Arquivo da tag: óbitos

Paraíba registra 324 novos casos e 5 óbitos por Covid nas últimas 24 horas

Nesta segunda, 13 de julho, a Paraíba registrou 324 novos casos de Covid-19 e 18 óbitos confirmados desde a última atualização, 5 deles ocorridos nas últimas 24h. São 61.108 pessoas que já contraíram a doença, 22.468 que já se recuperaram e 1.302 faleceram. Até o momento, 181.680 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados.

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 54%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 62%. Em Campina Grande, estão ocupados 45% dos leitos de UTI adulto e no sertão, 63% dos leitos de UTI para adultos.

O índice de Isolamento Social foi de apenas 46%, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%.

Casos Confirmados: 61.108
Casos Descartados: 71.609
Óbitos confirmados: 1.302
Casos recuperados: 22.468
Total de municípios: 218

Os casos confirmados estão distribuídos por 218 dos 223 municípios paraibanos:

Água Branca (37); Aguiar (19); Alagoa Grande (555); Alagoa Nova (206); Alagoinha (582); Alcantil (22); Algodão de Jandaíra (4); Alhandra (429); Amparo (12); Aparecida (37); Araçagi (345); Arara (131); Araruna (149); Areia (205); Areia de Baraúnas (2); Areial (36); Aroeiras (109); Assunção (27); Baia da Traição (302); Bananeiras (98); Baraúna (120); Barra de Santa Rosa (30); Barra de Santana (70); Barra de São Miguel (12); Bayeux (1079); Belém (496); Belém do Brejo do Cruz (13); Bernardino Batista (3); Boa Ventura (2); Boa Vista (61); Bom Jesus (6); Bom Sucesso (7); Bonito de Santa Fé (7); Boqueirão (173); Borborema (7); Brejo do Cruz (158); Brejo dos Santos (14); Caaporã (810); Cabaceiras (19); Cabedelo (2017); Cachoeira dos Índios (48); Cacimba de Areia (7); Cacimba de Dentro (79); Cacimbas (39); Caiçara (299); Cajazeiras (822); Cajazeirinhas (1); Caldas Brandão (112); Camalaú (1); Campina Grande (8200); Capim (130); Caraúbas (29); Carrapateira (27); Casserengue (153); Catingueira (15), Catolé do Rocha (184); Caturité (63); Conceição (123); Condado (92); Conde (506); Congo (41); Coremas (48); Coxixola (12); Cruz do Espírito Santo (239); Cubati (56); Cuité (126); Cuité de Mamanguape (72); Cuitegí (189); Curral de Cima (15); Curral Velho (1), Damião (3); Desterro (42); Diamante (3); Dona Inês (42); Duas Estradas (45); Emas (5); Esperança (316); Fagundes (59); Frei Martinho (5); Gado Bravo (77); Guarabira (2710); Gurinhém (251); Gurjão (19); Ibiara (13); Igaracy (4); Imaculada (26); Ingá (526); Itabaiana (818); Itaporanga (59); Itapororoca (348); Itatuba (198); Jacaraú (172); Jericó (5); João Pessoa (16.702); Joca Claudino (2); Juarez Távora (212); Juazeirinho (127); Junco do Seridó (31); Juripiranga (335); Juru (14); Lagoa (4); Lagoa de Dentro (60); Lagoa Seca (499); Lastro (15); Livramento (47); Logradouro (92); Lucena (221); Mãe d’Água (15); Malta (26); Mamanguape (1644); Manaíra (7); Marcação (112); Mari (600); Marizópolis (8); Massaranduba (226); Mataraca (125); Matinhas (51); Mato Grosso (7); Matureia (25); Mogeiro (98); Montadas (35); Monteiro (146); Mulungu (229); Natuba (45); Nazarezinho (10); Nova Floresta (26), Nova Olinda (7); Nova Palmeira (40); Olho D´Água (35); Olivedos (44); Parari (4); Passagem (30); Patos (1989); Paulista (70); Pedra Lavrada (26); Pedras de Fogo (1078); Pedro Régis (31); Piancó (96); Picuí (130); Pilar (206); Pilões (42); Pilõezinhos (177); Pirpirituba (140); Pitimbu (540); Pocinhos (69); Poço Dantas (4); Pombal (184); Prata (2); Princesa Isabel (46); Puxinanã (208); Queimadas (667); Quixaba (26); Remígio (183); Riachão (35); Riachão do Bacamarte (193); Riachão do Poço (43); Riacho de Santo Antônio (19); Riacho dos Cavalos (5); Rio Tinto (670); Salgadinho (11); Salgado de São Felix (141); Santa Cecília (45); Santa Cruz (14); Santa Helena (11); Santa Inês (25); Santa Luzia (180); Santa Rita (1528); Santa Terezinha (40); Santana de Mangueira (5); Santana dos Garrotes (7); Santo André (5); São Bentinho (24); São Bento (711); São Domingos do Cariri (29); São Francisco (12); São João do Cariri (44); São João do Rio do Peixe (103); São João do Tigre (4); São José da Lagoa Tapada (18); São José de Caiana (32); São José de Espinharas (11); São José de Piranhas (78); São José de Princesa (1); São José do Bonfim (52); São José do Brejo do Cruz (5); São José do Sabugi (169); São José dos Cordeiros (5); São José dos Ramos (148); São Mamede (34); São Miguel de Taipu (80); São Sebastião de Lagoa de Roça (140); São Sebastião do Umbuzeiro (5); São Vicente do Seridó (32); Sapé (653); Serra Branca (95); Serra da Raíz (14); Serra Grande (8); Serra Redonda (157); Serraria (48); Sertãozinho (62); Sobrado (103); Solânea (204); Soledade (101); Sossego (8), Sousa (692); Sumé (93); Tacima (91); Taperoá (52); Tavares (32); Teixeira (89); Tenório (13); Triunfo (15); Uiraúna (30); Umbuzeiro (55); Várzea (8); Vieirópolis (4); Vista Serrana (2), Zabelê (9).

*Dados oficiais preliminares (fonte: SIM,e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 13/07, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

18 óbitos foram registrados entre os dias 24 de maio e 13 de julho:

Mulher, 80 anos. Residente em Casserengue. Cardiopata. Início dos sintomas em 12/06, foi a óbito em sua residência no dia 13/07.

Homem, 48 anos. Residente em Bayeux. Hipertenso. Início dos sintomas em 25/06, foi a óbito em hospital público no dia 12/07.

Homem, 50 anos. Residente em Cabedelo. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 22/04, foi a óbito em hospital público no dia 12/07.

Mulher, 38 anos. Residente em Pedras de Fogo. Obesa. Início dos sintomas em 30/06. Foi a óbito em hospital privado no dia 12/07.

Homem, 93 anos. Residente em Queimadas. Cardiopata. Início dos sintomas em 13/06, foi a óbito em hospital público no dia 12/07.

Homem, 93 anos. Residente em João Pessoa. Diabético, Cardiopata. Início dos sintomas em 02/07, foi a óbito em hospital público no dia 11/07.

Mulher, 72 anos. Residente em Lagoa Seca. Imunossuprimida. Início dos sintomas em 10/06, foi a óbito em hospital público no dia 11/07.

Homem, 63 anos. Residente em Mamanguape. Hipertenso, diabético e cardiopata. Início dos sintomas em 24/06, foi a óbito em hospital público no dia 09/07.

Homem, 54 anos. Residente em Cabedelo. Obeso, Etilista e portador de doença hepática. Início dos sintomas em 04/07, foi a óbito em hospital público no dia 08/07

Mulher, 84 anos. Residente em João Pessoa. Hipertensa e diabética. Início dos sintomas em 19/06, foi a óbito em hospital público no dia 03/07.

Mulher, 96 anos. Residente em Campina Grande. Cardiopata. Início dos sintomas em 12/06, foi a óbito em hospital público no dia 26/06.

Homem, 97 anos. Residente em Campina Grande. Comorbidades não informadas. Início dos sintomas em 09/06, foi a óbito em hospital público no dia 17/06.

Homem, 86 anos. Residente em Campina Grande. Sem comorbidades. Início dos sintomas em 06/06, foi a óbito em hospital público no dia 15/06.

Homem, 50 anos. Residente em João Pessoa. Diabético. Início dos sintomas em 20/05, foi a óbito em hospital público no dia 14/06.

Homem, 82 anos. Residente em João Pessoa. Cardiopata, hipertenso e diabético. Início dos sintomas em 18/05, foi a óbito em hospital público no dia 07/06.

Mulher, 27anos. Residente em João Pessoa. Portadora de doença respiratória. Início dos sintomas em 21/05, foi a óbito em hospital púbico no dia 02/06.

Mulher, 77 anos. Residente em Pedras de Fogo. Comorbidades não informadas. Início dos sintomas em 20/05, foi a óbito em hospital público no dia 30/05.

Homem, 68 anos. Residente em João Pessoa. Cardiopata e obeso. Início dos sintomas em 17/05, foi a óbito em hospital público no dia 24/05.

Os dados epidemiológicos e de ocupação de leitos estão disponíveis em www.paraiba.pb.gov.br/coronavirus

Assessoria

 

 

Paraíba registra 1.303 novos casos e dois óbitos por Covid nas últimas 24 horas

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde, divulgou na tarde deste sábado (11) mais um boletim da Covid-19. Os dados apontam que nas últimas 24 horas foram diagnosticados 1.303 novos casos da doença com dois óbitos.

Confirma o boletim na íntegra

Governo da Paraíba
Secretaria de Estado da Saúde
Atualização Covid-19 | 11/07/2020

Paraíba confirma 1.303 novos casos de Covid-19 neste sábado

Casos Confirmados: 60.421
Casos Descartados: 70.966
Óbitos confirmados: 1.250
Casos recuperados: 22.116
Total de municípios: 218

Neste sábado, 11 de julho, a Paraíba registrou 1.303 novos casos de Covid-19 e 21 óbitos confirmados desde a última atualização, 2 deles ocorridos nas últimas 24h. São 60.421 pessoas que já contraíram a doença, 22.116 que já se recuperaram e 1.250 faleceram. Até o momento, 178.914 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados.

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 53%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 64%. Em Campina Grande, estão ocupados 48% dos leitos de UTI adulto e no sertão, 52% dos leitos de UTI para adultos.
O índice de Isolamento Social foi de apenas 39,8 %, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%.

Os casos confirmados estão distribuídos por 218 dos 223 municípios paraibanos:

Água Branca (37); Aguiar (19); Alagoa Grande (547); Alagoa Nova (204); Alagoinha (577); Alcantil (22); Algodão de Jandaíra (4); Alhandra (397); Amparo (12); Aparecida (37); Araçagi (345); Arara (130); Araruna (149); Areia (203); Areia de Baraúnas (2); Areial (34); Aroeiras (109); Assunção (27); Baia da Traição (301); Bananeiras (97); Baraúna (120); Barra de Santa Rosa (30); Barra de Santana (70); Barra de São Miguel (12); Bayeux (1071); Belém (490); Belém do Brejo do Cruz (13); Bernardino Batista (3); Boa Ventura (2); Boa Vista (61); Bom Jesus (6); Bom Sucesso (7); Bonito de Santa Fé (6); Boqueirão (171); Borborema (7); Brejo do Cruz (158); Brejo dos Santos (14); Caaporã (807); Cabaceiras (19); Cabedelo (2015); Cachoeira dos Índios (48); Cacimba de Areia (7); Cacimba de Dentro (73); Cacimbas (39); Caiçara (298); Cajazeiras (794); Cajazeirinhas (1); Caldas Brandão (111); Camalaú (1); Campina Grande (8136); Capim (127); Caraúbas (29); Carrapateira (27); Casserengue (153); Catingueira (15), Catolé do Rocha (183); Caturité (63); Conceição (122); Condado (92); Conde (500); Congo (41); Coremas (47); Coxixola (12); Cruz do Espírito Santo (236); Cubati (56); Cuité (125); Cuité de Mamanguape (72); Cuitegí (189); Curral de Cima (15); Curral Velho (1), Damião (3); Desterro (42); Diamante (3); Dona Inês (42); Duas Estradas (44); Emas (5); Esperança (316); Fagundes (59); Frei Martinho (4); Gado Bravo (78); Guarabira (2679); Gurinhém (249); Gurjão (19); Ibiara (13); Igaracy (4); Imaculada (26); Ingá (438); Itabaiana (813); Itaporanga (59); Itapororoca (308); Itatuba (197); Jacaraú (171); Jericó (5); João Pessoa (16.566); Joca Claudino (2); Juarez Távora (212); Juazeirinho (127); Junco do Seridó (31); Juripiranga (335); Juru (14); Lagoa (4); Lagoa de Dentro (60); Lagoa Seca (498); Lastro (15); Livramento (47); Logradouro (92); Lucena (220); Mãe d’Água (15); Malta (26); Mamanguape (1638); Manaíra (7); Marcação (111); Mari (591); Marizópolis (8); Massaranduba (222); Mataraca (121); Matinhas (51); Mato Grosso (7); Matureia (25); Mogeiro (96); Montadas (35); Monteiro (144); Mulungu (229); Natuba (45); Nazarezinho (10); Nova Floresta (26), Nova Olinda (7); Nova Palmeira (40); Olho D´Água (35); Olivedos (44); Parari (4); Passagem (30); Patos (1952); Paulista (70); Pedra Lavrada (26); Pedras de Fogo (1071); Pedro Régis (30); Piancó (95); Picuí (125); Pilar (204); Pilões (42); Pilõezinhos (182); Pirpirituba (139); Pitimbu (539); Pocinhos (69); Poço Dantas (3); Pombal (186); Prata (2); Princesa Isabel (46); Puxinanã (205); Queimadas (674); Quixaba (26); Remígio (183); Riachão (35); Riachão do Bacamarte (193); Riachão do Poço (43); Riacho de Santo Antônio (19); Riacho dos Cavalos (5); Rio Tinto (670); Salgadinho (11); Salgado de São Felix (126); Santa Cecília (45); Santa Cruz (14); Santa Helena (10); Santa Inês (25); Santa Luzia (180); Santa Rita (1490); Santa Terezinha (40); Santana de Mangueira (5); Santana dos Garrotes (6); Santo André (5); São Bentinho (24); São Bento (710); São Domingos do Cariri (29); São Francisco (12); São João do Cariri (44); São João do Rio do Peixe (102); São João do Tigre (4); São José da Lagoa Tapada (18); São José de Caiana (32); São José de Espinharas (11); São José de Piranhas (77); São José de Princesa (1); São José do Bonfim (52); São José do Brejo do Cruz (5); São José do Sabugi (169); São José dos Cordeiros (5); São José dos Ramos (136); São Mamede (33); São Miguel de Taipu (80); São Sebastião de Lagoa de Roça (140); São Sebastião do Umbuzeiro (5); São Vicente do Seridó (28); Sapé (651); Serra Branca (95); Serra da Raíz (14); Serra Grande (8); Serra Redonda (157); Serraria (45); Sertãozinho (62); Sobrado (102); Solânea (204); Soledade (101); Sossego (8), Sousa (664); Sumé (93); Tacima (91); Taperoá (51); Tavares (32); Teixeira (88); Tenório (13); Triunfo (15); Uiraúna (30); Umbuzeiro (52); Várzea (8); Vieirópolis (4); Vista Serrana (2), Zabelê (8).

*Dados oficiais preliminares (fonte: SIM,e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 11/07, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

21 óbitos foram registrados entre os dias 16 de abril e 10 de julho:

Mulher, 87 anos. Residente em Cajazeiras. Portadora de doença renal. Início dos sintomas em 01/07, foi a óbito em hospital público no dia 10/07.

Homem, 64 anos. Residente em Cajazeiras. Hipertenso e diabético. Início dos sintomas em 24/06, foi a óbito em hospital público no dia 10/07.

Homem, 81 anos. Residente em Cabedelo. Portador de cardiopatia, doença neurológica e respiratória. Início dos sintomas em 07/06, foi a óbito em hospital público no dia 09/07.

Mulher, 95 anos. Residente em Mamanguape. cardiopata. Início dos sintomas em 15/06. Foi a óbito em hospital público no dia 30/06.

Mulher, 68 anos. Residente em João Pessoa. Cardiopata e hipertensa. Início dos sintomas em 30/05, foi a óbito em hospital público no dia 21/06.

Mulher, 83 anos. Residente em João Pessoa. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 22/05, foi a óbito em hospital público no dia 20/06.

Homem, 78 anos. Residente em João Pessoa.Portador de doença neurológica e transtorno mental. Início dos sintomas em 06/06, foi a óbito em hospital público no dia 16/06.

Homem, 58 anos. Residente em João Pessoa. Diabético. Início dos sintomas em 01/06, foi a óbito em hospital público no dia 11/06.

Homem, 70 anos. Residente em João Pessoa. Portador de doença hepática. Início dos sintomas em 22/05, foi a óbito em hospital público no dia 09/06

Homem, 82 anos. Residente em João Pessoa. Diabético, cardiopata, imunossuprimido. Início dos sintomas em 29/05, foi a óbito em hospital público no dia 07/06.

Mulher, 104 anos. Residente em João Pessoa. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 19/05, foi a óbito em hospital público no dia 05/06.

Homem, 34 anos. Residente em João Pessoa. Portador de doença neurológica. Início dos sintomas em 13/04, foi a óbito em hospital público no dia 02/06.

Homem, 89 anos. Residente em João Pessoa. Sem comorbidades. Início dos sintomas em 24/05, foi a óbito em hospital público no dia 01/06.

Mulher, 59 anos. Residente em João Pessoa. Cardiopata, diabética. Início dos sintomas em 13/05, foi a óbito em hospital público no dia 31/05.

Homem, 60 anos. Residente em João Pessoa. Sem comorbidades. Início dos sintomas em 16/05, foi a óbito em hospital público no dia 28/05.

Homem, 61 anos. Residente em João Pessoa. Cardiopata. Início dos sintomas em 15/05, foi a óbito em hospital púbico no dia 26/05.

Homem, 96 anos. Residente em João Pessoa. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 01/05, foi a óbito em hospital público no dia 25/05.

Mulher, 67 anos. Residente em João Pessoa. Diabética. Início dos sintomas em 22/05, foi a óbito em hospital privado no dia 24/05.

Homem, 44 anos. Residente em João Pessoa. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 17/05, foi a óbito em hospital público no dia 22/05.

Mulher, 58 anos. Residente em Santa Rita. Diabética. Início dos sintomas em 11/05, foi a óbito em hospital público no dia 14/05.

Homem, 87 anos. Residente em João Pessoa. Diabético. Início dos sintomas em 16/04, foi a óbito no mesmo dia em hospital público.

Os dados epidemiológicos e de ocupação de leitos estão disponíveis em www.paraiba.pb.gov.br/coronavirus

Secom-PB

 

 

Araruna contabiliza mais uma morte e totaliza 04 óbitos por Covid-19

A Prefeitura de Araruna por meio da Secretaria de Saúde contabiliza na data de hoje (29) mais um óbito decorrente da infecção pelo novo coronavírus, totalizando 04 no município. Dona Severina Maria da Conceição, 96 anos, moradora do Conjunto Helder Targino Maranhão que estava internada desde o dia 20 de junho no Hospital Metropolitano, em Santa Rita, faleceu ontem (28/06). A administração municipal lamenta mais esta vítima da Covid-19 e presta condolência aos familiares e amigos.

O Governo Municipal reforça a necessidade de que a população adote medidas rígidas de segurança: lavar as mãos com frequência, higienizar objetos e evitar sair de casa. Se for extremamente necessário sair, é obrigatório o uso de máscara.


 

ASCOM PMA

 

 

Paraíba registra 437 novos casos da Covid-19 e mais 15 óbitos e atinge marca de quase 45 mil infectados no Estado

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou um boletim epidemiológico na tarde deste domingo (28) com os novos números do covid-19 na Paraíba. Foram 437 novos casos e 15 óbitos confirmados desde a última atualização, sendo dois nas últimas 24 horas. Confira os números totais abaixo:

Casos Confirmados: 44.679
Casos Descartados: 39.679
Óbitos confirmados: 911
Casos recuperados: 13.880
Total de municípios: 217

São 44.679 pessoas que já contraíram a doença, 13.880 que já se recuperaram e 911 faleceram. Até o momento, 128.909 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados.

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 62%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 71%. Em Campina Grande, estão ocupados 68% dos leitos de UTI adulto e no sertão, 42% dos leitos de UTI para adultos.

O índice de Isolamento Social foi de apenas 40,3%, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%.

Os casos confirmados estão distribuídos por 217 dos 223 municípios paraibanos:

Água Branca (26); Aguiar (16); Alagoa Grande (382); Alagoa Nova (157); Alagoinha (374); Alcantil (18); Algodão de Jandaíra (3); Alhandra (309); Amparo (12); Aparecida (24); Araçagi (241); Arara (79); Araruna (69); Areia (150); Areia de Baraúnas (1); Areial (28); Aroeiras (76); Assunção (26); Baia da Traição (161); Bananeiras (74); Baraúna (108); Barra de Santa Rosa (17); Barra de Santana (49); Barra de São Miguel (6); Bayeux (836); Belém (247); Belém do Brejo do Cruz (7); Bernardino Batista (3); Boa Ventura (2); Boa Vista (48); Bom Jesus (3); Bom Sucesso (6); Bonito de Santa Fé (2); Boqueirão (114); Borborema (6); Brejo do Cruz (83); Brejo dos Santos (4); Caaporã (738); Cabaceiras (11); Cabedelo (1767); Cachoeira dos Índios (42); Cacimba de Areia (7); Cacimba de Dentro (45); Cacimbas (31); Caiçara (177); Cajazeiras (484); Cajazeirinhas (1); Caldas Brandão (73); Camalaú (1); Campina Grande (6440); Capim (100); Caraúbas (12); Carrapateira (5); Casserengue (101); Catingueira (12), Catolé do Rocha (145); Caturité (56); Conceição (11); Condado (69); Conde (333); Congo (26); Coremas (29); Coxixola (9); Cruz do Espírito Santo (181); Cubati (40); Cuité (91); Cuité de Mamanguape (46); Cuitegí (107); Curral de Cima (16); Curral Velho (1), Damião (3); Desterro (32); Diamante (3); Dona Inês (9); Duas Estradas (39); Emas (2); Esperança (237); Fagundes (43); Frei Martinho (2); Gado Bravo (61); Guarabira (2055); Gurinhém (160); Gurjão (19); Ibiara (9); Igaracy (3); Imaculada (13); Ingá (316); Itabaiana (567); Itaporanga (27); Itapororoca (169); Itatuba (121); Jacaraú (108); Jericó (4); João Pessoa (12580); Joca Claudino (1); Juarez Távora (128); Juazeirinho (98); Junco do Seridó (23); Juripiranga (265); Juru (11); Lagoa (3); Lagoa de Dentro (33); Lagoa Seca (349); Lastro (13); Livramento (37); Logradouro (49); Lucena (171); Mãe d’Água (11); Malta (19); Mamanguape (1126); Manaíra (7); Marcação (32); Mari (340); Marizópolis (6); Massaranduba (140); Mataraca (82); Matinhas (35); Mato Grosso (7); Matureia (22); Mogeiro (64); Montadas (31); Monteiro (90); Mulungu (147); Natuba (37); Nazarezinho (4); Nova Floresta (15), Nova Olinda (5); Nova Palmeira (28); Olho D´Água (29); Olivedos (29); Parari (4); Passagem (29); Patos (1340); Paulista (59); Pedra Lavrada (20); Pedras de Fogo (900); Pedro Régis (17); Piancó (49); Picuí (74); Pilar (133); Pilões (36); Pilõezinhos (132); Pirpirituba (77); Pitimbu (470); Pocinhos (49); Poço Dantas (1); Pombal (146); Princesa Isabel (38); Puxinanã (169); Queimadas (469); Quixaba (24); Remígio (146); Riachão (22); Riachão do Bacamarte (176); Riachão do Poço (30); Riacho de Santo Antônio (7); Riacho dos Cavalos (2); Rio Tinto (407); Salgadinho (9); Salgado de São Felix (96); Santa Cecília (15); Santa Cruz (12); Santa Helena (10); Santa Inês (9); Santa Luzia (160); Santa Rita (1226); Santa Terezinha (29); Santana de Mangueira (1); Santana dos Garrotes (4); Santo André (5); São Bentinho (20); São Bento (549); São Domingos do Cariri (6); São Francisco (7); São João do Cariri (24); São João do Rio do Peixe (35); São João do Tigre (3); São José da Lagoa Tapada (18); São José de Caiana (23); São José de Espinharas (5); São José de Piranhas (38); São José de Princesa (1); São José do Bonfim (48); São José do Brejo do Cruz (3); São José do Sabugi (140); São José dos Cordeiros (4); São José dos Ramos (79); São Mamede (24); São Miguel de Taipu (67); São Sebastião de Lagoa de Roça (118); São Sebastião do Umbuzeiro (4); São Vicente do Seridó (23); Sapé (461); Serra Branca (37); Serra da Raíz (12); Serra Grande (5); Serra Redonda (129); Serraria (23); Sertãozinho (34); Sobrado (64); Solânea (152); Soledade (83); Sossego (5), Sousa (483); Sumé (47); Tacima (51); Taperoá (43); Tavares (25); Teixeira (58); Tenório (11); Triunfo (7); Uiraúna (19); Umbuzeiro (31); Várzea (7); Vieirópolis (4); Vista Serrana (3), Zabelê (1).

*Dados Oficiais preliminares (fonte: SIM,e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 28/06, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

15 óbitos foram registrados, 02 deles ocorridos nas últimas 48h.

Mulher, 73 anos, residente em Alagoa Nova. Cardiopata, portadora de hipertiroidismo. Inicio dos sintomas em 09/06. Foi a óbito em hospital público no dia 14/06.

Mulher, 48 anos, residente em Bayeux. Hipertensa, portadora de doença renal e doença respiratória. Inicio dos sintomas em 16/06. Foi a óbito em hospital público no dia 23/06.

Homem, 71 anos, residente em Cajazeiras. Sem comorbidades. Inicio dos sintomas em 10/06. Foi a óbito em hospital público no dia 27/06.

Mulher, 66 anos, residente em Campina Grande. Cardiopata , diabética. Inicio dos sintomas em 27/05. Foi a óbito em hospital público no dia 22/06.

Homem, 72 anos, residente em Campina Grande. Obeso. Inicio dos sintomas em 20/05. Foi a óbito em hospital público no dia 11/06.

Homem, 84 anos, residente em Campina Grande. Obeso. Inicio dos sintomas em 15/05. Foi a óbito em hospital público no dia 08/06.

Mulher, 53 anos, residente em Campina Grande. Comorbidades não informadas. Inicio dos sintomas em 31/05. Foi a óbito em hospital público no dia 25/06

Homem, 53 anos, residente em Guarabira. Comorbidades não informadas. Inicio dos sintomas em 16/06. Foi a óbito em hospital público no dia 27/06.

Homem, 84 anos, residente em João Pessoa. Portador de doença respiratória. Inicio dos sintomas em 27/05. Foi a óbito em hospital público no dia 19/06.

Homem, 93 anos, residente em João Pessoa. Portador de doença neurológica. Inicio dos sintomas em 05/06. Foi a óbito em sua residência no dia 19/06.

Mulher, 87 anos, residente em João Pessoa. Portadora de doença respiratória. Inicio dos sintomas em 05/06. Foi a óbito em hospital público no dia 19/06.

Homem, 72 anos, residente em João Pessoa. Cardiopata. Inicio dos sintomas em 11/05. Foi a óbito em hospital público no dia 14/06.

Mulher, 84 anos, residente em João Pessoa. Diabética. Inicio dos sintomas em 05/06. Foi a óbito em hospital público no dia 11/06.

Mulher, 77 anos, residente em Rio Tinto. Portadora de neoplasia. Inicio dos sintomas em 19/06. Foi a óbito em hospital público no dia 23/06.

Mulher, 74 anos, residente em Santa Rita. Ex- tabagista. Inicio dos sintomas em 02/06. Foi a óbito em sua residência no dia 12/06.

 

pbagora

 

 

Paraíba registra 896 óbitos e 44.242 casos confirmados de Coronavírus

A Paraíba registrou 896 óbitos e 44.242 casos confirmados de Coronavírus. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Saúde através do boletim epidemiológico neste sábado (27).

De acordo com o boletim foram 32 óbitos confirmados desde a última atualização, 05 deles ocorridos nas últimas 24h.

Confira o boletim

Governo da Paraíba
Secretaria de Estado da Saúde
Atualização Covid-19 | 27/06/2020

Paraíba confirma 1.410 novos casos de Covid-19 em 24h

Casos Confirmados: 44.242
Casos Descartados: 39.353
Óbitos confirmados: 896
Casos recuperados: 13.756
Total de municípios: 217

Neste sábado, 27 de junho, a Paraíba registrou 1410 novos casos de Covid-19 e 32 óbitos confirmados desde a última atualização, 05 deles ocorridos nas últimas 24h. São 44.242 pessoas que já contraíram a doença, 13.756 que já se recuperaram e 896 faleceram. Até o momento, 122.671 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados. 

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 62%. Fazendo um  recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 69%. Em Campina Grande, estão ocupados 73% dos leitos de UTI adulto e no sertão, 46% dos leitos de UTI para adultos.  

O índice de Isolamento Social foi de apenas 37,5%, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%. 

Os casos confirmados estão distribuídos por 217 dos 223 municípios paraibanos:

Água Branca (23); Aguiar (15); Alagoa Grande (382); Alagoa Nova (156); Alagoinha (373); Alcantil (18); Algodão de Jandaíra (3); Alhandra (309); Amparo (12); Aparecida (24); Araçagi (241); Arara (79); Araruna (69); Areia (149); Areia de Baraúnas (1); Areial (28); Aroeiras (76); Assunção (26); Baia da Traição (161); Bananeiras (74); Baraúna (108); Barra de Santa Rosa (17); Barra de Santana (49); Barra de São Miguel (6); Bayeux (830); Belém (246); Belém do Brejo do Cruz (7); Bernardino Batista (3); Boa Ventura (2); Boa Vista (48); Bom Jesus (3); Bom Sucesso (6); Bonito de Santa Fé (2); Boqueirão (114); Borborema (6); Brejo do Cruz (83); Brejo dos Santos (4); Caaporã (734); Cabaceiras (11); Cabedelo (1767); Cachoeira dos Índios (44); Cacimba de Areia (7); Cacimba de Dentro (45); Cacimbas (31); Caiçara (167); Cajazeiras (479); Cajazeirinhas (1); Caldas Brandão (73); Camalaú (1); Campina Grande (6389); Capim (100); Caraúbas (12); Carrapateira (5); Casserengue (101); Catingueira (12), Catolé do Rocha (144); Caturité (56); Conceição (11); Condado (69); Conde (332); Congo (26); Coremas (29); Coxixola (9); Cruz do Espírito Santo (180); Cubati (40); Cuité (89); Cuité de Mamanguape (46); Cuitegí (107); Curral de Cima (16); Curral Velho (1), Damião (3); Desterro (32); Diamante (3); Dona Inês (9); Duas Estradas (39); Emas (2); Esperança (237); Fagundes (43); Frei Martinho (1); Gado Bravo (60); Guarabira (2050); Gurinhém (159); Gurjão (19); Ibiara (9); Igaracy (3); Imaculada (13); Ingá (277); Itabaiana (565); Itaporanga (25); Itapororoca (168); Itatuba (121); Jacaraú (100); Jericó (4); João Pessoa (12449); Joca Claudino (1); Juarez Távora (128); Juazeirinho (98); Junco do Seridó (23); Juripiranga (265); Juru (11); Lagoa (3); Lagoa de Dentro (32); Lagoa Seca (348); Lastro (13); Livramento (37); Logradouro (48); Lucena (165); Mãe d’Água (11); Malta (19); Mamanguape (1125); Manaíra (7); Marcação (32); Mari (340); Marizópolis (6); Massaranduba (139); Mataraca (82); Matinhas (35); Mato Grosso (7); Matureia (22); Mogeiro (64); Montadas (31); Monteiro (85); Mulungu (147); Natuba (37); Nazarezinho (4); Nova Floresta (15), Nova Olinda (5); Nova Palmeira (28); Olho D´Água (29); Olivedos (29);  Parari (4); Passagem (29); Patos (1306); Paulista (58); Pedra Lavrada (20); Pedras de Fogo (899); Pedro Régis (16); Piancó (47); Picuí (75); Pilar (133); Pilões (34); Pilõezinhos (132); Pirpirituba (77); Pitimbu (470); Pocinhos (49);  Poço Dantas (1); Pombal (146); Princesa Isabel (38); Puxinanã (168);  Queimadas (445); Quixaba (24); Remígio (146); Riachão (22); Riachão do Bacamarte (174);  Riachão do Poço (30); Riacho de Santo Antônio (7); Riacho dos Cavalos (2); Rio Tinto (369); Salgadinho (9); Salgado de São Felix (96); Santa Cecília (15); Santa Cruz (12); Santa Helena (9); Santa Inês (9);  Santa Luzia (159); Santa Rita (1205); Santa Terezinha (29); Santana de Mangueira (1); Santana dos Garrotes (4); Santo André (5); São Bentinho (20); São Bento (549); São Domingos do Cariri (6);  São Francisco (7);  São João do Cariri (24); São João do Rio do Peixe (34); São João do Tigre (3); São José da Lagoa Tapada (18); São José de Caiana (23); São José de Espinharas (5); São José de Piranhas (37); São José de Princesa (1); São José do Bonfim (48); São José do Brejo do Cruz (2); São José do Sabugi (140); São José dos Cordeiros (4); São José dos Ramos (78); São Mamede (24); São Miguel de Taipu (67); São Sebastião de Lagoa de Roça (118); São Sebastião do Umbuzeiro (4); São Vicente do Seridó (23); Sapé (459); Serra Branca (37); Serra da Raíz (12); Serra Grande (5); Serra Redonda (125); Serraria (22); Sertãozinho (34); Sobrado (64); Solânea (150); Soledade (82); Sossego (5), Sousa (483); Sumé (47); Tacima (51); Taperoá (43); Tavares (25); Teixeira (58); Tenório (11); Triunfo (7); Uiraúna (19); Umbuzeiro (30); Várzea (7); Vieirópolis (4); Vista Serrana (3), Zabelê (1).

*Dados Oficiais preliminares (fonte: SIM,e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 27/06, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

32 óbitos foram registrados, 06 deles ocorridos nas últimas 48h.

Mulher, 46 anos, residente em Alhandra. Diabético, portador de doença renal e doença hepática. Inicio dos sintomas em 21/06. Foi a óbito em hospital público no dia 23/06.

Homem, 57 anos, residente em Cabedelo. Portadora de neoplasia e imunossupressão. Inicio dos sintomas em 15/06. Foi a óbito em hospital público no dia 24/06.

Homem, 54 anos, residente em Cabedelo. Diabético e hipertenso. Inicio dos sintomas em 01/06. Foi a óbito em hospital público no dia 10/06.

Homem, 71 anos, residente em Cabedelo. Hipertenso. Inicio dos sintomas em 16/05. Foi a óbito em hospital público no dia 11/06.

Homem, 72 anos, residente em Cajazeiras. Cardiopata. Inicio dos sintomas em 02/06. Foi a óbito em hospital público no dia 17/06.

Mulher, 57 anos, residente em Campina Grande. Portadora de transtorno mental e cardiopatia. Inicio dos sintomas em 04/06. Foi a óbito em hospital público no dia 19/06.

Homem, 43 anos, residente em Campina Grande. Comorbidades não informadas. Inicio dos sintomas em 10/05. Foi a óbito em hospital público no dia 19/06.

Mulher, 73 anos, residente em Campina Grande. Cardiopata. Inicio dos sintomas em 01/06. Foi a óbito em hospital público no dia 10/06.

Mulher, 80 anos, residente em Campina Grande. Sem comorbidade. Inicio dos sintomas em 01/06. Foi a óbito em hospital público no dia 02/06.

Mulher, 83 anos, residente em Campina Grande. Cardiopata e diabética. Inicio dos sintomas em 09/05. Foi a óbito em hospital público no dia 19/05.

Mulher, 72 anos, residente em Campina Grande. Cardiopata. Inicio dos sintomas em 13/06. Foi a óbito em hospital público no dia 23/06.

Mulher, 80 anos, residente em Campina Grande. Diabética e cardiopata. Inicio dos sintomas em 15/06. Foi a óbito em hospital público no dia 21/06.

Mulher, 65 anos, residente em Casserengue. Sem comorbidade. Inicio dos sintomas em 01/06. Foi a óbito em hospital público no dia 18/06.

Homem, 54 anos, residente em Guarabira. Hipertenso, diabético. Inicio dos sintomas em 29/05. Foi a óbito em hospital público no dia 10/06.

Homem, 89 anos, residente em João Pessoa. Cardiopata. Inicio dos sintomas em 02/06. Foi a óbito em hospital público no dia 25/06.

Homem, 90 anos, residente em João Pessoa. Cardiopata e portador de doença neurológica. Inicio dos sintomas em 06/06. Foi a óbito em hospital privado no dia 15/06.

Mulher, 83 anos, residente em João Pessoa. Portadora de doença neurológica e doença respiratória. Inicio dos sintomas em 22/05. Foi a óbito em hospital público no dia 14/06.

Homem, 89 anos, residente em João Pessoa. Cardiopata. Inicio dos sintomas em 12/06. Foi a óbito em hospital público no dia 22/06.

Homem, 24 anos, residente em João Pessoa. Cardiopata, portador de doença neurológica. Inicio dos sintomas em 11/05. Foi a óbito em hospital privado no dia 19/06.

Homem, 57 anos, residente em João Pessoa. Diabético. Inicio dos sintomas em 26/05. Foi a óbito em hospital público no dia 09/06.

Homem, 54 anos, residente em João Pessoa. Cardiopata. Inicio dos sintomas em 20/05. Foi a óbito em hospital público no dia 11/06.

Homem, 66 anos, residente em João Pessoa. Ex- tabagista. Inicio dos sintomas em 04/06. Foi a óbito em hospital público no dia 26/06.

Mulher, 59 anos, residente em João Pessoa. Hipertensa e Diabética. Inicio dos sintomas em 11/06. Foi a óbito em hospital público no dia 27/06.

Homem, 58 anos, residente em João Pessoa. Portador de doença renal. Inicio dos sintomas em 14/06. Foi a óbito em hospital público no dia 26/06.

Homem, 83 anos, residente em Logradouro. Diabético. Inicio dos sintomas em 26/05. Foi a óbito em hospital público no dia 09/06.

Homem, 77 anos, residente em Mamanguape. Diabético. Inicio dos sintomas em 13/04. Foi a óbito em hospital público no dia 17/06.

Homem, 72 anos, residente em Santa Rita. Hipertenso e Diabético. Inicio dos sintomas em 26/05. Foi a óbito em hospital público no dia 22/06.

Homem, 58 anos, residente em Santa Rita. Sem comorbidade. Inicio dos sintomas em 10/05. Foi a óbito em hospital público no dia 26/05.

Homem, 82 anos, residente em Santa Rita. Sem Comorbidade. Inicio dos sintomas em 10/05. Foi a óbito em hospital público no dia 25/05.

Mulher, 61 anos, residente em Sapé. Cardipata, portadora de neoplasia e impunossupressão. Inicio dos sintomas em 28/05. Foi a óbito em hospital público no dia 27/06.

Mulher, 30 anos, residente em Soledade. Hipertensa. Inicio dos sintomas em 23/05. Foi a óbito em hospital público no dia 18/06.

Mulher, 85 anos, residente em Umbuzeiro. Hipertensa e Diabética. Inicio dos sintomas em 07/06. Foi a óbito em hospital público no dia 26/06.

 

clickpb

 

 

Cartórios registram aumento de 31% nos óbitos por Doenças Cardiovasculares no Brasil

Novo módulo do Portal da Transparência do Registro Civil, desenvolvido em parceria com a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), apresenta números de mortes por causas cardíacas durante a pandemia da COVID-19

Os Cartórios de Registro Civil brasileiros registraram um aumento de 31% no número de mortes por Doenças Cardiovasculares no período de 16 de março a 31 de maio deste ano, em comparação com o mesmo período de 2019. Os dados fazem parte do novo módulo do Portal da Transparência, lançado nesta sexta (26.06), que reúne os óbitos por doenças cardíacas e que foi desenvolvido pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil) em parceria com a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC).

O painel Especial Covid-19, que já contabilizava os óbitos causados pelo novo coronavírus e também os relacionados às mortes por causas respiratórias, passa agora, também, a apresentar os falecimentos por causas cardiovasculares – como morte súbita, parada cardiorrespiratória, choque cardiogênico – doenças que registraram crescimento no período analisado. No total, os óbitos por estas enfermidades saltaram de 14.938 em 2019 para 19.573 em 2020, e estão contabilizados no grupo Demais Óbitos Cardiovasculares.

Entre os estados que mais contabilizaram aumento no número de mortes por Doenças Cardiovasculares no período analisado está o Amazonas, com aumento de 94%, seguido por Pernambuco, 85%, São Paulo, 70%, Ceará, com crescimento de 63%, Espírito Santo, 45%, Alagoas, 43%, Rio Grande do Norte, 35%, e Pará, 34%. O Distrito Federal, registrou aumento de 19%, enquanto Rio de Janeiro e Paraná, viram um crescimento de 15%. Ao todo, 23 Unidades Federativas registraram aumento de mortes por causas cardíacas.

Já as mortes por Síndrome Coronariana Aguda (Infarto) e Acidente Vascular Cerebral (AVC) registraram queda no período analisado, -14% e -5% respectivamente, o que pode estar diretamente relacionado ao aumento do número de mortes em domicílio e à dificuldade do diagnóstico exato, analisa o presidente da SBC, Marcelo Queiroga.

“A forte correlação positiva entre o aumento de mortes cardiovasculares e domiciliares não especificadas corrobora essas explicações, pois pode sugerir que pelo menos algumas das mortes por infarto e AVC ocorreram em casa, impedindo o diagnóstico correto. Por outro lado, eventos cardiovasculares agudos podem ter diminuído em alguns locais, devido a riscos competitivos e menor exposição a gatilhos secundários de eventos cardiovasculares, como a poluição do ar”, explica Queiroga.

Segundo o médico cardiologista, “além de fatores baseados no paciente, reorganização dos sistemas de cuidados agudos, como: desativação de serviços específicos para atender às necessidades urgentes de emergência ou terapia intensiva, delimitação de hospitais específicos da COVID-19 e implementação de vias terapêuticas alternativas; que visam mitigar os efeitos da pandemia, podem impedir ainda mais a apresentação do paciente aos cuidados médicos. Assim, é necessário realizar campanhas públicas para conscientizar sobre a importância do cuidado cardiovascular, mesmo durante esse período desafiador. É de notar que os efeitos deletérios sobre eventos cardiovasculares podem durar mais que a própria pandemia, pois as prevenções primárias e secundárias estão sendo adiadas nesse contexto”.

Desenvolvido mediante rigorosos critérios de pesquisas na área cardiovascular, o painel traz uma metodologia própria de contabilização das causas mortis, seguindo os critérios hierárquicos das regras da Classificação Internacional de Doenças e problemas relacionados à saúde (CID-10), com o objetivo de identificar a ordem das causas de falecimento de modo a especificar a doença que levou o paciente a óbito.

“O Portal da Transparência do Registro Civil se mostrou um importante instrumento de informações à sociedade e ao Poder Público, gerando o interesse de outras áreas em mapear o impacto da pandemia em sua especialidade”, diz o vice-presidente da Arpen-Brasil, Luis Carlos Vendramin Júnior. “A parceria com a Sociedade Brasileira de Cardiologia, que nos ajudou a desenvolver os critérios para o Portal, coloca à disposição dos médicos os dados para uma análise criteriosa dos impactos da COVID-19 na sociedade”.

As estatísticas apresentadas na ferramenta se baseiam nas Declarações de Óbito – documentos preenchidos pelos médicos que constataram os falecimentos – registradas nos cartórios do país. Os gráficos permitem compreender, ainda, a proporção de óbitos por gênero e idade, assim como identificação do local de falecimento.

Prazos do Registro

Mesmo a plataforma sendo um retrato fidedigno de todos os óbitos registrados pelos Cartórios de Registro Civil do país, os prazos legais para a realização do registro e para seu posterior envio à Central de Informações do Registro Civil (CRC Nacional), regulamentada pelo Provimento nº 46 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), podem fazer com que os números sejam ainda maiores.

Isto por que a Lei Federal 6.015/73 prevê um prazo para registro de até 24 horas do falecimento, podendo ser expandido para até 15 dias em alguns casos. A Lei 6.015/73 prevê um prazo de até cinco dias para a lavratura do registro de óbito, enquanto a norma do CNJ prevê que os cartórios devam enviar seus registros à Central Nacional em até oito dias após a efetuação do óbito.

A COVID-19 é uma doença altamente contagiosa que já deixou mais de 480 mil mortos no mundo. A primeira morte em decorrência da infecção pelo novo coronavírus foi registrada no Brasil no dia 16 de março. Entre seus sintomas, estão tosse seca, coriza, dor no corpo e febre – todos muito semelhantes aos apresentados em casos de gripes e resfriados. Segundo dados do Ministério da Saúde 86% dos casos de COVID-19 não apresentam sintomas. Para garantir o diagnóstico, são necessários testes específicos, que estão cada vez mais escassos nos postos de atendimento.

Sobre a SBC

Fundada em 14 de agosto de 1943, na cidade de São Paulo, por um grupo de médicos destacados liderados por Dante Pazzanese, o primeiro presidente, a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), tem atualmente um quadro de mais de 13.000 sócios e é a maior sociedade de cardiologia latino-americana, e a terceira maior sociedade do mundo.

Sobre a Arpen-Brasil

Fundada em setembro de 1993, a Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil) representa a classe dos Oficiais de Registro Civil de todo o país, que atendem a população em todos os estados brasileiros, realizando os principais atos da vida civil de uma pessoa: o registro de nascimento, o casamento e o óbito.

SOBRE A SOCIEDADE BRASILEIRA DE CARDIOLOGIA

Fundada em 14 de agosto de 1943, na cidade de São Paulo, por um grupo de médicos destacados liderados por Dante Pazzanese, o primeiro presidente, a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), tem atualmente um quadro de mais de 13.000 sócios e é a maior sociedade de cardiologia latino-americana, e a terceira maior sociedade do mundo.

 

Assessora 

 

 

Cai para 13 o número de municípios sem casos de Covid-19 na Paraíba; estado contabiliza 633 óbitos pela doença até agora

Caiu para 13 o número de municípios paraibanos sem nenhum caso registrado da Covid-19. O dato está no boletim epidemiológico divulgado neste domingo (14) pela Secretaria de Saúde da Paraíba. O boletim também mostra que o Estado registrou mais 559 novos casos de Covid-19 e 10 mortes nas últimas 24h.

Agora são 28.013 casos confirmados e total de 633 óbitos.

O Estado tem 24.022 casos descartados. Os recuperados são uma soma de 6.689 pessoas. A infecção pelo novo coronavírus chegou a 210 municípios da Paraíba, segundo boletim da Secretaria de Estado da Saúde.

Confira o boletim completo

Governo da Paraíba

Secretaria de Estado da Saúde
Atualização Covid-19 | 14/06/2020

Paraíba confirma 559 novos casos de Covid-19 em 24h

Casos Confirmados: 28.013
Casos Descartados: 24.022
Óbitos confirmados: 633
Casos recuperados: 6.689
Total de municípios: 210

Neste domingo, 14 de junho, a Paraíba registrou 559 novos casos de Covid-19 e 10 óbitos confirmados desde a última atualização, 4 deles ocorridos nas últimas 24h. São 28.013 pessoas que já contraíram a doença, 6.689 que já se recuperaram e 633 faleceram. 

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 69%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 80%. Em Campina Grande, estão ocupados 71% dos leitos de UTI adulto e no sertão, 49% dos leitos de UTI para adultos. O índice de Isolamento Social foi de apenas 38,9%, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%.

Os casos confirmados estão distribuídos por 210 dos 223 municípios paraibanos:

Água Branca (14); Aguiar (2); Alagoa Grande (211); Alagoa Nova (93); Alagoinha (203); Alcantil (4) Alhandra (230); Amparo (12); Aparecida (11); Araçagi (109); Arara (39); Araruna (12); Areia (103); Areia de Baraúnas (1); Areial (18); Aroeiras (58); Assunção (20); Baia da Traição (83); Bananeiras (48); Baraúna (70); Barra de Santa Rosa (14); Barra de Santana (36); Barra de São Miguel (4); Bayeux (577); Belém (101); Belém do Brejo do Cruz (6); Bernardino Batista (2); Boa Ventura (1); Boa Vista (46); Bom Jesus (2); Bom Sucesso (5); Bonito de Santa Fé (1); Boqueirão (67); Borborema (2); Brejo do Cruz (37); Brejo dos Santos (3); Caaporã (592); Cabaceiras (7); Cabedelo (1404); Cachoeira dos Índios (22); Cacimba de Areia (5); Cacimba de Dentro (35); Cacimbas (24); Caiçara (46); Cajazeiras (226); Cajazeirinhas (1); Caldas Brandão (28); Campina Grande (4166); Capim (64); Caraúbas (2); Carrapateira (1); Casserengue (53); Catingueira (7), Catolé do Rocha (84); Caturité (30); Conceição (5); Condado (53); Conde (177); Congo (11); Coremas (22); Coxixola (7); Cruz do Espírito Santo (162); Cubati (13); Cuité (22); Cuité de Mamanguape (22); Cuitegí (66); Curral de Cima (11); Curral Velho (2), Damião (2); Desterro (13); Diamante (2); Dona Inês (5); Duas Estradas (36); Emas (1); Esperança (149); Fagundes (19); Frei Martinho (1); Gado Bravo (49); Guarabira (1243); Gurinhém (80); Gurjão (16); Ibiara (5); Igaracy (2); Imaculada (11); Ingá (167); Itabaiana (383); Itaporanga (8); Itapororoca (63); Itatuba (80); Jacaraú (38); Jericó (3); João Pessoa (7890); Joca Claudino (1); Juarez Távora (61); Juazeirinho (72); Junco do Seridó (12); Juripiranga (196); Juru (8); Lagoa (3); Lagoa de Dentro (11); Lagoa Seca (223); Lastro (3); Livramento (2); Logradouro (20); Lucena (98); Mãe d’Água (10); Malta (19); Mamanguape (558); Manaíra (2); Marcação (12); Mari (202); Marizópolis (4); Massaranduba (77); Mataraca (55); Matinhas (27); Mato Grosso (7); Matureia (14); Mogeiro (26); Montadas (18); Monteiro (41); Mulungu (76); Natuba (16); Nazarezinho (3); Nova Floresta (6), Nova Olinda (4); Nova Palmeira (15); Olho D´Água (25); Olivedos (8);  Parari (2); Passagem (15); Patos (891); Paulista (45); Pedra Lavrada (17); Pedras de Fogo (563); Pedro Régis (1); Piancó (26); Picuí (42); Pilar (66); Pilões (25); Pilõezinhos (87); Pirpirituba (34); Pitimbu (292); Pocinhos (22);  Pombal (97); Princesa Isabel (20); Puxinanã (92);  Queimadas (250); Quixaba (17); Remígio (107); Riachão (5); Riachão do Bacamarte (136);  Riachão do Poço (16); Riacho de Santo Antônio (5); Riacho dos Cavalos (2); Rio Tinto (187); Salgadinho (8); Salgado de São Felix (44); Santa Cecília (10); Santa Cruz (2); Santa Helena (2); Santa Inês (5);  Santa Luzia (120); Santa Rita (907); Santa Terezinha (19); Santana dos Garrotes (2); Santo André (1); São Bentinho (15); São Bento (377); São Francisco (6);  São João do Cariri (13); São João do Rio do Peixe (28); São João do Tigre (1); São José da Lagoa Tapada (16); São José de Caiana (22); São José de Espinharas (5); São José de Piranhas (12); São José de Princesa (1);  São José do Bonfim (30); São José do Sabugi (94); São José dos Cordeiros (3); São José dos Ramos (31); São Mamede (20); São Miguel de Taipu (51); São Sebastião de Lagoa de Roça (62); São Sebastião do Umbuzeiro (4); São Vicente do Seridó (18); Sapé (309); Serra Branca (9); Serra da Raíz (12); Serra Grande (1); Serra Redonda (83); Serraria (21); Sertãozinho (24); Sobrado (43); Solânea (108); Soledade (45); Sossego (3), Sousa (358); Sumé (25); Tacima (41); Taperoá (37); Tavares (11); Teixeira (35); Tenório (7); Triunfo (1); Uiraúna (8); Umbuzeiro (18); Várzea (2); Vieirópolis (3); Vista Serrana (2).

*Dados Oficiais preliminares (fonte: SIM,e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 14/06, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

10 óbitos foram confirmados, sendo 04 deles ocorridos nas últimas 24h.

Homem, 40 anos, residente em Campina Grande. Portador de doença renal. Inicio dos sintomas em 26/05, veio a óbito em hospital público no dia 12/06.

Homem, 80 anos, residente em Campim. Diabético, portador de câncer de próstata. Início dos sintomas em 09/06, veio a óbito em hospital público no dia 11/06.

Mulher, 73 anos, residente em Itapororoca. Diabética. Inicio dos sintomas em 11/06, veio a óbito em hospital público no dia 13/06.

Homem, 87 anos, residente em João Pessoa. Hipertenso, diabético, portador de doença neurológica. Inicio dos sintomas em 31/05, veio a óbito em hospital público no dia 12/06.

Mulher, 73 anos, residente em João Pessoa. Cardiopata. Inicio dos sintomas em 14/05, veio a óbito em hospital público no dia 14/06.

Homem, 60 anos, residente em Mamanguape. Hipertenso. Início dos sintomas em 02/06. Veio a óbito em hospital público no dia 13/06.

Homem, 65 anos, residente em Mamanguape. Hipertenso. Início dos sintomas em 03/06. Veio a óbito em hospital público no dia 13/06.

Homem, 54 anos, residente em Rio Tinto. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 22/05. Veio a óbito em hospital público no dia 08/06.

Homem, 56 anos, residente em Santa Rita. Diabético. Início dos sintomas em 10/05, veio a óbito em hospital público no dia 04/06.

Mulher, 56 anos, residente em Sousa. Portadora da doença de parkinson. Início dos sintomas em 30/05, veio a óbito em hospital público no dia 09/06.

Os dados epidemiológicos e de ocupação de leitos podem ser visualizados em paraiba.pb.gov.br/coronavirus

pbagora

 

Covid-19: Paraíba registra mais dez mortes em 24h; já são 370 óbitos no estado

Na noite desta segunda-feira (1º), o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Saúde, divulgou atualização das últimas 24h dos casos de contaminação pelo novo coronavírus (Covid-19). De acordo com o órgão, foram registradas mais dez mortes. A doença já matou 370 pessoas na Paraíba.

Segundo informações do mais novo boletim epidemiológico, nas últimas 24h 533 pacientes testaram positivo para a doença. Já são 13.695 casos confirmados, sendo que 2.637 já foram curados.

Os casos confirmados estão em 194 dos 223 municípios paraibanos:

Água Branca (2); Aguiar (1); Alagoa Grande (76); Alagoa Nova (36); Alagoinha (103); Alcantil (4) Alhandra (138); Amparo (12); Aparecida (8); Araçagi (27); Arara (13); Araruna (2); Areia (56); Areia de Baraúnas (1); Areial (9); Aroeiras (23); Assunção (6); Baia da Traição (44); Bananeiras (26); Baraúna (11) Barra de Santa Rosa (5); Barra de Santana (16); Barra de São Miguel (3); Bayeux (319); Belém (36); Belém do Brejo do Cruz (2); Boa Ventura (1); Boa Vista (29); Bom Jesus (1); Bonito de Santa Fé (1); Boqueirão (20); Borborema (1); Brejo do Cruz (4); Caaporã (371); Cabaceiras (1); Cabedelo (796); Cachoeira dos Índios (6); Cacimba de Areia (1); Cacimba de Dentro (26); Cacimbas (2); Caiçara (23); Cajazeiras (96); Cajazeirinhas (1); Caldas Brandão (15); Campina Grande (1578); Capim (39); Carrapateira (1); Casserengue (8); Catingueira (5), Catolé do Rocha (45); Caturité (14); Conceição (5); Condado (39); Conde (97); Congo (11); Coremas (17); Coxixola (4); Cruz do Espírito Santo (110); Cubati (1); Cuité (10); Cuité de Mamanguape (5); Cuitegí (46); Curral de Cima (10); Damião (1); Desterro (9); Dona Inês (3); Duas Estradas (20); Emas (1); Esperança (56); Fagundes (7); Gado Bravo (23); Guarabira (573); Gurinhém (36); Gurjão (15); Ibiara (4); Igaracy (2); Imaculada (8); Ingá (70); Itabaiana (197); Itaporanga (3); Itapororoca (38); Itatuba (47); Jacaraú (7); Jericó (2); João Pessoa (4151); Joca Claudino (1); Juarez Távora (22); Juazeirinho (51); Junco do Seridó (9); Juripiranga (90); Juru (4); Lagoa (3); Lagoa de Dentro (7); Lagoa Seca (76); Lastro (1); Logradouro (11); Lucena (54); Mãe d’Água (3); Malta (11); Mamanguape (162); Manaíra (2); Marcação (7); Mari (113); Marizópolis (3); Massaranduba (22); Mataraca (24); Matinhas (14); Mato Grosso (4); Matureia (10); Mogeiro (4); Montadas (6); Monteiro (27); Mulungu (17); Natuba (7); Nova Floresta (1), Nova Olinda (2); Nova Palmeira (3); Olho D´Água (13); Olivedos (2); Ouro Velho (1); Passagem (7); Patos (587); Paulista (17); Pedras de Fogo (247); Pedro Régis (1); Piancó (18); Picuí (15); Pilar (40); Pilões (9); Pilõezinhos (52); Pirpirituba (20); Pitimbu (100); Pocinhos (7); Pombal (61); Princesa Isabel (8); Puxinanã (30); Queimadas (94); Quixaba (4); Remígio (42); Riachão do Bacamarte (80); Riachão do Poço (3); Riacho de Santo Antônio (3); Riacho dos Cavalos (2); Rio Tinto (57); Salgadinho (5); Salgado de São Felix (26); Santa Cecília (3); Santa Helena (1); Santa Inês (1); Santa Luzia (47); Santa Rita (597); Santa Terezinha (13); Santana dos Garrotes (1); São Bentinho (9); São Bento (124); São Francisco (3); São João do Cariri (1); São João do Rio do Peixe (12); São João do Tigre (1); São José da Lagoa Tapada (13); São José de Caiana (11); São José de Espinharas (3); São José de Piranhas (5); São José do Bonfim (12); São José do Sabugi (62); São José dos Cordeiros (3); São José dos Ramos (10); São Mamede (13); São Miguel de Taipu (23); São Sebastião de Lagoa de Roça (22); São Sebastião do Umbuzeiro (1); São Vicente do Seridó (13); Sapé (201); Serra Branca (2); Serra da Raíz (11); Serra Grande (1); Serra Redonda (36); Serraria (11); Sertãozinho (14); Sobrado (21); Solânea (68); Soledade (9); Sousa (186); Sumé (20); Tacima (16); Taperoá (33); Tavares (6); Teixeira (17); Tenório (1); Uiraúna (4); Umbuzeiro (16); Várzea (1); Vieirópolis (2); Vista Serrana (1).

Foram registradas mortes nos seguintes municípios:

BAYEUX
– Homem, 72 anos; Mulher, 41 anos.

CAMPINA GRANDE
– 3 mulheres, com 42, 69 e 76 anos; Homem, 72 anos.

GUARABIRA
– Mulher, 91.

JOÃO PESSOA
– Homem, 72 anos.

PATOS
– Mulher, 82 anos.

SAPÉ
– Homem, 32 anos.

A ocupação de leitos de UTI em todo o estado é de 73%. Já na Região Metropolitana de João Pessoa, 87% estão ocupados. Em Campina Grande, estão ocupados 83% de leitos de UTI adulto. No sertão, 59% dos leitos de UTI estão ocupados.

Apenas, 50,3% da população seguiu a recomendação de Isolamento Social.

 

PB Agora

 

 

Paraíba passa de 300 mortes por Covid-19 e é o 11º estado com mais óbitos no país

A Paraíba passou de 300 mortes por Covid-19 na quinta-feira (28), conforme os dados divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). Dos mais de 11 mil casos confirmados da doença causada pelo novo coronavírus no estado, 318 resultaram em morte dos pacientes. O G1 analisou os dados disponíveis no boletim epidemiológico do estado.

Em relação ao número de óbitos acumulados por data de notificação, até a quarta-feira (27) a Paraíba era o quinto estado do Nordeste e o 11º do país com mais mortes, conforme painel do Ministério da Saúde. São Paulo tem mais mortes registradas (6.980), seguido do Rio de Janeiro (4.856), Ceará (2.733), Pará (2.704) Pernambuco (2.566), Amazonas (1.964), Maranhão (887), Bahia (570), Espírito Santo (538) e Alagoas (385).

A primeira morte oficialmente registrada no estado foi a de um homem de 36 anos, com diabetes, que morava em Patos. Ele apresentou os primeiros sintomas no dia 25 de março e foi internado em um hospital no município. No dia seguinte, foi transferido para João Pessoa com suspeita de Covid-19, que foi confirmada no dia 30 de março. Um dia depois, ele morreu em decorrência da doença.

Apesar deste ter sido o primeiro registro, a morte mais antiga pelo novo coronavírus na Paraíba aconteceu no dia 23 de março. Uma mulher de 95 anos, cujos sintomas apareceram no dia 19 de março, morreu em João Pessoa. O resultado do teste saiu algum tempo depois da morte.

Danilo Barros, marido de Quézia Leite, chegou a tirar uma última foto com a esposa quando apresentou os primeiros sintomas de Covid-19 — Foto: Arquivo Pessoal/Danilo Barros

Danilo Barros, marido de Quézia Leite, chegou a tirar uma última foto com a esposa quando apresentou os primeiros sintomas de Covid-19 — Foto: Arquivo Pessoal/Danilo Barros

Em relação ao início dos sintomas, o caso em que a vítima apresentou os sintomas mais cedo foi o da servidora pública Quézia Leite Batista, de 34 anos, que morreu em João Pessoa no dia 24 de março. Ela não tinha comorbidades e apresentou os primeiros sintomas no dia 13 de março.

A confirmação da morte de Quézia saiu após o primeiro teste e a contraprova para a doença terem dado inconclusivos. Quézia trabalhava na maternidade Frei Damião, em João Pessoa.

Ao analisar os óbitos por Covid-19 na Paraíba pela data da morte, é possível perceber que o dia 9 de maio foi o que teve mais mortes registradas. Neste dia, 18 paraibanos morreram vítimas do novo coronavírus. No gráfico das novas mortes por Covid-19 por dia, considerando a data da confirmação do diagnóstico, a quinta-feira (28) foi a que apresentou mais mortes, com 20 em um só dia.

O gráfico dos óbitos por Covid-19 por faixa etária disponibilizado pela Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba mostra que o índice de mortes vai crescendo de acordo com o aumento da idade.

A maior parte das pessoas que morreram por Covid-19 na Paraíba tinha mais de 60 anos, sendo que a faixa etária mais atingida foi a de 80 anos ou mais, com 82 mortes. Até a quinta-feira, foram 113 mortes registradas em pessoas até 59 anos e 205 mortes em pessoas com mais de 60 anos.

Até esta quinta-feira, os pacientes mais novos a morrerem por Covid-19 na Paraíba tinham quatro e cinco meses de idade. Foram os casos de uma menina, que morava em Taperoá e apresentou sintomas no dia 28 de março, morrendo no dia 11 de abril, ela tinha quatro meses de idade. E também um bebê de cinco meses, da cidade de Cuitegi, que era cardiopata, apresentou sintomas no dia 25 de abril e faleceu no dia 14 de maio.

Três pessoas com 97 anos morreram vítimas de Covid-19 na Paraíba, sendo as pessoas mais velhas a morrerem por causa da doença no estado. São os casos de um homem de João Pessoa, sem informações de comorbidades, que apresentou sintomas em 25 de abril e morreu no dia 10 de maio; de uma mulher de Alhandra, sem informações de comorbidades, que apresentou sintomas no dia 8 de maio e morreu no dia 20 de maio; e de uma mulher de Campina Grande, com problemas cardiovasculares, que apresentou sintomas em 12 de maio e morreu no dia 18 de maio.

Mais de 50 cidades da Paraíba já registram mortes por Covid-19 até esta quinta-feira. No total, 57 cidades, de todas as regiões do estado, já confirmaram mortes de pacientes pelo novo coronavírus. A região mais afetada, assim como nos casos confirmados, é a Região Metropolitana de João Pessoa, com 216 dos 318 casos (67,9%). Todos os 12 municípios da região apresentam mortes.

João Pessoa, sozinha, concentra 109 das 318 mortes na Paraíba, espalhadas por 41 bairros (64% dos bairros). O bairro do Cristo Redentor é o que apresenta mais mortes no município, com 10 vítimas da Covid-19.

Quase 62% das mortes por Covid-19 na Paraíba eram de homens, com 197 vítimas. As mulheres representam pouco mais de 38% das mortes, com 121 óbitos.

A maior parte dos pacientes que morreram por Covid-19 na Paraíba tinham hipertensão, diabetes ou eram cardiopatas. Segundo os dados da SES, 102 vítimas eram hipertensas, 96 tinham diabetes e 51 eram cardiopatas, sendo que várias delas apresentavam duas ou mais comorbidades.

Também há registros de mortos que tinham obesidade, doenças neurológicas, doenças renais, doenças respiratórias, doenças hepáticas, doenças do aparelho digestivo, doenças hematológicas, transtorno mental, imunossupressão, neoplasia, tabagismo, etilismo, entre outros.

G1

 

Covid-19: Brasil tem mais 1.188 mortes em 24h e ultrapassa 20 mil óbitos

No último balanço divulgado nesta quinta-feira (20) pelo Ministério da Saúde o Brasil voltou a bater recorde do número de mortes confirmadas nas últimas 24h pelo covid-19, doença causadora do novo coronavírus. Os dados demonstram que no país mais 1.188 pessoas morreram devido a doença, ultrapassando a marca de 20 mil mortes.

Até agora, o vírus já matou, ao todo, 20.047 no Brasil. O MS informou, ainda, que foram confirmados mais 18.508 casos de brasileiros infectados e esse dado faz com que o país ultrapasse os 300 mil casos.

Com isso, o país continua em próximo da Rússia em relação ao número de infectados. Se continuar com o tendência de crescimento, deve se tornar o segundo país com mais incidência da doença no mundo.

De acordo com o levantamento da Universidade Johns Hopkins, a Rússia soma 317,5 mil infecções. Já os Estados Unidos, que lidera o ranking, tem 1,57 milhão.

Apesar de ter número superior de casos, a letalidade na Rússia está em 1%, enquanto a do Brasil é de 6,5%. De acordo com estudos do portal Covid-19 Brasil, grupo formado por pesquisadores da Universidade de Brasília (UnB) e da Universidade de são Paulo (USP), o alto índice pode ser explicado pela subnotificação de casos no país, que não consegue alcançar infectados assintomáticos e casos leves.

O diretor do Departamento de Análise em Saúde e Vigilância em Doenças Não Transmissíveis, Eduardo Macário, comenta que o Brasil tem conseguido aumentar a capacidade de testagens, o que justifica a explosão de novos casos. É por meio dessa estratégia que o Ministério da Saúde pretende se aproximar do real número de infecções.

“Esses números refletem o aumento da capacidade laboratorial do Brasil por meio dos trabalhadores públicos com um quantitativo razoável de testes já distribuídos. A parceria público-privada está sendo trabalhada para, nos próximos dias,  reforçar essa estratégia de testagem. Isso vai dar ao Brasil a capacidade para que consiga analisar um maior número de casos e, com isso, reduzir sua subnotificação para que nós tenhamos uma dimensão epidemiológica mais real”, disse Macário.

No país, 3.488 cidades brasileiras tem registro de casos da doença, o que representa 62,6% do total. Em 20 de abril, eram 1.426 locais infectados (25,6%).

Redação/com Correio Braziliense