Arquivo da tag: ocorrências

Perturbação do sossego retrata 80% das ocorrências policiais

Denúncias por perturbação do sossego têm gerado o maior número de ocorrências atendidas pela Polícia Militar da Paraíba nos finais de semana. A informação é do comandante do 5º Batalhão, tenente coronel Barros. De acordo com o policial militar, os atendimentos desse tipo representam 80% das ocorrências na área coberta pelo Batalhão, que atende bairros da Zona Sul de João Pessoa e cidades do Litoral Sul paraibano.

“Oitenta por cento das intervenções que a Polícia Militar faz e das ligações que o Centro Integrado de Operações Policiais (CIOP) recebe são de perturbação de ordem do sossego. E isso é recorrente. Começam no início da noite da sexta-feira e vão até a madrugada do domingo. Basicamente essas ocorrências são referentes a som alto e trote”, destacou. “Você imagina que eu lanço 30 viaturas todos os dias. Se a cada dez ocorrências, oito são de perturbação do sossego em toda áreas, são muitas viaturas para essas ocorrências enquanto muita gente deixa de ser assistida por outras necessidades”, acrescentou.

Coronel Barros explicou que não existe horário para casos de perturbação do sossego e a Polícia Militar pode agir a qualquer momento. Na primeira abordagem os policiais alertam para o incômodo que o som está provocando em outras pessoas. Na segunda intervenção, caso ocorra, é pedido o deligamento do som, e em caso de uma terceira reincidência, haverá notificação após o som ser auferido.

“Essa notificação pode ser ou não de uma prisão por desobediência. Mas a prisão é uma medida extrema, então, praticamente prendemos poucos. Acredito que esse tipo de ocorrência está ligada à educação das pessoas em não respeitar o direito dos demais de ter o seu sossego. Fazemos o possível para não chegar à via extrema. Boa parte das intervenções é precedida de recomendação e orientação. Quando reincide por até três vezes podemos chegar a uma prisão”, destacou.

Tenente Coronel Barros orienta que as pessoas que se sintam prejudicadas busquem a intervenção da Polícia Militar para que alguns casos não partam para uma situação de violência.

“Volta e meia somos chamados sobre desentendimentos entre vizinhos por causa de som. Às vezes acabam arrumando uma confusão porque não sabe qual vai ser a reação das pessoas. Até recomendamos que essa intervenção seja feita pela polícia mesmo. O cidadão comum que vai reclamar de uma situação na rua, com vizinhos, pode provocar uma briga que a gente não sabe no que venha resultar. Então essa intervenção deve ser feita pela polícia”, enfatizou.

Roberto Targino – MaisPB

 

 

Queda e acidentes com moto lideram ocorrências nos hospitais da PB

Os hospitais de Trauma de Campina Grande e João Pessoa realizaram mais de 1 mil atendimentos, só neste final de semana. Casos envolvendo quedas e acidentes de moto lideraram as ocorrências.

CONFIRA

EM CAMPINA GRANDE

O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, em Campina Grande, atendeu 492 pacientes, durante o último fim de semana (6 e 7/4). O balanço tem como base as entradas realizadas a partir da zero hora do sábado (6) até as primeiras horas desta segunda-feira (8). Os casos envolvendo motos lideraram as entradas nos plantões durante o período.

De acordo com a assessoria de imprensa do Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, dos 492 atendimentos, 89 foram vítimas de acidentes de moto. Ainda foram registradas vítimas de acidente de automóvel (cinco), agressão física (15), e de arma branca (cinco). Os demais atendimentos foram na clinica médica e na pediatria.

Desse total de 89 dos casos envolvendo acidentes com motocicletas e motonetas, 31 foram da cidade de Campina Grande (27,5%).

A unidade de saúde disponibiliza 292 leitos, 340 médicos, sendo 64 em regime de plantão presencial 24 horas.  O hospital dispõe de seis salas no bloco cirúrgico.

O Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes de Campina Grande é referência em trauma para 203 municípios da Paraíba, além de alguns municípios do Rio Grande do Norte, Pernambuco e Ceará.

EM JOÃO PESSOA

O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, realizou, durante o fim de semana, 636 atendimentos. Nesse período, a unidade de saúde fez 36 procedimentos cirúrgicos de alta e média complexidades. O balanço tem como base as entradas realizadas a partir da zero hora da sexta-feira (5) até as primeiras horas desta segunda- feira (8).

Neste fim de semana, as ocorrências envolvendo quedas lideraram as entradas da emergência, com 116 casos, superando motocicletas (89). Outros casos de emergência foram de trauma (26), atropelamento (15), queimadura (13), pancada (12), agressão física (11), acidente de bicicleta (10), arma de fogo (oito), automóvel (oito), arma branca (quatro), e choque (quatro). As demais ocorrências foram clínicas com destaques para corpo estranho (59) e acidente vascular cerebral (39).

Perfil – O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena atende casos de urgência e emergência, contudo, muitos procuram a instituição para atendimentos clínicos, não levando em consideração o tipo de assistência prestada pela unidade de saúde, voltado para situações de média e alta complexidades, a exemplo de vítimas de trauma (acidentes e desastres), violência, queimadura, Acidente Vascular Cerebral (AVC) e hemorragias digestivas.

Motivo do atendimento Quantitativo

05/04 à 08/04

QUEDA 116
ACIDENTE DE MOTO 89
CORPO ESTRANHO 59
ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL 39
TRAUMA 26
AGRESSÃO FÍSICA 11
ACIDENTE DE AUTOMOVEL 08
QUEIMADURA 13
ARMA DE FOGO 08
ATROPELAMENTO 15
ACIDENTE DE BICICLETA 10
ARMA BRANCA 04
ACIDENTE VASCULAR 06
TRAUMA FACIAL 0
CHOQUE 01
CASOS CLÍNICOS 213
TOTAL GERAL 636
CIRURGIAS 36

 

pbagora

 

 

Traumas da PB atendem mais de mil ocorrências

O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga, em Campina Grande, realizou 498 atendimentos neste final de semana. O Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, localizado em João Pessoa, registrou 613 ocorrências desde a última sexta-feira (21).

No Hospital Trauma de Campina Grande,dos 498 atendimentos, 81 foram vítimas de acidentes de moto, quatro de acidente de automóvel, 8 ocorrências de agressão física, quatro atendimentos de vítimas de projéteis de arma de fogo e duas de arma branca. Os demais atendimentos médicos foram na clinica médica e na pediatria.

Em João Pessoa,  as quedas lideraram as ocorrências, sendo 94 no total. Os acidentes com motocicleta somaram 92 atendimentos no total. Os casos de trauma foram 56 e houve registro de 51 entradas por ‘corpo estranho’.

MaisPB

PM registrou mais de 1 mil ocorrências de poluição sonora no carnaval; multas chegam a R$ 50 mil

 (Foto: divulgação/BPAmb)
(Foto: divulgação/BPAmb)

Somente no período do carnaval, a Polícia Militar recebeu 1.008 chamados para ocorrências de poluição sonora na Paraíba. De acordo com PM, 859 ocorrências foram registradas em João Pessoa e em cidades do Litoral Norte e Sul.

Outros 133 registros ocorreram na região de Campina Grande. Em relação ao crime de poluição sonora, o Batalhão de Polícia Ambiental apreendeu 10 paredões de som durantes as festas de carnaval. O valor das multas aplicadas chega a R$ 50 mil.

Entre a sexta-feira (24) e as 7h desta quarta-feira (1), a PM prende 30 pessoas por porte ilegal de arma, 25 por roubo, 21 com drogas, 15 por furto, 13 por homicídio ou tentativa, 10 por crime ambiental, duas em cumprimento a mandado de prisão, uma por estelionato e uma por contrabando de cigarros.

Veja os dados da ‘Operação Carnaval’

– 3.338 solicitações atendidas pela PM;

– 118 suspeitos presos/apreendidos;

– 38 armas apreendidas;

– 18 veículos roubados recuperados;

– 15 kg de drogas (maconha, crack e cocaína) e 6 litros de loló apreendidos;

– 10 ‘paredões’ de som apreendidos;

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Polícia Militar recebeu 614 chamados para ocorrências de som alto

ParedãoA Polícia Militar recebeu 614 chamados para atender ocorrências de perturbação do sossego (som alto), das 18h da última sexta-feira (24) até 7h30 desta segunda (27). Destes, 521 casos foram registrados somente na Região Metropolitana e nos Litorais Norte e Sul do Estado.

Para diminuir o número de ocorrências, o Batalhão de Polícia Ambiental (BPAmb) vem apostando na conscientização dos foliões e tem feito várias blitzen educativas nas cidades que realizam eventos de carnaval, com a distribuição de panfletos orientando as pessoas.

No ano passado, em todo o carnaval (5 a 9/2) foram recebidos 1.015 chamados, número que superava em mais de 5% os do carnaval de 2015 (13 a 17/2), quando foram registradas 958 solicitações para este tipo de ocorrência.

Multas – A poluição sonora é combatida com multa que começa com R$ 5 mil reais e pode chegar até a R$ 50 milhões, conforme prevê o artigo 61 do Decreto 6.514/2008.

Nesse domingo (26), foi apreendido um ‘paredão’ na praia de Jacumã, no município do Conde. Outras duas pessoas foram conduzidas até a delegacia e tiveram equipamentos de som apreendidos, na mesma praia, também nesse domingo.

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

 

Polícia Civil contabiliza 206 ocorrências na PB até fechamento das urnas neste domingo

CENTRAL-POLICIA-CIVIL-PBA Polícia Civil da Paraíba realizou 206 procedimentos em unidades policiais distribuídas nos 223 municípios do Estado, das 8h de sexta-feira (30) até as 17h deste domingo (2), dia de eleições. Um total de 236 pessoas foram conduzidas às delegacias, sendo que 173 procedimentos confeccionados foram por crimes comuns e 33 por crimes eleitorais.

Das ocorrências ligadas ao pleito, seis foram por divulgação de propaganda, uma de transporte ilegal de eleitores e outra de uso de documentação falsa, seis de boca de urna, sete por compra de votos, oito por desobediência à Justiça Eleitoral e uma por desordem em local de votação. Outros três crimes eleitorais também foram contabilizados até as 17h.

“Esse número pode ainda aumentar, visto que muitos crimes ainda estão sendo comunicados à Delegacia Geral e os procedimentos continuam em andamento. A Polícia Civil permanece atuando no Estado após o final da votação, acompanhando a movimentação que acontece após a divulgação dos resultados”, explicou o delegado geral João Alves de Albuquerque, que acompanhou pessoalmente o policiamento no Sertão do Estado. Ele acrescentou que a Polícia Civil do Estado é responsável pelo atendimento aos crimes comuns e atua supletivamente nas cidades em que não há a presença da Polícia Federal.

O delegado geral também informou que a cidade com maior número de ocorrências foi João Pessoa (24), seguida por Campina Grande (9), e Cajazeiras, Guarabira, Pombal, Queimadas e Santa Rita, todas com seis ocorrências, até o fechamento das urnas.

A Polícia Civil empregou 1.026 homens e mulheres nas eleições deste ano, com 223 equipes espalhadas por todo o Estado. A instituição também esteve presente nos Centros de Comando e Controle (CCC) nas cidades de João Pessoa, Campina Grande e Patos.

Secom-PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Corpo de Bombeiros atende 307 ocorrências no fim de semana

bombeirosO Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba realizou, das 7h30 da sexta-feira (30) até às 5h desta segunda (3), 307 atendimentos de prevenção ou emergência, em toda a Paraíba.  Os números incluem as demandas recebidas através do telefone 193 e abrangem as modalidades de combate a incêndio, atendimento pré-hospitalar e busca e salvamento.

Conforme os dados da seção de Planejamento e Estatísticas da corporação foram realizados, no período, 130 atendimentos pré-hospitalares, 83 combates a incêndio, 24 ações de busca e salvamento, três intervenções em emergências envolvendo produtos perigosos e dez outras ocorrências não foram classificadas dentro dessas categorias.

Na parte de prevenção, foram 57 ações do Corpo de Bombeiros, sendo 33 informações prestadas ao público, dez advertências e 14 pontos bases em eventos externos.  Entre as ocorrências graves registradas no fim de semana houve o óbito de um senhor de 65 anos, condutor de um veículo que capotou, nesse domingo (2), na BR-230, na região de Campina Grande.

Secom-PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Bandidos assaltam duas agências bancárias na PB; ocorrências já chegam a 65 este ano

caixasDuas agências bancárias localizadas na região da Borborema foram alvos das ações dos bandidos na madrugada desta sexta-feira (29). O primeiro ataque foi registrado por volta de 1h45 na cidade de Boqueirão. O segundo ocorreu no município de São João do Cariri, às 3h50. Em Boqueirão, os assaltantes arrombaram o cofre da agência, enquanto em São João do Cariri o grupo criminoso explodiu um caixa eletrônico.

De acordo com informações da polícia, cerca de dez homens amados invadiram a agência do Banco do Brasil, em Boqueirão, e explodiram o cofre do local. O grupo fugiu em direção a cidade de Cabaceiras em uma Fiat Strada e um Ford EcoSport, que foi encontrado por policiais ainda em chamas na rodovia PB-148.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Já em São João do Cariri, , seis homens explodiram um caixa eletrônico de um banco privado por volta das 3h50. Testemunhas relataram que os criminosos dispararam várias vezes para cima. Os homens fugiram em um Fiat Palio Weekend no sentido São José dos Cordeiros. Policiais encontraram grampos de ferro deixados na pista e várias cápsulas deflagradas de calibre 12.

De acordo com levantamento do Sindicato dos Bancários, 65 agências bancárias da Paraíba já foram alvos dos criminosos na Paraíba, em 2015.

 

blogdogordinho

Desde o início do ano, 47 ocorrências de violência contra bancos foram registradas na Paraíba

banco_explosaoRepresentantes da Polícia Federal, do Exército, das forças de segurança estaduais e do Ministério Público se reuniram na última quinta-feira (23) para discutir a grande quantidade de episódios de violência contra bancos em toda a Paraíba.

Segundo o Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários da Paraíba, só em 2015, de janeiro até agora, 47 ocorrências de violência contra bancos foram registradas. Uma média de uma ocorrência a cada dois dias.

Segundo o Ministério Público, ao todo, apenas na cidade de João Pessoa, desde 2011 até hoje foram 115 ocorrências. Destas, 23 saidinhas de bancos e 49 ocorrências de explosões.

Veja na matéria de João Thiago Quais medidas serão tomadas para acabar com esta violência contra os cidadãos.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

João Thiago

 

Chove em 87 cidades da PB e Aesa prevê ocorrências para o fim de semana; calor continua

Reprodução/ Heleno Lima
Reprodução/ Heleno Lima

O setor leste da Paraíba, que engloba as regiões do Agreste, Brejo e Litoral, segue com possibilidade de chuvas a qualquer hora do dia, neste fim de semana. De acordo com a Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado (Aesa), há ainda previsão de chuvas isoladas para o Alto Sertão, Sertão, Cariri e Curimataú. As precipitações, nessas regiões, devem ocorrer principalmente entre o fim do dia e o início da noite.

A meteorologista Marle Bandeira explicou que as chuvas são irregulares espacial e temporalmente. “Quando prevemos chuvas para o setor leste, por exemplo, pode ocorrer que elas se concentrem mais no Brejo. Nas últimas 24 horas, segundo os dados preliminares, choveu de forma significativa em cidades como Guarabira, Borborema e Araruna”, afirmou. “As chuvas também se concentraram em algumas cidades da faixa litorânea, a exemplo de Caaporã”, destacou.

Segundo a Aesa, as máximas e as mínimas registradas devem ficar próximas das marcas desta sexta-feira (24). A previsão de máxima para o Litoral, neste sábado (25) e domingo (26), é de 31º C e mínima, de 23º C. No Brejo, a máxima deverá chegar aos 30º C e a mínima, aos 20º C.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Para a região do Agreste, a previsão é que a máxima seja de 31º C e a mínima, em torno dos 21º C. No Cariri e Curimataú, a máxima deverá ficar em torno dos 33º C e a mínima, perto dos 20º C. No Alto Sertão a máxima deverá ficar em torno dos 34º C e a mínima, próxima dos 21º C. No Sertão, a máxima deverá ser de 35º C e mínima, em torno dos 21º C.

Precipitações

De acordo com dados preliminares da Aesa, nas últimas 24 horas choveu em 87 cidades e precipitações foram consideradas significativas em cidades do Brejo. Em Serraria, choveu 49,4 mm; em Araruna, 48 mm; em Guarabira, 41,8 mm; na cidade de Borborema, a precipitação registrada foi de 41,6 mm.

Da quarta-feira para quinta-feira, a Aesa também registrou precipitações significativas em cidades como Juru (81 mm), São José do Sabugi (74,4 mm) e Caaporã (75 mm). Ao todo, foram registrados 88,5 mm no estado nesse período. Até quinta-feira (23), as cidades onde mais choveu neste mês foram Patos (261.1 mm), Coxixola (147.3 mm), Taperoá (138.6 mm), Brejo do Cruz (135.8 mm) e São José do Sabugi (129.9 mm).

 

portalcorreio