Arquivo da tag: matado

Garoto de 12 anos confessa ter matado menina de 9 em parque

A Polícia Civil confirmou na tarde desta terça-feira, 1, que um garoto de 12 anos confessou ter assassinado a menina Raíssa Eloá Caparelli Dadona, de 9 anos, no último domingo, 29, no Parque Anhanguera (zona norte de SP).

O adolescente morava na mesma rua da vítima e foi apreendido pela polícia após confessar o crime. Segundo o delegado Luiz Eduardo de Aguiar Marturano, titular da 5ª Delegacia da Divisão de Homicídios do Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), o garoto relatou o crime aos pais, que decidiram levá-lo à delegacia.

Raíssa Eloá Caparelli Dadona, de 9 anos, morava no bairro do Morro Doce, na zona norte de São Paulo
Raíssa Eloá Caparelli Dadona, de 9 anos, morava no bairro do Morro Doce, na zona norte de São PauloFoto: Reprodução / Estadão Conteúdo

Aos policiais, ele primeiramente afirmou que apenas acompanhava a menina quando um homem de bicicleta chegou e cometeu o crime. Mais tarde, no entanto, ele voltou a relatar o que afirmara aos pais: que havia assassinado a colega.

“Eles saíram da festa no CEU (Centro Educacional Unificado), caminharam até a área de mata, brincaram um pouco, e o menino então começou a agredi-la com as mãos e com um pedaço de pau”, contou o delegado. Em seguida, o adolescente teria “laçado” a menina com uma corda em uma árvore e a enforcado.

De acordo com Marturano, ainda não é possível saber se a causa da morte foi asfixia ou os múltiplos traumas provocados pelas agressões. A confirmação depende dos laudos do Instituto Médico Legal (IML).

Ele relatou ainda que, como a investigação é muito recente, não descarta nenhuma hipótese, inclusive a de participação de um terceiro no crime.

Agora a polícia pretende analisar mais imagens das câmeras da região e ouvir depoimentos de parentes e vizinhos das duas famílias.

Em depoimento, o menino não falou a motivação do crime. “Ele não demonstrou emoção”, relatou o delegado. O menor teve a internação provisória decretada pela Justiça e deve ser encaminhado para a Fundação Casa.

Marturano disse que a mãe de Raíssa havia deixado a menina com o adolescente na fila do pula-pula enquanto foi buscar um alimento para o filho caçula.

A menina morava no bairro do Morro Doce, próximo ao Parque Anhanguera, e fazia acompanhamento para autismo há um ano. Seu corpo foi enterrado nesta segunda no Cemitério Municipal de Perus, na zona norte.

TERRA

 

 

Jovem de 18 anos é preso suspeito de ter matado nove pessoas em um ano, na PB

Foto:Reprodução jovem de 18 anos foi preso suspeito de ter praticado pelo menos nove homicídios em Campina Grande
Foto:Reprodução
jovem de 18 anos foi preso suspeito de ter praticado pelo menos nove homicídios em Campina Grande

Um jovem de 18 anos foi preso, na noite dessa terça-feira (15), suspeito de ter praticado pelo menos nove homicídios em Campina Grande. Segundo o comandante da Polícia Militar na cidade, major Gilberto Felipe, os crimes aconteceram nos últimos 12 meses, nos bairros José Pinheiro, Catolé e Monte Castelo. A polícia divulgou uma foto do suspeito, identificado como Jonatha Oliveira de Sousa Pontes.

No momento da prisão, o jovem estava em um carro roubado durante assalto a um posto de combustíveis. A ação criminosa teria acontecido minutos antes da abordagem policial. O jovem estava acompanhado de três cúmplices, dois adolescentes de 17 anos e um jovem de 19.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Com o grupo, foram apreendidos dois revólveres calibre 38, munições com veneno de rato nas pontas, uísques e cigarros roubados do posto e celulares de clientes que estavam abastecendo no momento do assalto.

De acordo com o tenente Paulo Renato, que comandou a prisão, no celular do jovem suspeito dos homicídios foi encontrada uma foto dele segurando uma pistola e uma metralhadora. A polícia foi até a casa do suspeito para procurar as armas, mas um cúmplice dele conseguiu recolher e fugir com os equipamentos. Na casa, os policiais apreenderam um colete balístico e 300 gramas de maconha.

Mais apreensões 

Também em Campina Grande, um jovem de 18 anos e quatro adolescentes foram detidos enquanto planejavam assaltar estabelecimentos comerciais da cidade. Eles estavam em um carro no bairro do Bodocongó e portavam um revólver, um rifle e um capuz.

Todo material e suspeitos apreendidos nas duas ações foram levados para a Central de Polícia da cidade.

Portal Correio

Acusado de ter matado o próprio cunhado é assassinado com tiro durante bebedeira de amigos

(Foto: folhadovali.com)
(Foto: folhadovali.com)

Um homicídio foi registrado na noite desse sábado (25) no município de São José de Caiana, mais precisamente no sítio Serra Grande. O agricultor Eziel Ernestino de Melo, de 29 anos, foi morto com um tiro a queima roupa.

Segundo informações da polícia militar, Eziel estava participando de uma bebedeira quando se afastou da casa para urinar, juntamente com um companheiro. Instantes depois, ouviu-se o tiro no meio do mato.

O rapaz que estava com ele correu imediatamente para avisar aos outros que estavam bebendo ali próximo. A Polícia Militar foi acionada, mas o acusado conseguiu fugir.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

O corpo de Eziel foi encaminhado para o IML na cidade de Patos. Informações dão conta de que Eziel era foragido da justiça e respondia pela acusação de um homicídio ocorrido no ano de 2014 contra seu próprio cunhado.

DIÁRIO DO SERTÃO com informações da Polícia Militar

Mulher confessa ter matado marido a facadas e é presa no Cariri do estado

DELEGACIA DE MONTEIROUma mulher foi presa no início da noite desse domingo (1º) por ter matado o marido a golpes de faca na cidade de Monteiro (no Cariri do estado, a 305 km de João Pessoa).

Em relato à Polícia Militar, a mulher confessou o crime e alegou ter agido em legítima defesa. Segundo ela, o marido, que estaria armado com uma faca, tentou enforcá-la. Ela disse que o marido estava embriagado e havia quebrado alguns móveis da casa quando tentou agredi-la. A mulher contou ainda que conseguiu reagir à suposta violência, aplicando uma facada na vítima.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

De acordo com a PM, a suspeita também afirmou que já havia sido agredida pelo marido outras vezes. Ela foi levada para a delegacia da cidade, onde permanece presa. Ela deve prestar depoimento oficial na manhã desta segunda-feira (2).

 

portalcorreio

Polícia descarta que criança de 11 anos tenha matado padrasto e mãe passa a ser suspeita

Portal Correio
Portal Correio

A Polícia Civil descartou nesta segunda-feira (25) que um menino de 11 anos tenha matado o padrasto com uma facada no pescoço nesse domingo (24) no bairro do Roger, em João Pessoa. A principal suspeita agora passa a ser a mulher, que já está detida.

De acordo com informações do delegado Pedro Ivo, a partir de depoimentos de testemunhas e detalhes da perícia feita no local e no corpo do homem, é possível dizer que o menino não matou o padrasto, como havia sido denunciado pela própria mãe anteriormente. Ele disse que a mulher já está detida e que a criança ainda não foi localizada.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Segundo a polícia, a vítima de 30 anos teria entrado em uma discussão com a companheira, partindo, inclusive, para agressões físicas. O filho dela, ao presenciar a cena, teria pego uma faca e desferido o golpe fatal, situação que já foi descartada pelo delegado Pedro Ivo.

Uma unidade do Samu ainda foi acionada, mas o homem não resistiu à gravidade do ferimento.

Outro homicídio

de Bayeux, um jovem de 21 anos foi executado com disparos de arma de fogo na cabeça. Versões da polícia e de testemunhas para o ocorrido, até o momento, divergem. De acordo com informações policiais, a vítima se encontrava em um bar. Ao sair, às 21h25, foi surpreendido por um homem ainda não identificado que trafegava em um veículo Astra de cor branca. O bandido efetuou disparos e fugiu.

Já os moradores do local, que chegaram a presenciar o assassinato, informaram que uma dupla em uma moto já estava esperando a vítima quando esta saiu do bar em que se encontrava. Em seguida procedeu com os tiros e fugiu.

A irmã do jovem morto informou que ele não teria envolvimento com drogas, era trabalhador e muito conhecido, mas andava com más companhias.

 

portalcorreio

Homem teria matado esposa, morre em acidente e filho de 3 anos do casal relata a PM

acidente--Um homem morreu em um acidente de moto na tarde desta terça-feira (22) depois de supostamente ter matado a esposa na cidade de Soledade, a 165 km de João Pessoa. A polícia chegou até o corpo da mulher depois que o filho do casal, uma criança de três anos, deu as informações.

Os detalhes da ocorrência foram repassados pelo major Sérgio Fonseca, comandante do 10º Batalhão da PM. Segundo ele, o homem teria assassinado a mulher e depois fugido em uma moto pela PB-177, estrada que liga Soledade à cidade de São Vicente, onde teria se jogado na frente de um carro. Ele morreu no acidente. O carro que se chocou com a motocicleta capotou e a moto foi destruída por um incêndio, logo após a colisão. Duas pessoas estariam no automóvel, mas a situação delas após o acidente não foi informada.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

 

“Essas são as informações iniciais; ainda estamos averiguando e tudo foi baseado no que a criança de três anos informou durante a apuração”, disse o major.acidente--2

De acordo com informações da Delegacia de Polícia Civil em Soledade, a mulher foi encontrada em um matagal da cidade e o Instituto de Polícia Científica já foi acionado para fazer a perícia e dar início às investigações.

Até as 15h30 desta terça-feira (22), o caso ainda estava em andamento e a identificação das vítimas, bem como os detalhes de toda a ocorrência passavam por apurações policiais.

 

Por Alisson Correia

Polícia Civil prende acusados de terem espancado e matado barbaramente idoso

plantão policialPoliciais da Delegacia de Homicídios – DCCP, comandada pela delegada Cassandra Duarte, e equipes da Delegacia da Infância e Juventude, Gabinete da 2ª Seccional de Polícia Civil, e Delegacia da Mulher prenderam em flagrante, na noite desta quarta-feira (11), em um bar no Sítio Lucas, Ronaldo Monteiro da Silva, 40 anos, conhecido por ‘Peitica’, apontado como autor do espancamento e disparos de arma de fogo que vitimaram fatalmente Antonio Galdino da Silva e lesionaram a sua esposa Maria do Socorro Moraes da Silva.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O bárbaro crime, que chocou a população de Campina Grande, aconteceu no último dia move, por volta das 17 horas, no Assentamento José Antônio Eufrozino, Sítio Castelo, Distrito de São José da Mata.

 

A apresentação dos presos foi feita na manhã desta quinta-feira (12), 2º Delegacia Seccional de Campina Grande. A delegada Cassandra Duarte informou que logo ao tomar conhecimento do delito, os policiais iniciaram diligências, à procura de Ronaldo, que se evadiu da localidade, após o ato bárbaro, cometido por motivação torpe, vez que o autor suspeitava que as vítimas o houvessem denunciado por outros pequenos delitos que cometia no assentamento.

 

Também na operação foi preso por porte de arma de fogo, Alisson Ricarte Maciel Gomes, conhecido por ‘Pardal’, que bebia com Ronaldo, na ocasião. Contra ambos, existe mandado de prisão preventiva por quebra de albergue.

 

Segundo a autoridade policial, os acusados responderão por crime de homicídio duplamente qualificado. Ela assegurou que as investigações e diligências continuam com intuito de apreender a arma usada no homicídio e prender o co-autor do ato criminoso, identificado por Renato Barbosa Monteiro, filho de Ronaldo, que pilotava a moto no momento do assassinato. Renato responde por crime de estupro, homicídio simples, roubo e ameaça.

 

Assessoria