Arquivo da tag: Maranhão

Maranhão admite pela primeira vez disputar governo do Estado em 2018

O senador José Maranhão (PMDB) admitiu, pela primeira vez, nesta sexta-feira (6), disputar o governo do Estado nas eleições do próximo ano. As declarações do peemedebista reforçam a tese de que o partido deve mesmo apresentar candidatura própria em 2018.

Segundo Maranhão, o seu nome surgiu de um chamamento feito pelo partido. O senador lembrou que como não é de ‘fugir da luta, aceitou o desafio’. Segundo ele, o PMDB possui um vasto plantel com nomes para a disputa. “Não há outro partido que possua tantos bons nomes como o PMDB, como o meu nome foi chamado, não vou fugir à luta”, afirmou.

Questionado sobre a manutenção da aliança com o prefeito Luciano Cartaxo (PSD), – eventual candidato ao governo em 2018 – Maranhão disse que o PMDB também ajudou na eleições do gestor, mas garantiu não ter a obrigação de acompanhá-lo obrigatoriamente em seu projeto. “Política é a arte dos possíveis, espero que ele tenha a mesma abertura que eu, mas até disse recentemente que se não for candidato, voto em Luciano”, arrematou.

Por Alexandre Freire, com informações de Alexandre Kito (Jornal Correio)

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Cícero descarta candidatura e revela voto em Maranhão para governador em 2018

O senador e pré-candidato a governador nas eleições estaduais de 2018, José Maranhão (PMDB), disse, nesta quarta-feira (04), em entrevista ao Correio Debate, da 98 FM de João Pessoa (PB), que durante encontro com o ex-senador Cícero Lucena (PSDB) no último final de semana, o tucano lhe revelou que não pretende disputar o pleito do ano que vem e que só vota nele {Maranhão} para o Governo do Estado.

“Cícero me disse que não pretende ser candidato e o único candidato que ele apoia é José Maranhão. Mas, minha reunião com ele não foi política, foi uma encontro familiar, de amigos”, declarou.

Com ao posicionamento do presidente nacional do PMDB, Romero Jucá, que não colocou a sua candidatura como prioridade do PMDB para 2018, Maranhão disse que não depende do presidente para disputar o pleito.

“Para ser canadito nós não precisamos do endosso de Romero Jucá. Ele é apenas o presidente interino, o presidente de direito é Michel Temer, e ele é entusiasta das candidaturas do PMDB”, declarou.

Cristiano Teixeira – WSCOM

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Walter Júnior consegue junto a Raniery e Maranhão viabilizar cinco poços artesianos para Solânea

A parceria mantida entre o presidente do diretório municipal do PMDB em Solânea, Walter Junior o deputado estadual Raniery Paulino (PMDB) e o senador José Maranhão (PMDB), tem rendido bons frutos para a cidade de Solânea. Na manhã de ontem (04), em audiência com o superintendente do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS) no Estado Alberto Gomes foram conquistados cinco poços artesianos para o município.

A celebração do convênio se deu graças ao empenho de Walter Júnior junto a Raniery e Maranhão, que vinham insistentemente pleiteando junto ao DNOCS a ampliação de poços na cidade, para amenizar os efeitos da grave crise hídrica que passa os moradores de Solânea.

Walter Júnior agradeceu ao deputado e ao senador que, segundo ele, sempre estão atentos para atender as demandas dos solanenses. “Agradeço a Raniery ao senador José Maranhão que não tem poupado esforços para acatar nossos pedidos, valorizando os municípios da nossa região”, enfatizou.

Assessoria

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Manoel Júnior descarta possibilidade de Maranhão como candidato ao governo em 2018

(Foto: Walla Santos)

O vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Júnior (PMDB), afirmou em entrevista nesta segunda-feira (14) que o senador José Maranhão não pretende ser candidato ao governo do Estado em 2018. Manoel Júnior ainda falou que o discurso de Maranhão dentro do partido é de que não haverá aproximação com o PSB.

De acordo com Manoel Júnior, o partido está focado na reeleição do senador Raimundo Lira, descartando a possibilidade de lançamento de candidatura no cargo de governador. “José Maranhão não é candidato. Ele tem dito e reafirmado isso nas reuniões internas. O PMDB terá uma candidatura que é a do senador Lira ao qual nos comprometemos em apoiar”, destacou o vice-prefeito.

Apesar de considerar que o partido apresenta bons quadros para concorrer ao cargo de governador, Manoel Júnior não acredita que esta seja uma boa hora. “Talvez não seja o momento adequado para que o partido lance candidatura própria. O PMDB já tentou em outras oportunidades a candidatura própria e não chegamos em canto nenhum. Precisamos estar fortes para o espírito do divisionismo que está sendo pregado. Isso não vai colar na oposição”, destacou Manoel Júnior.

Ele ainda declarou que o discurso adotado por José Maranhão internamente do PMDB destoa do que ele vem falando para a imprensa. Segundo Manoel Júnior, não há possibilidade de aproximação com o PSB, apesar de Maranhão não ter descartado esta chance em entrevistas. “Não é isso que Maranhão tem dito e reafirmado a todos nós que fazemos o PMDB”, destacou.

clickpb

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Maranhão nega encontro com Michel Temer e reafirma apoio ao presidente

O senador paraibano José Maranhão (PMDB) negou que tenha se encontrado com o presidente Michel Temer, do mesmo partido, nesta sexta-feira (26), conforme noticiou a imprensa nacional. A reunião, no entanto, foi confirmada pela assessora da presidência da República, Ana Terra.

Apesar disso, Maranhão alegou que sequer saiu de casa, onde ficou despachando com seus assessores. “Eu não saí de casa hoje porque como não teve nada no Senado, eu vim para casa e fiquei com alguns funcionários no gabinete trabalhando aqui mesmo, porque talvez fosse mais produtivo trabalhar aqui. Não falei com nenhum político, nem com o presidente, nem com nenhum senador ou nenhum deputado. O meu trabalho hoje foi um trabalho estritamente funcional. Foi furada essa notícia, se porventura eu tivesse alguma coisa que eu pudesse divulgar eu diria e se não pusesse divulgar eu também diria”, afirmou taxativo José Maranhão.

Com relação ao apoio ao presidente, o senador reafirmou que continua do lado de Michel Temer. “Eu sou senador pela legenda do PMDB, representando o PMDB, e o presidente é também o presidente do PMDB. E qual é o nosso papel ? É apoiar o governo”, confirmou.

A imprensa nacional divulgou que houve esse encontro entre Maranhão e Michel Temer. Além disso, também teriam se reunido com Temer os presidente da Câmara Rodrigo maia (DEM-RJ) e o ministro da Secretaria do Governo, Antonio Imbassahy (PSDB-BA). A reunião seria parte de uma ofensiva de Temer para segurar a governabilidade e manter a base aliada unida.

Correio da Paraíba

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (

Maranhão coloca nome à disposição para disputa em 2018

MaranhãoApós reunião realizada na manhã desta segunda-feira (27), o PMDB definiu  por candidatura própria da legenda para o governo em 2018 e o nome a ser trabalhado para a disputa é o do senador José Maranhão, presidente estadual do partido. Maranhão já colocou seu nome para concorrer a eleição.

Em entrevista logo  depois do encontro, Maranhão lembrou da candidatura de 2014 quando ele conseguiu se eleger senador mesmo em um momento em que as circunstâncias políticas pareciam desfavoráveis.

“Sou um homem de luta. Não estou reivindicando isso como uma obsessão mas  coloco meu nome para a disputa  da mesma forma da eleição passada quando tive que aceitar uma candidatura a senador em circunstância difíceis”, afirmou.

Já em relação ao aliança com o prefeito de Luciano Cartaxo (PSD), Zé Maranhão disse que o PMDB levará o apoio com o gestor até onde for possível.

maispb

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Ao lado de Maranhão, Cássio, Lira e Ricardo Coutinho, Temer inaugura obra da Transposição

estação-de-bombeamentoO presidente Michel Temer inaugura nesta segunda-feira (30), em Floresta (PE), a terceira estação de bombeamento (EBV-3) do Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco. A nova estação vai permitir que a água do canal avance por mais 60,9 quilômetros pelo sertão da Paraíba e de Pernambuco.

Estão fazendo parte da comitiva os senadores paraibanos Raimundo Lira (PMDB), Cássio Cunha Lima (PSDB) e José Maranhão (PMDB), além do governador Ricardo Coutinho (PSB).

Com investimentos de R$ 87 milhões da União, a EBV-3 receberá a água vinda do reservatório Mandantes e elevará a uma altura de 63,5 metros, permitindo o escoamento por gravidade até a quarta estação elevatória (EBV-4), em Custódia (PE). Neste percurso, passará por três reservatórios pernambucanos – Salgueiro, Muquém e Cacimba Nova – e pelo aqueduto Jacaré, completando 97 quilômetros dos 217 que formam o Eixo Leste.

Com a chegada da água do Pisf ao reservatório Muquém, o açude Barra do Juá, em Floresta, poderá ser abastecido, beneficiando cerca de 30 mil pessoas. Ainda no primeiro trimestre de 2017, as águas do rio deverão chegar às populações das cidades paraibanas de Monteiro e Campina Grande.

“Nós temos agilizado essas obras, e por isso mesmo cumprimentei o ministro Helder Barbalho e toda a equipe que está trabalhando nessa obra que começou lá atrás, mas que agora está sendo agilizada para que em brevíssimo tempo nós possamos não apenas inaugurar o chamado Eixo Leste e, logo em seguida, ainda neste ano, inaugurar o Eixo Norte, praticamente completando a transposição do rio São Francisco”, disse o presidente Michel Temer em entrevista aos jornalistas.

Eixo Norte

O Eixo Norte está previsto para ser concluído no segundo semestre deste ano, após finalização de serviços necessárias à passagem de água do rio. A expectativa é atender o reservatório de Jati (CE) em agosto e a Região Metropolitana de Fortaleza em setembro de 2017.

“A licitação será feita, se não me engano, no dia 1º deste mês (fevereiro). E depois, não havendo impugnações, nenhum problema judicial, logo se homologa essa licitação e começam as obras”, afirmou Temer acerca da contratação de uma nova empresa que se responsabilizará pelo trecho.

Prioridade do governo federal, o Projeto São Francisco levará água para mais de 12 milhões de pessoas em Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. Serão atendidos 390 municípios pelos dois eixos: Norte, com 260 quilômetros, e o Leste, com 217. O empreendimento está orçado em R$ 9,6 bilhões, valor que resulta de atualizações previstas em contratos.

“Evidentemente, vocês sabem que muitas e muitas vezes, lá no Congresso Nacional tem havido a preocupação também com a revitalização do rio São Francisco”, lembrou o presidente. “Matéria que nós já estamos começando a tratar mas, logo depois, nós trataremos de fazê-lo sempre vitalizado precisamente para permitir que a transposição esteja sempre cheia de água”, garantiu.

Ramal do Agreste

O presidente também anunciará a liberação de mais verbas federais para ações de convívio com a seca, dessa vez voltadas para a população pernambucana. Serão assinadas duas ordens de serviço no valor de R$ 40,4 milhões para o início do Projeto do Ramal do Agreste, obra que receberá as águas do São Francisco e será utilizada para aumentar o abastecimento de 72 cidades pernambucanas.

O ramal vai garantir água de boa qualidade para consumo humano em toda a região do Agreste de Pernambuco. Serão beneficiados mais de dois milhões de habitantes.

Orçado em R$ 1,2 bilhão, o Ramal do Agreste terá 70,8 quilômetros de extensão, incluindo canais, túneis, aquedutos, estação de bombeamento e barragens. O prazo previsto para implantação é de 36 meses. O empreendimento vai captar a água no reservatório de Barro Branco, do Pisf, localizado no quilômetro 182 do Eixo Leste, em Sertânia (PE). De lá, a água atravessará a serra Pau do Arco e chegará ao açude de Ipojuca, em Arcoverde (PE).

Portal Planalto

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Maranhão pretende ficar fora da disputa eleitoral de 2018: “Não quero ser candidato”

zemaranhaoO presidente do Diretório Estadual do PMDB, senador José Maranhão, garantiu que não pouparia o PMDB de ser protagonista na disputa eleitoral em 2018, na postulação pelo Governo do Estado. O dirigente lembrou que ainda falta muito tempo para essas articulações e avalia que o partido tem bons nomes para serem pensados.

“A eleição ainda acontece em 2018 e daqui para lá muita água vai rolar por baixo dessa ponte”, destacou. Maranhão disse que sempre defendeu o fortalecimento do partido e não contribuiria para um enfraquecimento da legenda.

Em relação aos nomes que poderiam ser lançados pelo partido, o senador avalia que há representante fortes dentro da legenda, mas que ele mesmo não seria a prioridade. “Nós podemos ter qualquer candidato. Todos os companheiros que têm prestígio e visibilidade podem ser candidatos”, disse. No entanto, Maranhão garantiu que “seria a última hipótese”: “Eu tenho sustentado que não quero ser candidato”, afirmou.

blogdogordinho

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

 

Maranhão classifica reuniões promovidas por Lira como balão de ensaio: “Não estão dando certo”

maranhaoO senador José Maranhão, presidente do PMDB da Paraíba, quebrou o silêncio sobre os impasses que dominam o partido desde a semana passada. Apesar de negar um racha no partido, a legenda segue dividida desde as eleições municipais de 2016 e se intensificou após o senador Raimundo Lira iniciar reuniões com liderança peemedebistas, segundo ele, visando o fortalecimento do partido. Para Maranhão, os encontros promovidos  por Lira não passam de “balão de ensaio”.

 

No jargão jornalístico, balão de ensaio se trata de informação divulgada para testar a opinião ou reação pública, e para Maranhão as reuniões não estão surtindo efeito para tirá-lo da presidência do PMDB, pois segundo ele, as lideranças do PMDB estão ocupando espaços na imprensa para desmentir que teriam problemas com o comando dele.

“Esses encontros são um balão de ensaio que não esta dando certo, porque as declarações publicadas em blogs de que haveria um levante, teria um cisma, uma a uma as pessoas que foram apontadas estão ocupando a imprensa para desmentir”, disse em entrevista ao programa Correio Debate, Rede Correio Sat.

Ele atribuiu as divergências geradas no PMDB a pessoas da legendas ligadas ao governador Ricardo Coutinho. “Eu não posso afirmar ninguém sem uma prova concreta, mas essa coisa coincidentemente aconteceu depois que setores do PMDB se chegaram a Ricardo, é uma coincidência muito grande, mas eu não quero fazer comentários sem provas concretas, apesar de já ter provas concretas com nomeações de pessoas do PMDB para secretaria de Governo”, declarou.

Maranhão ainda disse que acredita na fidelidade do senador Raimundo Lira à liderança dele no PMDB. “Eu recebi um cartão dele [Raimundo Lira] e nesse cartão ele diz: para ser líder é preciso ter história com José Maranhão”, disse.

blogdogordinho

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Após encontro de Lira, Maranhão convoca reunião da executiva estadual do PMDB

maranhãoA crise no PMDB da Paraíba parece estar longe de um final. Poucos minutos após o fim de reunião da Bancada do PMDB, envolvendo o senador Raimundo Lira, os deputados federais Veneziano Vital do Rêgo, Hugo Motta e André Amaral, além do deputado estadual Nabor Wanderley, no qual acertaram uma comunicação maior com o governador Ricardo Coutinho, o presidente da legenda no Estado, senador José Maranhão, convocou uma reunião da executiva estadual para o próximo dia 20.

Diferentemente do posicionamento tomado pela bancada, de aproximação com o governador Ricardo Coutinho, Maranhão defende a manutenção da aliança que o PMDB realizou ano passado juntamente ao PSD, o PSDB e o PP – grupo oposicionista do governador.

CONVOCAÇÃO

O Presidente Estadual do PMDB da Paraíba, Senador José Maranhão, vem por meio deste, convocar vossa excelência, para reunião da executiva estadual do PMDB, para tratar de assuntos do interesse do partido.

A reunião será realizada na próxima sexta-feira, dia 20/01/2017, a partir das 09h30, na sede do PMDB, em João Pessoa.
Caso haja impossibilidade do comparecimento, justificar ao partido.

João Pessoa-PB, 12 de Janeiro de 2017.
SENADOR JOSÉ MARANHÃO
Presidente Estadual do PMDB da Paraíba

Da redação

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br