Arquivo da tag: liberadas

Rodovias são liberadas após 4h de protesto e acordo com DER, que deve recuperar trechos

Reprodução/Radar Sertanejo
Reprodução/Radar Sertanejo

Após quatro horas de manifestação, os trechos de duas estradas estaduais que passam pelo Sertão da Paraíba foram liberados por volta das 9h desta quinta-feira (7). Os manifestantes protestaram contra as péssimas condições da PB-366, que dá acesso ao Ceará e é usada, assim como a PB-400, por veículos pesados que prestam serviço à obra de transposição do Rio São Francisco.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O protesto acabou após intervenção da Promotoria de Justiça de São José de Piranhas, que celebrou um termo de compromisso com o Ministério da Integração Nacional, Polícia Militar e os manifestantes.

Foi acordado que o Departamento de Estradas e Rodagem da Paraíba (DER) deve fornecer o material para a realização da ‘operação tapa buracos’ na PB-366 e que, caso o DER não adote as medidas necessárias para resolver o problema em 15 dias, o Ministério da Integração Nacional deve intervir de forma subsidiária para resolver a situação.

Já a empresa Queiroz Galvão, que gerencia as obras de transposição do rio São Francisco, comprometeu-se em disponibilizar quatro funcionários para dar apoio ao trabalho. Os manifestantes concordaram em não interditar mais a rodovia, mas retomarão o protesto se o acordo não for cumprido.

Essa já é a segunda vez que as duas rodovias são interditadas como protesto pelas más condições. Em 2013, foi feito um termo de compromisso que estabelecia obras nesses locais. Segundo a promotora de Justiça Fabiana Mueller, as obras foram concluídas na PB-400, mas, após as chuvas que ocorreram este ano, a situação no trecho onde há o entroncamento com a PB-366.

 

portalcorreio

Casal é sequestrado, estuprado e roubado no interior da Paraíba; vítimas são liberadas no RN

Reprodução/ jornaldebarauna
Reprodução/ jornaldebarauna

A Polícia Militar da Paraíba registrou nesse domingo (13), o sequestro de um casal, que teria sido estuprado e roubado na cidade de Baraúnas, no Curimataú do estado. As vítimas foram liberadas na cidade de Jacanã, no Rio Grande do Norte, a cerca de 40km do local de onde ocorreu o crime.

De acordo com informações contidas na Súmula de Ocorrências Operacionais da PM, o casal relatou que quatro homens chegaram em um veículo preto e, armados de pistolas, arrombaram a porta da casa das vítimas a procura de dinheiro.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Ainda de acordo com a PM, como os suspeitos não encontraram nenhum valor, eles levaram o casal e a motocicleta dele. As vítimas disseram ao sargento Wellington que durante o seqüestro foram estupradas.

Guarnições da Rádio Patrulha e CPU das cidades de Cuité, Nova Florestas e Baraúnas fizeram um cerco no local da ocorrência, mas devido a demora para comunicar o crime, os policiais militares não tiveram êxito na prisão dos suspeitos.

Segundo o major Afonso Galvão, comandante do 9º Batalhão de Polícia Militar de Cuité, o casal teria envolvimento com o tráfico de drogas e os bandidos estavam em busca de dinheiro para pagar a dívida adquirida pelas vítimas.

“Fizemos um levantamento e constatei que o casal é viciado em drogas e as vítimas deviam ao tráfico. Como não fizeram o pagamento, os bandidos vieram cobrar”, comentou o major Galvão.

 

 

portalcorreio

Casserengue: Candidaturas de Carlinhos e Orlando da Galinha são liberadas pela Justiça Eleitoral

 

Carlinhos e Orlando

O juiz da 48ª Zona Eleitoral, em Solânea, Osenival dos Santos Costa, liberou as candidaturas dos postulantes a prefeito do município de Casserengue, Luís Carlos Francisco dos Santos e Orlando Francisco dos Santos conhecidos, respectivamente, por Carlinhos e Orlando da Galinha. A sentença foi protocolada nessa terça-feira (17).

Pela coligação “O trabalho Continua” (PP, PT, DEM, PSB e PSD) tiveram os registros deferidos Carlinhos e seu vice Ivanildo Silvino Alves. E, pela coligação “Agora é ele junto com o povo” (PTB, PMDB, PR e PSDB), foram liberados para concorrer Orlando da Galinha e seu vice Verinho.

“Preenchidas todas as condições formais, constitucionais e legais, defere-se o requerimento de registro de candidatura ao cargo de Prefeito e Vice-prefeito e o consequente registro da chapa majoritária para concorrer às Eleições Municipais de 2012”, diz o relatório do juiz.

Redação/Focando a Notícia

Ditadura: fotos de horror e luta são liberadas ao público

 

O Arquivo Nacional liberou o acesso ao público a cerca de cinco mil fotografias tiradas por agentes da ditadura militar. O acervo era do extinto Serviço Nacional de Informações (SNI) e estava na Agência Brasileira de Informação (Abin) até 2005, quando foi transferido para o Arquivo Nacional.

Suposto corpo da guerrilheira Maria Lúcia PetitSuposto corpo da guerrilheira Maria Lúcia Petit

As imagens só foram divulgadas agora devido à edição da Lei de Acesso à Informação. No acervo, há seis fotos, algumas inéditas, da militante Maria Lúcia Petit da Silva morta, envolta em um paraquedas na mata. Ela atuava na Guerrilha do Araguaia.

Há ainda outras imagens da guerrilha, como a de Osvaldo Orlando da Costa, o Osvaldão, quando foi preso pelos militares. Ele foi um dos primeiros a chegar ao local, com o intuito de organizar o movimento no Araguaia. Os agentes da ditadura também fotografaram acampamentos militares e tinham um mapa detalhado da região.

O Arquivo Nacional liberou acesso a fotos de centenas de presos acusados de subversão ao sistema. Muitos deles foram obrigados a posar para as lentes da ditadura em roupas íntimas ou até mesmo totalmente nus. Desses presos, 67 foram fotografados em fevereiro de 1971, momentos antes de serem transferidos para outros países, na condição de exilados. Eles foram trocados pela liberdade do embaixador suíço Giovanni Enrico Bucher, que havia sido sequestrado pela Vanguarda Popular Revolucionária (VPR) em dezembro do ano anterior.

No grupo que seria libertado estavam o frei Tito de Alencar e Nancy Mangabeira Unger, irmã do ex-ministro do governo Lula. O frade dominicano foi encontrado morto no exílio na França em 1974, aos 28 anos. Nancy recebeu indenização do governo federal recentemente pelas torturas e perseguições sofridas.

Chamam atenção no meio das fotos as imagens de três mulheres acompanhadas de crianças. Segundo o Arquivo Nacional, os filhos foram entregues às mães no momento da partida. Uma das mulheres posa com três filhas – que, segundo a legenda da foto dada pela ditadura militar, tinham 8, 4 e 3 anos. Há também outras imagens com duas mulheres acompanhadas de dois bebês com idades não informadas.

No Arquivo Nacional, também há nove fotos do jornalista Vladimir Herzog morto. Ele foi fotografado nu, de frente e de costas, antes e depois da necrópsia. O pescoço apresenta uma nódoa escura. O jornalista foi achado morto em 1975, pendurado pelo pescoço, em uma cela do DOI-Codi em São Paulo, após uma sessão de tortura. A ditadura alegou suicídio, versão rejeitada por familiares e amigos.

O Arquivo Nacional também pôs à disposição para consulta pública imagens da campanha pela “anistia ampla, geral e irrestrita”, em 1979. À distância, em evento no Rio de Janeiro, foram fotografados o cantor Milton Nascimento, os atores Sérgio Britto, Osmar Prado e Carlos Vereza, e as atrizes Renata Sorrah, Lucélia Santos e Bete Mendes. Existem, ainda, fotos de eventos religiosos com o bispo dom Helder Câmara.

Fonte: O Outro Lado da Notícia, com informações de O Globo