Arquivo da tag: motoristas

Ministério da Saúde inclui caminhoneiros e motoristas de transporte coletivo no calendário de vacinação contra a gripe

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, anunciou que novos grupos prioritários foram incluídos no calendário da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. Caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários vão poder se vacinar a partir de 16 de abril, segunda fase da campanha.

Nesta segunda etapa, portanto, membros das forças de segurança e salvamento, doentes crônicos, caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários serão o público-alvo. O cronograma inicial previa que professores das redes pública e privada seriam vacinados no mesmo período. Agora, os educadores compõem os grupos prioritários na terceira fase, que começa em 9 de maio.

O ministro explica que a mudança foi possível porque as escolas estão fechadas devido à pandemia do coronavírus. Assim, com a volta às aulas adiada, os professores serão imunizados na última fase.

“Normalmente, a gente tinha professores das escolas públicas e privadas como parte do segundo grupo de vacinas. E o intuito era não ter falta às aulas por gripe dos professores. Como estamos com todas as escolas paralisadas, invertemos e passamos o pessoal da segurança para ser junto com os serviços essenciais, nesta segunda etapa.” 

A inclusão de caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários entre os grupos prioritários é resultado de uma parceria entre os ministérios da Saúde e Infraestrutura, chefiada por Tarcísio Gomes de Freitas.

O ministro da Infraestrutura afirma que há logística pronta para receber esses profissionais em rodovias de todo o país. Segundo ele, os 130 postos de atendimento a caminhoneiros que funcionam com orientações e entrega de produtos de higiene e alimentação, também devem auxiliar na oferta de vacinas.

“Os profissionais de transporte terão esse suporte. Eles entram na prioridade assim que acabar a vacinação dos idosos e dos profissionais de saúde. Isso é muito importante, porque vai garantir esse conforto a mais.” 

O Ministério da Saúde investiu cerca de R$ 1 bilhão para comprar 75 milhões de doses da vacina. Neste ano, a campanha foi antecipada de abril para março, com o objetivo de facilitar o diagnóstico do coronavírus, que tem sintomas semelhantes aos da gripe e evitar a sobrecarga do Sistema de Saúde. É importante ressaltar que a vacina protege contra os três vírus Influenza que causam a gripe, mas não protege contra a Covid-19.

Com as alterações, o cronograma ficou assim: idosos com 60 anos ou mais e trabalhadores da saúde são os alvos da primeira fase; a partir de 16 de abril, é a vez dos membros das forças de segurança e salvamento, doentes crônicos, caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários; a terceira etapa tem como prioritários, além dos professores, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, grávidas, mães no pós-parto, população indígena, pessoas com 55 anos ou mais, pessoas com deficiência.

A meta da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe é vacinar, pelo menos, 90% de cada um desses grupos, até o dia 22 de maio. O dia “D” de mobilização nacional para a vacinação acontece no sábado, dia 9 de maio.

E, para mais informações sobre a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, acesse: saude.gov.br/vacinabrasil.

 

agenciadoradio

 

 

Motoristas abandonam carros e trocam socos na BR-230 após colisão em Cabedelo

Após um acidente, em um dos retornos da BR-230, no trecho da Mata da Amém um motorista partiu para a violência contra o condutor que vinha atrás. A briga em plena rodovia foi registrada por uma das pessoas que presenciaram a cena, flagrada na tarde desta terça-feira (10). A confusão deixou o trânsito parado para quem precisava pegar o retorno.

Muitos motoristas desceram de seus veículos para tentar ajudar, mas a briga ainda durou. No vídeo é possível ver a confusão que teve socos, empurrões e golpes semelhantes aos de um ring de luta.

Ainda não se sabe quem teria começado a confusão. Mas segundo populares que estavam no local, a briga foi iniciada pela provocação do motorista que vinha conduzindo o carro da frente.

clickpb

 

Lei Seca flagra 57 motoristas bêbados durante feriadão na PB

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB) notificou 57 motoristas por dirigir sob efeito de álcool, durante a Operação Lei Seca realizada no período do carnaval. Os números foram divulgados nesta quarta-feira (26) pela Coordenação de Policiamento e Fiscalização de Trânsito do órgão.

Durante o período, foram realizados 798 testes de bafômetro, resultando na apreensão de 52 carteiras de habilitação (CNHs) e na remoção de 13 veículos aos pátios do órgão. A operação ainda autuou 80 condutores em flagrante pela prática de outras infrações ao Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

As ações da Operação Lei Seca foram intensificadas desde a segunda quinzena de dezembro até fevereiro de 2020, quando ocorre o verão. A época coincidiu com férias escolares e carnaval, quando é registrado um aumento significativo de veículos circulando em todo o estado, sobretudo nos municípios litorâneos.

“Com as ações da Operação Lei Seca durante o carnaval, certamente muitos acidentes foram evitados e muitas vidas foram preservadas no trânsito do nosso Estado”, afirmou o coordenador da Lei Seca no estado, major Edmilson Castro.

 

portalcorreio

 

 

Detran adota documento digital para veículos da Paraíba; motoristas podem baixar aplicativo

A partir desta segunda-feira (3), o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB) adota a versão eletrônica do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV Digital). Ele está disponível junto à CNH Digital no aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT), que reúne os dois documentos de porte obrigatório no trânsito.

Em parceria com o Serpro e o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), a medida faz com que o modelo digital possa ser compartilhado eletronicamente de forma segura.

Assim como a CNH Digital, a versão eletrônica do CRLV traz todas as informações do documento impresso e tem a mesma validade jurídica do CRLV físico. Para ter o documento digital, o proprietário tem que ter pago o licenciamento do veículo de 2018.

O acesso ao CRLV Digital é possível adicionando o documento após download do aplicativo CDT, disponível no Google Play e App Store. O cadastramento do veículo pode ser realizado no próprio aplicativo. Tanto a CNH quanto o CRLV digital poderão ser acessados pelo dispositivo móvel mesmo off-line, ou seja, sem internet.

Compartilhamento – O CRLV Digital pode ser compartilhado para outra pessoa que utiliza o mesmo veículo, desde que ela já tenha instalado, em seu dispositivo móvel, o aplicativo CDT. O compartilhamento pode ser realizado para até cinco pessoas ao mesmo tempo.

Quem recebe o CRLV digital não consegue exportar ou compartilhar o documento, mas pode apresentá-lo às autoridades de trânsito. Quando o proprietário do veículo não quiser mais compartilhar o documento, é só cancelar a opção no aplicativo.

Segurança – O documento digital do usuário está protegido por uma senha de acesso de quatro dígitos, exigida para o login na Carteira Digital de Trânsito. O acesso ao aplicativo pode ser feito também com a impressão digital do usuário nos dispositivos móveis que já possuam leitor por biometria.

A autenticidade do documento é garantida pelo QR Code, que pode ser lido para verificar se há alguma falsificação no documento durante uma fiscalização de trânsito. O procedimento de obtenção do CRLV e da CNH Digital é 100% online, não sendo necessário o comparecimento do proprietário ao Detran-PB.

 

Secom-PB

 

 

Motoristas de coletivos podem deflagar a partir amanhã, alerta presidente de sindicato

O  presidente do Sindicato dos Motoristas da Paraíba  Antônio de Pádua,  alertou na tarde desta segunda-feira (21) que se o pagamento dos condutores não for  feito até a meia noite de hoje a categoria vai deflagrar uma greve até que a situação seja resolvida.

Antônio de Pádua disse que caso a greve de amanhã seja confirmada serão instalados piquetes   em frente às garagens para evitar a saída dos ônibus. No entanto, segundo o sindicalista, a categoria vai liberar 30% da frota conforme determina a Justiça.

” É preciso que as empresas digam  à sociedade o que está acontecendo e qual é o motivo para que o pagamento dos motoristas não seja efetuado. A População cobra uma explicação urgente”, destacou Antônio de Pádua.

De antemão, o presidente do Sindicato dos Transportes Coletivos Urbanos de João Pessoa (Sintur-JP), Isac Júnior  já adiantou que essa resposta sobre o pagamento dos motoristas nesta segunda-feira será impossível.

paraiba.com.br

 

 

PRF flagra 22 motoristas dirigindo alcoolizados durante operação no feriado

A Polícia Rodoviária Federal finalizou a Operação Nossa Senhora Aparecida 2019 nesse domingo (13). Durante a Operação foram registrados 20 acidentes, com 23 pessoas feridas e 1 óbito. Apesar da quantidade de acidentes, o número de vítimas fatais foi pequeno.

A Operação teve início na sexta-feira (11) em todo o Estado da Paraíba com aumento no policiamento tanto nas ações de fiscalização de trânsito, como no enfrentamento à criminalidade. No período da ação, 991 pessoas e 853 veículos foram fiscalizados, sendo flagradas 835 infrações de trânsito, sendo 22 motoristas flagrados dirigindo sob efeito de álcool. Ainda durante a Operação, 25 pessoas foram detidas pelos mais diversos tipos de crime, 3 veículos foram recuperados e 1 arma de fogo apreendida.

O número de acidentes de trânsito aumentou quando comparados com a Operação Nossa Senhora Aparecida 2018, quando foram registrados 8 acidentes. Apesar do aumento na quantidade de acidentes, a gravidade das ocorrências não aumentou, sendo registrado 1 óbito também em 2018.

PB Agora

 

 

Operação já soma 94 acidentes e 3.577 motoristas imprudentes

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou, nesta terça-feira (25), que 3.577 motoristas foram flagrados cometendo algum tipo de infração de trânsito em rodovias da Paraíba desde o dia 7 de junho, quando foi iniciada a Operação Festejos Juninos.

Entre os atos irregulares está direção sob efeito de álcool, categoria na qual 114 motoristas foram flagrados. O número é 63% maior do que o registrado no mesmo período do ano anterior, quando 70 condutores foram pegos em flagrante dirigindo embriagados.

A Festejos Juninos, que segue até o domingo (30), visa intensificar a fiscalização nas rodovias federais com maior fluxo de veículos e pessoas. Até o momento, já foram fiscalizadas 10.011 pessoas.

A PRF registrou, desde o início da operação, 94 acidentes de trânsito, com 100 pessoas feridas e 7 mortes. Em 2018, durante o mesmo período ocorreram 84 acidentes, com 101 feridos e 9 mortes.

Feriado prolongado

O feriado de Corpus Christi e São João fizeram com que muitos motoristas aproveitassem a folga para viajar. De quinta-feira (20) a segunda-feira (24), momento com maior fluxo de veículos durante o mês de Operação, foram fiscalizadas 3.256 pessoas. Neste período foram flagrados 56 motoristas dirigindo sob o efeito de álcool, 1.383 infrações de trânsito pelas mais diversas irregularidades foram registradas e 370 veículos foram recolhidos aos pátios da PRF. Também ocorreram 21 acidentes, com 22 feridos e quatro mortes.

Combate a crimes

As ações de combate ao crime também foram intensificadas neste período, o que resultou na prisão de 41 pessoas, 6 veículos foram recuperados, 2 armas de fogos e 3,7 kg de cocaína foram apreendidas. As ações de combate ao crime e de fiscalização de trânsito continuarão intensificadas até o final do mês e contam com a participação de policiais de outras unidades da federação, como Brasília e Pará, bem como de policiais que desenvolvem atividades administrativas e esta época são deslocados para desenvolveram atividades operacionais.

 

portalcorreio

 

 

“Afrouxamento da lei vai liberar os motoristas para agirem de forma mais imprudente”, avalia especialista sobre projeto que altera Código de Trânsito

Um dos pontos do projeto do presidente Jair Bolsonaro que pretende alterar o Código Brasileiro de Trânsito pode potencializar as infrações de trânsito. Essa é a avaliação do presidente da comissão de trânsito da OAB de São Paulo, Rosan Coimbra.

O especialista aponta que o aumento de 20 para 40 pontos na carteira para que o motorista perca a habilitação significa, na prática, beneficiar o infrator.

“Me parece que este afrouxamento da lei vai liberar os motoristas para agirem de forma mais imprudente, o que constitui um risco para todos os usuários da via. Então, acreditamos que essa não é melhor solução”, alertou.

Rosan Coimba, contudo, elogiou a proposta que trata do recall, que é o chamamento das fábricas para que os proprietários dos veículos façam alterações ou adequações de substituição de peças por motivos de segurança. Pela proposta, o registro do veículo seria barrado por defeito de fabricação não corrigido, o que impede, por exemplo, a transferência de propriedade do veículo.

“É uma boa iniciativa e que visa efetivamente a segurança do veículo e a segurança de todos os usuários da via pública”, disse.

O documento entregue pelo governo também propõe a ampliação do prazo de validade da carteira de motorista de 5 para 10 anos e estabelece que as habilitações já expedidas antes da lei ser implantada tenham o prazo estendido automaticamente. O ponto mais polêmico é o que retira a exigência de exame toxicológico para motoristas profissionais, como caminhoneiros, e propõe ainda o fim da multa para veículos que circulem durante o dia, em rodovias de pista simples, sem o farol baixo.

Em relação ao uso de cadeirinhas infantis em veículos, o governo defende que a obrigatoriedade vire lei e não uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito, como ocorre atualmente.

 

agenciadoradio

 

 

Operação Lei Seca flagra 97 motoristas alcoolizados em março de 2019 na Paraíba

A Operação Lei Seca multou 97 motoristas no mês de março por dirigir sob efeito de álcool na Paraíba. De acordo com o Departamento de Trânsito da Paraíba (Detran-PB), mais especificamente pela Divisão de Policiamento e Fiscalização, as informações foram divulgadas em uma balanço nesta segunda-feira (1°).

Foram realizados 858 testes de bafômetro, que resultaram na apreensão de 81 carteiras de habilitação (CNHs) e na remoção de 18 veículos aos pátios do órgão. A operação ainda autuou 87 condutores em flagrante, pela prática de outras infrações ao Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

O CTB prevê que os condutores de veículos flagrados sob efeito de álcool estão sujeitos à multa no valor de R$ 2.934,70, além de responder a processo administrativo de cassação da CNH por um ano.

Em caso de reincidência, será cobrado o dobro do valor da multa e o condutor responderá pela cassação da CNH pelo período de dois anos.

G1

 

Em protesto, motoristas de ônibus de CG paralisam atividades

Na manhã desta quinta-feira (14), os motoristas de ônibus de Campina Grande fizeram uma paralisação de advertência durante duas horas.

De acordo com informações do Sindicato de Motoristas de Ônibus da cidade, o motivo da paralisação é que as empresas de ônibus não estão realizando o pagamento da categoria de forma regular.

Os motoristas estariam sem receber reajuste de salário desde o ano passado.

No próximo dia 21 caso não tenham recebido o pagamento, os motorista declararam que irão realizar uma nova paralisação, deste vez por tempo indeterminado.

PB Agora