Arquivo da tag: Nicodemos

Pedrinho Batista repudia declaração do vereador Nicodemos contra base aliada ao prefeito Douglas em Bananeiras

pedrinhoNa noite da última terça-feira (18) o vereador Pedrinho Batista, fez uso da tribuna e em seu discurso fez alusão a rede social do vereador líder da oposição Nicodemos Costa. O vereador Pedrinho Batista (foto 1), inicia sua fala relatando sua trajetória: – “Eu trabalho desde os 16 anos, eu construí uma família, eu tenho curso superior com meu esforço meus estudos, hoje tenho uma profissão, fruto de meu esforço”… Falando também que se propôs a ser vereador de Bananeiras e é vereador pela vontade soberana do povo, e que estar na Câmara Municipal para representar os bananeirenses, através dos votos que obteve no último pleito e não por um coeficiente.

Nicodemos Costa
Nicodemos Costa

No auge do discurso Pedrinho Batista, diz que acompanha as redes sociais dos colegas vereadores da “Casa Odom Bezerra”. Declarando que muitos brasileiros não estão preparados para usar as sociais, uma ferramenta importante de divulgações de seus feitos e apresentação da vida social. Em meio ao discurso fala da infelicidade que o reportou na última semana ao observar a rede social e ver como o vereador Nicodemos Costa, vem tratando os oito vereadores da situação que tiveram o desprazer de dá-lhes o codinome de “Vereadores lagartixa”.

Pedrinho Batista indaga a Nicodemos e demais presentes se votar projetos importantes para a população, lutar para que escola não caia em decadência que ela se mantenha, uma escola que é referência, votar no município tenha um departamento de trânsito e que esse seja municipalizado no futuro, isso é ser Lagartixa? _”Ai eu pergunto a população de Bananeiras… eu lhes contei uma parte da minha trajetória, eu não cheguei aqui para ser chamado de lagartixa, de forma alguma e nem para estar embaixo dos pés do perfeito. Quem me colocou aqui, foi a vontade soberana do povo de Bananeiras, então eu PEÇO o respeito, eu EXIGO respeito, essa é a minha Educação, é assim que eu os tratos, então é assim que eu quero ser tratado. Eu não admito de forma alguma ser taxado de lagartixa, eu não faço isso. Quando eu voto aqui um projeto, um requerimento, eu voto com responsabilidade, eu lembro dos 674 votos que tive, eu os carrego aqui em meus ombros, então não posso ser “IRRESPONSÁVEL”.

Assessoria para o Focando a Notícia

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Monsenhor Nicodemos é eleito novo Administrador da Diocese de Guarabira

nicodemosDurante uma reunião realizada nesta terça feira, 19 de setembro de 2016, na Cúria Diocesana foi eleito como Administrador Diocesano o Monsenhor José Nicodemos Rodrigues de Sousa, que é membro do Colégio dos Consultores e Pároco da Paróquia Nossa Senhora da Conceição em Areia e Administrador Paroquial da Paróquia Nossa Senhora do Patrocínio – Remígio. O nome escolhido para tal cargo foi dado e eleito logo no primeiro turno dos votos. O Presbítero ficará à frente dos trabalhos Pastorais e Administrativos da Diocese.

Na Igreja Católica, um Administrador Apostólico ou Administrador Diocesano é um presbítero ou um bispo, que administra uma diocese que se encontra em situação de sede vacante, ou seja, sem bispo ou arcebispo residente. Quando o administrador é designado pelo Papa é chamado de Apostólico, quando diferentemente é designado pelos padres da sede (que é o caso de Guarabira), é chamado Diocesano.

Dom Lucena, foi o Terceiro Bispo que passou pela Diocese de Guarabira, onde comandou os trabalhos durante oito anos. No mês de julho do decorrente ano ele foi transferido para a Diocese de Nazaré, em Nazaré da Mata – PE.

Pascom

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

FCJA lança livro sobre o Acervo José Pedro Nicodemos e expõe peças de antiquários

A Fundação Casa de José Américo, órgão da Secretaria de Estado da Cultura, lançará o livro Acervo José Pedro Nicodemos – Inventário Bibliográfico, de autoria dos pesquisadores Francisco de Assis Vilar e Nadígila da Silva Camilo, nesta quarta-feira (5.9), às 18h30. Na ocasião haverá uma exposição de antiguidades pelos antiquários de Juliana Freire e Lynaldo Cavalcanti de Albuquerque.
O Acervo Bibliográfico foi doado pelos familiares do historiador, pesquisador e professor José Pedro Nicodemos à Fundação Casa de José Américo, em 2008, composto por mais de mil e quinhentos títulos de livros, folhetos, obras de referências e periódicos de todas as áreas das ciências humanas e está incorporado ao acervo da Biblioteca Dumerval Trigueiro Mendes. O livro é dividido em três partes: reflexão teórica, analisando o conteúdo bibliográfico; estudo técnico e analítico do acervo; composição de uma lista com o conteúdo bibliográfico.
Os autores do livro, Assis e Nadígila, destacam a importância do conteúdo do acervo por conter uma diversidade de assuntos relacionados à história e à historiografia brasileira e paraibana. A apresentação é assinada pelo presidente da Fundação Casa de José Américo, Flávio Sátiro Filho, que destaca o papel do Governo do Estado, através da Secult e FCJA, “em preservar a história e a memória do seu povo, seja com publicações, pesquisas e eventos, ou com a disseminação de ações de valor”. O historiador José Octávio de Arruda Mello escreveu as orelhas do livro.

Exposição – Por meio de objetos antigos é possível conhecer a maneira de viver e os hábitos de um povo numa determinada época. O público poderá conferir na exposição de antiquários, desde biscuits, imagens sacras, peças em prata, bronze, louças de porcelana, opalinas, cristais, mobiliários em vários estilos, dentre outras curiosidades.

Pedro Nicodemos – Natural de Ribeirão, na zona da mata pernambucana, tornou-se um homem de letras.  Formou-se pela Faculdade de Direito de Recife, atuou na Procuradoria Geral do Estado, fundou o Instituto Moderno de Mamanguape, foi pró-reitor da UFPB, professor de diversas instituições e atuou como ativista cultural.

Os autores

Francisco de Assis Vilar é geógrafo com pós-graduação em Geografia e Gestão Territorial pela UFPB, pesquisador da Fundação Casa de José Américo, funcionário público de carreira e bibliófilo. Trabalha na Biblioteca Dumerval Trigueiro Mendes, contribuindo no projeto de reorganização da Biblioteca Particular de José Américo, fazendo a seleção de obras raras.

Nadígila da Silva Camilo é bibliotecária, especialista em Gestão em Unidades de Informação pela UFPB, MBA em Gestão Estratégica de Pessoas no Serviço Público pela UEPB/Espep. Como gestora pública participou como coordenadora de planejamento e organização nos setores de trabalhos acadêmicos e de periódicos no SIB – Sistemas Integrado de Bibliotecas da UEPB. Atualmente é bibliotecária na Fundação Casa de José Américo e responde pelo cargo de Diretora das Bibliotecas Dumerval Trigueiro Mendes e José Américo de Almeida.

Fátima Farias-Assessora de comunicação social da FCJA para o Focando a Notícia