Arquivo da tag: Menino

Mãe e padrasto suspeitos de torturar menino de sete anos em Boqueirão, PB, são presos

Foram presos o padrasto e a mãe do menino de sete anos que era acorrentado e torturado na cidade de Boqueirão, a 146 km de João Pessoa. Maria Aparecida Sousa Silva e Edilson Cosme Albuquerque foram presos por força de mandados de prisão preventiva expedidos a pedido da Polícia Civil.

Os suspeitos foram encaminhados para delegacia seccional da cidade de Queimadas. A informação foi confirmada na manhã desta quinta-feira (18) pelo delegado Iasley Almeida, responsável pela investigação do caso.

A criança de sete anos deu entrada no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, em estado de desnutrição e com ferimentos no dia 10 de julho. De acordo com a Polícia Civil, a criança estaria sofrendo maus-tratos praticados pela mãe e pelo padrasto. O laudo finalizado pelo Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) confirmou que a criança sofria agressões físicas prolongadas e contínuas, o que se configura como tortura.

Conforme explica Márcio Leandro, chefe do Numol, no momento do exame o menino estava muito debilitado, desnutrido e com um quadro de anemia profunda. “Tinha lesões por todo corpo, nas costas e lesões nos glúteos, o que indica que ele passou bastante tempo imóvel, imobilizado, por estar acorrentado. As agressões foram tão prolongadas que se tornou tortura”, explica o chefe do Numol.

A criança deve passar por cirurgias plásticas após tratamento dos ferimentos no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. Segundo informações repassadas pela unidade de saúde, o menino tem um ferimento tão grave na cabeça que vai precisar passar por uma cirurgia plástica para reconstituir o tecido lesionado. O diretor-técnico do hospital Gilney Porto, explicou que é preciso primeiro esperar a cicatrização dos ferimentos.

De acordo com Márcio Leandro, uma reavaliação precisa ser feita na criança para que sejam identificados os graus das lesões que devem permanecer no menino. No entanto, isso só vai acontecer após a cirurgia.

O menino de sete anos permanece internado no Hospital de Trauma de Campina Grande, com estado de saúde considerado estável. Ainda não há previsão de receber alta médica.

(Foto: Mayara de Oliveira/Portal Correio)

G1

 

Menino de 7 anos é internado após ser resgatado de cárcere privado na Paraíba

Um menino de apenas 7 anos está internado no Hospital de Trauma de Campina Grande após ser resgatado pela polícia da casa onde morava com a mãe com o padastro.

De acordo com as informações policiais ele era mantido em cárcere privado e os principais culpados são a mãe e o padrasto. O fato foi descoberto na zona rural do município de Boqueirão.

O Conselho Tutelar informou que a criança foi encontrada acorrentada e teria sido espancada com fios elétricos e cordas.

Ainda segundo o Conselho Tutelar, o estado de saúde do menino é considerado grave.

O menino já tinha sido afastado do convívio com a mãe, devido a denúncias de agressões e havia apenas 40 dias que tinha retornado à casa da genitora.

PB Agora

 

 

Menino de 6 anos sofre queimaduras após ser atingido por sopa em escola

Uma criança de seis anos teve queimaduras no corpo ao ser atingida por uma porção de sopa, na Escola Municipal Manoel Machado da Nóbrega, no município de Massaranduba, no Agreste paraibano. O fato aconteceu nessa quinta-feira (28) e o pai contou ao Blog do Márcio Rangel que a diretoria informou não ter responsabilidade sobre o ocorrido.

A diretora informou ao pai do menino que ele rejeitou ser levado ao hospital, com medo de injeção. A diretora Célia Araújo teria se recusado a falar sobre o caso ao Blog do Márcio Rangel.

O ClickPB não conseguiu entrar em contato com a prefeitura de Massaranduba e com a escola municipal onde a criança estuda.

 

ClickPB

(Foto: Arquivo pessoal/Reprodução/Blog do Márcio Rangel)

 

Menino de 10 anos é ferido no rosto por tiro acidental, em Sousa

Um tiro acidental disparado por um adolescente de 13 anos atingiu o rosto de uma criança de 10 anos, na cidade de Sousa, Sertão paraibano.

Segundo informações da polícia, os dois garotos são irmãos e estariam caçando em um assentamento no momento do ocorrido.

A vítima foi socorrida e levada para o Hospital Regional de Sousa e de acordo com a unidade de saúde, não corre risco de morrer.

PB Agora

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Menino de 11 anos tenta roubar moto, mas é ferido com tiro de raspão em JP

Um menino de 11 anos foi ferido com um tiro de raspão, na tarde desta sexta-feira (29), ao tentar roubar uma moto no bairro do Bessa, Zona Leste de João Pessoa.

De acordo com a assessoria de comunicação da Polícia Militar, ele estava sozinho e abordou a vítima para roubar a moto. Porém, durante a ação, o garoto foi atingido com um tiro de raspão.

Ainda segundo a assessoria da PM, até as 15h, a polícia ainda não tinha informações sobre quem efetuou o disparo que feriu o menino. Após ser detido, ele foi levado para o Conselho Tutelar.

portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Menino de 10 anos morre afogado em trecho da transposição na PB

Reprodução/Google Street View
Coxixola-PB

Um menino de 10 anos morreu afogado, nesse domingo (10), em um trecho da Transposição do Rio São Francisco, em Coxixola, Cariri paraibano, a 247 km de João Pessoa.

De acordo com a Polícia Civil, o caso aconteceu no início da tarde. Familiares tentaram reanimar a criança e a socorreram para um hospital na cidade de Serra Branca, mas ela já chegou morta à unidade de saúde.

Ainda conforme a polícia, informações que circulavam no hospital eram de que o local onde aconteceu o acidente tinha pouca profundidade. A suspeita inicial é de que uma crise epilética tenha contribuído para o afogamento.

O corpo do menino foi levado para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Campina Grande, onde passa por perícia.

Portal Correio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Menino de 12 anos é flagrado dirigindo carro de prefeitura do Sertão da Paraíba

Um adolescente de 12 anos foi flagrado dirigindo um carro oficial de uma prefeitura na BR-230, próximo à cidade de Patos, no Sertão Paraibano. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal, o veículo pertence a um municipio da região e um homem que estava com a criança na hora do flagrante recebeu voz de prisão.

Ainda conforme a PRF, o adolescente estava dirigindo um carro Fiat Uno e só foi percebido após uma abordagem de agentes que estavam trabalhando na operação “Duas Rodas”. O adulto que estava com ela identificou-se como seu padrinho e informou que estava ensinando o menino a dirigir. O homem trabalha como motorista da prefeitura da cidade a que pertence o veículo.

Após a constatação, os policiais deram voz de prisão ao padrinho da criança pelo crime de permitir, confiar ou entregar a direção do veículo automotor a pessoa não habilitada. A pena para este crime é de seis meses a um ano de detenção. O valor da multa para a infração é de R$ 880,41. O homem foi enquadrado também no crime de peculato. Por este crime, caso seja condenado, ele pode ser punido com uma pena que varia entre dois a doze anos de reclusão, além de multa.

Ocorrência semelhante em Pombal

Outra ocorrência semelhante foi registrada na cidade de Pombal, também no Sertão paraibano. Na ocasião, os policiais flagraram um adolescente de 15 anos pilotando uma moto, com outra criança de apenas 11 anos na garupa. Ambos estavam sem capacete.

A moto foi recolhida para o posto da PRF e o Conselho Tutelar da cidade foi acionado para acolher o adolescente e a criança. O proprietário da motocicleta será identificado para responder pelo crime de trânsito.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

 

Menino é morto e menina fica gravemente ferida após ataque de pitbull

logan-braatzUm menino morreu e uma menina ficou gravemente ferida após um ataque de três cachorros da raça pitbull em Atlanta, nos Estados Unidos. Logan Braatz, 6, morreu, e Syari Sanders, de 5 anos, foi levada para um hospital, segundo uma reportagem da “CBS46”. O ataque aconteceu nesta terça-feira quando as crianças estavam andando até o ponto de ônibus da escola.

Uma testemunha, Shamonta Clayton, contou que acordou com os gritos das crianças. “Eu sabia que era algo sério porque essa era a hora que as crianças vão para a escola. A mãe estava lá gritando, não conseguiu pegar a criança, então peguei seu corpo e o levei para a ambulância”, disse Clayton.

Segundo a polícia, outra criança teve pequenas lesões no ataque. O proprietário dos cães, Cameron Tucker, foi preso e acusado de conduta imprudente. Os cachorros foram levados por oficiais de controle de animais.

Extra

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Anjo ou Fantasma: conheça o menino que ajudou no resgate

meninoA noite da última segunda-feira e a madrugada da terça-feira não serão esquecidas tão cedo por Johan Alexis Ramirez e Miguel Ramirez. Os dois estavam tranquilos vendo televisão na fazenda em que moravam quando escutaram um forte estrondo. O barulho era o avião da Lamia que levava o elenco da Chapecoense para Medellín, que havia acabado de cair. A queda causou morte de 71 pessoas. Mas seis delas se salvaram. Cinco com a ajuda dos dois.

Johan, 15 anos, é o menino que nos últimos dias foi tratado como anjo e fantasma pela imprensa mundial. Seu sumiço no meio do resgate fez com que poucas pessoas vissem o menino que corria para cima e para baixo ajudando os bombeiros. Diversos veículos chegaram a questionar sua existência. O pai explica o motivo que fez com que o adolescente saísse do local.

“Ele sumiu porque um policial nos tirou da área do acidente de um jeito muito rude. Nós saímos e não nos viram mais essa noite. Ficamos das 11 horas (2 horas da manhã no Brasil) até às 3 horas (6 horas da manhã no Brasil)”, falou Miguel.

Segundo o pai do menino, Johan chegou a discutir com um bombeiro, e Miguel achou melhor tirá-lo para evitar que uma confusão atrapalhasse o resgate.

Enquanto os veículos pelo mundo discutem se seu filho é fantasma ou anjo, Miguel tem uma resposta mais simples, recheada de orgulho. “Me sinto muito orgulhoso dele porque foi salvar vidas e não saquear as coisas que não eram dele, como fizeram muitas pessoas. É muito lindo que não tenha medo dos mortos, colaborando muito. Graças a Deus, fui premiado com esse herói”, falou.

Divididos com as equipes de resgate, Miguel e Johan assumiram o papel de guiar os bombeiros em uma região que eles não conheciam muito bem. O conhecimento da dupla se dava pelo fato deles morarem a quatro minutos do local da queda.

“Nós os guiávamos por um caminho mais curto e iluminávamos com lanterna e meu celular. Ajudei eles a tiraram a Ximena, a aeromoça. Meu filho ajudava igualmente. Nós os levávamos do local da queda até a estrada”, explicou.

No período do resgate, não foi só Ximena que foi salva pelos dois. Apenas Neto, que foi encontrado depois deste horário, não teve ajuda dos dois. O lateral Alan Ruschel foi o primeiro encontrado por Johan.

Mas nem todos os resgatados por eles chegaram com vida. “Meu filho levava um jogador quando o bombeiro o chamou e avisou que ele tinha morrido”, lamentou.

Depois de deixar o local, os dois voltaram para casa, mas não conseguiram dormir. “Era muita tristeza pela tragédia, mas graças a Deus pudemos salvar essas pessoas”, encerrou.

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Menino é achado desacordado em casa abandonada em Bayeux, na PB

ambulanciaUm menino de 10 anos foi encontrado desacordado na noite de terça-feira (15) em uma casa abandonada no bairro do Baralho, na cidade de Bayeux, na Grande João Pessoa. De acordo com a mãe da criança, com base no que foi relatado pelo menino, ele foi obrigado a entrar em um carro, tomar um comprimido e acabou sendo agredido e abandonado em uma casa. O menino foi atendido pelo Samu e encaminhado para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa.

De acordo com a mãe da criança, três pessoas, entre elas uma amiga dela, teriam participado do rapto do menino. A médica do Samu que prestou atendimento à vítima, Socorro Marques, explicou que o menino foi socorrido em estado regular, embora estivesse bastante afetado emocionalmente. “A criança nos informou de uma dor no membro inferior, mas não temos nenhum indício de fratura”, comentou.

A casa em que o menino foi encontrado fica bem perto da sua residência. A mãe dele explicou que a amiga que teria participado do rapto ajudou a criar o filho. “Ele contou tudo. Que foram dois homens e essa mulher que conhece ele, que ele foi colocado dentro [do carro]. A mulher falou que ia dar dinheiro a ele, mandou ele tomar um comprimido e depois, quando chegou em uma praça, começou a bater”, contou. A criança afirmou aos familiares que não lembra o que aconteceu depois.

Uma vizinha da mãe do menino explicou que a mulher chegou a perguntar sobre a rotina da criança, como ia para escola, mas não sabia que se tratava de algo que pudesse acabar com o rapto e agressão. “Ela comentou que não aceitava que o menino tivesse saído da vida dela e depois pediu que eu não comentasse que ela tinha ido até a minha casa”, explicou a vizinha. No boletim médico divulgado pelo Hospital de Trauma, não consta informação sobre o estado de saúde da criança. O G1 tentou contato com a unidade, mas as ligações não foram atendidas.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br