Arquivo da tag: mistura

Caminhos do Frio chega a Bananeiras com mistura de aventura e arte na Serra

BananeirasA partir desta segunda-feira (08) a cidade de Bananeiras recebe a Rota Cultural Caminhos do Frio e se estende até o próximo domingo (14). Com uma programação diversificada a rota que esta na sua 11º edição, vem para completar o calendário do evento que possui nove (9) municípios envolvidos, sendo a sexta a receber o evento. Sua abertura acontece às 19h30min no Espaço Cultural Oscar de Castro, com exposição de artes, feira de artesanato, muita música e dança.

Com o tema “Aventura e Arte na Serra”, a Programação contará com oficinas, apresentação de teatro de bonecos, exposições de artes plásticas, exibição de filmes, espetáculo de dança e teatro, feira de artesanato, mostra gastronômica e trilhas ecológicas. Entre as atrações musicais estão os shows de Banda SCFV, Eloisa Olinto, Tinho e Banda, Kelson Kiss, Banda Anthares, Sandra Belê, Curió e Forró Caboclo.

Todos os anos a programação do Caminhos do Frio na cidade de Bananeiras homenageia artistas da região, esse ano as homenagens são direcionadas para o Guarabirense Clóvis Júnior e o Bananeirense Alexandre Filho, artistas plásticos de renome internacional que representam a arte Naif.

Além dos diversos meios de hospedagem alternativa que são oferecidos em casas residenciais, os três maiores empreendimentos de hotelaria, em Bananeiras, dispõem de 383 leitos, distribuídos em apartamentos, chalés e alojamentos. Entre os pontos turísticos mais visitados estão o Túnel Ferroviário, a Lagoa do Matias, o Cruzeiro de Roma, as pinturas rupestres no Sítio Umarí, a Bica dos Cocos, o Colégio Agrícola Vidal de Negreiros, o Engenho Rainha, a Casa de Solón de Lucena, entre outros.

A primeira cidade a receber o roteiro foi Areia (04 a 10/07); logo em seguida passando por  Pilões (11 a 17/07), Remígio (18 a 24/07), Solânea (25 a 31/07), Serraria ((01 a 07/08), chegando em  Bananeiras e seguindo para os municípios de Matinhas (15 a 21/08), Alagoa Nova (22 a 28/08), com encerramento em Alagoa Grande (28/08 a 04/09).

O Caminhos do Frio é uma realização do Fórum Regional de Turismo Sustentável do Brejo Paraibano e das prefeituras envolvidas, contando com apoio do Governo do Estado, por meio da PBTur e do Sebrae-Paraíba. Toda a programação da Rota Cultural pode ser vista no site do evento, www.caminhosdofrio.com.

Ascom-PMB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Procon-JP adverte para chupetas defeituosas e mistura em pó com glúten

chupetaA Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-JP) chama a atenção dos consumidores paraibanos para a campanha de chamamento de duas empresas nacionais.

O primeiro produto é da empresa Plastiago Indústria e Comércio de Produtos Infantis Ltda e se trata das chupetas borboleta bico de silicone, da marca Pinpon, referência 283. O defeito verificado pode provocar sérios danos, porque a criança costuma segurar a chupeta com os dentes e puxar pela argola, forçando a retirada do produto da boca, como uma brincadeira, ou para coçar as gengivas. Nesse processo, o bico pode se separar da armação e o bebê pode vir a engoli-lo, o que poderia causar asfixia.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Fabricadas em 5 de fevereiro de 2014, foi constatada irregularidades no teste de elasticidade e fervura do produto. A campanha de chamamento, iniciada em 4 de setembro, abrange 2.291 unidades do produto colocado no mercado de consumo de todo país, e a numeração do lote é 321283.

Mistura em pó – A Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-JP) também alerta aos consumidores paraibanos para a campanha promovida pela empresa Prolev do Brasil Ltda para o não consumo e substituição dos produtos de mistura em pó Sutax-Bompreço, sabor chocolate, nas versões kids e adulto, fabricados entre os dias 20 de maio e 1º de agosto de 2014. Foi constatada a presença de glúten e o rótulo, erroneamente, informa que o produto não contém a substância.

Para as pessoas portadoras de doenças celíacas (também conhecida como enteropatia glúten-induzida é uma patologia autoimune que afeta o intestino delgado de adultos e crianças), o glúten pode provocar reações adversas como diarréias, prisão de ventre, náuseas, entre outros sintomas próprios da doença. A campanha de chamamento, iniciada no final de agosto, abrange 228 produtos colocados no mercado de consumo paraibano, com numeração de lotes 3KC114A, 3C2114A, 3C2714A e 6KC2514A.

Segundo informações da empresa Prolev do Brasil Ltda, até o momento não há conhecimento de ocorrência de reações adversas provocadas pela mistura em pó Sutax-Bompreço, que contém traços de glúten.

Secom-JP

Dilma mistura Copa do Mundo e campanha eleitoral em discurso

dilmaUm dia após o término do Mundial, a presidente da República, Dilma Rousseff (PT), escalou um time de 16 ministros para capitalizar eleitoralmente o sucesso da “Copa das Copas”. No Centro Integrado de Comando e Controle em Brasília, por duas horas e meia, em rede de emissoras públicas, pelo menos 13 deles se revezaram no púlpito para apresentar, com embrulho de campanha eleitoral, o balanço do megaevento esportivo.

 

Durante a explanação, ministros anunciaram o mote “imagina nas Olimpíadas”, hashtag que já inunda as redes sociais. A oposição reagiu. O PSDB, por meio do Instituto Teotônio Vilela (ITV), divulgou nota com um balanço paralelo para mostrar que muito do que foi prometido pelo governo acabou não sendo cumprido.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, aproveitou o evento para fustigar, sem mencionar nomes, os dois principais adversários da presidente Dilma na corrida pelo Planalto, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB). “Agora, a presidente mandou uma carta para todos os jogadores, diferentemente de outros candidatos, e ela teve um comportamento sempre de solidariedade à Seleção, dando todo o empenho que nós podíamos dar para que ela fizesse o melhor”, declarou.
A presidente abriu o evento afirmando que foi um grande desafio organizar e garantir uma Copa à altura do povo brasileiro. “Nós vivemos, nesses dias, uma festa fantástica. Mais uma vez, o povo brasileiro revelou sua capacidade de bem receber”, disse. Dilma aproveitou a oportunidade para citar prognósticos que indicavam o atraso nos estádios e em outras obras de infraestrutura.

 

Correio Brasiliense

Portal Uol destaca Caminhos do Frio 2012: ‘Roteiro mistura história e degustação de cachaça pelo interior da Paraíba’

Os efeitos colaterais são visíveis. Os olhos quase não piscam diante de cada um dos detalhes sobre engenhos e escravidão; o sorriso parece não caber na boca com as deliciosas histórias contadas sobre tempos passados; e o corpo começa a ficar mais relaxado logo após a segunda degustação de cachaça. Esses são alguns dos (agradáveis) sintomas para quem realiza a rota ‘Caminhos dos Engenhos’, no interior da Paraíba.

‘Caminhos dos Engenhos’ é roteiro turístico embriagante pelo interior da Paraíba

Foto 1 de 31 – O centro histórico de Areia, município de 23 mil habitantes do interior da Paraíba, abriga um belo conjunto arquitetônico declarado Patrimônio Histórico Nacional, em 2005. A cidade, um dos destinos históricos da rota ‘Caminhos dos Engenhos’ servia de parada de tropeiros que seguiam para o sertão nordestino e, anos mais tarde, abrigou diversos engenhos produtores de produtos derivados da cana-de-açúcar Eduardo Vessoni/UOL

Pode parecer história de fazendeiro exagerado, mas bem longe da cobiçada costa litorânea paraibana o viajante encontra um inesperado roteiro turístico que inclui visita a antigos engenhos produtores de cachaça, casario histórico bem preservado e um clima de interior com direito até a friozinho serrano.

Localizada no Brejo paraibano, uma microrregião daquele estado formada por serras e vales, Areia é uma das principais portas de entrada. Esse pequeno município de 23 mil habitantes, que no século 17 servira de parada de tropeiros que seguiam para o sertão nordestino, abriga um belo conjunto arquitetônico declarado Patrimônio Histórico Nacional, em 2005.

SERVIÇO

Areia
www.areia.pb.gov.br
Bananeiras www.bananeiras.pb.gov.br
Brejo Paraibano www.brejoparaibano.com.br
Parahyba Convention & Visitors Bureau Campina Grande e Região
Av. Floriano Peixoto, 53 (sala 7) – Centro de Campina Grande
Tel: (83) 3322-6363
De seg. a sex. das 8h às 12h e das 14h às 18h

É lá que estão o Teatro Minerva, obra de 1859 considerado o primeiro teatro da Paraíba, a casa onde nasceu Pedro Américo, o artista que pintou o famoso ‘Grito do Ipiranga’, e dezenas de casarões do período em que a região era formada por engenhos de açúcar.

Areia abriga os primeiros engenhos da Paraíba a contarem com máquinas a vapor.
Outro dado curioso é que essa cidade de tendências abolicionistas antecipou-se à Lei Áurea e, dias antes, libertou os últimos escravos que trabalhavam na região. O que não deve faltar são altas doses de boas histórias contadas nos engenhos locais visitados. Moderação só no nível de álcool ingerido.

Estabelecimentos como o Engenho Triunfo, estabelecimento que produz 250 mil garrafas por mês e que ficou conhecido pela produção natural que não utiliza nenhum produto químico, e o Engenho Vaca Brava, um engenho histórico de 1860 administrado pelo divertido e falante Aurélio Leal Freire.

Se depender do ‘Seu’ Aurélio, o engenho deve continuar como nos velhos tempos das máquinas francesas compradas na década de 50. “Enquanto eu estiver vivo, ninguém tira essas ferragens daqui. É um maquinário histórico”, ameaça com tom de voz mais elevado o simpático senhor de mais de 80 anos.

  • Eduardo Vessoni/UOLA cachaça Rainha é fabricada no Engenho Goiamunduba desde 1877 e é um clássico da Paraíba

Sem dúvida, esse é um dos pontos máximos da viagem pela zona rural da região. O proprietário, cujo estabelecimento recebe os visitantes de forma improvisada (mas não menos acolhedora) pois ainda não possui estrutura voltada para o turista, é capaz de dar um show na hora de contar histórias da época de José Rufino, personagem local que morou em uma casa equipada com uma senzala, e ao descrever, detalhadamente, o processo caseiro de preparação da sua cachaça.

A vizinha Bananeiras, a quase 30 km dali e a 552 metros sobre o nível do mar, é outro destino que merece uma visita. Esse município de passado colonial, recortado por ladeiras e sobrados do século 19, foi o maior produtor de café de toda a Paraíba e abriga um casario com 80 construções catalogadas pelo IPHAEP.

A região abriga também o histórico engenho Goiamunduba que, desde 1877, fabrica a cachaça ‘Raínha’, um clássico da Paraíba. A cidade ainda conta com outras construções históricas como um túnel de trem de 1922 e um cruzeiro do final do século 19 localizado a 507 metros de altura, além da Cachoeira do Roncador, uma queda d’água de 45 metros.

Entre julho e agosto, quando a região chega a registrar temperaturas de até 12°, o Brejo paraibano serve também de cenário para o evento ‘Caminhos do Frio’. Areia, Bananeiras e Alagoa Grande são algumas das cidades que recebem os visitantes com atividades como exposições de artesanato, apresentações de dança e de grupos folclóricos, shows de forró pé-de-serra, oficinas culturais e passeios como trilhas e visita aos engenhos locais.

Se depender do alto número de histórias contadas sem moderação, o visitante deve deixar a região viciado por uma das mais agradáveis opções turísticas e históricas de toda a Paraíba.

Uol