Arquivo da tag: Marabá

Águia de Marabá goleia Treze e põe fim à sequência negativa na Série C

Por um instante, o Águia de Marabá achou que estaria em má fase. Passou três rodadas sem vencer e esteve perto de entrar na zona de rebaixamento. Por um instante, o Treze sonhou em deixar o Pará próximo do G4. No fim das contas, nem um nem outro. Vitória dos donos da casa por 5 a 1. E das mais convincentes possíveis, diga-se de passagem. Os gols do Azulão foram marcados por Branco, duas vezes, Wando, Flamel e Juliano. Manu descontou para o Galo.

Com este resultado, o Águia chegou aos 12 pontos e assumiu a terceira colocação do grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro. Mas pode terminar a rodada fora do grupo dos quatro primeiros. É que a maioria das equipes só entra em campo neste domingo. Já o Treze, que vinha embalado por dois resultados positivos consecutivos, estaciona nos sete pontos e permanece fora da zona de rebaixamento – com os mesmos sete pontos do Cuiabá (leva vantagem por ter mais vitórias), que derrotou o Guarany de Sobral por 4 a 3, fora de casa.

Os paraenses, agora, enfrentam o Santa Cruz na sequência da competição. O jogo acontece no próximo dia 25, no Estádio Arruda. No dia seguinte, o Galo recebe o então líder Luverdense, às 16h, no Estádio Amigão, em Campina Grande.

Primeiro tempo equilibrado

Sem poder contar com quatro titulares absolutos (o lateral-direito Walber, os meio-campistas Everton César e Cristian e o atacante Brasão), o treinador Marcelo Vilar se viu mais uma vez diante de um problema que parecia superado. A falta de entrosamento voltou a incomodar a equipe trezeana.

Sorte do Águia, que aproveitou bem a ‘vantagem’. Controlou melhor a partida desde o início, apesar de ter criado pouquíssimas chances nos primeiros minutos. E abriu o placar logo aos 23, quando Bonfim bobeou e colocou a mão na bola na grande área. Pênalti claro, que Flamel bateu com categoria, deslocando Danilo. 1 a 0 para os paraenses.

Mas não deu tempo nem de comemorar. Aos 27 minutos, Manu, conhecido por fazer gols importantes, aproveitou sobra de uma jogada que ele mesmo iniciou e deixou tudo igual no marcador. Parecia que o Treze equilibraria a partida. Ficou apenas na impressão.

Quatro minutos depois, Marabá recebeu bom cruzamento e obrigou Danilo a fazer uma grande defesa. Era o prenúncio de que o pior poderia acontecer para o Treze. E aconteceu. Aos 43 minutos, o atacante Wando dividiu com a zaga alvinegra, que se atrapalhou toda e viu a bola morrer no fundo das redes.

Goleada no segundo tempo

A segunda etapa começou morna, sem muitas emoções. Mas foi só até os 12 minutos, quando Branco aproveitou boa jogada de Stanley e deslocou o goleiro Danilo, que nada pôde fazer. O mesmo aconteceu dois minutos depois. A zaga trezeana voltou a errar. E ele, Branco, estava lá para fazer o seu segundo gol no jogo.

A partir daí, o que se viu foram algumas poucas chances criadas pelos dois lados. O Treze parecia inofensivo. De nada adiantou Vilar mexer no time. Foram três substituições e o panorama seguiu inalterado. Só que a situação dos paraibanos se complicou ainda mais, já nos acréscimos, aos 48 minutos. O meia Juliano, que entrara há pouco tempo, fez um golaço e decretou a goleada do Azulão, para alegria dos torcedores que compareceram ao Estádio Zinho de Oliveira.

Globoesporte.com

Desfalcado, Treze encara Águia em Marabá por sequência de vitórias

Vindo de duas vitórias consecutivas, o Treze tentará a terceira neste sábado, às 16 horas, diante do Águia, no Estádio Zinho de Oliveira, em Marabá-PA, pela oitava rodada do Grupo A, do Campeonato Brasileiro da Série C.

O Galo tem a missão de mostrar que não vence só em casa, uma vez que os últimos seis pontos foram conquistados dentro do Estádio Amigão.O Treze tem sete pontos e aparece na oitava posição do Grupo A. Já o Águia, que já chegou a figurar o G-4 da chave, hoje está em sétimo, com nove pontos – a dois do Paysandu (4.º).

Águia com novidades

O técnico do Águia, João Galvão, iniciou a semana pressionado por um bom resultado na próxima rodada do Campeonato Brasileiro da Série C, quando time terá pela frente o Treze, em Marabá, no Pará. Comandante já promoveu duas mudanças nos primeiros treinamentos.

No último final de semana o ataque não funcionou e a defesa levou cinco gols do Luverdense (derrota por 5 a 1, no Mato Grosso). É bem por isso que ele sacou Thiago Pereira e colocará no seu lugar Branco, artilheiro no primeiro semestre do Campeonato Paraense, com 11 gols.

A outra mudança pode ser no meio-campo, quando o volante Daniel poderá fazer sua estreia na Terceirona. Técnico estudará durante a semana o jogador que irá para o banco de reservas, mas tudo indica que ele irá tirar o zagueiro Bernardo e mudar o esquema tático do 3-5-2 para 4-4-2.

Treze desfalcado

O Treze entrará em campo com um time totalmente diferente do que vinha escalando nas últimas rodadas. É que para encarar o Águia, Galo não contará com o lateral Valber, meia Cristian, e os atacantes Brasão e Rodrigo Pardal, todos vetados pelo Departamento Médico do clube. Além disso, quem também não jogará é o volante Everton César, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Em compensação, o técnico Marcelo Vilar terá a disposição o lateral-esquerdo Assis, que chegou na última semana, está regularizado e pode estrear. Ele ficará com a vaga de Luciano Amaral, que se transferiu para o futebol português. Cleidson também é opção no elenco para este setor.

Fonte: Futebol interior

Marabá marca no fim e Campinense bate Horizonte

 

Em uma partida muito movimentada e emocionante, o Campinense guardou o melhor para o final e bateu o Horizonte por 1 a 0, no Estádio Amigão.

Aos 41 minutos do segundo tempo, a estrela de Marquinhos Marabá brilhou e o atacante anotou o gol da vitória rubro-negra.

O resultado deixa a Raposa mais folgada na liderança do Grupo A-3 da Série D, com 10 pontos, dois a mais do que o Baraúnas-RN, que venceu o Ypiranga por 2 a 1, em Pernambuco.

Volte mais tarde e leia mais dealhes.

Ficha técnica

Campinense 1×0 Horizonte-CE

Local: Estádio Ernani Sátyro – “O Amigão” / Campina Grande-PB

Competição: Campeonato Brasileiro – Série D / Grupo A-3

Data: 29 de julho de 2012 – 16H00

Árbitro: Claudionor Francisco Lima e Silva (CBF – Sergipe /aspirante Fifa)

Auxiliares: João Carlos de Jesus Santos e Vaneide Vieira de Gois (ambos CBF – Sergipe)

Auxiliar reserva: Emanuel Diniz (CBF – Paraíba)

Assessor: Ednaldo da Silva Almeida (Paraíba)

Campinense: Pantera, Eduardo Recife, Breno, Diego Padilha e Renatinho; Charles Wagner, Anderson Paulista (Nino Paraíba), Adriano Felício e Fernandes;

Eduardo Rato (Marquinhos Marabá) e Potita (Anderson Oliveira).

Técnico: Freitas Nascimento

Horizonte: 1-Mondragon, 2-João Paulo, 3-Claiton, 4-Da Silva e 6-Johny; 5-Valter (Albano), 7-Hercules, 8-Elanardo e 11-Dedé; 10-Clodoaldo (Márcio Tarrafas) e 9-Carlos Alberto (Stênio Júnior).

Técnico: Roberto Carlos

Cartões amarelos: Charles Wagner (C), Hércules (H).

Gol: Marquinhos Marabá, aos 41 minutos do segundo tempo.

Paraibaonline