Arquivo da tag: mototaxistas

Guarabira/PB: polícia civil e militar prende acusado de quatro assaltos em uma semana a mototaxistas

sandrinhoEm ação conjunta da Polícia Civil e Militar (GTE e Guarnição do Comando) da cidade de Guarabira/PB, realizou na tarde desta sexta-feira (15), a prisão de Alexandre Santos da Silva, vulgo Sandrinho, acusado de assalto a mototaxistas.

Sandrinho é responsável por quatro assaltos em apenas uma semana, tendo sempre como alvo os mototaxistas. A polícia encontrou com acusado um aparelho de celular de um das vítimas e dinheiro roubado. Ele já tem passagem pela polícia e cumpriu 10 anos de prisão em regime fechado por prática de roubo/assalto.

Sandrinho estava em liberdade a apenas dois meses e caiu novamente nas “mãos” da Justiça.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

PortalMidia

Prefeito de Bananeiras se reúne com Mototaxistas para discutir organização da categoria

reuniãoO Prefeito de Bananeiras, Douglas Lucena, se reuniu na noite desta quinta-feira, 12 de novembro, com vários mototaxistas que desenvolvem atividades na Cidade. O encontro serviu para discutir mudanças que aconteceram no trânsito e que segundo os mototaxistas, tem causado prejuízos à categoria.

O Chefe do Executivo disse que as mudanças anunciadas há alguns dias se deram em virtude do apelo da população, inclusive de muitos que trabalham como mototaxistas, que denunciavam a desorganização do trânsito na Cidade e a presença de pessoas que não trabalhavam na atividade regularmente. Douglas destacou que desde que assumiu a Gestão Pública do Município tem buscado beneficiar à categoria. “Ofertamos créditos do empreender para que muitos pudessem adquirir uma moto melhor. Esforçamo-nos para que alguns tirassem sua habilitação, garantido uma ajuda, e tantos outros benefícios.” Pontuou.

Douglas frisou que as mudanças não afetam apenas mototaxistas, mas alternativos pedestres e outros. “Estamos tentando organizar o trânsito para garantir que haja um melhor fluxo de veículos e pedestres, evitando congestionamentos e outros problemas.” Afirmou Douglas.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A categoria reclama do número de mototaxistas que foram colocados em um só ponto e a falta de abrigo, e ainda cobra regularização de todos que desenvolvem atividades na cidade.

O Prefeito informou que terá que haver, em um curto espaço de tempo, a regularização de todos os mototaxistas, dando um prazo de 15 dias para que isso ocorra. E após ouvir as sugestões, apresentou alteração no projeto, saindo de três praças, para cinco, distribuindo melhor os mototaxistas.

O Prefeito Douglas que esteve acompanhado do Secretário de Administração, Márcio, do chefe de Gabinete, Jarbas Júnior, e do Coordenador da Guarda Municipal, Jailson, ressaltou que sua Gestão tem sido pautada no diálogo e que por essa razão está aberto para conversar com qualquer categoria.

Assessoria

Empreender Bananeiras e Paraíba contemplam 20 mototaxistas nesta sexta

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa

O Empreender Bananeiras, primeira franquia do Estado, fará sua primeira contemplação A menos de dois meses de sua inauguração. Sexta feira dia 21 de junho, os primeiros 20 mototaxistas devidamente cadastrados, receberão motos CGFAN 150 0 km, através da parceria firmada entre Governo do Estado e Prefeitura Municipal de Bananeiras.

O investimento nessa 1ª fase será de mais R$149.000,00 (cento e quarenta e nove mil reais), e será entregue pelo Governador Ricardo Coutinho e o Prefeito Douglas Lucena.

O Empreender Bananeiras já atendeu a mais de 300 pessoas interessadas em adquirir o crédito, destas, 139 já participaram ativamente das palestras que possibilitam ao investidor segurança e conhecimento na hora de investir, bem com, os critérios e a política do Programa.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A previsão para o 2º semestre é que os já cadastrados sejam submetidos ao levantamento socioeconômico, onde serão avaliados, quanto a viabilidade do negócio.

Por ser a primeira franquia do Estado, o Empreender Bananeiras tornou-se modelo, e vários prefeitos da região já visitaram a sede local com a finalidade de se inteirarem do programa que abre uma nova perspectiva para os pequenos municípios no tocante ao comércio e oportunidade de geração de emprego e renda.

 

 

por Michele Marques

1° Torneio de Futsal entre os mototaxistas do brejo

futsal_bolaVai acontecer no Ginásio de Esportes o Ramalhão em  Bananeiras o primeiro  torneio  de futsal  dos  mototaxistas  do  brejo. O evento contará com a participação de  todos  os mototaxistas da região.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook
1° TORNEIO DE FUTSAL ENTRE OS MOTOTAXISTAS DO BREJO
LOCAL: Ginásio de Esportes “O Ramalhão”, em Bananeiras-PB;
DATA: 21 de abril de 2013.
ORGANIZAÇÃO: Duca e Gil

FONE: 9121-7202

A prefeitura municipal de Solânea estará apoiando o evento pagando as inscrições dos mototaxistas do município que quiserem participar do torneio.

 

 

bananeirasagora

Guarabira realiza Torneio início da I Copa de Futsal de Mototaxistas do Município

 

Prefeito Zenóbio, vice Zé do Empenho e a deputada Léa prestigiam evento.

 

esportegba3Foi realizado, na manhã deste domingo (10/03), no ginásio “O Zenobão” – o Torneio início da I Copa de Futsal de Guarabira. O evento inédito no município tem a promoção da Prefeitura de Guarabira, através da Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e da Juventude, em parceria com o Sindicato dos Mototaxistas do Brejo – Sindmobrejo.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Oito equipes de Mototaxistas participaram do certame. Sagrando-se campeã, o time da Praça 7 que fica localizada próximo ao Terminal Rodoviário Municipal, na saída para o município de Pirpirituba. A vice-campeã foi a Praça 15, do bairro do Rosário.

 

esportegba5O prefeito Zenóbio Toscano, o vice Zé do Empenho e a primeira dama, a deputada Léa Toscano – prestigiaram o evento; os quais fizeram a entrega dos troféus e premiações às equipes finalistas. Os vereadores Tiago do Mutirão e Lula das Molas, também assistiram a competição.

 

O secretário de Esporte, Lazer e da Juventude, Humberto Santos, através de sua página no Facebook e durante o “Jornal da Manhã” desta segunda-feira, programa que o mesmo apresenta ao lado de Levi Ramos, na rádio Constelação FM -, agradeceu aos participantes e colaboradores, bem como ao presidente do sindicato da categoria, o mototaxista, José Martins, pela parceria firmada com a Secretaria de Esporte do município.

 

 

 

Codecom/PMG para o Focando a Notícia

Guarabira realizará 1ª Copa de futsal dos mototaxistas

 

Secretário Humberto Santos busca incentivar a prática de esportes na cidade

 

Copa Futsal MototaxistasA prefeitura de Guarabira, através da Secretaria de Esportes, Lazer e da Juventude, vai realizar a 1ª Copa de Futsal dos Mototaxistas. O torneio início da competição está marcado para o próximo domingo (10). O evento tem início previsto para às 08:00 hs, no ginásio “O Zenobão”. O secretário Humberto Santos, informou que, ao todo, serão 08 equipes participantes. Ele disse que o objetivo principal da competição, é incentivar a prática esportiva na cidade. O secretário ainda destacou que as disputas começarão pra valer, à partir do dia 17,com rodadas duplas, todas as terças e quintas, à noite, no Zenobão.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A 1ª Copa de Futsal dos Mototaxistas, é uma realização conjunta da Secretaria de Esportes, Lazer e da Juventude e do Sindicato dos Mototaxistas, através do presidente da categoria, José Martins.

 

 

Codecom/PMG para o Focando a Notícia

Detran planeja fiscalizações para cumprimento da lei que regulamenta motofretistas e mototaxistas



motoboyO superintendente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Rodrigo Carvalho, participou, em Brasília, da reunião do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que discutiu e negou pedidos de sindicatos das categorias para adiar a vigência da lei que regulamenta atividades profissionais com motos.
Rodrigo Carvalho informou que o órgão não será tolerante com o descumprimento da lei.  “A partir da próxima semana, as ações da Divisão de Policiamento do Detran e do Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran) estarão ainda mais atentas às exigências da lei”, reforçou o superintendente. Ele também adiantou que serão realizadas blitzen educativas e, em seguida, as fiscalizações.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Entre as obrigações que os motofretistas e mototaxistas devem cumprir está o curso de especialização de 30 horas, com aulas práticas e de ética, segurança no trânsito e cidadania. Os profissionais de entrega também devem equipar suas motos com instrumentos de segurança, como antenas que cortam linhas com cerol e protetores de perna.
Vale lembrar que os motofretistas que transportam galões com água e gás de cozinha precisam acoplar à motocicleta o chamado “side-car”. A lei exige ainda idade mínima de 21 anos e a alteração da Carteira Nacional de Habilitação para “atividade remunerada”, após a conclusão do curso.
O superintendente fez um apelo para que as empresas que utilizam os serviços dos motofretistas liberem os profissionais e incentivem a participação no curso, a fim de que todos possam transitar regulamentados, evitando prejuízos para empresas e clientes com a apreensão dos veículos e suspensão da entrega de mercadorias.
Na Paraíba os cursos são oferecidos pelo Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Sest/Senat). Em João Pessoa, as aulas da primeira turma foram iniciadas na semana passada. O curso será concluído no dia 27 de fevereiro. Em Campina Grande, estão previstas duas turmas para 4 de março. Outras informações podem ser obtidas através dos telefones: 3533-1444 e 3533-1418 (João Pessoa) e 2101-3410 (Campina Grande).

Ascom/PB para o Focando a Notícia

Começam a valer as regras para motoboys e mototaxistas circularem

motoboySob protestos da categoria, começam a valer neste sábado (2) as novas regras para motoboys e mototaxistas exercerem a profissão no Brasil.

Quem descumpri-las poderá ser multado e ter a moto apreendida para regularização. Porém, caberá aos estados decidir se as autuações também serão feitas a partir de hoje.

O item mais polêmico das novas regras é a exigência de um curso de capacitação para os motoboys e mototaxistas. As aulas devem ser dadas por uma instituição autorizada pelos Detrans e podem ser pagas ou gratuitas -fica a cargo do estado e dos municípios decidirem.

Detrans apontam alto custo de curso e falta de locais e pessoal capacitado para dar as aulas

A Associação Nacional dos Detrans pediu, na última quinta (31) que o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) determinasse o adiamento da fiscalização com multas por causa do “alto custo dos cursos”, “alto curso dos equipamentos exigidos”, “número reduzido de instrutores capacidados” e “número reduzido de instituições capacitadas para os cursos”.

Pelos mesmos motivos, o sindicato que representa a categoria no estado de São Paulo organizou um protesto nesta sexta (1º) que percorreu diversos pontos da cidade, causando lentidão no trânsito.

Os Detrans sugerem que a fiscalização comece de forma educativa e cobre, a partir de junho, os equipamentos de segurança obrigatórios, e que só a partir de setembro seja cobrado o curso.

Apostila do curso da CET-SP para motoboys, que é gratuito (Foto: Divulgação)Apostila do curso da CET-SP para motoboys,
que é gratuito (Foto: Divulgação)

O que diz a lei
A lei federal, de 2009, regulamentada no ano seguinte, já devia ter entrado em vigor em agosto do ano passado, mas foi adiada justamente pela falta de locais autorizados a dar as aulas. Sem esse curso e o uso de uma série de equipamentos de segurança, esses profissionais cometerão, segundo a lei, infração grave (5 pontos na carteira de habilitação e multa de R$ 127,69).

Na prática, cabe aos estados definir quando as autuações começam a ser feitas. Em São Paulo, a fiscalização está prevista para começar neste sábado, a cargo da Polícia Militar. No Rio de Janeiro, não haverá muitas nos primeiros 4 meses, informa o Detran. Isso porque cursos só começaram a ser dados no estado nesta semana, em dois únicos pontos.

Como é curso
Com 50 horas-aula, sendo 5 delas de prática, o curso obrigatório para quem faz entregas ou transporta passageiros em moto é ministrado por órgãos que sejam autorizados pelo Detran. Pode ser gratuito ou pago: a decisão é dos estados e municípios. . Parte da carga horária pode ser cumprida à distância.

No estado de São Paulo, o Detran diz que cerca de 21 mil profissionais fizeram o curso. O sindicato da categoria estima que este número seja maior, de 36 mil, somente na capital paulista. Mas ele ainda é muito inferior aos 500 mil motoboys e mototaxistas que existem no estado, sendo 200 mil na capital, também de acordo com o Sindimoto.

Curso para motoboys em
entidade de SP custa, em média, R$ 160, diz o Detran; cidades de São Paulo e Rio têm cursos grátis

Custo do curso
Em São Paulo, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) oferece o curso gratuitamente e diz que disponibiliza incluse a moto para as aulas práticas. O Detran-SP autorizou ainda 17 auto-escolas e 21 postos do Serviço Social do Transporte (Sest) a dar as aulas. Nesses casos, o curso é cobrado e, segundo o departamento, não há valor fixo. O Detran-SP diz que, no Sest, o custo médio é de R$ 160 e que, no ano passado, ofereceu 20 mil cursos gratuitos.

No Rio de Janeiro, o Detran diz que oferecerá cursos grátis com 60 vagas por turma. No Paraná, os cursos são oferecidos por Centros de Formação de Condutores (CFC) autorizados pelo Detran e custa, em média, de R$ 300 e R$ 400, segundo o sindicato local.

Burocracia
O sindicato de SP se queixa também de que a maioria das cidades ainda não regulamentou a profissão de motoboys e mototaxistas. E que na capital, onde isso já acontece, a burocracia atrasa quem quer estar em dia com a lei. Segundo a entidade, 36 mil profissionais já fizeram o curso, mas apenas 15 mil conseguiram o aval da prefeitura.

Cabe aos municípios autorizar ou não esse tipo de atividade no local e como ela se dará. Na capital paulista, por exemplo, não é permitido o serviço de mototáxi. O motofrete é regulamentado em 14 cidades do estado, segundo o Detran.

Acidentes
Além fazerem o curso, os motoboys terão de utilizar equipamentos de segurança nas motos. O capacete, obrigatório por lei, deverá ser acompanhado de proteção para as pernas (“mata cachorro”), antena que corte linhas (de pipa, por exemplo), colete com faixas refletivas e faixas refletivas na moto. No caso dos motoboys, é necessária a utilização de uma caixa (baú) com faixas refletivas e identificação.

Para o ortopedista Marcelo Rosa de Rezende, do Hospital das Clínicas de São Paulo, a exigência desses equipamentos é “um começo” para a redução do número de acidentes. “Eles poderão evitar traumas menores”, afirma. A maioria dos traumas de motociclistas atendidos no hospital, segundo ele, são nas pernas, que têm mais contato com os carros.

No HC-SP, 44% dos pacientes atendidos na Ortopedia são motociclistas, diz o médico, mas não é possível determinar se os que trabalham com moto predominam.

Um acidentado com moto internado custa, em média, R$ 40 mil. É um custo muito maior do que oferecer curso gratuito a todos”
Marcelo Rezende, ortopedista
do HC-SP e motociclista

Um levantamento do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do HC feito em 2009 com pacientes vítimas de acidente com motocicleta apontou que apenas 25% dos usuários aprenderam a dirigir em auto-escola; 32% se diziam autodidatas e os demais disseram que foram ensinados por parentes ou amigos.

Saber direção defensiva é o caminho principal, na opinião de Rezende, para combater traumas mais graves. O médico também é motociclista. “Ando de moto há 30 anos, nunca sofri um acidente”, conta. “Por isso acredito muito na direção defensiva, no motociclista bem informado, instruído. Não faço apologia do uso de moto, ali se está mais exposto, mas, sabendo disso, me protejo mais.”

Para Rezende, o poder público deveria rever os casos em que o curso é pago porque um acidentado com moto pode custar muito mais caro aos governos. “Um paciente internado aqui na Ortopedia custa, em média, R$ 40 mil. Ele costuma passar 18 dias aqui, o que é uma média muito alta. São várias cirurgias, muitas vezes vários dias de UTI. O custo, no fim, é muito maior do que oferecer curso gratuito para todos”, avalia o médico.

regras motoboys (Foto: Divulgação/Sindimoto)Catilha do Sindimoto apresenta os equipamentos de segurança obrigatórios (Foto: Divulgação/Sindimoto)

(*) Colaboraram: G1 SP e G1 PR

Em Monteiro (PB), surto de piolho em capacetes de mototaxistas preocupa população

Image
Um surto de piolhos provocado possivelmente por capacetes de mototaxistas está preocupando a população de Monteiro que utiliza o transporte na cidade. Dezenas de pessoas estão atribuindo o surto a má higiene que existe para com os capacetes que os passageiros dos mototaxistas são obrigados a usar na cidade.

De acordo com informações repassadas ao Cariri Ligado, o surto teria sido iniciado no início desta semana, mas as pessoas contaminadas preferem não revelar os seus nomes. Tem gente que até raspou a cabeça para acabar com a praga.

Fonte: Cariri Ligado
Focando a Notícia