Arquivo da tag: mandado

“Não autorizei nenhum policial nosso ir à Paraíba cumprir mandado”, diz comandante da PM do RN

O comandante-geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, coronel Alarico Azevedo, afirmou que não teve conhecimento da operação nem autorizou que policiais militares potiguares fossem à Paraíba dar cumprimento a qualquer mandado de prisão. A ação, realizada na tarde desta terça, 29, na zona rural de Tacima (PB), acabou em uma troca de tiros e na morte do PM paraibano Edmo Tavares, de 36 anos.

“Como eu não sabia, não autorizei nem comuniquei ao comandante-geral da PM da Paraíba que haveria uma operação lá. Se eu soubesse, teria entrado em contato, como sempre faço, e a ação teria sido realizada em conjunto, como sempre deve ser”, ressaltou Alarico durante coletiva de imprensa realizada nesta manhã.

O caso

Três policiais militares do Rio Grande do Norte – um subtenente, um sargento e um cabo – irão responder a inquéritos criminais, na esfera civil e militar, pela morte do policial militar paraibano Edmo Tavares. O PM da Paraíba morreu na tarde desta terça, 29, após uma troca de tiros no distrito de Cachoeirinha, zona rural de Tacima (PB).

Segundo A PM do RN, as armas dos três policiais militares foram apreendidas pela Polícia Civil da Paraíba. Após serem ouvidos em depoimento, eles foram liberados e já retornaram a Nova Cruz, na região Agreste potiguar, onde são lotados.

Os três também foram afastados de suas atividades de policiamento e, enquanto durar as investigações, devem ficar atuando apenas administrativamente.

Assessor de imprensa da PM do RN, o tenente-coronel Eduardo Franco revelou ao Agora RN que o subtenente, o sargento e o cabo relataram que foram à Paraíba dar cumprimento a um mandado de prisão contra um foragido da Justiça. “Eles localizaram o alvo, o abordaram e o prenderam. Porém, durante a ação, o policial paraibano, que estava em um carro próximo, teria visto os três homens armados e achou que eles eram criminosos, uma vez que eles estavam à paisana, descaracterizados”, ressaltou.

“Os três disseram ainda que o policial paraibano atirou contra o grupo. Como o policial paraibano também não estava fardado, os três PMs atiraram de volta”, acrescentou Eduardo Franco.

Ainda de acordo com o oficial, o policial paraibano ainda tentou fugir e acabou batendo o carro. “Ele ainda foi socorrido ao hospital e teve a arma apreendida. Depois foi que descobrimos que se tratava de um policial militar”, destacou Franco.

Edmo era policial militar há 10 anos e trabalhava no batalhão do município de Picuí, no interior da Paraíba.

 

(Foto: José Aldenir/Agora RN)

Agora RN

 

 

Policiais do 4º BPM prendem em Guarabira homem com mandado de prisão por estupro de vulnerável

Policiais do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) prenderam nesta quinta-feira (17) um homem acusado de estupro de vulnerável no momento em que ele comparecia à Delegacia de Polícia Civil de Guarabira para resolver problemas particulares e foi verificado que havia contra ele um mandado de prisão expedido pela 2ª Vara Criminal da cidade, pela acusação de estupro de vulnerável.

O CPU (Coordenador de Policiamento da Unidade) efetivou o cumprimento do mandado de prisão do acusado, que agora está à disposição da Justiça.

 

Assessoria 4º BPM

 

 

Polícia cumpre mandado e prende em Guarabira acusado de homicídio de adolescente em Campina Grande

Policiais da guarnição do Comando do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) prenderam, nesta terça-feira (20), um homem acusado de um homicídio praticado em Campina Grande no ano de 2018 e que tinha um mandado expedido pela 2ª Vara do Tribunal do Júri e outro expedido pela Vara de Entorpecentes, acusado também pelo crime de tráfico de drogas.

O homem foi localizado e preso na frente da residência onde estava homiziado, no Alto da Boa Vista, na cidade de Guarabira, desde que praticou, junto com outros dois que já estão presos, o crime que teve como vítima uma adolescente de 14 anos de idade.

A jovem foi assassinada no bairro de Bodocongó e o alvo era um homem com quem ele teria tido um desentendimento. Ela acabou se tornando um escudo humano e foi atingida por vários disparos.

O acusado, de 31 anos de idade, foi localizado após levantamentos feitos pelos policiais com a ajuda de denúncias anônimas. Após ser preso, ele foi conduzido À Delegacia de Polícia Civil.

 

Assessoria 4º BPM

 

 

MP cumpre mandado de busca e apreensão contra secretária de administração da Paraíba

O Ministério Público da Paraíba, por meio do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), cumpre mandado de busca e apreensão contra a secretária de administração da Paraíba, Livânia Farias, na terceira fase da Operação Calvário. Outras nove pessoas também são alvo de mandados de busca e apreensão em João Pessoa, Sousa e no Rio de Janeiro.

G1 tentou contato com a defesa da secretária Livânia Farias, mas as ligações não foram atendidas.

A Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade e a Improbidade Administrativa (CCRIMP) também participa da ação. A Operação Calvário, que apura desvio de dinheiro público repassado à Cruz Vermelha e ao Instituto de Psicologia Clínica, Educacional e Profissional (IPCEP), organizações sociais que administram hospitais da Paraíba

O objetivo dessa fase da Operação Calvário é cumprir mandados de busca e apreensão contra Livânia Maria da Silva Farias e outras dez pessoas, entre elas, o marido de Livânia, Elvis Rodrigues Farias, e o vice-presidente da Câmara Municipal de Sousa, Carlos Pereira Leite Júnior, conhecido como Koloral Júnior. A decisão foi do desembargador do Tribunal de Justiça Ricardo Vital de Almeida, presidente da Câmara Criminal.

A operação investiga uma organização criminosa que seria comandada por Daniel Gomes da Silva, responsável por desvios de recursos público, corrupção, lavagem de dinheiro e peculato, por meio de contratos firmados juntos às unidades de saúde da Paraíba, na ordem de R$ 1,1 bilhão.

Os mandados estão sendo cumpridos pelo Gaeco, com apoio da Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI) do Ministério Público do Rio de Janeiro.

Alvos dos mandados de busca e apreensão

  1. Livânia Maria da Silva Farias – secretária de administração do Estado
  2. Elvis Rodrigues Farias – esposo de Livânia Farias
  3. Haroldo Rivelino da Silva – irmão de Livânia Farias
  4. Haller Renut da Silva – irmão de Livânia Farias
  5. Gabriella Isabel da Silva Leite – sobrinha de Livânia Farias
  6. Lucas Winnicius da Silva Leite – sobrinho de Livânia Farias
  7. Carlos Pereira Júnior (Kolorau Júnior) – sobrinho de Livânia Farias e vice-presidente da Câmara Municipal de Sousa
  8. Maria Laura Caldas de Almeida Carneiro
  9. Josildo de Almeida Carneiro
  10. Saulo Pereira Fernandes
  11. Keydson Samuel de Sousa Santiago – dirigente do Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa
Casa em Sousa, no Sertão da Paraíba, que teria sido comprada por Livânia Farias por R$ 400 mil — Foto: Reprodução/TV Cabo Branco

Casa em Sousa, no Sertão da Paraíba, que teria sido comprada por Livânia Farias por R$ 400 mil — Foto: Reprodução/TV Cabo Branco

Ex-assessor diz ao MP que Livânia Farias comprou casa com ‘propina’ da Cruz Vermelha

A secretária de administração do Estado da Paraíba, Livânia Farias, teria comprado uma casa da cidade de Sousa, no Sertão da Paraíba, no valor de R$ 400 mil com dinheiro desviado da organização social Cruz Vermelha, que administra o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. A informação foi dada pelo ex-assessor de Livânia, Leandro Nunes Azevedo, durante depoimento ao Ministério Público.

De acordo com a decisão da soltura de Leandro para cumprir medidas cautelares, onde consta trechos do depoimento de Leandro, a casa de Livânia teria sido paga em duas prestações em dinheiro. Ele afirmou que estava presente no pagamento da primeira parte e que a segunda parcela foi entregue por ele. Segundo Leandro, “o imóvel foi pago com dinheiro que eles manipulavam da propina oriunda da Cruz Vermelha”. Nas duas vezes, eles foram fazer o pagamento, segundo Leandro, no carro de Livânia, uma BMW.

Em nota divulgada no sábado (9), a defesa de Livânia informou que não havia tido acesso ao depoimento de Leandro e que ficou surpresa e indignada com as acusações. A defesa ainda disse que solicitou ao Poder Judiciário o acesso ao conteúdo do depoimento e que repudia a insinuação de que o imóvel de Sousa tenha sido adquirido de forma ilícita.

Entenda a Operação Calvário

  • A Operação Calvário foi deflagrada em dezembro de 2018.
  • Daniel Gomes foi preso suspeito de chefiar a organização criminosa, Michelle Louzada Cardoso, e outras nove pessoas detidas preventivamente, entre eles Roberto Calmom, que estava em um hotel da orla de João Pessoa. Ele é fornecedor da Cruz Vermelha.
  • A operação, realizada pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ), investiga uma organização criminosa responsável pelo desvio de dinheiro público da saúde por organizações sociais.
  • No centro das atenções estão contratos da Cruz Vermelha Brasileira (CVB), filial Rio Grande do Sul, e do Instituto de Psicologia Clínica, Educacional e Profissional (IPCEP). Segundo as investigações, o prejuízo aos cofres públicos pode chegar a R$ 1,1 bilhão.
  • Em fevereiro de 2019 foi deflagrada a 2ª fase da Operação Calvário.
  • Foi cumprido um mandado de prisão contra Leandro Nunes – que era assessor da Secretaria de Administração e foi exonerado recentemente – na cidade de Itabaiana, na Paraíba.
  • Foram cumpridos mandados de prisão e de busca e apreensão nas cidades de João Pessoa e Conde, na Paraíba, e também no Rio de Janeiro.
  • Conforme mostrado em reportagem do Fantástico, Leandro Nunes, ex-assessor de Livânia Farias, foi flagrado recebendo um repasse de dinheiro dentro de uma caixa de vinho que seria usado para pagar fornecedores de campanha.
  • A caixa foi entregue por Michele Louzzada Cardoso, que atuava juntamente com Daniel Gomes, líder da organização criminosa, conforme o Ministério Público. Desde 2016 até agora, o grupo teria desviado R$ 15 milhões pelo país.
  • Leandro Nunes foi solto no início de março após um depoimento assumindo os fatos.
  • Nos últimos oito anos, a Cruz Vermelha e o IPCEP receberam dos cofres públicos pouco mais de R$ 1,7 bilhão em todo o país. A Cruz Vermelha é responsável pelo Hospital de Trauma de João Pessoa desde 2011, e recebeu até setembro de 2018 mais de R$ 930 milhões.
  • O IPCEP administra o Hospital Geral de Mamanguape e, de julho de 2014 até setembro de 2018, recebeu do estado mais de R$ 110 milhões. Em novembro de 2017, a organização social começou a atuar no Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, em Santa Rita, e, até dezembro de 2018, recebeu pouco mais de R$ 62 milhões, segundo o Ministério Público.
  • A terceira fase da Operação Calvário foi deflagrada nesta quinta-feira (14), com mandados de busca de apreensão cumpridos em João Pessoa, Sousa e Rio de Janeiro.

G1

 

Polícias Militar e Civil apreendem adolescente com mandado de prisão em Guarabira

Um adolescente de 16 anos de idade foi apreendido na manhã desta quarta-feira (3), em sua residência no bairro do Mutirão, em Guarabira, em cumprimento a um mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça.

Ele é acusado de tentativa de homicídio e foi apreendido por policiais da guarnição do Comando do 4º (Batalhão de Polícia Militar) e agentes do GTE (Grupo Tático Especial) da Polícia Civil.

Após a apreensão, o adolescente foi conduzido à delegacia e apresentado ao delegado de plantão. Ele também é acusado de aterrorizar moradores e fazer disparos de arma de fogo em via pública.

Assessoria 4ºBPM

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Policiais do 4º BPM cumprem mandado de prisão em Alagoa Grande

Foto: Wagner Varela

Policiais da Rádio Patrulha da 2ª Companhia do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) prenderam, em Alagoa Grande, um homem procurado pela Justiça, com mandado de prisão expedido pelos crimes de homicídio qualificado e receptação.

A prisão aconteceu na tarde desta quinta-feira (27), depois que os policiais receberam informações da Polícia Civil e do Núcleo de Inteligência sobre a localização dele, que tem 21 anos de idade.

Após a prisão, os policiais militares encaminharam o homem à Delegacia de Polícia Civil de Alagoa Grande.

Assessoria para o Focando a Notícia

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Bruno se apresenta e é liberado por falta de mandado de prisão

O goleiro Bruno Fernandes se apresentou à polícia no fim da tarde desta terça-feira (25) após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que revogou a liminar que mantinha o atleta solto. O jogador se apresentou espontaneamente por volta das 17h50 na Delegacia Regional de Varginha, no Sul de Minas Gerais.

Segundo a Polícia Civil, o atleta assinou uma certidão se comprometendo a se entregar e depois foi liberado, já que ainda não foi expedido um mandado de prisão contra ele.

“O goleiro Bruno se apresentou espontaneamente na Polícia Civil assim que ele ficou sabendo da decisão do STF. A gente só tem como recolhê-lo com mandado de prisão ou captura, e no sistema ainda não existe esse mandado, até porque a decisão foi agora”, disse o delegado regional de Varginha, Roberto Alves Barbosa Júnior.

Segundo ele, o atleta demonstrou que não tem interesse em fugir. O delegado afirmou ainda que consultou o fórum antes de liberar o goleiro. “Eles nos orientaram para que ele se apresente à 1ª Vara Criminal, para depois ser recambiado para onde o mandado determinar.”

Roberto Alves Barbosa Júnior, delegado regional de Varginha, explicou a situação de Bruno (Foto: Régis Melo/G1)

Roberto Alves Barbosa Júnior, delegado regional de Varginha, explicou a situação de Bruno (Foto: Régis Melo/G1)

Bruno deverá se apresentar ao juiz da 1ª Vara Criminal de Varginha no início da tarde desta quarta-feira (26). Ainda não se sabe para qual presídio ele será enviado, mas há a chance de ficar na cidade mineira.

“Há a possibilidade dele ficar preso, já que ele já tem domicílio aqui já, ele já reside em Varginha, pode ser que ele fique recolhido aqui no presídio de Varginha, mas isso o juiz vai decidir amanhã”, disse o delegado.

O advogado do jogador confirmou que ele voltará a se apresentar à Justiça nesta quarta-feira. “Ele se comprometeu a se apresentar amanhã e vai fazer isso comigo”, disse Lúcio Adolfo, defensor de Bruno.

Adolfo criticou a decisão do STF. “Vamos recorrer amanhã mesmo, no STF de um lado e em Varginha de outro. Me espanta a velocidade com que o Judiciário brasileiro tem para prender alguém, e a demora que tem para soltar. Quando o Bruno teve a prisão revogada, gastaram três dias para expedir o alvará de soltura, para prender é coisa de minutos. É a mesma coisa que está acontecendo com o recurso. Com o Bruno preso, tudo demora, com ele solto, tudo corre.”

Bruno foi preso em 2010 e condenado em 2013 pela morte da ex-namorada Eliza Samudio. Desde março, Bruno defende o Boa Esporte, de Minas Gerais, que disputa a segunda divisão do Campeonato Mineiro. A equipe de Varginha não comentou a decisão do STF.

Goleiro Bruno se apresenta à polícia de Varginha, no Sul de Minas (Foto: Lucas Magalhães/EPTV)

Goleiro Bruno se apresenta à polícia de Varginha, no Sul de Minas (Foto: Lucas Magalhães/EPTV)

A decisão

A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta tarde mandar o goleiro Bruno Fernandes de volta à prisão.

Por 3 votos a 1, os ministros decidiram derrubar uma decisão de fevereiro do ministro Marco Aurélio Mello, que havia determinado a libertação do atleta, após seis anos e meio de prisão. A Primeira Turma é formada por cinco ministros, mas Luís Roberto Barroso não participou do julgamento.

Votaram a favor da volta de Bruno à prisão os ministros Alexandre de Moraes, Rosa Weber e Luiz Fux. O único contrário foi Marco Aurélio Mello.

Na sessão, os ministros analisaram um recurso da mãe de Eliza Samudio contra a soltura, sob o argumento de que a liberdade do goleiro colocava em risco sua própria integridade física e a de seu neto, filho de Bruno com Eliza.

Bruno Fernandes já atuou em cinco jogos pelo Boa Esporte  (Foto: Régis Melo)

Bruno Fernandes já atuou em cinco jogos pelo Boa Esporte (Foto: Régis Melo)

Titular do Boa Esporte

Liberado em fevereiro deste ano, o goleiro assinou com o Boa Esporte no dia 13 de março e estreou menos de um mês depois, no dia 8 de abril. Desde então, foi titular da equipe na fase final do Módulo 2 do Campeonato Mineiro e atuou em cinco partidas, onde sofreu quatro gols. A última partida dele foi no sábado (22), na vitória do Boa Esporte por 1 a 0 sobre o Nacional de Muriaé.

Após a decisão do STF, o Boa Esporte cancelou os treinos da equipe na tarde desta terça-feira. No Centro de Treinamentos do clube e no hotel onde os jogadores ficam hospedados, permaneceu o silêncio. Perguntado sobre o assunto, o diretor de futebol do clube, Roberto Moraes, se limitou a dizer: “Pergunta para o advogado dele”.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

 

Polícia intensifica rondas e cumpre mandado de prisão em Serraria

casos de policiaPoliciais da Radiopatrulha de Serraria cumpriram nessa terça-feira (07) mandado de prisão em desfavor de um homem residente no centro de Serraria, Brejo paraibano.

Durante uma operação de prevenção a crimes violentos patrimoniais, foi cumprido um mandado contra José Soares da Silva. O mesmo responde pelos crimes de roubo, tentativa de homicídio e porte ilegal de arma de fogo em processo criminal na Comarca de Pilões.

Ainda durante a operação foi preso Joselio Barbosa de Lira Junior, 46 anos, que conduzia uma motocicleta com placa adulterada.

Ambas as ocorrências foram conduzidas a Delegacia local.

P/5 _ 7ª CIPM

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Acusado de homicídio em Pilões se apresenta, mas é preso por mandado de prisão preventiva

presoNa tarde desta quinta-feira (03) a equipe da Polícia Civil de Pilões-PB deu cumprimento a mandado de prisão preventiva, expedido pelo juízo da Comarca de Pilões/PB, em desfavor de Alexandre Braz de Araújo, que é acusado do homicídio de Cleanto, filho do ex-vereador Crizanto. O crime aconteceu no pátio da feira livre daquela cidade, no fim de semana passado.

De acordo com o delegado regional da 8ª DRPC, Ricardo Sena, o acusado se apresentou com um advogado na delegacia de Pilões, mas como havia um mandado de prisão preventiva pedido pela Polícia Civil, ele foi preso.

Segundo o delegado, Alexandre disse em seu depoimento que houve uma discussão entre ele e a vítima. Ele teria sido agredido por Cleanto e, por isso, o matou. Mas, pelo menos até o momento, não há testemunhas que possam confirmar o que o mesmo está alegando.

Alexandre foi conduzido à Cadeia Pública de Pilões, onde está à disposição da justiça.

portalmidia

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Polícia cumpre mandado de busca e apreensão em Casserengue-PB

armasPoliciais militares da 7ª CIPM e da 21ª DSPC cumpriram no final da tarde de ontem (24) mandados de busca e apreensão em residências na cidade de Casserengue, a 20 km de Solânea.

Na ação, foram apreendidas duas armas de fogo de calibres indefinidos no assentamento Santa Paula. O proprietário da residência, conhecido pela alcunha de “Negão de Moacir”, não estava em casa. O mesmo é suspeito de furtos de animais (gado) na área de Arara.

As armas foram apreendidas e apresentadas na Delegacia de Polícia de Casserengue.

solaneaonline

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br