Arquivo da tag: Luiz Couto

PT quer Luiz Couto candidato a senador

Luiz-CoutoO presidente estadual do Partido dos Trabalhadores, Charliton Machado, declarou, neste sábado (25), que a legenda vai trabalhar a candidatura do deputado federal Luiz Couto para o Senado Federal.

Em entrevista a uma emissora de rádio na região do Curimataú, Charliton Machado disse que  a candidatura de Couto atenderá apelo popular.

“Nós percebemos que a Paraíba quer o deputado Luiz Couto como senador. Não é um projeto mais do PT, mas dos movimentos progressistas e dos movimentos sociais”, afirmou.

Para Charliton Machado, Luiz Couto é candidato para disputar qualquer cenário e não está descartada a possibilidade de composição com o governador Ricardo Coutinho (PSB).

Roberto Targino – MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Em Bananeiras, Luiz Couto pede que trabalhadores lutem contra reforma da Previdência

luiz coutoO deputado federal Luiz Couto (PT) participou sexta-feira (3), na Câmara de Vereadores de Bananeiras, de audiência pública que discutiu a reforma da Previdência. Várias pessoas, a maioria da zona rural, compareceram deixando a Casa Odon Bezerra completamente lotada.

Uma caminhada, organizada pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais, percorreu algumas ruas da cidade manifestando insatisfação com a reforma da Previdência sugerida pelo governo Michel Temer.

camara bananeirasLideranças sindicais como Ivonete Leandro (presidente do STR) e Geane Lucena (assessora da Fetag-PB); vereadores; secretários municipais; prefeito Douglas Lucena e o seu vice Augusto Aragão; padre Marinaldo Flor; conselheiros tutelares; advogados e a imprensa regional estiveram na audiência.

Luiz Couto expôs os malefícios que poderão ocorrer em caso de aprovação da proposta, desmistificou a propaganda do governo federal de que diz que a medida apresentada é necessária e trará benefícios, e conclamou trabalhadores do campo e da cidade a permanecerem unidos e lutando contra a reforma “que causará morte porque impedirá que as pessoas se aposentem”.

sessãoLideranças, a exemplo do prefeito Douglas (PSB) e do vereador Pedro Batista (DEM), criticaram a reforma da Previdência afirmando que essa é uma proposta danosa para a população de modo geral, e aproveitaram para elogiar o empenho de Luiz Couto elencando a defesa dos direitos e os benefícios que ele trouxe para Bananeiras – posto da Previdência Social, equipagem para o Conselho Tutelar com destaque para o veículo zero quilômetro, instrumentos musicais para as escolas, poços artesianos para comunidades da zona rural, entre outros.

Já o líder da oposição bananeirense, José Nicodemos (PSL), classificou de criminoso o deputado ou senador que aprovar “esse genocídio” – denominação dada por ele à proposta de reforma da Previdência, e arrancou aplausos da plateia ao citar o deputado petista como um dos cotados para se eleger senador em 2018.

“Luiz Couto provavelmente é um dos futuros senadores em defesa dos trabalhadores”, disse, lembrando que ao assistir a TV Senado só ver mais ou menos uns cinco senadores falarem em defesa dos mais pobres. . “Então acredito que um cidadão da qualidade de Luiz Couto se for a Brasília, se for da vontade dos trabalhadores, certamente vai dignificar a Paraíba, acrescentou “.

Ascom do Dep. Luiz Couto

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

 

Luiz Couto parabeniza Padre Bosco por nomeação para Pastoral Carcerária

Couto_LuizEm discurso na Câmara Federal nesta terça-feira, 7, o deputado Luiz Couto (PT-PB) parabenizou o Padre João Bosco Francisco do Nascimento, nomeado por Dom Genival Saraiva de França, como novo Coordenador da Pastoral Carcerária da Arquidiocese da Paraíba.
A indicação do padre Bosco se deu, de acordo com dom Genival – que está como administrador da Arquidiocese enquanto aguarda a escolha do novo arcebispo da Paraíba – em face da necessidade de uma atuação mais articulada, em âmbito arquidiocesano e estadual, no acompanhamento pastoral da população carcerária. A proclamação do sacerdote como coordenador da Pastoral Carcerária, validada em 1º de fevereiro deste ano, é por tempo indeterminado.
Incardinado na Diocese de Guarabira, padre João Bosco foi ordenado dia 18 de fevereiro de 1989. Tem serviço prestado nas paróquias de Pirpirituba, Serra da Raiz, Guarabira (Paroquias de Santo Antônio e Santíssima Trindade), Joao Pessoa (Paroquias da Virgem Mãe dos Pobres e Nossa Senhora de Fátima), Mari, Mulungu e Araçagi. Atualmente dirige a paróquia de Caiçara.
Por um período de dez anos exerceu, entre outras funções pastorais, o cargo de vigário geral da Diocese de Guarabira e de coordenador diocesano de pastoral e membro do colégio dos consultores. Padre Bosco integra, ainda, o Conselho Estadual de Direitos Humanos.
“Como Coordenador da Pastoral Carcerária da Arquidiocese sem dúvida vai contribuir, com maior intensidade, para articular essa pastoral no Estado, dando, igualmente, importante colaboração à Coordenação Nacional. É com grande alegria que venho a este plenário felicitá-lo”, disse Couto.

Ascom do Dep. Luiz Couto

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Luiz Couto é homenageado pela Defensoria Pública da União

luiz-coutoO deputado federal Luiz Couto (PT-PB) recebeu na manhã desta sexta-feira em seu escritório em João Pessoa uma homenagem da Defensoria Pública da União seccional Paraíba (DPU-PB).
O defensor-chefe Edson Júlio de Andrade Filho, junto com o defensor público federal em João Pessoa, Francisco Eduardo Falconi de Andrade e o servidor Marcondes Cordeiro Gadelha entregaram ao parlamentar uma placa registrando o empenho de Couto no fortalecimento da Defensoria Pública da União e reconhecendo o deputado como “amigo da Defensoria”.
Entre os pleitos da categoria apoiados por Couto esteve a PEC de autonomia da DPU. O deputado também defendeu a admissibilidade de proposta que autoriza o chefe da Defensoria Pública da União (DPU) a ingressar com ações pedindo a inconstitucionalidade de leis (ADIs) e também a solicitar federalização de crimes, medida que transfere para o governo federal a apuração de crimes contra direitos humanos.

Ascom do Dep. Luiz Couto

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Em Bananeiras, Couto discute lei que congela recursos públicos por 20 anos

luiz-coutoLuiz Couto esteve, na tarde dessa sexta-feira (18), dialogando com estudantes e servidores da UFPB- Campus III/Bananeiras, em greve há quatro semanas.

O parlamentar discorreu sobre a lei que congela os recursos para investimento no povo por vinte anos – já aprovada na Câmara e que tramita no Senado como PEC 55 – entre outras medidas que ferem direitos.

Couto recebeu elogios pela firme postura contra a Proposta de Emenda à Constituição, que na Câmara foi denominada como PEC 241, e foi presenteado pelo presidente do SINTESPB, Daniel, com uma camisa que trás na estampa “não à PEC”.

O deputado escutou atentamente um aluno que denunciou perseguição aos membros do Movimento Ocupa, relatando tortura psicológica e a existência de uma ordem judicial para desocupar o prédio da universidade sob pena de intervenção da Polícia Federal.

plateiaLuiz Couto assumiu o compromisso levar o caso à Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara, e de se pronunciar da tribuna contra essas ações “que ferem a liberdade de manifestação”.

O momento com o único parlamentar da Paraíba contrário à PEC foi organizado pelo SINTESPB-Bananeiras, e Movimento Ocupa. Teve, ainda, a participação de integrantes do Comando de Greve do IFPB-Guarabira.

Além de funcionários e estudantes, prestigiaram a presença de Luiz Couto o vereador Nicodemos, o vice-prefeito Guga Aragão (Bananeiras) e o vereador Jota do Sindicato (Solânea) – eleitos no último pleito, lideranças comunitárias, além da imprensa.

O padre deputado, que pela manhã havia tratado da PEC com alunos do ensino médio e da UFPB de Areia, depois de Bananeiras seguiu para Mamanguape com o mesmo objetivo.

Ascom-Deputado Luiz Couto

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Luiz Couto volta a ser ameaçado e Comissão pede proteção

coutoDepois de receber denúncia de ameaça de morte perpetradas contra o deputado Luiz Couto (PT-PB), o presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados, deputado Padre João (PT-MG), encaminhou dois ofícios, ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e ao ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, para solicitar providências de garantia da segurança do parlamentar.

O deputado Luiz Couto, membro da CDHM, recebeu no dia 22 de setembro um aviso, através de um e-mail, sobre um plano orquestrado com a finalidade de assassiná-lo, a mando de um ex-policial militar.

O próprio deputado enviou pedidos de informações a órgãos de segurança do estado da Paraíba, bem como ao governador Ricardo Coutinho, para investigar a procedência do e-mail e a veracidade das denúncias enviadas.

A CDHM seguirá acompanhando o caso, por meio de sua assessoria técnica.

Assessoria

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Luiz Couto consegue perfuração de seis poços em Bananeiras

bananeirasFoi feita na quarta-feira, 28 de setembro, a alocação dos poços artesianos que serão perfurados em seis comunidades rurais de Bananeiras (Comunidade Humberto Lucena, Chã da Guabiraba, Chã do Lindolfo, Sítio do Buraco, Conjunto dos Eucaliptos e Rua Santo Antônio), a pedido do mandato do deputado federal Luiz Couto (PT-PB). Um geólogo da Secretaria de Recursos Hídricos do Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia do Estado da Paraíba acompanhou três assessores do parlamentar (Paulo Luís, Isaac Santos e Carlos Lima) para fazer a marcação dos locais onde ficarão os poços.
O pleito das comunidades foi encaminhado ao parlamentar por Sérgio Danilo que é líder comunitário no município. “Essa população sofre muito com a escassez de água, que só chega através de carros-pipa. A perfuração dos poços vai dar mais dignidade e independência aos moradores, que têm pedir favores para ter acesso ao abastecimento. Graças à sensibilidade do deputado Luiz Couto, essa aflição vai acabar”, disse ele.
O próximo passo é efetivar a perfuração dos poços, o que deve acontecer nos próximos dias.
Ascom do Dep. Luiz Couto

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Luiz Couto faz coro por novas eleições e critica repressão nas manifestações

luiz-coutoO deputado federal Luiz Couto (PT) é mais um a defender a realização de novas eleições presidenciais no país. Seguindo a linha do PT, que abraçou a proposta da ex-presidente Dilma Rousseff e decidiu reeditar a campanha Diretas Já!, o deputado faz críticas ao comportamento das polícias nos últimos atos contra o presidente Michel Temer. Para ele, a repressão policial identificada nas manifestações é uma forma de impedir a livre manifestação do povo.

“O povo está indo para as ruas, está se manifestando pelo ‘Fora, Temer’ e pedindo novas eleições e Diretas Já. Era isso que a presidente colocava, a realização de novas eleições através de um plebiscito”, ressaltou o parlamentar. Couto ressaltou que durante os governos de Lula e Dilma não havia repressão nas manifestações. “O povo ia para as ruas e não houve reação. Nas Olimpíadas houve proibição. Estão mostrando que é um governo golpista, ilegítimo e que quer se manter no poder através da repressão”, acusou.

Luiz Couto lembrou que uma das primeiras pessoas a se manifestar contra a ideia de plebiscito quando Dilma ainda estava afastada da presidência foi o presidente – na época interino – Michel Temer, além de outras lideranças do PMDB. “Naquele momento já havia a orquestração da tropa para fazer o impeachment, para fundar um golpe. Como eles não conseguiram dar um golpe de estado, porque o Exército não permitiu, eles colocaram a questão do impeachment. O povo brasileiro quer novas eleições”, defendeu o petista.

blogdogordinho

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Luiz Couto fala sobre futuro político e admite concorrer ao Senado em 2018

luiz-coutoO deputado federal Luiz Couto (PT-PB) admitiu concorrer a uma vaga ao Senado Federal em 2018, além de ter reforçado o que havia dito antes, de que consideraria concluída sua missão na Câmara dos Deputados ao fim do mandato que exerce atualmente.
“Sabemos que a campanha majoritária implica em estrutura para poder andar todo o Estado. Eu sempre tenho tido o seguinte: se o partido der as condições efetivas para que nós possamos fazer uma bela campanha, colocando as propostas que temos para a Paraíba, posso colocar meu nome à disposição para o Senado Federal. Acho que já cumpri minha tarefa como deputado federal por quatro mandatos e o PT tem uma posição de que um parlamentar federal não deve ultrapassar esse limite, a não ser que o partido decida assim. Eu já fui deputado estadual duas vezes e federal por quatro”, disse Couto.
Ele também foi questionado a respeito da possibilidade de cassação do mandato do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), cujo julgamento tem sido adiado na Câmara e revelou comentários de bastidores na capital do poder segundo os quais o ex-presidente da Casa teria em seu poder recibos de contribuições generosas feitas a campanhas de muitos parlamentares. “Dizem que ele pedia o recebo alegando que era para seu próprio controle. Mas, muita gente acha que ele guardou esses comprovantes e tem medo disso vir à tona”, disse Couto.
Outro questionamento feito pelos apresentadores ao deputado foi se ele não se sente desestimulado com o nível da política dos dias atuais, repletos de escândalos: “Machado de Assis dizia que se a política não for uma vocação, ela passa a ser especulação.

Tenho três fundamentos na minha vida que me fortalecem: meu contato permanente com os segmentos mais excluídos da sociedade, onde as pessoas são mais solidárias. Depois, me alimento da espiritualidade. A eucaristia, a missa, renovam minha energia. E em terceiro, a palavra de Deus me dá muita força”, confessou o deputado paraibano.

 

Assessoria

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Luiz Couto apela para Senado aprovar projeto que facilita punição ao tráfico de pessoas

luiz-coutoO deputado federal Luiz Couto (PT-PB) manifestou na última segunda-feira, 8 de agosto, sua preocupação com o tráfico de pessoas.

Em pronunciamento na Câmara Federal, o petista lembrou a exibição, no dia anterior, de um programa Conexão Repórter, do SBT, dedicado a denunciar este tipo de crime: “Estamos vivendo em 2016, ainda, uma realidade devastadora que atinge famílias brasileiras e que revela, além disso, dificuldades que este Congresso enfrenta na aprovação do substitutivo ao Projeto de Lei 7370/2014 e que foi oriundo do Projeto de Lei 6934/2013, analisado na CPI do Tráfico de Pessoas em nível Nacional e Internacional.

Este é um crime parasita que se alimenta da vulnerabilidade e prospera pela pobreza, precariedade e fragilidade que o ser humano tem em seu cotidiano”, disse Couto, que cobrou a sensibilidade do Senado Federal para aprovar um projeto já apreciado na Câmara e que facilita a punição aos traficantes de seres humanos.

Reportando-se ao Conexão Repórter, Couto lembrou que o jornalista Roberto Cabrini mostrou novamente a dificuldade que o judiciário enfrenta para combater o tráfico nacional e internacional de crianças e narrou, ainda, o triste caso investigado também na CPI do Tráfico de Pessoas em 2014, da ex-vereadora Bete, acusada de ser aliciadora de crianças no interior da Bahia.

Ela foi condenada a 7 anos, 5 meses e 18 dias de prisão. “O programa destacou a situação das famílias que Bete aliciou para a venda de recém-nascidos e que agora não sabem onde estão as crianças. Algumas acreditam que elas estão mortas por terem sido usadas para o tráfico de órgãos”, explicou o deputado.

O caso se deu no interior de Encruzilhada e em um povoado da Vila do Café, no interior da Bahia. Infelizmente, o crime
é corriqueiro em outros Estados, a exemplo do Pará. Lá, no município de Tailândia, mulheres são aliciadas por uma enfermeira chamada Nena para que “vendam” seus bebês.

Em uma gravação com a repórter do programa, ela chegou a oferecer um casal de gêmeos como se fosse uma mercadoria barata e fácil de se negociar e ainda garantiu que os interessados sairiam com uma criança nos braços, facilmente, na região e sem o aval da justiça.

Outro momento chocante foi a exibição de uma mãe vendendo seu filho em troca de madeira, para construir sua casa.

“Ficamos entristecidos, desgastados e com mal estar vendo essas situações ocorrendo no Brasil. O tráfico de seres humanos mostra as insensibilidades e monstruosidades de criminosos e criminosas que se aproveitam de pessoas passando necessidade e sem apoio, especialmente crianças, como alvos fáceis para exploração, violência e abuso”, declarou Couto.
O parlamentar salientou que um avanço para tentar exterminar esta triste realidade foi a aprovação, pela Câmara dos Deputados, do substitutivo ao Projeto de Lei n° 7370/2014 que traz várias mudanças na legislação para coibir o tráfico nacional ou internacional de pessoas, como o acesso facilitado a dados de telefonia e internet.

“As medidas da proposta se coadunam com o Protocolo de Palermo, da Organização das Nações Unidas, referência mundial para o combate ao tráfico de seres humanos. Hoje, o projeto encontra-se parado no Senado. Por isso, conclamo aos Senadores que peçam a votação com urgência deste projeto importantíssimo, para ajudar o poder público, poder judiciário e até a sociedade a enfrentar com mais rigor esta abominação social que é o tráfico humano”.

 

Assessoria

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br