Arquivo da tag: matar

Advogado de casal acusado de atropelar e matar um pedreiro bate-boca com jornalista e diz que imprensa cria factoide

A polêmica em torno do acidente que resultou na morte do pedreiro Walmir Pedro de Brito, de 43 anos, continua, pois a defesa do casal acusado de causar o atropelamento, feita pelo advogado Genival Veloso, bateu-boca, com o radialista Emerson ‘Môfi’ durante seu programa radiofônico.

Segundo o advogado ele ainda está tomando conhecimento do caso.

“O que eu posso adiantar é que era ela, mesmo que vinha dirigindo e isso não há mais nenhuma dúvida e não adianta ficar especulando isso Mofi, por que isso é maldade”, disse Genival Veloso.

Em rebate o jornalista indaga de quem seria a maldade alegada. Para Genival Veloso, a maldade viria da imprensa. “O seu trabalho é nessa condição de fazer essa pressão toda”.

O repórter destacou, porém, que só estaria noticiando o fato, pois houve a morte de um pai de família. Veja o desenrolar da discussão no link:

pbagora

 

 

Acusado de mandar matar padrinhos no dia do casamento é condenado a 68 anos de prisão

Foi condenado a 68 anos de prisão o empresário Nelsivan Marques de Carvalho, acusado de matar seus padrinhos Washington Luiz Alves de Menezes e Lúcia Santana Pereira, no dia do próprio casamento. O julgamento, que foi adiado em agosto de 2018, aconteceu nesta segunda-feira (09) no Tribunal do Júri de Campina Grande.

Nelsivan foi condenado pelos crimes de homicídio qualificado e tentativa de homicídio contra o casal e ainda o vigilante da casa de festas que foi ferido a tiros no local do crime.

O assassinato aconteceu em março de 2014, em frente a um salão de festar no bairro do Catolé, em Campina Grande. A Justiça definiu que os seis réus envolvidos no duplo homicídio seriam julgados por júri popular.

Maria Gorete Alves Pereira, que foi acusada de envolvimento no duplo assassinato, foi absolvida. Ela também foi julgada nesta segunda-feira (09). A mulher disse que convivia apenas com um dos homens envolvidos no caso, Gilmar Barreto da Silva, que foi condenado a 37 anos e quatro meses de prisão.

Outro acusado de envolvimento no crime, Allef Sampaio dos Santos, também sentaria no banco dos réus, mas teve o júri adiado por não apresentar advogado.

Foto: reprodução

Acusado nega

Nelsival negou envolvimento na morte dos padrinhos de casamento e que teve o nome colocado no meio do processo, mas não sabe quem o fez nem o motivo. No depoimento, ele alego que não se recorda do que aconteceu no dia do crime e a defesa aponta que não há provas materiais de que o empresário tenha participado do crime.

O juiz questionou Nelsivan sobre relação de provas, como ligações eletrônicas e trocas de mensagens entre os celulares dele e outros réus. “Se eu liguei pra alguém ou respondi mensagem de texto naquela ocasião não me lembro. Se eu fiz não sei”, respondeu Nelsivan. Ele ainda disse que a relação que tinha com Franciclécio — condenado a 54 anos e seis meses de prisão — era de amizade, pois frequentavam a mesma igreja.

De acordo com a promotoria, com base no inquérito da Polícia Civil, o crime foi motivado por ganância. Segundo o Ministério Público, Nelsivan teria encomendado a morte dos padrinhos para assumir o controle total de uma faculdade particular da cidade, que também era administrada pelo casal assassinado.

G1

 

 

Preso grupo suspeito de matar adolescente em tiroteio na Capital

Um grupo suspeito de homicídio e que aterrorizou a região do Vale das Palmeiras, no bairro do Cristo, na noite de quinta-feira (28), foi preso pela Polícia Militar na tarde desta sexta (29).

A captura dos quatro suspeitos aconteceu nos bairros do Rangel e João Paulo II. As armas e o carro utilizado pelo grupo na ação de quinta continuam sendo procurados pela PM. Três dos quatro suspeitos foram reconhecidos pelas vítimas do Vale das Palmeiras e também pela proprietária do veículo HB20, usado na noite de quinta, e que foi roubado no último dia 26 em Bayeux.

“Desde o momento do crime, que vitimou um adolescente de 17 anos com arma de fogo, ferindo outras cinco pessoas, sendo duas delas crianças, realizamos diligências, colhemos informações e chegamos ao paradeiro do grupo”, explicou o major Gleidistone Cavalcanti, comandante do Regimento de Polícia Montada, e que esteve à frente das ações.

 

portalcorreio

 

 

Presidiário é suspeito de planejar e mandar matar companheira em Campina Grande, diz polícia

Um mandado de prisão foi cumprido na manhã desta segunda-feira (18), no presídio do Serrotão, em Campina Grande, contra um homem que é suspeito de planejar a morte da companheira, de 23 anos. Segundo informações da Polícia Civil, o crime aconteceu em setembro de 2016, quando o suspeito estava detido em uma penitenciária de João Pessoa e mandou matar a mulher.

A delegada Suelane Souto, titular da Delegacia de Crimes Contra a Pessoa de Campina Grande, disse que o suspeito “ligou para a vítima e mandou que ela fosse para o bairro do Pedregal, onde pegaria uma encomenda. Quando ela chegou ao local indicado, foi surpreendida e assassinada com diversos disparos de arma de fogo”.

As investigações duraram mais de três anos. Ainda de acordo com a delegada, o crime teria sido motivado por ciúme. “Ele descobriu que a vítima estava se relacionando amorosamente com outra pessoa”, acrescentou.

O suspeito cumpre pena por roubo e homicídio. As investigações continuam para identificar outros envolvidos no crime.

G1

 

Homem surta e tenta matar o avô com faca peixeira em Cacimba de Dentro, PB

Um homem, de 26 anos, surtou e tentou matar o próprio avô, de 72 anos, na tarde desta sexta-feira (15) no Sítio Lagoa Salgada, Zona Rural de Cacimba de Dentro, na Paraíba.

De acordo com a Polícia Militar, o caso aconteceu às 13h20. Uma senhora acionou a polícia relatando o ocorrido. O homem estava de posse de uma faca peixeira ameaçando o aposentado.

Uma guarnição esteve no local. Os policiais após constatarem o fato e conter o acusado, chamaram uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). O homem foi medicado e encaminhado a cidade de João Pessoa (PB) para tratamentos médicos.

Blog do Pedro Júnior

 

 

Lutador de jiu-jitsu é suspeito de desfigurar e matar homem na Paraíba

Um lutador de jiu-jitsu de 32 anos é suspeito de ter matado por espancamento o pedreiro Francisco Ferreira da Silva, de 43 anos, na noite dessa quarta-feira (30), em Catolé do Rocha. O crime aconteceu no Sítio Rancho do Povo, Zona Rural do município, por volta das 20h30.

De acordo com a Polícia Civil, Francisco e o suspeito pertencem a famílias rivais. O lutador de jiu-jitsu mora em Fortaleza, Ceará, e estava em Catolé do Rocha para visitar familiares. Com histórico de brigas, eles tiveram uma nova discussão – cuja motivação ainda é desconhecida pela polícia – e partiram para agressão.

Por ser lutador profissional, o suspeito levou vantagem na briga. Conforme testemunhas informaram à polícia, ele usou o golpe conhecido como ‘gravata’ ou ‘mata-leão’ e espancou a vítima com socos. O rosto de Francisco Ferreira, segundo a polícia, ficou desfigurado. Moradores do sítio tentaram intervir, mas não conseguiram fazer o lutador parar com as agressões.

A vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu assim que chegou ao hospital local.

Após cometer o crime, o lutador de jiu-jitsu fugiu em um carro vermelho. Ele é procurado pela polícia da região.

 

portalcorreio

 

 

Suspeito de espancar e matar garota de 16 anos morre após troca de tiros, em Manaíra, PB

O homem suspeito de espancar e matar a companheira de 16 anos, em Manaíra, no Sertão da Paraíba, morreu após uma troca de tiros, na manhã desta quinta-feira (17). Leonardo Pereira do Nascimento, de 22 anos, estava escondido no Sítio Constantino, localizado na zona rural do município.

O delegado Gutemberg Cabral, titular da Delegacia de Homicídios de Princesa Isabel e que acompanha o caso, informou que a polícia foi avisada sobre o confronto por vizinhos e ainda não sabe quem trocou tiros com o jovem, mas que existe a hipótese de que o crime tenha sido motivado por vingança.

Ainda segundo o delegado, uma arma foi encontrada ao lado do corpo de Leornardo. Ele tinha passagem pela polícia pelos crimes de furto qualificado, roubo e lesão corporal. O suspeito já havia sido preso três vezes e era considerado foragido porque fugiu da prisão.

O corpo dele foi encaminhado para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Patos, também no Sertão do estado.

Adolescente foi espancada um dia antes de ser morta

Segundo o delegado, no domingo (13), a adolescente Fabrícia Ribeiro Nogueira, de 16 anos, foi espancada e torturada pelo suspeito. Na segunda-feira (14), a vítima foi até a Polícia Civil e denunciou as agressões cometidas pelas homem.

“Após a denúncia, a gente orientou que ela saísse da casa onde eles moravam e que fosse pra qualquer outro lugar distante, que a polícia ia tentar prender ele. Mas aí ela foi pra casa dos pais, e ele foi atrás dela lá, com a ajuda do irmão mais novo, o Pedro”, salientou o delegado.

Vítima foi morta com mais de dez facadas

De acordo com a perícia, a adolescente foi morta com mais de dez facadas, além de vários cortes feitos pelo suspeito no corpo dela. “Ela foi brutalmente assassinada, não teve nenhuma chance de defesa. Ele desferiu mais de 10 facadas nela, cortou todo o corpo dela, não tinha como ela sobreviver”, frisou Gutemberg.

O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) ainda foi acionado para tentar socorrer a adolescente, mas ela não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local. Já o suspeito do crime fugiu do local e, até as 12h30 desta terça-feira (15), o homem ainda não havia sido localizado pela polícia.

Irmão do suspeito matar adolescente foi preso

O irmão do suspeito de espancar e matar a adolescente de 16 anos em Manaíra, no Sertão da Paraíba, foi preso na manhã da última terça-feira (15). De acordo com Gutemberg Cabral, o jovem de 18 anos ajudou o irmão a cometer o crime. Ele teria ficado de tocaia em frente à casa dos pais da vítima para informar ao irmão o momento em que a adolescente saísse da residência.

Conforme o delegado, na noite do crime, por volta das 23h30, o irmão, Pedro, avisou ao Leonardo Pereira que a polícia havia saído do local. Foi quando o suspeito foi até a casa dos pais da vítima e ficou chamando por ela.

O irmão de Leonardo está detido na Cadeia Pública de Princesa Isabel, onde permanece à disposição da Justiça. “Ele foi autuado por partícipe no crime de feminicídio e nós já conseguimos expedir um mandado de prisão preventiva contra o irmão dele”, disse o delegado.

G1

 

Presos suspeitos de matar pai de cacique na Baía da Traição

Foram presos, nesta quinta-feira (17), dois homens suspeitos do latrocínio que vitimou o pai do cacique da Aldeia Caieira, Baía da Traição, ocorrido no dia 5 de junho deste ano. Existe suspeita de que a dupla esteja envolvida em outros dois casos de roubo seguido de morte. A prisão foi realizada pelas polícias Civil e Militar.

Segundo o delegado Walter Brandão, da Seccional de Polícia Civil de Mamanguape, os presos seriam responsáveis por assaltos que vinham sendo praticados em várias aldeias e aterrorizavam a população da Baía da Traição. Os investigados ficaram detidos e serão apresentados em audiência de Custódia, ficando à disposição da Justiça.

 

portalcorreio

 

 

Homem é preso suspeito de matar companheira com barra de ferro, em Queimadas, PB

Um homem de 30 anos foi preso em flagrante na noite da sexta-feira (11), suspeito de matar a companheira dele, de 37 anos, com golpes de barra de ferro, em Queimadas, no Agreste da Paraíba. Segundo o delegado Kelsen Vasconcelos, o suspeito teria coberto o corpo da vítima e dito que ela havia sido atropelada.

Ainda de acordo com o delegado, testemunhas viram quando o casal discutia em um bar, localizado no Sítio Caixa D’água, por volta das 23h. Eles continuaram a discussão em um ponto de ônibus próximo ao estabelecimento. O suspeito estava armado com uma barra de ferro.

Alguns minutos depois, o homem que teria sumido do local, voltou e cobriu o corpo da vítima. À Polícia Militar, ele disse que a companheira havia sido atropelada.

O delegado disse que a versão apresentada pelo suspeito não condizia com a cena do crime. “A perícia constatou que não havia indício de atropelamento. Ela foi atingida na cabeça, no braço e estava com várias lesões. Indica-se que foi [a barra de ferro] pela gravidade das lesões”, explicou o delegado. Ele também cogita a hipótese de que um pedaço de madeira ou uma pedra tenham sido utilizados.

A barra de ferro que teria sido utilizada ainda não foi encontrada pela polícia. O homem foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Queimadas, onde foi autuado pelo crime de feminicídio. Ele negou que tenha cometido o crime e permanece no local à disposição da Justiça.

Foto: Polícia Civil/ Divulgação

G1

 

Jovem que surtou e tentou se matar é resgatado pela PM, em Alagoa Grande

A Rua Olinda, no centro de Alagoa Grande, ficou completamente bloqueada nos dois sentidos, por volta das 8h30min desta quarta-feira (9). Policiais militares e uma equipe do SAMU se mobilizaram em uma ocorrência em que um jovem surtou e se trancou em sua residência, ameaçando se matar.

Após mais de cinco horas de intensas negociações, por volta das 14h, ele deixou os policiais entrarem na casa e se entregou. Acompanhado de sua mãe, o rapaz foi conduzido pela equipe do SAMU ao Hospital Municipal.

Segundo informaram familiares, o jovem que surtou estaria armado com faca e facão e sofre de problemas psiquiátricos. Quando foi resgatado pelos policiais, o rapaz estava aos prantos e foi amparado pelos PMs e por familiares.

Fonte: Blog do Rildo