Arquivo da tag: Meio Ambiente

Governo de Solânea realiza programação especial durante a Semana do Meio Ambiente

Com o envolvimento das escolas e estudantes, ocorreu realização de palestras, exposições e plantios de mudas nas zonas urbana e rural do município.

O Governo Municipal de Solânea realizou através da Secretaria de Meio Ambiente, de 05 a 07 de junho, uma programação para as comemorações da Semana do Meio Ambiente. Foram realizadas palestras, exposições de trabalhos nas escolas municipais, distribuição e plantio de mudas na zona rural e urbana do município.

A abertura aconteceu na quarta-feira (05) pela manhã, na Praça Geralda Dantas com a participação das escolas municipais Sônia Eliane, Adelaide Gracindo, José Menino e Ernestina Pinto. As escolas  Ernestina Pinto e José Menino realizaram apresentações com a temática Meio Ambiente e os estudantes da Escola Municipal Adelaide Gracindo participaram do plantio de mudas na praça do Mercado Público. Estiveram presentes no evento de abertura das atividades da Semana autoridades, gestores escolares e a comunidade. O prefeito de Solânea, Kayser Rocha, falou sobre a importância da participação das escolas nesse projeto para a educação ambiental e cuidado com a qualidade de vida da população.

Na quinta (06) pela manhã, a Secretária Ieda Pereira e a Engenheira Camila Prudêncio com a equipe da Secretaria e a ajuda dos estudantes e professores da escola Evandro Soares  realizaram plantio de mudas na Travessa Dionísio Rodrigues, lateral do Hospital Estadual. No período da tarde, a programação aconteceu na Escola Municipal Telma da Silva com exposição de trabalhos das crianças sobre o meio ambiente e logo depois foi realizado um plantio de mudas no Conjunto Padre Leonardo com participação das crianças e docentes. Na sexta-feira (07) a programação encerrou na Escola Municipal Guilherme de Miranda, no Sítio Saco dos  Campos, com exposição cultural sobre o meio ambiente, apresentações e participação dos pais dos alunos, além da distribuição de mudas.

Árvores adaptadas ao clima e solo

As mudas distribuídas e plantadas foram doadas pela Associação de Formação e Incentivo para o Nordeste Karente (Afink), sediada em Araruna. A engenheira ambiental Camila Prudêncio explicou que as escolhas foram de árvores apropriadas para o município que irão trazer mais qualidade de vida à população. As mudas de flamboyant, goiabeira, ipê roxo, ipê amarelo, ipê rosa, jasmim de laranjeira e amora também foram distribuídas durante os três dias na Secretaria de Meio Ambiente.

Ascom-PMS

 

Deputado Chió condena licenciamento recorde de novos agrotóxicos e propõe leis de proteção ao meio ambiente 

Em demonstração prática do quanto cada brasileiro consome de agroquímicos, por ano, através de alimentos, o deputado Estadual Chió (REDE) realizou duro pronunciamento na Assembleia Legislativa, sobre a atual política de liberação de agrotóxicos no país, propondo leis para disciplinar a aplicação em território paraibano.

“O brasileiro ingere, por ano, 7,3 litros de agroquímicos através dos alimentos. O Brasil é o maior consumidor de agrotóxico do mundo. Diversos problemas de saúde, sejam neurológicos, motores e mentais, estão diretamente associados ao consumo de agrotóxicos, além de vários tipos de câncer”, explicou o Chió.

O parlamentar criticou a liberação em larga escala de agroquímicos no país, sobretudo, pelo impacto ambiental. “Em menos de seis meses de gestão, o Ministério da Agricultura e o Governo Federal já liberaram 166 tipos de agroquímicos. Um movimento oposto ao que acontece em todo o mundo, quando países buscam eliminar completamente o uso deste recurso”, ponderou Chió.

Meio Ambiente   

O parlamentar alertou o fato de que os agrotóxicos representam a segunda maior causa de contaminação de rios no Brasil. “Além de alcançar nossos lençois subterrâneos, a aplicação desenfreada de agroquímicos é responsável pela matança de diversas espécies da nossa fauna e flora, pela infertilização do solo e intoxicação do ar”, completou Chió.

Contribuição Parlamentar

Na tribuna, o deputado relacionou Projetos de Lei pela preservação do meio ambiente e controle do uso de agroquímicos em território paraibano. “Estamos propondo uma proibição à pulverização aérea de agrotóxicos e químicos em geral em todo o estado. Estamos propondo também, a obrigação da procedência legal da madeira nativa utilizada em obras, serviços e aquisições da administração pública Estadual, além da proibição da distribuição gratuita de sacos plásticos descartáveis em supermercados, entre outros projetos”, destacou o parlamentar.

Fonte: Ascom Deputado Estadual Chió (REDE) 

 

 

Câmara de Bananeiras realiza sessão especial de abertura da Semana do Meio Ambiente

A Câmara Municipal de Bananeiras realizou na tarde da última terça (04), dia municipal da Educação Ambiental (Lei Nº 557/2013), Sessão Especial de abertura da Semana Municipal do Meio Ambiente. O evento é uma parceria entre o Poder Legislativo Municipal, Afink e EMPAER, cuja programação se estenderá até dia 07 de junho.

Durante a solenidade, que contou com a presença de professores e estudantes das escolas municipais, membros da UFPB, representantes do Banco do Nordeste, chefes do Executivo Municipal, Associação de Catadores de Bananeiras, ativistas ambientais e sociedade em geral, demandas concernentes a temática de “Políticas Públicas Ambientais: a Bananeiras que temos e queremos” foram pontuadas e serão devidamente encaminhadas para os órgãos competentes.

Em seu pronunciamento, Kilson Dantas (PSB) expressou a sua alegria em poder promover a Semana do Meio Ambiente, cujas ações podem motivar e transmitir a essência e a responsabilidade de preservarmos o nosso meio ambiente.

Na oportunidade, alunas da Escola Nossa Senhora do Carmo apresentaram  Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS’s ) do meio ambiente desenvolvidos naquela instituição e a Casa Odon Bezerra premiou a Comunidade da Rua da Cadeia, UFPB CAMPUS III, Escoteiros “Guardiões da Serra” e Escola Nossa Senhora do Carmo pelas boas práticas ambientais desenvolvidas em Bananeiras.

Após o encerramento da solenidade na Câmara de Vereadores, como gesto simbólico de iniciativa da presidência da Casa, os vereadores realizaram o plantio simbólico de uma árvore na Praça Epitácio Pessoa.

Ascom-CMB

 

Secretaria de Meio Ambiente e gestores das escolas municipais realizam projeto de Educação Ambiental e Coleta Seletiva

Alunos e professores da Escola Ernestina Pinto participaram de atividades e apresentações com os temas Meio Ambiente e Coleta Seletiva. Amanhã (30) campanha Coleta Seletiva vai para Distrito de Santa Fé

A Secretaria de Meio Ambiente de Solânea está realizando ações de educação ambiental, em parceria com a gestão das escolas municipais. A primeira escola a participar foi a Escola Municipal Sônia Eliane, na última quinta-feira (23) cerca de 300 alunos da Escola Municipal Ernestina Pinto realizaram durante todo o dia atividades educativas. Nesta quinta-feira, 30, o projeto de Coleta Seletiva segue para o Distrito de Santa Fé.

O Prefeito Kayser Rocha participou da ação na escola e falou da importância. “Esse projeto já mudou a rotina da população e estar agora na escola é importante para preparar as gerações futuras. As crianças influenciam na rotina da casa e aí vem as mudanças”, enfatizou. A Secretária de Meio Ambiente, Ieda Pereira, informou que a Educação Ambiental na Escola faz parte de um projeto maior em toda a cidade, em relação a Coleta Seletiva do Município. Amanhã, 30, será realizada campanha da Coleta Seletiva nas ruas do Distrito de Santa.

Dia de aprendizado e troca de experiências

O Governo Municipal, através da Secretaria de Meio Ambiente, instalou na escola uma “lixeira de Coleta Seletiva” para utilização da comunidade escolar e aplicação dos conhecimentos. O projeto envolveu 378 alunos de 15 turmas da Educação Infantil ao Fundamental II e Turma de Libras. Os estudantes trabalharam com desenhos e colagens, falaram sobre tipos de solo, cuidados com a água, produziram brinquedos com material reciclável e estudaram sobre a coleta seletiva dos resíduos sólidos apresentando projetos escolares.

Ascom-PMS

 

Prefeituras de Solânea e Belém realizam intercâmbio em ações de Meio Ambiente

Conhecer a implantação da Coleta Seletiva em Solânea foi um dos objetivos do intercâmbio.

Experiência positiva do Projeto de Coleta Seletiva de Solânea é demonstrada em curso de formação na cidade de Belém, apresentado pela Secretária de Meio Ambiente de Solânea  Ieda Pereira e a Engenheira Ambiental, Camila Prudêncio ontem (14) pela manhã. O encontro entre os Secretários e técnicos dos dois municípios é fruto de uma parceria entre o Governo de Solânea, através do prefeito Kayser Rocha e a Prefeitura de Belém através da Prefeita Renata Christinne, em consequência do destaque na região do Brejo do projeto de  Coleta Seletiva, em Solânea.

Logo pela manhã, Camila Prudêncio e Ieda Pereira realizaram uma apresentação, em Belém, sobre o projeto de implantação da coleta seletiva de Solânea, que tem como tema: “Seja você um colaborador e adote um catador”. O projeto de coleta seletiva é um dos instrumentos do Plano municipal de Gestão integrada dos resíduos sólidos, que está sendo implantado no município. “Conhecemos a experiência exitosa de Solânea, como parte do nosso processo de organização para iniciar a coleta seletiva. Aqui o projeto está sendo modelo, a coleta está sendo bem prática com bastante aceitação da população”, comentou a Secretária de Educação de Belém, Solange Costa Silva.

Prefeitura de Belém realiza intercâmbio

Estiveram presentes no curso de formação e visita à ação de campanha em Solânea, que aconteceu na Rua São José, o Secretário de Administração de Belém Maurício Rodrigues, o Secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Fábio Espínola, o Coordenador de Endemias Manassés Soares, Antonyony de Oliveira e Ivo Marcelino do Departamento de Limpeza Urbana, José Carlos de Infraestrutura e Tributos, o representante da Secretaria de Saúde Claudenilson Emídio e Secretária de Educação de Belém, Solange Costa Silva.

Ascom-PMS

 

5 tecnologias para sua empresa ajudar o meio ambiente

Atualmente, são raras as empresas e marcas que não estão adotando atitudes mais sustentáveis. Enquanto muitas atividades já são obrigadas a se adequar às regras e leis ambientais, muitas delas estão aderindo voluntariamente a essa tendência global.

Há uma transformação nos hábitos de consumo e no engajamento dos consumidores perante as questões de sustentabilidade e não é à toa que o termo marketing verde vem se tornando cada vez mais comum para potencializar vendas e ampliar estratégias.

Além de certificações e processos como a ISO 14001, exigida por grandes empresas para a certificação de seus acordos comerciais, a busca por benefício ao meio ambiente favorece os negócios e a natureza.

Selecionamos algumas tecnologias acessíveis para que empresas de variados portes e segmentos possam começar a reduzir seus impactos ambientais. Confira!

Armazenamento em Nuvem

A digitalização das informações transformou definitivamente o armazenamento de registros, documentos e arquivos diversos. Aderir ao Cloud Computer, também conhecido como armazenamento em nuvem é um fator primordial para a diminuição do uso de papéis e também é uma ferramenta importante para a redução do consumo de energia, já que os servidores de armazenamento são remotos e diminui a demanda por grandes máquinas.

VG Resíduos

Muitas atividades produtivas, comerciais e de serviços precisam gerenciar seus resíduos sólidos e prestar contas do tratamento do material para os órgãos fiscalizadores. O processo, que poderia ser extremamente burocrático e complexo, foi simplificado pelo software da VG Resíduos. Trata-se de uma ferramenta digital de gestão capaz de administrar todos os processos de produção da empresa, além da identificação dos resíduos sólidos, controle de sua identificação, segregação e destinação final. Além de permitir a emissão de relatórios e estar adequada às documentações necessárias para o processo, a plataforma também permite que empresas vendam seus resíduos industriais a tratadores especializados, gerando receita.

Smart Energy

A demando por energia elétrica, gás e água afetam o meio ambiente de diferentes e profundas maneiras, além representar gastos substanciosos para qualquer empresa. Por isso, a Smart Energy desenvolveu um sistema completo de gestão de energias, supervisionando a demanda em tempo real, analisando e detectando picos de consumo e gerando relatórios e análises capazes de eliminar desperdícios e diminuir a diminuir a necessidade energética.

Co2 Logic

Um dos poluentes mais nocivos ao meio ambiente é o CO2 (dióxido de carbono), responsável pelas alterações na camada de ozônio e um dos principais vilões do aquecimento global. O gás é emitido não apenas pelos combustíveis fósseis, mas também em atividades cotidianas, como por exemplo, cozinhar, ou mesmo em equipamentos como climatizadores de ambiente. Pensando nisso, a CO2 Logic desenvolveu uma calculadora de gás carbônico completa, capaz de identificar as principais fontes de sua emissão e ajudar a empresa a reduzir suas quantidades despejadas no ar.

Cataki

Pensando em aliar os catadores, os maiores responsáveis pela coleta de materiais recicláveis do país, aos geradores de resíduos sólidos, o aplicativo Cataki foi desenvolvido para criar uma ponte entre trabalhadores da reciclagem cadastrados  e quem deseja doar esses materiais. Disponível para Androide iOS.

 


Aline Matos

 

1ª Semana de Meio Ambiente ‘Salve o Pico do Jabre’  

O Fórum Permanente Salve o Pico do Jabre realiza, de 5 a 9 de junho, a 1ª Semana de Meio Ambiente ‘Salve o Pico do Jabre’ que acontecerá nos municípios de Mãe D’água e Matureia. O vento tem como objetivo sensibilizar a comunidade e o poder público à preservação do Pico do Jabre, com foco na sustentabilidade.

A abertura acontece no município de Mãe D’Água, no auditório Professora Lucinda de Souza Justo, a partir das 9h. No município de Matureia, a abertura será no ginásio da escola Maria Tâmara, também às 9h.

O Pico do Jabre é um ponto culminante da Paraíba com 1.197 metros de altitude e localizado no município de Matureia.

Em 1992 foi criado o Parque Estadual Pico do Jabre com área inicial de 500 hectares com território ampliado para 852 hectares no ano do seu décimo aniversário, em 2002.

O Parque Estadual Pico do Jabre foi criado para envolver toda a área e proteger a fauna e a flora da região.

Sony Lacerda

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Secretaria de Meio Ambiente de Bayeux recebe representante do “Projeto Muda”

meio-ambiente-projeto-muda-bayeuxCom o tema “Mude de Vida, Plante uma Árvore” o Projeto Muda em Parceria com a AFINK (Associação de Formação e Incentivo para o Nordeste Karente), vem desempenhando um ótimo trabalho na parte ambiental no estado da Paraíba, e na manhã da segunda-feira (04), a Secretaria de Meio Ambiente recebeu o Senhor Luís Carlos, representante do Projeto muda.

Em parceria com mais de 30 municípios do estado da Paraíba, e com presença constante no Projeto Prefeitura nos bairros fornecendo mudas nativas e frutíferas, e participando de várias oficinas, peças de teatros e eventos no município, o projeto é um grande incentivador no quesito meio ambiente.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

“É muito importante para a cidade de Bayeux, contar com o Projeto Muda, não só distribuindo muda, mas também conscientizando a população a preservar o meio ambiente para viver um mundo melhor” destacou o Secretario de Meio Ambiente, Edielson Gonçalo.

O secretario Edielson Gonçalo adiantou que vai contar com a Parceria do Projeto muda e a AFINK para a distribuição de mudas e apoio técnico e pedagógico para a Semana no meio ambiente que acontece entre os dias 01 a 05 de junho deste ano.

 

Decom

Meio Ambiente de Guarabira divulga calendário de coleta de lixo durante período natalino e fim de ano

compactadorA Prefeitura de Guarabira, através da Secretaria de Urbanismo, Meio Ambiente e Saneamento – Sumasa informa que na próxima quarta-feira, dia 24 de dezembro, a coleta de lixo ocorrerá normalmente.

De acordo com a Sumasa, a equipe de limpeza desempenhará os serviços na véspera de natal. Porém, não haverá coleta no dia 25, feriado de Natal.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Do mesmo modo, será realizado coleta no dia 31 de dezembro, não havendo, portanto, expediente no dia seguinte, 01 de janeiro.

 

Assessoria

Promotorias do Meio Ambiente recomendam que partidos políticos cumpram legislação ambiental

carro de somAs 1ª e 2ª Promotorias do Meio Ambiente e Patrimônio Social de João Pessoa expediram recomendação aos representantes legais de partidos e coligações e aos candidatos aos cargos eletivos das Eleições 2014 que observem a legislação quanto aos limites da emissão de sons e ruídos e ao licenciamento ambiental de equipamentos de som para a veiculação de propaganda eleitoral.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

As Promotorias recomendaram ainda que a Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema) e à Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semam) que elaborem um plano de trabalho para priorizar e agilizar a tramitação de processos de licenciamento ambiental dos equipamentos sonoros de propaganda eleitoral bem como fiscalizem de forma adequada esses equipamentos, em todo o território estadual, no caso da Sudema, e em João Pessoa, no caso da Semam. Todas as licenças concedidas deverão ser encaminhadas à Promotoria do Meio Ambiente da Capital.

Foi recomendado também à Secretaria de Segurança e Defesa Social e às Policias Civil e Militar que, ao constatarem prática de poluição sonora, estética ou visual e ausência de licença ambiental, requisitem uma equipe de fiscalização ambiental da Sudema ou da Semam para verificação da licença, aferição da potência e frequência do equipamento sonoro e autuação administrativa do infrator. Nestes casos, o veículo deve ser retido e o condutor levado à delegacia para as providências policiais.

A Polícia Civil deverá apreender o equipamento sonoro utilizado para a prática de crime ambiental e realizar uma perícia nele. Já os veículos devem ser encaminhados ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB) para a lavratura do auto de infração, conforme o artigo 228 do Código de Trânsito Brasileiro.

As Promotorias recomendaram ainda à Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob) que discipline a circulação de veículos de propaganda nos principais corredores de tráfego de João Pessoa a fim de evitar impactos ao meio ambiente e ao bem-estar provocados pelos grandes congestionamentos.

Legislação

A recomendação destaca que os veículos que realizam serviços de publicidade, divulgação, entretenimento e comunicação só podem circular com autorização emitida por órgão do Sistema Nacional de Meio Ambiente (Sisnama). A resolução nº 204/2006 do Conselho Nacional de Trânsito disciplina que os veículos não podem produzir som acima dos 80 decibéis.

A recomendação, os promotores ressaltam que os carros de som, minitrios ou qualquer outra fonte de emissão de som para propaganda eleitoral, mesmo autorizado pela legislação eleitoral, deve respeitar a legislação ambiental. Também é ressaltado que, caso seja comprovada a prática de crime ambiental, a responsabilidade civil, criminal e administrativa recairá também sobre os partidos e candidatos beneficiários da propaganda poluidora.

Da Redação com Assessoria