Arquivo da tag: operações

4º BPM realiza operações policiais em Guarabira, Caiçara e Belém

Militares do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar), sob a supervisão do major Silva Ferreira, realizaram, nessa quarta (7) e estendendo-se até a madrugada dessa quinta-feira (8), operações policiais nas cidades de Guarabira, Caiçara e Belém.

Durante as operações, que têm como objetivo a prevenção de crimes contra a vida e o patrimônio, foram realizadas rondas e abordagens a pedestres e condutores de motos e veículos.

 

Assessoria 4º BPM

 

 

Operações em Bayeux e Araruna prendem 14 suspeitos de tráfico e apreendem drogas e armas

sirenePelo menos 14 pessoas suspeitas de terem ligação com o tráfico de drogas foram conduzidas a delegacias em operações deflagradas pelas polícias Civil e Militar nesta quinta-feira (9). As ações aconteceram na cidade de Bayeux, na Grande João Pessoa, e em Araruna, Agreste paraibano, a 165 km da Capital.

Em Bayeux, oito pessoas foram conduzidas à delegacia de Polícia Civil suspeitas de terem ligação com uma facção criminosa responsável por tráfico de entorpecentes e assassinatos. De acordo com o delegado Pedro Ivo, 12 mandados de busca e apreensão foram cumpridos em residências da cidade.

Em uma das casas vistoriadas mora um professor de língua inglesa. Policiais encontraram uma plantação de maconha, dinheiro trocado e uma balança de precisão no local. O professor, que já deu aulas no Curso de Formação de Oficiais (CFO) da Polícia Militar, está entre as pessoas detidas.

Em outras casas, a operação apreendeu crack, cocaína, simulacros de pistola, munição disparada e objetos que possivelmente são frutos de roubo.

Em Araruna, seis pessoas foram detidas em operação que contou com a atuação de 60 policiais, entre civis e militares. O grupo é suspeito em esquema de comércio de drogas e homicídios ligados ao tráfico. Com o bando, a polícia apreendeu uma pequena quantidade de droga e também três espingardas, segundo o delegado Diógenes Fernandes. Dez mandados judiciais de busca e apreensão foram cumpridos na operação.

portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Decreto libera Forças Armadas para operações em presídios por 12 meses

temerAs Forças Armadas poderão fazer operações de segurança em presídios por um período de 12 meses, de acordo com um decreto assinado pelo presidente Michel Temer e publicado nesta quarta-feira (18) no “Diário Oficial da União”. Nesta terça (17), o governo já havia anunciado que as Forças Armadas seriam oferecidas aos governos estaduais para entrar nos presídios e fazer inspeções de rotina.

De acordo com o texto do decreto, as ações vão visar a “detecção de armas, aparelhos de telefonia móvel, drogas e outros materiais ilícitos ou proibidos”.

O decreto também determina que o ministro da Defesa vai editar normas complementares para definir detalhes da ação da Força Nacional nos presídios. Caberá ao governador de cada estado concordar com as operações nos presídios pelos quais for responsável.

A autorização do governo federal para que as Forças Armadas auxiliem nas penitenciárias ocorre em meio a uma crise carcerária no país. Diversas rebeliões deflagradas desde o início deste mês resultaram na morte de mais de 130 presos, mortos em confrontos entre os detentos. Os presídios que registraram mais assassinatos nas rebeliões foram os de Manaus, Boa Vista e Nísia Floresta, na região metropolitana de Natal.

Contato com presos

Segundo explicou nesta terça-feira o ministro da Defesa, Raul Jungmann, não haverá contato direto entre os militares e os presos nas operações das Forças Armadas nos presídios. Ele explicou que as varreduras serão periódicas e acontecerão “de surpresa”.

“As Forças Armadas não vão lidar com os presos. Esse papel vai ficar com as polícias e com os agentes penitenciários”, afirmou.

O ministro não deu mais detalhes sobre a quantidade de militares que vão auxiliar na operação, sobre quanto será gasto na operação e nem a data de início do envio das tropas. “Os detalhes serão divulgados amanhã”, disse.

O governo marcou uma entrevista coletiva no Ministério da Defesa para as 10h desta quarta.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Folha financiava operações na ditadura e Frias era amigo de Fleury

 

O ex-delegado da Polícia Civil Claudio Guerra (23) fez uma série de revelações na terça-feira (23), em depoimento à Comissão Municipal da Verdade de São Paulo, sobre episódios da ditadura militar. Detalhou o caso conhecido como ‘chacina da Lapa’ e tratou da participação do dono da Folha de S.Paulo e de outros empresários no apoio financeiro à repressão.

 

 Ex-delegado: Folha financiava operações na ditadura e Frias era amigo de Fleury

O ex-delegado da Polícia Civil Claudio Guerra afirmou nesta terça-feira (23), à Comissão Municipal da Verdade de São Paulo, que foi o autor da explosão de uma bomba no jornal O Estado de S.Paulo, na década de 1980, e afirmou que a ditadura, a partir de 1980, decidiu desencadear em todo o Brasil atentados com o objetivo de desmoralizar a esquerda no País.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Depois de 1980 ficou decidido que seria desencadeada em todo o País uma série de atentados para jogar a culpa na esquerda e não permitir a abertura política”, disse o ex-delegado em entrevista ao vereador Natalini (PV), que foi ao Espírito Santo conversar com Guerra.

No depoimento, Guerra afirmou que “ficava clandestinamente à disposição do escritório do Sistema Nacional de Informações (SNI)” e realizava execuções a pedido do órgão.

Entre suas atividades na cidade de São Paulo, Guerra afirmou ter feito pelo menos três execuções a pedido do SNI. “Só vim saber o nome de pessoas que morreram quando fomos ver datas e locais que fiz a execução”, afirmou o ex-delegado, dizendo que, mesmo para ele, as ações eram secretas.

Guerra falou também do Coronel Brilhante Ustra e do delegado Sérgio Paranhos Fleury, a quem acusou de tortura e assassinatos. Segundo ele, Fleury “cresceu e não obedecia mais ninguém”. “Fleury pegava dinheiro que era para a irmandade (grupo de apoiadores da ditadura, segundo ele)”, acusou.

O ex-delegado disse também que Fleury torturava pessoalmente os presos políticos e metralhou os líderes comunistas no episódio que ficou conhecido como Chacina da Lapa, em 1976.

“Eu estava na cobertura, fiz os primeiros disparos para intimidar. Entrou o Fleury com sua equipe. Não teve resistência, o Fleury metralhou. As armas que disseram que estavam lá foram ‘plantadas’, afirmo com toda a segurança”, contou.

Guerra disse que recebia da irmandade “por determinadas operações bônus em dinheiro”. O ex-delegado afirmou que os recursos vinham de bancos, como o Banco Mercantil do Estado de São Paulo, e empresas, como a Ultragas e o jornal Folha de S. Paulo. “Frias (Otávio, então dono do jornal) visitava o DOPS (Departamento de Ordem Política e Social), era amigo pessoal de Fleury”, afirmou.

Segundo ele, a irmandade teria garantido que antigos membros até hoje tivessem uma boa situação financeira.

‘Enterrar estava dando problema’

Segundo Guerra, os mortos pelo regime passaram a ser cremados, e não mais enterrados, a partir de 1973, para evitar “problemas”. “Enterrar estava dando problema e a partir de 1973 ou 1974 começaram a cremar. Buscava os corpos da Casa de Morte, em Petrópolis, e levava para a Usina de Campos”, relatou.

Fonte: Portal Terra

Solidário aos agricultores endividados Vital anuncia prorrogação das operações de crédito rural

 

Pequenos-agricultores-Jair-a-direitaComo presidente da Comissão Externa para acompanhar os Programas de Transposição e Revitalização do Rio São Francisco (CTERIOSFR), o senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), que tem como uma das suas prioridades o combate à seca, teve confirmado as solicitações que fez ao Ministério da Integração que propõem à renegociação da dívida dos agricultores afetados pela seca.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Segundo Vital, o MIN autorizou para todos os produtores nos municípios do semiárido, em situação de emergência reconhecida pelo governo federal, à prorrogação do pagamento das dívidas contratadas no período de 2012 a 2014 por um período de dez anos. “O início do pagamento, no caso de agricultores empresariais, será em 2015; no caso de agricultores familiares, 2016”, afirmou Vital que relatou que o governo federal também autorizará a redução de dívidas contratadas até 2006, em casos de liquidação de crédito rural.

 

O senador Vital também vem intermediando junto ao ministério a maior quantidade de recursos possível para a Paraíba dentro do plano de R$ 93,3 milhões na perfuração de 1,1 mil novos poços e na recuperação de 1,4 mil outros. Além disso, busca parte do investimento de R$ 75,3 milhões que o Exército Brasileiro destinará na aquisição de equipamentos para a perfuração de 30 poços por mês.

 

Transposição – Vital juntamente com os integrantes da CTERIOSFR e o Ministro da Integração, Fernando Bezerra já tem agendada uma nova visita ao canteiro de obras. Desta vez a comissão presidida pelo senador paraibano, visitará o eixo Leste da Obra de Transposição. A visita acontecerá no dia 19 de abril em parceria com MIN e toda sua equipe, e contará com a presença de seis senadores, assessores, além de representantes do Tribunal de Contas da União (TCU), Controladoria Geral da União ((CGU), TV-Senado e convidados.

 

De acordo com o cronograma da viagem já definido pela Comissão, a Comitiva sairá de Brasília às 7h do dia 19 de abril com destino a cidade de Paulo Afonso em aeronave da FAB. Da cidade de Paulo Afonso os senadores, o ministro e técnicos e assessores, visitarão os trechos da Obra de Transposição nas Cidades de Floresta, Custódia, Monteiro e Campina Grande.

 

O parlamentar paraibano, que discursou recentemente no lançamento, da campanha “SOS Seca Paraíba”. Iniciativa da Assembleia Legislativa da Paraíba fez um relato dramático da situação dos paraibanos afetados pela longa estiagem, lembrou que a seca dizimou rebanho, e deixou o homem do campo em estado de calamidade. Açudes secos, gado morto e perda da lavoura foram alguns dos efeitos da seca. De acordo com o Inmet, na faixa leste do Nordeste, que compreende o litoral, o volume de chuvas deve variar entre 200 e 700 milímetros. Nesta área, a média da temperatura máxima para o trimestre é de 26º a 32º C, e a mínima é de 18ºC a 24ºC, sendo que os menores valores (18ºC) ocorrem na região central da Paraíba. “A situação do sertanejo está dramática e por isso, precisamos do maior número de apoios a esta causa na busca constante de providências urgentes que não são favores”, disse Vital.

 

MP – Vital destaca que no ano passado conseguiu aprovar uma Emenda na Medida Provisória 565, a MP da Seca. A proposta sancionada pela presidente Dilma Rousseff, através da Lei 12.716, suspendeu de forma provisória do pagamento do INSS para todas as prefeituras que sofrem com a seca. “Estão de parabéns todos os deputados por essa iniciativa” parabenizou.

 

Assessoria do Senador

Operações policiais resultaram na prisão de mais de duzentas pessoas na Paraíba em 2012

A Polícia Civil da Paraíba em parceria com As Policia Militar a Polícia Rodoviária Federal realizaram mais de 80 operações policiais em todo o Estado durante este ano. O resultado foi à prisão de mais de duzentas pessoas acusadas de tráfico de drogas, homicidas e  acusados de outros crimes.[bb]

Veja o resultado das principais operações:

10/01/2012: Operação Resgate: A ação conjunta prendeu 26 pessoas na região de Catolé Rocha, acusadas de homicídios, tráfico de drogas e assaltos; (Operação conjunta)

 01/02/2012Operação Renascimento: Polícia combate ao tráfico de drogas no bairro São José, em João Pessoa. Oito presos e dois adolescentes detidos.  (Operação Conjunta)

1.     09/02/2012 – Operação Cristal: Polícias da Paraíba e Rio Grande do Norte combatem tráfico de drogas o sertão da Paraíba: A ação prendeu 10 pessoas. (Operação Conjunta)

2.     16/02/2012: Operação AAHBRAN = Força Grega: Operação conjunta prendeu 20 pessoas acusadas de vários crimes na região de Patos. (Operação Conjunta)

3.     21/03/2012: Operação Hidra: Polícia cumpre 22 mandados de prisão e desarticula quadrilha comandada por presidiários. Nove pessoas foram presas, na cidade de Patos. (Polícia Civil)

4.     12/04/2012Operação Palácio de Hades: Prendeu Grupo acusado de pelo menos 12 homicídios é preso em Campina Grande; ( Polícia Civil e Policia Rodoviária Federal)

5.     18/06/2012Operação Gabarito: A Operação Gabarito da Polícia Civil. Este trabalho investiga fraudes em concursos públicos realizados em cidades paraibanas. Em Guarabira a Polícia apreendeu 400 mil reais. (Policia Civil)

6. 30/08/2012Operação Abana: GOE prende grupo especializado em assaltos liderados por ex Policial Militar, na Paraíba; Policiais do Grupo de Operações Especiais (GOE) deflagraram a Operação Abana. Com o objetivo desarticular uma quadrilha de assaltantes, que segundo a polícia, vinha realizando diversos roubos a veículos, postos de combustíveis e residências em Campina Grande e Região Metropolitana de João Pessoa. (Polícia Civil)

7. 06/09/2012Operação Liberdade: A ação policial apreendeu 100 quilos de maconha e prende 17 pessoas em uma semana na grande João Pessoa.  Nesta quinta-feira (6), policiais do Núcleo da Ilha do Bispo e da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) da Capital localizaram 45 tabletes de maconha escondidos em um terreno no bairro Renascer I.  (Polícia Civil)

8. 19/09/2012: Operação Esqueleto – A mega operação intitulada “Esqueleto” prendeu 42 pessoas acusadas de integrar um grupo criminoso responsável por homicídios e tráfico de drogas na Região Metropolitana de João Pessoa.  Ao todo, 50 mandados de prisão e de busca e apreensão foram cumpridos, sendo 17 dentro do Sistema Penitenciário. (Operação Conjunta)

9. 21/09/12n –  Operação Dolly: Polícia prende acusado de envolvimento em esquema de falsificação de documentos de carros em João Pessoa. A quadrilha roubava carros de R$ 120 mil em João Pessoa e vendia por R$ 4 mil no Ceará: (Polícia Civil)

10. 24/09/2012 – Operação Mari: Polícia prende traficante acusado de 36 assassinatos na cidade de Mari, Brejo paraibano;

11. 29/11/2112: Operação “Mangue Seco” Polícia Civil realiza operação Mangue Seco para combater o tráfico de droga na região de Pitimbu, no Litoral Sul. Sete pessoas presas e armas apreendidas;

12. 30/11/2012: Apreensão recorde de cocaína – Polícia Civil prende três pessoas com 30kg de crack e cocaína na Paraíba: Foram apreendidos 21kg de crack e 9kg de cocaína. DRE soube que a droga estava vindo do Rio Grande do Norte. De acordo com Dorta, esta apreensão foi a maior de todos os tempos, na Paraíba.

13. 04/12/2012 – Apreensão de 12 quilos de maconha no Terminal Rodoviário de João Pessoa – Uma jovem de 19 anos foi presa com 12 quilos de maconha prensada. Ela trazia o entorpecente de ônibus da cidade de Juazeiro do Norte, estado do Ceará, para a Capital, escondidos dentro de uma caixa de som.

14. 08/12/2012 – Apreensão de 15 quilos de maconha – Uma ação integrada de policiais civis da Delegacia de Crimes Contra a Pessoa (homicídios) e militares do 5º Batalhão resultou na apreensão de 15 quilos de maconha e na prisão de cinco pessoas no bairro do Valentina Figueiredo, na Capital, durante o final de semana. O flagrante aconteceu em meio a investigações de um caso de homicídio.

15. Operação Abadir – 12/12/2012 – Operação do GOE desarticula organização criminosa responsável por tráfico e homicídios na Grande João Pessoa. Ao todo, 10 pessoas foram presas acusadas de tráfico de drogas e homicídios registrados na Região Metropolitana. A ação dos criminosos era comandada de dentro dos presídios do Roger e Silvio Porto, na Capital. Foram apreendidos armas de fogo, drogas e documentos que comprovam o envolvimento do grupo na atividade criminosa.

16. Operação Sulanca – 12/12/2012 – Polícia Civil da Paraíba prende acusado de assaltar sacoleiros em Caruaru – A Operação ‘Sulanca’, que resultou na prisão de quatro homens e uma mulher. Todos são responsáveis por roubos a veículos de transporte de sacoleiros que saíam do Estado com destino às cidades pernambucanas de Toritama, Caruaru e Santa Cruz do Capibaribe.

Paulo Cosme / Assessoria

Operações da PM em Campina Grande detêm acusados de assaltos e homicídios

Duas operações realizadas em bairros da perifeira de Campina Grande, no Agreste da Paraíba, tiraram de circulação quatro homens acusados de assaltos e homicídio. Entre os presos, está um jovem comparsa do acusado de matar o sargento Jefferson de Lucena Santos, 29 anos, durante uma troca de tiros em Campina Grande, no último dia 17 de novembro. Ação de policiais militares do 2º BPM ocorreu na madrugada desta quarta-feira (28).

Acusados detidos em Campina GrandeFoto: Acusados detidos em Campina Grande
Créditos: Foto: Souza Neto

De acordo com o tenente coronel Souza Neto, comandante do 2º BPM, os policiais da Rádio Patrulha receberam um chamado onde moradores denunciavam que jovens estavam fazendo desordem em uma das ruas do bairro Mutirão.

Ainda de acordo com o comandante, “os policiais cercaram uma residência e um adolescente de 16 anos, que é comparsa de Henrique – acusado de matar sargento – fugiu do cerco policial. Ele saiu correndo e entrou em uma casa abandonada. Houve uma negociação e ele se entregou”.

Já no bairro de Santa Rosa, a PM cercou o bairro para coibir a onda de assaltos em vários pontos da comunidade. Foi feito o cerco e duas pessoas foram presas e um adolescente de 15 anos detido. Diego Leviston dos Santos Barbosa, 19 anos, e o torneiro mecânico Joseilton Santos Lima, 22 anos.

Hyldo Pereira

Portalcorreio

Polícia Militar realiza Operações ‘Carrossel’ e ‘Nômade’ em todo Estado

A Polícia Militar realiza neste final de semana duas operações focadas na prevenção: a ‘Nômade’ e a ‘Carrossel’. O objetivo é garantir a tranquilidade dos paraibanos durante o feriadão, que começa nesta sexta-feira (12), quando se comemora o Dia da Padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida, e o Dia das Crianças, e se prolonga até a segunda-feira (15), Dia dos Professores e dos Comerciários. As operações acontecem de forma simultânea em todo o Estado…

Segundo o comandante da Companhia de Policiamento Regional Metropolitano (CPRM), coronel Jefferson Pereira, a Operação Nômade seguirá o padrão de todo fim de semana. “Haverá reforço no efetivo e com comandantes nas ruas orientando e reforçando o trabalho dos seus comandados”, frisou.

Já a Operação Carrossel, que recebe esse nome por causa do Dia das Crianças e por ser uma ação móvel, trabalhará ainda a conscientização da população, com dicas de segurança e de trânsito. Durante as abordagens, as famílias receberão ‘doces’ com mensagens, promovendo uma aproximação entre polícia e comunidade.

Para garantir o cumprimento da Lei Seca e a tranquilidade no trânsito, o Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran) realizará blitz em diversos pontos das cidades, sobretudo aqueles de eventos festivos. O reforço se concentrará no Litoral Norte e Sul do Estado.

O policiamento também será reforçado nas áreas com maior fluxo de pessoas, como balneários, arredores de shoppings centers e praias. O Jardim Botânico e a o Parque Arruda Câmara receberão atenção especial do Batalhão Ambiental.

Secom-PB

Projeto Rondon abre inscrições para Instituições de Ensino Superior nas operações de 2013

As IES terão até o dia 30/09 para enviarem suas propostas de trabalho para o site do Projeto Rondon

Divulgado na quinta-feira (20) o convite do Projeto Rondon para as Instituições de Ensino Superior (IES) participarem das operações “Canudos” (Bahia, Pernambuco e Piauí), “2 de Julho” (Bahia) e “São Francisco” (Alagoas e Sergipe) a serem realizadas no período de 11 de janeiro a 4 de fevereiro de 2013. O convite e o acesso ao sistema de cadastro do Projeto Rondon estão disponíveis no site do Projeto Rondon.

Projeto Rondon Aquelas IES que participam pela primeira vez deverão realizar o seu cadastro no site do Projeto. Já as IES que possuem cadastro,  deverão utilizar o mesmo login e senha já definidos para acessar o sistema de cadastro do Projeto

  • Aquelas IES que participam pela primeira vez deverão realizar o seu cadastro no site do Projeto. Já as IES que possuem cadastro, deverão utilizar o mesmo login e senha já definidos para acessar o sistema de cadastro do Projeto

Acesse o convite aqui.

Acesse aqui o passo-a-passo para a inscrição.

Para participar as IES terão que elaborar uma proposta de trabalho contemplando pelo menos uma das atividades das áreas de atuação do conjunto A ou do conjunto B, detalhadas no convite. É permitido que cada IES envie uma proposta para cada operação. As IES terão até o dia 30/09 para enviarem suas propostas de trabalho para o site do Projeto Rondon.

Aquelas IES que participam pela primeira vez da iniciativa deverão realizar o seu cadastro no site do Projeto. No momento da inscrição, será solicitado o comprovante de credenciamento como instituição de ensino superior junto às instâncias competentes e a relação dos projetos na área de extensão desenvolvidos pela IES. Após o cadastro, a IES deverá anexar a proposta de trabalho e informar os dados do professor que realizará a viagem precursora.

Já as IES que possuem cadastro, ou seja, que já participaram de alguma seleção do Projeto Rondon a partir de julho de 2011, deverão utilizar o mesmo login e senha já definidos para acessar o sistema de cadastro do Projeto.

Municípios participantes da Operação “Canudos”: Andorinha/BA, Antonio Gonçalves/BA, Cansanção/BA, Canudos/BA, Chorrochó/BA, Curaçá/BA, Filadélfia/BA, Itiuba/BA, Macururé/BA, Ponto Novo/BA, Dirceu Arcoverde/PI, Jacobina do Piauí/PI, Paulistana/PI, Patos do Piauí/PI, Queimada Nova/PI, São João do Piauí/PI, São Raimundo Nonato/PI e Simões/PI.

Municípios participantes da Operação “2 de Julho”: Acajutiba, Amélia Rodrigues, Anguera, Aramari, Amargosa, Brejões, Cabaceiras do Paraguaçu, Capim Grosso, Cipó, Coração de Maria, Crisópolis, Irará, Itaquara, Mutuípe, Pé da Serra, Santa Bárbara, Santa Inês, Tanquinho, Teodoro Sampaio e Ubaíra.

Municípios participantes da Operação “São Francisco”: Campo do Brito/SE, Carmópolis/SE, Frei Paulo/SE, Japaratuba/SE, Malhador/SE, Monte Alegre de Sergipe/SE, Neópolis/SE, Nossa Senhora das Dores/SE, Poço Verde/SE, Propriá/SE, Ribeirópolis/SE, Santo Amaro das Brotas/SE, Batalha/AL, Craíbas/AL, Major Isidoro/AL, Piranhas/AL, Santana do Ipanema/AL, São Sebastião/AL, Taquarana/AL e Teotônio Vilela/AL.

Os municípios participantes das operações serão confirmados após as eleições de 7 de outubro.

Participação em operações da Marinha do Brasil

No mês de janeiro de 2013, em período a ser oportunamente divulgado, dois navios da Marinha do Brasil (MB) realizarão missões denominadas “Ação Cívico-Social” (ACiSo) e “Assistência Hospitalar” (ASSHOP), voltadas às comunidades ribeirinhas localizadas nos estados do Pará e Amazonas, respectivamente. A MB disponibilizou 22 vagas, por missão, para 20 alunos universitários e 02 professores, da área de saúde e de serviço social, para participarem dessas ações.

Projeto Rondon

O Projeto Rondon, coordenado pelo Ministério da Defesa, é um projeto de integração social que envolve a participação voluntária de estudantes universitários na busca de soluções que contribuam para o desenvolvimento sustentável de comunidades carentes e ampliem o bem-estar da população.

Veja vídeo institucional do Projeto Rondon:

Portal Brasil