Arquivo da tag: Maia

Temer e Maia tentam cooptar deputados, diz presidente do PSB

O presidente do PSB, Carlos Siqueira, acusou nesta terça-feira o presidente Michel Temer e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), de tentar cooptar deputados da bancada socialista para seus partidos, PMDB e DEM, em vez de trabalhar em favor da recuperação do país.

Foto: Carolina Antunes/PR

“Um presidente da República, e um que parece pretender ser presidente, em vez de discutir os graves problemas do país, capta deputados agindo cada um como chefes de partido”, disse Siqueira à Reuters. “Isso sim eu acho grave, o momento para quem tivesse espírito público não comporta esse tipo de ação.”

Ele afirmou que o ingresso ou a saída do partido é uma decisão intransferível de cada um, mas defendeu que é preciso que os filiados “se ajustem” às posições históricas do partido –como no caso da reforma trabalhista, que a cúpula orientou voto contra. Siqueira frisou, porém, que nos últimos meses conseguiu filiar cinco deputados federais.

Desde que veio à tona à delação da JBS implicando Temer há dois meses, a direção do partido decidiu romper com o governo. Contudo, um grupo de deputados e senadores do PSDB, juntamente com o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, não seguiu a orientação partidária e continua a apoiar o governo.

Na votação da denúncia contra Temer na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, o partido rachou: dois deputados do partido votaram a favor da autorização do julgamento pelo Supremo Tribunal Federal (STF) da denúncia sobre o presidente e outros dois, contra.

Siqueira afirmou esperar que, na votação do plenário, mais de 20 deputados dos 36 da bancada vote a favor do julgamento pelo STF. Ele deixou em aberto a possibilidade de deputados que apoiarem o governo nessa votação serem punidos.

“Vamos aguardar os acontecimentos, não vou falar sobre hipóteses. Mas a partir daí o PSB vai tomar uma posição”, destacou.

Terra

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Anísio Maia rebate críticas de Luiz Couto à pré-candidatura de Nadja Palitot ao Governo do Estado: “Fraco é ele”

anisioO deputado estadual Anísio Maia (PT) rebateu, neste domingo (23), as críticas do deputado federal Luiz Couto que minimizou a pré-candidatura de Nadja Palitot ao Governo do Estado. Couto disse que a intenção a pretensa candidatura petista para o Palácio da Redenção é “conversa para boi dormir” e disse que a mesma não teria “expressividade” para o pleito eleitoral.“Candidatura fraca é a do deputado Luiz Couto que perdeu apoio dos petistas e agora resta a ele apelar para a boa vontade do governador para conseguir votos para ele. Fraco é ele”, reagiu o parlamentar diante das insinuações do colega de partido.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

De acordo com o petista, já chegou a hora de Luiz Couto definir de que lado está, pois, segundo Anísio Maia, ele estaria a mando do governador da Paraíba tentando “detonar” o Partido dos Trabalhadores.

Roberto Targino – MaisPB

Escultura maia de 1.400 anos é descoberta na Guatemala

 

Um relevo maia de 1.400 anos foi descoberto na Guatemala no centro arqueológico pré-colombiano de Holmul, no departamento de Petén, 600 km ao norte da capital guatemalteca e na fronteira com México e Belize.

A descoberta foi realizada durante investigação em uma tumba maia/ Foto: AFP

A escultura é considerada como a “mais espetacular já vista” foi descoberta em um centro arqueológico do norte da Guatemala, como informou o arqueólogo Francisco Estrada-Belli. O relevo foi encontrado em julho passado, em uma pirâmide maia do ano 600 d.C.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“O relevo tem oito metros de comprimento por dois de altura e está na parte superior de um prédio retangular (…). São imagens de deuses e governantes divinizados, com seus nomes. O texto abre uma janela sobre uma fase muito importante na história da época clássica maia”, entre 250 e 900 da nossa era.

A composição inclui “três personagens principais, vestindo ricos trajes de plumas de quetzal (ave nacional da Guatemala) e jade, sentados sobre cabeças de monstros”.

Na parte de cima do relevo, há uma faixa com símbolos astrais conhecida como “banda celestial”, que indica que as figuras representadas estão no mundo dos deuses e ancestrais.

Para o arqueólogo, trata-se de “uma grande obra de arte, que também nos proporciona muita informação sobre a função e o significado do prédio, o que era o enfoque da nossa pesquisa”.

O relevo foi encontrado durante as buscas de uma tumba que “continha os restos de um indivíduo”, supostamente “um governante ou um membro da elite dessa cidade”.

“Este é um achado extraordinário, que acontece apenas uma vez na vida de um arqueólogo”, disse Estrada-Belli à imprensa.

Com informações da Infolatam

Maia promete abrigar deputados na Câmara se prisão de condenados for pedida

Marco Maia considera que a cassação de um político escolhido pelo povo precisa ser feita com mais cautela (Fotos: Lula Marques. Folhapress)

A disputa verbal que lideranças dos poderes Legislativo e Judiciário vêm travando em torno da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de obrigar a Câmara a cassar os mandatos dos deputados condenados no julgamento do mensalão se acirrou ainda mais nessa quarta (20), com nova troca de declarações entre os presidentes das duas instituições, deputado Marco Maia (PT-RS) e ministro Joaquim Barbosa. Maia voltou a afirmar que a cassação de deputados é prerrogativa da Câmara e anunciou que, se Barbosa determinar a prisão imediata dos condenados, a casa poderá abrigar os deputados. Barbosa retrucou afirmando mais uma vez que o presidente da Câmara não tem poderes para contrariar uma decisão do Supremo.

As declarações de Maia à imprensa foram feitas logo após o evento no qual o deputado petista apresentou um balanço de seus dois anos de gestão na presidência da Câmara. O tema da cassação dominou a entrevista coletiva. “Os deputados são eleitos pelo povo de forma democrática, de forma regular. Então, a cassação de mandatos sempre é uma coisa que precisa ser muito bem discutida, debatida, muito bem compreendida porque não pode qualquer um, ou qualquer instância cassar o mandato de um parlamentar eleito pelo povo”, disse.

O presidente da Câmara defendeu a separação das atribuições entre os três poderes: “Não pode [determinar a cassação de um parlamentar] o Executivo e, no Brasil, o Executivo já fez isso em muitas oportunidades. Na minha compreensão, não pode também o Judiciário. Só quem pode cassar mandatos de parlamentares legitimamente eleitos pelo povo, na minha compreensão, são outros parlamentares, também legitimamente eleitos pelo povo.”

Instigado pelos jornalistas a comentar a possibilidade de dar abrigo aos deputados condenados se for confirmado o pedido de prisão imediata, Maia respondeu que “a Câmara é uma casa aberta, não fecha suas portas nunca” e voltou a pregar respeito à Constituição. “Uma das coisas que a Constituição previu de forma sábia é que nenhum parlamentar pode ser preso a não ser em flagrante delito ou depois de condenação transitada em julgado, o que significa que a Constituição é muito clara em relação à impossibilidade da prisão de parlamentares”, disse.

Já Joaquim Barbosa admite mudar mais uma vez a jurisprudência do STF graças ao mensalão

Maia afirmou “não trabalhar com essa possibilidade [de dar abrigo aos deputados]” porque não acredita que haverá determinação de prisão sem transitar em julgado. Mas, tampouco rechaçou a ideia: “Nós temos que aguardar os acontecimentos para ver qual o impacto e o que isto vai significar do ponto de vista do posicionamento que o Parlamento e a Câmara dos Deputados irão tomar em relação a essa situação. Não estamos protegendo ninguém, mas discutindo prerrogativas do Parlamento”.

Barbosa admite

Também em entrevista coletiva, Joaquim Barbosa retrucou na mesma moeda: “Em primeiro lugar, eu acredito que o deputado Marco Maia não será a autoridade do Poder Legislativo que terá a incumbência de dar cumprimento à decisão do Supremo. Portanto, o que diz hoje não terá nenhuma repercussão no momento adequado da execução das penas. Mas, a proposição de uma medida dessa natureza, de receber condenados numa das casas do Congresso, é uma violação grave à Carta da República”, disse.

Pela primeira vez, Barbosa sinalizou que poderá pedir a prisão imediata dos condenados do mensalão, mesmo que isso contrarie uma jurisprudência histórica no STF: “O Supremo decidiu sobre casos que tramitaram em instâncias inferiores. É a primeira vez que o Supremo tem que se debruçar sobre um pedido de execução dada pelo próprio Supremo. Temos uma situação nova. À luz de não haver precedente que se encaixe precisamente nessa situação posta pelo procurador-geral da República, vou examinar esse quadro”, disse.

Ameaças

Os presidentes da Câmara e do STF também acusaram mutuamente suas instituições de fazer ameaças. Maia o fez ao rebater afirmação do ministro Celso de Mello de que qualquer autoridade pública que desrespeitar o STF estará atentando contra a Constituição: “Não é razoável e eu nem acredito que nenhum ministro teria a vontade ou a condição de tentar intimidar o presidente da Câmara ou o próprio Parlamento com qualquer tipo de ameaça. Até mesmo, porque a decisão sobre quem vira ministro do STF é do Parlamento. É o Senado que toma essa decisão. Até porque quem cassa ministro do STF é o Parlamento.”

A resposta foi qualificada por Barbosa como outra ameaça: “Vivemos em democracia, onde não há lugar para qualquer tipo de ameaças. Trata-se de desconhecimento puro das instituições políticas brasileiras. Não é o Parlamento quem nomeia ministro do STF. Quem nomeia é o presidente da República, que ouve o Senado, que sabatina o indicado ao cargo”, disse.

Com agências.

Anísio Maia confirma pretensão de disputar presidência do PT em 2013

O comando do ex-deputado Rodrigo Soares sobre o PT da Paraíba está com os dias contados. Criticado por algumas lideranças do partido, que o acusam de ter abandonado a legenda, Soares vai permitindo o fortalecimento de outras opções para comandar o PT paraibano.
Uma delas é o deputado estadual Anísio Maia, líder do PT na Assembleia e coordenador da campanha vitoriosa de Luciano Cartaxo em João Pessoa. Sem tecer comentários sobre a gestão de Rodrigo, o deputado confirmou a possibilidade em entrevista ao blog de disputar o próximo processo de eleição direta (PED), previsto para 2013.[bb]
“Estou à disposição do partido. Se for a vontade dos filiados, nós estaremos prontos”, declarou Anísio.
Rodrigo Soares foi duramente criticado por Giucélia Figueiredo na última reunião do diretório estadual. Giucélia, outra que está de olho na presidência do partido, chegou a dizer que ele é “o pior presidente da história do PT”.
Ao vender-se como grande articulador político para o PT Nacional, Rodrigo parece ter se esquecido de fazer o mesmo para as bases, deixando de compatibilizar discurso com a prática.
Luís Tôrres

Deslizamento de barreira põe em risco moradores da Rua Dionízio Maia em Bananeiras-PB

Chuvas como sinônimo de perigo, noites em claro, angústia, medo e revolta. A descrição pode fazer parte da realidade de alguns moradores de áreas de risco na Rua Dionízio Maia, em Bananeiras – PB.

Segundo depoimentos de moradores, por causa das fortes chuvas torrenciais a barreira cedeu ocasionando um deslizamento de parte dela.  Após acionar a prefeitura para realizar os procedimentos cabíveis, passaram-se dois meses e a preocupação persiste aos moradores por nada ainda ter sido feito. Eles temem à erosão, que é um problema muito sério e devem ser adotadas medidas imediatas para minimizar a situação.

Mas, em função do pleito a realizar-se no dia 07 de outubro, os moradores temem que a intervenção não aconteça pelo que transcorre a LEI Nº 9.504 – DE 30 DE SETEMBRO DE 1997 – DOU DE 1/10/1997 – LEI ELEITORAL

Segundo os moradores, a preocupação maior não consiste apenas no perigo iminente de perca de bens materiais, e sim, pelo fato de crianças e idosos que muito pouco sabem reagir em situações emergenciais, residirem nas proximidades do local.

“Aguardamos todos os dias uma posição por parte da prefeitura, estou ficando sem esperanças”. São as palavras de quem convive diariamente com essa realidade.

 

 

Bananeiras Online

Acidente: veículo capota na PB-085, entre Vila Maia e Borborema

Na noite deste sábado, 30, aconteceu um acidente na rodovia PB, 085, entre a cidade de Borborema e o Distrito da Vila Maia, quando um homem identificado pelo nome de José Dacinal, conhecido por Dadau, de 41 anos, casado, pai de três filhos, residente no Distrito de Roma, município de Bananeiras, perdeu o controle do seu carro, de marca Uno Mille, placa KGD-0831, João Pessoa, e capotou por várias vezes no meio do asfalto após bater num barranco de terra.

Populares que passavam pelo local do acidente, acionaram o Samu, que socorreu a vítima para o hospital Distrital de Solânea.

Segundo informações de familiares que foram até o local do acidente, Dadau havia comprado o carro há pouco tempo, e teria aprendido a dirigir há poucas semanas.

Durante o atendimento à vítima, houve um pequeno bate-boca entre um jovem socorrista da cidade de Borborema e uma médica do Samu. O rapaz que prestou atendimento e os primeiros socorros ao acidentado reclamou do atendimento do Samu à vítima. Ele afirmava que o atendimento e a forma que a equipe do Samu prestava no acidente, eram errados, foi quando uma médica perguntou quem era ele para está reclamando? Então ele respondeu dizendo que era socorrista, e que a equipe do Samu fazia procedimentos errados, e  que poderia prejudicar o homem que sofreu o acidente.

A polícia militar esteve no local, para apurar as causas do acidente.

O capotamento do automóvel ocorreu quando Dadau viajava de Borborema para a sua residência, que fica no distrito de Roma, em Bananeiras.

Balbino Silva/Mídia Paraíba

Bananeiras Online

Conselho de Ética da AL recebe pedido de cassação de Anísio Maia

 

O deputado estadual Anísio Maia (PT), que tirou licença pra ter um pouco mais de paz a fim de mergulhar na campanha de Luciano Cartaxo em João Pessoa, terá um presente desagradável para desembrulhar quando retornar à Assembleia.

O Sindicato dos Motoristas Municipais de Sousa e Micro Região, que tem Gervásio Bernardo, ex-presidente do PT de Sousa, como presidente, protocolou nesta quarta-feira representação no Conselho de Ética da Assembleia Legislativa da Paraíba contra o deputado Anísio Maia, líder do PT na Casa.

A representação acusa Anísio de quebra do decoro parlamentar e sugere a cassação do mandato do petista com base em acusações de irregularidades na concessão de benefícios e créditos para pescadores paraibanos em troca de conquista de eleitores. A representação faz um histórico das denúncias contra Anísio quando ele foi Superintendente Regional da Pesca na Paraíba e alega que, depois de indicar o seu sucessor na pasta, o parlamentar continua influenciando no órgão.

“A realidade é que o deputado (Anísio) utiliza-se de seu cargo parlamentar para induzir, influenciar e permanecer coordenando o cadastramento de pescadores nos programas federais, conforme fazia quando efetivamente comandava o aludido órgão, mantendo assim sua atividade atentatória à legalidade, à moralidade e à ética que deve reger o serviço público”, diz a representação, que também sustenta a tese d que Anísio pode responder no Conselho de Ética mesmo estando afastado do mandato.

Gervásio Bernardo já levou denúncia semelhante ao Ministério Público Federal. Anísio Maia nega as acusações e ameaçou processar seu acusador.

As denúncias sobre seu exercício à frente da Superintendência da Pesca na Paraíba estão sendo conduzidas pelo procurador federal Werton Magalhães.

Em contato com o blog, o deputado Anísio Maia ratificou que as acusações são infundadas, disse não temer a representação no Conselho de Ética e declarou que já processou Gervásio Bernardo, citando-o em ação penal por calúnia. O processo corre na 1ª Vara Criminal e já realizou a primeira audiência.

Fonte: http://www.luistorres.com.br/novo/post?id=11370

Petista protocola mais uma ação no MPF contra Anísio Maia

O presidente do Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores de Sousa, Gervásio Bernardo, protocolou junto ao Ministério Público Federal (MPF) mais uma ação contra o deputado estadual Anísio Maia (PT).

Pressionado pela cúpula estadual petista a apresentar provas de suas acusações contra o Anísio Maia, Gervásio Bernardo decidiu entrar com a ação. Segundo ele, foram mais de cinco quilos de documentos apresentados ao Ministério Público Federal com denúncias de desvio de dinheiro da superintendência Estadual da Pesca na região de Sousa para beneficiar a campanha eleitoral do atual deputado do PT.

“Está comprovado em documentos. Na região de Sousa, em especial São Gonçalo e Marizópolis, há cadastrados 1.005 pescadores recebendo o seguro defeso. Destes, apenas 450 são pescadores profissionais e merecedores do benefício. Agora, o senhor Anísio Maia precisa dizer à Justiça para onde está indo o resto do dinheiro, já que mais de 600 cadastrados não são pescadores”, disse Gervásio Bernardo.

Paraíba Já com Portal 950

Presidente do PT de Souza taxa Anísio Maia de ‘Bandido’ e revela ‘falcatruas’ de deputado a Rodrigo Soares

O Presidente do PT no Município de Sousa, Gervásio Bernardo, enviou expediente na tarde da quarta-feira (04) ao Presidente Estadual da Legenda, Rodrigo Soares, pedindo audiência para resolver um problema interno do partido.
Na Carta, Gervásio é incisivo nas palavras, e taxa o Deputado Estadual, Anísio Maia (PT) de ‘Bandido’. Também revelou em tese, falcatruas montadas pelo Deputado para realizar aliança com o PMDB em Sousa na tentativa de eleger o Empresário, Lafayette Gadelha à Vereador.
O Presidente do PT sousense, também revelou que na próxima segunda-feira (9), vai procurar o Ministério Público Federal para contar o esquema montado pelo Deputado Anísio para fraudar o cadastro dos Pescadores, e como era feito para usar o dinheiro do seguro.
Gervásio aponta na Carta enviada ao Presidente Rodrigo Soares que, tempo atrás, Anísio também tentou lhe persuadir com dinheiro, e expediente, escuso.
O clima esquentou mais, após, o Diretório Municipal decidir em reunião fazer coligação com o PTB do Prefeito Fábio Tyrone, semana passada. O Deputado, Anísio também teria usado a Rádio Líder de propriedade de Lafayette Gadelha, pré-candidato a Vereador, contrário a aliança para difamar, Gervásio.
Leia a Carta assinada por Gervásio Bernardo, ao Presidente, Rodrigo Soares.

Confira a Carta na íntegra:

Companheiro Rodrigo. Precisamos conversar sobre a conduta do Dep. Anísio.  Desta vez ele foi longe de  mais,  chegando a acusar-me de vender o PT, e que o partido é meu meio de sobrevivência. O momento é de  organizar o Partido, e não de fazer  as sacanagens que Anísio está fazendo.
O encontro aconteceu dentro das normas estabelecidas pelo Estatuto e Regulamento, não fizemos o que o Dep.  Anísio queria que era coligação com André, ou seja pela terceira vez com Gadelhas, que tinha como objetivo deles eleger um Vereador Gadelha; Lafayette que por sua vez é intimo do filho de Anísio.
Quem anda  fazendo negócios com o PT é esse cidadão ai. Eu nunca fiz, aliás, rejeitei uma ajuda de custo para o PT em 2003 que Anísio havia prometido tudo porque  o dinheiro seria enviado via contra-cheque de servidor  do DNOCS em Sousa;
Anísio marcou encontro comigo em posto de  gasolina que fica próximo de onde ele mora ou morava, um posto na avenida Beira Rio, e quando ele mostrou-me como seria repassado esse dinheiro, eu de pronto recusei-me  a participar da falcatrua. Ele se lembra disso pode ter certeza, e agora muita    gente vai ficar sabendo também quem é esse bandido, que pela terceira vez usa os microfones da rádio de Lafayett Gadelha pra mim acusar de pratica que nunca participei. Vou  mostra quem ele é realmente;  direi no ministério público federal, próxima segunda como Anísio  e seus comparsas  fraudaram o cadastro dos pescadores e como fizeram do seguro defeso, moeda de troca em plena campanha eleitoral.

Fonte: Folha do Sertão
Focando a Notícia