Arquivo da tag: Notificações

Cagepa encaminhará notificações de ligações clandestinas para o MPPB

CagepaTodas as notificações feitas pela Companhia de Água e Esgotos da Paraíba que constatarem ligações clandestinas de água no estado da Paraíba em sistemas de irrigação ou até mesmo em indústrias, prédios públicos e em propriedades privadas, serão, a partir de agora, encaminhadas ao Ministério Público da Paraíba para providências cíveis e criminais.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook
A decisão foi tomada na tarde desta quarta-feira (4) em encontro realizado na Procuradoria Geral de Justiça, em João Pessoa, reunindo a coordenação do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça do Meio Ambiente e dos Bens de Valor Artístico, Estético, Histórico, Urbanístico, Turístico e Paisagístico; assim como representantes da Cagepa e da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba.

“Toda ligação clandestina que for identificada será encaminhada ao Caop do Meio Ambiente e nós a reencaminharemos aos órgãos de execução, promotores de Justiça e delegacias de polícia dos municípios onde os problemas forem detectados”, explica a promotora de Justiça Andréa Bezerra Pequeno Alustau, coordenadora do Caop do Meio Ambiente.

“O problema da água é sério e os infratores têm que se sentir intimidados a não cometerem o crime”, ressalta o diretor Técnico da Aesa, Porfírio Lourenço, que esteve na reunião, que contou ainda com a participação do procurador-geral de Justiça do MPPB, Bertrand de Araújo Asfora, e do diretor de Operações da Cagepa, José Mota Victor.

 

portalcorreio

Notificações de dengue caem 61,30% em seis meses na Paraíba

dengueDe 1º janeiro a 21 de junho deste ano, foram notificados 4.229 casos suspeitos de dengue na Paraíba, de acordo com o Boletim Epidemiológico nº 6. Destes, 876 foram descartados e 1.114 confirmados. Os demais casos (2.213) seguem em investigação, aguardando o encerramento por parte das secretarias municipais de saúde. Em relação ao número de notificações, houve uma redução de 61,30% (10.928 notificações), em igual período de 2013.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook
Foram notificados 19 casos de dengue com sinais de alarme, 17 confirmados e dois estão sendo investigados. Foram notificados e confirmados sete casos de dengue grave.

Dos 223 municípios paraibanos, 175 registraram a ocorrência de casos no sistema, enquanto 48 municípios não fizeram nenhuma notificação. Quanto ao número de óbitos, houve uma redução de 55% em relação ao ano passado. De acordo com as notificações, do início do ano até agora foram confirmados cinco óbitos, sendo dois em Campina Grande; um em Patos; um em Cruz do Espírito Santo e um em Cuité. No ano passado, neste mesmo período, foram registradas 11 mortes.

Exames na Paraíba

O Laboratório Central do Estado da Paraíba (Lacen), em parceria com a Universidade Federal da Paraíba, passou a realizar o isolamento viral desde o dia 1º de julho. Com isso, passaram a ser analisadas no Estado as amostras que eram enviadas para a Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

 

 

portalcorreio

Notificações da dengue ultrapassam 3 mil casos na Paraíba

A 19ª semana epidemiológica mantém redução no número de notificações de casos de dengue na Paraíba. De acordo com o boletim divulgado nesta segunda-feira (14) pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), no período que compreende até 11 de maio, foram notificados 3.201 casos, uma redução de 63,3% em comparação com o mesmo período de 2011, onde houve notificação de 8.702 casos.

De acordo com a Gerência de Vigilância em Saúde (Gevs), outro ponto de destaque é o atual Coeficiente de Incidência, que apresenta o número de 67,5 casos para cada cem mil habitantes, o que, segundo o Ministério da Saúde é um índice baixo, já que o MS considera como incidência baixa até 100 casos em cada cem mil habitantes.

Dos 3.201 casos notificados este ano, 657 já foram descartados e outros 1934 estão em investigação; 610 casos foram confirmados, sendo 571 de dengue clássica; 26 de dengue com complicações e 13 de febre hemorrágica da dengue. Não houve nenhum óbito por dengue.

A SES continua pedindo que a população aumente a vigilância, principalmente com o início das chuvas. A melhor forma de evitar a dengue é combater os focos de acúmulo de água parada, que são locais propícios para a proliferação do Aedes aegypti (mosquito transmissor da doença).

Secom/PB