Arquivo da tag: odontológicas

Três clínicas odontológicas são assaltadas em um mês em Campina Grande

Três clínicas odontológicas foram roubadas em um intervalo de 30 dias em Campina Grande. O último crime, segundo o Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop), foi registrado na tarde de segunda-feira (5), quando o criminoso levou do local uma televisão e um aparelho celular.

O assaltante chegou ao local armado e depois de praticar o crime saiu do estabelecimento, localizado no Centro da cidade, fugiu a pé com os produtos do roubo. Até esta terça-feira (6) o suspeito não havia sido preso.

Os outros assaltos foram similares e aconteceram durante o mês de maio. No dia 3, o crime ocorreu numa clínica na rua 13 de maio. O suspeito chegou ao local figindo ser um cliente, quando sacou uma arma e anunciou o assalto, roubando um notebook e um celular.

No dia 30 foi a vez de uma clínica na Maciel Pinheiro ser vítima de criminosos. O suspeito chegou ao estabelecimento se queixando de dores no dente. Quando iria ser atendido, ele anunciou o assalto e roubou uma odontóloga.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Receitas médicas e odontológicas poderão ter validade nacional

Receitas médicas e odontológicas poderão passar a ter validade nacional. Isso significa que um medicamento prescrito por um profissional habilitado nessas áreas poderá ser comprado em qualquer parte do país, independentemente do local de origem da receita. A medida deve facilitar a vida dos cidadãos que dependem de remédios de uso continuado. A proposição já conta com relatório pela aprovação na Comissão de Assuntos Sociais (CAS).

“O objetivo da nossa proposição é evitar os transtornos e, sobretudo, os riscos da atual situação enfrentada por muitos brasileiros, garantindo, assim, a continuidade do tratamento, onde quer que se encontrem, mediante a obrigatoriedade de reconhecimento e aceitação da receita médica em qualquer localidade do país, desde que assinada por profissional devidamente habilitado”, explicou o autor da proposta (PLS 325/2012), senador Jayme Campos (DEM-MT).

O parlamentar afirma ser favorável à existência de mecanismos de controle na comercialização de medicamentos, utilizados para impedir irregularidades, como automedicação e contrabando. Mas avalia como “contrassenso” a proibição de venda de remédios em localidade diferente da de emissão da receita, já que o profissional devidamente registrado tem assegurado por lei o direito de atuar em qualquer parte do país.

A argumentação convenceu a relatora, senadora Ana Amélia (PP-RS), a recomendar a aprovação do PLS 325/2012.

“Não vemos razão para que uma receita emitida por profissional devidamente habilitado não possa ser aviada em unidade da federação diversa daquela em que foi emitida. Os profissionais podem ser fácil e adequadamente identificados pelo número de registro nos conselhos de fiscalização da profissão, de aposição obrigatória nas prescrições”, observou Ana Amélia.

A relatora apresentou duas emendas ao texto original para realizar ajustes de redação e ampliar o alcance da medida às receitas odontológicas. O projeto deverá ser votado em decisão terminativa pela CAS. Se aprovado pela comissão e não houver recurso para exame pelo Plenário do Senado, deverá ser enviado para a Câmara dos Deputados.

Agência Senado