Arquivo da tag: melhorar

3 formas de melhorar a sua memória

memoriaSe você é daqueles que só não esquece a cabeça porque está colada no corpo, essa matéria é especialmente para você.

Selecionamos alguns truques que vão te ajudar a melhorar a sua memória. Confira:

1. Compreenda ao invés de decorar

Apesar de ser a forma mais usada pelas pessoas, a repetição não é a melhor conselheira na hora de se lembrar das coisas. Isso porque, quando se decora algo, se algum detalhe foge ao roteiro, acaba-se esquecendo tudo.

Dessa forma, a melhor técnica para melhorar a memória e não se esquecer é compreender! Por exemplo, para apresentações, tente entender o conceito a respeito do qual precisa ser falado e você se sairá muito melhor do que se passar horas decorando suas anotações.

2. Rabisque

Outro truque que não parece grande coisa mais que ajuda muito na hora de melhorar a memória é rabiscar. Isso mesmo, fazer desenhos, linhas e traços aleatórios em pedaços de papéis podem ajudar a lembrar das coisas porque ajudam a ‘digerir’ informações não visuais (de novo, o cérebro funciona muito bem com abstrações).

3. Faça associações com objetos

Uma das coisas mais fáceis de se esquecer na vida são nomes de pessoas que acabamos de conhecer. O pior de tudo é que ficar perguntando várias vezes ‘qual é mesmo o seu nome?’ vai criando um clima chato, não é mesmo? Nesses casos, dá para evitar o constrangimento associando o nome da pessoa com alguns objetos físicos, que vá ajudar você a se lembrar. Se, por exemplo, a Ana estivesse sentada, você poderia pensar: “Ana do sofá”.

Claro que parece uma coisa boba, mas esse truque é um dos mais eficazes possíveis quando o assunto é melhorar a memória. Isso porque nosso cérebro é mais eficaz com realidades que com abstrações.

Fonte: Segredos do Mundo

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Gilmar Mendes afirma que ministros do STF são usados para melhorar salários de outras categorias

gilmar-mendesO presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, disse hoje que os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) estão sendo usados “como alavanca para resolver pretensões salariais” de outras categorias.

O Senado pode votar hoje projeto que eleva os subsídios mensais dos ministros do STF em 16,38%, passando dos atuais R$ 33,7 mil para R$ 36,7 mil, a partir de 1º de junho de 2016, e a R$ 39,2 mil em janeiro de 2017.

“A pressão que hoje existe sobre o Supremo Tribunal Federal é uma pressão para nos fazer felizes um pouco à força. A ideia não é aumentar os vencimentos dos ministros do Supremo, mas nos usar como alavanca para resolver pretensões salariais de outras índoles, que refletem não só na magistratura, como um todo, mas também no Ministério Público, nas procuradorias. Devemos ter consciência de que estamos sendo usados como interessados em uma gratificação ou em uma vantagem que nós, necessariamente. não pedimos, mas que está sendo forçada para atender a outros pleitos”, disse o ministro.

Gilmar Mendes considera justo que haja uma revisão da remuneração dos juízes, mas destaca que há “muitas situações delicadas que exigem meditação”. “Nós temos pagamento de gratificações de uma forma um tanto quanto irregular. Por exemplo: o auxílio-moradia, que se generalizou. Os juízes nos estados já ganham uma remuneração superior à dos ministros do Supremo. Há desembargadores no Brasil ganhando R$ 100 mil [por mês].”

O ministro comentou também a extensão de gratificações do Judiciário federal para os nível estadual e o efeito cascata do reajuste. O efeito cascata ocorre porque o salário de ministro do Supremo corresponde ao teto do funcionalismo público e vincula os demais salários dos magistrados.

“Acho que há até um equívoco do CNJ [Conselho Nacional de Justiça] ao mandar automaticamente estender as gratificações e as vantagens existentes no plano federal para o plano estadual, quando isso depende de lei. A mim, me parece que há um amontoado de equívocos, e deveríamos ter cuidado para que não avançaar nesses equívocos”, afirmou Gilmar Mendes.

Perguntado sobre o impacto nas contas públicas com uma possível sucessão de aumentos salariais, o ministro respondeu: “Tem que perguntar ao ministro da Fazenda [Henrique Meirelles] e ao doutor [Jorge] Rachid [secretário da Receita] porque ele certamente terá que prover arrecadação para responder a isso.”

O ministro Gilmar Mendes deu as declarações ao lado do secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, após firmarem parceria para permitir o apoio da Receita na análise da prestação de contas de candidatos, partidos e coligações nas eleições deste ano.

Agência Brasil

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Alimentos podem melhorar o humor e a disposição

alimentosEstudos têm comprovado que o bom humor pode ser alcançado pela composição dos alimentos que você come no seu dia a dia. Isso acontece porque eles possuem a habilidade de alterar a produção e liberação de neurotransmissores, mensageiros químicos que carregam informações de uma célula nervosa para outra.

Os alimentos ricos em proteínas podem ajudar a deixar você mais alerta. Quando digeridos se quebram em aminoácidos. Um aminoácido, conhecido como tirosina, pode aumentar a produção de dopamina e adrenalina que são neurotransmissores capazes de aumentar a energia e o estado de alerta.

Os carboidratos aumentam os níveis de insulina que auxiliam na “limpeza” de aminoácidos do sangue, menos do triptofano.

Este aminoácido, uma vez no cérebro, aumenta a produção de serotonina que é um neurotransmissor capaz de reduzir a sensação de dor, diminuir o apetite, produzir sensação de calma e até induzir ao sono.

Já a falta de ácido fólico pode causar o mau humor. Alguns estudiosos contam que selênio possa ter alguma função neurológica desconhecida, mas seu mecanismo de ação ainda é um mistério. Sabe-se que indivíduos que sofrem de carência de selênio são mais irritados, ansiosos e depressivos, e a suplementação normaliza o humor. Alimentos ricos em selênio são as oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas), atum, semente de girassol, cereais integrais.

Fonte: Minha Vida

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

A internet não pega na casa toda? Saiba como melhorar o Wi-Fi sem gambiarra

wi-fiEm alguns cantos da casa o sinal de Wi-Fi simplesmente não existe. Para receber e enviar mensagem, imagem ou vídeo, todo mundo já sabe para onde correr. Essa é uma situação comum. Paredes, móveis e até outros eletrodomésticos prejudicam o recebimento e a transmissão de dados, mas existem meios para melhorar a distribuição de conexão pelos cômodos. Trocar o roteador ou a antena e investir em repetidores são algumas soluções — isso sem contar as gambiarras já comuns como colocar palha de aço ou latinha de alumínio na antena.

Antes de entupir a casa de repetidores, aparelhos que replicam o sinal do Wi-Fi, tente realocar o roteador. Nem sempre ele está no melhor lugar. “Na grande maioria das vezes, a perda de sinal está ligada a muitos obstáculos e posicionamento inadequado do access point”, afirma Joselito de Sousa Barros, professor do curso técnico em informática do Senac.

“O que realmente deve-se considerar é a velocidade de comunicação necessária e o posicionamento do equipamento, que preferencialmente deve estar mais ao centro do ambiente, de forma a propagar uniformemente as ondas transmitidas”.

Se já tentou colocar o roteador em diversos lugares sem sucesso, talvez seja a hora de reavaliar o equipamento que está usando. Pode ser que você tenha um modelo antigo nas mãos. Pense há quanto tempo o roteador está em sua casa.

“Como o avanço tecnológico é vertiginoso”, disse Sousa Barros, “o volume de dados que trafegam pela rede aumenta proporcionalmente a esse avanço, logo se faz necessário que a infraestrutura que suporta esses serviços acompanhe essa evolução. Com isso, padrões de rede antigos não têm mais espaço, obrigando seus usuários a substituí-los”.

“Tem que ser um casamento”

Antes de comprar novos dispositivos, Sousa Barros recomenda conhecer os equipamentos, descobrir compatibilidades e pensar em aquisições futuras. “Tem que ser um casamento”, disse.

Se seu roteador suporta a troca de antena, essa será uma opção econômica. Segundo Sousa Barros, alguns dispositivos chegam às lojas com antenas de 12 ou 15 dBi e poderiam ter maior alcance e qualidade de sinal apenas trocando a antena por uma de 25 dBi – algo em torno de R$ 30. No entanto alguns fabricantes produzem roteadores com antenas fixas ou internas.

“Milagres não existem nessa área”, disse. “Se você quer acessar suas redes sociais pelo smartphone no cantinho do seu quarto, a 50 metros do transmissor e com dez paredes de concreto separando-os, não vai ser a troca da antena que resolverá seu problema”.

O repetidor de Wi-Fi, como o próprio nome indica, é usado para repetir um sinal já existente. Na prática, ele amplia a área de cobertura. Para grandes propriedades, a combinação de antena e repetidores fazem grande diferença.

Quando muitos repetidores são instalados em ambientes próximos, no entanto, eles podem se tornar fontes de interferência. “Não há um limite estabelecido para a instalação de repetidores, mas temos que ser sensatos”, contou.

“A grande maioria dos repetidores é detectada pelo equipamento principal (roteador) como outro dispositivo de rede (host) para que um canal seguro seja criado. Existem alguns modelos que são mais ‘comunicativos’, amplificado qualquer sinal detectado”.

Quando o ambiente for grande ou com muitos obstáculos, repetidor e antena podem funcionar. Tudo depende, é claro, da velocidade que seu plano diz que entrega. Vale lembrar que trocar roteador ou antena ou investir em repetidores não aumenta o plano que contratou, mas faz com que você aproveite melhor o que já paga.

 Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Secretaria de Agricultura de Santa Rita discute estratégias para melhorar a vida do homem do campo

 

reuniãoOs secretários executivo e adjunto da Agricultura e Abastecimento de Santa Rita, respectivamente, Glauco Morais e Gilvan Castro, se reuniram, nesta terça-feira (14), com representantes de associações comunitárias para discutir estratégias que proporcionem melhorias na vida dos homens e mulheres do campo. Na pauta do encontro constava desde a viabilização da comercialização de produtos dos agricultores locais até a busca por parcerias que contribuam para o desenvolvimento rural do município.

De acordo com o secretário Executivo da Pasta, Glauco Morais, o diálogo com as comunidades rurais tem sido uma constante na gestão do prefeito Reginaldo Pereira. “A secretaria está sempre presente e aberta para resolver os problemas que são de interesse das associações e de toda a população da zona rural de Santa Rita. Nesses encontros, que estão sempre acontecendo entre a secretaria e os agricultores, nós discutimos projetos que venham beneficiá-los, como por exemplo, o acesso às suas comunidades. Outro tema que vem sendo debatido constantemente é a implantação de uma usina de beneficiamento de polpa de frutas e também a questão de parcerias que contribuam que o desenvolvimento dessa área”, explicou o gestor.

Gilvan Castro, secretário adjunto, ressaltou a importância da parceria entre a prefeitura, as associações e outros órgãos para a melhoria da vida dos produtores rurais. “Temos parceria com o Sesc, Senar, Emater, Projeto Cooperar e eles têm sido muito importantes para a realização de projetos como a destilaria Japungu, o beneficiamento de frutas e de macaxeira. A Emater, por exemplo, tem dado suporte técnico na elaboração de projetos, a Conab na viabilização da comercialização dos produtos dos agricultores, enfim, temos tido a preocupação de contribuir com a produção agrícola”, destacou.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

E o resultado de tudo isso, conforme os próprios agricultores, é o crescimento e o desenvolvimento das comunidades da zona rural do município de Santa Rita. Para o presidente da União Santarritense das Associações Comunitárias (USAC), Luciano Silva, o contato direto e de forma aberta com a gestão municipal só tem trazido benefícios.

“E não é apenas a questão da assistência que tem beneficiado os agricultores, mas as orientações que a secretaria tem nos dado tem sido fundamental para que a gente possa buscar formas de melhorar nossas comunidades. Com a chegada do Brasil sem Miséria foi o apoio da gestão que ajudou a identificar a vulnerabilidade social dos agricultores. Além disso, essa orientação constante da Secretaria de Agricultura é o que tem feito com que a gente entenda que podemos ter parceiros. Hoje nós temos biblioteca em nossa comunidade, temos rodas de leitura, aulas de violão, capoeira, cursos de artesanato e foi essa orientação que nos fez buscar essas parcerias”, falou orgulhoso Luciano Silva.

 

 

Assessoria

Veja quatro truques para melhorar o sinal do Wi-Fi em casa

wifiVocê tem uma rede de internet sem fio em casa mas não consegue acessá-la na sala de estar? O computador fica lento demais em determinado cômodo do domicílio?

Problemas assim são muito comuns. No entanto, é possível melhorar a cobertura da rede doméstica fazendo algumas mudanças e revendo algumas decisões tomadas para preparar a conexão.

Aqui estão alguns conselhos que você pode adotar para melhorar o acesso Wi-Fi na sua casa.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

1) Confira se o roteador está em um lugar adequado

 Foto: BBC Mundo / Copyright

Foto: BBC Mundo / Copyright

Faz alguns anos que você instalou a rede de internet sem fio na sua casa, mas é preciso parar e analisar qual é o melhor lugar da sua casa para colocar o roteador.

Talvez você tenha escolhido um canto meio escondido para não interferir muito na decoração da casa, nem na disposição dos móveis.

Os obstáculos interferem na qualidade do sinal

Mas o roteador funciona com ondas, como as de rádio ou as do seu celular, ou seja, qualquer obstáculo no meio do caminho – uma cortina, um livro, etc – pode interferir na sua cobertura.

A melhor estratégia é colocá-lo em um lugar alto, pois assim o sinal se expande para baixo e para os lados e ele fica livre de objetos ao redor.

Como o sinal se espalha em todas as direções, o melhor é colocar o roteador no centro do cômodo. Também é importante que você o coloque no local da casa onde mais irá utilizá-lo.

Alguns dispositivos, como telefone sem fio e micro-ondas, podem interferir no sinal, por isso o ideal é não colocar o roteador perto desses itens.

2) Mudança de canal

 Foto: BBC Mundo / Copyright

Foto: BBC Mundo / Copyright

É possível que, se você é o único da vizinhança com uma rede Wi-Fi no seu prédio, seu sinal seja bom. Mas sendo realista, isso é muito pouco provável. Muita gente tem conexão de internet sem fio atualmente e, com certeza, a sua rede está funcionando no mesmo canal que a de alguns dos seus vizinhos.

Se a casa for grande, é possível que o sinal não chegue a todos os cômodos

Fazendo algo simples – escolher o canal que está mais livre -, você pode melhorar muito a cobertura do seu Wi-Fi.

Existe uma variedade de aplicativos que te permitem saber qual canal você deve escolher.

Um dos mais usados é o Wi-Fi Analyzer, para Android, que proporciona gráficos para ver qual canal está utilizando cada roteador para depois recomendar os melhores. Para mudar o roteador de canal, você pode perguntar à empresa fornecedora do roteador ou usar o manual de instruções, se o aparelho for seu.

3) Proteja-se dos ladrões

 Foto: BBC Mundo / Copyright

Foto: BBC Mundo / Copyright

Se, apesar de tudo isso, sua rede continuar funcionando com lentidão, pode ser que estejam ‘roubando’ seu Wi-Fi. Sua rede também pode estar sendo ‘roubada’ pelos vizinhos

Para verificar isso, você pode usar alguns dos programas ou aplicativos que existem no mercado para indicar quais dispositivos estão conectados à sua rede em um determinado momento.

Se houver alguém usando sua rede, você deve ir às configurações do seu roteador para bloquear o acesso e limitar quem pode se conectar ao seu Wi-Fi por meio do MAC (controle de acesso à mídia) – para fazer isso, existem muitos tutoriais disponíveis na internet.

Outra coisa que você deve fazer é mudar a sua senha imediatamente. O melhor é sempre combinar letras e números e evitar senhas óbvias que, apesar de fáceis de lembrar, são muito simples para que outros possam roubar.

4) Melhore o alcance do seu roteador

 Foto: BBC Mundo / Copyright

Foto: BBC Mundo / Copyright

Se você já tentou todas as opções anteriores e não conseguiu solucionar o problema, talvez não reste outra alternativa que não a de instalar um dispositivo adicional – especialmente se você vive em uma casa com vários pisos ou paredes muito grossas.

Instale um repetidor para aumentar o alcance do sinal. A primeira opção são os repetidores de Wi-Fi, que se conectam ao roteador por meio de um cabo Ethernet e reenviam o sinal a dispositivos mais remotos.

Esses repetidores devem estar sempre conectados por cabo com o roteador, o que pode causar uma inconveniência. Por isso, outra opção seria utilizar um dos chamados dispositivos PLC, ligados ao cabeamento da rede elétrica.

BBC Brasil

Crise no Brasil vai piorar antes de melhorar, diz ‘Financial Times’

dinheiroA crise econômica no Brasil ainda irá se agravar antes de melhorar e grande parte dos problemas foi criada pelo próprio País, disse o jornal britânico Financial Times (FT) em editorial nesta segunda-feira (23).

O jornal rebate o argumento da presidente Dilma Rousseff responsabilizando a crise econômica internacional por dificuldade econômicas do País: “O governo, que está no poder há 12 anos, tem culpado fatores externos. Mas a bagunça foi, em grande parte, feita pelo próprio Brasil”.

“A crise no Brasil é ruim e provavelmente piorará antes de melhorar”, disse.

O FT compara o País a Chile, Colômbia e Peru, “economias mais orientadas ao mercado” e que puderam tirar proveito do mesmo boom de commodities e crédito como o Brasil nos anos 2000, “mas sem a mesma ressaca”.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

“Na verdade, [o Brasil] estava montado nos esteroides do boom de crédito em que colheu os benefícios da globalização sem qualquer de suas disciplinas. Agora o processo está se revertendo”, diz o editorial.

“Grande parte da culpa [pelos problemas] é do próprio Brasil”.

O texto cita a possibilidade da economia brasileira recuar neste e no próximo ano, “o pior desempenho desde 1931”; a queda na popularidade de Dilma, “a menor já registrada”; a desvalorização do real frente o dólar e o aumento dos juros para conter a inflação.

Destaca, também, a crise na Petrobras e os protestos recentes pelo País, incluindo o aumento de pedidos pelo impeachment de Dilma, “mesmo que improvável”.

“Mas nem tudo é ruim para o Brasil”, finaliza o texto, ao dizer que o País está longe de retornar à hiperinflação e que as instituições, especialmente o Judiciário, se mantêm fortes, citando o caso do Mensalão e as investigações da Operação Lava Jato envolvendo a Petrobras.

O editoral afirma que “as coisas poderiam ser piores” e usa o “clichê país do futuro” para dizer que o Brasil ainda tem perspectivas promissoras.

 

BBC Brasil

Como limpar registros com o CCleaner e melhorar o desempenho do seu PC

vassouraO registro é um componente importante do Windows, mas é muitas vezes ignorado pelos usuários. Isso ocorre por que esta parte do sistema operacional não interfere na vida do usuário comum e raramente é necessário modificar alguma de suas configurações. Mas, devido ao grande número de informações que, com o passar do tempo, se acumulam no banco de dados, pode ser preciso fazer uma limpeza.

Limpar os registros do computador garante que entradas desnecessárias sejam eliminadas, melhorando a performance do sistema. Existem vários programas que podem fazer limpeza no registro do Windows. Neste tutorial, vamos usar o CCleaner para o processo; acompanhe e veja como funciona.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Passo 1. A partir da tela inicial do CCleaner, clique em “Registro” e, em seguida, em “Procurar Erros”;

Limpando o registro do sistema com o CCleaner (foto: Reprodução/João Kurtz)Limpando o registro do sistema com o CCleaner (foto: Reprodução/João Kurtz)

Passo 2. O processo de busca dos problemas vai começar automaticamente. Quando ele estiver concluído, é possível conferir os erros encontrados pelo programa. Caso não queira mudar uma alteração, basta clicar na caixa e desmarcá-la. Em seguida, clique em “Corrigir erros selecionados”;

Limpando o registro do sistema com o CCleaner (foto: Reprodução/João Kurtz)Limpando o registro do sistema com o CCleaner (foto: Reprodução/João Kurtz)

Passo 3. Uma nova janela vai surgir perguntando se o CCleaner deve fazer um backup das informações que serão modificadas. A janela seguinte traz informações sobre cada erro do registro que será corrigido. É possível visualizar e corrigir cada um deles individualmente ou todos ao mesmo tempo;

Limpando o registro do sistema com o CCleaner (foto: Reprodução/João Kurtz)Limpando o registro do sistema com o CCleaner (foto: Reprodução/João Kurtz)

Passo 4. Após corrigir os erros, basta clicar em “Fechar” para terminar o processo de limpeza.

 

 

techtudo

Veja quais as formas de melhorar sua autoestima

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Muito se fala de autoestima e pouco se sabe como, de fato, aumentá-la. A autoestima envolve crenças e emoções. O que você pensa sobre você mesmo? O que deseja para você? Como desejaria ser? E como seria se você fosse exatamente como deseja ser? Pense agora como você se sente a respeito disso. Essas e outras perguntas geram pensamentos que criam sentimentos bons ou ruins. Como exatamente você se avalia? Como se julga? Como pensa sobre si mesmo? A forma como cada pessoa pensa sobre si determina o resultado de uma baixa ou alta autoestima. E como você se sente em relação a você mesmo? Quais são seus sentimentos sobre você?

A autoestima também está ligada a características pessoais da personalidade e ser algo permanente ou temporário. Podem ser traços marcantes de como a pessoa se porta, de como ela lida com os próprios sentimentos e com os estímulos externos da vida cotidiana. E também podem ser condições psicológicas momentâneas, um estado específico mediante um fato ocorrido.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Ainda dentro da autoestima podemos pensar sobre três pontos:

  • autoimagem – a imagem estética de si próprio
  • autoaceitação – aceitar plenamente a si mesmo com as qualidades e os defeitos. Isso não quer dizer não poder mudar ou não detectar pontos a serem melhorados, é justamente ser capaz de olhar para si mesmo e conseguir aceitar quem se é e buscar sempre o caminho da melhoria continua. Viver é aprender, praticar e mudar quando for preciso
  • autoconfiança – confiar em si próprio, sendo capaz de manter quem se é, de poder mudar quando e se for preciso, de atingir os objetivos desejados. Está também ligado ao poder de desejar aquilo que se pode alcançar, mais cedo ou mais tarde, sendo capaz de sonhar e almejar o que se pode ter.

Pessoas com baixa autoestima têm mais dificuldade em buscar novas ações para a criação de mudanças do que outras pessoas. Quando aspectos negativos são percebidos em suas vidas, quem sofre com a baixa autoestima não consegue achar solução e só vê problemas. Isso acontece justamente porque a pessoa não é capaz de confiar em si próprio para a mudança. E também não se sente capaz de enxergar novas possibilidades de comportamento que possam levar a solução.

De modo geral, quem tem autoestima numa parte da vida, costuma ter em outras, mas isso não é uma regra universal. Por isso, é importante lembrar que o conceito de autoestima deve ser entendido por partes. Nem todas as pessoas não são iguais nos diversos setores da vida. Há quem seja capaz de lidar muito bem com seu potencial profissional, mas não consiga viver bem no setor pessoal, amoroso, por exemplo. Isso pode acontecer, principalmente, quando a pessoa tem experiências reforçadas de resultados satisfatórios ou negativos. A autoestima é constituída pelo que cada pessoa pensa e sente de si própria, mas vale ressaltar que isso acontece também por resultado de experiências vividas.

A percepção que cada um tem de si próprio nem sempre é a mesma que outras pessoas têm. Como cada um se vê pode ser muito diferente de como as pessoas o veem. De qualquer modo, os pensamentos negativos e pouco produtivos costumam ser um bom indício de que as coisas não estão bem dentro de si mesmo e possivelmente pode estar relacionado à questão da autoestima.

Ser capaz de criar metas, sonhar, planejar e atingir os objetivos pode ajudar a fortalecer a autoestima. Mas, isso é uma parte do processo, afinal, ser capaz de acreditar que se pode vencer já faz bem a mente. Por isso, quando os pensamentos são diferentes de coisas boas e saudáveis, o melhor a se fazer é cuidar da expectativa, do que se deseja e espera de si mesmo. O importante é encarar a vida como uma bela escola, cheia de ensinamentos e novidades. O conhecimento de qualquer coisa é assimilado através da repetição e da satisfação de se permitir ser aprendiz.

São diversas as técnicas de terapia que podem ajudar nesse processo de autodescobrimento e autoestima. A psicologia é uma ciência que se ocupa também desse tipo de pensamento e emoção. Hipnose e programação neurolinguistica (PNL) são ferramentas muitos úteis e bem aplicáveis para o propósito de cura e bem estar pessoal.

 

minhavida

Município de Bananeiras assina TAC e se compromete a melhorar as condições do Conselho Tutelar

conselho tutelarO Município de Bananeiras (no Brejo Paraibano, a 141 quilômetros de João Pessoa) se comprometeu a adotar as providências necessárias para melhorar as condições de trabalho do Conselho Tutelar da cidade. O termo de ajustamento de conduta (TAC) foi celebrado no dia 21 de março.

De acordo com a promotora de Justiça Miriam Vasconcelos, em substituição na Promotoria da Infância e Juventude, o TAC estabelece que nas próximas Leis Orçamentárias do Município esteja definida dotação específica para a manutenção e funcionamento dos conselhos. Isso contempla o custeio com despesas que vão desde a aquisição de mobiliário, material de expediente e equipamentos até transporte e formação continuada para os conselheiros tutelares.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O Município também se comprometeu a ceder um secretário para auxiliar nos trabalhos administrativos do órgão, a partir deste mês e a remeter expedientes a todas as secretarias e órgãos da prefeitura, informando que o Conselho Tutelar pode requisitar serviços e assessoria nas áreas de educação, saúde, assistência social, etc.

Ficou estabelecido que, até o final de abril, a prefeitura deve disponibilizar ao conselho tutelar máquina fotográfica, fardamento aos conselheiros e a solucionar os problemas relacionados à falta de segurança na sede do órgão, colocando travas, ferrolhos e cadeados nas portas e janelas.

No mesmo prazo, o Município deve entrar em contato com o Governo do Estado para saber da doação do veículo oficial para o conselho tutelar, já que o Município foi contemplado com o selo emitido pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). “Enquanto não receber a doação, o Município deverá pagar a partir do mês de abril o valor de R$ 100,00 para cada conselheiro, a fim de custear as despesas com o deslocamento nas diligências do colegiado e a ceder os veículos da Guarda Municipal, sempre que houver possibilidade, para a realização dos trabalhos inerentes à função dos conselheiros”, explicou a promotora.

Outras medidas

O TAC também estabelece que o Município deve implementar os direitos trabalhistas dos conselheiros tutelares, conforme dispõe a Lei 12.696/2012 (que modificou os artigos 132, 134, 135 e 139 do Estatuto da Criança e do Adolescente) e a providenciar uma brinquedoteca, material de higiene pessoal infantil e enxoval para o acolhimento de crianças em situação de alto risco, até abril.

Até maio, as obras de reparo na sede do conselho devem ser concluídas. “O termo de ajustamento de conduta veio em boa hora, pois não se concebe que um órgão com a importância do Conselho Tutelar esteja desprovido dos meios básicos necessários para o fiel desempenho do trabalho de seus membros”, disse a representante do MPPB.

 

 

MPPB