Arquivo da tag: madeira

Homens agridem jovem com pedaços de madeira durante assalto na capital

A policia investiga uma caso onde seis homens agrediram um jovem, na noite de ontem (16), no bairro do José Américo, em João Pessoa. A vítima de 19 anos, informou que estava em uma moto voltando para  casa quando foi surpreendido pelo grupo.

Ainda de acordo com a vítima, eles anunciaram o assalto e passaram a agredir o jovem com pedaços de madeira. Após a agressão, os suspeitos fugiram levando celular, dinheiro e a moto da vítima.

O jovem foi socorrido para o Hospital de Trauma de João Pessoa.  O estado de saúde não foi informado. Até o momento ninguém foi preso.

 

pbagora

 

 

Homem é preso suspeito de espancar mulher com pedaço de madeira, na PB

Um homem de 38 anos foi preso suspeito de agredir a companheira, na tarde desta quinta-feira (10), em João Pessoa. A vítima teria gravado parte das agressões. Segundo a Polícia Civil, o suspeito aparece nas imagens espancando a mulher com um pedaço de madeira, fio de um ferro de passa e uma cadeira.

A jovem, de 28 anos, informou que conviveu com o companheiro durante um ano e meio. Ela decidiu interromper o relacionamento após ser agredida, mas resolveu reatar com o suspeito.

No final da manhã desta quinta-feira (10), a mulher questionou o motivo que teria levado o companheiro a ter passado a noite fora de casa. Insatisfeito com a pergunta, ele teria agredido a vítima com socos no rosto e pancadas com um pedaço de madeira.

A mulher também foi ameaçada de morte. Ela conseguiu se esconder no banheiro da casa onde mora, até sair em segurança e pedir ajuda à polícia.

Segundo a delegada Amindonzele Carneiro, titular da Delegacia de Atendimento a Mulher da Zona Sul de João Pessoa, o homem foi autuado pelos crimes de lesão corporal, ameaça e injúria, previstos no Código Penal e na Lei Maria da Penha.

“Esta já é a segunda vez que o mesmo homem é denunciado por agredir a vítima. Na outra ocasião, ela havia até solicitado medidas protetivas contra o agressor, mas ela própria resolveu reatar a relação”, observou a delegada.

O suspeito foi encaminhado para a carceragem da Central de Polícia de João Pessoa e apresentado à Justiça na sexta-feira (11).

G1

 

Madeira, garimpo, fazenda e queimadas 

IMAGENS AÉREAS DE REGIÕES DA AMAZÔNIA MOSTRAM SUCESSÕES DE CLAREIRAS QUE FORAM QUEIMADAS APÓS A RETIRADA DA MADEIRA DE LEI, CHAMADA OURO VERDE DEVIDO A SEU IMENSO VALOR COMERCIAL.

Madeireiros, garimpeiros e fazendeiros, são profissões que, aparentemente, nada há de comum em suas atividades.

No mês de agosto, o clima costuma ser muito quente e seco na região centro-oeste e também em algumas áreas da região norte.

É nessa época que a turma do garimpo abre as clareiras nas matas para exploração e coleta de metais e pedras preciosas.

Enquanto o garimpeiro busca o ouro amarelo, os madeireiros estão à procura das madeiras de lei chamadas de ouro verde.

Como a exploração dessas clareiras dura pouco tempo, o fazendeiro com sua insaciável cobiça por mais terras, espera que os madeireiros saiam para ele possa fazer a limpeza das áreas, mediante o uso do fogo.

Assim, as queimadas são causas e consequências dos desmatamentos para extração de madeira de lei, pedras e metais preciosos.

Há relatos que fazendeiros dão apoio a essas atividades, quando fornecem ajuda durante os arrastões das árvores, usando enormes tratores que puxam cinturões formados por destruidoras correntes de aço.

A crise provocada pelo desflorestamento da Amazônia entrou para as listas de alerta operacional de instituições financeiras, internacionais e avança com mais protestos, e claros sinais de boicotes, aos produtos “Made in Brazil”.  

IMAGENS AÉREAS DE REGIÕES DA AMAZÔNIA MOSTRAM SUCESSÕES DE CLAREIRAS QUE FORAM QUEIMADAS APÓS A RETIRADA DA MADEIRA DE LEI, CHAMADA OURO VERDE DEVIDO A SEU IMENSO VALOR COMERCIAL.

 

 

 

Madeira com imagem semelhante a de santa chama atenção no RS

santaNo altar da igreja São Sebastião, em Jaquirana, na Serra do Rio Grande do Sul, uma tora de madeira com uma imagem que lembra Nossa Senhora Aparecida chama atenção de moradores e visitantes. A marca foi identificada em uma madeireira da cidade de pouco mais de 4 mil habitantes, há poucos dias. Nesta segunda-feira (29), o G1 entrou em contato com o padre Mário Pereira dos Santos, que se mostra cauteloso sobre o assunto.

Padre Mário diz que respeita a opinião de fiéis que acreditam que a imagem encontrada na tora é de Nossa Senhora Aparecida, mas prefere ser mais racional. “Tem a semelhança. Há o pessoal que olha, e em um olhar subjetivo parece mesmo a imagem. Mas claro que em um olhar mais racional, mais objetivo, se vê que é um efeito da madeira”, justificou.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Para mim é um convite para contemplar a beleza da natureza, que é fascinante. Não acredito que seja a imagem da santa, mas respeito quem acredita, cada um tem seu ponto de vista”, completou.

A igreja São Sebastião é toda feita em madeira, de acordo com o padre Mário. A tora levada ao altar combina e completa o visual, segundo ele. O pedaço de madeira pinus ilhote foi colocada na parte lateral do altar.

Mário tem 45 anos e é padre há 28. Natural de Espumoso, ele é da diocese de Caxias do Sul e há três anos reza missas em Jaquirana. Na pequena cidade, agora ele vê mais pessoas entrarem na igreja para apreciar a tora de madeira que vem chamando atenção. “O pessoal vem ver, no fim de semana vem visitar. Algumas pessoas vêm de fora”, conta.

Olhar científico
Biólogo e professor da Universidade de Caxias do Sul, Marcelo Rossato examinou a madeira com a imagem. De acordo com o profissional, a marca foi provavelmente ocasionada pela entrada de organismos que provocam alterações teciduais. “Verificamos que o tronco não apresenta uma forma circular, há um vinco que provavelmente foi causado por uma lesão humana ou natural que provavelmente ocasionou uma lesão nos tecidos de proteção (epiderme vegetal)”, explica ele por e-mail ao G1.

Sobre a forma de triângulo da marca na tora encontrada em Jaquirana, o biólogo diz que “o cerne, localizado na região central, é formado por tecidos inativos, cujos vasos estão fora de função e não transportam mais seiva”. Por isso, segundo ele, as paredes estão impregnadas de corantes e resinas que impedem a proliferação de microrganismos. “Esta é a parte da madeira de mais interesse na indústria madeireira. Com isso podemos explicar a forma do triângulo”, completa.

G1

Homem é preso acusado de estuprar idoso com pedaço de madeira

Plantão de PolíciaUm homem foi preso nessa segunda-feira, 13, acusado de agredir e estuprar um idoso, que também e deficiente físico e mental, com um pedaço de madeira. O crime aconteceu na cidade de Queimadas.

Segundo a delegada Maria do Socorro Fausto, o idoso realizou um exame de conjunção carnal que comprou o estupro.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O acusado, que tem 26 anos, teria invadido a residência da vítima e cometido o crime. Familiares do idoso procuraram o suspeito e o espancaram. Ele foi amarrado até a chegada da polícia.

A delegada informou que o homem disse que estava bêbado no momento do crime. O acusado está detido na cadeia pública de Queimadas.

PBonline