Arquivo da tag: médico

Médico é afastado do Hospital Regional de Cajazeiras após suposto relacionamento com paciente

O médico acusado de se relacionar com uma paciente do Hospital Regional de Cajazeiras, no Sertão da Paraíba, foi afastado das funções e foi aberta sindicância para apurar o caso, segundo informou ao ClickPB a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado da Saúde. O HRC divulgou nota nesta quarta-feira (22) comentando sobre o caso que teria acontecido dentro da unidade.

De acordo com a nota divulgada pela direção do Hospital Regional de Cajazeiras, a paciente teve retorno à instituição após complicações do pós-operatório.

Veja a nota na íntegra

Diante da repercussão nas redes sociais sobre o suposto envolvimento de um profissional médico funcionário do Hospital Regional de Cajazeiras e uma paciente, a Direção Geral da Unidade Hospitalar vem por meio desta explicar que:

01 – Para a apuração legal da situação, a unidade hospitalar por meio de sua Direção Geral, informa que será aberta uma sindicância para apurar os supostos fatos noticiados nas mídias sociais e de comunicação, a partir desta sindicância todas as medidas cabíveis pertinentes ao caso serão tomadas;

02 – A segunda pessoa envolvida no suposto fato, citada em matérias e programas de rádio, segundo informações, é uma profissional da área de nutrição, mas, se faz necessário esclarecer que a mesma não faz parte do quadro funcional deste hospital. Trata-se de uma paciente em retorno, onde a mesma em poucos dias havia passado por procedimento cirúrgico nesta unidade, e notou a necessidade da procura pelos serviços médicos, ao notar complicações no pós-operatório;

03 – Reiteramos que o Hospital Regional de Cajazeiras, segue de forma incansável no que diz respeito a prestação do cuidado e, também, sempre primando pelos princípios da administração pública, e desenvolvendo seu trabalho com transparência pautada na ética e na verdade, levando em consideração que, nesta unidade, temos mães e pais de família que se dedicam 24 horas por dia, cuidando e tratando de outras famílias que nos procuram.

A Direção Geral do Hospital Regional de Cajazeiras, segue na busca de melhorias para gerar um atendimento de qualidade e humanizado para a população sertaneja. No mais, nos colocamos a disposição para outros esclarecimentos.

Cajazeiras, 22 de janeiro de 2020

 

clickpb

 

 

Médico alerta para cuidados contra a Hanseníase na Gravidez

A hanseníase é uma doença crônica e transmissível, causada pela bactéria Mycobacterium leprae, que se multiplica lentamente, levando a sintomas que podem demorar até 20 anos para aparecer. Ela afeta principalmente os nervos periféricos e está associada a lesões cutâneas características. Sem tratamento, pode causar danos aos nervos, demonstrados por fraqueza nas mãos e pés e pela presença de deformidade visível. Embora a doença seja completamente curável, com uma terapia que é gratuita, a demora em iniciar o tratamento pode levar à incapacidade permanente.

O Brasil concentra mais de 90% dos casos de hanseníase da América Latina, sendo o segundo país no mundo com a maior incidência, ficando atrás apenas da índia. Janeiro é o mês escolhido para a conscientização sobre a doença.

O ginecologista e obstetra Dr. Alberto Guimarães explica sobre a Hanseníase durante a gravidez:

Que problemas a hanseníase durante a gestação pode trazer à mãe e ao bebê?

A hanseníase começa de uma forma aparentemente inocente, com uma alteração na pele, e o desfecho pode levar a grandes mutilações, por isso quando um infectado era identificado ele era isolado, porque as pessoas começam a perder partes do corpo devido ao processo de atrofiamento e deformação, o que acabava causando uma segregação, sem o convívio com a sociedade.

Como é o tratamento da doença quando a paciente está grávida?

Como é uma doença que avança de uma maneira lenta e gradual, muitas pessoas que nem sabem que tem hanseníase acabam engravidando. Caso o diagnóstico seja feito durante a gestação, a principal questão é o tratamento que envolve vários medicamentos e que podem ter alteração no bebê, mas isso depende da fase que foi feito esse diagnóstico e do momento e que se inicia o tratamento. O tratamento da hanseníase dentro e fora da gravidez é o mesmo, com polimendicação, ou seja, a utilização de vários medicamentos.

Como a gestante pode evitar a hanseníase?

A hanseníase é transmitida principalmente por meios respiratórios, então é importante para a mulher – e não só a gestante – evitar os grandes conglomerados, a convivência em espaços com pouca ventilação, ou lugares aonde as pessoas não tem muita higiene. Uma abordagem interessante seriam campanhas que pudessem lembrar as pessoas que a hanseníase continua existindo, mesmo que a gente viva em um momento onde o Zika Vírus exige muitos recursos para descobrir como lidar com esse vírus, no Brasil ainda existem mais de 30 mil casos de hanseníase novos por ano e que passam despercebidos. É necessário que as pessoas estejam atentas ao seu próprio corpo e principalmente lembrar que manchas na pele e diminuição de sensibilidade (térmica, dolorosa e tátil) são situações que precisam ser investigadas. Se for feito o diagnóstico, a pessoa tem que entender a importância de ser tratado, geralmente o tratamento é longo, dependendo da fase da doença, e não é algo que termina em uma semana ou um ano, é um acompanhamento. É interessante ficar claro essa importância do tratamento e ser indicado, caso a mulher saiba que contraiu essa doença, a esperar a cura para se engravidar.

O pré-natal de uma gestante com hanseníase deve ser diferenciado?

O pré-natal de uma mulher que tem hanseníase será sim diferenciado, já que dependendo da gravidade da doença podem existir sequelas na criança. Na hanseníase a questão começa pela pele, mas o bacilo causador da doença tem preferência por atacar os nervos periféricos e a partir disso começam as outras complicações, inclusive a doença pode comprometer a visão por conta da alteração do nervo ótico, atrofiar músculos, alteração da movimentação. Além da pessoa também perder a autoestima e acabar se isolando, devido à essas situações. Durante o pré-natal, são tomados cuidados gerais para diminuir estas complicações referentes ao ataque dos bacilos nos nervos periféricos da mãe.

O recomendado é que a mulher que tenha hanseníase espere estar curada para engravidar, porém, muitas mulheres engravidam nesse período, e o Brasil tem mais de 30 mil casos de hanseníase por ano, segundo a OMS. O que contribui para esse cenário, na sua opinião?

São vários os fatores que contribuem para que a hanseníase não seja erradicada no Brasil. A hanseníase é o que chamamos de “doença silenciosa”, então ela começa na pele, de forma pouco perceptível, e em embora seja uma patologia de fácil identificação médica, muitas vezes as mulheres que estão infectadas engravidam porque nem sabem que estão doentes.

Outro fator é que a doença tem um tratamento longo e muitas vezes as pessoas abandonam os remédios por não verem o resultado imediato. O que agrava ainda mais a situação é que no Brasil não há políticas públicas que incentivem o planejamento familiar, então se a mulher engravida por acidente as chances de o bebê ter como consequência doenças graves é ainda maior. A hanseníase é uma questão de saúde pública, ainda mais por se tratar de uma doença que se prolifera com mais incidência em classes sociais menos favorecidas, que vivem em espaços menores, com mais pessoas e com poucas condições de higienização.

Dr. Alberto Guimarães: ginecologista, obstetra e precursor do Parto sem Medo

Formado pela Faculdade de Medicina de Teresópolis (RJ) e mestre pela Escola Paulista de Medicina (UNIFESP), o médico atualmente encabeça a difusão do “Parto Sem Medo”, novo modelo de assistência à parturiente que realça o parto natural como um evento de máxima feminilidade, onde a mulher e o bebê devem ser os protagonistas. Atuou no cargo de gerente médico para humanização do parto e nascimento do Centro de Estudos e Pesquisas Dr. João Amorim, CEJAM, em maternidades municipais de São Paulo e na Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo. Site: https://www.partosemmedo.com.br/

Redes Sociais:

Instagram: @partosemmedo

https://www.instagram.com/partosemmedo/

Facebook: @partosemmedo

https://www.facebook.com/partosemmedo/

 

 

 

Médico paraibano morre em acidente trágico; carro que ele dirigia ficou destruído

O médico dentista paraibano Milton Marcolino, de 54 anos de idade, residente em Campina Grande, morreu em um trágico acidente automobilístico na BR-242, em Barreiras, na Bahia. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que o carro que o médico dirigia, um Renult Duster, teria invadido a pista contrária e colidido de frente com uma carreta que trafegava no sentido oposto.

Segundo a PRF, o impacto foi tão grande que Milton ficou preso às ferragens e morreu no local do acidente. O corpo da vítima foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado para o IML de Barreiras. O motorista do caminhão, cuja a identidade não foi revelada, foi socorrido pelo SAMU.

Carro do médico ficou com a frente destruída Foto: reprodução/Blog do Márcio Rangel

Na batida, a carreta tombou para o acostamento e espalhou óleo vegetal em uma parte do trecho da rodovia. Policiais do Corpo de Bombeiros realizaram a limpeza da área até o início da noite de terça-feira. O trânsito no local foi bloqueado para evitar outros acidentes. O corpo da vítima está sendo sepultado em Campina Grande.

paraiba.com.br

 

 

Mulher que teria sido internada por erro médico morre em maternidade de João Pessoa

Na noite dessa quarta-feira (25) a mulher, de 28 anos, que estava internada na Maternidade Cândida Vargas após um suposto erro médico durante um parto cesariano apontado pelos familiares, veio a óbito.

Segundo informações da direção do hospital, Kellyane sofreu uma parada cardiorrespiratória. Ela já havia tido morte cerebral no último dia 19.

De acordo com a família, materiais cirúrgicos teriam sido esquecidos dentro da mulher após a realização de um parto cesariano na unidade de saúde no mês de setembro.

Ao retornar ao hospital após o parto, uma bactéria foi detectada no corpo da paciente. Após sete dias de internação para tratar a bactéria, uma ultrassom foi realizada em Kellyane, que passou por três cirurgias devido a perfurações no intestino grosso e delgado.

Após a confirmação do óbito, nesta quinta-feira (26), a Secretaria Municipal de Saúde informou que os familiares estão recebendo todo o acompanhamento necessário por parte da equipe multiprofissional e, da direção do Instituto Cândida Vargas (ICV).

PB Agora

 

Médico estaciona carro, esquece de puxar freio de mão e morre atropelado em Mulungu, PB

Um médico identificado como Dr. Edvan Benevides, morreu atropelado pelo próprio carro na manhã desta sexta-feira (29) no município de Mulungu, na Paraíba. Ele prestava serviço no PSF da comunidade de Gravatá, na Zona Rural.

Conforme relatos de testemunhas, a vítima teria estacionado seu veículo, uma caminhonete e esquecido de engatar o freio de mão.

“Ele desceu do carro, tirou a chave e fechou a porta. Quando ele estava passado por trás, o carro foi descendo e acabou atropelando ele”, disse uma moradora.
Médico Edvan Benevides – Foto: Reprodução/WhatsApp

 

Dr. Edvan estava realizando visitas domiciliar. Ele ficou bastante ferido. Populares se desesperaram diante da cena. A vítima recebeu os primeiros atendimentos de algumas enfermeiras do município até a chegada do socorro.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e os socorristas tentaram de tudo, mas o médico não resistiu e morreu dentro da ambulância.

A Polícia Civil tomou conhecimento do caso e a perícia foi chamada para realizar os procedimentos cabíveis. O corpo foi encaminhado ao Núcleo de Medicina Odonto-Legal (Numol) de Guarabira.

O repórter Pedro Júnior tentou contato com o Secretário de Saúde do município e as Polícias Militar e Civil, mas não teve sucesso nas ligações.

Redação e Créditos | Blog do Pedro Júnior

 

 

Serraria-PB: direção do hospital dá sua versão e afirma que médico agrediu enfermeira

A direção do hospital Estadual de Serraria manteve contato com a equipe do FN, após matéria publicada informando que o diretor havia agredido médico de 70 anos verbalmente. Segundo o próprio diretor, há algum tempo o médico vem lhe causando vários problemas no hospital e só vinha mantendo o mesmo por conta de sua especialidade e a necessidade da unidade hospitalar.

A direção alega que o médico agrediu uma enfermeira. Assim como o médico Dr. Humberto havia registrado um boletim de ocorrência, a enfermeira vítima da agressão do médico e o diretor do hospital também procuraram a delegacia para registrar denúncia contra o médico. Segundo o boletim, a enfermeira, grávida de 7 meses, recebeu um áudio de uma paciente relatando que Dr. Humberto se negou a atendê-la alegando que o hospital estaria interditado. Ao repassar esse áudio ao diretor do hospital Antônio Eduardo, o mesmo foi esclarecer as informações com o médico, que após sair, Dr. Humberto voltou a se dirigir a enfermeira a agredindo verbalmente e chegou e empurrá-la. O fato gerou nova confusão à noite após o diretor do hospital retornar a unidade de saúde para tomar satisfação com o médico plantonista.

O diretor afirmou que apenas uma ala do hospital está interditada e que o médico abandonou seu plantão após o ocorrido, sendo obrigado a entrar em contato com outro profissional para assumir o posto de Dr. Humberto.

Após todo o ocorrido várias mensagens foram postadas em grupos de whatsapp celebrando a saída do médico do hospital.

A direção da unidade afirmou ainda que vai tomar as devidas providências para que o mesmo não volte a trabalhar na unidade.

 

 

Redação FN

 

 

Diretor de hospital é acusado de agredir verbalmente médico em Serraria

Um fato lamentável aconteceu na quinta-feira (18) no hospital Estadual da cidade de Serraria. Segundo boletim de ocorrência registrado na delegacia de Solânea, o diretor do hospital é acusado de agredir verbalmente um médico da unidade que estava de plantão.

Dr. Humberto de 70 anos de idade, relatou à Policia Civil que o diretor Antônio Eduardo desferiu contra o mesmo, várias palavras de baixo calão. No boletim ainda há o relato de que o diretor chegou a tomar o celular da mão do médico por estar gravando as possíveis agressões.

Testemunhas relataram que algumas pessoas presentes tiveram que acalmar o diretor
com medo de uma agressão física.

Segundo o médico, as agressões ocorreram porque o diretor queria que o mesmo realizasse um procedimento médico, mesmo com o hospital interditado pela vigilância sanitária.

O FN não conseguiu contato com o diretor para que ele explicasse sua versão.

 

Redação FN

 

 

Homem arromba porta e agride médico em UPA por demora no atendimento da avó

A confusão aconteceu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no bairro Oceania, em João Pessoa (Foto: Reprodução/pmjp)

Na noite dessa segunda-feira (29), um homem provocou uma confusão na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), localizada no Retão de Manaíra, no bairro Jardim Oceania, em João Pessoa. Ele estava acompanhando a avó e se revoltou quando ela passou pela triagem e seu caso não ser considerado de risco e pela demora no atendimento.

Testemunhas contaram que o homem já chegou na undade hospitalar com sinais de nervosismo. Após sua avó passar pela triagem, ele foi até o consultório, arrombou a porta e agrediu o médico com murros e chutes.

Após a confusão, os servidores chamaram a polícia, mas o homem fugiu e deixou a avó aos cuidados de uma tia. Horas depois, em depoimento, o acusado informou que o atendimento estava demorando demais e que o médico estava em repouso.

Clickpb

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

População de Curral de Cima terá atendimento médico todos os sábados

A população de Curral de Cima terá atendimento médico todos os sábados, a partir do dia 7 deste mês. É que a Prefeitura por meio da Secretaria de Saúde atendeu um apelo dos curralenses para dispor de um médico também aos sábados pra atender àqueles que não podem procurar atendimento nos dias de semana.

“A população pediu e a Prefeitura atendeu. É prioridade do prefeito Totó Ribeiro cuidar bem do povo de Curral de Cima e é isto que estamos fazendo na área da saúde com atendimentos humanizados e ágeis. Agora, com atendimento médico no PSF aos sábados, garantiremos uma maior garantia à saúde”, destacou a secretária de Saúde, Renata Ribeiro.

De acordo com a secretária, o atendimento será feito no PSF Ângelo Batista das 7h às 19h. “A Secretaria de Saúde está atenta aos anseios da população e buscando sempre melhorar o atendimento, na garantia de sempre proporcionar um bom atendimento aos nossos conterrâneos”, disse.


Assessoria 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Hospital divulga boletim médico sobre radialista que tentou suicídio no Amigão

O estado de saúde do radialista baiano Aristeu das Mercês Ramos, 53, que tentou se enforcar ontem no Amigão, após a partida entre Campinense x Fluminense de Feira, é considerado grave.

Foto: Paraibaonline/ Arquivo

A informação é da assessoria de imprensa do Hospital de Trauma de Campina Grande, que divulgou boletim médico sobre o caso na manhã desta segunda-feira (12).

O documento diz que o paciente está internado na área vermelha e “segue respirando espontaneamente com oxigênio suplementar”, mas “seu estado de saúde inspira cuidados intensivos”.

– Através de exames de tomografia computadorizada cerebral a equipe médica diagnosticou que não houve lesão cervical e nem cerebral momentâneas. Novos exames serão solicitados e analisados (…) nesta segunda-feira – complementa o boletim.

Ainda não há previsão de alta médica para o cronista de Feira de Santana.

Leia a íntegra do boletim médico divulgado pelo Trauma.

paraibaonline

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br