Arquivo da tag: Nenê

Fluminense anuncia acerto com Nenê até o fim de 2020; apresentação será no Maracanã

Nenê, enfim, foi anunciado oficialmente pelo Fluminense. O meia de 37 anos é a segunda contratação do clube para o segundo semestre, a segunda da gestão Mário Bittencourt e Celso Barros. Depois de acertar a rescisão amigável com o São Paulo na última sexta, o jogador assinou nesta segunda-feira com o Tricolor até o fim de 2020. O jogador usará a camisa 77.

O novo reforço já está no Rio de Janeiro. Nenê chegou no início da tarde desta segunda e falou sobre os desafios no novo clube, da parceria com Ganso à briga pelo título da Sul-Americana. O novo reforço será apresentado ainda nesta noite, às 19h, no Maracanã. Uma hora depois, o Flu enfrenta o Ceará pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Nenê, novo reforço do Fluminense — Foto: Fred Gomes

Nenê, novo reforço do Fluminense — Foto: Fred Gomes

O Fluminense já havia tentado contratar Nenê no começo do ano, ainda na gestão de Pedro Abad. O nome do meia agrada ao técnico Fernando Diniz. Na época, porém, o jogador havia voltado a ganhar oportunidades no São Paulo e, com a chegada de Ganso para o meio de campo e as restrições financeiras do clube carioca, a negociação acabou esfriando.

Com a chegada de Cuca para comandar o São Paulo, Nenê saiu dos planos do time paulista para o 2º semestre. Com vínculo até o fim da temporada e podendo assinar um pré-contrato com outros clubes, ele foi liberado para buscar um novo destino e as conversas com o Fluminense foram retomadas.

O último jogo de Nenê pelo São Paulo foi no empate por 1 a 1 com o Atlético-MG, antes da parada para a Copa América. No total, o meia fez 16 jogos e não marcou na temporada, mas foi o líder do tricolor paulista em assistências, com cinco passes para bolas na rede. Ele vinha trabalhando separadamente com um preparador físico no CT da Barra Funda.

Meia ainda não fez gol na temporada — Foto: Marcos Ribolli

Meia ainda não fez gol na temporada — Foto: Marcos Ribolli

Além dele, a nova diretoria do clube, do presidente Mário Bittencourt e do vice Celso Barros, trouxe também o goleiro Muriel. O Flu continua no mercado, em busca de um zagueiro e um lateral-esquerdo.

Nenê já defendeu, além do São Paulo, Vasco, Al-Gharafa, West Ham, PSG, Monaco, Espanyol, Celta, Alavés, Alavés, Santos, Palmeiras, Paulista, além de ter atuado nas bases de Bahia e Corinthians.

GE

 

Com gol de Nenê no fim, Vasco vence o Fluminense de virada

Na abertura da terceira rodada, o Vasco fez valer o mando de campo e venceu o Fluminense por 3 a 2, neste sábado, em São Januário. O gol da vitória cruzmaltina veio nos acréscimos, com Nenê. Com o resultado, os vascaínos chegaram a seis pontos, os mesmos dos tricolores, que perderam a invencibilidade no Campeonato Brasileiro.

Foto: Futura Press

O Vasco dominou o primeiro tempo e foi com a vantagem no placar para o intervalo após o gol de Luís Fabiano. Já no segundo tempo, o Fluminense veio melhor e conseguiu a virada em dois gols de pênalti de Henrique Dourado. Só que os cruzmaltinos empataram com Manga Escobar. Nos acréscimos, Nenê marcou o terceiro e deu a vitória aos donos da casa.

Na próxima rodada, o Vasco vai até Porto Alegre para encarar o Grêmio, em Porto Alegre, no domingo. No dia anterior, o Fluminense recebe o Vitória, no Maracanã.

O jogo – Empurrado pela torcida, o Vasco começou melhor a partida, principalmente por conta da forte marcação sobre o Fluminense desde o campo de defesa. Só que a primeira finalização da partida aconteceu somente aos 12 minutos. Após bola rebatida para frente da área, Jean arriscou de longe, mas parou em Diego Cavalieri.

O panorama da partida seguia o mesmo, com os donos da casa mostrando mais vontade em campo, mas com dificuldade em criar boas jogadas. Só que aos 26 minutos, o Vasco abriu o placar em São Januário. Yago Pikachu cruzou pela esquerda na cabeça de Luís Fabiano, que colocou para a rede.

Mesmo depois do gol, os vascaínos mantiveram o ritmo e não deixaram o Fluminense avançar em busca do empate. No entanto, a partida ficou muito centralizada entre as intermediárias. Os tricolores só chegaram com perigo aos 39 minutos. Após cobrança de escanteio, Nogueira cabeceou para o chão, viu a bolar quicar e bater no travessão.

Nos minutos finais, o Fluminense conseguiu equilibrar o confronto. Só que os tricolores seguiam tendo problemas para chegar próximo ao gol. O Vasco preferiu recuar e administrar o resultado até o intervalo.

No segundo tempo, o Fluminense voltou melhor e criou sua primeira boa chance aos dez minutos. Gustavo Scarpa arriscou de longe e obrigou Martín Silva a fazer a defesa em dois tempos. Só que no minuto seguinte os tricolores chegaram ao empate. Em lançamento na área, a bola bateu na mão de Jean e o árbitro marcou pênalti. Henrique Dourado cobrou com categoria, sem chance para o goleiro vascaíno.

O Vasco até tentou equilibrar as ações após o revés, mas foi o Fluminense que virou aos 18 minutos. Gilberto derrubou Richarlison na área e o árbitro marcou mais um pênalti. Henrique Dourado cobrou novamente para deixar os visitantes a frente em São Januário.

Após a virada, o Fluminense recuou e viu o Vasco passar a pressionar em busca do empate. Não demorou muito para os cruzmaltinos chegarem ao segundo gol. Aos 29 minutos, Manga Escobar, que havia entrado pouco minutos antes, recebeu na área, passou por um marcador e chutou cruzado, sem chance para Diego Cavalieri.

Depois, o clássico ficou movimentado, com as duas equipes em busca da vitória. O Fluminense tinha mais posse de bola, mas pouco incomodava Martín Silva. O Vasco buscava os contra-ataques e chegou a vitória aos 48 minutos. Nenê recebeu passe na área e chutou cruzado para a rede para a alegria da torcida e dar números finais em São Januário.

No final da partida, ‘Manga’ Escobar recebeu a bola na entrada da área, tentou fazer o corte e ela sobrou para Nenê, que saiu cara a cara com o goleiro e marcou o gol da vitória.

FICHA TÉCNICA

VASCO-RJ 3 X 2 FLUMINENSE-RJ

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 27 de maio de 2017 (Sábado)

Horário: 16h(de Brasília)

Árbitro: Raphael Claus (Fifa-SP)

Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (Fifa-SP)

Renda: R$ 700.560,00

Público: 19.082 pagantes

Cartões amarelos: Luís Fabiano e Jean (Vasco); Douglas e Marquinho (Fluminense)

GOLS

VASCO: Luís Fabiano, aos 26min do primeiro tempo; Manga Escobar, aos 29min segundo tempo

FLUMINENSE: Henrique Dourado, aos 11 e 18min do segundo tempo

VASCO: Martín Silva, Gilberto, Breno, Paulão e Henrique; Jean, Douglas, Yago Pikachu (Nenê), Mateus Vital (Muriqui) e Kelvin (Manga Escobar); Luis Fabiano

Técnico: Milton Mendes

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Lucas, Nogueira, Henrique e Léo; Jefferson Orejuela, Wendel, Douglas (Marcos Júnior), e Gustavo Scarpa (Marquinho); Richarlison (Maranhão) e Henrique Dourado

Técnico: Abel Braga

Gazeta Esportiva

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Nenê volta a marcar, Vasco vence Bragantino e ameniza crise nos bastidores

Nelson Costa/Vasco.com.br
Nelson Costa/Vasco.com.br

Em momento delicado na temporada, o Vasco fez o seu papel e venceu o Bragantino por 2 a 1 neste sábado, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. A partida é simbólica, pois além de ser fundamental na briga pelo acesso significou o fim do jejum de Nenê, que estava há onze jogos sem marcar na Série B. Além de amenizar a crise vivida entre clube e torcida, que chegou a invadir o treinamento durante a semana para cobrar os atletas.

Com o resultado, o Vasco chega aos 62 pontos e reassumiu a vice-liderança da Série B. O Cruzmaltino volta a campo no próximo sábado, quando visitará o Criciúma, em Santa Catarina.

Andrezinho se junta a Martin e aumenta lista de desfalques do Vasco

Além de Martin Silva, com a seleção uruguaia, o técnico Jorginho teve um problema de última hora. Andrezinho sentiu dores no joelho direito e sequer viajou para Bragança. Diguinho assumiu a vaga ao lado de Douglas e Bruno Gallo. O goleiro estará à disposição no próximo jogo, contra o X. Já o apoiador ainda será reavaliado.

Reserva, Leandrão reclama de arbitragem e quase é expulso no intervalo

O Vasco reclamou bastante da anulação de um gol marcado por Thalles. A arbitragem viu impedimento de Madson no lance. O problema é que as imagens da televisão mostraram o contrário. Ao fim do primeiro tempo, os jogadores cercaram o trio. Leandrão se exaltou e quase foi expulso após um bate-boca com o árbitro Emerson de Almeida Ferreira.

Thalles confirma boa fase e tem atuação decisiva em vitória

Titular do Vasco, Thalles vive grande momento individual. Ele marcou dois gols nos últimos dois jogos. Contra o Bragantino foi bastante decisivo. Estufou as redes, sofreu o pênalti e ainda teve gol mal anulado pela arbitragem no primeiro tempo.

BRAGANTINO 1 X 2 VASCO

Local: Nabi Abi Chedid, Bragança Paulista (SP)
Hora: 16h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
b: Marconi Helbert Vieira (MG) e Luiz Antônio Barbosa (MG)
Gols: Thalles, aos 38min, e Rafael Grampola, aos 45min do primeiro tempo;
Cartões amarelos: Everton Dias, Gabriel Nunes e Anderson Ligeiro (BRA) Bruno Gallo e Thalles (VAS)

Bragantino
Renan Rocha; Juliano (Claudinho), Lucas Rocha, Diego Sacoman e Fabiano; Edson Sitta, Everton Dias e Gabriel Nunes (Lincom); Anderson Ligeiro, Vitor Hugo e Rafael Grampola
b: Estevam Soares

Vasco
Jordi, Madson, Luan, Rodrigo e Júlio Cesar; Bruno Gallo (Julio dos Santos), Diguinho, Douglas e Nenê; Ederson (Yago Pikachu) e Thalles
Técnico: Jorginho

uOL

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br