Arquivo da tag: Monsenhor

Monsenhor garante que prova inocência em qualquer apuração

monsenhor-jaelsonO Monsenhor Jaelson de Andrade divulgou no começo da noite dessa segunda-feira (17) nota de esclarecimento (leia adiante) para rebater acusações de que teria se envolvido sexualmente com menores e praticado atos sexuais até dentro da igreja na qual trabalhava. Ele critica o vazamento de informações “sigilosas” sobre investigação de pedofilia e orgias na Igreja Católica na Paraíba e garante que provará sua inocência em qualquer apuração, além de processar na Justiça quem lhe tenha ofendido a honra.

As denúncias contra o religioso foram feitas em depoimentos tomados pelo Ministério Público do Trabalho na Paraíba (MPT-PB) no curso de investigação sobre supostas pedofilia, agravada por pretensos assédios e exploração sexual de adolescentes. Padres e monsenhores, entre os quais Jaelson e o ex-arcebispo Dom Aldo Pagotto, são apontados como responsáveis pelas práticas e eventuais crimes investigados.

A nota do Monsenhor Jaelson

Buscando a verdade e esclarecendo os fatos inicialmente, informamos que não existem acusação nem julgamento, afinal sequer fui ouvido. Cabe ao Ministério Público do Trabalho, no caso em comento, o dever de proteger os direitos da personalidade do indivíduo, não podendo permitir que a mídia se utilize de informações sigilosas e unilaterais em detrimentos de direitos basilares do ser humano.

A divulgação de informação inverídica e incompleta de uma investigação, que sequer eu e os demais citados tivemos acesso bem como não pudemos exercer o nosso sagrado direito de defesa, ressaltando, inclusive, que a forma da informação veiculada erroneamente acaba criando um juízo de valor, levando uma desvirtuação do caso, o que traz prejuízos ao Ofendido que necessariamente deverão ao seu tempo serem reparados.

No caso vertente é absurda a afirmação que eu tenha relação com os fatos narrados e irei comprovar minha inocência em qualquer eventual apuração, valendo ressaltar que irei como qualquer cidadão ao Poder Judiciário para resguardar a honra bem como tomar as medidas cabíveis na esfera cível e criminal.

Monsenhor Jaelson Alves de Andrade

Jornal da Paraíba

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Monsenhor Nicodemos é eleito novo Administrador da Diocese de Guarabira

nicodemosDurante uma reunião realizada nesta terça feira, 19 de setembro de 2016, na Cúria Diocesana foi eleito como Administrador Diocesano o Monsenhor José Nicodemos Rodrigues de Sousa, que é membro do Colégio dos Consultores e Pároco da Paróquia Nossa Senhora da Conceição em Areia e Administrador Paroquial da Paróquia Nossa Senhora do Patrocínio – Remígio. O nome escolhido para tal cargo foi dado e eleito logo no primeiro turno dos votos. O Presbítero ficará à frente dos trabalhos Pastorais e Administrativos da Diocese.

Na Igreja Católica, um Administrador Apostólico ou Administrador Diocesano é um presbítero ou um bispo, que administra uma diocese que se encontra em situação de sede vacante, ou seja, sem bispo ou arcebispo residente. Quando o administrador é designado pelo Papa é chamado de Apostólico, quando diferentemente é designado pelos padres da sede (que é o caso de Guarabira), é chamado Diocesano.

Dom Lucena, foi o Terceiro Bispo que passou pela Diocese de Guarabira, onde comandou os trabalhos durante oito anos. No mês de julho do decorrente ano ele foi transferido para a Diocese de Nazaré, em Nazaré da Mata – PE.

Pascom

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Papa suprime o título de ‘monsenhor’ na Igreja

O Papa Francisco, que deseja uma igreja mais humilde e próxima das pessoas, decidiu suprimir os títulos honorários, entre eles o de “monsenhor”, medida que busca acabar com “o classismo e o espírito mundano” dentro da hierarquia eclesiástica.

A decisão foi tomada há várias semanas e divulgada nesta quarta-feira (8) pela imprensa italiana.

Papa Francisco fala com fiéis durante a audiência geral desta quarta-feira (8) (Foto: Tony Gentile/Reuters)Papa Francisco fala com fiéis durante a audiência geral desta quarta-feira (8) (Foto: Tony Gentile/Reuters)

O secretário de Estado do Vaticano enviou uma carta aos núncios (embaixadores) da Santa Sé em todo o mundo, para que informem os bispos sobre a medida.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O único título que os bispos poderão conservar é o de “capelão de Sua Santidade”, afirma o texto, que enfatiza que a medida não tem caráter retroativo. Por isso, muitos eclesiásticos da Cúria Romana – o governo central da Igreja – continuarão mantendo o título de monsenhor.

Em 1968, o Papa Paulo VI, fonte de inspiração para Francisco, reduziu dentro da Igreja Católica o número de títulos honorários, que chegavam a 14 na época.

A atual decisão está de acordo com o desejo do Papa jesuíta de reformar gradualmente a Igreja.

G1

Cássio lamenta falecimento do Monsenhor José Trigueiro do Vale


Tão logo tomou conhecimento do falecimento do monsenhor José Trigueiro do Vale, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) externou profunda lamentação pela perda de um “homem comprometido com a fé em Deus e a educação”. O Monsenhor José Trigueiro era um homem admirado por várias gerações por todos os serviços prestados à comunidade paraibana e deixa um legado marcado pela religiosidade e pela sua vasta atuação em prol da educação.

Ao se solidarizar com a família do monsenhor, Cássio destacou o grande senso de responsabilidade social, com que o religioso traçou as suas atividades e se tornou referencia educacional e religiosa de milhares de paraibanos. Além do Unipê do qual foi um dos fundadores e reitor, o Monsenhor José Trigueiro do Vale foi um dos idealizadores do Instituto Dom Adauto.

A missa de corpo presente do Monsenhor José Trigueiro do Vale será celebrada pelo arcebispo da Paraíba, Dom Aldo di Cillo Pagotto, às 17h, na Igreja de Lourdes, onde ocorrerá o sepultamento, logo após a celebração, nesta segunda.

Assessoria do senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB)

Morre aos 88 anos, Monsenhor José Trigueiro do Vale, fundador do UNIPÊ

Faleceu na tarde desse domingo (6) o Monsenhor José Trigueiro do Vale, fundador do Centro Universitário de João Pessoa (Unipê). Monsenhor Trigueiro tinha 64 anos de vida religiosa e sempre se manteve ligado à Paróquia de Nossa Senhora de Lourdes. Conhecido como Padre Trigueiro, completaria agora no dia 20 de junho, 89 anos.

 

Entre as realizações do Monsenhor José Trigueiro estão: a criação do Instituto Dom Adauto, o Centro Social Cordão Encarnado e foi um dos fundadores do Centro Universitário de João Pessoa (Unipê). Monsenhor José Trigueiro já ocupou o cargo de Ecônomo da Arquidiocese da Paraíba, ou seja, a pessoa encarregada da administração dos bens, reitor do Seminário da Paraíba e coordenou o Conselho dos Presbíteros.

 

O velório está ocorrendo na Igreja Nossa Senhora de Lourdes. Nesta segunda haverá missa de corpo presente às 17h e em seguida o sepultamento também na Igreja Nossa Senhora de Lourdes.

No Centro Universitário de João Pessoa (Unipê), não haverá expediente nem aulas na instituição nesta segunda (7). Todas as atividades do Unipê serão retomadas, normalmente, na próxima terça-feira, dia 8.

 

 

 

 

Fonte: Click PB

Focando a Notícia