Arquivo da tag: mulher

Mulher é morta a tiros e ex-companheiro é suspeito

Uma mulher de 27 anos morreu após ser atingida por tiros na noite de sexta-feira (24), no município de Patos, no Sertão da Paraíba. De acordo com a Polícia Civil, uma das linhas de investigação é que o crime pode ter sido um feminicídio.

Conforme a polícia, o caso aconteceu por volta das 22h, no bairro Sete Casas.

De acordo com as informações da Polícia Civil, a jovem morreu no local e um dos principais suspeitos é o ex-companheiro da vítima, que está foragido.

O corpo da mulher foi encaminhado para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal de Patos. A polícia está investigando o caso.

G1

 

Mulher é presa suspeita de deixar filho de 3 anos sozinho em casa por 2 horas

Uma mulher de 22 anos foi presa em flagrante suspeita de deixar o filho de três anos sozinho em casa por mais de duas horas, na noite de quarta-feira (22), no Conjunto João Paulo II, em Campina Grande. De acordo com informações da Polícia Civil, os vizinhos ouviram o choro da criança e acionaram a polícia.

Segundo a polícia, quando chegaram ao local, a criança chorava e dizia ter sido abandonada pela mãe. Laís Fernanda Araújo de Souza chegou na residência por volta de 1h da manhã e foi presa em flagrante pelo crime de abandono de incapaz.

A suspeita informou a polícia que estava na casa do namorado para pegar um crachá.

De acordo com o Conselho Tutelar de Campina Grande, a criança está sob os cuidados do avô materno. A suspeita está detida na Central de Polícia de Campina Grande onde aguarda a audiência de custódia.

G1

 

Mulher morre após sofrer choque em caixa de som em Lagoa Seca, no Agreste da Paraíba

Uma mulher de 35 anos morreu após sofrer um choque elétrico em uma caixa de som em casa, no município de Lagoa Seca, no Agreste da Paraíba, na tarde de domingo (19). De acordo com o relato do irmão da vítima à polícia, o acidente aconteceu por volta das 14h40, quando a vítima ensaiava músicas.

Segundo os familiares, Edleuza Pereira da Silva estava ensaiando músicas que iria cantar na igreja quando sofreu o choque elétrico. Ela utilizava um microfone ligado em uma caixa de som quando o acidente aconteceu.

De acordo com a família, a mulher foi levada para o Hospital Municipal de Lagoa Seca, mas não resistiu e morreu.

A polícia deve investigar se quedas de energia que ocorreram na cidade durante o domingo têm ligação com o caso.

G1

 

Mulher mata marido a facadas por causa de suposta traição

Uma mulher de 31 anos foi presa, nesse domingo (19), suspeita de matar a facadas o marido, de 40 anos, em Campina Grande. O crime aconteceu no bairro Três Irmãs.

A suspeita contou à polícia que planejou o assassinato depois de encontrar mensagens do marido para outra mulher em redes sociais. Para ela, evidência de traição. Ela chegou a enviar um áudio para uma amiga informando que iria cometer o crime.

“Vou matar ele hoje. Pra ele aprender a não tirar onda com a minha cara, a não me trair”, diz um trecho da mensagem. “Eu vou pedir uma coisa a você, a minha mãe e a minhas irmãs. Vão me visitar [na presídio]”, completa a suspeita.

Vizinhos da família acionaram a polícia e tentaram espancar a mulher. A violência foi impedida com a chegada da viatura da Polícia Militar. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também foi chamado, mas o homem já estava morto.

A suspeita foi levada para a Central de Polícia Civil; e, a faca utilizada no crime, apreendida.

 

portalcorreio

 

 

Portão eletrônico cai e mata mulher neste domingo em João Pessoa

Uma mulher de 54 anos morreu, na manhã deste domingo (19), após um portão eletrônico cair por cima dela e provocar traumatismo craniano. O caso aconteceu no bairro do José Américo, em João Pessoa.

De acordo com apuração da TV Arapuan, a vítima estava realizando serviços de faxina na residência no momento do ocorrido.

Informações dão conta que o portão saiu dos trilhos e acabou caindo sobre a mulher, causando o acidente.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas quando chegou ao local a vítima já estava em óbito.

 

 (Foto: TV Arapuan)
paraiba.com.br

 

 

Mulher é esfaqueada nove vezes durante assalto na Grande João Pessoa

Uma mulher foi esfaqueada nove vezes durante uma tentativa de assalto na manhã desta terça-feira (14), em Santa Rita, região metropolitana de João Pessoa. Ela estava na rua onde mora, no bairro de Tibiri, indo para a parada do ônibus quando foi abordada pelo criminoso que anunciou o assalto.

A Polícia Militar afirmou que a vítima ia para o trabalho quando um homem em uma bicicleta se aproximou e anunciou o assalto. Ele levou o aparelho celular, um relógio e esfaqueou a vítima.

A mulher foi atingida nos braços, pernas e no peito. Ela foi socorrida para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro e recebeu alta após o atendimento.

Ninguém foi preso.

paraiba.com.br

 

 

Mulher é presa tentando entrar com pimentões recheados com drogas em Guarabira

Uma mulher foi presa, na manhã deste domingo (12), ao tentar entrar na Penitenciária João Bosco Carneiro com maconha e cocaína escondidas em pimentões, em Guarabira, no Brejo paraibano.

As drogas foram encontradas após os pimentões serem submetidos ao aparelho de raios-X quando estavam sendo levados por visitantes aos detentos.

A mulher e o material apreendido foram levados para a delegacia da cidade para prestar esclarecimentos. Ela deverá  passar por audiência de custódia nesta segunda-feira (13).

MaisPB

 

 

Tiro que matou mulher no bairro de Jaguaribe pode ter sido acidental, diz delegado

O delegado Ademir Fernandes, responsável pela investigação da morte da garçonete Luana Estefany, de 29 anos disse no início da tarde desta quinta-feira (9), que o tiro disparo pode ter sido acidental. Luana morreu na noite desta quarta-feira (8), após ser atingida por um tiro no peito, no bairro de Jaguaribe, em João Pessoa.

De acordo com o delegado, Luana estava na Rua Primeiro de Maio, nas imediações do Instituto Federal da Paraíba (IFPB), com um casal de amigos. O homem é um ex-presidiário identificado como Iago Araújo Albuquerque Torres, de 27 anos estava armado e de acordo com o delegado a arma deve ter disparado acidentalmente.

Ainda de acordo com as investigações Iago e a namorada pegaram carona com um outro casal para socorrer Luana até o Hospital de Trauma de João Pessoa. O motorista do veículo informou a polícia que eles permaneceram no hospital por cerca de 20 minutos no hospital até chegar a notícia da morte de Luana.

O motorista informou ainda que Iago pediu para que ele pudesse deixar ele e a namorada na Lagoa e em seguida o motorista seguiu para contar a família sobre a morte de Luana.

Iago teria no carro lamentado o ocorrido e se mostrou bastante preocupado com o tiro em Luana que era sua amiga de infância.

O delegado afirmou que Iago não possui porte legal de arma e deve responder por homicídio culposo. Iago já responde em liberdade por um crime de homicídio no ano de 2018 na praia do Seixas.

O caso segue sendo investigado.

 

clickpb

 

 

Homem e mulher são encontrados mortos lado a lado dentro de casa em Puxinanã, PB

Uma mulher de 21 anos e um homem de 29 anos foram encontrados mortos em uma residência no município de Puxinanã, no Agreste paraibano, na manhã desta quinta-feira (9). De acordo com a Polícia Militar, uma arma de fogo foi encontrada no local.

Segundo a polícia, os corpos de Jucilene Cavalcante Bezerra e Jonas Mariano da Costa teriam sido encontrados um ao lado do outro, pelo companheiro da mulher.

De acordo com as informações do marido da vítima à Polícia Civil, há alguns dias ele havia descoberto que ela tinha um caso extraconjugal. Após conversa, o casal decidiu seguir com o relacionamento. A hipótese que a polícia vai investigar é a de que a vítima teria tentado acabar o caso e o amante não teria aceitado, cometendo o homicídio seguido de suicídio.

Foto: Felipe Valentim/TV Paraíba

G1

 

Mulher sai de casa para vender celular e é morta a tiro, na PB

Uma mulher de 29 anos foi morta com um tiro na noite desta quarta-feira (8), no bairro de Jaguaribe, em João Pessoa. A mulher teria saído de casa para vender o celular e foi baleada.

A vítima, Luana Stephanie Pinho Rosa de Olivera, morava no bairro e estava conversando com os amigos quando foi atingida por um tiro no tórax. Ninguém soube dizer à polícia quem atirou e como aconteceu o crime. De acordo com informações da Polícia Civil, um dos amigos da vítima é ex-presidiário e estaria armado no momento da ação.

A mulher foi encaminhada para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, segundo a Polícia Civil, pelo suspeito de efetuar os disparos, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde. Ela trabalhava como garçonete e deixa dois filhos. Até 6h40, ninguém foi preso. A Polícia Civil investiga o caso.

G1