Arquivo da tag: Nilton Santos

Botafogo vence o Sport no Nilton Santos e volta ao G6 do Brasileirão

O Botafogo fez valer o mando de campo e venceu por 2 a 1 o Sport, nesta segunda-feira, no Nilton Santos, pelo Campeonato Brasileiro. Com o resultado, os alvinegros chegaram a 22 pontos e vão dormir na zona de classificação para a Libertadores. Já os pernambucanos viram sua sequência positiva chegar ao fim, permanecem com 20 e fora do G-6.

O jogo começou em ritmo acelerado. O Botafogo abriu o placar com um minuto através de Rodrigo Lindoso. O Sport não se intimidou e empatou em seguida, com Rithely. Os donos da casa só conseguiram chegar ao gol da vitória na etapa final, com Guilherme, para garantir mais três pontos na classificação da Série A.

Na próxima rodada, o Botafogo terá pela frente o Atlético-PR, em Curitiba, nesta quinta-feira. No mesmo dia, o Sport vai receber o lanterna Atlético-GO, na Ilha do Retiro.

O jogo – O Botafogo começou com tudo a partida e abriu o placar logo com um minuto. Após cobrança de falta na área, Joel Carli desviou e Rodrigo Lindoso só teve o trabalho de colocar para a rede. A bola ainda resvalou em Roger, que estava impedido, antes de entrar, mas a arbitragem nada marcou.

Mesmo depois do gol, os donos da casa seguiram com a vocação ofensiva. Tanto que aos seis minutos, Rodrigo Pimpão arriscou de fora da área e assustou o goleiro Agenor. Só que a resposta do Sport veio em grande estilo. Em outra cobrança de falta na área, a bola chegou em Durval. O zagueiro chutou, Jefferson fez a defesa, mas Rithely pegou o rebote para finalizar para a rede e igualar o placar no Nilton Santos.

Após o início movimentado, as duas equipes melhoraram a marcação e passaram a impedir a criação de boas jogadas do adversário. Mesmo assim, tanto Botafogo quanto Sport não abdicaram da busca pelo gol. Os pernambucanos tinham mais posse de bola e quase viraram o jogo aos 19 minutos. Everton Felipe cruzou rasteiro pela direita, Diego Souza fez o corta-luz para André finalizar com perigo.

O Botafogo não se intimidou com o lance e respondeu aos 32 minutos. Rodrigo Pimpão recebeu lançamento pela esquerda, chutou cruzado, mas viu Agenor se esticar para fazer a defesa. Os alvinegros voltaram a criar boa chance sete minutos depois. João Paulo cruzou para a área, Rodrigo Pimpão dominou e chutou para grande defesa do goleiro pernambucano.

Nos minutos finais, o jogo ficou aberto. Enquanto o Sport tinha mais posse de bola, o Botafogo era mais perigoso nos contra-ataques. Os alvinegros desperdiçaram a chance de ir para o intervalo quando Marcos Vinícius recebeu passe de Roger, mas chutou sobre o travessão, na última oportunidade da etapa inicial.

No segundo tempo, o Sport voltou melhor e permaneceu tendo o domínio da partida, principalmente pela boa marcação na saída de bola carioca. Só que foi o Botafogo que criou a primeira boa chance, aos nove minutos. João Paulo cobrou falta, a bola desviou na barreira e obrigou Agenor a fazer grande defesa.

Com o passar do tempo, os donos da casa melhoraram e passaram a ter o controle da bola. O Botafogo quase chegou ao segundo aos 22 minutos, em bola cabeceada por Rodrigo Pimpão que parou novamente em Agenor. Só que aos 24 não teve jeito. Guilherme foi lançado na área e chutou cruzado para a rede.

O revés obrigou o Sport a buscar o ataque com mais intensidade, mas viu o Botafogo aproveitar os espaços para contra-atacar. Os cariocas tiveram a chance de marcar o terceiro aos 29 minutos. João Paulo recebeu passe de Roger, dominou no peito e, sem deixar a bola cair, finalizou no travessão.

Somente nos minutos finais, os visitantes esboçaram uma pressão em busca do empate, mas permaneceram tendo problemas no setor ofensivo. O Botafogo preferiu recuar e administrou o resultado até o apito final.

FICHA TÉCNICA 

BOTAFOGO 2 X 1 SPORT

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 17 de julho de 2017, segunda-feira

Horário: 20h (de Brasílai)

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro – MG (FIFA)

Assistente: Guilherme Dias Camilo – MG (FIFA) e Pablo Almeida da Costa – MG (CBF)

Renda: R$ 381.865,00

Público: 15.309 pagantes

Cartões amarelos: Roger, Gilson e Leandrinho (Botafogo); Mena, Sander e Samuel Xavier (Sport)

GOLS: 

BOTAFOGO: Rodrigo Lindoso, a 1min do primeiro tempo; Guilherme, aos 24min do segundo tempo

SPORT: Rithley, aos 7min do primeiro tempo

BOTAFOGO: Jefferson, Arnaldo (Luís Ricardo), Joel Carli, Igor Rabello e Gilson; Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes e João Paulo; Marcos Vinícius (Guilherme), Rodrigo Pimpão e Roger (Leandrinho)

Técnico: Jair Ventura

SPORT: Agenor, Samuel Xavier, Henriquez, Durval e Sander; Patrick (Thalysson), Rithely, Everton Felipe (Juninho), Mena (Lenis) e Diego Souza; André

Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Gazeta Esportiva

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Decisão do TJD-RJ obriga final no Nilton Santos; Flu será o mandante

engenhaoO presidente do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) determinou que a final da Taça Guanabara seja realizada no Estádio Nilton Santos. Segundo o despacho de Marcelo Jucá publicado no site da Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj), apenas o Engenhão atende os requisitos preliminares para a realização da partida. Ele citou ainda o ”estado de precariedade do Maracanã”, que receberá a estreia do Flamengo na Libertadores no dia 8, e estipulou em R$ 300 mil a multa para o não cumprimento da liminar. Pouco depois, a Ferj confirmou o estádio do Botafogo como palco da decisão.

– A medida se fez necessária tendo em vista o notório estado de precariedade do Maracanã, não podendo a Ferj marcar esta partida em outra arena, que não seja a Nilton Santos, ainda mais pelo fato de existir regra expressa no regulamento que trata da hipótese dos autos. Sendo assim, concedo a liminar requerida, no sentido de que a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro se abstenha de indicar o Estádio do Maracanã para receber a partida final da Taça Guanabara, sob pena de multa no valor de R$ 300.000,00 (trezentos mil reais), devendo a aludida contenda ser realizada no Estádio Nilton Santos – descreveu Jucá em seu despacho.

Após sorteio na sede da Ferj na tarde desta quarta-feira, o Tricolor terá o mando de campo da decisão. Isso significa que caso seja mantida a liminar de torcida única, só os torcedores do Flu terão acesso ao estádio. A necessidade de definir o mandante é prevista no artigo 19 do regulamento da competição. Nesta quinta, haverá uma audiência para buscar um acordo em relação à questão da torcida única.

Globoesporte.com

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br