Arquivo da tag: obrigado

Bolsonaro sobre Guedes: “Ninguém é obrigado a continuar como ministro meu”

Em sua primeira viagem ao Nordeste como presidente da República, Jair Bolsonaro voltou a fazer apelos aos governadores da região em prol da reforma da Previdência. Ele comentou também a declaração do ministro da Economia, Paulo Guedes, à revista Veja, na qual o chefe da pasta afirmou que deixa o governo caso a proposta enviada ao Congresso vire uma “reforminha”.

“É um direito dele. Ninguém é obrigado a continuar como ministro meu. Logicamente ele está vendo uma catástrofe, é verdade, eu concordo com ele, se nós não aprovarmos algo realmente muito próximo ao que enviamos ao parlamento. O que Paulo Guedes vê, e ele não é nenhum vidente, nem precisa ser para entender que o Brasil vai viver um caos econômico sem essa reforma”, destacou o presidente.

Bolsonaro está em Pernambuco para a aprovação do Plano de Desenvolvimento do Nordeste. Ele participou de uma reunião da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) com os governadores do Nordeste – região em que foi menos votado na eleição do ano passado – e de Minas. Ouviu pedidos de mais investimento no plano.

Ao pedir mais empenho deles na reforma, discurso que repete sempre que se encontra com eles e demais chefes dos Executivos estaduais, Jair Bolsonaro voltou a falar que a Previdência beneficiará não apenas as contas da União, mas também dos Estados e municípios, que enfrentam gravde crise financeira.

“Nós temos um desafio pela frente, e não é meu, é também dos senhores governadores e prefeitos. Independente da questão partidária, é a reforma da Previdência, sem a qual não podemos sonhar em botar em prática parte do que nós estamos acertando aqui nesse momento”.

 

Congresso em Foco

 

 

Sarney briga na Justiça por aposentadorias de R$ 73 mil depois de obrigado a devolver dinheiro

sarneyEnquanto milhões de brasileiros aguardam com apreensão as mudanças previstas na reforma da Previdência, o ex-presidente da República e do Senado José Sarney (PMDB) trava uma batalha judicial para manter sua tripla aposentadoria, que lhe garante uma renda de R$ 73 mil por mês. O valor representa mais que o dobro do teto constitucional para o servidor público no país, o salário de um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), hoje fixado em R$ 33,7 mil. Sarney foi condenado pela Justiça Federal em Brasília a devolver aos cofres públicos tudo o que recebeu acima desse teto desde 2005. O montante anterior não foi cobrado por ter prescrito o prazo de punção judicial – ou seja, o Estado perdeu o prazo para reivindicá-lo.

O ex-presidente acumula uma pensão no valor de R$ 30.471,11 mil como ex-governador do Maranhão, outra de R$ 14.278,69  mil, que recebe como servidor aposentado do Tribunal de Justiça maranhense, e mais R$ 29.036,18 mil como ex-senador.

Sarney-MaranhãoPara a juíza Cristiane Pederzolli Rentzsch, da 21ª Vara Federal, que condenou o senador em 25 de agosto de 2016, a soma desses benefícios não poderia ultrapassar o teto remuneratório fixado pela Constituição. Sarney recorre da decisão. Além de determinar a devolução do dinheiro recebido ilegalmente, a juíza mandou o ex-presidente abrir mão de benefícios para se enquadrar no limite constitucional. Em sua sentença, Cristiane não fixa o valor a ser ressarcido aos cofres públicos. Se for aplicada a atual diferença entre o que o peemedebista embolsa e a remuneração de um ministro do STF, se considerado desde os cinco anos anteriores à data em que o processo foi autuado no tribunal, a conta pode passar dos R$ 4 milhões.

Matéria na íntegra clique aqui

FONTE: Congresso em Foco

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Raul Gil comenta ‘saída’ do SBT e apoio para continuar na emissora: “Obrigado”

Raul-GilRaul Gil comentou no início da edição do programa deste sábado (18) sobre as notícias da sua saída da emissora. O apresentador esclareceu que as informações eram verdadeiras, mas permaneceu no SBT por causa de pedidos da equipe e, principalmente, da família.

“Vocês sabem que muitas fofocas saíram, mas eram verdadeiras. Eu estava saindo do SBT. Eu até falava ‘estou na minha última temporada’, como dizia Jô Soares. Mas, na verdade, o Raul Gil continua no SBT. Renovação de contrato”, disse.

O apresentador agradeceu o apoio para permanecer na emissora. “Eu quero agradecer os diretores do SBT que forçaram praticamente: ‘Raul Gil você não vai embora’ […] E a minha família. A minha família foi a que mais falou”, desabafou, agradecendo Silvio Santos e toda família Abravanel.

observatoriodatelevisao

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Idoso é roubado por travestis e obrigado a praticar orgias sexuais na cidade de Sousa

sireneNa madrugada deste sábado (27), um fato curioso movimentou a área policial da cidade de Sousa.

Um senhor de idade acionou a polícia militar do 14º BPM e informou aos militares que acabou sendo roubado por um grupo de travestis, e obrigado a participar de orgias sexuais com os mesmos.

O idoso contou que a confusão aconteceu próximo a um bar, e em seguida, os travestis fugiram do local com sua bolsa e todos os seus objetos pessoais.

A PM orientou à vítima a registrar um boletim de ocorrência na delegacia para formalizar o ocorrido.

Diário do Sertão

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Avião apresenta defeito ao decolar e é obrigado fazer pouso forçado no Castro Pinto

aeroporto-castro-pintoCerca de 55 passageiros passaram por um grande susto na manhã desta terça-feira (10 dentro de um avião da empresa Azul.

De acordo com as primeiras informações o avião decolou com destino a Salvador e logo em seguida uma das turbinas parou de funcionar.

Com a turbulência, os passageiros entraram em pânico e depois de sobrevoar por cerca de 25 minutos, o piloto teve que retornar e fazer um pouso forçado no aeroporto Castro Pinto.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Paulo Cosme\Washington Luiz

Mari: juíza defere liminar e prefeito é obrigado a conceder licença sindical a servidor


A Dra. Ana Carolina Tavares Cantalice, juíza da comarca de Mari, deferiu, na última sexta-feira, 07, liminar concedendo o direito de licença sindical ao professor Josa, que mesmo tendo sido eleito como secretário do sindicato dos servidores públicos municipais de Mari, não recebeu a portaria para ficar a disposição da entidade, tendo o prefeito Antônio Gomes concedido apenas a Ferando Viana, presidente e Estefânea, tesoureira.

“Como fomos eleitos na chapa como primeiro secretário do sindsmar, nos sentimos prejudicados pelo prefeito perseguidor de Mari e tendo em vista a fumaça do bom direito, ingressamos com um mandado de segurança contra o ato discricionário e covarde de Antônio Gomes e graças a Deus a justiça foi feita. Agradeço penhoradamente aos advogados Dr. Cláudio Cunha e Dr. Marcos Edson por mais uma vitória contra a arrogância do poder, que acha que manda em tudo”, disse Josa.
Na decisão da Juíza de Mari, ela determina que o prefeito conceda a portaria com a licença sindical do servidor público.
Veja a decisão:

“Isto posto, CONCEDO A LIMINAR REQUERIDA, determinando à entidade coatora que defira a licença pleiteada pelo impetrante para o cumprimento de seu mandato de 1º secretário do Sindicato dos Servidores Públicos de Mari, sob pena de multa diária no valor de 50,00 (cinquenta reais) por dia de atraso”.

Blog do professor Josa
Focando a Notícia

Presidente do PT parte para o ataque e avisa que não é obrigado a apoiar candidatura de Cartaxo

O presidente do PT de João Pessoa, Antônio Barbosa, mandou um recado claro para o candidato a prefeito Luciano Cartaxo. Ele disse que não será obrigado a apoiar a candidatura do ‘colega’, caso “as regras do jogo sejam quebradas”.

“Estamos trabalhando para unir o partido, mas vamos considerar e jogar de acordo com as regras. Caso as regras do jogo sejam quebradas não temos obrigação de apoiar”, revelou Antônio Barbosa.

Ele informou também que a direção nacional deve se reunir ainda esta semana para tomar decisões a respeito das eleições nas principais cidades do Brasil e que a situação de João Pessoa e Campina Grande deverá ser incluída no debate.

Fonte: PoliticaPB