Arquivo da tag: lição

Presidente do TRE-PB diz que o povo da Paraíba deu uma lição de democracia e civismo

saulo-benevidesO presidente do Tribunal Regional da Paraíba, (TRE-PB), fez, agora a pouco, um balanço do segundo turno das eleições. Saulo Benevides afirmou que o povo da Paraíba deu uma lição de democracia e de civismo ao comparecer as urnas para exercer a sua cidadania. “Todos compareceram de forma ordeira e votaram em seus candidatos”, comentou.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Saulo Benevides também enalteceu a postura dos candidatos durante esse segundo turno que, segundo o presidente do TRE, também se comportaram bem.

Ele aproveitou para agradecer os todos os funcionários do TRE que se engajaram nesse trabalho “e a prova disso e tudo deu certo e todas as previsões foram cumpridas”, destacou Saulo Benevides.

Sobre os problemas com as urnas eletrônicas, o presidente do TRE disse que o órgão trabalhou para que os equipamentos fossem trocados no menor espaço de tempo possível e essa meta também foi alcançada. “ O nosso dever foi cumprido e tudo transcorreu dentro da normalidade”, comemorou.

Paulo Cosme

Gari entrega filho ladrão para a polícia e dá lição de vida em delegacia de BH

garyUm gari entregou o próprio filho para a polícia e ainda deu uma verdadeira lição de vida em delegacia de Belo Horizonte, na madrugada desta quarta-feira (8).

Indignado e triste em ter descoberto que o adolescente de 14 anos assaltou uma creperia na companhia de um amigo, o profissional da área de limpeza denunciou o garoto e o levou pessoalmente até o distrito policial.

Pai de quatro filhos, o gari disse que sempre os aconselhou a estudar e trabalhar.

— Eu trabalho de sol a chuva no caminhão de lixo e não concordo que ele faz isso. Não tem precisão dele fazer isso e, inclusive, eu estou até com vergonha porque eu fico triste né de ver ele fazendo uma coisa dessa. Dói, está doendo mesmo. Está apertado o meu coração.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O roubo ocorreu no bairro Buritis, na região oeste da capital mineira. Armados, o adolescente e o comparsa renderam funcionários e até clientes. No entanto, depois de pegar dinheiro e até refrigerantes, um deles deixou o revólver de brinquedo que usava cair na porta do estabelecimento.

Com o descuido, as vítimas perceberam que a arma não era de verdade e correram atrás dos assaltantes. Os suspeitos fugiram na direção de um matagal e se esconderam. Mas, pouco tempo depois, o amigo do filho do gari foi achado pelas vítimas e agredido por elas. Em seguida, ele foi medicado no Hospital de Pronto-Socorro João 23 e encaminhado à delegacia, onde confessou o crime.

Em frente ao pai, o filho do gari pediu desculpas e disse estar arrependido. O gari disse que o perdoava, mas fez questão de aconselhar o adolescente.

— Você está desculpado, mas, pelo amor de Deus, não faz isso não. Não quero ver você nisso. Toda vida eu conversei com você. Sempre falei para não andar em coisas erradas. Você tem que ser homem. Você meu serviço aí. Sol  e chuva e eu correndo atrás de caminhão, trabalhando para tratar de você. E você faz uma coisa dessa?

 

r7

Acompanhar lição de casa do filho facilita o aprendizado

colgio_motiva_ii_400

Você sabia que acompanhar as tarefas de casa do seu filho pode ajudá-lo a ser um estudante mais independente e esforçado no futuro? Tornar esse momento prazeroso é também um desafio, pois competir com televisão, internet, videogame ou outras brincadeiras é extremamente difícil, mas o trabalho contínuo e insistente que começa na escola e deve se estender às casas são imprescindíveis para o desenvolvimento educacional em toda a vida acadêmica.

 Segundo a psicóloga Cláudia Valéria, supervisora do Ensino Fundamental I, no Colégio Motiva, os adultos devem acompanhar os momentos da lição de casa das crianças até que elas criem autonomia suficiente para gerenciar sozinhos, a vida de estudante. “Além do trabalho realizado na escola, os filhos precisam do suporte dos familiares para desenvolver, gradualmente, uma postura de estudante”, afirmou.

 A supervisora alerta que parece simples acompanhar a escolaridade das crianças pelas atividades que elas costumam levar para casa, mas nem sempre é assim. “Muitas vezes, é no momento de realização das tarefas que surgem conflitos, trazendo inquietação e ansiedade para pais e os filhos. O importante é ensiná-los a desenvolver segurança e autoconfiança para executar as atividades, de maneira que, muito em breve, eles as farão sozinhos”, explicou.

 Antes de adquirir convencionalmente a leitura e a escrita não há o que contestar: a criança necessita que um adulto leia os enunciados para ela. Entretanto, ler é importante, mas deve-se tentar deixar que o estudante descubra o que deve fazer, estimulando-o, não fazendo por ele a tarefa. “As atividades são feitas considerando o aluno em questão, portanto, os pais não devem subestimar a inteligência dos filhos. Caso haja alguma dúvida, deve-se ajudar na compreensão do que for preciso, sempre com a intenção de levá-las a pensar sozinhas”, completou Cláudia.

 A psicóloga frisa que os exemplos e ensinamentos dos adultos ajudam os alunos a conquistar a independência com responsabilidade. “A família pode orientar com relação a organização da mochila, a manter um horário regular de estudo, supervisionando o acesso a TV, computadores e celulares e auxiliá-los a reflexão e autoavaliação sobre suas produções”, disse Cláudia.

 Confira abaixo algumas dicas do que fazer e como fazer para melhor orientar os filhos:

Melhor horário – O melhor horário para o estudo é o que a criança esteja mais disposta, ou seja, sem sono ou fome. Também é importante definir o mesmo horário todos os dias, para que a criança se acostume com essa rotina.

Cuidados com o ambiente – O local de estudo pode ser uma mesa no quarto, na sala ou na cozinha, mas longe do sofá e da cama. Estabeleça que a lição seja feita sempre no mesmo lugar, onde não existam reforçadores concorrentes como TV ligada, som, videogame ou alguém brincando ao lado.

É importante acompanhar – Outro ponto importante para que a criança sinta prazer em fazer a lição de casa é ter alguém que a auxilie, para que esse momento seja agradável. Pode ser a mãe ou o pai.

Erros são aceitos – Também é legal que a criança tenha a possibilidade de errar e acertar. Não critique demais os erros dos pequenos, pois eles são necessários para que a criança aprenda o certo. Seja carinhoso, explique com paciência. Lembre-se de elogiar quando ela acertar.

Atenção para dificuldades de aprendizado – Os pais devem ficar atentos quando, mesmo com todos os métodos seguidos, a criança não consiga se concentrar. Não aprenda com os erros, nem por exclusão, dedução ou entendimento. Se isso acontecer é importante pedir uma atenção para a escola e para profissionais especializados para ver se está tudo certo com seu pequeno.

Para as mães que trabalham fora – Caso a mãe ou o pai não possam acompanhar quando a criança faz a lição, é importante definir o local e o horário e retomar o que foi feito no momento em que chegar a sua casa. Tente perceber se a lição foi feita com dedicação.

Assessoria