Arquivo da tag: novas

‘Minha casa Minha Vida’ é retomado e terá 2,6 mil novas unidades no país, diz ministro

As obras para a construção de 2.600 unidades habitacionais da Faixa 1 do Programa Minha Casa Minha Vida serão retomadas em todo o Brasil. O anúncio foi feito nessa sexta (26), em Recife (PE), pelo ministro das Cidades, Bruno Araújo. Serão aplicados mais de R$ 200 milhões em recursos.

Durante a abertura do Feirão da Caixa, o ministro  também autorizou o reinício das obras de 576 unidades habitacionais dos Residenciais Dona Lindu I e II na Granja Luciana, no município de São Lourenço da Mata, na Região Metropolitana do Recife. Com investimento de R$ 36 milhões, mais de duas mil pessoas devem ser beneficiadas com os residenciais.

“Eram 60 mil unidades paralisadas em todo o Brasil. Já retomamos mais de 33 mil e, semana que vem, vamos anunciar, em Pernambuco, novos empreendimentos da Faixa 1 do Minha Casa Minha Vida para o estado”, destacou o ministro.

Ao longo da próxima semana, ministro das Cidades, Bruno Araújo. antecipou que deverá ser retomada a construção de mais 20 mil unidades habitacionais distribuídas em vários estados do país.

Correio da Paraíba com agências

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

MEC publica portaria que fixa novas regras do Enem

enemO Ministério da Educação (MEC) publicou hoje (4) no Diário Oficial da União portaria que fixa as novas regras do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O documento oficializa as mudanças anunciadas pela pasta no início de março. A partir desse ano, o Enem não servirá mais como certificado de conclusão do ensino médio e os resultados do exame por escola deixarão de ser divulgados.

A portaria substitui a regra anterior, vigente desde 2010. O exame, que até o ano passado poderia servir como uma espécie de “diploma”do ensino médio, agora será voltado principalmente ao acesso ao ensino superior. A certificação da etapa será feita pelo Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja).

A nova medida apresenta uma mudança em relação à divulgação dos dados. A portaria anterior dizia que os estudantes, além dos resultados individuais, teriam acesso aos resultados globais. Agora, quem prestar o Enem saberá apenas como foi o próprio desempenho. As regras anteriores, diziam que os resultados “estarão” disponíveis para as instituições de ensino superior, secretarias estaduais de educação e pesquisadores. As novas regras definem que os dados “poderão” ser disponibilizados aos órgãos integrantes da estrutura do Ministério da Educação, para uso dos Programas Governamentais e a pesquisadores.

Até o ano passado, a pasta divulgava os resultados do Enem por escola no segundo semestre do ano seguinte à aplicação do exame. A pasta decidiu não mais fazer a divulgação para evitar a elaboração de rankings. A qualidade do ensino médio passa a ser aferida pelo Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb).

Edital

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o edital do Enem 2017 será publicado na próxima segunda-feira (10). O documento deverá detalhar as regras do exame, bem como definir a taxa que será cobrada dos participantes não isentos.

O MEC anunciou que neste ano, o Enem será aplicado pela primeira vez em dois domingos consecutivos, nos dias 5 e 12 de novembro. As inscrições estarão abertas de 8 a 19 de maio. O resultado do exame será divulgado no dia 19 de janeiro de 2018.

O Enem é usado para seleção de vagas no ensino superior público, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu); de bolsas no ensino superior privado, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni); e, para obtenção de financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Agência Brasil

 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

 

Novas regras para o rotativo do cartão de crédito começam a valer nesta segunda

cartões-de-créditoA mudança nas regras para o uso do rotativo do cartão de crédito começam a valer nesta segunda-feira (3). A partir de agora, os clientes terão restrições para fazer o pagamento mínimo da fatura e acessar o crédito rotativo. A determinação foi divulgada pelo Banco Central no dia 26 de janeiro. A principal mudança é que, ao contrário do que acontecia antes, quem optar por fazer o pagamento mínimo da fatura não poderá fazer essa opção por vários meses consecutivos.

A novas regras foram criadas para coibir o uso do rotativo e obrigar os bancos a oferecer uma solução de parcelamento para o cartão de crédito com juros mais baratos. A taxa de juro do rotativo encerrou 2016 em 484,6% ao ano, segundo dados do Banco Central que considera a média de todas as instituições financeiras.

Como funcionou até agora?

Antes da mudança, para não ficar inadimplente, o consumidor precisava pagar ao menos 15% do valor da fatura de seu cartão de crédito (pagamento mínimo) até o vencimento da fatura. O restante da dívida ficava para o mês seguinte, sujeito aos juros do cartão considerados proibitivos.

No mês seguinte, o cliente receberia a fatura com o saldo da dívida do mês anterior acrescido dos juros. Se não conseguisse pagar o valor integral, ele poderia, então, fazer novamente o pagamento mínimo de 15%, no mesmo processo anterior, e assim sucessivamente. Daí surge a metáfora da “bola de neve” associada frequentemente ao uso do rotativo do cartão de crédito.

O que muda?

A partir desta segunda (3), o consumidor que não conseguir fazer o pagamento integral de sua fatura do cartão de crédito poderá fazer o pagamento mínimo de 15% apenas por um mês. Na fatura seguinte, ele não poderá repetir o processo, pois o banco é obrigado a oferecer uma linha de crédito para que o consumidor parcele a sua dívida.

O cliente negocia então um prazo e uma taxa de juros para pagar a pendência. Entre os grandes bancos brasileiros, quatro já anunciaram as taxas que vão ser oferecidas – todas menores que os atuais juros do cartão, variando de 1,99% a 9,99% ao mês.

Na prática, em vez de alongar indefinidamente sua dívida fazendo o pagamento mínimo da fatura por vários meses consecutivos, o cliente terá de assumir o financiamento de sua dívida com prazo determinado e juros menores.

É importante destacar que, pelas novas regras, o cliente ainda pode fazer o pagamento integral de sua dívida a qualquer momento, mesmo antes do vencimento da próxima parcela.

Na ponta do lápis

Com taxas menores, o valor final pago pelos consumidores ao fim do parcelamento acaba ficando mais baixo do que seriam com juros rotativos do cartão. No entanto, o cliente pode ficar sujeito a parcelas maiores do que pagaria caso fizesse o pagamento mínimo da fatura por vários meses.

O economista Samy Dana, colunista do G1, fez a simulação de uma dívida de R$ 1 mil paga em 1 ano. Pelo rotativo do cartão, considerando os juros médios de 4 grandes bancos do Brasil (16,4% ao mês), o cliente que optasse por pagar o valor mínimo da fatura por 11 meses arcaria com parcelas de R$ 134 a R$ 148. Pagando o saldo devedor restante de R$ 885,42 no 12º mês, a dívida de R$ 1 mil teria se tornado R$ 2.588. Para comparação: considerando os juros médios já anunciados pelos bancos nas novas regras, a dívida final somaria R$ 1.872, com 12 parcelas iguais de R$ 143.

A simulação do G1 considera a média das taxas máximas informadas pelos bancos nas linhas de parcelamento.

Novas regras para o uso do rotativo do cartão de crédito (Foto: Arte G1)

Novas regras para o uso do rotativo do cartão de crédito (Foto: Arte G1)

O que dizem os especialistas

Marcos Crivelaro, especialista em finanças pessoais e professor da FIAP, avalia que as pessoas que têm o costume de, equivocadamente, “usar o rotativo do cartão de crédito como complemento do salário” podem sentir agora que “o estão privando dessa liberdade”. No entanto, o educador acredita que a nova regra defende o consumidor, já que o valor da dívida final é menor.

Crivelaro também estima que as novas regras inibam o descontrole financeiro. “Com rotativo o cartão, aquele ‘algo a mais’ que o salário não cobria estava sempre lá, pronto, pré-aprovado, sem burocracia”, descreve. “Agora, financiar a sim mesmo vai dar trabalho”, diz ele sobre as negociações dos parcelamentos.

Para o economista Samy Dana, a solução encontrada pelos bancos ainda é uma opção de crédito cara e que deve ser evitada pelo brasileiro.

Reinaldo Domingos, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros e da DSOP, acredita que, apesar de o parcelamento a juros menores diminuírem o valor final da dívida, as novas condições não devem ter um impacto grande nos índices de inadimplência. “Se uma pessoa não consegue pagar o mínimo de 15%, também não vai conseguir pagar a parcela financiada.”

Para Domingos, a nova medida que permite financiar o valor total “não está dando nenhum tipo de benefício para o devedor”. “Essa dívida vai acabar se tornando objeto de negativação do nome desse consumidor.”

O que fazer?

Para quem já está endividado, os educadores financeiros recomendam a procura de crédito mais barato antes de ficar sujeitos aos juros do cartão de crédito, mesmo considerando as taxas mais baixas das novas regras. Entre os exemplos estão créditos pessoais a juros menores, como o consignado, além da procura do banco ou instituição financeira que ofereça as condições mais vantajosas para liquidar as pendências.

Além disso, a recomendação é prestar atenção ao orçamento familiar, identificando as despesas que podem ser cortadas para que os gastos não ultrapassem os ganhos. “Quando a gente fala em cortar gastos, a pessoa não consegue visualizar onde está gastando. Reduzir padrão é adequar a realidade do que eu ganho comparado com o que eu gasto. E eu não tenho como descobrir aonde está indo cada centavo do meu dinheiro se não fizer um acompanhamento minucioso”, ensina Domingos.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Novas fotos de Leticia Datena para a ‘Playboy’ são divulgadas

leticiaA “Playboy” acaba de divulgar mais duas fotos do ensaio da apresentadora Leticia Datena. A filha de José Luiz Datena, que já foi repórter do “Domingão do Faustão” e apresentadora do canal pago Fox Sports, já havia sido convidada pela revista quando tinha 18 anos e só aceitou tirar a roupa para a publicação agora. Suas fotos foram feitas em uma vinícola no Sul do Brasil.

“Quando surgiu agora o convite, levando em consideração a nova linha editorial da ‘Playboy’ e a minha maturidade, fiquei bem tranquila. Com a maturidade, você para de se preocupar com os outros, com o que os outros vão pensar, e toma suas decisões com base no que você se sente confortável”, disse ela.

Leticia fez algumas exigências antes para posar como veio ao mundo: “Limitei a exposição do meu corpo e participei da escolha do tema. Fui eu que sugeri que as fotos fossem feitas em uma vinícola no Sul do Brasil. Também sugeri o fotógrafo, maquiador e produção de moda. Ou seja, participei de todo processo criativo e pedi para participar da seleção das fotos”.

A decisão de posar nua teve o apoio de Datena e do namorado da modelo, o chileno Rodrigo Norambuena. “Meu pai ficou um pouco reticente quando falei, mas ele deixou claro que me apoiaria em qualquer decisão. Meu namorado confia no meu bom gosto e profissionalismo, é uma pessoa inteligente e homem seguro de si e do nosso relacionamento então também me apoiou. Inclusive decidimos juntos”.

O lançamento da “Playboy” de Leticia será na sexta-feira, 31, em São Paulo.

Letícia Datena na Playboy (Foto: Hick Duarte/Divulgação Playboy)Letícia Datena na Playboy (Foto: Hick Duarte/Divulgação Playboy)

Letícia Datena na Playboy (Foto: Hick Duarte/Divulgação Playboy)Letícia Datena na Playboy (Foto: Hick Duarte/Divulgação Playboy)
Letícia Datena é a capa da Playboy de abril (Foto: Playboy/Divulgação)A capa de abril com Leticia (Foto: Playboy/Divulgação)
Letícia Datena é a capa da Playboy de abril (Foto: Playboy/Divulgação)Letícia Datena é a capa da Playboy de abril (Foto: Playboy/Divulgação)
Playboy de Leticia Datena - Capa de colecionadores  (Foto: Reprodução / Instagram / Playboy)Playboy de Leticia Datena – Capa de colecionadores (Foto: Reprodução / Instagram / Playboy)
EGO

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Solânea está inclusa em projeto que troca lâmpadas antigas por de LED

solanea_pbOs municípios de Olho D’Água, Cajazeiras, Solânea, Mogeiro, Conde, Itabaiana, Condado, Malta, Coremas e Cajazeirinhas vão receber, durante este mês, o projeto ‘Nossa Energisa’, que oferece palestras e a troca das lâmpadas incandescentes por fluorescentes compactas e de LED.

A ação, realizada pela Energisa em parceria com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), também dá destaque ao combate contra o desperdício de energia.

Para receber as novas lâmpadas, os interessados devem possuir cadastro no programa de Tarifa Social da Energia Elétrica e levar identidade, CPF, cartão do benefício e última conta de energia paga. É possível receber até duas lâmpadas novas, contanto que sejam levadas as antigas.

Veja abaixo o calendário de visitas

Olho D’Água – 9 (13h30 às 16h30) e 10 (13h30 às 19h);

Cajazeiras – 9 (8h às 17h) e 10 (13h às 19h);

Solânea – 13 (13h30 às 16h30), 14 (13h30 às 19h) e 15 (8h30 às 11h30);

Mogeiro – 13 (13h às 19h), 14 (8h às 11h30) e 15 (8h às 16h30);

Conde – 16 (9h30 às 16h) e 17 (13h30 às 19h);

Itabaiana – 16 (8h às 17h) e 17 (8h às 11h30);

Condado – 21 e 22 (9h30 às 16h30);

Malta – 23 e 24 (9h30 às 16h30) e 25 (9h30 às 11h30);

Coremas – 27, 28 e 29 (8h30 às 16h30);

Cajazeirinhas – 30 (9h30 às 16h).

portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

TRE-RJ cassa mandato de Pezão e determina novas eleições

Pedro Ladeira - 22.nov.2016/Folhapress
Pedro Ladeira – 22.nov.2016/Folhapress

O TRE-RJ (Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro) cassou nesta quarta-feira (8) os mandatos do governador do Rio, Luiz Fernando Pezão (PMDB), e do vice-governador, Francisco Dornelles (PP), por abuso de poder econômico e político. Como ainda cabe recurso ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), a decisão não tem efeito por enquanto.

A cassação, caso confirmada pelo TSE, deixa Pezão e Dornelles inelegíveis por oito anos. O TRE-RJ determinou ainda que sejam realizadas eleições diretas para a chefia do Executivo do Estado.

Gabriel de Paiva/Ag. O Globo

Francisco Dornelles, vice-governador do Rio

A decisão do tribunal regional foi por maioria dos votos. Segundo nota divulgada pelo órgão, “o abuso de poder econômico e político ficou configurado uma vez que o Governo do Estado do Rio de Janeiro concedeu benefícios financeiros a empresas como contrapartida a posteriores doações para a campanha do então candidato Pezão e de seu vice”.

Em seu voto, o desembargador Marco Couto afirmou que “restou comprovado que contratos administrativos milionários foram celebrados em troca de doação de campanha”.

Em nota, a assessoria de imprensa do governo do Rio informou que, “quando for publicada a decisão, o governador Luiz Fernando Pezão e o vice-governador Francisco Dornelles vão entrar com recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).”

Rio em crise

A decisão do TRE-RJ é mais um baque no governo de Pezão. Ele assumiu em abril de 2014, depois que Sérgio Cabral (PMDB) renunciou para que o então vice disputasse a eleição no cargo. Foi eleito no segundo turno, vencendo o então senador e hoje prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB).

Pezão foi vice nos dois mandatos de Cabral — que está preso desde dezembro sob suspeita de receber propina de empreiteiras. Hoje, o governador comanda um Estado em profunda crise econômica e palco de frequentes protestos de servidores públicos, que estão com salários atrasados.

Além de atrasar os pagamentos, o governo quer, para conter gastos, que os servidores aumentem a contribuição para a previdência de 11% para 22%.

Esta quarta, o governo do Rio garantiu o pagamento dos salários dos servidores da segurança no dia 14 e com reajuste de até 10,22%, tudo para evitar um possível motim na área de segurança. No pacote de ajuste fiscal para o Estado anunciado no fim do ano passado, o governo previa adiar o pagamento dos reajustes da categoria para 2020.

Em dezembro, os servidores da segurança engrossaram o ato dos professores e demais servidores públicos e chegaram a invadir a Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro) durante a votação do pacote de austeridade enviado à Casa por Pezão.

Na terça (7), servidores do Estado voltaram a protestar na porta da Alerj. Centenas de participantes, a maioria de servidores da Cedae (a companhia de água e esgoto do Estado), foram contra colocar em discussão a privatização da companhia e os demais itens do pacote de medidas anunciadas pelo governo do estado para combater a crise financeira.

Para pressionar o governo, servidores da Cedae decretaram greve por 72 horas a partir desta terça. Somente 30% dos funcionários estão trabalhando em ocorrências de falta d’água e grandes vazamentos, segundo o SintSama (Sindicato dos trabalhadores das empresas de saneamento básico do Rio de Janeiro).

A venda da companhia de saneamento é uma das manobras do governo para tentar contornar a crise. Ela faz parte do acordo com a União, que prevê a suspensão do pagamento de dívidas do Estado com bancos federais durante três anos e o empréstimo de R$ 3,5 bilhões para o Rio de Janeiro.

Em meio a toda essa crise, Pezão ainda se viu obrigado a ficar licenciado durante sete meses no ano passado para tratar de um câncer no sistema linfático. Durante o período, foi substituído interinamente por Dornelles.

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Microempresas crescem e registram 89% das novas inscrições na Paraíba

economiaCerca de 89% do total das novas empresas inscritas na Paraíba em 2016 são de micro e pequenos negócios, fechando o ano com 97.055 novos estabelecimentos, os quais representaram um faturamento de até R$ 3,6 milhões. De acordo com o Núcleo de Manutenção Cadastral da Secretaria de Estado da Receita (SER), o estado teve um crescimento de mais de 4% no número de inscrições de empresas, encerrando 2016 com 108.566 empresas ativas,  diante de 104.360 estabelecimentos no ano anterior – ou seja, 4.206 novas inscrições.

As empresas do regime normal encerraram o ano com 8.311 estabelecimentos, sendo 7,66% das novas inscrições. O restante das inscrições ficaram com outros estabelecimentos e com a substituição tributária, com participação de 2,95%.

Entre as atividades econômicas de maior representatividade na Receita Estadual que tiveram maiores expansões em número de inscrições, nos doze meses de 2016 sobre o ano anterior, foram os setores de serviços, com crescimento de 8,42% e do atacado, com 4,17%.

Enquanto isso, o comércio, que tem a maior participação de inscrições na Receita Estadual, 68,28%, teve crescimento de 3,38%. A indústria tem a segunda representação do total de inscrições do Estado, com 13,78% do total de inscrições, totalizando 14.963 estabelecimentos. Já a agropecuária tem o menor número de estabelecimentos, sendo 2.026, e a menor participação.

Na distribuição dos estabelecimentos nos cinco núcleos da Receita Estadual, a 1ª região, que tem como sede João Pessoa, fechou 2016 com de 46.727 empresas ativas, o que representa 43,58% do número de contribuintes de ICMS do Estado.

Em segundo lugar ficou a 3ª região, que tem sede em Campina Grande, com 26.565 estabelecimentos com inscrição estadual, representando 24,77% do total. A 2ª região, que tem sede em Guarabira, concentra o terceiro maior volume de inscrições ativas no Estado, com 12.055, com participação de 11,24%. Enquanto Sousa, do 5º núcleo, teve 11.836, e Patos, do 4º núcleo, teve 10.002, e representam 11,04% e de 9,32% do total, respectivamente.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Parcerias e novas linhas de crédito são previstas para Bananeiras junto ao Empreender PB

danielA Prefeitura Municipal, através do Empreender Bananeiras estão sempre buscando parcerias e novas linhas de crédito junto ao Governo do Estado para viabilizar e facilitar o empréstimo para os empreendedores.

Assim, no ultimo dia (19), o Coordenador do Empreender Bananeiras, Daniel Guimarães esteve em João Pessoa com a Secretária de Estado, Amanda Rodrigues para traçar metas do ano de 2017.

Dentre essas metas está à ampliação de crédito para os empreendedores e o encontro para quatorze (14) municípios paraibanos que será realizado no mês de Fevereiro em Bananeiras.

O Programa de Apoio ao Empreendedorismo na Paraíba (Empreender PB) lançou novo edital do Governo do Estado do dia 18 de Janeiro de 2017, para linha de crédito destinada a diversas categorias e setores, como pessoa física, jurídica, profissional liberal, mulheres, artesanato e inovação tecnológica.

Para este ano ainda foi criado uma nova linha de crédito, destinado as prefeituras que queiram criar programas de incentivo ao empreendedorismo em seus municípios. Todos os cadastros devem ser renovados até os que já possuíam de outras edições, para que sejam avaliados novamente.

A inédita linha de crédito é destinada a atender prefeituras dos municípios do Estado da Paraíba que pretendam viabilizar projetos que tenham por objetivo o desenvolvimento local do empreendedorismo ou a promoção de ações que gerem ocupação e renda.

As prefeituras interessadas deverão adotar todas as medidas administrativas e legais necessárias para obtenção de expressa autorização legislativa para contratação de financiamento através da linha de crédito.

Cada linha de crédito possui seus requisitos e exigências de documentação particulares. Para mais informações, os interessados devem acessar o edital completo que está na página do Diário oficial do Estado da Paraíba.

Bananeiras que desponta no cenário regional como grande incentivadora do empreendedorismo local, gerando emprego e renda para a população.

Ascom-PMB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

‘Facções existem em presídios da PB há 14 anos’, diz secretário e vê construção de novas unidades

wagner-dortaO secretário de Administração Penitenciária da Paraíba, Wagner Dorta, admitiu nesta segunda-feira (16) a existência de facções dentro dos presídios do Estado e destacou que o Governo Federal liberou o Fundo Penitenciário Nacional destinando ao estado recursos na ordem de R$ 44,7 milhões.

Dorta lembrou que facções delituosas com grupos rivais no Estado. “Isso é um fato, não tem como dizer que não é. Já de 12, 14 anos atrás”, disse, apontando que tem trabalhado bastante para o controle desses grupos.

Os recursos liberados pelo governo federal já estão na Paraíba e a ideia inicial do secretário é construir duas novas unidades prisionais, uma em João Pessoa e outra em Campina Grande, já que são as cidades que enfrentam maior superlotação, porém ele apontou que a proposta precisa ser melhor discutida.

Desativação do Roger – O secretário afirmou ainda que não vê como na atual situação penitenciária brasileira há condições de desativar a penitenciária Flósculo da Nóbrega, o Roger. Ele afirmou que apesar de ser antigo e estar superlotado, o presídio ainda é necessário. Porém mais necessária ainda é a construção das novas unidades para diminuir a superlotação. A perspectiva é de tirar ao menos uma parcela.

Com informações da CBN João Pessoa. 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Bia e Roberto Cavalcanti demovem Fabiano de ir à Arapuan com novas missões

bia-e-robertoO multimídia Fabiano Gomes, anunciado na manhã deste sábado como novo superintendente estadual do Sistema Arapuan, deve não mais assumir a missão. É que os diretores e proprietários do Sistema Correio, Bia e Roberto Cavalcanti estiveram com o profissional e demoveram de sua saída do Sistema Correio.

Fontes ligadas aos dois empresários garantiram ao Portal WSCOM que Bia e Roberto Cavalcanti ofereceram as diretorias de Marketing e Mídias Sociais do grupo.

Conforme atestaram, Fabiano Gomes estava para se reunir com presidente do Sistema Arapuan visando informar da nova decisão de ficar no Sistema Correio.

WSCOM

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br