Arquivo da tag: Medalha

Estudante solanense recebe medalha de prata nas Olimpíadas Brasileira de Matemática

aluno

Solânea foi destaque nas olimpíadas brasileira de matemática. O estudante Levi Micael, aluno do 7º ano da Escola Estadual Padre Geraldo da Silva Pinto, trouxe medalha de prata a cidade. Ele ficou na 86ª colocação, entre os 500 estudantes selecionados no país para receber a premiação. Levi mora na gruta de Santa Tereza, zona rural de Solânea.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A diretora do colégio, Jaqueline Rocha, ficou emocionada com o resultado do seu aluno. “A família Padre Geraldo Pinto está de parabéns. Levi é bom em tudo, para nossa escola é uma honra ter um aluno em destaque a nível nacional. Muito sucesso para Levi e quero vê-lo lá em cima, se Deus quiser porque ele merece”, comemorou.

 

 

 

Redação / Focando a noticia

Presidenta da Câmara de Areia recebe Medalha como uma das melhores vereadoras do Brasil

 

ana paulaA presidenta da Câmara de Vereadores de Areia, Ana Paula Gonzaga está em Belo Horizonte, onde recebeu na manhã desta sexta-feira (28), a Medalha Tiradentes Colar de Ouro, concedida a presidentes de Câmara, em dia com o Tribunal de Contas. A comenda foi entregue em sessão solene no encerramento do 1° Seminário Nacional de Membros de Mesa Diretora das Câmaras Municipais, que começou na quinta-feira (27), realizado no Centro de Convenções.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O evento teve a participação de vereadores de todo o país. São condecorados aqueles que demonstraram respeito e transparência com o dinheiro público, com significativos trabalhos prestados à comunidade.

A vereadora recebeu a Medalha emocionada com o reconhecimento de seu trabalho, realizado durante o mandato de presidenta da Câmara de Areia até dezembro de 2014

“Fiquei muito honrada em receber a Medalha Tiradentes, porque mostra o reconhecimento de todas as nossas lutas”.
Instituto Tiradentes

O Instituto Tiradentes foi criado em Viçosa/MG, em 2003, por um grupo de vereadores da Zona da Mata do Estado, com o objetivo de estimular e apoiar as iniciativas de ação comunitária e difundir o ideário de Joaquim José da Silva Xavier (Tiradentes) para as novas gerações. O diretor do Instituto é o prefeito de Viçosa/MG, Angelo

Atualmente o Instituto realiza eventos de capacitação por todo o Brasil, para qualificar gestores públicos, estimulando o debate entre empresários, políticos e intelectuais sobre temas ligados à administração pública.

Assessoria PMA

Brasileiro ganha a Medalha Fields, considerada o “Nobel da matemática”

O matemático brasileiro Artur Avila, 35, foi o escolhido para receber, nesta terça-feira (12) à noite (horário de Brasília), a Medalha Fields, popularmente conhecida como o “Nobel da matemática”. Ele será o primeiro ganhador da América latina.

A entrega do prêmio ocorrerá na a abertura do 27º Congresso Internacional de Matemáticos, em Seul, na Coreia do Sul.

Mastrangelo Reino/Caixapreta/Folhapress
O matemático Artur Avila, 35, em Paris
O matemático Artur Avila, 35, em Paris

Nascido no Rio de Janeiro, Avila é pesquisador do Impa (Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada) e do CNRS (Centro Nacional de Pesquisa Científica, órgão de pesquisa do governo francês).

Considerado um dos matemáticos mais talentosos de sua geração, o brasileiro vinha sendo citado nos últimos anos como forte candidato ao prêmio.

“Já havia um burburinho sobre eu ganhar a medalha”, disse Avila à Folha. “Quase todo mundo que falava comigo acabava mencionando esse assunto. Já estava ficando uma coisa até um pouco chata.”

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

César Camacho, diretor-geral do Impa, dá a dimensão da conquista. “É sem dúvida o maior prêmio já recebido por um pesquisador brasileiro.”

Comparada ao Nobel, pela importância, a Medalha Fields distingue-se por ser entregue apenas de quatro em quatro anos para matemáticos de até 40 anos.

A cada edição, são entregues de duas a quatro medalhas. Os vencedores recebem ainda 15 mil dólares canadenses (cerca de R$ 31,3 mil) cada.

Neste ano, também receberam o prêmio o canadense-americano de origem indiana Manjul Bhargava, o austríaco Martin Hairer, e a iraniana Maryam Mirzakhani, a primeira mulher a receber a distinção.

“Artur não é só um jovem brilhante, mas também extremamente dedicado”, diz Welington de Melo, pesquisador do Impa, que orientou o doutorado de Avila.

A primeira linha de pesquisa de Avila foi na área de sistemas dinâmicos. Esse ramo da matemática busca prever a evolução no tempo de fenômenos naturais e humanos observados nos mais diversos ramos do conhecimento. Hoje, suas ferramentas são usadas para descrever a evolução de epidemias, para estudar como surgem espécies animais e mostrar a impossibilidade de previsões do tempo para mais do que alguns dias.

Dentre esses sistemas, uma classe importante são os sistemas dinâmicos caóticos. Na linguagem coloquial, caos está ligado a ideia de desordem completa, mas, na matemática, trata-se de um termo geral para processos com extrema sensibilidade às menores perturbações, em que pequenas alterações na situação inicial provocam modificações dramáticas na evolução do sistema.

O exemplo clássico é do bater de asas de uma borboleta no hemisfério Sul que multiplica-se e acumula-se, influenciando a ocorrência de uma tempestade no Japão.

Mais recentemente Avila tem trabalhado para construir uma teoria geral dos chamados operadores de Schrödinger quase-periódicos. Esses operadores originaram-se na física e são usados para descrever o comportamento quântico das partículas.

Avila trabalha com matemática pura. Isso quer dizer, que mesmo trabalhando em problemas com possíveis aplicações em outras áreas, esse não é o seu objetivo. “Meus interesses e motivações são puramente matemáticos. Mesmo quando trabalho com problemas originados na física, não me importo com possíveis aplicações.”

 

FERNANDO TADEU MORAES

Governo garante cirurgia de jogador do ‘Belo‘ que queria vender medalha

zagueiroPor orientação do governador Ricardo Coutinho, o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena se ofereceu para garantir a cirurgia do jogador uruguaio Mario Larramendi.

O atleta, que foi um dos destaques na campanha do Botafogo-PB para chegar ao título de campeão brasileiro pela série D, descobriu um nódulo no fêmur e chegou a anunciar através das redes sociais que venderia a medalha conquistara para bancar a intervenção cirúrgica.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A cirurgia não foi confirmada ainda se será feita no Trauma, mas o diretor do Hospital, Edvan Benevides, assegurou que aquela casa de saúde tem todas as condições técnicas e médicas para fazer o procedimento.

Mario chegou ao Botafogo de João Pessoa em agosto do ano passado e ficou a conquista do título da Série D. Ele atuou por empréstimo no Belo e seu vínculo contratual era com o Novo Hamburgo (RS). “Vendo minha medalha de campeão brasileiro 2013 para poder fazer minha cirurgia. Estou precisando urgente. Ela irá me custar em torno de R$ 30 mil”, revelou através das redes sociais.

A sogra do jogador, Maria Vique, disse ao Portal Correio que ele “já saiu da Paraíba lesionado e no sábado anterior ao Natal foi submetido à uma ultrassom, através da qual descobriu que está com o nódulo”. O dinheiro arrecadado deverá ajudar o atleta nos gastos com a biópsia e também na cirurgia. A família calcula que o custo total do tratamento ficará em torno de R$ 30 mil. Ela disse ainda que não sabe se o tumor é maligno, mas de qualquer forma a cirurgia para sua retirada terá que ser feita.

Natural de Montevidéu, capital do Uruguai, o ex-jogador abriu o placar na final contra o Juventude (RS), na partida de volta disputa no Estádio Almeidão, em João Pessoa, e deu ao Botafogo o título de Campeão Brasileiro da Série D, em 3 de novembro de 2013. De cabeça, Mario marcou aos 20 minutos do primeiro tempo, aproveitando o cruzamento de um escanteio.

MaisPB

com Portal Correio 

TC Ysmar recebe a Medalha Cel. Elísio Sobreira, honraria máxima da Polícia Militar da PB

 

Aconteceu na tarde da segunda- feira(20/08), no Espaço Cultural na cidade de João Pessoa, a solenidade alusiva ao aniversário do patrono da Policia Militar do Estado da Paraíba Cel.  Elísio Sobreira.  Na oportunidade aconteceram diversos  atos , entre os quais a entrega do Espadim Tiradentes aos novos cadetes,  o compromisso de juramento ao primeiro posto dos novos Tenentes, congratulações  aos oficiais recém promovidos, a entrega de medalhas de serviços distintos. Sendo que  o ápice  da solenidade foi a entrega da maior honraria da Polícia Militar da Paraíba:  a  Medalha que leva o nome de seu patrono Cel PM Elísio Sobreira.

Na ocasião,  o Comandante do 4ºBPM, TC Ysmar recebeu a medalha das mãos do Excelentíssimo Senhor vice- governador do estado da paraíba Rômulo Gouveia e do Ilustríssimo Subcomandante Geral da PMPB Cel. Castro.

Varias autoridades civis e militares também receberam a referida honraria.

Assessoria para o Focando a Notícia

Juliana e Larissa superam início ruim e conquistam a medalha de bronze

O esperado ouro não veio, mas Juliana e Larissa mostraram poder de reação no momento decisivo e conquistaram nesta quarta-feira a medalha de bronze no torneio olímpico de vôlei de praia. Depois de um péssimo começo de jogo, as brasileiras venceram as chinesas Zhang e Xue por 2 sets a 1 (11/21, 21/19 e 15/12) na disputa pelo terceiro lugar em Londres.

Abatidas pela derrota de virada para as americanas Kerry e Ross na semifinal, terça-feira, Juliana e Larissa jogaram muito mal o primeiro set, mas reagiram e garantiram o primeiro pódio olímpico da dupla, que atua junta desde 2004, e o 10º da delegação brasileira nas Olimpíadas de Londres (dois ouros, uma prata e sete bronzes). Há quatro anos, Juliana se machucou pouco antes dos Jogos de Pequim, e Larissa atuou ao lado de Ana Paula. Na ocasião, elas foram eliminadas nas quartas de final. Já Zhang e Xue tentavam a segunda medalha seguida, já que ganharam o bronze em Pequim.

– Estou muito orgulhosa da nossa dupla. Não jogamos bem no começo do jogo e conseguimos virar o segundo set de uma maneira inexplicável. No tie-break, fomos muito bem. Estou muito orgulhosa por ter participado das Olimpíadas pela primeira vez e essa medalha, apesar de não ser de ouro, é como se fosse para nós – comemorou Juliana.

A dupla brasileira não se encontrou em momento algum do primeiro set na partida desta quarta, que contou com a presença do príncipe Harry na tribuna. As chinesas abriram 4 a 2 no placar e, com poucos erros, não olharam mais para trás. Tensas, Juliana e Larissa tinham dificuldades no ataque. Quando perdiam por 11 a 6, as brasileiras pediram tempo, mas não adiantou. Absolutas, as chinesas contaram com o ótimo aproveitamento da canhota Zhang para fechar a parcial em 21 a 11.

No início do segundo set, as brasileiras finalmente conseguiram um ponto em seu próprio saque: Larissa defendeu a cortada de Zhang e completou com tranquilidade no ataque. Com mais vibração, as brasileiras abriram dois pontos de vantagem pela primeira vez na partida depois de uma largada de Juliana: 9 a 7. Quando tinham 12 a 9 no placar, as brasileiras vacilaram e sofreram a virada por 13 a 12.  Pouco depois, um ace de Xue deixou as chinesas com 16 a 14 no placar. Larissa devolveu na mesma moeda e fez dois pontos seguidos de saque, empatando o jogo em 19 a 19. Na sequência, Juliana brilhou com um bloqueio e uma largada, fechando a parcial em 21 a 19.

Juliana e Larissa vôlei de praia Olimpíadas 2012 (Foto: Getty Images)Juliana e Larissa se abraçam durante a disputa do bronze contra as chinesas (Foto: Getty Images)

Embaladas pela virada no fim do segundo set e pelos gritos da torcida na Arena de Vôlei de Praia, as brasileiras começaram bem a terceira parcial e não demoraram para abrir vantagem de 6 a 2. Com grande atuação de Larissa na defesa, a dupla cabeça de chave número 1 do torneio olímpico conseguiu manter a tranquilidade e fechar a parcial em 15 a 12, garantindo o bronze.

É a 10ª  medalha brasileira em cinco participações do vôlei de praia em Olimpíadas. São dois ouros, cinco pratas e três bronzes. Na quinta-feira, Alison e Emanuel vão ganhar a 11ª, na final contra os alemães Brink e Reckermann, às 17h (de Brasília). Resta saber se será de ouro ou prata.

Globoesporte.com

Arthur Zanetti conquista ouro nas argolas e ganha primeira medalha olímpica da ginástica brasileira

O brasileiro Arthur Zanetti entrou nesta segunda-feira (06/08) para a história do esporte brasileiro. Ele faturou o ouro nas argolas na ginástica artística, conquistou o segundo ouro do Brasil nos Jogos Olímpicos de Londres e a primeira medalha na história da modalidade para o País. O brasileiro conseguiu a nota de 15.900 e deixou para trás o campeão olímpico e tetracampeão mundial do aparelho, o chinês Chen Yibing, que ficou com a prata.

Logo na primeira prova, Yibing começou muito bem e fez a sua série perto da perfeição, conseguindo a pontuação de 15.800. O russo Aleksandr Balandin também foi bem e ficou com a nota de 15.666, e o italiano Matteo Morandi conseguiu nota ainda maior, 15.733, colocando ainda mais pressão no brasileiro.

Contudo, Zanetti fez uma prova praticamente impecável e, apesar de ter dado um passo na saída, ficou com a histórica medalha de ouro.

O ouro de Arthur Zanetti acaba com a “zica” da ginásticva brasileira. Com resultados expressivos desde 2003, o Brasil nunca tinha conseguido uma medalha olímpica, apesar de ter ido como favorito em algumas provas em Atenas 2004 e Pequim 2008.

O brasileiro despontou para o cenário internacional ao conquistar a medalha de prata no aparelho no Mundial de Tóquio, no ano passado. No Pan de Guadalajara, quando era o favorito, acabou com outra prata e ficou com um gosto de decepção na boca, mas sabia que o seu principal momento viria em Londres.

O R7 transmite os Jogos Olímpicos de Londres em cinco canais exclusivos, 24 horas. E durante os Jogos, além da transmissão ao vivo e com sinais exclusivos, você encontra no portal os vídeos de todos os melhores momentos da maior disputa esportiva do mundo. Até o dia 12 de agosto, Olimpíada é no R7, Record e Record News, os canais oficiais de Londres.

R7

Prefeito de Solânea é escolhido para receber Medalha Presidente Tancredo Neves em Recife

O Instituto Tiradentes, originário da cidade de Viçosa Minas Gerais, em correspondência endereçado ao Prefeito Francisco de Assis Melo (Dr. Chiquinho), destaca que o mesmo foi escolhido, em face da correta  execução de seu plano de Governo, para receber a Medalha Presidente Tancredo Neves, por tudo de bom que vem realizado em prol do Município de
Solânea.

Esta escolha, conforme enfatiza a próprio comunicado endereçado ao mandatário Solanense, “é conferida aqueles chefes de Governo que demonstram respeito e transparências com o Dinheiro Público e que possuem ilibada reputação ético-moral e significativo trabalho prestado à Comunidade”.

A entrega da citada honraria, ainda pelo que enfatiza a comunicação, será realizada em seção solene, no final do 50º Seminário Brasileiro de Prefeito, Vereadores e Assessores Municipais a realizar-se nos dias 27 e 28 deste mês de Abril, no auditório do Centro de Convenções, de Pernambuco, localizado na Avenida Bezerros, em Sobradinho, Olinda.

O evento, ainda em conformidade com os idealizadores, contará com a presença de diversas autoridades, detalhadamente escolhidos para serem laureados com a citada honraria, significando a seriedade administrativa de como se vem conduzindo os recursos públicos em beneficio da comunidade, como um todo.

Provocado a falar sobre o assunto, o Prefeito Dr. Chiquinho foi bastante prático e objetivo ao evidenciar  que tudo isso representa um pouco do muito que vem realizando em beneficio de todo Município de Solânea, ao fazer a aplicação de todos os recursos Públicos sempre
em beneficio da coletividade de uma maneira geral.

“Nosso pensamento é este; Trabalhar pelo povo, em favor do povo e, em defesa do povo, pois como se sabe, todo Poder emana deste Povo e, em nome deste mesmo povo, deve ser exercido”, disse Dr Chiquinho, transmitindo verdadeiras lições de democracia participativa.

Assessoria para o Focando a Notícia