Arquivo da tag: Número

O número de apostadores cresce no Brasil. Aprenda como apostar online

Com o passar dos anos, o mundo vai apresentando novos cenários e condições. Neste contexto, também acabam surgindo profissões que ganham força, enquanto que outras acabam perdendo espaço. Um exemplo de atividade que vem crescendo bastante no Brasil é de apostador.

Esse é, aliás, um crescimento relativamente esperado. Em diversos países pelo mundo, o apostador é uma profissão normal, assim como muitas outras. É o caso da Inglaterra, por exemplo. Por ser considerado o “país do futebol”, seria natural esperar uma onda de interesse no assunto por aqui também.

Como as apostas no Brasil estão cada vez mais fazendo parte da vida do brasileiro?

No contexto de crescimento de uma atividade, nós não podemos ignorar o efeito manada. Existem diversos estudos que mostram como o ser humano gosta de seguir tendências seja para não ficar de fora de um crescimento, seja pelo conforto de, em caso de erro, não estar sozinho.

Isso por si só talvez já indicaria uma razão para o crescimento das apostas esportivas. No entanto, não é apenas isso. As casas de apostas estão cada vez mais próximas do brasileiro — algo que pode ser visto tanto nos comerciais de televisão, como também nos próprios jogos de futebol. Os sites de apostas, afinal, começam a dominar os patrocínios.

As casas de apostas realmente pagam se você ganhar?

Um medo muito comum no mercado das apostas esportivas é sobre o pagamento de apostas ganhas. O receio, claro, é de um golpe das casas de apostas, algo que não se justifica quando você utiliza de casas de apostas confiáveis. É o caso da Bet365, por exemplo.

Nesta plataforma, assim como em muitas outras, as apostas ganhas são pagas em questão de segundos após o término de uma partida. Ou seja, você não tem sequer que ter algum tipo de preocupação em cobrar a casa de apostas.

Como saber se uma casa de apostas é segura?

Para ter essa tranquilidade de recebimento, você precisa trabalhar com casas de apostas seguras. A Bet365, como mencionamos, é um exemplo disso. Mas, afinal, como saber o que configura uma casa de apostas confiável?

Listamos alguns exemplos do que você pode fazer para filtrar sites de apostas e investir apenas em plataformas confiáveis. Veja quais são os pontos mais importantes:

  • Verifique no rodapé do site se há alguma regulamentação ou fiscalização
  • Procure na internet sobre artigos sobre a casa de apostas
  • Confirme opiniões de outros usuários em comentários e fóruns
  • Analise o histórico da casa de apostas, incluindo tempo de mercado
  • Valide a reputação em sites de registro de reclamações, como o Reclame Aqui
  • Teste o suporte da plataforma, confirmando se o contato é fácil

Como sacar seus ganhos?

Ao trabalhar com casas de apostas confiáveis, você não terá problema em ver suas apostas ganhas sendo pagas. E na hora de recuperar o dinheiro? Bom, aí basta solicitar um saque para a plataforma.

No geral, as boas casas de apostas oferecem uma boa variedade de métodos para você resgatar seu dinheiro. Entre eles estão transferência bancária, envio para uma carteira virtual e até criptomoedas. Verifique em cada plataforma quais são os formatos de saques permitidos antes mesmo de realizar o primeiro depósito.

 

 

 

Sobe para seis o número de casos confirmados de coronavírus na Paraíba

Subiu para seis o número de casos confirmados de coronavírus na Paraíba, de acordo com o mais recente boletim emitido pela Secretaria de Saúde do Estado, às 17h desta quinta-feira (26). O caso mais recente é o de um homem de 34 anos de idade residente em João Pessoa.

De acordo com as informações da Secretaria de Saúde, o paciente está em isolamento domiciliar e segue sendo acompanhado pela vigilância municipal. Somente um paciente com diagnóstico confirmado de coronavírus na Paraíba permanece internado em observação.

O exame que detectou o sexto caso de coronavírus na Paraíba foi processado pelo LACEN-PB. Dentre os resultados das amostras analisadas hoje pelo LACEN-PB, outros 34 casos foram confirmados.

O mesmo boletim também informa que há 33 pacientes internados na Paraíba com suspeita de coronavírus. 21 destes pacientes estão em leitos de internação regular nas cidades de Cajazeiras, Campina Grande e João Pessoa. Outros 12 pacientes estão em UTIs nas cidades de Sousa, Patos, Cajazeiras, Piancó e João Pessoa, sendo que seis estão em situação grave e internados em hospitais privados.

Governo da Paraíba

Secretaria de Estado da Saúde

Atualização COVID-19 26/03 | 17h

Casos Confirmados: 06
Casos Descartados: 227
óbitos confirmados: 0

Dentre as amostras analisadas pelo LACEN – PB nesta quinta, 26, foram descartados 34 casos e confirmado mais 1 casos para COVID-19 no Estado da Paraíba. Trata-se de um homem, 34 anos, residente em João Pessoa. Segue em isolamento domiciliar acompanhado pela vigilância municipal. 

Internação

Até às 17h a Paraíba possuía 33 pacientes internados, sendo 21 em leitos de internação regular (nos municípios de Cajazeiras, Campina Grande e João Pessoa) e um deles com diagnóstico laboratorial confirmado para COVID-19; 12 em UTI (nos municípios de Sousa, Patos, Cajazeiras, Piancó e João Pessoa), 6 destes pacientes graves estão em hospitais privados na capital.

 

clickpb

 

 

Bancos vão restringir número de clientes para evitar coronavírus

As agências bancárias começaram a escalonar a quantidade de clientes dentro das agências físicas. A decisão faz parte de uma série de medidas acordadas entre a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) e as 236 entidades sindicais que representam os cerca de 450 mil bancários de todo o Brasil. O objetivo é amenizar os efeitos da pandemia causada pela Covid-19.

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) ressaltou que o setor não terá seu funcionamento interrompido, uma vez que os bancos são considerados atividades essenciais. No entanto, a entidade não descartou a possibilidade de reorganizar os atendimentos internos ou mesmo escaloná-los. Para isto, cada banco irá analisar caso a caso, com base no fluxo de pessoas, a necessidade de escalonamento de clientes aguardando atendimento dentro da dependência.

Escalonamento de clientes

Uma agência bancária, localizada no Centro de João Pessoa, já começou a escalonar a quantidade de clientes dentro da unidade. A entrada no estabelecimento ficou sendo limitada por um segurança. Com a liberação do pagamento de mais um lote do abono salarial do PIS/Pasep, em determinados horários, os clientes tiveram que enfrentar uma longa fila para conseguir atendimento interno na agência.

A Febraban tem orientado o público a usar os meios remotos de atendimento, como mobile e internet banking, que oferecem quase totalmente as transações financeiras do sistema bancário e dispensam a necessidade de comparecimento às agências.

Sindicatos vão pedir suspensão de metas neste período

O Comando Nacional dos Bancários afirmou que vai pedir o contingenciamento de acesso às agências e a suspensão de metas e demissões pelos bancos. As medidas visam resguardar a saúde dos bancários e evitar a propagação do coronavírus.
A presidenta da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), Juvandia Moreira, enviou um ofício para o Banco Central solicitando a edição de uma regulamentação para o controle de acesso às agências bancárias e a redução do horário de atendimento das 10h às 14h, com a liberação dos funcionários após esse horário.

Posicionamento dos bancos

  • Bradesco

O Bradesco afirmou que tem intensificado a comunicação com os seus clientes para que priorizem a utilização dos canais digitais para realizar suas operações com o Banco. Na rede física, os gerentes estão sendo orientados a organizarem o atendimento nas agências nos momentos de maior concentração.

  • Banco do Brasil

As agências do Banco do Brasil continuam realizando atendimento ao público, sem alteração no horário de funcionamento. O BB monitora constantemente os acontecimentos e quaisquer mudanças no atendimento de suas unidades serão informadas imediatamente aos seus clientes/usuários e ao mercado. Contingenciar, nas praças com transmissão comunitária do vírus, a quantidade de clientes aguardando atendimento dentro da dependência.

Os demais bancos não responderam até o fechamento desta matéria.

Reportagem de Ellyka Gomes, do Jornal CORREIO.

 

 

Secretaria de Saúde descarta quatro casos suspeitos de Coronavírus na PB, mas número de investigados sobe para 33

Mais quatro casos suspeitos de Coronavírus na Paraíba foram descartados após o resultado de exames divulgados na tarde desta segunda-feira (16). Até o momento, nenhum caso foi confirmado no Estado, que segue investigando 33 casos suspeitos.

Apesar dos casos descartados, o número de casos suspeitos sendo analisados e aguardando exames aumentou. Agora, estão sendo investigados 33 casos suspeitos de Coronavírus na Paraíba.

Os quatro casos descartados são de pessoas que moram nas cidades de Cabedelo, Cuité e João Pessoa, sendo dois nesta última.

Governo da Paraíba Secretaria de Estado da Saúde

Atualização COVID-19// 16/03 16h10

Paraíba exclui mais 4 casos suspeitos de Coronavírus e segue sem casos confirmados.

A Secretaria de Estado da Saúde recebeu os exames de 4 casos suspeitos para Coronavírus. 

Os casos descartados são nos município de Cabedelo, Cuité e dois em João Pessoa.

Desta forma, a Paraiba, que ainda não tem caso confirmado, passa a ter 15 casos decartados e o número de casos aguardando exame passa a ser 33. 

Assessoria de Comunicação SES-PB

pbagora

 

 

Número de mortos da Itália salta 25% em um dia e chega a 1.809

A Itália registrou 368 novas mortes relacionadas com o novo coronavírus em 24 horas, o que eleva o número de vítimas fatais a 1.809 no país, o mais afetado da Europa, segundo um balanço divulgado neste domingo (15) pela Proteção Civil.

Como no sábado (14), o número de infectados também aumentou, com 3.590 novos casos em 24 horas, quase 100 a mais que o aumento do dia anterior, elevando o total a quase 25.000. A região de Milão, na Lombardia (norte), continua sendo a mais afetada, com 1.218 mortos e 13.272 casos.

O chefe do instituto nacional de saúde da Itália, Silvio Brusaferro, disse que não se sabe se a Itália está atingindo seu pico e pode começar a ver o número de novos casos diminuir.

A Europa tenta estabelecer medidas de proteção ante o avanço da pandemia do novo coronavírus, que já causou 2 mil mortes no continente. O vírus começa a derrubar o princípio de uma União Europeia quase sem fronteiras: as autoridades da Alemanha decidiram fechar a partir de segunda-feira (16) as fronteiras do país com a França, Suíça e Áustria. Paris também anunciou um reforço nos controles da fronteira com a Alemanha, mas sem o fechamento parcial como decidiu o governo do país vizinho.

A pandemia superou a barreira de 6 mil mortes e 160 mil infectados em todo o mundo, segundo contagem de agências internacionais. Mas, apesar dos temores, os franceses comparecem neste domingo às urnas para eleições municipais. A participação era visivelmente baixa às 17h (13h em Brasília): 38,77% contra 54,72% no primeiro turno em 2014, data das últimas municipais. A votação foi ofuscada pelo coronavírus, que já infectou 4.499 pessoas e deixou 91 mortos no país.

A Espanha – segundo país mais afetado da Europa, atrás da Itália – registra 288 mortes, 100 a mais que no sábado, e 7.753 infectados, 2 mil pessoas a mais que na véspera. O primeiro-ministro espanhol, o socialista Pedro Sánchez, anunciou no sábado à noite sérias restrições aos 46 milhões de habitantes, que só poderão sair de suas casas para comprar alimentos ou remédios, comparecer a centros médicos, para seguir até o trabalho ou para cuidar de pessoas dependentes (crianças, idosos e pessoas com necessidades especiais).

AFP

 

Cai de 17 para 14 o número de suspeitas de coronavírus na PB

Caiu de 17 para 14 o número de casos investigados de coronavírus da Paraíba, conforme nova atualização na manha deste sábado (14) divulgada pela Secretaria de Saúde da Paraíba. O estado segue sem nenhum caso confirmado da Covid-19, que é a doença provocada pelo novo vírus.

Segundo a Pasta, são 11 casos investigados em João Pessoa, 1 em Campina Grande, 1 em Cuité e 1 em Cabedelo.

Conforme a Saúde, apenas uma pessoa com suspeita de novo coronavírus na Paraíba está internada. É uma mulher de 35 anos, que viajou à Europa e apresenta quadro de pneumonia. Ela está em observação em um hospital particular. Os outros pacientes com sintomas suspeitos tiveram atendimento médico e receberam a recomendação para isolamento domiciliar.

O Brasil tem 107 casos confirmados da Covid-19 em todas as regiões do país.

 

portalcorreio

 

 

Sobe para 13 o número de suspeitas de coronavírus na Paraíba

Subiu para 13 o número de casos investigados de novo coronavírus na Paraíba. Em nota divulgada na manhã desta sexta-feira (13), a Secretaria de Estado da Saúde informou que as três novas pessoas monitoradas são de João Pessoa. São eles um homem de 40 anos, que voltou recentemente da Europa; e um homem de 24 anos e uma mulher de 20 anos, ambos com histórico de viagem aos Estados Unidos. Aos três foi recomendado o isolamento domiciliar.

Apenas uma pessoa com suspeita de novo coronavírus na Paraíba está internada. É uma mulher de 35 anos, que viajou à Europa e apresenta quadro de pneumonia. Ela está em observação em um hospital particular.

O coronavírus é uma família de vírus que causa infecções respiratórias. O novo agente foi descoberto em 31 de dezembro de 2019, após casos registrados na China. A doença provocada pelo novo coronavírus foi batizada de Covid-19.

Por ter atingido de forma expressiva os cinco continentes, a Covid-19 já é considerada pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS). No Brasil, 77 casos foram confirmados pelo Ministério da Saúde até essa quinta-feira (12). A Paraíba segue sem casos confirmados da doença. Seis suspeitas foram descartadas desde o início das notificações.

Lista de casos investigados na Paraíba

  • Criança, 6 anos, residente em João Pessoa e com histórico de viagem para os EUA. Está em isolamento domiciliar
  • Homem, 37 anos, residente em Campina Grande e com histórico de viagem para Europa. Está em isolamento domiciliar
  • Mulher, 72 anos, residente em João Pessoa e histórico viagem EUA. Está em isolamento domiciliar
  • Mulher, 80 anos, residente em João Pessoa e com histórico de viagem para os EUA. Atendida na rede privada e aconselhado isolamento domiciliar
  • Mulher, 74 anos, residente em João Pessoa e com histórico de viagem para Europa. Atendida na rede privada e aconselhado isolamento domiciliar
  • Homem, 65 anos, morador de João Pessoa e com histórico de viagem para os EUA. Recomendado isolamento domiciliar
  • Mulher, 35 anos, moradora de Cuité e com histórico de viagem para Europa. Recomendado isolamento domiciliar
  • Mulher, 62 anos, moradora de João Pessoa e com histórico de viagem para os EUA. Recomendado isolamento domiciliar
  • Mulher, 58 anos, moradora de João Pessoa e com histórico de viagem para os EUA. Recomendado isolamento domiciliar
  • Mulher, 35 anos, moradora de Cabedelo e com histórico de viagem para Europa. Em observação em hospital privado, com quadro de pneumonia
  • Homem, 40 anos, morador de João Pessoa e com histórico de viagem para Europa. Recomendado isolamento domiciliar
  • Homem, 24 anos, morador de João Pessoa e com histórico de viagem para os EUA. Recomendado isolamento domiciliar
  • Mulher, 20 anos, moradora de João Pessoa e com histórico de viagem para os EUA. Recomendado isolamento domiciliar

 

portalcorreio

 

 

Número de casos suspeitos de Coronavírus sobe para oito na Paraíba

A Secretaria de Saúde do Estado divulgou na manhã desta quarta-feira (11) o mais recente boletim de casos suspeitos de coronavírus que estão sendo monitorados na Paraíba. O número de casos investigados aumentou e agora já são oito. Apesar disso, outras seis notificações já foram descartadas.

O mais recente caso suspeito notificado é o de uma mulher com 35 anos de idade residente na cidade de Cuité. Ela tem histórico de viagem para a Europa. Foi recomendado o recolhimento domiciliar da paciente até que o resultado do exame seja divulgado.

No Brasil já foram confirmados 34 casos de Coronavírus, segundo o Ministério da Saúde até esta terça-feira (10). Cinco destes casos confirmados foram por transmissão local devido a contato próximo com pessoas infectadas no exterior. Até o momento, não há informações de casos de transmissão comunitária, quando as autoridades não conseguem rastrear de onde vem a contaminação.

Ao todo, são 19 casos confirmados em São Paulo, oito no Rio de Janeiro e dois na Bahia. Além disso, há um caso confirmado no Distrito Federal e nos seguintes estados: Rio Grande do Sul, Espírito Santo, Alagoas e Minas Gerais.

Governo da Paraíba
Secretaria de Estado da Saúde 

Atualização COVID-19
11/03/2020 – 11h

Neste momento a Paraíba tem 8 (oito) casos suspeitos de Coronavírus.

  • Criança, 6 anos, residente em João Pessoa com histórico de viagem para os EUA. Está em isolamento domiciliar 
  • Homem, 37 anos, residente em Campina Grande com histórico de viagem para Europa, em isolamento domiciliar. 
  • Mulher, 72 anos, residente em João Pessoa, histórico viagem EUA, em isolamento domiciliar. 
  • Mulher, 80 anos, residente em João Pessoa, com histórico de viagem para os EUA. Atendida na rede privada e aconselhado isolamento domiciliar. 
  • Mulher, 74 anos, residente em João Pessoa, com histórico de viagem para Europa. Atendida na rede privada e aconselhado isolamento domiciliar. 
  • Mulher, 72 anos, residente em Campina Grande, com histórico de viagem para os EUA. Em isolamento domiciliar.
  • Homem, 65 anos, morador de João Pessoa, com histórico de viagem para os EUA. Foi recomendado isolamento domiciliar.
  • Mulher, 35 anos, moradora de Cuité, com histórico de viagem para Europa. Foi recomendado isolamento domiciliar. 

Até o momento, 6 casos já foram descartados na Paraíba. Nenhum caso confirmado.

 

 

clickpb

 

 

Número de mortos por coronavírus na Itália salta 36% para 631 pessoas

O total de mortes pelo coronavírus na Itália saltou para 631, um aumento de 36%, disse a Agência de Proteção Civil do país nesta terça-feira, o maior aumento diário em números absolutos desde que o surto veio à tona no dia 21 de fevereiro.

O número total de casos na Itália, o país europeu mais atingido pelo vírus, subiu para 10.149, em relação aos 9.172 casos anteriores, um aumento de 10,7%.

O chefe da agência disse que, dos inicialmente infectados, 1.004 pessoas tinham se recuperado completamente, em comparação com 724 pessoas do dia anterior. Cerca de 877 pessoas estavam em tratamento intensivo, contra 733 pessoas anteriormente.

Agência Brasil

 

 

Paraíba registra redução em número de casos de dengue, chikungunya e zika vírus em 2020

O número de casos suspeitos de arboviroses, que são as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypt, na Paraíba diminuiu no ano de 2020 em relação ao mesmo período de 2019, segundo aponta o Boletim Epidemiológico emitido pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), nesta segunda-feira (2). O número geral de casos caiu de 818 em 2019 para 767 em 2020, representando redução de 6,2%.

Porém, apesar dessa redução geral, a SES alerta que é preciso manter a prevenção de criadouros e focos dos mosquitos transmissores, pois a Paraíba foi apontada pelo Ministério da Saúde como uma das regiões com risco de surto do vírus da dengue em 2020.

Em 2020, até a 7ª Semana Epidemiológica (SE), foram registrados 667 casos prováveis de dengue. Quando comparado o dado do mesmo período de 2019 em que foram registrados 700 casos prováveis, verifica-se uma diminuição de 5%. Quanto à chikungunya foram notificados 85 casos prováveis, o que corresponde a uma diminuição de 7% em relação ao mesmo período de 2019 quando foram registrados 91 casos prováveis. Para a doença aguda pelo vírus zika, até a 7ª SE, foram notificados 15 casos, correspondendo a uma redução de 44% relação ao mesmo período de 2019, quando foram registrados 27 casos prováveis.

Confira o Boletim Epidemiológico

O boletim aponta ainda que as maiores incidências de casos notificados por arboviroses estão concentradas na 1ª, 5ª e 9ª Regiões de Saúde. Nessas regiões os municípios com maiores incidências da doença são: 1ª Região (Conde, João Pessoa e Santa Rita), 5ª Região (Monteiro, São João do Tigre e Zabelê) e na 9ª Região (Bom Jesus, Bernadino Batista e Santarém). De acordo com a gerente da Vigilância em Saúde, Talita Tavares, a SES vem intensificando as ações de prevenção das arboviroses, por meio do mapeamento do tipo do vírus nas regiões e circulação de carros fumacê.

A SES reforça que cuidados simples podem evitar a incidência do mosquito como: não deixar água acumulada em pneus, calhas e vasos; adicionar cloro à água da piscina; deixar garrafas cobertas ou de cabeça para baixo são algumas medidas que podem fazer toda a diferença para impedir o registro de mais casos da doença, além de receber em domicílio o técnico de saúde devidamente credenciado, para que as visitas de rotina sirvam como vigilância.

 

clickpb