendidos e não houve reposição à altura.

Vários jogadores também foram alvos de críticas. Os mais visados foram Michel Bastos e Wesley, que acabaram sendo agredidos. Outros, como Lugano, foram poupados, assim como o técnico Ricardo Gomes.

Com todo esse clima tenso, o São Paulo enfrenta o Coritiba neste domingo, às 16 horas, no estádio do Morumbi, precisando vencer para subir na tabela de classificação.

Lugano tenta dialogar com membros de organizada em protesto no CT (Foto: Marcelo Hazan)Lugano tenta dialogar com membros de organizada em protesto no CT (Foto: Marcelo Hazan)
Lugano tenta dialogar com membros de organizada em protesto no CT (Foto: Marcelo Hazan)Lugano tenta dialogar com membros de organizada em protesto no CT (Foto: Marcelo Hazan)
Wesley sofre com protesto da torcida do São Paulo (Foto: Marcelo Hazan)Wesley sofre com protesto da torcida do São Paulo (Foto: Marcelo Hazan)
Wesley sofre com protesto da torcida do São Paulo (Foto: Marcelo Hazan)Wesley sofre com protesto da torcida do São Paulo (Foto: Marcelo Hazan)
Membro de organizada conversa com Hudson (Foto: Marcelo Hazan)Membro de organizada conversa com Hudson (Foto: Marcelo Hazan)
Protesto de torcida organizada do São Paulo no CT (Foto: Marcelo Hazan)Protesto de torcida organizada do São Paulo no CT (Foto: Marcelo Hazan)
Protesto de torcida organizada do São Paulo no CT (Foto: Marcelo Hazan)Protesto de torcida organizada exige a saída do presidente Leco (Foto: Marcelo Hazan)
wesley são paulo protesto ct torcida (Foto: MARIVALDO OLIVEIRA / Agência Estado)Wesley sofre com protesto da torcida (Foto: MARIVALDO OLIVEIRA / Agência Estado)
Torcida do São Paulo invade CT (Foto: N.M. / Futura Press)Torcida do São Paulo invade CT (Foto: N.M. / Futura Press)
globoesporte

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Treze divulga nota de pesar pelo assassinato do presidente da torcida organizada do time

Reprodução/ Facebook
Reprodução/ Facebook

O presidente da torcida jovem organizada do Treze Futebol Clube, Pablo dos Santos, 20 anos, foi assassinado no final da manhã desta quinta-feira (8), no bairro da Prata, em Campina Grande. A polícia suspeita que o crime tenha relação com briga entre torcidas, porém, não descarta ligação com o tráfico de drogas.O Treze divulgou uma nota lamentando o fato.

Segundo informações da Polícia Militar, a vítima estava caminhando por uma das avenidas do bairro quando foi interceptada por dois homens em uma motocicleta. Os suspeitos efetuaram vários tiros contra o jovem.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Baleado, ainda de acordo com a PM, o jovem caminhou por alguns metros em busca de socorro, mas caiu sem vida perto da casa de um amigo. Os suspeitos do crime fugiram e ainda até às 12h30 não tinham sido presos.

Na tarde desta quinta (8), o Treze divulgou uma nota na qual externa “o profundo sentimento de pesar em relação ao falecimento do jovem torcedor trezeano”. Segundo o texto, ele era “presidente da Torcida Jovem do Galo, que é uma das torcidas organizadas do nosso clube. Apaixonado pelo Galo da Borborema, o torcedor sempre estava presente em jogos, inclusive, no que aconteceu na noite dessa quarta (7)”.

A diretoria do clube finalizou afirmando que lamenta o fato e que se solidariza com familiares e amigos.

 

Por Hyldo Pereira, com informações de Márcio Rangel, TV Correio

Membro de torcida organizada do Treze é morto a tiros em Campina

As brigas envolvendo torcidas organizadas deixaram mais uma vítima em Campina Grande nesta sexta-feira. Um adolescente de apenas 14 anos, que fazia parte de uma torcida organizada do Treze, da qual usava uma camiseta no momento do crime, foi assassinado com três tiros no bairro de Santa Rosa. Segundo o sogro da vítima, Lucinaldo Pereira, ele vinha sofrendo ameaças de morte constantes, supostamente por membros de uma torcida rival, do Campinense.

– Era um rapaz trabalhador, mas tinha envolvimento com esse negócio de torcida. O problema é que ele era torcedor do Galo e o pessoal da Raposa não gostava dele. Já muitas vezes ele era ameaçado de morte. Disseram que quando ele aparecesse lá no Pedegral (outro bairro de Campina) iriam matar ele – disse Lucinaldo.

Apesar da afirmação feita pelo sogro da vítima, a Polícia Militar disse que ainda é muito prematuro afirmar que a morte do adolescente foi realmente ocasionada por desentendimentos entre as torcidas organizadas de Treze e Campinense.

– Ainda é muito prematuro a gente afirmar que esse crime foi motivado por isso (briga de torcidas). Mas a Polícia vai trabalhar com todas as possibilidades existentes para colocar o assassino no seu devido lugar – comentou o cabo Gizivaldo Gomes, policial responsável pelo atendimento da ocorrência.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Assassinato torcedor do Treze (Foto: Reprodução / TV Paraíba)Jovem de apenas 14 anos, membro de torcida organizada do Treze, foi assassinado com três tiros no final da tarde desta sexta-feira (Foto: Reprodução / TV Paraíba)

Histórico de violência com torcidas organizadas em Campina Grande

Caso fique confirmada que a morte do menor foi mesmo motivada por briga de torcidas, ele será a quarta vítima dos confrontos no espaço de um ano em Campina Grande. Todos os torcedores faziam parte da Torcida Jovem do Galo  (TJG)

Antes dele, o presidente da TJG, Jeferson da Costa Silva morreu após passar 20 dias internado após ser atingido por um disparo na cabeça. Antes disso, em março de 2013, o então presidente da Jovem do Galo, Wagner Albuquerque, de 22 anos, foi encontrado morto no Bairro da Glória, em Campina Grande. Segundo informações da PM, Wagner vinha recebendo ameaças antes de ser encontrado morto na Avenida Santo Antônio, quando voltava do trabalho.

Já em julho do ano passado, outro integrante da Torcida Jovem do Galo foi morto a tiros em Campina Grande. Johnny Almeida, de 19 anos, foi assassinado com um tiro a queima roupa em uma área que, segundo a Polícia Militar, é conhecida por servir de ponto de venda de drogas. Meses antes, Johnny Almeida e Jeferson Silva tinham sido presos por porte ilegal de armas e confessaram à polícia que iriam “matar um desafeto rival”.

*Com informações da TV Paraíba

Globoesporte.com

Presidente da torcida organizada do Campinense é convocado para prestar depoimento e acaba preso

torcidaO presidente da torcida organizada do Campinense foi convocado para prestar depoimento e acabou sendo preso nesta sexta-feira (15). A informação é da delegada de homicídios Maíra Roberta, que investiga a morte do presidente da torcida jovem do Treze, Wagner Pereira, 23 anos.

Segundo a delegada, logo após o assassinato de Wagner, alguns torcedores do Campinense, principal adversário do alvinegro, foram convocados para prestar depoimento. Quando o torcedor da Raposa estava sendo ouvido, foi descoberto um mandado de prisão em aberto expedido pela comarca de Lucena. Ele estava sendo procurado por ter praticado um crime de trânsito.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“No depoimento, foi comprovado que ele não tem ligação com a morte do presidente da torcida jovem do Treze, mas descobrimos esse mandado de prisão em aberto pela prática de um crime de trânsito”, explicou a delegada.

O nome do acusado não foi divulgado a pedido do advogado de defesa. Ele está preso na Central de Polícia e, neste sábado (16), será encaminhado a um dos presídios da Rainha da Borborema.

No próximo domingo (17), pela primeira vez em sua história, o Campinense vai decidir a Copa do Nordeste, no estádio Amigão, em Campina Grande. A previsão é de casa cheia no segundo jogo contra o Asa (Arapiraca-AL). No domingo passado, o rubro-negro campinense ganhou por 2 a 1 e pode perder por 1 a 0 ou se sagrar campeão com qualquer empate.

 

 

Portalcorreio

Em nota, Treze confirma assassinato de presidente de torcida organizada

Imagem: Márcio Rangel
Imagem: Márcio Rangel

A rivalidade entre torcidas organizadas dos times de futebol de Campina Grande (município a 110 quilômetros de João Pessoa) pode ter sido a causa da morte do operador de máquinas Wagner Pereira, 23 anos. Ele era o presidente da Torcida Jovem do Galo, um das organizadas do Treze Futebol Clube. A família admite que a causa do assassinato, ocorrido nesta sexta-feira (15), seria a rivalidade com torcedores do princial adversário do alvinegro, o Campinense.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

No domingo (17), pela primeira vez em sua história, o Campinense vai decidir a Copa do Nordeste, no estádio Amigão, em Campina Grande. A previsão é de casa cheia no segundo gorgo contra o Asa (Arapiraca-AL). No fomingo passado, o rubro-negro campinense ganhou por 2 a 1 e pode perder por 1 a 0 ou se sagrar campeão com qualquer empate.

Wagner Pereira foi assassinado quando voltava do trabalho noturno em uma empresa de sandálias. Ele foi abordado por um motociclista que já chegou atirando. A execução ocorreu quando o torcedor desceu do ônibus da rota da Alpargatas. O crime aconteceu bem próximo ao bairro da Glória, em Campina.

Em nota oficial, o Treze Futebol Clube confirmou que Wagner Albuequerque era presidente da torcida organizada do clube. O o clube manifestou o seu “profundo pesar pelo falecimento do jovem” e confirmou que ele era presidente da Torcida Jovem do Galo.

 

A família da vítima revelou à Polícia que o jovem se envolveu em uma briga entre torcidas organizadas há dois dias e vinha sofrendo ameaças de torcedores do Campinense. Os familiares de Wagner acreditam que este seria o motivo do assassinato dele.

Até o momento, nenhum suspeito foi detido. O corpo do torcedor do Treze foi encaminhado para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande.

Outro caso

No dia 4 de março, Marcílio da Silva Santos, 24 anos, torcedor do Campinense foi assassinado por dois homens, próximo de uma passagem de trem, depois da partida contra o  Fortaleza (CE) pelas semifinais da Copa do Nordeste. Ele também havia se envolvido em uma discussão após o jogo.

Por enquanto, a Polícia descarta ligação entre esses dois assassinatos.

Para a segunda partida entre Campinense e Asa, a PM, o Corpo de Bombeiros e a Companhia de Trânsito garantiram que vão reforçar os efetivos para dar mais tranquilidade aos torcedores durante final do Nordestão. Ao todo foram colocados 19.700 ingressos à venda.

 

 

Priscila Andrade, com informações de Ana Paula Araújo

Integrante de torcida organizada na PB é morto com tiro na boca

plantão policialUm integrante de torcida organizada de futebol foi morto com um tiro na boca, na manhã desta sexta-feira (15) em Campina Grande. De acordo com a Central de Operações da Polícia Militar (Copom), o corpo do jovem de 22 anos foi encontrado na rua Santo Antônio, na entrada do bairro do Glória, por volta das 7h de hoje.

A Polícia Civil investiga inicialmente se o crime tem relação com uma possível briga entre torcedores. A família disse aos policiais que a vítima trabalhava em uma indústria de sandálias na Alça Sudoeste da cidade e retornava para casa após o encerramento do horário de trabalho.

Ainda segundo a polícia, o jovem teria recebido ameaças recentemente. Rondas foram realizadas na região, mas nenhum suspeito foi localizado pelo 2º Batalhão da Polícia Militar. O corpo foi encaminhado para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande.

Latrocínio
Na tarde de quinta-feira (14), um vendedor de 20 anos morreu no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. Segundo a polícia, ele teria reagido a um assalto no último dia 2 de março após sair de uma vaquejada na Alça Sudoeste da cidade. De acordo com a polícia, o suspeito tentou roubar o carro do jovem, mas ele reagiu e o criminoso atirou na cabeça do vendendor. Ele foi socorrido e estava internado em estado grave no hospital, não resistindo aos ferimentos.

 

 

G1 PB

Cuité (PB): Luta pela construção da Barragem Retiro mobiliza sociedade civil organizada

 

Uma assembleia geral extraordinária reuniu na quarta-feira (30/5), no grupo escolar do assentamento Retiro, em Cuité (PB), presidentes de associações (Francinaldo Queiroz e Ambrósio Fialho) e do sindicato rural (Everaldo da Costa); secretário municipal (Bado Venâncio); representantes da CPT (monsenhor Luiz Pescarmona); Diocese de Guarabira (dom Lucena); INCRA-PB (Marcos Eloy); Governo Municipal (prefeita Euda Fabiana); mandato do deputado federal Luiz Couto (jornalista Antônio Balbino); e aproximadamente trezentos trabalhadores, vindos também de Batentes II e comunidades adjacentes. O objetivo foi discutir a construção da Barragem Retiro na bacia hidrográfica do rio Jacu.

 

Projetada desde 2002, o sonho de execução da obra vem gerando uma expectativa positiva nos assentados e na população, inclusive, de municípios vizinhos que sofrem com a falta d’água, a exemplo de Nova Floresta. A avaliação é que construção da barragem dará grande ajuda para o desenvolvimento sustentável da região, beneficiando diretamente mais de 20 mil pessoas.

 

Um fato que chamou atenção foi à presença do ex-proprietário da área, Geraldo Simões, na reunião. Narrou alguns fatos, colocou-se a disposição para ajudar no que for preciso e revelou ter saído aliviado porque finalmente descobriu quem incentivou a desapropriação da fazenda.

 

“Os adversários de Bado Venâncio, prefeito na época, diziam que ele era o responsável, mas hoje, passado todos esses anos, descobri que foi o padre Luiz Pescarmona”, disse sereno e sem demonstrar nenhum rancor, arrancando risos da plateia.

 

Encaminhamento

 

Como resultado da assembléia, um documento será enviado à Delegacia Federal do MDA no Estado da Paraíba e ao Ministério da Integração Nacional.

 

Confira na íntegra:

 

 

ASSOCIAÇÃO DOS TRABALHADORES RURAIS DO

PROJETO DE ASSENTAMENTO RETIRO

MUNICÍPIO – CUITÉ – PARAÍBA

CNPJ. Nº 04.807.353/0001-58

 

OFÍCIO nº 09/2012

Cuité, 30 de maio de 2012

 

 

AO: Ministério da Integração Nacional / Delegacia Federal do MDA no Estado da Paraíba

 

         Departamento Nacional de Obras Contra Seca

ASSUNTO: Construção da Barragem Retiro – Município de Cuité-PB

 

 

Nós, representantes das Associações dos Trabalhadores Rurais dos Projetos de Assentamentos Retiro e Batentes II, do município de Cuité – PB, com o apoio da Diocese de Guarabira/PB, através da Comissão Pastoral da Terra – CPT, do Instituto de Colonização e Reforma Agrária – INCRA/PB, do Governo do Estado da Paraíba, da Prefeitura Municipal de Cuité/PB, do Deputado Estadual Antônio Ribeiro/PB, do Deputado Federal Luis Couto/PB e demais comunidades adjacentes, vem, confiantemente, solicitar deste Ministério a Construção da Barragem Retiro, cujo projeto já se encontra no INCRA da Paraíba desde outubro de 2002, porém, até a presente data, não tomamos conhecimento sobre providência para a realização da mesma. Esta situação tem causado grandes preocupações aos habitantes deste município, principalmente às famílias de trabalhadores rurais que, nos últimos anos, têm enfrentado muitas dificuldades por escassez de água.

 

A construção da Barragem Retiro na bacia hidrográfica do rio Jacu será de fundamental importância para o desenvolvimento sustentável da região, uma vez que dará suporte ao abastecimento da cidade de Cuité/PB, com 19.950 habitantes e aos Projetos de Assentamentos Retiro com capacidade para 250 famílias (6.070,4ha) e Batentes II com capacidade para 38 famílias (926,42ha), beneficiando cerca de mais de 20 mil habitantes.

 

É importante que as autoridades competentes entendam que o processo de estiagem se agravou nos últimos 30 anos, causando sérios problemas para os habitantes do Curimataú Ocidental, principalmente nos municípios de Cuité e Nova Floresta, cidades abastecidas pelo Boqueirão do Cais, o qual não atende mais ao aumento populacional e ao desenvolvimento sócio e econômico que vem aumentando a cada ano. Lembramos que estas duas localidades foram inclusos entre os municípios que tiveram a situação de emergência decretada e homologada pelo Governo Federal por causa da seca.

 

Passado todos esses anos o reservatório continua o mesmo. Embora ocorram as chuvas a estiagem nesta região é uma constante todos os anos.

 

Dados da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da ParaíbaAESA de 26 de abril de 2012 mostram que o Açude Boqueirão do Cais, em Cuité, encontra-se apenas com 33,9% correspondente a 4.197. 505 m3 de água. Enquanto a capacidade máxima do açude  é

de 12.367.300 m3 de água. O mesmo foi inaugurado no ano de 1985 e a última vez que sangrou foi em Janeiro de 2004.

 

Na certeza que o Ministério atenderá nossa reivindicação, aguardamos resposta positiva ao pleito encaminhado.

 

Atenciosamente,

_______________________________________________________

Francinaldo Queiroz de Lima

Presidente da Associação dos Trab. Rurais do P. A. Retiro

_______________________________________________________

Ambrósio dos Santos Fialho

Presidente da Associação dos Trab. Rurais do P. A. Batentes II

_______________________________________________________

Dom Francisco de Assis Dantas de Lucena

Bispo Diocesano – Guarabira – Paraíba

_______________________________________________________

Mons. Luigi Alberto Pescarmona

Coord. da Comissão Pastoral da Terra /CPT – Guarabira – Paraíba

_______________________________________________________

Marcos Fard Eloy Dunda – Divisão Projetos de Assentamentos

Instituto de Colonização e Reforma Agrária – INCRA/PB

_______________________________________________________

João Azevedo Lins Filho

Secretaria Extraordinária do Meio Ambiente, dos Recursos Hídricos e

 Minerais – Sistema Estadual de Gerenciamento de Recursos Hídricos

_______________________________________________________

Euda Fabiana de Farias Palmeira Venâncio   Prefeita

Prefeitura Municipal de Cuité – Paraíba

_______________________________________________________

Antônio Ribeiro (Frei Anastácio)

Deputado Estadual/Paraíba

_______________________________________________________

Luis Couto

Deputado Federal/Paraíba

 

 

Galeria de fotos

Redação/Focando a Notícia