Arquivo da tag: Notas

Notas indicam benefício a agência na maior licitação da gestão Temer

Planilhas da comissão de licitação do Banco do Brasil mostram que a agência de publicidade Multi Solution recebeu notas maiores do que duas concorrentes que, segundo os próprios julgadores, apresentaram as mesmas falhas que ela nas propostas de negócio que fizeram ao BB.

A empresa ficou com o primeiro lugar da concorrência que, como noticiado no último dia 25 de abril, teve o resultado antecipado pela Folha. O jornal recebeu informação de que a Multi Solution estaria entre as vencedoras quatro dias antes da abertura oficial dos envelopes que trariam a classificação.

Já na ocasião, foi dito que houve direcionamento dentro da estatal para garantir que a Multi Solution estaria entre as três empresas que dividiriam o contrato de até R$ 500 milhões por ano, prorrogável por até 60 meses. Isso totalizaria R$ 2,5 bilhões, sem calcular eventuais reajustes.

A concorrência é a de maior valor já realizada no governo Michel Temer.

A informação de que a Multi Solution estaria entre as vencedoras foi registrada pelo jornal em cartório na própria quinta-feira (20) e publicada em anúncio cifrado na seção de classificados no domingo anterior à abertura dos envelopes, dia 23 de abril.

Após a publicação da reportagem, o banco instaurou auditoria e suspendeu a homologação do resultado até a concluir as investigações.

A informação de que a Multi Solution foi menos penalizada pelos avaliadores consta de planilhas que estão anexadas no processo de licitação, colocado à disposição do público pelo BB após o jornal revelar que o resultado havia vazado para a reportagem.

Os papéis mostram que a subcomissão de licitação do Banco do Brasil deu notas maiores à Multi Solution em dois quesitos técnicos nos quais os próprios avaliadores apontaram problemas idênticos nas propostas de duas de suas concorrentes.

Ao avaliar a “capacidade de atendimento” das agências, os jurados disseram que a Multi Solution não informou “nenhum cliente com o porte do Banco do Brasil e poucos com porte similar”.

Disseram ainda que “não foi evidenciado, de forma completa, as quantidades e qualificações dos profissionais que estarão à disposição para execução dos serviços ao banco”. Por esses dois motivos,a Multi Solution recebeu nota 13,08 de um total possível de 15.

As mesmas justificativas constam da planilha de avaliação de outra empresa, a Calia. Ao julgar a agência, a subcomissão apontou os mesmos problemas, nos mesmos termos, linha por linha. A nota da Calia, porém, foi menor: 12 de um total possível de 15. A firma acabou ficando com a última colocação na licitação do BB.

A Multi Solution também perdeu menos pontos do que outra concorrente, a agência Heads, no quesito que avaliava relatos de soluções para problemas de comunicação.

Neste caso, os julgadores deram nota 9,5 de um total possível de 10 para a agência vencedora, justificando o desconto de meio ponto pela “baixa relevância” de um case apresentado como referência, a propaganda de uma marca de cadernos.

A mesma justificativa, resultado de ação de “baixa relevância” foi usado para descontar a Heads. Enquanto a Multi Solution perdeu 0,5 ponto, sua concorrente recebeu nota 8,75 de um total possível de 10, sofrendo um desconto de 1,25.

Ao final da abertura das notas, a Multi Solution acabou com a primeira colocação na concorrência, somando 91,58 pontos. A segunda colocada ficou mais de seis pontos atrás.

A Folha não conseguiu fazer contato com a Multi Solution neste domingo (7), mas em comunicado anterior a empresa rechaçou a hipótese de ter sido beneficiada na concorrência.

O presidente da agência, Pedro Queirolo, disse, na ocasião, por e-mail, que “de forma alguma [houve direcionamento]”. “Acreditamos que o novo momento que nosso país enfrenta é uma oportunidade para desenvolver um trabalho sério e competente também no setor público.” Sua empresa nunca prestou serviços a órgãos públicos. O BB seria o primeiro.

OUTRO LADO

Procurada, a assessoria de imprensa do Banco do Brasil emitiu nota na qual informa que “está aberta, até a próxima quarta-feira (10), a fase de apresentação de recursos referentes à licitação para contratação de agências de publicidade”. “Todos os questionamentos dos licitantes serão respondidos pela comissão responsável.”

A instituição ressaltou que está cumprindo os prazos previstos no edital da licitação, publicado em janeiro.

“O Banco do Brasil acrescenta que iniciou processo de auditoria interna para avaliar as etapas da licitação e condiciona a homologação final do processo à conclusão desta apuração.”

“Todas as propostas técnicas que foram apresentadas na licitação, junto com as respectivas notas atribuídas pela comissão responsável pela avaliação, estão disponíveis para consulta pública”, ressalta a instituição financeira ao final do texto.

A Multi Solution não foi encontrada neste domingo (7), mas em comunicado anterior negou favorecimento. Disse que a licitação do BB “veio para coroar os 20 anos de trabalho da agência, reconhecida por construir grandes cases no setor privado”.

MESMOS PROBLEMAS, NOTAS DIFERENTES
Planilhas detalham proposta de agência em licitação

PASSO A PASSO DA LICITAÇÃO

1. Formada por seis integrantes, a subcomissão de licitação responsável por dar notas às agências que concorreram no certame de publicidade do Banco do Brasil atuou em diversas etapas

2. Na primeira fase, os jurados analisaram o chamado plano de comunicação. Neste passo, avaliaram as propostas feitas por cada uma das 14 agências sem que os papéis tivessem logomarca que identificasse quem era o autor da proposta

3. Na fase seguinte, os julgadores divulgaram notas das propostas técnicas de cada agência. Nesta etapa, as agências deveriam propor e apresentar dados que certificassem sua:
> Capacidade de atendimento
> Repertório
> Relatos de cases de sucesso, em que tivessem conseguido dar soluções eficazes para problemas de comunicação

FALHAS

Editoria de Arte/Folhapress
MESMOS PROBLEMAS, NOTAS DIFERENTES Planilhas detalham proposta de agência em licitação
MESMOS PROBLEMAS, NOTAS DIFERENTES Planilhas detalham proposta de agência em licitação

> Em dois quesitos da proposta técnica –capacidade de atendimento e relatos de soluções de problemas de comunicação– os julgadores elencaram problemas na proposta da Multi Solution

> As mesmas falhas apontadas na proposta da Multi Solution foram indicadas em propostas formuladas por outras duas agências

> Em ambos os casos, as concorrentes receberam notas menores que as da Multi Solution

Editoria de Arte/Folhapress
MESMOS PROBLEMAS, NOTAS DIFERENTES Planilhas detalham proposta de agência em licitação
MESMOS PROBLEMAS, NOTAS DIFERENTES Planilhas detalham proposta de agência em licitação
Editoria de Arte/Folhapress
MESMOS PROBLEMAS, NOTAS DIFERENTES Planilhas detalham proposta de agência em licitação
MESMOS PROBLEMAS, NOTAS DIFERENTES Planilhas detalham proposta de agência em licitação

ENTENDA O CASO

20 de abril – o nome da primeira colocada em uma licitação para a conta de publicidade do Banco do Brasil é antecipado à Folha. A abertura dos envelopes que trariam o resultado, porém, estava marcada apenas para o dia 24

23 de abril – a Folha exibe anúncio cifrado informando que a Multi Solution seria a ganhadora da concorrência

24 de abril – Na concorrência de maior valor já realizada no governo Temer, a empresa fica em primeiro lugar em licitação para a conta de publicidade do banco. Outras duas agências foram selecionadas

25 de abril – A Folha publica reportagem mostrando que o resultado havia sido antecipado dias antes. No mesmo dia, o banco decidiu não homologar o resultado da licitação e auditoria é aberta.

Folha de São Paulo

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Enem 2016: resultado com as notas individuais é liberado

provas-do-enemEstudantes que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016 já podem acessar o resultado final das provas. A divulgação estava prevista para esta quinta-feira (19), mas o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) decidiu antecipá-la. Acesse o resultado do Enem 2016.

A partir desta quarta (18), os candidatos ficam sabendo quanto tiraram em cada uma das quatro provas do exame: ciências humanas, ciências da natureza, linguagens e matemática. Também terão acesso à nota da redação, cujo tema foi a intolerância religiosa no Brasil.

A correção do Enem é feita com base na metodologia da Teoria de Resposta ao Item (TRI), que não estabelece previamente um valor fixo para cada item. O valor de cada questão varia conforme o percentual de acertos e erros dos estudantes naquele item. Assim, um item que teve grande número de acertos será considerado fácil e, por essa razão, valerá menos pontos. O estudante que acertar uma questão com alto índice de erros, por exemplo, ganhará mais pontos por aquele item.

No final do ano passado, cerca de 6 milhões de candidatos fizeram o Enem em todo o país. As notas da prova podem ser usadas para pleitear vagas no ensino superior público pelo Sisu, bolsas no ensino superior privado pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Além disso, os candidatos com mais de 18 anos podem usar o Enem para receber a certificação do ensino médio.

Agência Brasil

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

ProUni: concorrência aumenta; medicina e direito têm maiores notas de corte

ProuniA concorrência no Programa Universidade para Todos (ProUni) aumentou, segundo dados divulgados pelo Ministério da Educação (MEC). Neste ano foram 15,3 candidatos para cada bolsa. No ano passado, a relação candidato por vaga foi 13,8 e, em 2014, 12,7. Ao todo, 1.599.808 estudantes inscreveram-se no programa.

As maiores notas de corte foram medicina, em Fortaleza, com 791,66 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem); direito em Araras, São Paulo, com 791,04; e medicina em Goiânia, com 789,712. As três notas foram registradas na ampla concorrência.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Houve também, entre as dez maiores notas de corte, duas que foram pelo sistema de cotas, medicina em Ubá, Minas Gerais com 785,02; e medicina em Juazeiro do Norte, Ceará, com 782,28. Os cursos tiveram, respectivamente, a quinta e a sexta maiores notas de corte.

Inscritos

De acordo com o balanço do MEC, a maioria dos inscritos é mulher (59,5%) e tem até 22 anos (65%). Do total de inscritos, 12.834 são pessoas com deficiência. Os candidatos são principalmente de São Paulo, estado origem de 290,5 mil inscritos, Minas Gerais (193 mil) e Bahia (114,6 mil).

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, explica que, por se tratar de oferta de bolsas em instituições particulares, os inscritos concentram-se também onde está o maior número de instituições, principalmente na Região Sudeste.

Cotas

Quase 40% das inscrições no ProUni foram para vagas reservadas para cotistas, revela o balanço do MEC. Ao todo, 1.599.808 pessoas se inscreveram no programa, para concorrer a bolsas no ensino superior. Como cada candidato podia fazer até duas opções de curso, o sistema registrou 3.108.422 inscrições, 1,2 mil no sistema de cotas.

O ProUni reserva, em processo seletivo, bolsas às pessoas com deficiência e aos autodeclarados pretos, pardos ou índios. O percentual de bolsas destinadas aos cotistas é igual àquele de cidadãos pretos, pardos e índios, por Unidade da Federação, segundo o último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O candidato cotista também deve se enquadrar nos demais critérios de seleção do programa.

Matrícula

Os estudantes selecionados na primeira chamada têm até 1º de fevereiro para comprovar as informações na instituição para a qual foram selecionados. “Quem não se apresentar na instituição perde a vaga e dará lugar a outro. Com a concorrência grande, os estudantes devem estar atentos para fornecer todas as informações necessárias”, alerta Mercadante.

A segunda chamada será divulgada no dia 12 de fevereiro e a comprovação das informações dos pré-selecionados nesta etapa deverá ser feita até o dia 18. Quem não for pré-selecionado em nenhuma das duas chamadas poderá entrar na lista de espera, exclusivamente para o curso correspondente à primeira opção. O interesse em participar da lista de espera deve ser manifestado pelo candidato entre 26 e 29 de fevereiro, na página do ProUni.

Por meio do programa, estudantes concorrem a bolsas de estudos parciais e integrais em instituições particulares de educação superior, com base na nota do Enem. Na primeira edição de 2016, o programa ofertou 203.602 bolsas para 30.931 cursos.

Agência Brasil

Mais transparência: sobe para 210 o número de prefeituras com notas acima de cinco

As prefeituras paraibanas estão com mais transparência. É o que aponta o relatório do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que coordena o Fórum Paraibano de Combate à Corrupção (Focco). Segundo os dados, o número de prefeituras com notas acima de cinco nas avaliações do órgão subiu 37,25%. Enquanto em abril eram 153 com essa pontuação, em novembro já são 210. Os dados foram apresentados nesta quarta-feira (18).

O levantamento também mostra que as prefeituras de 204 dos 223 municípios paraibanos já dispõem de Serviço de Informação ao Cidadão, de modo eletrônico. O chamado SIC também existe de forma presencial em 167 cidades. O serviço é uma das principais exigências da Lei de Acesso à Informação, que este mês completa quatro anos de vigência. Apenas dois municípios – Riachão do Bacamarte e Várzea – estão, até hoje, sem portais de transparência.

melhor_transparência

Ao apresentar, no início da sessão do Pleno, as conclusões da análise feita nos portais de transparência das prefeituras e câmaras municipais por uma equipe de 30 técnicos do Tribunal, o vice presidente da Corte, conselheiro André Carlos Torres, destacou que essas avaliações – ao todo já são sete – têm contribuído, de forma pedagógica, para facilitar o acesso do cidadão às informações e dados públicos.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A análise leva em conta critérios relacionados a conteúdo, frequência de atualização e usabilidade (navegabilidade) dos portais e tem, inclusive, ajudado os próprios gestores a melhorar as ferramentas de acesso aos dados públicos, os credenciando a obter melhores notas nas próximas avaliações de transparência.

piores_transparência

O tempo de atualização das informações nos portais, relativas às despesas, também melhorou. Conforme o diagnóstico, 68 das prefeituras – 30% do total – já conseguem atualizar esses dados de dois a sete dias. E apenas 11 demoram mais de 60 dias para fazê-lo. O diagnóstico mostrou, em relação às câmaras municipais, que em julho de 2013 havia 20 delas com sites e portais de transparência e, atualmente, são 100. Quanto ao Estado, a avaliação concluiu por pontuação final com nota 9,09.

Ao concluir a apresentação, o conselheiro André Carlo destacou que não pode haver relaxamento, por parte de todos os órgãos de controle externo, nas suas atividades de acompanhamento e fiscalização da transparência pública. E todos devem, também, continuar promovendo ações pedagógicas, junto aos gestores e aos cidadãos, sobre a importância do acesso da população aos dados e informações públicas. Citou, como exemplo, a mostra pública sobre transparência programada para 9 de dezembro, no Ponto de Cem Réis, na Capital, por ocasião do Dia Internacional de Combate à Corrupção.

 

 

correiodaparaiba

Escolas de município paraibano ultrapassam notas do IDEB previstas apenas para 2021

Reprodução/INEP
Reprodução/INEP

O município de Bernardino Batista, no Sertão da Paraíba, atingiu a nota de 4,6 no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), no ano de 2013, referentes às primeiras séries do Ensino Fundamental, que tinham como meta a nota de 3,3. O resultado ficou 1,3 pontos acima da meta, ultrapassando também, com sete anos de antecipação, a nota prevista pelo Ministério da Educação para o município no ano de 2021, que é de 4,5. Os dados foram divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP).

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Em comparação com as notas das escolas municipais dos dois principais centros de educação da Paraíba, as cidades de João Pessoa e Campina Grande, que conseguiram atingir as metas projetadas para 2013, de 4,5 e 4,2 pontos, respectivamente, os resultados obtidos pelo município de Bernardino Batista demonstram a eficácia da educação inicial para os estudantes da pequena cidade sertaneja.

A secretária de educação do município Bernardino Batista, Rita de Cássia, destacou e agradeceu o empenho dos professores e demais profissionais da rede. “O resultado só foi possível com o trabalho cotidiano e sistemático dos gestores das escolas e da equipe, junto com os professores, focados na aprendizagem dos conteúdos”, disse.

Confira aqui as notas do IDEB nos demais municípios da Paraíba.

 

portalcorreio

Proprietário diz ter recebido 10 notas de R$ 50 falsas na Paraíba e polícia investiga

PoliciaO proprietário de uma casa lotérica da cidade de Diamante (localizada no Sertão do estado, a 450 km de João Pessoa) denunciou à Polícia Civil da microrregião de Itaporanga o recebimento de cédulas de dinheiro falso na correspondente bancária. Segundo ele, dez notas de R$ 50 foram aplicadas no local no fim da semana passada.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A circulação de dinheiro falso em Diamante também foi denunciada por um comerciante da cidade, que afirma de ter recebido cédulas de R$ 20 falsificadas de um de seus clientes.

De acordo com o delegado de Itaporanga, Cristiano Santana, a polícia já abriu inquérito para investigar o caso e as pessoas prejudicadas pelo repasse de notas falsas serão ouvidas nesta quarta (24) e quinta-feira (25).

A autoridade policial informou ao Portal Correio que já convocou os proprietários da casa lotérica e do estabelecimento comercial para depor na delegacia de Itaporanga.

“Ainda não sabemos ao certo o quanto de dinheiro falso circula pela cidade, mas já abrimos inquérito para investigar o caso. Vamos ouvir as pessoas que receberam as notas falsificadas e depois iniciaremos as buscas dos responsáveis pelo repasse do dinheiro”, disse Cristiano Santana.

O delegado lembrou ainda que posse de dinheiro falsificado é crime e orientou a população quanto a procedimentos que devem ser tomados em caso de recebimento de uma cédula falsa. “A única forma que a pessoa tem de se isentar da responsabilidade é entregar o dinheiro e prestar queixa a uma delegacia. Após o registro do Boletim de Ocorrência, a polícia encaminha a nota para um banco, que, por sua vez, a repassa para o Banco Central”.

 

portalcorreio

Notas dos estudantes da PB ficam abaixo da média proposta pelo Inep

EducaçãoA Paraíba deixou de cumprir a maior parte das metas propostas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) para os ensinos fundamental e médio das escolas públicas e privadas em 2013, conforme apontou o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). O levantamento foi divulgado nesta sexta-feira (5) e mostra desempenho dos estudantes do estado. A última auditoria havia sido realizada em 2011.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Foram avaliados alunos do 5º e 9º ano do ensino fundamental e 3º ano do ensino médio. Os maiores avanços foram verificados entre estudantes da rede privada. A média mais alta foi obtida pelos estudantes do 5º ano: 6.0, tendo crescido um décimo em relação a 2011; dois se comparado aos resultados de 2009; e cinco a mais que em 2007. Já os estudantes do 9º ano mantiveram a média obtida no relatório anterior: 5.5 (dois décimos a menos que em 2009).

No ensino médio, houve queda da nota. Estudantes tiveram média de 5.1, contra o 5.3 e 5.4 registrados em 2011 e 2009. Em todos os casos, as médias foram inferiores as metas projetadas pelo Inep.

Resultado do Ideb - escolas particulares

A rede estadual de ensino, por sua vez, cumpriu a meta estabelecida para o 5º ano. Média conquistada pelos estudantes foi 4.2, enquanto meta era 4.1. Nessa série, a Paraíba avançou dois décimos em relação a 2011 e cinco se a comparação for com 2009. Os resultados do 9º ano fundamental e 3º ano médio, no entanto, ficaram abaixo da média estabelecida pelo Inep. Dados projetavam média 3.4 e 3.2 para estudantes do 9º e 3º ano, respectivamente, mas nota registrada por ambos foi 3.0.

Resultado do Ideb - escolas públicas estaduais

Escolas das redes municipais cumpriram meta estabelecida para o 5º ano e quase atingiram a nota ideal para o 9º. No primeiro caso, média registrada foi 4.2, contra o 3.8 proposto pelo Inep. Já no 9º ano a nota observada foi 3.2, enquanto a meta era 3.3.

Resultado do Ideb - escolas públicas municipais

Criado em 2007 pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o Ideb tem o objetivo de medir a qualidade do aprendizado nacional e estabelecer metas para a melhoria do ensino no país. O indicador é divulgado a cada dois anos e é calculado a partir de dois componentes: a taxa aprovação e as médias de desempenho dos alunos nas avaliações aplicadas pelo Inep. A partir desses dados são calculados o Ideb de cada escola, rede de ensino, município e estado, além da média nacional.

 

portalcorreio

Mais de 50 postos são notificados para apresentação de planilha e notas fiscais

gasolinaA Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-JP) continua a notificar postos de combustíveis em João Pessoa, com suspeita de padronização de preços, para que apresentem planilha e notas fiscais do produto dos últimos três meses. Desde o início de agosto, mais de 50 estabelecimentos receberam a notificação.

A Secretaria também já expediu documento para entidades, instituições e Ministério Público convidando para uma reunião na manhã do dia 5 de setembro, na sede do Procon-JP, com o objetivo de criar um grupo de estudo multidisciplinar para avaliar os valores que vem sendo praticados na Capital.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

De acordo como o secretário Helton Renê, já estão sendo analisados os documentos solicitados nas notificações que foram entregues ao Procon-JP pelos donos de postos de combustíveis. “Os postos estão enviando planilhas e notas fiscais para podermos avaliar se existe aumento abusivo do preço do combustível, além da uniformização dos valores. As pesquisas realizadas pelo órgão estão nos dando subsídios para todas as questões referentes aos preços do produto em João Pessoa”.

Sobre a reunião do dia 5 de setembro, cujo objetivo é a criação do grupo de estudo multidisciplinar para analisar os preços dos combustíveis, Helton Renê informou que foram convidados representantes do Conselho Regional de Economia da Paraíba, Departamento de Economia da Universidade Federal da Paraíba, Federação do Comércio (Fecomercio), Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis e Derivados de Petróleo do Estado da Paraíba (Sindipetro), Ministério Público e distribuidoras de combustíveis.

“Esta Mesa de Diálogo terá uma grande importância na defesa dos interesses dos cidadãos pessoenses no que se refere aos preços de combustíveis, uma vez que os altos preços, e/ou sua uniformização, podem trazer sérios prejuízos ao orçamento doméstico das pessoas, além de se constituir em uma afronta aos direitos do consumidor”, disse o secretário.

Fonte: Secom/JP

Homem é preso com talões de cheques e notas falsas adquiridas em feira livre na Paraíba

notas falsasNa madrugada deste sábado (28), um comerciante de 33 anos, natural da cidade de Tibau do Sul, no litoral Sul potiguar, foi preso com mais de R$ 1 mil em notas falsificadas. Segundo o capitão Fábio Sandrine, comandante da Polícia Militar na região, o suspeito foi detido durante uma barreira de fiscalização montada na cidade de Goianinha. “As cédulas, todas de R$ 50, têm papel e coloração diferentes. Trata-se de uma falsificação grosseira”, afirmou o oficial. Além das notas, com o suspeito também foram apreendidos vários talões de cheques de bancos diferentes.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook
Ainda de acordo com o capitão, o suspeito foi parado na barreira por volta de 1h40, quando os policiais fizeram uma revista no veículo em que ele estava e o questionaram sobre a procedência do dinheiro.

“Ele ficou muito nervoso. Então desconfiamos do comportamento dele, até percebermos que havia algo errado. Foi quando ele admitiu que o dinheiro era falsificado e afirmou que teria adquirido as notas em João Pessoa, na Paraíba”, detalhou Sandrine. “Ele disse também que conseguiu as cédulas por meio de um ex-presidiário que ele conheceu numa feira livre da capital paraibana”, acrescentou Sandrine.

Após o flagrante, o comerciante foi conduzido para a superintendência da Polícia Federal, em Natal.

Redação com G1

Jovem é preso após efetuar compras no comércio de Areia com notas falsas

Um jovem de 20 anos de idade identificado como sendo Wagner Alves Ferreira, foi preso nessa quarta-feira (2), após aplicar golpes em comércio da cidade de Areia, Brejo paraibano, utilizando notas falsas. Ele foi preso com R$ 500 em notas clandestinas.

De acordo com o tenente Ícaro, comandante do Pelotão de Polícia Militar da cidade, a polícia foi acionada após um comerciante perceber que Wagner Alves efetuou uma compra em seu estabelecimento efetuando o pagamento com notas falsas.

Os policiais iniciaram diligências para localizar o acusado e conseguiram prendê-lo horas depois dentro de um outro estabelecimento, tentando aplicar mais um golpe. Durante depoimento, Wagner Alves revelou que as notas são oriundas da cidade de Campina Grande, Agreste paraibano.

Investigações iniciais apontam que outras pessoas possam estar envolvidas no crime agindo nas cidades de Campina Grande e João Pessoa. O acusado foi encaminhado para a sede da Delegacia de Polícia Federal de Campina.

Fotos: Portal Mídia.Net

Hyldo Pereira, com o Portal Midia.Net