Arquivo da tag: Luiz Gonzaga

Raul Seixas e Luiz Gonzaga serão homenageados em Guarabira nos dias 15 e 16 de agosto

Eram dois nordestinos. Cada um com o ritmo. E ambos foram reis. O Rei do Baião e o Rei do Rock, Luiz Gonzaga e Raul Seixas, estarão sendo lembrados num projeto cultural que está sendo organizado pela Prefeitura Municipal de Guarabira, por intermédio da Secretaria de Cultura e Turismo, a se realizar nos dias 15 e 16 agosto.
O evento “Guarabira Rock Baião – Raul Seixas e Luiz Gonzaga em 30 Anos de Memória”, vai envolver atividades artísticas como exposição de artes plásticas, exibição de filmes e música na Praça João Pessoa.

Nos dias 15 e 16 (quinta e sexta), o público poderá conferir filmes sobre os homenageados, na tela grande do Teatro Municipal, além de exposição na Galeria de Artes Antônio Sobreira, a partir das 7 da noite. Na sequência, haverá shows na praça com bandas e artistas convidados como Escurinho (homenageando Gonzaga), além dos covers de Raul Seixas, Sandro das Estrelas e Paulo Motta.

Na sexta, após sessão no cinema, 10 artistas guarabirenses estarão fazendo um show coletivo na Praça João Pessoa, acompanhados de banda local, e todos cantarão sucessos de Raul e Gonzagão.

A exposição na Galeria de Artes, sob a coordenação do artista Elias dos Santos, vai contar com telas temáticas dos dois homenageados, pintadas por outros dez pintores de Guarabira e da região circunvizinha.

PROGRAMAÇÃO

15 de Agosto (QUINTA-FEIRA)
• 19:00h. – Abertura oficial pelo prefeito em exercício, Marcus Diogo, com lançamento da exposição “Luiz Gonzaga e Raul Seixas em 30 Anos de Memória”. – Local: Galeria de Artes Antônio Sobreira.
• 19:30h. – Exibição do filme “O Início, o Fim e o Meio”, de Walter Carvalho. – Local: Teatro Municipal Geraldo Alverga.
• 21:30h. – Show do cantor Escurinho com a banda “Trio Forró do Escurinho”, homenageando Luiz Gonzaga. – Local: Praça João Pessoa.
• 22:30hs. – Tributo da banda “Das Estrelas Cantando Raul Seixas”, com o cantor Sandro das Estrelas. Local: Praça João Pessoa.

16 de Agosto (SEXTA-FEIRA)
• 19:30h. – Exibição do filme “Gonzaga – de Pai para Filho”. – Local: Teatro Municipal Geraldo Alverga.
• 21:30h. – Show coletivo com artistas de Guarabira, homenageando Raul Seixas e Luiz Gonzaga. – Local: Praça João Pessoa.
• 22:30h. – Cover/show “Paulo Canta Raul”, com Paulo Motta e Banda. Local: Praça João Pessoa.

 

 

parlamentopb

 

 

Homenagens marcam celebração do centenário de Luiz Gonzaga

(Foto: Divulgação)

Nesta Quinta-feira (13) a Assembléia Legislativa da Paraíba (ALPB) realiza uma sessão especial em comemoração ao centenário de Luiz Gonzaga – “O Rei do Baião”. O evento acontecerá no plenário Deputado José Mariz, a partir das 15h00.

A sessão foi proposta conjuntamente pelos deputados Vituriano de Abreu (PSC) e Lea Toscano (PSB). Eles destacam que a data é de grande importância para o Nordeste, pois a coragem de Luiz Gonzaga como retirante e divulgador da cultura nordestina representa o orgulho do povo sertanejo. “Através de suas músicas, todo o Brasil passou a conhecer o Nordeste de forma simples e autêntica”, afirmou Vituriano.

Não serão apenas os deputados que homenagearão Gonzaga, aqui em João Pessoa. A SOFORRÓ-PB (Sociedade dos Forrozeiros da Paraiba) prestará uma homenagem ao Dia Nacional do Forró e ao aniversário de nascimento de Luiz Gonzaga. A programação inclui Palestras e shows musicais. A festa que começou na segunda-feira (11) e se encerra hoje.

Já no Fórum Cível de João Pessoa, na avenida João Machado, em Jaguaribe, uma exposição reúne objetos que ajudam a contar história de Gonzagão.

Homenagem do Google

O Google usou seu  logo  nesta quinta-feira (13) para prestar uma homenagem aos 100 anos de Luiz Gonzaga, o rei do baião. Clicando no doodle, é possível ver o conteúdo indexado no mecanismo de buscas a respeito do músico pernambucano.

Biografia

Luiz Gonzaga do Nascimento nasceu em Exu (PE), em 13 de dezembro de 1912, e morreu em Recife, 02 de agosto de 1989. Conhecido como o Rei do Baião, foi uma das mais completas, importantes e inventivas figuras da música popular brasileira. Cantando acompanhado de sua sanfona, além de zabumba e triângulo, levou a alegria das festas juninas e dos forrós pé-de-serra, bem como a pobreza, as tristezas e as injustiças de sua árida terra, o sertão nordestino, para o resto do país, numa época em que a maioria das pessoas desconhecia o baião, o xote e o xaxado.

paraibaja

Senado faz sessão especial para comemorar centenário de Luiz Gonzaga

 

O Senado realiza, nesta segunda-feira (3), às 11h, sessão especial para comemorar o centenário de nascimento do compositor e cantor Luiz Gonzaga. Na justificativa do requerimento, assinado pelos senadores Inácio Arruda (PCdoB-CE), Armando Monteiro (PTB-PE), Humberto Costa (PT-PE), Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE), Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) e Vicentinho Alves (PR-TO), os parlamentares destacam que Luiz Gonzaga foi um dos artistas que mais contribuiu para a unificação geográfica da cultura brasileira, por meio da comunhão de sentimentos e valores comuns.

“O gaúcho nos pampas, o vaqueiro nos cerrados, o seringueiro na Amazônia, o habitante das grandes cidades. Não há brasileiro que não se emocione ao ouvir os primeiros acordes de Asa Branca, Vozes da Seca, Assum Preto, Baião, Paraíba, Juazeiro, Que nem Jiló“, afirmam.

Além disso, os senadores ressaltam que o compositor tem sobrevivido, como poucos, no coração e na memória de sucessivas gerações.

– Luiz Gonzaga do Nascimento é uma glória imorredoura do grande Estado de Pernambuco; é um patrimônio imaterial de todos os nordestinos; e é, finalmente, um milagre brasileiro – destacam.

Luiz Gonzaga nasceu na cidade de Exu (PE), em 13 de dezembro de 1912, e desde criança se interessou pela sanfona tocada pelo pai. Ainda jovem, tornou-se conhecido como sanfoneiro, apesar de prestar serviço militar por quase toda a década de 1930. Foi responsável por popularizar o baião no país, nas décadas de 1940 e 1950, fechando contrato com a gravadora RCA Victor e se apresentando em rádios do Rio de Janeiro.

O Rei do Baião continuou se apresentando e gravando discos pelas décadas seguintes. Entre os muitos parceiros, destacam-se Humberto Teixeira, José Marcolino, Zé Dantas e João Silva.

Luiz Gonzaga morreu em 2 de agosto de 1989, em Recife, aos 76 anos.

Em outubro deste ano, foi lançado o filme Gonzaga, de pai para filho, de Breno Silveira, que conta a trajetória do músico e sua relação turbulenta com o filho Gonzaguinha, cantor e compositor de sucesso nos anos 1970 e 1980.

Agência Senado

Focando a Notícia