Arquivo da tag: Mobi

Fiat Mobi passa VW Up! nas vendas de julho

mobiLançado em meados de abril, o Fiat Mobi fica na frente do Volkswagen Up! em vendas pela primeira vez, de acordo com o balanço divulgado pela Fenabrave (Federação Nacional dos Distribuidores de Veículos). Em julho, o modelo da Fiat teve 3.604 unidades vendidas ante 3.407 do concorrente da Volkswagen, o que representa uma vantagem de 197 unidades.

Na comparação com o mês anterior , o Fiat Mobi teve um aumento de 782 unidade nas vendas, já que foram 2.822 unidades em junho. Mas sem atrapalhar o desempenho do Uno no mercado, uma vez que seu “irmão” também apresentou uma leve alta entre junho e julho, de 2.801 para 2.950, ou 149 unidades a mais.

Os números mostram que a fase de adaptação entre Mobi e Uno no mercado está passando. Este último perdeu volume de vendas antes da chegada do Mobi mais por causa do fim da produção da versão mais em conta, a Vivace, que era a responsável pela maior parte das vendas do modelo compacto, mas que poderia atrapalhar a procura pelo Mobi nas lojas da marca italiana.

Como ficaram as primeiras posições do ranking

No cômputo geral, o modelo mais vendido em julho foi novamente o Chevrolet Onix, com 11.591 unidades, seguido pelo Hyundai HB20 (9.697) e pelo Ford Ka (7.235), que ultrapassou o Volkswagen Gol  (6.466), agora o quarto colocado na lista dos carros mais vendidos no Brasil.

Em quinto lugar, ainda conforme o relatório da Fenabrave aparece o Fiat Palio, com 6.020 unidades e, em sexto, o Chevrolet Prisma (5.931 unidades), que acaba de ser renovado na linha 2017, com novo visual e central multimídia atualizada, a MyLink 2.

Ainda entre os detaques, está o Toyota Corolla ( 5.919), sedã médio mais vendido do segmento, que consegue ter melhor desempenho nas vendas do que modelos bem mais em conta, como o Renault Sandero (5.700).

Na briga entre os SUV, o Jeep Renegade (4.746) aparece na frente do  Honda HR-V (4.338), com o Ford EcoSport (2.409) bem atrás. Está prestes a receber retoques no desenho e o novo motor 1.5 Dragon no lugar do 1.6 Sigma.

iG

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Fiat Mobi: saiba tudo sobre o compacto

fiat-mobiO Fiat Mobi será lançado oficialmente nesta noite, mas Autoesporte adianta as principais informações do carro com base no site oficial do modelo, que já está no ar. A página indica que a versão inicial Easy custará R$ 31.900, acima dos R$ 30 mil esperados até então. O modelo será equipado exclusivamente com motor 1.0 flex da família Fire e câmbio manual de cinco velocidades. Ainda não há, porém, detalhes sobre potência e medidas exatas do carro. Esta página será atualizada durante o dia e a noite com as novidades que forem surgindo e com as oficializações que serão feitas pela empresa.

Caso os R$ 31.900 iniciais se confirmem, a versão básica do Mobi será mais cara do que o cobrado atualmente pelo Palio Fire e, inclusive, do último preço cobrado pelo Uno Vivace. No entanto, será R$ 7 mil mais barato do que o Uno de entrada, valor considerável para esta faixa de preço. Autoesporte também apurou junto a outras fontes ligadas à Fiat que a segunda configuração, batizada de Easy On, custará R$ 36.500.

Fiat Mobi aparece no Monte Seu Carro com preço inicial de R$ 31.900 (Foto: Reprodução)

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Versões e itens

O site confirma o que Autoesporte antecipou: o Mobi será vendido em seis versões, chamadas respectivamente de Easy, Easy On, Like, Like On, Way e Way On. A versão inicial será voltada mais para frotistas do que para o público em geral e abrirá mão de itens básicos, como limpador e desembaçador do vidro traseiro. A versão básica (Easy) será equipada com bancos traseiros bipartidos, calotas de 13 polegadas, computador de bordo e tela LCD com indicador de troca de marchas no quadro de instrumentos. Até vidros e travas elétricos serão opcionais, os únicos desta configuração. Quem partir para a versão Easy On ganhará ar-condicionado, direção hidráulica, sendo que vidros e travas elétricos continuam opcionais.

Fiat Mobi (Foto: Reprodução)

A variante Like adiciona vidros e travas elétricas, limpador e desembaçador dos vidros traseiros. Como opcional, será possível adicionar o rádio Connect (tela de 4 polegadas com leitor de MP3, entradas USB e auxiliar e Bluetooth) e volante multifuncional com comandos do rádio e regulagem de altura. A configuração Like On inclui sensor de estacionamento, retrovisor elétrico, rodas de liga-leve de 14 polegadas, retrovisores com repetidores de setas, vidros traseiros elétricos, regulagem de altura do banco do motorista e regulagem de altura do volante.

Por fim, a versão Way ganhará detalhes estéticos que remetem à pegada aventureira, como caixas de roda em preto fosco e rack de teto. Os itens de série serão os mesmos da variante Like, enquanto os equipamentos da Way On serão emprestados da Like On. No entanto, elas ainda não aparecem no site oficial, o que indica que podem vir a ser lançadas em um segundo momento.

Interior do Fiat Mobi básico (Foto: Reprodução)

Motor e câmbio

O Mobi será equipado exclusivamente com motor 1.0 flex da família Fire e câmbio manual de cinco velocidades. O motor 1.4 flex e a opção de câmbio automatizado Dualogic ficarão, ao menos por enquanto, restritos ao Uno. Além disso, o motor 1.0 tricilíndrico que era esperado para o Mobi não ficou pronto a tempo do lançamento. Assim, chegará primeiro no facelift do Uno, ainda este ano. Possivelmente no ano que vem, quando o Mobi passar por sua primeira atualização, o compacto também ganhará o motor, que promete ser mais econômico.

Cores

Nossa equipe apurou em primeira mão a paleta de cores do modelo, que também apostará em cores ousadas. É o caso do Roxo Mirtilo (abaixo) e Verde Amalfi, que são perolizadas, assim como o Branco Alaska. Cinza Scandium, Prata Bari, Azul Netuno e Vermelho Oppulence serão as opções metálicas. Entre as sólidas há Preto Vulcano, Branco Banchisa e Vermelho Alpine. Ainda não há, porém, informações sobre qual será o valor extra cobrado por cada tom metálico e perolizado.

Fiat Mobi Roxo Mirtilo (Foto: Reprodução)

Fiat Live On

Uma das principais inovações do Mobi será o sistema multimídia alternativo ao rádio Connect. Batizada de Live On, a tecnologia transforma o celular de um dos passageiros em tela central, conforme mostra a imagem abaixo. Além disso, as funções passam a ser comandadas também pelo volante multifuncional, quando o carro for equipado com este item.

A Fiat desenvolveu um aplicativo específico para esta função, que só estará disponível em junho, conforme também já havíamos antecipado. Pelo app será possível ouvir músicas, traçar rotas pelo GPS e até escutar estações de rádio. Há a função Eco Drive, que analisa a forma como o motorista está dirigindo para orientar como reduzir o consumo de combustível, e a Car Parking, que indica para o motorista onde o carro foi estacionado.

Sistema Live on do Fiat Mobi (Foto: Reprodução)

Cargo Box

Assim como seu principal rival, o Volkswagen up!, o Mobi terá um sistema que divide o porta-malas em três diferentes compartimentos, conforme você pode ver na imagem abaixo. Curiosamente, também é no porta-malas que está outro detalhe inspirado no up! europeu. É que a tampa do porta-malas do Mobi será de vidro preto. O compacto da Volkswagen é vendido assim em outros mercados, mas a tampa de vidro foi substituída na versão nacional do up!.

Além do Cargo Box, a Fiat oferecerá aos consumidores uma Eco Bag, bolsa para carregar compras, feita de material não poluente. Por fim, haverá um jogo de malas que cabem exatamente no compartimento de carga do carro.

Porta-malas do Fiat Mobi pode vir com caixa organizadora (Foto: Reprodução)

Outros itens

O Mobi também contará, especialmente em suas versões mais equipadas, com outros itens de série mais sofisticados. Não se sabe, ainda, se eles serão de série em determinadas versões ou sempre vendidos como opcionais. É o caso do sensor de estacionamento com alerta sonoro e dos retrovisores elétricos com repetidores de setas, sistema que inclina o retrovisor direito para baixo para facilitar manobras.

Haverá, ainda, faróis com máscara negra, grade dianteira em preto brilhante e câmera de ré com imagens apresentadas no retrovisor interno. Quem preferir uma central multimídia mais moderna do que o sistema de rádio Connect e o Live On poderá comprar a tela de 6,2 polegadas da Mopar, oferecida como opcional (abaixo).

Entre os itens de segurança, haverá alarme com chave canivete, sistema de frenagem de emergência, farol de neblina e sistema que mantém os faróis acesos por alguns segundos mesmo depois que as portas são trancadas.

Tela multimídia do Fiat Mobi (Foto: Reprodução)

Garantia e revisões

A Fiat oferecerá ao Mobi garantia de fábrica de três anos, mas será possível ampliá-la por mais um ou dois anos. Os valores ainda não foram divulgados.

Assim como a Toro, o hatch compacto terá revisões com preço fixo e opção de compra antecipada. Na hora de comprar o Mobi, o consumidor poderá já pagar pelo valor de 2 a 10 revisões do carro. Assim, não precisará se preocupar em gastar mais dinheiro na hora de mantê-lo, nem ficará com receio de que os preços sejam alterados até lá.

Briga interna

O Mobi substituirá o Uno Vivace, versão de entrada que não havia sido atualizada com a linha completa do Uno. No entanto, o novato não irá matar o Palio Fire, que, ao menos por enquanto, segue sendo produzido e vendido.Isso porque a Fiat quer testar a aceitação do Mobi no mercado para entender se ele tem fôlego para substituir o modelo mais veterano da linha atual. Para conseguir produzir um carro mais acessível, a Fiat se valeu de diversas partes já utilizadas no Uno e no Palio. A plataforma, por exemplo, é a mesma do Uno, porém encurtada.

Moby Party

Para divulgar o carro e o apelo urbano que ele pretende carregar, a Fiat vai organizar eventos em oito cidades brasileiras, com direito a food trucks, shows e cervejas artesanais. No dia 16 de abril, Belo Horizonte (Praça Mendes Júnior, em frente à Casa Fiat), São Paulo (Armazém da Cidade, na Vila Madalena), Campinas (Praça das Bandeiras, Parque Taquaral), Rio de Janeiro (Parque dos Patins), Porto Alegre (Estacionamento Parque Moinho dos Ventos), Brasília (Estacionamento 12, Parque da Cidade) e Curitiba (Museu Oscar Niemeyer) recebem o Moby Party. Já no dia 24 de abril, será a vez de Recife (Segundo Jardim, Boa Viagem). Em todas as cidades, a programação vai das 10h às 16h, a não ser em São Paulo, onde o evento termina às 18h30.

Traseira do Fiat Mobi (Foto: Reprodução)
revistaautoesporte

Fim do mistério: eis o Fiat Mobi

Car Club Brasil/Reprodução
Car Club Brasil/Reprodução

O lançamento mais importante da Fiat no ano foi visto sem camuflagem antes de sua estreia. O subcompacto Mobi foi fotografado em um lava-jato na cidade mineira de Betim, onde já é fabricado. As imagens foram cedidas pelo Car Club Brasil.

Pelas fotos dá para perceber que trata-se de uma versão menorzinha do Uno atual. Seus principais concorrentes serão o Volkswagen Up! e o Renault Kwid, que será mostrado no Salão do Automóvel, em novembro. A versão flagrada é a Way, que tem apliques de plástico na carroceria, rack de teto e faróis de neblina. Na parte traseira, um adesivo colado na tampa da mala nomeia a versão.

Com estreia prevista para este semestre ainda, o modelo deve ter tabela entre R$ 25 mil e R$ 30 mil. Para ajudar a cortar custos, boa parte dos componentes será aproveitada do Uno e do Palio, incluindo parte da plataforma. O novo carro será mais curto e estreito, mas o aperto será compensado pela cabine mais elevada, dando espaço para a cabeça dos ocupantes.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Em um primeiro momento, o motor será o mesmo 1.0 flexível de até 75 cv, que hoje equipa o Palio Fire, com quem o Mobi deverá conviver por algum tempo, e o câmbio é manual de cinco marchas. O uso do motor atual ajudará a garantir um preço de estreia competitivo ao carrinho. Em 2017, o propulsor será substituído pelo novo três-cilindros que a Fiat está desenvolvendo.

 

 

Estadão